APdo Banespa - Bancários aposentados - direitos - justiça
Cadastre-se no APdoBanespa - É GRÁTIS - Clique aqui



COMENTÁRIOS ENVIADOS POR COLEGAS, SOBRE
AS NOTÍCIAS POSTADAS NESTE SITE


| Participe você também! | Comente! |
| Últimos 111 Comentários | Ver Próximos |



  127433 - maria helena salgado dorna   Araraquara/SP

Peço desculpas pelo cadastramento em duplicata mas não tive essa intenção . Ao cadastrar meu marido,o nome dele não saiu e o meu foi duplicado. Não sei como resolver esse problema. Obrigada.

  26/06/2016 - 21:25 -   |   Responder/Comentar  |   




  127432 - NORALDINO MOREIRA DELGADO FILHO   SÃO PAULO SP

Obrigado Péricles pela orientação. Abraço.

  25/06/2016 - 19:58 -   |   Responder/Comentar  |   




  127431 - Nelson Domingos Bisogni   jundiaí

MUITA ATENÇÃO NA HORA DE ASSINAR O ABAIXO ASSINADO !!!!!
A DATA DE NASCIMENTO DEVE SER ESCRITA ASSIM : AAAA-MM-DD.
SE NÃO FOR FEITO DESSA MANEIRA NÃO APARECERÁ NA RELAÇÃO.

  25/06/2016 - 17:10 -   |   Responder/Comentar  |   




  127430 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega Antonio Germano Filho - Marília/SP, quando vc entra neste site, na página inicial vc encontra o aviso do abaixo assinado.
1. clique em QUERO ADERIR
2. clique em VER TEXTO A SER DIRIGIDO ....
3. volte para a página inicial e faça sua adesão.

  25/06/2016 - 17:04 -   |   Responder/Comentar  |   




  127429 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caros colegas:
1. Vanderlei R. Mascarin, seu nome não consta da relação do aa. Vc. deve fazer nova adesão (esperar o aviso de sucesso na operação).
2, Noraldino M.Delgado Filho, seu nome conta da relação do aa. É só clicar em VER RELAÇÃO DAS ADESÕES.
3. Pozzetti, encontrei os seguintes colegas com adesões duplicadas ou triplicadas:
Alvimar Rodrigues - Araraquara/SP
Antonio de Moura Borba - Ponta Grossa/PR
Cecília Sorbara - Araraquara/SP]
Cleusa Santa Toninato - Itanhaém/SP
Edson Tomazelli - Jaú/SP
Jano A.de Souza - Olimpia/SP
João Batista Nobile - Assis/SP
José O.Camargo Coscarelli Mogi Mirima/Sp
Olavo Huzado Botelho - Bauru/SP

  25/06/2016 - 16:51 -   |   Responder/Comentar  |   




  127428 - Antonio Gemano Filho   Marilia

Pergunta ao colega Péricles: como faço a adesão neste abaixo assinado que está sendo comentado?
Para que é esse abaixo assinado? detalhes por favor.
abraço fraterno
germano

  25/06/2016 - 16:38 -   |   Responder/Comentar  |   




  127427 - NORALDINO MOREIRA DELGADO FILHO   SÃO PAULO SP

Como saber se meu nome consta da relação dos que fizeram adesão?

  25/06/2016 - 14:43 -   |   Responder/Comentar  |   




  127426 - Norberto Martins de Oliveira   São Carlos - sp

127421 - Péricles de Andrade Paraguaçu Pta.
Caros Pedro Kowaliauskas, Álvaro e demais colegas, creio que o texto do aa deve ser redirecionado para o Ministério Público Federal da Capital (SP), conforme orientação, e o José Milton já deu alguns endereços eletrônicos. Além disso, acho que deve ser alterado com o acréscimo, depois da alusão ao proc de 1998, da 1ª leva das "gratas", do proc. 00023847520115020031, de 11.10.2011, da 2ª leva, a fim de que todos sejam lembrados. Quanto às doenças, talvez seja possível acrescentar uma coluna opcional no "cadastro" de adesão. Abs, Péricles.

25/06/2016 - 13:16 -
=========================================================================================================================================Concordo plenamente com o Sr. Péricles, pois Eu já fiz a minha adesão ao Abaixo Assinado e portanto faço parte da 2ª leva das Gratificações de 11-10-2011, Proc.00023847520115020031. Também acho que o texto do AA deve sim ser alterado, para que Eu e outros tantos Banespianos não fiquemos de fora. Abraços! Norberto.

  25/06/2016 - 14:24 -   |   Responder/Comentar  |   




  127425 - VANDERLEI ROBERTO MASCARIN   CAMPINAS-SP

fiz a adesão,ontem, e meu nome e de outros amigos não aparecem na relação.
Devo aderir novamente

  25/06/2016 - 14:10 -   |   Responder/Comentar  |   




  127424 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO - SÃO PAULO

Respondendo ao Alvaro Pozzetti e também à LUCIA HELENA o que diz : com idade igual ou superior a 60 anos de idade é assegurado o direito de prioridade na tramitação do processo, em qualquer instância judicial, desde que requerido à autoridade judiciária, e comprovada documentalmente a idade, nos termos do artigo 71 da Lei nº 10.741, de 1º.10.2003 (Estatuto do Idoso).
è só acrescentar o seguinte termo:
*******************************************************************
Art. 1211-A do CPC. Redução da Idade Mínima Para 60 (Sessenta) Anos. Adequação Ao Estatuto do Idoso. Extensão do Benefício aos Portadores de Doenças Graves.
*********************************************************************

  25/06/2016 - 14:06 -   |   Responder/Comentar  |   




  127423 - PAULO KIYOMI SUEYOSHI   São Paulo

Obrigado, Álvaro, por desfazer as mensagens repetidas, e, além de tudo ficou cortado o primeiro parágrafo, e, como é uma resposta padrão nada ficou prejudicado. Outros já postaram a mesma resposta.

  25/06/2016 - 13:25 -   |   Responder/Comentar  |   




  127422 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP


Faltam 724 adesões para atingirmos 1.000.

Vamos ligar para os colegas
Alô Alcebíades (Bidinha) de Botucatu. Você ainda não aderiu.....

  25/06/2016 - 13:24 -   |   Responder/Comentar  |   




  127421 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caros Pedro Kowaliauskas, Álvaro e demais colegas, creio que o texto do aa deve ser redirecionado para o Ministério Público Federal da Capital (SP), conforme orientação, e o José Milton já deu alguns endereços eletrônicos. Além disso, acho que deve ser alterado com o acréscimo, depois da alusão ao proc de 1998, da 1ª leva das "gratas", do proc. 00023847520115020031, de 11.10.2011, da 2ª leva, a fim de que todos sejam lembrados. Quanto às doenças, talvez seja possível acrescentar uma coluna opcional no "cadastro" de adesão. Abs, Péricles.

  25/06/2016 - 13:16 -   |   Responder/Comentar  |   




  127420 - ANA RITA VEIGA   RIBEIRÃO BONITO/SP

Obrigada pela informação,José OswaldoCamargo Cocarelli.Estava enviando esta mensagem quando o relógio deu 11 horas etive que para para medicar minha irmã,que está com 84 anos,com Alzheimer,não sei se assim que se escreve.Mais uma ves agradecida.

  25/06/2016 - 11:17 -   |   Responder/Comentar  |   




  127419 - ANA RITA VEIGArib r   RIBEIRÃO BONITO/SP

  25/06/2016 - 10:58 -   |   Responder/Comentar  |   




  127418 - JOSE OSWALDO CAMARGO COSCARELLI   MOGI MIRIM-SP.

Eu fiz a adesão ao abaixo assinado, colocando a minha data de nascimento da forma usual dd/mm/aaaa, logo após, verifiquei que deveria ser feita de forma invertida aaaa/ss/mm. Posteriormente fui informado que não deveria ser usado barra e sim traço. Finalmente usei a forma solicitada dd-mm-aaaa. Isso feito, venho agora solicitar a gentileza de desconsiderarem as duas primeira formas e considerar somente a ultima, pelo que apresento oos meus sinceros agradecimentos.

  25/06/2016 - 10:35 -   |   Responder/Comentar  |   




  127417 - ANA RITA VEIGA   RIBEIRÃO BONITO/SP

TODO DIA LEIO OS COMENTÁRIOS DOS COLEGAS E TAMBÉM QUERO PARTICIPAR DO ABAIXO ASSINADO,COMO POSSO FAZE-LO?

  25/06/2016 - 10:17 -   |   Responder/Comentar  |   




  127416 - Hélvio José de Paula   Franca-SP-

Resposta ao texto que copiei do Péricles e enviei : RES: APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO EXTINTO BANESPA

CAO Civel - Idoso
Responder|
sex 24/06/2016 10:44
Para:
Helvio J.Paula (hjpaula@hotmail.com.br)
Senhores aposentados,


Pelo que consultamos, pela Associação dos Funcionários Aposentados do Bando do estado de São Paulo (AFABESP), em 2002 os senhores ingressaram com uma ação civil pública contra o Banco Santander S.A, na Justiça Federal (processo 0011303-54.2002.4.03.6100 da 9a Vara - Capital), visando o cumprimento do disposto na Lei 6.435/77 e na Lei Complementar nº 109/2001, quanto à instituição de um fundo de previdência complementar para os funcionários aposentados admitidos no Banco do Estado de São Paulo até o dia 22 de maio de 1975, que não aderiram ao Plano de Complementação de Aposentadorias e Pensões, bem como para os dependentes e funcionários falecidos.
Este processo foi julgado extinto sem julgamento de mérito, por ilegitimidade de parte, tendo a AFABESP recorrido da decisão. O recurso foi para o Tribunal Regional da 3a Região, que em 29/03/2006, por maioria, negou provimento à apelação interposta pela autora, mantendo a sentença terminativa, embora por outros fundamentos. No entanto, em 23/02/2012, o Superior Tribunal de Justiça deu provimento aos recursos especiais da autora e do Ministério Público Federal para reformar o acórdão do TRF3 "a fim de reconhecer a legitimidade da Associação dos Funcionários Aposentados do Banco do Estado de São Paulo para propor a presente ação em defesa de interesses individuais homogêneos da categoria que representa", decisão esta que foi confirmada pelo órgão colegiado por acórdão transitado em julgado em 12/06/2012.
Em abril de 2013, tornando os autos à Justiça Federal -Primeira Instância, foi concedida a tutela antecipada para determinar o reajuste das complementações de aposentadoria, segundo variação acumulada do IPG_DI_FGV desde 2000. Foi ainda deferida a inclusão do BANESPREV no polo passivo da ação, a qual apresentou contestação em junho de 2013. Os réus agravaram da decisão que determinou a antecipação de tutela, tendo o Ministério Público Federal se manifestado pelo cumprimento da decisão liminar.
Em 08/05/2015 foi proferida sentença de mérito, pela qual a ação foi julgada PARCIALMENTE PROCEDENTE "para o fim de condenar os réus BANESPREV e BANCO SANTANDER a, solidariamente, proceder à revisão do benefício de complementação de aposentadoria e pensão dos beneficiários Pré-75, mediante a incorporação do IGP-DI nos períodos em que não houve a aplicação de nenhuma forma de reajuste monetário do benefício. Concedo a tutela antecipada nos limites do item III, acima descrito. Condeno os réus Banco Santander e Banesprev, solidariamente, ao pagamento dos atrasados, que devem ser atualizados monetariamente nos termos da Resolução n. 267/2013 do Conselho da Justiça Federal. Ressalto que a presente condenação não implica a desconsideração de qualquer acordo realizado pelos réus com os beneficiários, especialmente os pertinentes ao Acordo Coletivo de Trabalho 2004/2006."
A Banesprev recorreu da decisão, mediante apelação, após as contrarrazões do autor, os autos foram para o Tribunal Regional Eleitoral da 3a Região, para julgamento do recurso, em 2/03/2016, onde aguardam.
Como os senhores podem ver, o Ministério Público Federal tem acompanhado a ação civil pública desde seu início, e atuado em favor dos aposentados prejudicados, o que pode ser verificado do resumo do andamento da ação acima, ou do site da Justiça Federal, e com certeza, melhor esclarecido pelos advogados que atuam em favor da Associação.
A atuação do Ministério Público Federal na ação garante os direitos coletivos envolvidos, não havendo previsão legal ou indicação de necessidade de atuação conjunta com o Ministério Público Estadual. Assim sendo, caso assim entendam necessário, os orientamos a reenviar os emails ao Ministério Público Federal da Capital.
Por fim, alertamos que ao interessado com idade igual ou superior a 60 anos de idade é assegurado o direito de prioridade na tramitação do processo, em qualquer instância judicial, desde que requerido à autoridade judiciária, e comprovada documentalmente a idade, nos termos do artigo 71 da Lei nº 10.741, de 1º.10.2003 (Estatuto do Idoso). A condição de pessoa idosa poderá ser informada ao Ministério Público Federal da Capital.

Atenciosamente,


CAO Cível e Consumidor
CAO Infância e Juventude e Idoso


De: Helvio J.Paula [mailto:hjpaula@hotmail.com.br]
Enviada em: terça-feira, 21 de junho de 2016 17:13
Para: CAO Civel - Idoso
Assunto: APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO EXTINTO BANESPA

Exma.Sra. Dra. Fernanda Beatriz Gil da Silva Lopes, M/D coordenadora do CAO - Centro de Apoio Operacional ao Idoso, do MP/SP,

Nós, aposentados e pensionistas do extinto Banespa, todos com uma média de idade de cerca de 70 anos, somos os sobreviventes da tragédia da Privatização do Banespa e estamos com um pouco mais de sorte do que os outros mais de 3.000 colegas que já se foram, sem ver a Justiça restabelecida. Quando iniciou-se nossa luta, chegamos a pensar que o Estatuto do Idoso já estava vigente, na teoria e na prática, e que teríamos algum tratamento preferencial diante da Justiça, em face de nossa idade. Infelizmente, o que estamos presenciando é o jogo do poder prevalecer, com os banqueiros gananciosos e políticos inescrupulosos postados no lado oposto ao nosso. Nossas esperanças renascem quando vemos qualquer movimentação dos processos que tentam resgatar nossos direitos, ilusão esta que se frustra quando vemos que os despachos e decisões de Instâncias Superiores de nossa Justiça acolhem e aceitam alegações puramente procrastinatórias, jogando-nos de volta a esta angústia, tristeza e decepção que nos atormenta há tanto tempo, restando-nos, então implorar a intervenção do CAO - Centro de Apoio Operacional do Ministério Público de São Paulo - para que interfira a nosso favor. São inúmeras as tentativas que já fizemos, não tendo o privilégio de merecer a atenção de políticos e nem da mídia, que nos ignoram, ora por estarem comprometidos com os banqueiros patrocinadores de milionários financiamentos políticos ou por convenientes inserções comerciais nos principais veículos de comunicação. Trabalhamos, todos, durante cerca de 30 anos no Banespa, com muito orgulho e dedicação, praticamente nosso primeiro e único emprego. O direito às gratificações estatutárias, semestrais, regra esta que prevaleceu até a privatização do Banespa, motivo de nossa demanda na Justiça do Trabalho desde 19.02.1998, através da 36ª Vara do Trabalho/SP, sob nº 00424001319985020036, agora, percorridas 3 Instâncias, todas com parecer favorável à nossa causa, no STF, sob nº ARE 675945, desde 06.03.2012 e sem movimentação desde 15.12.2015, com pedido de vista do min. Luis Fux, era considerado um direito líquido e certo, constava em nossos orçamentos, mas sua supressão causou-nos irreparáveis danos, e, talvez, tenha precipitado a doença e morte de boa parte de nossos colegas. Além disso, para agravar ainda mais o nosso quadro, desde 2001 sofremos um brutal congelamento de nossas complementações de aposentadorias e pensões, de cerca de 50% de nosso poder aquisitivo mensal, graças ao não reajuste anual por parte do banco comprador do Banespa, por cinco anos. A fim de reparar esse mal, entramos em 03.06.2002 com o proc. 00113035420024036100 na Justiça Federal de São Paulo, agora com vários Agravos de Instrumentos no TRF-3 e, recentemente, desde 16.09.2015, com Ação de Execução Provisória 00229413020154036100. As mesmas mazelas, medidas e mais medidas puramente protelatórias, continuam procrastinando também esta ação, sem a menor consideração ao Estatuto do Idoso. Assim, com o devido respeito, depositamos em Vossa Excelência nossas esperanças, na certeza de que, com seu alto espírito de justiça e imparcialidade, estaremos mais perto de um final mais célere e feliz para estas angustiantes e traumáticas batalhas.
Hélvio José de Paula
RG. 5.471.053-4

  25/06/2016 - 08:52 -   |   Responder/Comentar  |   




  127415 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

CM.127406 - LUCIA HELENA
Repasso aos colegas que elaboraram o texto para estudarem a possibilidade do texto ser alterado. ok? Com a palavra Bosco, P~ericles, Zé Milton e ots.


Alvaro, Neste abaixo assinado, além da idade, não pode constar que também temos aposentados incluídos nas doenças graves, como é meu caso, paralisia irreversível. Geralmente nas ações que entro em BHTE o rito é o sumaríssimo. Abraço

  25/06/2016 - 07:02 -   |   Responder/Comentar  |   




  127414 - Pedro Kowaliauskas   Santo André/SP

Álvaro,
Eu estava fazendo minha adesão, mas acabei não terminando. Eu não faço parte da primeira lista das gratificações e o abaixo assinado dá ênfase, principalmente, a este tema. A segunda lista não foi mencionada no referido abaixo assinado.
Grato.

  25/06/2016 - 06:33 -   |   Responder/Comentar  |   




  127413 - Rubens José de Freitas   SAO JOSE DO RIO PRETO-SP

127373 - Claudemir Ferraresi - Pode ser normal ou invertido, o que não pode é usar a barra "/" e sim "-", então seria o meu: 09-11-1941 ou 1941-11-09.

  25/06/2016 - 23:25 -   |   Responder/Comentar  |   




  127412 - GAMALIEL ANDRÉ   Guarulhos/SP

Pessoal, vamos aderir em massa o abaixo assinado, como explica o colega JOÃO CARLOS DOS SANTOS na msg 127441 É muito simples, basta quando entrar no site, clicar em quero aderir e abrirá uma página onde você registra os seus dados e depois clique em enviar. Pronto....

  25/06/2016 - 22:18 -   |   Responder/Comentar  |   




  127411 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Carlos Henrique -
É muito simples, basta quando entrar no site, clicar em quero aderir e abrirá uma página onde você registra os seus dados e depois clique em enviar. Pronto....

  25/06/2016 - 22:01 -   |   Responder/Comentar  |   




  127410 - carlos henrique ferreira   são paulo

Álvaro quais os procedimentos para assinar o texto que será enviado ao MP?

Segundo o comentário do colega João Carlos dos Santos de Birigui faltam 829 assinatura para completar 1.000.

  24/06/2016 - 19:17 -   |   Responder/Comentar  |   




  127409 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Achei essa frase interessante para o momento atual do Brasil:
A face do crime é medonha. Ao trocar as roupas de grife pelo uniforme de presidiário, eles se revelam em toda a sua feiura e vulgaridade. Presos e humilhados, príncipes intocáveis mais parecem marginais de rua, guerreiros do povo são desmascarados em ladrões e fraudadores de eleições, Tesoureiros de partidos pegos com a mão na botija, presos e senhores poderosos, de mãos para trás e cabeça baixa, parecem o que sempre foram, trapaceiros de luxo com caras de bandido.

  24/06/2016 - 18:13 -   |   Responder/Comentar  |   




  127408 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Atendendo a pedidos:

Faltam 829 adesões para atingirmos 1.000.

Vamos ligar para os colegas....



  24/06/2016 - 17:59 -   |   Responder/Comentar  |   




  127407 - luiz guerino franchi   taquaritinga

JOAO BATISTA SHNEIDER
PARABENS PELO ANIVERSARIO
QUE DEUS LHE DE MUITOS E MUITOS ANOS DE VIDA
JUNTO A SEUS FAMILIARES

  24/06/2016 - 17:10 -   |   Responder/Comentar  |   




  127406 - LUCIA HELENA MARQUES RODRIGUES   BELO HORIZONTE-MG

Alvaro,

Neste abaixo assinado, além da idade, não pode constar que também temos aposentados incluídos nas doenças graves, como é meu caso, paralisia irreversível. Geralmente nas ações que entro em BHTE o rito é o sumaríssimo.


Abraço

  24/06/2016 - 16:57 -   |   Responder/Comentar  |   




  127405 - Claudemir Ferraresi   Guararapes

Sr. Alvaro após fazer minha adesão alguém comentou que a data de nascimento tinha que ser invertida, então a fiz novamente, por favor se possível desconsidere uma, peço desculpa (Com. 399)

  24/06/2016 - 16:40 -   |   Responder/Comentar  |   




  127404 - JOSÉ AURÉLIO DE PAULA   CAMPO BELO/MG

Péricles de Andrade: Agradeço ao prezado colega pelo envio do e-mail do Alvaro. Mas acho desnecessário o envio de meu e-mail (MPSP)pois outros colegas já o fizeram (resposta padrão). Apenas, como dizem em resposta ao final (MPSP), nossos pedidos (ABAIXO ASSINADO) devem ser
dirigidos ao MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL (MPF-SP), EM SÃO PAULO. Grato pela atenção.







  24/06/2016 - 16:37 -   |   Responder/Comentar  |   




  127403 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro Bonini, fique sossegado, as inclusões de prioridade no trâmite são recentes.

  24/06/2016 - 16:24 -   |   Responder/Comentar  |   




  127402 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

Para descontrair um pouco. rs
Aos especialistas em contagem regressiva: Quantos dias faltam para completar 1000 adesões?

  24/06/2016 - 16:01 -   |   Responder/Comentar  |   




  127401 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Recomendo a leitura por todos do com. 376 (Zémilton), especialmente a parte final "Como os senhores são sabedores...." Nonato/Teresina.

  24/06/2016 - 15:26 -   |   Responder/Comentar  |   




  127400 - José Roberto Custodio Garcia   Presidente Prudente-sp

comentario 127376,parabens pelas iniciativa,estamos juntos.Estranhei no penultimo paragrafo a frase..... recorreu ao Trib Reg ELEITORAL?

  24/06/2016 - 15:01 -   |   Responder/Comentar  |   




  127399 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

Colegas, no Formulário do AA ao MP CAO, a configuração da data de nascimento independe de como for postada, tanto faz "aaaa-mm-dd" como "dd-mm-aaaa". Ok?
Solicito que façam a sua adesão apenas uma vez, pois não pode haver repetição de nomes.

  24/06/2016 - 14:55 -   |   Responder/Comentar  |   




  127398 - CARLOS ALBERTO BONINI   Botucatu-sp

Caro colega Péricles....Quando entramos com esses processos possivelmente nem todos tinham 60 anos. Vc informou-me que já consta no cabeçalho dos processos mas não seria o caso de alertá-los e cobrá-los que agora todos tem mais de 60 anos !!!!

  24/06/2016 - 14:55 -   |   Responder/Comentar  |   




  127397 - Norberto Martins de Oliveira   São Carlos - SP

Prezado Senhor Álvaro Pozzetti, quando na abertura do site apdobanespa, consta a adesão ao abaixo assinado. Onde consta o aviso "Atenção--->Apenas uma adesão por Banespiano; gostaria de solicitar que colocasse nesse mesmo espaço para facilitar o correto preenchimento do campo data de nascimento o formato AAAA-MM-DD (ano-mês-dia). Senhor Álvaro, desculpe-me, só estou querendo ajudar! Um grande abraço.

  24/06/2016 - 14:50 -   |   Responder/Comentar  |   




  127396 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega Carlos A.Bonini - Botucatu/SP -, a prioridade da tramitação já foi requerida nos dois procs questionados, há muito tempo, e já consta do cabeçalho de cada um. Todos sabem disso, fazem vista grossa.

  24/06/2016 - 14:34 -   |   Responder/Comentar  |   




  127395 - CARLOS ALBERTO BONINI   Botucatu-sp

Também recebi a mesma mensagem da CAO Cível e Consumidor
CAO Infância e Juventude e Idoso.....O que chamou-me a atenção foi esta informação:

Por fim, alertamos que ao interessado com idade igual ou superior a 60 anos de idade é assegurado o direito de prioridade na tramitação do processo, em qualquer instância judicial, desde que requerido à autoridade judiciária, e comprovada documentalmente a idade, nos termos do artigo 71 da Lei nº 10.741, de 1º.10.2003 (Estatuto do Idoso).**************************** A condição de pessoa idosa poderá ser informada ao Ministério Público Federal da Capital.

Com a informação acima acho que os advogados da AFABESP já deveriam ter requerido a prioridade da tramitação há muito tempo....afinal são contratados para nos defender.....será que fizeram isso ??????????

  24/06/2016 - 14:03 -   |   Responder/Comentar  |   




  127394 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Recebi a mesma resposta do Comentário 127391, do CAO-MP, em resposta ao meu E.mail.

  24/06/2016 - 12:58 -   |   Responder/Comentar  |   




  127393 - João Bosco Galvão de Castro   Guaratingueta

Colegas banespianos. Em primeiro lugar gostaria de parabenizar e agradecer o Alvaro pelo brilhante trabalho que desenvolve desde a criação deste site. A elaboração do abaixo assinado recém criado é mais uma demonstração desse seu engajamento na nossa luta. De minha parte estou divulgando este seu trabalho na página que possuimos no Facebook, no endereço a seguir, para o qual convido os não participantes a conhecerem. https://www.facebook.com/groups/aposentadosbanespa/

  24/06/2016 - 12:42 -   |   Responder/Comentar  |   




  127392 - PAULO KIYOMI SUEYOSHI   São Paulo

Desculpe-me, Álvaro, eu cliquei várias vezes no enviar porque não estava respondendo e deu no que deu. Desculpem-me os leitores também. Se você puder corrigir, por favor.

  24/06/2016 - 11:24 -   |   Responder/Comentar  |   




  127377 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega José A.de Paula - Campo Belo/MG -, a maneira mais prática é encaminhar a resposta do seu e-mail ao MP/SP para o e-mail: pozzetti@gmail.com , que ele publicará neste site do apdobanespa.

  24/06/2016 - 11:09 -   |   Responder/Comentar  |   




  127376 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO - SÃO PAULO

VEJAM A RESPOSTA DADA A MINHA PESSOA PELO CAO Cível e Consumidor
CAO Infância e Juventude e Idoso


Senhores aposentados,


Pelo que consultamos, pela Associação dos Funcionários Aposentados do Bando do estado de São Paulo (AFABESP), em 2002 os senhores ingressaram com uma ação civil pública contra o Banco Santander S.A, na Justiça Federal (processo 0011303-54.2002.4.03.6100 da 9a Vara - Capital), visando o cumprimento do disposto na Lei 6.435/77 e na Lei Complementar nº 109/2001, quanto à instituição de um fundo de previdência complementar para os funcionários aposentados admitidos no Banco do Estado de São Paulo até o dia 22 de maio de 1975, que não aderiram ao Plano de Complementação de Aposentadorias e Pensões, bem como para os dependentes e funcionários falecidos.
Este processo foi julgado extinto sem julgamento de mérito, por ilegitimidade de parte, tendo a AFABESP recorrido da decisão. O recurso foi para o Tribunal Regional da 3a Região, que em 29/03/2006, por maioria, negou provimento à apelação interposta pela autora, mantendo a sentença terminativa, embora por outros fundamentos. No entanto, em 23/02/2012, o Superior Tribunal de Justiça deu provimento aos recursos especiais da autora e do Ministério Público Federal para reformar o acórdão do TRF3 "a fim de reconhecer a legitimidade da Associação dos Funcionários Aposentados do Banco do Estado de São Paulo para propor a presente ação em defesa de interesses individuais homogêneos da categoria que representa", decisão esta que foi confirmada pelo órgão colegiado por acórdão transitado em julgado em 12/06/2012.
Em abril de 2013, tornando os autos à Justiça Federal -Primeira Instância, foi concedida a tutela antecipada para determinar o reajuste das complementações de aposentadoria, segundo variação acumulada do IPG_DI_FGV desde 2000. Foi ainda deferida a inclusão do BANESPREV no polo passivo da ação, a qual apresentou contestação em junho de 2013. Os réus agravaram da decisão que determinou a antecipação de tutela, tendo o Ministério Público Federal se manifestado pelo cumprimento da decisão liminar.
Em 08/05/2015 foi proferida sentença de mérito, pela qual a ação foi julgada PARCIALMENTE PROCEDENTE "para o fim de condenar os réus BANESPREV e BANCO SANTANDER a, solidariamente, proceder à revisão do benefício de complementação de aposentadoria e pensão dos beneficiários Pré-75, mediante a incorporação do IGP-DI nos períodos em que não houve a aplicação de nenhuma forma de reajuste monetário do benefício. Concedo a tutela antecipada nos limites do item III, acima descrito. Condeno os réus Banco Santander e Banesprev, solidariamente, ao pagamento dos atrasados, que devem ser atualizados monetariamente nos termos da Resolução n. 267/2013 do Conselho da Justiça Federal. Ressalto que a presente condenação não implica a desconsideração de qualquer acordo realizado pelos réus com os beneficiários, especialmente os pertinentes ao Acordo Coletivo de Trabalho 2004/2006."
A Banesprev recorreu da decisão, mediante apelação, após as contrarrazões do autor, os autos foram para o Tribunal Regional Eleitoral da 3a Região, para julgamento do recurso, em 2/03/2016, onde aguardam.
Como os senhores podem ver, o Ministério Público Federal tem acompanhado a ação civil pública desde seu início, e atuado em favor dos aposentados prejudicados, o que pode ser verificado do resumo do andamento da ação acima, ou do site da Justiça Federal, e com certeza, melhor esclarecido pelos advogados que atuam em favor da Associação.
A atuação do Ministério Público Federal na ação garante os direitos coletivos envolvidos, não havendo previsão legal ou indicação de necessidade de atuação conjunta com o Ministério Público Estadual. Assim sendo, caso assim entendam necessário, os orientamos a reenviar os emails ao Ministério Público Federal da Capital.
Por fim, alertamos que ao interessado com idade igual ou superior a 60 anos de idade é assegurado o direito de prioridade na tramitação do processo, em qualquer instância judicial, desde que requerido à autoridade judiciária, e comprovada documentalmente a idade, nos termos do artigo 71 da Lei nº 10.741, de 1º.10.2003 (Estatuto do Idoso).**************************** A condição de pessoa idosa poderá ser informada ao Ministério Público Federal da Capital. ********************************************************************

Atenciosamente,


CAO Cível e Consumidor
CAO Infância e Juventude e Idoso

  24/06/2016 - 10:47 -   |   Responder/Comentar  |   




  127375 - José Aurélio de Paula   CAMPO BELO/MG

Enviei o E-mail ao MPSP, como sugerido, e recebi uma resposta muito atenciosa. Gostaria de compartir com o APDOBANESPA mas não tenho o
e-mail. Favor me informar, quem puder. Agradecido.

  24/06/2016 - 10:44 -   |   Responder/Comentar  |   




  127374 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caros Claudemir, Gamaliel e demais colegas, a data de nascimento deve ser escrita da forma, como por ex. do meu nascimento, 4 de março de 1947, assim: 1947-03-04. Qualquer outro formato, os dados não são inseridos e não há sucesso na adesão. Aconteceu comigo, e tive que mudar. Ano, mês e dia devem ser separados por traços. Abs,
Péricles.

  24/06/2016 - 09:20 -   |   Responder/Comentar  |   




  127373 - Claudemir Ferraresi   Guararapes - sp

Olá bom dia Péricles de Andrade; a respeito de seu comentário 127371 sobre a data de nascimento na adesão ao Abaixo assinado, coloquei normalmente dd/mm/aaaa, terá algum problema, você diz em seu comentário que tem que ser invertido.

  24/06/2016 - 09:07 -   |   Responder/Comentar  |   




  127372 - GAMALIEL ANDRÉ   Guarulhos/SP

Álvaro/Péricles msg.127371 - Não estou conseguindo entender como enviar o abaixo assinado.Podem me ajudar ! Obrigado.

  24/06/2016 - 09:03 -   |   Responder/Comentar  |   




  127371 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro Álvaro e demais colegas, ao aderir ao abaixo assinado, ATENÇÃO AO FORMATO DA DATA DO NASCIMENTO. Deve ser "cravado" aaaa-mm-dd (invertido e separado com traços). Assim seria, no meu caso, 1947-03-04. Hoje, graças a Deus e ao esforço de alguns colegas, ALEA JACTA EST, a sorte está lançada, e permita Ele que a dra. Beatriz sensibilize-se com nossa justa causa. "Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos fins da terra, nem se cansa, nem se fatiga? Não se pode esquadrinhar o seu entendimento. Faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens se cansam e se fatigam e os moços de exaustos caem, mas os que esperam no Senhor renovam suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam."

  24/06/2016 - 08:12 -   |   Responder/Comentar  |   




  127370 - José Roberto Barin   Campinas/SP

Parabéns ao Álvaro pela implantação do Abaixo Assinado Digital. Cabe a nós agora aderirmos em massa e com a maior urgência possível, para que o Álvaro possa encaminhá-lo. Mudando de assunto ouçam o áudio abaixo do Gilberto Dimenstein do dia 22/06 e veja se esse país tem conserto...

http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/gilberto-dimenstein/2016/06/22/EM-ESTADO-DE-EMERGENCIA-CARUARU-PE-DESPERDICA-R-600-MIL-COM-WESLEY-SAFADAO.htm

  24/06/2016 - 08:12 -   |   Responder/Comentar  |   




  127369 - Laerte Antonio Dulce   Sao Jose do Rio Preto

Gostaria de informar aos nobres colegas que usam este espaço, que o façam de maneira que espelhe a realidade dos fatos. Estou fazendo este apelo visto que acabo de verificar uma crítica à AFABESP que não é verdadeira quanto ao Plano II. Aqueles que estão a par do assunto sabem muito bem do que eu estou falando. Se é de bom alvitre pensar antes de falar, também o é antes de escrever.

  24/06/2016 - 23:47 -   |   Responder/Comentar  |   




  127368 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

CM.127367 - Péricles, Meus conhecimentos ainda não me permitem implementar o controle automático sobre as repetições, mas com a ajuda dos colegas e o meu acompanhamento diário, as duplicidades serão deletadas, tal como no AA daquele Deputado. Assim que consiga elaborar os novos comandos, será disponibilizada a relação em tempo real das adesões, para o acompanhamento de todos. - Álvaro

  24/06/2016 - 23:39 -   |   Responder/Comentar  |   




  127367 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro Álvaro Pozzetti, e demais colegas, parabéns pelo brilhante trabalho de elaboração do abaixo assinado digital. Já aderi. Ficou-me a dúvida se o sistema está bloqueado pra evitar mais de uma adesão, em caso de dúvida ou esquecimento de alguns colegas, provocando duplicação, triplificação, o que seria altamente danoso e prejudicial ao pleito. Abs. Péricles.

  24/06/2016 - 23:22 -   |   Responder/Comentar  |   




  127366 - Nélio Bruno Nadruz   José do Rio Preto/SP

Omissão da AFABESP
Mais uma vez, a AFABESP se cala sobre a cobrança exorbitante do BANESPREV dos usuários doo PLANO II
de aposentadoria. O BANESPREV que é simplesmente administrado pelo Santander, apoiado pela PREVIC
comete desmandos com os aposentados e nosso principal defensor, AFABESP, se preocupa mais com a
Colônia de Férias do Guarujá, bailes comemorativos, excursões, etc, deixando nossos colegas à deriva, só
procurando os aposentados na época de eleições da Afabesp, Cabesp e Banesprev pois seu interesse é
colocar pessoas nas administrações e daí para a frente. Só DEUS para nos defender.
Volto a questionar a diretoria da Afabesp: até quando teremos que aguentar os desmandos do Santander .
pois nossas ações na justiça até agora não vingaram. Será que nosso Depto. Jurídico está testando nossa
paciência?
Gostaria de saber o parecer da Afabesp.
Nélio Bruno Nadruz
Matr. 147060

  23/06/2016 - 20:56 -   |   Responder/Comentar  |   




  127365 - GAMALIEL ANDRÉ   Guarulhos/SP

Parabéns pelo seu aniversário Romualdo Capato. Espero que a cada ano você adquira novas forças e que continue firme e vencendo sempre. Deus está do seu lado e terá sempre uma bênção para lhe oferecer. Saudades de Urupês.

  23/06/2016 - 19:32 -   |   Responder/Comentar  |   




  127364 - Hélvio José de Paula   Franca-SP-

Ref. Com. 127351- Nonato do Nordeste -Gostaria de pedir-lhe que não utilizasse meu comentário 127350 para justificar suas chatices e impertinências. Quero lembrar-lhe que já fui ofendido pelo sr.várias vezes neste espaço, motivo pelo qual havia me afastado.
Hélvio/Franca

  23/06/2016 - 19:24 -   |   Responder/Comentar  |   




  127363 - marcvio da silva   Eloi Mendes MG

Vai fazer delaçao premiada usar coleira eletronica e fica por isso mesmo.

  23/06/2016 - 18:22 -   |   Responder/Comentar  |   




  127362 - Claudimir de Souza Pinto   Piedade - SP

MAIS UM ESPERTALHÃO ENVIANDO E-MAIL...

"Ofereço-te um presente do montante 3,5 milhões

Christopher Noel @ .....
A votre att?ntion Senhor / Senhora,
Desculpa retornar abruptamente em contacto com vocês, porque não sei, mim apenas viu o vosso perfil e penso que é a pessoa que tem necessidade de mim.,
Em resumo, o meu nome é Rania Hassan, de origem francesa e vivo ao Kuwait. Sofro de uma doença grave,e gostaria de fazer uma proposta que podê-las-ia interessada. É um presente $ de 3,5 milhões.
Leiam cuidadosamente o ficheiro em anexo e por favor responde-me sobre o meu endereço de correio eletrónico privado para saber mais.
Mail!: hassan.rania1@hotmail.com***hassan.rania1@hotmail.com
Recevez encore une fois de plus nos remerciements, Groupe Micro
Atentamente,
Micrøsøftt Windøws

  23/06/2016 - 17:19 -   |   Responder/Comentar  |   




  127361 - MÁRIO AUGUSTO FERREIRA DE ANDRADE   Principado de Agudos/Sp

Prezado Raimundo Nonato da Silva - Teresina-PI - Meu considerado, existe um site de n/amigo Bosco de Guaratinguetá/Sp que "bombava" entre os banespianos. Diariamente, dezenas de notícias, assuntos de n/interesse e até coisas sem mais valia eram escritas e ajudavam a todos.
Aí, entrou no site um cidadão que começou a desdizer a todos e não concordar com nada que era escrito. Chegou ao ponto de esvaziar o excelente site e hoje, só ele, mais um amigo e alguns gatos pingados acessam o mesmo. Nosso querido Péricles escreve para lá, levando àqueles poucos as informações que nos passa tão bem.
Então,considero você um excelente escriba mas não pode subestimar os menos versados na flor do Lácio.
Ben Franklin dizia : "PARA NÃO SER ESQUECIDO ASSIM QUE ESTIVER MORTO E ENTERRADO,ESCREVA COISAS QUE MEREÇAM SER LIDAS E FAÇA COISAS SOBRE AS QUAIS VALHA A PENA ESCREVER".
Meu temor é que esse grande site Apdobanespa sofra o mesmo esvaziamento com essas picuinhas entre a população jurássica.
Um FRATERNAL abraço do
Mário de Andrade

  23/06/2016 - 17:01 -   |   Responder/Comentar  |   




  127359 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Operação Custo Brasil da PGR e da PF;
Mais uma Operação atrás de corruptos e ladrões em que o Safado Pixuleco Vaccari está envolvido. Pelo que tenho visto, esse Pixuleco terá que ser embalsamado e virar múmia para poder cumprir todos os anos de cadeia de vai tomar. Com certeza mereceu....foi safado até com os Banespianos aposentados.

  23/06/2016 - 12:47 -   |   Responder/Comentar  |   




  127358 - Pedro Kowal   Santo André-SP

Eu não queria mais incomodando, mas... é triste ver as animosidades que campeiam entre colegas, agora, por aqui.

Lembro-me que ouvi dizer que Sócrates, ao referir-se a Xantipa, disse mais ou menos isso: "Ela pensa que está me fazendo um mal, mas, ao contrário, está me fazendo um bem pois está treinando o meu espírito para suportar tais coisas..."
Desculpem.
Paz e Luz!
oOo
Mateus, capítulo 5:
43Ouvistes que foi dito: Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo. 44Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem; 45para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus; porque Ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos. 46Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? não fazem os publicanos também o mesmo? 47E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis demais? não fazem os gentios também o mesmo? 48Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai celestial.






  23/06/2016 - 12:37 -   |   Responder/Comentar  |   




  127357 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro José Roberto Barim - Campinas -, e demais colegas, o Pozzetti colocou hoje, 23.06, em ULTIMAS NOTÍCIAS o texto do abaixo assinado, que foi escrito a quatro mãos, do Bosco e eu. Vc toca num assunto importante para o momento, nesta feliz iniciativa do Bosco e outros colegas. O que fazer agora? Cada um vai usar o texto, colocar abaixo seu nome, RG, endereço, etc., e enviar pro e-mail: caoidoso@mpsp.mp.br ou será elaborado, por um ou mais colegas experts no assunto, um abaixo assinado digital, com espaço para assinaturas, acrescentadas também de nome, RG, endereço, e, após um certo número, enviado também para esse e-mail? Ou alguma outra iniciativa? Está lançado o tema, com a palavra o Bosco, Pozzetti e todos os demais colegas. Vamos à luta, pois, como disse Paulo, em sua carta aos Romanos (8: 31): "Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?" Até a vitória, companheiros, quem for banespiano, siga-nos!

  23/06/2016 - 12:01 -   |   Responder/Comentar  |   




  127356 - claudia carreira quenchisky   ribeirão preto

Podem contar comigo também tem que ir a luta ,gritar e clamar por justiça,marcar uma dia e todos saírem de suas cidades ,pronto aí o caldeirão vai ferver.Rumo á São Paulo .

  23/06/2016 - 11:53 -   |   Responder/Comentar  |   




  127355 - JOSE LUIZ GAYA BITTENCOURT   SÃO PAULO SP

COLEGA NONATO: PARABENS POR ABSTER-SE A PARTIR DE AGORA COM SEUS COMENTÁRIOS SOBRE NOSSAS AÇÕES; A MANEIRA DE SEUS PRONUNCIAMENTOS TRAZEM MUITO DESCONFORTO/MAL ESTAR PARA OS COLEGAS SEM ALGUM CONHECIMENTO JURÍDICO; SUAS MANIFESTAÇÕES SÃO MUITOS TEÓRICAS PORÉM NÃO APRESENTAM NENHUMA SOLUÇÃO E SÃO MANIFESTADAS ESQUECENDO-SE MUITAS VEZES DOS FATOS OCORRIDOS ANTERIORMENTE NO PROCESSO. SINTO UM CERTO RANCOR NA SUA PESSOA.

  23/06/2016 - 11:49 -   |   Responder/Comentar  |   




  127354 - alis diba   sao pedro do tutvo/sp

Colegas,contem comigo para qualquer manifestacao.

  23/06/2016 - 11:37 -   |   Responder/Comentar  |   




  127353 - LUIZ GUERINO FRANCHI   TAQUARITINGA SP

ROMUALDO CAPATO
PARABENS PELO ANIVERSARIO
LEMBRO DOS TEMPOS DE MARTINOPOLIS DO FAMOSO TIME DE FUTEBOL DE SALÃO

  23/06/2016 - 10:57 -   |   Responder/Comentar  |   




  127352 - Walter Rodrigues   São Paulo

Raimundo Nonato da Silva. Você não tem o direito de ficar ofendendo, humilhando seus colegas de trabalho. Somos todos cabelos brancos, e muito lutamos pelo engrandecimento do Banespa. Hoje, estamos convivendo com um cruel massacre aos nossos legítimos direitos e vem você com ar de sabe tudo desrespeitar colegas que estão trabalhando por nossa causa. Medite um pouquinho e peça desculpas pelas ofensas aos seus colegas. Em relação aos seus sábios comentários por favor encaminhe-os à Afabesp. ,

  23/06/2016 - 10:20 -   |   Responder/Comentar  |   




  127351 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Já ia me abster de falar sobre processos quando recebo o devido reforço de alguns colegas daí de São Paulo aconselhando-me no mesmo sentido, inclusive elencando motivos até então desconhecidos por mim. Finalizo porém pedindo ao pessoal do "nosso grupo"-com. 343- para fazer a leitura do com. 350 e destilar igualmente sua ira, pois no fundo o que lá está escrito nada mais é do que o resumo das verdades que há tempo mostro. Vou doravante escrever sobre outras coisas, pois graças a Deus também sei. Ao cara que me ofereceu passagem de ônibus agradeço pois posso adquirir em outro tipo de transporte. Sugiro que ele transforme em doação aos mais necessitados, os quais pode encontrar até na porta de casa. Nonato/Teresina.

  23/06/2016 - 09:49 -   |   Responder/Comentar  |   




  127350 - Hélvio José de Paula   Franca-SP-

Caro Rubens de Souza-Bauru-SP-127341- Lendo seu comentário, lembrei-me do grande Setembre. Há quanto tempo ele vinha batendo nesta tecla que se não nos organizássemos utilizando a mídia (escrita e falada), promovendo passeatas, indo a Brasília enfim botando a boca no trombone de alguma forma, jamais teríamos sucesso no nosso pleito. Cadê o grupo dos cabeças brancas tanto falado e que não virou em nada. Enquanto permanecermos nesta blá, blá, blá que não chega a lugar nenhum estamos ferrados. Quem sabe se fizéssemos um barulho em Brasília, este vagabundo do Fux não se tocava. Que as nossas lideranças pensem e ajam, eu estou ao inteiro dispor para participar como já falei anteriormente. A Afabesp tem a obrigação de nos ajudar pelo menos no transporte e estadia, senão iremos por nossa conta mesmo. Dizem que uma chaga a mais para um leproso não muda muita coisa. No aguardo, abraço a todos.
Hélvio/Franca-SP

  23/06/2016 - 08:42 -   |   Responder/Comentar  |   




  127348 - José Roberto Barim   Campinas/SP

Pegando o gancho nos comentários 127331 do Péricles e 127336 do Hélvio, e como se trata de um esboço do “abaixo assinado” ainda a ser endereçado à Dra. Fernanda, eu também gostaria de saber se o Pozzeti vai encabeçar esse “abaixo assinado” e nos orientar o que devemos fazer na prática, ou seja, cada um de nós usaremos o mesmo texto e encaminhamos por e-mail à Dra. Fernanda, mencionando o nome e RG, CPF ? Seria um abaixo assinado digital????? Entendo que, literalmente, o abaixo assinado não vai existir na prática, uma vez que será humanamente impossível colher as assinaturas dos interessados. Acredito que como eu, muitos de nós estamos interessados e aguardando orientações do Alvaro.
Vamos aproveitar essa bola quicando e vamos meter o pé, mas não podemos deixar a bola cair e. ficar esperando os 60 dias da Afabesp . Vamos lá pessoal, pode até não dar em nada mas não podemos ficar esperando, esperando, esperando....

  23/06/2016 - 08:32 -   |   Responder/Comentar  |   




  127347 - claudia carreira quenchisky   ribeirão preto

Verdade tem que se unirem ,a união faz a força ,tem que ir para rua ,fechar a avenida paulista, ou quem sabe ir até Brasília,e essas audiências os aposentados não podem ir , eu continuo orando por vocês aposentados vivos,porque espero justiça e que recebam em vida .O principal já aconteceu ,foi ganho ,então agora tem que declarar guerra ,não são palavras que vão fazer dar certo ,são atitudes,atos públicos,teriam que fazer caravanas ir em massa,entende ,o nosso Brasil só vai sob pressão ,a justiça então só de Deus .A voz dos aposentados é a voz de Deus,desculpem se falei algo que não pode ser feito ,como dizem "não está na lei"para as vítimas, porque para os grandes ,pagam fiança,enrola,enrola,sempre acaba em pizza,vai um coitado deixar de cumprir suas obrigações perante a Lei ,é cadeia nele ,mas os Grandes não vão para cadeia,se determinou ,está determinado ,olhem me desculpem mais uma vez mas odeio injustiça ,principalmente quando está na cara.E torno a falar de novo os aposentados morrendo sem ver justiça .

  23/06/2016 - 06:34 -   |   Responder/Comentar  |   




  127346 - Rubens José de Freitas   SAO JOSE DO RIO PRETO-SP

27327 - Péricles de Andrade -Parabéns colega, muitas vezes a gente precisa falar o que pensa, para um desabafo e o seu foi muito bem colocado, talvez essas pessoas acordem e procurem ajudar, pois podem ser úteis. Vou sitar uma passagem para mostrar que um simples palpite de quem não é do ramos pode ajudar. Certa vez, na Marginal do Pinheiros um caminhão não conseguiu passar por baixo de um viaduto porque a carga estava 10 cm mais alta que o vão da ponte. Não precisa falar que o transito ficou caótico, ainda mais por ser no horário de maior movimento. A Polícia foi acionada, mas não estavam achando a solução para o caso e de repente um garotinho que brincava ali perto falou para o guarda brincando, mucha o pneu que passa e resolveu o problema. Gente precisamos nos unir, o inimigo é muito forte, quase imbatível.

  23/06/2016 - 00:55 -   |   Responder/Comentar  |   




  127345 - carlos henrique ferreira   são paulo

127343 - Orly Guerra Vila Velha - ES
Prezado Orly vc esta certíssimo em seu comentário, mas permita-me fazer uma sugestão, já que nosso colega do Piauí detém todo o saber jurídico e vive fazendo comentários a respeito da sua sabedoria, que tal pagarmos uma passagem de "BUSÃO" para o nobre causídico vir até "Sun Paulo" com escala em Brasília para com sua cátedra jurídica resolver definitivamente nossos processos.

  23/06/2016 - 00:35 -   |   Responder/Comentar  |   




  127344 - joao francis vicari   barra bonita

dar os parabens para A AFUBESP, nunca...
Esta é uma entidade ligada ao PT, ENTIDADE QUE SEMPRE FOI CONTRA NOIS BANESPIANOS, NÃO DEVIA NEM SER MENCIONADA AQUI ENTRE NOIS...

  23/06/2016 - 21:53 -   |   Responder/Comentar  |   




  127343 - Orly Guerra   Vila Velha - ES

Grande PÉRICLES, para mim você não é somente um colega Banespiano, mas um IRMÃO Banespiano, porque está sempre disposto a batalhar por todos os IDOSOS BANESPIANOS.
O Nonato já vem se excedendo há meses. Há muito tempo que estou me abstendo de escrever algumas coisas sobre as atitudes do “Caro colega e nobre causídico Raimundo Nonato da Silva - Teresina/PI -”, porque quando alguém do nosso grupo fala umas verdades, alguns colegas pedem para não haver desentendimento entre nós. O certo seria isso mesmo. Mas é impossível ler o que ele escreve e ficar calado. O que escreve e sempre com repetições, são críticas a todos que tomam alguma atitude em relação às nossas ações, com ares de dono do pedaço. Ele toma as dores do Santander e parte em defesa “dellos”. Diz que devemos aguardar os magistrados “comprados” decidirem; por exemplo, o tal de FUX. Pela ótica dele, até todos nós “irmos para a cidade de pés juntos”.
Parte do que repete: “é a própria cara da lenga-lenga das nossas ações, onde todos opinam, esculacham, reclamam, xingam, etc., mas na hora do "pegar pra capar" fica tudo só nisso mesmo. Não aparece uma viva alma que faça algo objetivamente para ajudar a resolver o assunto”. -(lengalenga)-
Ora, ele como causídico que sabe tudo, deveria tomar a iniciativa de fazer “algo objetivamente para ajudar a resolver o assunto“. Mas não, o negócio dele é criticar todos e dizer que sabe das coisas.
Ele respondeu sua msg, Péricles, dizendo que você está senil. “Meu santo padim pade ciço!”
Ele é demais!
Minha bronca, depois do nosso entrevero, é que ele continua a me incluir nas suas críticas, porque não paro de fazer planilhas para os colegas. Sou o único no grupo a fazer planilhas. Ele tinha dito: “assumindo eu o compromisso de, doravante, ter mais cuidado com o tratamento harmonioso que todos merecem. Nonato”. Vou recomendar novamente a leitura do livro “RENOVANDO ATITUDES”.
Penso que Álvaro, criador do site, deveria dar sua opinião sobre os acontecimentos, assim, quem sabe, retornaremos à normalidade.
--

  23/06/2016 - 21:48 -   |   Responder/Comentar  |   




  127342 - claudia carreira quenchisky   ribeirão preto

Falou bem o senhor Rubens também acho tem quer ser público se eu puder como filha conte comigo.

  22/06/2016 - 20:28 -   |   Responder/Comentar  |   




  127341 - RUBENS DE SOUZA   BAURU/SP

Colegas
Falo pouco, penso muito.
Enquanto não houver um ato público, nossas ações ficarão nas gavetas.
Se alguem tiver peito para iniciar, eu participo.
abraços

  22/06/2016 - 19:39 -   |   Responder/Comentar  |   




  127339 - Raimkundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Caro Eliel. Oportuno seu comentário, demonstrando saber como funciona a nossa justiça, ou seja, com atos em sequência, prazos, direito a recursos, etc., o que muitos dos nossos colegas, por estarmos ganhando a causa, fingem não entender. Se tivéssemos perdendo, na iminência de desembolsar algum, com certeza eles entenderiam e até achavam que o processo estava rápido demais. É por estas e outras que, para não me indispor mais vezes com algumas dessas "celebridades jurídicas banespianas" vou deixar de comentar sobre nossas demandas. Concluo te contando o seguinte caso:- no ano de 1994 o governo do Piauí deixou de pagar ao funcionalismo o mês de dezembro e o 13º. Todos foram à justiça e como não poderia deixar de ser ganharam. Só que até agora, por conta das manobras existentes na nossa legislação, ninguém recebeu. Mas não há noticia de desesperados por isso. No nosso caso vamos ver se, após as medidas dos nossos entendidos, alguém manda-nos pagar antes da conclusão de um processo que está andando normalmente. Se assim for, que bom. Abraços. Nonato/Teresina.

  22/06/2016 - 17:24 -   |   Responder/Comentar  |   




  127338 - Carlos Alberto Nonato   Marília - SP.

127314-PÉRICLES DE ANDRADE - Péricles, elogiar os seus comentários é "chover no molhado". Quanto ao texto, só quero saber onde eu assino. Muito bom e expressa, em resumo, o nosso "calvário". Sobre o meu xará de Teresina-PI, ele adora a (in)justiça brasileira e os seus nobres colegas do Judiciário. Nós não os aguentamos mais. E tem mais, o Dr. Nonato deve ter muito guardado e o rendimento do Banco pra ele é "bico". Abs. Nonato-SP.

  22/06/2016 - 16:23 -   |   Responder/Comentar  |   




  127337 - claudia carreira quenchisky   ribeirão preto

Olá boa tarde a todos,posso não usar palavras tão bem expressas como muitos tem usado,mas o que entendo que a justiça certamente está longe para os aposentados ,falaram que não tem aposentados ,com certeza se demorar mais um pouco não vai ter mesmo porque vi meu pai morrer esperando a justiça contando que iria receber ,todo contente ,mas veio a falecer em dezembro de 2015 ,mais um que entre outros morreram na mesma expectativa,eu acho que enquanto não for na mídia ,usar todas as redes sociais,como diz colocar a boca no trombone ninguém vai fazer nada ,colocar emissoras de tv, por o assunto na boca do povo ,porque enquanto espera, o SANTANDER está cada dia mais rico ,lesando os aposentados como meu pai e outros que morreram na esperança da justiça brasileira.Sinto me indignada ,pois a Lei favorece os grandes.Infelizmente o Brasil só funciona quando fica sobre pressão da mídia.Meu pai era o Jair Carreira ,da carteira agrícola.E vamos gritar e divulgar ,clamar por justiça.

  22/06/2016 - 16:07 -   |   Responder/Comentar  |   




  127336 - Hélvio José de Paula   Franca-SP-

Caro amigo e abnegado Péricles, parabéns pelo seu texto tanto é que achei por bem copiá-lo e enviar também à Dra. Fernanda do caoidoso@ mpsp.mp.br . Alguém tem que tomar a iniciativa e não só criticando como é o caso do nobre causídico do nordeste. Liga não, já é costume da parte dele, e às vezes a gente se esquece facilmente, quando chamava seus colegas de "ideia de jerico", "que é esse tal de", entre outras pérolas. Grande abraço !

  22/06/2016 - 16:04 -   |   Responder/Comentar  |   




  127335 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Ref. com. 332. Pelo visto, além dos meus comentários, o colega João de há muito deixou de ler também a gramática. Nonato.

  22/06/2016 - 16:01 -   |   Responder/Comentar  |   




  127334 - Eliel da Silva DOrnelas   Cabo Frio - RJ

Fiquei muito feliz com a manifestação da Afabesp, bem como com os 60 dias programados pelos nossos Advogados. São 240 páginas e 4 mídias eletrônicas. Só quem tem acesso direto a esses dados e sua complexidade é que pode mensurar possível resposta. Continuo a pedir ao Nosso Deus Todo Poderoso que ilumine as mentes dos nossos Advogados para que estes sejam bem consistentes em seus pronunciamentos. Agindo Deus quem impedirá. Ele é o nosso refúgio, presente nas horas de angústias. Que a Paz de Deus possa invadir cada coração aqui do nosso site e que seja feita a vontade de Deus, Senhor de Todos os Senhores. Ilumine, principalmente, também, corações e mentes dos nossos Representantes da Justiça e que possamos em breve festejar as nossas vitórias. Abraços e beijos em cada coração banespiano.

  22/06/2016 - 12:11 -   |   Responder/Comentar  |   




  127333 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro Nonato - Teresina/PI -, não se trata de senilidade, estou muito lúcido, é que eu já estou de "saco cheio mesmo"!

  22/06/2016 - 11:13 -   |   Responder/Comentar  |   




  127332 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Péricles, lendo seu comentário, quero lhe dizer o seguinte: Faça como eu tenho feito já a algum tempo, quando vejo que o comentário é desse "Dr", não leio, pois nada nos interessa e nada de útil contém. Tem comentários com muito mais utilidades e interesses, para ficar perdendo tempo com esses do Dr.

  22/06/2016 - 11:11 -   |   Responder/Comentar  |   




  127331 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caros Ercio Floriano, Bosco, Pozzetti e demais colegas, o meu texto postado no com.127314 foi elaborado a pedido dos colegas a fim de ser o cabeçalho do ABAIXO ASSINADO dirigido à dra. Beatriz, com as devidas correções e melhoramentos. Esse texto ainda não seguiu, não enviei ao CAO/Idoso, é apenas um rascunho pra elaboração da petição, que deve ser ainda formulada, graças aos préstimos do Pozzeti e outros colegas entendidos no assunto. No com. 127314 deve ter ficado a impressão de que eu já havia enviado, pois disse: seguiu ....(quando deveria dizer: seguiu .... abaixo, o rascunho, para aprovação ...., etc). Espero ter esclarecido o mal entendido, e aguardo manifestações dos colegas. Abs, Péricles.

  22/06/2016 - 11:07 -   |   Responder/Comentar  |   




  127330 - Américo Rodrigues Salmeron   Taquaritinga/SP

O MP acatou os pedidos.
Agora é importante que continuemos enviando mensagens e também para a Corregedoria Geral.usando esta referência: Nº MP: 37.0739.0006066/2016-1


Senhor Ouvidor,
De ordem do Dr. Roberto Fleury de Souza Bertagni, Ouvidor do Ministério Público do Estado de São Paulo, encaminhamos a mensagem abaixo para as providências cabíveis.
Atenciosamente,
Ouvidoria-MPSP
vfl

  22/06/2016 - 11:00 -   |   Responder/Comentar  |   




  127329 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Calma Pericles. Assim vc me assombra. O meu comentário não teve caráter ofensivo. Apenas outra vez queria pedir que se fizesse a coisa certa. Mas não tem problema. Já cansei de levar porradas por emitir opiniões que no final se confirmaram tal como previsto. Isto conforta-me. Também não levarei em conta seus adjetivos, ameaças e sugestões irônicas. Credito tudo à senilidade. Abraços, Nonato.

  22/06/2016 - 10:57 -   |   Responder/Comentar  |   




  127328 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Esse Juiz que está no nosso caso de IGP-DI, no mínimo é fraco nas decisões (poderia ir fazer um curso ou estágio com o Juiz Moro), pois se era para fazer o Depósito em Juízo, teria que exigir do Santander os depósitos e depois se o mesmo estiver com a razão, que se revertam os depósitos ao Santander, e não ficar protelando.

  22/06/2016 - 10:57 -   |   Responder/Comentar  |   




  127327 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega e nobre causídico Raimundo Nonato da Silva - Teresina/PI -, as ações questionadas ao CAO/IDOSO, do Ministério Público de São Paulo, são duas: 1. das gratificações, com entrada na Justiça do Trabalho de SÃO PAULO e hoje no STF e 2. do IGP-DI, com entrada na Justiça Federal/São Paulo, concomitantemente no TRF-3. Assim, pelo menos no primeiro caso, das gratificações, trata-se de competência da dra. Fernanda Beatriz, coordenadora. No segundo caso, do IGP-DI, embora não seja da sua alçada, ela, com boa vontade, poderá encaminhar ao órgão análogo e competente no Ministério Público Federal. O que não podemos é "ficar sentado no vaso de um apartamento, com a boca escancarada, cheia de dentes, esperando a morte chegar", como diz o poeta e cantor (se não me engano, Raul Seixas). Tem me causado estranheza o fato de vc tentar considerar-se o "dono" do site, o chefão, o todo poderoso, o mandão, como se todos nós, homens e mulheres setentões (ou mais) fôssemos meninos e meninas, seus filhinho(a)s, que só deveríamos fazer o que vc mandasse ou consentisse. Então, "fazer direito" é fazer o que vc manda? Não, aqui não, jacaré, vc está muito enganado, "o buraco é mais embaixo". Leve em consideração esses fatos, e deixe de nos aporrinhar. Quem não ajuda, não atrapalha. Se vc não quer assinar o abaixo assinado, não assine, se vc não quer o "vil metal" das ações, assine um termo de comprossimo e doe, enquanto é tempo, pra alguma instituição de caridade. Desculpe-me, se extrapolei, mas já cansei. Um forte abraço, fique com Deus.

  22/06/2016 - 09:56 -   |   Responder/Comentar  |   




  127326 - ÉRCIO FLORIANO   Araçatuba - São Paulo

AMIGO PÉRICLES

PARABÈNS CARO COLEGA, COMO VOCÊ FOI FELIZ NO TEXTO QUE ESCREVEU E ENVIOU À DRA. FERNANDA BEATRIZ GIL DA SILVA, COORDENADORA DO CAO. FALOU COM MUITA CLAREZA TUDO O QUE PRECISAVA SER DITO EM DEFESA DE CADA UM DE NÓS. UM FORTE ABRAÇO PRÁ VOCÊ.

  22/06/2016 - 09:39 -   |   Responder/Comentar  |   




  127325 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Já sei a resposta de muitas reclamações endereçadas ao MP/SP. Escrevam aí:-"Este órgão ministerial não tem competência para intervir nas demandas em trâmite na Justiça Federal". Ponto e pronto. Vou repetir o que já disse:- ou se faz direito ou é melhor esquecer. Nonato/Teresina.

  22/06/2016 - 09:10 -   |   Responder/Comentar  |   




  127324 - Rubens José de Freitas   SAO JOSE DO RIO PRETO

127319 - INFORMATIVO AFABESP - Mais 60 dias? Estão brincando, será que estaremos vivo no fim desse processo com tanto jogo de empurra?

  22/06/2016 - 21:30 -   |   Responder/Comentar  |   




  127323 - Rubens José de Freitas   SAO JOSE DO RIO PRETO-SP

127314 - Péricles de Andrade Paraguaçu Pta - Parabéns Péricles, achei muto bom o texto, explica nossa situação sem agredir ninguém.

  22/06/2016 - 21:23 -   |   Responder/Comentar  |   




  127322 - Orly Guerra   Vila Velha - ES


DEFESA REALIZADA PARA EVITAR ARQUIVAMENTO.

Ainda bem que nossos guardiões estão de prontidão!
--

  21/06/2016 - 20:23 -   |   Responder/Comentar  |   




  127321 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   São Bernardo do Campo - SP

DEFESA REALIZADA PARA EVITAR ARQUIVAMENTO
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
1ª Câmara de Coordenação e Revisão - Direitos Sociais e Atos Administrativos em geral
Análise de Procedimento Administrativo
Voto
Relator(a): Dr(a) Eitel Santiago de Brito Pereira
Voto nº: 903/2016/ESBP
Origem: PR-SP - PROCURADORIA DA REPUBLICA - SAO PAULO
Número: Inquérito Civil - IC - 1.34.001.001752/2012-96 - CÍVEL - TUTELA COLETIVA
Procurador(a): Dr(a). ANA CAROLINA YOSHII KANO UEMURA
RECURSO. PROMOÇÃO DE ARQUIVAMENTO. BANCO BANESPA. PRIVATIZAÇÃO. BANESPREV. DOTAÇÃO DA UNIÃO AO FUNDO DE PENSÃO. APROPRIAÇÃO DE RENDIMENTOS PELO BANCO SANTANDER.
1. Possível utilização indevida de recursos da União e do Estado de São Paulo que teriam sido destinados ao fundo de previdência de todos os funcionários do Banespa.
2. Arquivamento promovido sob o fundamento de que não houve prejuízo à União na permuta efetiva pela Secretaria do Tesouro Nacional dos títulos ATSP970315 por outro tipo de certificado, bem como que as questões ora aventadas pela ABESPREV foram amplamente debatidas e analisadas quer no âmbito administrativo quer no âmbito judicial, não restando, portanto, outras medidas a serem adotadas no presente inquérito civil.
3. Inconformado, um dos interessados apresentou recurso diretamente na 1ª CCR, em razão de os autos encontrarem-se na Câmara.
4. Diante dos argumentos sustentados, da complexidade e da relevância da matéria, é imprescindível a manifestação do membro oficiante sobre as razões recursais, oportunizando, inclusive, a retratação do arquivamento, se for o caso.
PELO RETORNO DOS AUTOS À ORIGEM PARA QUE O MEMBRO OFICIANTE SE MANIFESTE SOBRE AS RAZÕES RECURSAIS INVOCADAS PELO INTERESSADO.
RELATÓRIO
A PR/SP instaurou este Inquérito Civil com base em representação formulada pela Associação de Defesa de Direitos Previdenciários dos Banespianos – ABESPREV, apontando possível utilização indevida de recursos da União e do Estado de São Paulo que teriam sido destinados ao fundo de previdência de todos os funcionários do Banespa admitidos até 22/5/1975.
De acordo com a representação, quando o Banespa foi privatizado, houve um aporte de recursos para garantir a aposentadoria de mais de 14 mil funcionários admitidos até 22 de maio de 1975. E a permanência desses recursos (R$ 4.178.000.000,00 – valores de 1999) no caixa do referido banco era um dos atrativos para a sua venda.
Dos mais de 4 bilhões de reais, R$ 341.606.696,20 foram transferidos para o BANESPREV (Fundo Banespa de Seguridade Social), para constituição de fundo de pensão. O saldo remanescente (R$ 3.836.000.000,00) ficou em poder do Banco Santander à espera de conclusão da ação oficial de regularização do fundo contábil e da instituição do Plano Previdenciário para todos os funcionários admitidos até o citado período.
Acrescentou que, em janeiro de 2007, para completar o processo de garantia previdenciária, o Santander produziu um documento denominado “dação em pagamento” no valor de R$ 6.422.000.000,00, valor que, no entender da representante, deveria ser de R$ 9.710.000.000,00, calculado a juros de 12% ao ano, mais a correção pelo IGP-DI, desde o ano de 2000, tendo sido, portanto, repassado valor inferior ao devido para o fundo de pensão.
Conforme consta dos autos, à época dos fatos, o Banespa era credor do Estado de São Paulo em mais de R$ 24 bilhões de reais e estava a ponto de ir à falência, pois essa dívida jamais seria paga pelo governo estadual. Assim, a UNIÃO assumiu a dívida do Estado de São Paulo para com o Banespa, tornando-se devedora do Banespa e federalizando esta instituição financeira.
Ao assumir a dívida do Estado de São Paulo junto ao Banespa, a União, conforme se observa da cópia do Contrato de Assunção de Dívida de fls. 704/710, emitiu os seguintes títulos: a) Letras Financeiras do Tesouro – série A, no montante de R$ 16.317.577.886,89; b) Letras Financeiras do Tesouro – série B, no valor de R$ 5.425.692.647,26 e c) os ativos ATSP970315, escriturados no Sistema Securitizar da Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos – CETIP.
Com base nos elementos constantes dos autos, sobretudo da resposta do Banco Central do Brasil e do julgado do Tribunal de Contas da União, verifica-se que as Letras Financeiras do Tesouro foram emitidas pela União Federal para pagamento de dívidas de curto prazo e os ativos ATSP970315 para dívidas de longo prazo.
De acordo com a representação, a questão de fundo a ser resolvida, no entanto, diz respeito ao ativo denominado ATSP970315, constante do Contrato de Assunção de Dívida Contratual do Estado de São Paulo firmado com a UNIÃO, que garantiria o pagamento das aposentadorias e pensões dos funcionários do Banespa – Banco do Estado de São Paulo S/A admitidos até 22/5/1975, e que possuiria natureza inegociável, o que estaria embasado no Comunicado SMP n. 013/97 da CETIP – Central de Custódia e de Liquidação de Títulos de fls. 985/987.
Instada a se manifestar, a Secretaria de Previdência Complementar – PREVIC informou, em resumo, que “é órgão fiscalizador das entidades fechadas de previdência complementar e que as alegações da ABESPREV se referem à transação de recursos ocorrida em janeiro de 2000 entre a UNIÃO e a instituição financeira SANTANDER, ou seja, fora da entidade fechada de previdência complementar” e que “a PREVIC não possui informações suficientes para se posicionar sobre a alegação da ABESPREV de que o SANTANDER transferiu recursos em valores inferiores ao devido para o BANESPREV em 2007”.
*****************O BANESPREV, por sua vez, disse ser “equivocada a premissa de vinculação de títulos públicos a complementação de aposentadoria que era responsabilidade do Banespa”, tendo em vista que os ativos ATSP que garantiam a dívida do Estado de São Paulo com a UNIÃO para com o Banespa não foram vinculados ao pagamento de aposentadorias e pensões e nem tinham o caráter de inegociáveis, sendo que a Mensagem 106 de 6/6/1997, do Senado Federal, não faz qualquer referência de vinculação desses títulos à garantia de pagamento de aposentadoria.*****************************************
Informou, ainda, que há dois planos de previdência que abrigam os beneficiários do Regulamento de Pessoal do Banco Banespa. O primeiro, designado de “plano de complementação de aposentadoria”, chamado de “Pré-75”, teve apenas 851 interessados/aderentes; já o segundo, foi criado para os demais que decidiram permanecer sob a égide do fundo contábil administrado pelo Banespa. Para estes últimos, tendo em vista a determinação da Secretaria de Previdência Complementar, foi criado o Plano V, administrado pelo BANESPREV.******************************************
O Banco Santander, de outro lado, informou que “não houve apropriação pelo Banco Santander da dotação inicial dos recursos previdenciários aportados pela União”, além de não haver amparo legal ou fático para que o Banco Santander disponibilize os rendimentos e correções financeiras dos Títulos Públicos Federais nos Planos previdenciários Banespa.*************************************
Ainda foi expedido ofício à CETIP S/A, Mercados Organizados (fls. 1.249/1269). Também foram juntadas cópias da sentença proferida nos autos da Ação Civil Pública n. 0011303-54.2002.403.6100 (fls. 1.175/1.192) e do acórdão proferido pelo Tribunal de Contas da União nos autos do processo n. TC 004.936/2008-6 (fls. 1.270/1.283).*********************************
A Procuradora da República oficiante promoveu o arquivamento do feito, em resumo, nos seguintes termos (fls. 1284/1302):Assim sendo, resta definitivo que não houve prejuízo à União na permuta efetiva pela Secretaria do Tesouro Nacional dos títulos ATSP970315 por outro tipo de certificado, bem como que as questões ora aventadas pela ABESPREV foram amplamente debatidas e analisadas quer no âmbito administrativo quer no âmbito judicial, não restando, portanto, outras medidas a serem adotadas no presente inquérito civil.
Consigne-se, por fim, que esta decisão não implica no afastamento do Poder Judiciário de possíveis lesões que os aposentados do Banco Banespa venham a sofrer, o que pode ser feito pelos próprios aposentados individualmente ou por meio das associações************** representativas, haja vista que, conforme anteriormente delineado, não se verificou interesse socialmente relevante a ser tutelado por este MPF.***************************************************
Notificados da decisão de arquivamento (fls. 1303/1304),***** um dos interessados apresentou recurso (fls. 1310/1522).**********************************************************
É o relatório.

VOTO : A análise dos autos me fez observar que o recurso do interessado foi apresentado diretamente na 1ª CCR, em razão de os autos encontrarem-se nesta Câmara.*******************************
Entretanto, diante dos argumentos sustentados, da complexidade e da relevância da matéria, é imprescindível a manifestação do membro oficiante sobre as razões recursais, oportunizando, inclusive, a retratação, se for o caso caso.****************************************************************


Brasília, de junho de 2016.

__________________________________________________________
Dr(a) Eitel Santiago de Brito Pereira
Subprocurador(a)-Geral da Republica

  21/06/2016 - 19:45 -   |   Responder/Comentar  |   




  127320 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   São Bernardo do Campo - SP

DEFESA REALIZADA PARA EVITAR ARQUIVAMENTO
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
1ª Câmara de Coordenação e Revisão - Direitos Sociais e Atos Administrativos em geral
Análise de Procedimento Administrativo
Voto
Relator(a): Dr(a) Eitel Santiago de Brito Pereira
Voto nº: 903/2016/ESBP
Origem: PR-SP - PROCURADORIA DA REPUBLICA - SAO PAULO
Número: Inquérito Civil - IC - 1.34.001.001752/2012-96 - CÍVEL - TUTELA COLETIVA
Procurador(a): Dr(a). ANA CAROLINA YOSHII KANO UEMURA
RECURSO. PROMOÇÃO DE ARQUIVAMENTO. BANCO BANESPA. PRIVATIZAÇÃO. BANESPREV. DOTAÇÃO DA UNIÃO AO FUNDO DE PENSÃO. APROPRIAÇÃO DE RENDIMENTOS PELO BANCO SANTANDER.
1. Possível utilização indevida de recursos da União e do Estado de São Paulo que teriam sido destinados ao fundo de previdência de todos os funcionários do Banespa.
2. Arquivamento promovido sob o fundamento de que não houve prejuízo à União na permuta efetiva pela Secretaria do Tesouro Nacional dos títulos ATSP970315 por outro tipo de certificado, bem como que as questões ora aventadas pela ABESPREV foram amplamente debatidas e analisadas quer no âmbito administrativo quer no âmbito judicial, não restando, portanto, outras medidas a serem adotadas no presente inquérito civil.
3. Inconformado, um dos interessados apresentou recurso diretamente na 1ª CCR, em razão de os autos encontrarem-se na Câmara.
4. Diante dos argumentos sustentados, da complexidade e da relevância da matéria, é imprescindível a manifestação do membro oficiante sobre as razões recursais, oportunizando, inclusive, a retratação do arquivamento, se for o caso.
PELO RETORNO DOS AUTOS À ORIGEM PARA QUE O MEMBRO OFICIANTE SE MANIFESTE SOBRE AS RAZÕES RECURSAIS INVOCADAS PELO INTERESSADO.
RELATÓRIO
A PR/SP instaurou este Inquérito Civil com base em representação formulada pela Associação de Defesa de Direitos Previdenciários dos Banespianos – ABESPREV, apontando possível utilização indevida de recursos da União e do Estado de São Paulo que teriam sido destinados ao fundo de previdência de todos os funcionários do Banespa admitidos até 22/5/1975.
De acordo com a representação, quando o Banespa foi privatizado, houve um aporte de recursos para garantir a aposentadoria de mais de 14 mil funcionários admitidos até 22 de maio de 1975. E a permanência desses recursos (R$ 4.178.000.000,00 – valores de 1999) no caixa do referido banco era um dos atrativos para a sua venda.
Dos mais de 4 bilhões de reais, R$ 341.606.696,20 foram transferidos para o BANESPREV (Fundo Banespa de Seguridade Social), para constituição de fundo de pensão. O saldo remanescente (R$ 3.836.000.000,00) ficou em poder do Banco Santander à espera de conclusão da ação oficial de regularização do fundo contábil e da instituição do Plano Previdenciário para todos os funcionários admitidos até o citado período.
Acrescentou que, em janeiro de 2007, para completar o processo de garantia previdenciária, o Santander produziu um documento denominado “dação em pagamento” no valor de R$ 6.422.000.000,00, valor que, no entender da representante, deveria ser de R$ 9.710.000.000,00, calculado a juros de 12% ao ano, mais a correção pelo IGP-DI, desde o ano de 2000, tendo sido, portanto, repassado valor inferior ao devido para o fundo de pensão.
Conforme consta dos autos, à época dos fatos, o Banespa era credor do Estado de São Paulo em mais de R$ 24 bilhões de reais e estava a ponto de ir à falência, pois essa dívida jamais seria paga pelo governo estadual. Assim, a UNIÃO assumiu a dívida do Estado de São Paulo para com o Banespa, tornando-se devedora do Banespa e federalizando esta instituição financeira.
Ao assumir a dívida do Estado de São Paulo junto ao Banespa, a União, conforme se observa da cópia do Contrato de Assunção de Dívida de fls. 704/710, emitiu os seguintes títulos: a) Letras Financeiras do Tesouro – série A, no montante de R$ 16.317.577.886,89; b) Letras Financeiras do Tesouro – série B, no valor de R$ 5.425.692.647,26 e c) os ativos ATSP970315, escriturados no Sistema Securitizar da Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos – CETIP.
Com base nos elementos constantes dos autos, sobretudo da resposta do Banco Central do Brasil e do julgado do Tribunal de Contas da União, verifica-se que as Letras Financeiras do Tesouro foram emitidas pela União Federal para pagamento de dívidas de curto prazo e os ativos ATSP970315 para dívidas de longo prazo.
De acordo com a representação, a questão de fundo a ser resolvida, no entanto, diz respeito ao ativo denominado ATSP970315, constante do Contrato de Assunção de Dívida Contratual do Estado de São Paulo firmado com a UNIÃO, que garantiria o pagamento das aposentadorias e pensões dos funcionários do Banespa – Banco do Estado de São Paulo S/A admitidos até 22/5/1975, e que possuiria natureza inegociável, o que estaria embasado no Comunicado SMP n. 013/97 da CETIP – Central de Custódia e de Liquidação de Títulos de fls. 985/987.
Instada a se manifestar, a Secretaria de Previdência Complementar – PREVIC informou, em resumo, que “é órgão fiscalizador das entidades fechadas de previdência complementar e que as alegações da ABESPREV se referem à transação de recursos ocorrida em janeiro de 2000 entre a UNIÃO e a instituição financeira SANTANDER, ou seja, fora da entidade fechada de previdência complementar” e que “a PREVIC não possui informações suficientes para se posicionar sobre a alegação da ABESPREV de que o SANTANDER transferiu recursos em valores inferiores ao devido para o BANESPREV em 2007”.
*****************O BANESPREV, por sua vez, disse ser “equivocada a premissa de vinculação de títulos públicos a complementação de aposentadoria que era responsabilidade do Banespa”, tendo em vista que os ativos ATSP que garantiam a dívida do Estado de São Paulo com a UNIÃO para com o Banespa não foram vinculados ao pagamento de aposentadorias e pensões e nem tinham o caráter de inegociáveis, sendo que a Mensagem 106 de 6/6/1997, do Senado Federal, não faz qualquer referência de vinculação desses títulos à garantia de pagamento de aposentadoria.*****************************************
Informou, ainda, que há dois planos de previdência que abrigam os beneficiários do Regulamento de Pessoal do Banco Banespa. O primeiro, designado de “plano de complementação de aposentadoria”, chamado de “Pré-75”, teve apenas 851 interessados/aderentes; já o segundo, foi criado para os demais que decidiram permanecer sob a égide do fundo contábil administrado pelo Banespa. Para estes últimos, tendo em vista a determinação da Secretaria de Previdência Complementar, foi criado o Plano V, administrado pelo BANESPREV.******************************************
O Banco Santander, de outro lado, informou que “não houve apropriação pelo Banco Santander da dotação inicial dos recursos previdenciários aportados pela União”, além de não haver amparo legal ou fático para que o Banco Santander disponibilize os rendimentos e correções financeiras dos Títulos Públicos Federais nos Planos previdenciários Banespa.*************************************
Ainda foi expedido ofício à CETIP S/A, Mercados Organizados (fls. 1.249/1269). Também foram juntadas cópias da sentença proferida nos autos da Ação Civil Pública n. 0011303-54.2002.403.6100 (fls. 1.175/1.192) e do acórdão proferido pelo Tribunal de Contas da União nos autos do processo n. TC 004.936/2008-6 (fls. 1.270/1.283).*********************************
A Procuradora da República oficiante promoveu o arquivamento do feito, em resumo, nos seguintes termos (fls. 1284/1302):Assim sendo, resta definitivo que não houve prejuízo à União na permuta efetiva pela Secretaria do Tesouro Nacional dos títulos ATSP970315 por outro tipo de certificado, bem como que as questões ora aventadas pela ABESPREV foram amplamente debatidas e analisadas quer no âmbito administrativo quer no âmbito judicial, não restando, portanto, outras medidas a serem adotadas no presente inquérito civil.
Consigne-se, por fim, que esta decisão não implica no afastamento do Poder Judiciário de possíveis lesões que os aposentados do Banco Banespa venham a sofrer, o que pode ser feito pelos próprios aposentados individualmente ou por meio das associações************** representativas, haja vista que, conforme anteriormente delineado, não se verificou interesse socialmente relevante a ser tutelado por este MPF.***************************************************
Notificados da decisão de arquivamento (fls. 1303/1304),***** um dos interessados apresentou recurso (fls. 1310/1522).**********************************************************
É o relatório.

VOTO : A análise dos autos me fez observar que o recurso do interessado foi apresentado diretamente na 1ª CCR, em razão de os autos encontrarem-se nesta Câmara.*******************************
Entretanto, diante dos argumentos sustentados, da complexidade e da relevância da matéria, é imprescindível a manifestação do membro oficiante sobre as razões recursais, oportunizando, inclusive, a retratação, se for o caso caso.****************************************************************


Brasília, de junho de 2016.

__________________________________________________________
Dr(a) Eitel Santiago de Brito Pereira
Subprocurador(a)-Geral da Republica

  21/06/2016 - 19:45 -   |   Responder/Comentar  |   




  127319 - INFORMATIVO   BRASIL

AÇÃO DO IGP-DI – AFABESP PEDE PRAZO PARA IMPUGNAR PETIÇÃO DO SANTANDER E DO BANESPREV

Conforme havíamos publicado em nosso site no dia 31 de maio, o Banco Santander e o Banesprev peticionaram nos autos do Cumprimento Provisório de Sentença da ação do IGP-DI, informando ao juiz que não detectaram aposentados e pensionistas que teriam direito aos pagamentos referentes aos reajustes pelo IGP-DI, determinados pela liminar do Juiz da 9ª Vara Federal de São Paulo.

O Santander e o Banesprev tiveram 130 dias de prazo para apresentar essa petição na qual afirmam nada dever, deixando por isso de fazer qualquer depósito judicial conforme determinação da liminar.

Considerando que a petição do Santander/Banesprev contem demonstrativos de cálculos individualizados com cerca de 240 páginas de documentos e 4 mídias eletrônicas, nossos advogados contratados solicitaram prazo suplementar de 60 dias (úteis) para que a Afabesp possa se manifestar sobre esses documentos.

AFABESP – DIRETORIA

  21/06/2016 - 18:16 -   |   Responder/Comentar  |   




  127318 - Orly Guerra   Vila Velha - ES

127314 - Péricles de Andrade - Paraguaçu Pta.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR

PÉRICLES, de PARAGUAÇU PAULISTA - SÃO PAULO

Cara, você é O CARA!

Com seus ESFORÇADOS conhecimentos de DIREITO, procura SEMPRE estar na vanguarda.

Fico matutando: se você fosse formado em direito, faria uma EXCELENTE DUPLA DE ÁREA com JOSÉ MILTON.

O importante é colocar a LUZ no CANDELABRO!!!
--

  21/06/2016 - 17:30 -   |   Responder/Comentar  |   




  127317 - Felice Maniaci   São Miguel Arcanjo-sp

Com.127314- PERICLES DE ANDRADE SUJIRO QUE MANDE COM COPIA PARA AFABESP PARA PARA DAR UMA CHACOALHADA PRA VER SE ACORDAM E SAIAM DA MOITA

  21/06/2016 - 17:12 -   |   Responder/Comentar  |   




  127316 - Sebastião Antonio Rabelo Leite   Uberlândia

com.127314 - Caro Péricles:

Você é um craque. Parabéns e obrigado!

  21/06/2016 - 16:00 -   |   Responder/Comentar  |   




  127315 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caros Bosco, Pozzetti e demais colegas, seguiu o texto, baseado no texto do Bosco, que achei muito bom. Abs, mãos a obras e que Deus nos ajude!.....

  21/06/2016 - 15:40 -   |   Responder/Comentar  |   




  127314 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Exma.Sra. Dra. Fernanda Beatriz Gil da Silva Lopes, M/D coordenadora do CAO - Centro de Apoio Operacional ao Idoso, do MP/SP,

Nós, aposentados e pensionistas do extinto Banespa, todos com uma média de idade de cerca de 70 anos, somos os sobreviventes da tragédia da Privatização do Banespa e estamos com um pouco mais de sorte do que os outros mais de 3.000 colegas que já se foram, sem ver a Justiça restabelecida. Quando iniciou-se nossa luta, chegamos a pensar que o Estatuto do Idoso já estava vigente, na teoria e na prática, e que teríamos algum tratamento preferencial diante da Justiça, em face de nossa idade. Infelizmente, o que estamos presenciando é o jogo do poder prevalecer, com os banqueiros gananciosos e políticos inescrupulosos postados no lado oposto ao nosso. Nossas esperanças renascem quando vemos qualquer movimentação dos processos que tentam resgatar nossos direitos, ilusão esta que se frustra quando vemos que os despachos e decisões de Instâncias Superiores de nossa Justiça acolhem e aceitam alegações puramente procrastinatórias, jogando-nos de volta a esta angústia, tristeza e decepção que nos atormenta há tanto tempo, restando-nos, então implorar a intervenção do CAO - Centro de Apoio Operacional do Ministério Público de São Paulo - para que interfira a nosso favor. São inúmeras as tentativas que já fizemos, não tendo o privilégio de merecer a atenção de políticos e nem da mídia, que nos ignoram, ora por estarem comprometidos com os banqueiros patrocinadores de milionários financiamentos políticos ou por convenientes inserções comerciais nos principais veículos de comunicação. Trabalhamos, todos, durante cerca de 30 anos no Banespa, com muito orgulho e dedicação, praticamente nosso primeiro e único emprego. O direito às gratificações estatutárias, semestrais, regra esta que prevaleceu até a privatização do Banespa, motivo de nossa demanda na Justiça do Trabalho desde 19.02.1998, através da 36ª Vara do Trabalho/SP, sob nº 00424001319985020036, agora, percorridas 3 Instâncias, todas com parecer favorável à nossa causa, no STF, sob nº ARE 675945, desde 06.03.2012 e sem movimentação desde 15.12.2015, com pedido de vista do min. Luis Fux, era considerado um direito líquido e certo, constava em nossos orçamentos, mas sua supressão causou-nos irreparáveis danos, e, talvez, tenha precipitado a doença e morte de boa parte de nossos colegas. Além disso, para agravar ainda mais o nosso quadro, desde 2001 sofremos um brutal congelamento de nossas complementações de aposentadorias e pensões, de cerca de 50% de nosso poder aquisitivo mensal, graças ao não reajuste anual por parte do banco comprador do Banespa, por cinco anos. A fim de reparar esse mal, entramos em 03.06.2002 com o proc. 00113035420024036100 na Justiça Federal de São Paulo, agora com vários Agravos de Instrumentos no TRF-3 e, recentemente, desde 16.09.2015, com Ação de Execução Provisória 00229413020154036100. As mesmas mazelas, medidas e mais medidas puramente protelatórias, continuam procrastinando também esta ação, sem a menor consideração ao Estatuto do Idoso. Assim, com o devido respeito, depositamos em Vossa Excelência nossas esperanças, na certeza de que, com seu alto espírito de justiça e imparcialidade, estaremos mais perto de um final mais célere e feliz para estas angustiantes e traumáticas batalhas.

  21/06/2016 - 15:36 -   |   Responder/Comentar  |   




  127313 - José Roberto Custodio Garcia   Presidente Prudente-sp

Eliel,com 127306 - concordo com suas justificativas,temos colegas que sabem dizer com detalhes a nossa situação.Devemos então fazer um texto e enviarmos para quem de direito

  21/06/2016 - 14:36 -   |   Responder/Comentar  |   




  127312 - OCTAVIO RUGGIERO   SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Nonato você é muito sábio, não te ouvem e querem mudar o mundo. Não adianta espernear, temos que esperar.

  21/06/2016 - 13:54 -   |   Responder/Comentar  |   




  127311 - Antonio Pelegrino   Cafelândia - SP

Comentário 127.307 - Nélio Bruno Nadruz - Colega já houve muitos enfrentamentos entre a Afabesp e Afubesp. Pergunto-lhe: Na sua avaliação qual a menos ruim? O que a Afabesp oferece de lazer? Nós distantes não podemos usufruir, a maioria está quebrada. Se dentro dessa entidade as pessoas estão acomodadas, nós estamos sendo levados à acomodações a sete palmos. abraço, deste filho de Uchoa.

  21/06/2016 - 13:22 -   |   Responder/Comentar  |   




  127310 - CARLOS ALBERTO BONINI   Botucatu-sp

Coment . 127307---Colega Nélio----Realmente não está fácil ganhar nenhuma das ações impetradas pela AFABESP...Infelizmente temos colegas que chegaram a comemorar como ganhas , mas eu como não confio mais em nossa (IN)Justiça nunca contei com essa grana.Somente ganhei ações do FGTS plano Collor e Sarney pela AFUBESP...como a maioria que entrou ganhou também.

  21/06/2016 - 13:19 -   |   Responder/Comentar  |   




  127309 - João Bosco Galvão de Castro   Guaratingueta

Colegas. O Álvaro, como sempre prestativo está solicitando um texto para acompanhar o abaixo-assinado, que sugeri, acreditando que irá se somar a outras manifestações individuais que estamos fazendo. Eu coloquei o meu texto no comentário numero 127.290 e disponibilizo seu teor para as devidas adequações, alterações e aperfeiçoamento.

  21/06/2016 - 12:57 -   |   Responder/Comentar  |   




  127308 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP


Notícia e Vídeo de hoje no UOL:
Funcionários de Banco na China levam surra por desempenho ruim.
Estou pensando isso no Banespa........


  21/06/2016 - 11:44 -   |   Responder/Comentar  |   




  127307 - Nélio Bruno Nadruz   José do Rio Preto/SP

Omissão da AFABESP
Mais uma vez, a AFABESP se cala sobre a cobrança exorbitante do BANESPREV dos usuários doo PLANO II
de aposentadoria. O BANESPREV que é simplesmente administrado pelo Santander, apoiado pela PREVIC
comete desmandos com os aposentados e nosso principal defensor, AFABESP, se preocupa mais com a
Colônia de Férias do Guarujá, bailes comemorativos, excursões, etc, deixando nossos colegas à deriva, só
procurando os aposentados na época de eleições da Afabesp, Cabesp e Banesprev pois seu interesse é
colocar pessoas nas administrações e daí para a frente. Só DEUS para nos defender.
Volto a questionar a diretoria da Afabesp: até quando teremos que aguentar os desmandos do Santander .
pois nossas ações na justiça até agora não vingaram. Será que nosso Depto. Jurídico está testando nossa
paciência?
Gostaria de saber o parecer da Afabesp.
Nélio Bruno Nadruz
Matr. 147060

  21/06/2016 - 11:25 -   |   Responder/Comentar  |   




  127306 - Eliel da Silva DOrnelas   Cabo Frio - RJ

João Bosco Galvão de Castro - Guaratingueta 20/06/2016 - 13:18 | Comentar | Ver Todos Comentários
PREZADO COLEGA GAYA, ACREDITO QUE VOCÊ POSSA COMPLETAR NO ESPAÇO RESERVADO, CASO CONCORDE, OU OUTRO COLEGA QUE TENHA TAMBÉM OS MESMOS DETALHES SOBRE OS NOSSOS DOIS PROCESSOS.
Eu fiz umas mudanças no comentário do Bosco, peço a ele que não se zangue comigo. Beijos e Abraços Bosco. |

Colegas. Eis o teor da mensagem que poderemos remeter ao CNJ.

Nós, aposentados, somos sobreviventes da tragédia da Privatização do Banespa, estamos com pouco mais de sorte do que os outros, mais de 3.000 colegas, que se foram sem verem a justiça restabelecida.

Quando se iniciou nossa luta chegamos a pensar que o Estatuto do Idoso já estava vigente, na teoria e prática, e que teríamos algum tratamento preferencial diante da justiça em face da nossa idade.

Infelizmente o que estamos presenciando é o jogo Político-Jurídico de o Poder Econômico usando de todos os subterfúgios para nos prejudicar. O Santander no comando das situações em que a Justiça deveria prevalecer.

Nossas esperanças renascem quando vemos quaisquer movimentações nos processos que tentam resgatar nossos direitos, ilusões que nos frustram ao vermos que os despachos e decisões da Instância Superior de nossa Justiça acolhe e aceita alegações puramente procrastinatórias, jogando-nos de volta às angústias, tristezas e decepções que nos atormentam há muito tempo e isto para idosos é mais do que fulminante.
AQUI NESTE ESPAÇO DEVE CONSTAR AS CITAÇÕES DO GAYA – 127296, PORÉM COM DETALHES E BEM EXPLICADA DE FORMA QUE QUALQUER UM ENTENDA, LÓGICO QUE ESTAMOS PENSANDO PARA NÃO SURGIR DÚVIDAS PARA O CONSELHO NACIONAL DA JUSTIÇA-CNJ, POSSA LER E ENTENDER COM FACILIDADE. GAYA, ACHO QUE VOCÊ PODE MELHORAR A REDAÇÃO ANTERIOR DO SEU COMENTÁRIO E SE CONCORDAR COLOQUE-A AQUI E TORNE A PUBLICAR UMA NOVA E POSSÍVEL SOLICITAÇÃO AO CNJ, PARA TODOS ADERIREM VIA CONFIRMAÇÕES POR EMAILS AO SITE E APÓS SEJA REMETIDO AO CNJ. COLOQUE AQUI O QUE JÁ ACONTECEU COM OS DOIS PROCESSOS.
Imploramo-nos a intervenção do Conselho Nacional da Justiça - CNJ para que interfira a nosso favor com o propósito de que mais alguns, pelo menos, venham a ver o Poder da Justiça sendo cumprido em benefícios desses velhinhos.

São inúmeras as tentativas que já fizemos, não temos o privilégio de merecer a atenção de políticos e nem da mídia, que nos ignoram, ora por estarem comprometidos com os banqueiros patrocinadores de milionários financiamentos políticos ou por convenientes inserções comerciais nos principais veículos de nossa mídia.
Trabalhamos por mais de 30 anos no Banespa, com muito orgulho e dedicação, praticamente o primeiro e único emprego, da nossa maioria, e o nosso direito às gratificações estatutárias, recebidas por muitos de nós , mesmo após as nossas aposentadorias, nos foram cortadas. Era considerado um direito líquido e certo, constava em nosso orçamento, causou-nos irreparáveis danos e talvez tenha precipitado a doença e morte de boa parte de nossos colegas.
Abaixo os dados referentes aos nossos processos a que nos referimos
Depositamos em Vossas Excelências nossas esperanças de que, com a ajuda desse Conselho, estaremos mais perto de um final feliz para esta angustiante e traumática batalha.

Nós os quais concordamos e ratificamos este pleito.

  21/06/2016 - 11:20 -   |   Responder/Comentar  |   


| Ver Próximos |

  Responder/Comentar   |