Cadastre-se no APdoBanespa - É GRÁTIS - Clique aqui

                                   
DICAS DE SAÚDE
DICAS DE SAÚDE
DICAS DE SAÚDE


Benefícios do Mel Para a Saúde
Enviada em 16/12/2018 por     Álvaro Pozzetti de Oliveira

A maior parte das receitas medicinais populares leva mel e isso não é por acaso. A substância produzida pela abelhas a partir do néctar das flores não só é um doce natural como também possui benefícios importantes para a nossa saúde.
Por conter sais minerais, como ferro, magnésio, cálcio e fósforo, vitaminas e antioxidantes, o mel ajuda a manter o bom funcionamento do organismo, além de prevenir doenças. Ele também é mais saudável que o açúcar, que geralmente não contém esses nutrientes todos. Ainda assim, deve ser consumido com cuidado para evitar o sobrepeso e outros problemas como o diabetes.
Abaixo seguem algumas das principais propriedades benéficas do mel. Veja como ele pode ajudar a melhorar doenças respiratórias, prisão de ventre e até mesmo o estresse!

Dor de Garganta

Você certamente já ouviu a recomendação de uma colherzinha de mel para combater a dor de garganta. Essa indicação popular faz sentido, já que o mel tem ação antimicrobiana.
A explicação para esse benefício está em três principais características do mel: o pH abaixo, que dificulta o crescimento de microrganismos; o baixo teor de água, que também não proporciona um ambiente favorável para bactérias; e, por fim, o ácido glucônico, que participa da formação do peróxido de hidrogênio (água oxigenada), um antibiótico natural.
Por isso, o consumo do mel pode ajudar no tratamento das dores de garganta causadas por presença de bactérias. Mas não adianta só tomar mel sem procurar um médico para que as causas da doença sejam combatidas.

Mel: um santo remédio
Doenças Respiratórias

Não é só a dor de gargante que é causada por bactérias. Outros problemas de saúde, como a pneumonia e a sinusite, também surgem com a presença desses microrganismos. Alguns estudos mostram que as bactérias causadoras de doenças respiratórias são sensíveis a ação antibiótica do mel. Mais uma vez, isso não significa que o mel vá resolver todos os problemas. Em muitos casos, o médico poderá aconselhar o uso de medicamentos para combater a infecção.
Outro benefício do mel para as doenças respiratórias é seu potencial expectorante. Por ser mais espesso, ele ajuda a limpar o catarro das vias aéreas, melhorando alguns sintomas como a tosse. Ele também atenua a dor e a irritação na garganta. A dica é consumi-lo juntamente com o tratamento indicado pelo especialista.
Gripes e resfriados também são outras doenças que o mel pode ajudar bastante. O chá de alho, limão e mel é uma ótima pedida, assim como o xarope de agrião com mel.

Trânsito Intestinal

O funcionamento do intestino interfere no humor, nas medidas e também na prevenção de doenças. Por isso, é fundamental que mantenhamos o bom trânsito intestinal. A boa notícia, no caso do mel, é que ele é um alimento do probiótico, ou seja, que ajuda na manutenção da flora intestinal.
Falamos antes das bactérias que podem ser prejudiciais para o corpo humano, mas existem também aquelas que são benéficas. A boa microbiota realiza a transformação das fibras não digeridas pelo organismo em ácidos graxos de cadeia curta. Com isso, alguns microrganismos nocivos são impedidos de invadir a corrente sanguínea. A flora intestinal também fortalece as defesas do organismo porque serve como um teste para os “soldados” do nosso sangue.
Por fim, é preciso destacar que as bactérias presentes no intestino melhoram o trânsito intestinal porque contribuem para consistência normal do bolo fecal.

Cicatrizante Natural

Já falamos aqui no blog sobre alguns benefícios do mel para a pele. Por ser rico em antioxidantes, o mel previne o envelhecimento precoce das células da derme, deixando-a mais jovem e saudável. Os benefícios podem ser obtidos tanto pelo consumo na alimentação quanto pela aplicação direta sobre a pele com cremes e máscaras.
O mel também é um cicatrizante natural. Esse efeito benéfico foi comprovado pelaUniversidade de Ouagadougou, em Burkina Faso. Por isso, o uso do mel é indicado para queimaduras, feridas e úlceras. Quem sofre com as espinhas também pode aplicar o mel sobre o rosto para evitar a formação de cicatrizes e manchas.

Antioxidante

O mel, como dissemos antes, contém boas quantidades de substâncias antioxidantes. Como o processo de oxidação está ligado a várias doenças, como o Alzheimer, os tumores e os problemas cardiovasculares, o consumo do mel pode ser muito importante para prevenir esses males.
A explicação para esse efeito está na presença de substâncias como os flavonoides, o ácio fenólico, o ácio glucônico e os carotenoides. Quanto mais puro for o mel, maiores são as chances dele atuar no combate a doenças.
Calmante

O mel é fonte de um carboidrato chamado triptofano, que participa da produção de serotonina. Para quem não sabe, a serotonina é neurotransmissor responsável pelas sensações de bem estar, tranquilidade e prazer. Como o triptofano é um precursor da serotonina, comer mel faz com que os níveis de estresse e ansiedade caiam naturalmente.
O mel também ajuda a melhorar a qualidade do sono. Adoçar um chá calmante com mel antes de dormir pode ser uma boa pedida para quem anda cansado demais e dormindo mal. Só não vale exagerar muito, porque o açúcar pode causar agitação e atrapalhar todo o efeito dos triptofanos.


Dicas de Informática


Dicas Diversas






Curiosidades









Dicas de Saúde


Comentários para você ver

Atualmente somos 3717 cadastrados no site. - Clique abaixo para se cadastrar!

Cadastre-se no APdoBanespa, o Site dos Banespianos! clique aqui e cadastre-se!

Tô ferrado, Tô ferrado Veja as rimas e/ou clique aqui e envie as suas quadrinhas!


Para participar clique aqui e Cadastre-se

Adicione Apdobanespa aos favoritos

Faça do APdoBanespa a sua página inicial: ---> Clique aqui!

 | Principal  | Notícias Anteriores  | Objetivo  | Participantes  | Ler Dort  |
 | Classificados  | Dicas  | Mensagens Músicas Receitas  | Afabans  | Fotos  |
 | E-mail@APdoBanespa  | Cadastro  |