Cadastre-se no APdoBanespa - É GRÁTIS - Clique aqui

NEGOCIAÇÃO COM A FENABAN - 2015
Visite www.apdobanespa.com

Bancos lucram bilhões, mas negam cláusulas de manutenção dos empregos
Publicado em Notícias Escrito por Bancários Rio Quarta, 19 Agosto 2015
Adriana Nalesso criticou a negativa dos bancos às reivindicações da categoria e convocou os bancários para intensificarem a mobilização na campanha salarial

Na primeira rodada de negociação com o Comando Nacional dos Bancários, nesta quarta-feira (19), no Hotel Maksoud Plaza, em São Paulo, os representantes da Fenaban não aceitaram incluir na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) cláusula prevendo algum tipo de garantia do emprego para a categoria bancária. A presidenta do Sindicato, Adriana Nalesso, presente à negociação, criticou a negativa, já que os bancos, por serem altamente lucrativos, deveriam ter responsabilidade social e fazer constar na CCT mecanismos de preservação dos postos de trabalho.
"Para nós este é um debate central. Até porque uma consulta nacional mostrou que os bancários encaram este tema como algo muito importante para a categoria, o que foi confirmado na conferência nacional. Temos que sair desta campanha com alguma forma de proteção aos postos de trabalho", afirmou. Entre outros pontos negociados, mas que foram igualmente negados pelos representantes dos banqueiros, estão o fim das demissões, da rotatividade e o combate à terceirização.

Bancos negam a realidade

Os representantes da Fenaban parecem viver num outro país. Negaram que a rotatividade da mão de obra seja alta no sistema financeiro e que esta prática acabe por promover o achatamento do salário. Contestaram os dados apresentados pelo Comando que comprovam a alta rotatividade, fornecidos pelo Comando Nacional, a partir dos números da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), ambos do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), e dos balanços dos próprios bancos. Afirmaram que as informações dos bancos são outras, "baseadas em dados do setor".
Negaram que a sobrecarga de trabalho gerada pelas demissões aumente o adoecimento, alegando que os avanços tecnológicos impedem que isto aconteça. Quando os dirigentes do Comando Nacional reivindicaram a inclusão na CCT da Convenção 158 da Organização do Trabalho (OIT), que cria mecanismos para evitar demissões imotivadas, afastaram a possibilidade, dizendo não serem favoráveis a isto. Também rejeitaram a reivindicação de inclusão de cláusula prevendo garantia no emprego por cinco anos aos bancários nos casos de fusões, incorporações e reestruturações.

Desemprego é alto nos bancos

Os bancários têm todos os motivos para ver na garantia do emprego uma questão prioritária. A verdade, negada pela Fenaban, é que os bancos que operam no Brasil fecharam 2.795 postos de trabalho nos primeiros seis meses de 2015, de acordo com a Pesquisa de Emprego Bancário (PEB), divulgada pela Contraf-CUT. As reduções mais expressivas ocorreram no Rio de Janeiro (-771), Minas Gerais (-484) e São Paulo (-458).
Somente o Itaú, Bradesco e Santander, do primeiro semestre de 2014 ao primeiro semestre de 2015, fecharam 6.032 postos de trabalho. No mesmo período, os três bancos tiveram um crescimento de 22,3% no seu lucro líquido. No início dos anos 1990, o Brasil tinha 732 mil bancários. Em 2013, esse número caiu para 511 mil, segundo a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), do Ministério do Trabalho e Emprego. No momento, 21 mil bancários do HSBC, adquirido pelo Bradesco, correm risco de demissão.

Próximas rodadas de negociação
24 a 28/8 Mesas específicas.
2 e 3/9 Saúde e segurança no trabalho.
9/9 Igualdade de oportunidades.
16/9 Remuneração.   - Visite www.apdobanespa.com

APdoBanespa - 25/08/2015

|   Ver Comentários   |   Comentar   |

Nº 121186   -    enviada por     Álvaro Pozzetti de Oliveira   -   Bauru/


|   Voltar |

Veja Mais Notícias

09/11

  Bens – Economize, doando em vida

07/11

  Banesprev convoca Assembleia Geral 2018

01/11

  SANTANDER - LUCRO NO 3º TRI

29/10

  GRATIFICAÇÕES – VENCEMOS MAIS UM OBSTÁCULO

23/10

  Jornal da Afubesp de outubro/2018

08/08

  Queremos proposta da Fenaban

08/08

  Bancos lucram alto

03/08

  GRATIFICAÇÕES - IGP-DI – SITUAÇÃO ATUAL

02/08

  ssociados da Cabesp pertencentes ao Plano Pré-75

30/07

  Conheça as regras para não ser excluído da Cabesp

| Ver todas as Notícias   |
Clique aqui e envie, você também, sua notícia     |


Recomende este site a colegas banespianos da ativa, aposentados e pensionistas

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
Em caso de vários E-mails, separá-los por vírgulas.
E-mail(s) do(s) seu(s) amigo(s):

.
APdo Banespa - Bancários aposentados - direitos - justiça
Para qualquer contato utilize este e-mail: ----> pozzetti@gmail.com

Atualmente temos 3712 cadastrados no site
Verifique se você está cadastrado(a) no APdoBanespa

Insira seu
Não está?
Então, preencha o formulário abaixo
para cadastrar-se e participar de um seleto grupo de
Banespianos Aposentados, Pensionistas e da Ativa.



Cadastro de Participantes do APdoBanespa


Ex: 00 0000 0000

Ex: São Paulo/SP
<== AAAA-MM-DD
Ex: Maceió/AL
Ex: 1966/1996



               


  | Relação de participantes   | Voltar  |


Comentários para você ver

Atualmente somos 3712 cadastrados no site. - Clique abaixo para se cadastrar!

Cadastre-se no APdoBanespa, o Site dos Banespianos! clique aqui e cadastre-se!

Tô ferrado, Tô ferrado Veja as rimas e/ou clique aqui e envie as suas quadrinhas!


Para participar clique aqui e Cadastre-se

Adicione Apdobanespa aos favoritos

Faça do APdoBanespa a sua página inicial: ---> Clique aqui!

 | Principal  | Notícias Anteriores  | Objetivo  | Participantes  | Ler Dort  |
 | Classificados  | Dicas  | Mensagens Músicas Receitas  | Afabans  | Fotos  |
 | E-mail@APdoBanespa  | Cadastro  |