Cadastre-se no APdoBanespa - É GRÁTIS - Clique aqui

Greve.
Visite www.apdobanespa.com

22 de Setembro de 2016 10:23
Em dia de paralisação contra retirada de direitos, categoria fortalece greve e trava maiores centros administrativos dos grandes bancos; recado para Itaú, Bradesco, Santander, BB e Caixa Federal, que compõem mesa de negociação: é hora de construír saída e parar de prejudicar trabalhes e sociedade

São Paulo - Os bancários, que fazem uma das maiores greves de sua história desde 6 de setembro, também participam, nesta quinta 22, da paralisação nacional contra a retirada de direitos, rumo à greve geral. Um grande ato será realizado a partir das 16h, no vão livre do Masp (Avenida Paulista, 1.578).

“Essa mobilização nacional tem tudo a ver com todas as nossas pautas. Também estamos lutando por emprego, pelo direito à aposentadoria”, afirma a secretária-geral do Sindicato, Ivone Silva. “Vários bancários estão prestes a se aposentar, mas já estão preocupados porque terão de trabalhar muito mais se as reformas trabalhista e previdenciária, pretendidas pelo governo Temer, passarem. Vamos continuar nossa greve forte e nos unir a todas as outras categorias por uma pauta maior que é a pauta de todos os trabalhadores”, explica a ui, 22 de Setembro de 2016 10:23

Em dia de paralisação contra retirada de direitos, categoria fortalece greve e trava maiores centros administrativos dos grandes bancos; recado para Itaú, Bradesco, Santander, BB e Caixa Federal, que compõem mesa de negociação: é hora de construír saída e parar de prejudicar trabalhes e sociedade

São Paulo - Os bancários, que fazem uma das maiores greves de sua história desde 6 de setembro, também participam, nesta quinta 22, da paralisação nacional contra a retirada de direitos, rumo à greve geral. Um grande ato será realizado a partir das 16h, no vão livre do Masp (Avenida Paulista, 1.578).

“Essa mobilização nacional tem tudo a ver com todas as nossas pautas. Também estamos lutando por emprego, pelo direito à aposentadoria”, afirma a secretária-geral do Sindicato, Ivone Silva. “Vários bancários estão prestes a se aposentar, mas já estão preocupados porque terão de trabalhar muito mais se as reformas trabalhista e previdenciária, pretendidas pelo governo Temer, passarem. Vamos continuar nossa greve forte e nos unir a todas as outras categorias por uma pauta maior que é a pauta de todos os trabalhadores”, explica a dirigente.


Greve dos bancários - Em tantos anos de campanhas, será que os bancos ainda não perceberam que os bancários são uma categoria de luta e não arredam pé da mobilização se não tiverem proposta decente? Parece que não...


Por isso, nesta quinta-feira 22, 17º dia de greve, empregados de bancos públicos e privados travaram os maiores centros administrativos dos grandes bancos. Além de centenas de agências nas principais regiões de São Paulo e Osasco, estão fechados o Ceic e o CA Brigadeiro do Itaú; o Prime da Paulista e a Cidade de Deus do Bradesco; a Torre do Santander; a Superintendência do BB e o prédio da Caixa na Paulista.

Esses bancos compõem a mesa de negociação da Fenaban com o Comando Nacional dos Bancários e insistem em manter uma proposta de reajuste abaixo da inflação para salário, PLR, piso, vales e auxílios, recusam mecanismos de proteção aos empregos e melhores condições de trabalho. A última rodada de negociação foi realizada em 15 de setembro e, desde então, silêncio total dos banqueiros.


“Nosso recado é claro: se o setor que mais lucra no Brasil continuar se recusando a pagar reajuste digno aos seus funcionários e atender reivindicações tão justas como valorização dos vales, dos auxílios, respeitar os empregos”, avisa Ivone Silva. “Está na hora de os bancos construírem uma saída, apresentar proposta aos bancários e parar de prejudicar os trabalhadores e a sociedade já tão prejudicada pelas altas taxas de juros que ele cobram.”//Redação Spbancarios
Greve dos bancários - Em tantos anos de campanhas, será que os bancos ainda não perceberam que os bancários são uma categoria de luta e não arredam pé da mobilização se não tiverem proposta decente? Parece que não...


Por isso, nesta quinta-feira 22, 17º dia de greve, empregados de bancos públicos e privados travaram os maiores centros administrativos dos grandes bancos. Além de centenas de agências nas principais regiões de São Paulo e Osasco, estão fechados o Ceic e o CA Brigadeiro do Itaú; o Prime da Paulista e a Cidade de Deus do Bradesco; a Torre do Santander; a Superintendência do BB e o prédio da Caixa na Paulista.

Esses bancos compõem a mesa de negociação da Fenaban com o Comando Nacional dos Bancários e insistem em manter uma proposta de reajuste abaixo da inflação para salário, PLR, piso, vales e auxílios, recusam mecanismos de proteção aos empregos e melhores condições de trabalho. A última rodada de negociação foi realizada em 15 de setembro e, desde então, silêncio total dos banqueiros.


“Nosso recado é claro: se o setor que mais lucra no Brasil continuar se recusando a pagar reajuste digno aos seus funcionários e atender reivindicações tão justas como valorização dos vales, dos auxílios, respeitar os empregos”, avisa Ivone Silva. “Está na hora de os bancos construírem uma saída, apresentar proposta aos bancários e parar de prejudicar os trabalhadores e a sociedade já tão prejudicada pelas altas taxas de juros que ele cobram.”//Redação Spbancarios   - Visite www.apdobanespa.com

APdoBanespa - 23/09/2016

|   Ver Comentários   |   Comentar   |

Nº 124410   -    enviada por     Claudio José de Carvalho   -   Santos/


|   Voltar |

Veja Mais Notícias

12/08

  BRADESCO Comprará o SANTANDER?

08/08

  Queremos proposta da Fenaban

08/08

  Bancos lucram alto

03/08

  GRATIFICAÇÕES - IGP-DI – SITUAÇÃO ATUAL

02/08

  ssociados da Cabesp pertencentes ao Plano Pré-75

30/07

  Conheça as regras para não ser excluído da Cabesp

30/07

  Galileu Galilei

28/07

  aposentado com cardiopatia isento I.Renda

28/07

  Atenção para não cair em golpes!

28/07

  Santander lucra 5,9 bilhões

| Ver todas as Notícias   |
Clique aqui e envie, você também, sua notícia     |


Recomende este site a colegas banespianos da ativa, aposentados e pensionistas

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
Em caso de vários E-mails, separá-los por vírgulas.
E-mail(s) do(s) seu(s) amigo(s):

.
APdo Banespa - Bancários aposentados - direitos - justiça
Para qualquer contato utilize este e-mail: ----> pozzetti@gmail.com

Atualmente temos 3694 cadastrados no site
Verifique se você está cadastrado(a) no APdoBanespa

Insira seu
Não está?
Então, preencha o formulário abaixo
para cadastrar-se e participar de um seleto grupo de
Banespianos Aposentados, Pensionistas e da Ativa.



Cadastro de Participantes do APdoBanespa


Ex: 00 0000 0000

Ex: São Paulo/SP
<== AAAA-MM-DD
Ex: Maceió/AL
Ex: 1966/1996



               


  | Relação de participantes   | Voltar  |


Comentários para você ver

Atualmente somos 3694 cadastrados no site. - Clique abaixo para se cadastrar!

Cadastre-se no APdoBanespa, o Site dos Banespianos! clique aqui e cadastre-se!

Tô ferrado, Tô ferrado Veja as rimas e/ou clique aqui e envie as suas quadrinhas!


Para participar clique aqui e Cadastre-se

Adicione Apdobanespa aos favoritos

Faça do APdoBanespa a sua página inicial: ---> Clique aqui!

 | Principal  | Notícias Anteriores  | Objetivo  | Participantes  | Ler Dort  |
 | Classificados  | Dicas  | Mensagens Músicas Receitas  | Afabans  | Fotos  |
 | E-mail@APdoBanespa  | Cadastro  |