Cadastre-se no APdoBanespa - É GRÁTIS - Clique aqui

Cartas
Visite www.apdobanespa.com

Carta de despedida
" Como não posso falar com você tranqüilamente, fiz a seguinte estatística que vale para sua consideração, já que este assunto a irrita com facilidade.
Durante o ano passado, tentei seduzi-la 365 vezes, obtendo êxito em apenas 36 delas. Abaixo exponho os motivos de meus fracassos:
Porque podia acordar os filhos 37 vezes; porque fazia frio, 5 vezes; porque fazia calor, 3 vezes; porque estava cansada, 32 vezes; porque era muito tarde, 23 vezes; porque era muito cedo, 15 vezes; porque dormiu antes, 49 vezes; porque a cama fazia muito barulho, 9 vezes; porque você tinha dor de cabeça, 6 vezes; porque estava rezando a ladainha, 4 vezes; porque estava com dor de dentes, 2 vezes; porque estava com o estômago cheio, 25 vezes; porque estava com estômago vazio, 2 vezes; porque não estava de bom humor 19 vezes; porque sua mãe estava acordada, 7 vezes; porque assistiu televisão até tarde, 17 vezes; porque não queria estragar o penteado, 18 vezes; porque estava naqueles dias, 45 vezes; porque estava esperando um telefonema, 2 vezes; e porque estava com o esmalte ainda fresco, 3 vezes. Total, 329 vezes.
Mesmo nas 36 vezes em que obtive êxito, elas não foram satisfatórias porque: 21 vezes, você disse que eu me apressei e terminei muito rápido; 12 vezes, tive de lhe acordar para dizer que tinha terminado; 2 vezes, você me tirou a inspiração ao comentar que o teto estava precisando de uma pintura; e uma vez pensei que você tivesse morrido, pois você não se mexeu.
Com um saudoso abraço,
Seu ex-marido...
Ailto Gávio Pinto "


Carta de um químico apaixonado
" Berílio Horizonte, zinco de benzeno de 2002.

Querida Valência,

Não estou sendo precipitado e nem desejo catalisar nenhuma reação irreversível entre nós dois, mas sinto que estrôncio perdidamente apaixonado por você. Sabismuto bem que a amo. De antimônio posso lhe assegurar que não sou nenhum erbio e que trabario muito para levar uma vida estável.

Lembro-me de que tudo começou nuranio passado, com um arsênio de mão, quando atravessávamos uma ponte de hidrogênio. Você estava em um carro prata, com roda de magnésio. Houve uma atração forte entre nós dois, acertamos os nossos coeficientes, compartilhamos nossos elétrons, e a ligação foi inevitável. Inclusive depois, quando lhe telefonei, mesmo pega de enxofre, você respondeu carinhosamente: "Próton, com quem tenho o praseodimio de falar?".

Nosso namoro é cério, estava índio muito bem, como se morássemos em um palácio de ouro, e nunca causou nenhum escandio. Eu brometo que nunca haverá gálio entre nós e ate já disse quimicasaria com você. Espero que você não esteja saturada, pois devemos buscar uma reação de adição e não de substituição.

Soube que a Ines lhe contou que eu a embromo: manganês cuidar do seu cobre e acredite níquel digo, pois saiba que eu nunca agi de modo estanho. Caso algum dia apronte alguma, eu sugiro que procure um avogrado e que me metais na cadeia.

Sinceramente, não sei por que você esta a procura de um processo de separação, como se fossemos misturas e não substâncias puras! Mesmo sendo um pouco volátil, nosso relacionamento não pode dar erradio. Se isso acontecesse, iridio emboro urânio de raiva. Espero que você não tenha tido mais contato com o Hélio (que é um nobre!), nem com o Tulio e nem com os estrangeiros (Germanio, Polonio e Francio).
Esses casos devem sofrer uma neutralização ou, pelo menos, uma grande diluição.
Antes de deitar-me, ainda com o abajur acesio, descalcio meus sapatos e mercúrio no silício da noite, pensando no nosso amor que está acarbono e sinto-me sódio. Gostaria de deslocar este equilíbrio e fazer com que tudo voltasse a normalidade inicial. Sem você minha vida teria uma densidade desprezível, seria praticamente um vácuo perfeito. Você é a luz que me alumínio e estou triste porque atualmente nosso relacionamento possui PH maior que 7, isto é, está naquela base.
Saiba, Valência, que não sais do meu pensamento, em todas as suas camadas.
Simplíssimo Simplório da Simplicidade Simples "

Meu querido marido...
Estou lhe mandando esta pela internet, para ter certeza de que você a lerá. Desculpe-me a intromissão, mais creio que você deve saber o que está acontecendo em casa desde que seu computador entrou em nossas vidas há dois anos. As crianças estão bem. Pedrinho está com sete anos agora e está um garotão. Ele desenvolveu uma habilidade nas artes. Ele pintou um quadro da família para um trabalho na escola, e todos estão muito realistas. Tuas costas estão PERFEITAS. Você vai se orgulhar dele.
Sandrinha fez três anos em maio. Ela se parece muito com você nessa idade. Ela é linda e inteligente. Ela sempre lembra que você passou uma tarde inteira conosco no seu último aniversário. Que dia lindo para ela, mesmo levando em conta que tinha dado uma tempestade e faltou luz.
Eu estou bem. Eu tingi o cabelo de loiro no ano passado e descobri que é muito mais divertido. Jorge, isto é, o Sr. Jorge, o chefe do departamento, se interessou, digamos assim, pela minha carreira e está sendo um grande amigo.
Descobri que as tarefas domésticas ficaram muito mais fáceis depois que percebi que você não se importa que passe o aspirador em você, e que travesseiro de penas te faz roncar. A casa está legal. Mandei pintar a sala no verão, tenho certeza que você percebeu. Tomei cuidado para que os pintores cortassem um buraco na capa de proteção para não te perturbar.
Bem, querido, preciso ir. O Jorge, isto é, o Sr. Jorge, quero dizer, está nos levando para Campos do Jordão e preciso arrumar as malas. Pedi para a empregada cuidar das suas coisas, te levar café e as refeições na tua mesa, como você gosta. Espero que você e o computador se dêem bem enquanto estivermos fora. Pedrinho, Sandrinha e eu pensamos muito em você. Lembre-se de nós quando estiver tirando seu backup.
Beijos,
Sua esposa. "
 
- Visite www.apdobanespa.com

Nº 123642   -    enviada por     Álvaro Pozzetti de Oliveira   -   Bauru/     em   19/06/2016


|   voltar |
Recomende este site a colegas banespianos da ativa, aposentados e pensionistas

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome do seu amigo:
Em caso de vários E-mails, separá-los por vírgulas.
E-mail(s) do(s) seu(s) amigo(s):

.
APdo Banespa - Bancários aposentados - direitos - justiça
Para qualquer contato utilize este e-mail: ----> pozzetti@gmail.com

Atualmente temos 3713 cadastrados no site
Verifique se você está cadastrado(a) no APdoBanespa

Insira seu
Não está?
Então, preencha o formulário abaixo
para cadastrar-se e participar de um seleto grupo de
Banespianos Aposentados, Pensionistas e da Ativa.



Cadastro de Participantes do APdoBanespa


Ex: 00 0000 0000

Ex: São Paulo/SP
<== AAAA-MM-DD
Ex: Maceió/AL
Ex: 1966/1996



               


  | Relação de participantes   | Voltar  |


Comentários para você ver

Atualmente somos 3713 cadastrados no site. - Clique abaixo para se cadastrar!

Cadastre-se no APdoBanespa, o Site dos Banespianos! clique aqui e cadastre-se!

Tô ferrado, Tô ferrado Veja as rimas e/ou clique aqui e envie as suas quadrinhas!


Para participar clique aqui e Cadastre-se

Adicione Apdobanespa aos favoritos

Faça do APdoBanespa a sua página inicial: ---> Clique aqui!

 | Principal  | Notícias Anteriores  | Objetivo  | Participantes  | Ler Dort  |
 | Classificados  | Dicas  | Mensagens Músicas Receitas  | Afabans  | Fotos  |
 | E-mail@APdoBanespa  | Cadastro  |