Cadastre-se no APdoBanespa - É GRÁTIS - Clique aqui

Santander é condenado a indenizar bancários
Visite www.apdobanespa.com

Santander é condenado a indenizar bancários e o Sindicato por uso de interdito Bancários Rio Segunda, 24 Agosto 2015
A decisão da Justiça garante o direito de greve e fortalece a campanha salarial dos bancários
A decisão da Justiça garante o direito de greve e fortalece a campanha salarial dos bancários
O Santander foi condenado, em razão de assédio processual, a pagar indenização de um salário a cada funcionário do banco e de R$ 500 mil ao Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro, por abuso na utilização de ações de interdito proibitório com o objetivo de enfraquecer e mesmo tentar impedir a realização de greves. A decisão foi tomada neste mês de agosto pela 10ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT/RJ), atendendo à ação movida pelo Sindicato, através da Assessoria Jurídica Sindical (AJS). O Santander pode ainda recorrer da sentença ao Tribunal Superior do Trabalho (TST). Nos demais bancos, o Sindicato está aguardando decisão judicial.
A relatora, desembargadora Rosana Salim Vilela, deu voto favorável à ação, no que foi seguida pela maioria dos desembargadores da Turma. Entendeu que a repetição sistemática de ações judiciais solicitando a concessão de liminares de interdito por parte do Santander caracteriza abuso de poder e ainda uma conduta típica de assédio processual, com o claro objetivo de impedir a prática de um direito, no caso, a greve. A tipificação da postura do Santander como de assédio processual, implicando indenização por dano moral, é inédita na Justiça.
"A lei prevê o uso do interdito para evitar a ocupação de terreno ou imóvel cuja posse esteja ameaçada por terceiros. É geralmente utilizado em disputas de terra. Seu uso em uma campanha salarial, questão de natureza trabalhista, e por seguidas vezes, trata-se de uma manobra, uma atitude antiética, caracterizada como assédio processual. O objetivo, na verdade, não é o de garantir a posse da agência ao banco, mas impedir a realização da greve, intimidando os bancários para que não participem do movimento, punindo com pesadas multas o sindicato da categoria, na tentativa de barrar a organização da paralisação, uma conduta antissindical, causando dano moral aos trabalhadores e a sua entidade representativa, daí a indenização determinada", explicou a advogada da AJS responsável pela ação, Rita Cortez.

Manobra conhecida

Os bancos transformam as liminares de interdito em instrumentos contra o direito de greve. As empresas agem desta forma apesar de ser uma ação regulada pelo Código Civil, nada tendo a ver com relações trabalhistas. Mas não param por aí. Lançam mão destas liminares para disseminar entre os bancários a falsa informação de que a Justiça decidiu que estão proibidos de aderir à greve. Para a diretora da Secretaria de Assuntos Jurídicos do Sindicato Cleyde Magno, a decisão é extremamente importante, principalmente às vésperas da campanha salarial, já que fortalece o direito de greve. Rita Cortez espera que a tese contida na sentença do TRT se consolide no Judiciário Trabalhista, impedindo os bancos de fazerem uso do interdito. Na sentença, a 10ª Turma do TRT não deixa dúvidas sobre este entendimento, ao afirmar que o Santander "transforma o interdito em uma espécie de inibidor preventivo manipulado contra legítimos movimentos reivindicatórios de trabalhadores em época de negociação coletiva".   - Visite www.apdobanespa.com

APdoBanespa - 27/08/2015

|   Ver Comentários   |   Comentar   |

Nº 121205   -    enviada por     Álvaro Pozzetti de Oliveira   -   Bauru/


|   Voltar |

Veja Mais Notícias

09/11

  Bens – Economize, doando em vida

07/11

  Banesprev convoca Assembleia Geral 2018

01/11

  SANTANDER - LUCRO NO 3º TRI

29/10

  GRATIFICAÇÕES – VENCEMOS MAIS UM OBSTÁCULO

23/10

  Jornal da Afubesp de outubro/2018

08/08

  Queremos proposta da Fenaban

08/08

  Bancos lucram alto

03/08

  GRATIFICAÇÕES - IGP-DI – SITUAÇÃO ATUAL

02/08

  ssociados da Cabesp pertencentes ao Plano Pré-75

30/07

  Conheça as regras para não ser excluído da Cabesp

| Ver todas as Notícias   |
Clique aqui e envie, você também, sua notícia     |


Recomende este site a colegas banespianos da ativa, aposentados e pensionistas

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
Em caso de vários E-mails, separá-los por vírgulas.
E-mail(s) do(s) seu(s) amigo(s):

.
APdo Banespa - Bancários aposentados - direitos - justiça
Para qualquer contato utilize este e-mail: ----> pozzetti@gmail.com

Atualmente temos 3712 cadastrados no site
Verifique se você está cadastrado(a) no APdoBanespa

Insira seu
Não está?
Então, preencha o formulário abaixo
para cadastrar-se e participar de um seleto grupo de
Banespianos Aposentados, Pensionistas e da Ativa.



Cadastro de Participantes do APdoBanespa


Ex: 00 0000 0000

Ex: São Paulo/SP
<== AAAA-MM-DD
Ex: Maceió/AL
Ex: 1966/1996



               


  | Relação de participantes   | Voltar  |


Comentários para você ver

Atualmente somos 3712 cadastrados no site. - Clique abaixo para se cadastrar!

Cadastre-se no APdoBanespa, o Site dos Banespianos! clique aqui e cadastre-se!

Tô ferrado, Tô ferrado Veja as rimas e/ou clique aqui e envie as suas quadrinhas!


Para participar clique aqui e Cadastre-se

Adicione Apdobanespa aos favoritos

Faça do APdoBanespa a sua página inicial: ---> Clique aqui!

 | Principal  | Notícias Anteriores  | Objetivo  | Participantes  | Ler Dort  |
 | Classificados  | Dicas  | Mensagens Músicas Receitas  | Afabans  | Fotos  |
 | E-mail@APdoBanespa  | Cadastro  |