Cadastre-se no APdoBanespa - É GRÁTIS - Clique aqui

A morte de Emilio Botín chega aos tribunais
Visite www.apdobanespa.com

11/03/2017EM ESPANHA POR INTERNACIONAL NEWSGUR
A Espanha não pára de dar a nota ultimamente graças a uma política de pandeiro, e agora foi adicionada ao carro uma disputa silenciosa que passou despercebida por 99% da sociedade. Acontece que o Tribunal Central da Instrução Número 1 de Madri recebeu uma queixa particular: Emilio Botín foi assassinado.

Sim, o grande banqueiro e evasor de impostos em seu tempo livre. Parece que ele não teria morrido tão naturalmente quanto ele apareceu em 10 de setembro de 2014, há mais de três anos. Quem? Como? Mas, acima de tudo, por que eles mataram Emilio Botín? Tudo isso aparece na denúncia apresentada pela advogada Ana Isabel Sánchez Riado.

Para a questão de quem, a queixa salienta que a mão de execução foi Jesus Samper Gaviria, que, além de ser traficante de drogas, era amante da filha do banqueiro, atual presidente do Santander. Juntamente com Samper, três altos funcionários do banco teriam colaborado.

Samper teria dois motivos para perpetrar o crime. Em primeiro lugar, o pai de seu amante não viu seu relacionamento com bons olhos, e muito bem, eles não deveriam levá-lo porque o teria forçado a deixar a Espanha. E, por outro lado, Ana o teria instigado.

Sim, o presidente do Banco Santander teria sido, junto com sua mãe, Paloma O´Shea, as principais hélices do plano maquiavélico. E com que razão?

Parece que o magnata bancário não estava muito confortável com sua esposa e manteve - como era o conhecimento público - um caso extraconjugal com o vice-diretor-geral do Banco que presidia: Ana María Sánchez del Corral. A idéia de Botín era se divorciar de sua esposa e romper os laços de forma definitiva para se casar com a amante. Não era uma ideia temporária e passageira, mas sim uma decisão final: a denúncia menciona que ele deu a sua esposa uma lista dos bens que permaneceriam após o divórcio e que os amantes já tiveram uma data para o casamento: Natal de 2014.

A noite do assassinato, Samper e seus três colaboradores - Carlos Martínez, Carlos Rubio e José Manuel García Entrena - administraram Emilio Botín uma substância mortal para diabéticos, uma doença que o banqueiro sofria. Assim que o crime foi consumado, o amante teria chamado Ana Patricia, que estava em Londres, e em um grande momento, os grandes tiros da entidade teriam chamado seu presidente. Era uma hora da manhã da noite em que ele havia ordenado seu pai morto.

Mas por que Ana gostaria de matá-lo? Eu não era um filho único. E, aparentemente, seu irmão mais velho estava mais preparado e era o favorito do pai.

Quando Emilio Botín, filho, chegou à reunião, viu que uma van fúnebre estava levando seu pai para a casa da família. No dia seguinte, foi anunciado, às 8:30 da manhã, que o banqueiro morreu em casa de um ataque cardíaco.

Ana Patricia Botín não demorou muito para despedir a amante de seu pai.

Um coquetel de intrigas familiares, amantes e falta de amor, dinheiro e poder: as causas que poderiam ter precipitado a morte do maior banqueiro da Espanha. E com que curiosidade, também, que nenhuma mídia generalista falou sobre a notícia.

Fontes
latribunadecartagena.com   - Visite www.apdobanespa.com

APdoBanespa - 06/11/2017

|   Ver Comentários   |   Comentar   |

Nº 126145   -    enviada por     João Bosco Galvão de Castro   -   Guaratinguetá/SP/


|   Voltar |

Veja Mais Notícias

17/07

  FUNDO DE APOSENTADORIA DOS CORREIOS – POSTALIS

16/07

  Demissões em sindicatos crescem com fim de imposto

15/07

  Processo 0011303-54.2002.4.03.6100 (2002.61.00.011303-5)

14/07

  Regras para aplicação de coparticipação

13/07

  Cabesp - recadastramento obrigatório

12/07

  AFABESP - 37ª EXPOFLORA - HOLAMBRA

12/07

  Regras para cobrança de coparticipação

09/07

  Reivindicações do Santander já estão definidas

09/06

  Saiba onde encontrar remédio mais barato

07/06

  GRATIFICAÇÕES – MAIS UMA DECISÃO FAVORÁVEL - 06/06/2018

| Ver todas as Notícias   |
Clique aqui e envie, você também, sua notícia     |


Recomende este site a colegas banespianos da ativa, aposentados e pensionistas

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
Em caso de vários E-mails, separá-los por vírgulas.
E-mail(s) do(s) seu(s) amigo(s):

.
APdo Banespa - Bancários aposentados - direitos - justiça
Para qualquer contato utilize este e-mail: ----> pozzetti@gmail.com

Atualmente temos 3686 cadastrados no site
Verifique se você está cadastrado(a) no APdoBanespa

Insira seu
Não está?
Então, preencha o formulário abaixo
para cadastrar-se e participar de um seleto grupo de
Banespianos Aposentados, Pensionistas e da Ativa.



Cadastro de Participantes do APdoBanespa


Ex: 00 0000 0000

Ex: São Paulo/SP
<== AAAA-MM-DD
Ex: Maceió/AL
Ex: 1966/1996



               


  | Relação de participantes   | Voltar  |


Comentários para você ver

Atualmente somos 3686 cadastrados no site. - Clique abaixo para se cadastrar!

Cadastre-se no APdoBanespa, o Site dos Banespianos! clique aqui e cadastre-se!

Tô ferrado, Tô ferrado Veja as rimas e/ou clique aqui e envie as suas quadrinhas!


Para participar clique aqui e Cadastre-se

Adicione Apdobanespa aos favoritos

Faça do APdoBanespa a sua página inicial: ---> Clique aqui!

 | Principal  | Notícias Anteriores  | Objetivo  | Participantes  | Ler Dort  |
 | Classificados  | Dicas  | Mensagens Músicas Receitas  | Afabans  | Fotos  |
 | E-mail@APdoBanespa  | Cadastro  |