Cadastre-se no APdoBanespa - É GRÁTIS - Clique aqui

O estado é obrigado a fornecer medicamentos?
Visite www.apdobanespa.com

O estado é obrigado a fornecer medicamentos aos cidadãos?
E vacinas, como a vacina para febre amarela?
Henrique Barroso, Estudante de DireitoPublicado por Henrique Barroso

O art. 196 da Constituição Federal diz que "A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação."

Neste sentido, a lei n.º 8.080/90, que regula as ações e serviços da área da saúde, traz expressamente em seu art. 6º, I, d, da Lei a necessidade de fornecimento de medicamentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Inobstante, tal fornecimento não garante ao cidadão toda a assistência terapêutica necessária e limita os medicamentos a serem fornecidos pelo Estado àqueles que constarem em lista bienal elaborada pelos gestores do SUS. [1]

Assim, insurge uma questão: é constitucional limitar o fornecimento público de medicamentos, ou o Estado deve garantir acesso integral a toda a população? [2]

Para responder esta questão é preciso voltar ao começo da Constituição Federal: em seu art. 1º ela garante a dignidade da pessoa humana, enquanto em seu art. 6º ela garante o direito fundamental de saúde. Para resguardar estes direitos, é cediço que o Estado deve fazer o possível sim para fornecer medicamentos e todos os tratamentos que conseguir aos cidadãos.

Contudo, existem medicamentos para doenças específicas que possuem alto valor e que não constam na lista bienal do SUS. Desta forma, o Estado argumenta que não deveria fornecer tal medicamento ante ao seu elevado valor e à sua especificidade. Felizmente, em vários casos, tal posição vem sendo vencida nos tribunais, que alegam que [3]:

[...] o alto preço do medicamento não é, por si só, motivo para o seu não fornecimento, visto que a Política de Dispensação de Medicamentos excepcionais visa a contemplar justamente o acesso da população acometida por enfermidades raras aos tratamentos disponíveis.
A questão é delicada, pois existem alguns julgados que não concedem tal direito aos requerentes, sob a argumentação de que a parte possui condições de compra de tal medicamento, ou ainda que o mesmo não é indispensável à saúde do paciente.

Neste sentido, também é discutível se o Estado possui o dever de fornecer vacinas aos cidadãos, como a vacina da Febre Amarela. Em virtude da grande incidência desta doença atualmente,seria possível entrar com uma ação solicitando que o Estado disponibilize-a para o cidadão, haja vista um perigo de dano irreversível, sua condição socioeconômica desfavorável e a possibilidade de fornecimento do Estado, enquanto o Estado não se prontifica a fornecer a mesma a todos.

Conclui-se, portanto, que a resposta para a questão levantada é mais simples do que sim ou não, pois de maneira geral o Estado deve garantir a saúde de seus cidadãos, mas nem sempre ela não tem limites.
Por esses motivo, cabe ao Judiciário, com base no sistema de freios e contrapesos, sopesar quais medicamentos e tratamentos devem ser concedidos aos cidadãos, com base na viabilidade do tratamento, na necessidade do paciente, na impossibilidade econômica do paciente e na possibilidade de fornecimento pelo Estado. [4]
Henrique Barroso   - Visite www.apdobanespa.com

APdoBanespa - 03/05/2018

|   Ver Comentários   |   Comentar   |

Nº 126530   -    enviada por     Álvaro Pozzetti de Oliveira   -   Bauru/


|   Voltar |

Veja Mais Notícias

22/07

  O custo do passivo trabalhista

17/07

  FUNDO DE APOSENTADORIA DOS CORREIOS – POSTALIS

16/07

  Demissões em sindicatos crescem com fim de imposto

15/07

  Processo 0011303-54.2002.4.03.6100 (2002.61.00.011303-5)

14/07

  Regras para aplicação de coparticipação

13/07

  Cabesp - recadastramento obrigatório

12/07

  AFABESP - 37ª EXPOFLORA - HOLAMBRA

12/07

  Regras para cobrança de coparticipação

09/07

  Reivindicações do Santander já estão definidas

09/06

  Saiba onde encontrar remédio mais barato

| Ver todas as Notícias   |
Clique aqui e envie, você também, sua notícia     |


Recomende este site a colegas banespianos da ativa, aposentados e pensionistas

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
Em caso de vários E-mails, separá-los por vírgulas.
E-mail(s) do(s) seu(s) amigo(s):

.
APdo Banespa - Bancários aposentados - direitos - justiça
Para qualquer contato utilize este e-mail: ----> pozzetti@gmail.com

Atualmente temos 3690 cadastrados no site
Verifique se você está cadastrado(a) no APdoBanespa

Insira seu
Não está?
Então, preencha o formulário abaixo
para cadastrar-se e participar de um seleto grupo de
Banespianos Aposentados, Pensionistas e da Ativa.



Cadastro de Participantes do APdoBanespa


Ex: 00 0000 0000

Ex: São Paulo/SP
<== AAAA-MM-DD
Ex: Maceió/AL
Ex: 1966/1996



               


  | Relação de participantes   | Voltar  |


Comentários para você ver

Atualmente somos 3690 cadastrados no site. - Clique abaixo para se cadastrar!

Cadastre-se no APdoBanespa, o Site dos Banespianos! clique aqui e cadastre-se!

Tô ferrado, Tô ferrado Veja as rimas e/ou clique aqui e envie as suas quadrinhas!


Para participar clique aqui e Cadastre-se

Adicione Apdobanespa aos favoritos

Faça do APdoBanespa a sua página inicial: ---> Clique aqui!

 | Principal  | Notícias Anteriores  | Objetivo  | Participantes  | Ler Dort  |
 | Classificados  | Dicas  | Mensagens Músicas Receitas  | Afabans  | Fotos  |
 | E-mail@APdoBanespa  | Cadastro  |