APdo Banespa - Bancários aposentados - direitos - justiça
Cadastre-se no APdoBanespa - É GRÁTIS - Clique aqui



COMENTÁRIOS ENVIADOS POR COLEGAS, SOBRE
AS NOTÍCIAS POSTADAS NESTE SITE


| Participe você também! | Comente! |
| Últimos 834 Comentários | Ver Anteriores |

  145709 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Olha, quem me conhece sabe que poucos viveram e contribuíram tanto para que o ambiente de trabalho e lazer no Banespa fosse o mais aconchegante possível. Ao longo de todo o meu tempo de serviço fui considerado sempre uma espécie de "bombeiro", atuando com muito afinco na perseguição da harmonia e companheirismo entre colegas e familiares. Éramos realmente uma família. Mas este é apenas um lado da vivência profissional que pode existir em qualquer empresa, não significando que por isso o patrão é um santo, como alguns imaginam. Na verdade o Banespa foi um bom empregador, mas cometeu contra todos nós uma injustiça imperdoável, nos deixando problemas sérios quando de sua privatização e que poderiam ter sido evitados. Ou o colega está satisfeito com a herança recebida? Não tenho a mais mínima saudade do banco. Tenho muita sim mas da amizade, convivência, companheirismo etc. que existia entre nós. Nonato-Teresina.

  13/07/2018 - 21:06 -   |   Comentar  |   



  145708 - ANTONIO APARECIDO PAGLIUSO   Taquaritinga

Prezados colegas.Achei, no mínimo estranho o resultado apresentado pelo plebiscito da Cabesp. No dia 10, o presidente da afaban, Araraquara, me ligou, dizendo que precisávamos aprovar porque a situação poderia ficar bem pior.Disse, ainda, que somos mais ou menos 22.000 associados e que seriam necessários mais de 11.000 votos sim, isto é 50% mais
um para aprovação.De acordo com os números apresentados, observa-se que foram computados apenas os votantes, não se apresentando, abstenções, nulos e brancos.
Alguém pode me explicar o fato.

  12/07/2018 - 18:58 -   |   Comentar  |   



  145707 - wolnei messias   são bernardo do campo/sp

Peço minha humilde licença aos colegas Galvão e Pericles, só refrescar a memória.
O falecido ex-governador de São Paulo disse há tempos atras lá em 20/11/200 em entrevista a Radio CBN, que foi usado como bobe expiatório no escandalo do Banespa. Segundo ele, na ocasião o Banco Central definiu o caminho de Privatizar Bancos Estaduais e, para justificar isso, usou a gestão dele.
"Todo mundo sabe que no Ministério da Fazenda, o ministro Pedro Malan tinha mais interesse em Wall Street do que no povo brasileiro.
Quércia havia afirmado que o único empréstimo que fez durante o seu governo foi após o plano Collor quando, segundo ele, a arrecadação tributária do Estado foi reduzida "mas o empréstimo foi feito com autorização do Banco Central e do Senado, garantiu.
Em 1994, o Banco Central decretou intervenção administrativa no Banespa.
Começou aí uma briga na Justiça, para provar a responsabilidade de Quércia, Fleury, dois Diretores do Banespa, (Carlos Augusto Meimberg e Saulo Rodrigues), além de outros dirigentes, denunciados por gestão temerária e fraudulenta.
Um relatório feito pelo BC, de 12 mil páginas, mostrava que Quércia e Fleury usaram o Banespa pioliticamente, o que teria sido uma das principais causas da quebra do Banco. O inquérito BC apontava que as AROS realizadas no final do governo Quércia representavam parte substancial das dívidas do Estado com o Banespa. Em Dezembro de 94, segundo os documentos do BC, a dívida das AROS chegavam a US$ 3,327 bilhgões, o equivalente a 30% do volume total, de US$ 11,127 bilhões.
O relatório BC dizia ainda que ao longo das gestões de Quércia e de Fleury, o Banespa foi transformado num Banco para os negócios do Estado, obrigado a suportar a necessidade de financiamento do Governo e de suas Emprêsas. Em Maio de 92, segundo o documento, Governo Paulista e Banespa fecharam um acôrdo referente às dívidas do Estado e suas Estatais com o Banespa.
Esse acôrdo, com o Governo Federal e o BC, renegociou a dívida de US$ 3,4 bilhões por 12 anos com os juros previstos no acôrdo, e considerado o saldo devedor de US$ 11,1 bilhões em 31 de Dezembro de 94, Covas deveria estar pagando cerca de US$ 600 milhões por mês. O valor representava mais da metade da arrecação Estadual com ICMS de cerca de US$ 1 bilhão por mês.
O final de Março de 1996 o Ministério Público Estadual pediu o bloqueio dos bens de Quércia e Fleury e de 105 ex-administradores do Banco.
O embargo do patrimonio dos acusados visava garantir o ressarcimento de prejuízos sofridos pelo Banco
As perdas em valores atualizados naquela epoca até Dezembro de 94, somavam R$ 2,8 bilhões e eram relativas a concessões de empréstimos especiais a pessoas físicas e jurídicas.

  12/07/2018 - 16:59 -   |   Comentar  |   



  145706 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Com. 699- Olha meu caro Péricles, aceito sem qualquer objeção as suas críticas. Só lamento que seus óculos não tenham captado a ressalva que antecipadamente fiz quanto ao que o colega escreveu sobre a privatização do Banespa. Quando digo que "não importa a forma como aconteceu, quem se beneficiou, foi omisso, etc", estou dizendo que o resultado, por qualquer dos caminhos trilhados, envolvendo quem quer que seja, foi desastroso para todos nós. Suas estatísticas, isenção de culpa, dados sobre decisões, datas, órgãos envolvidos, etc., não mudam absolutamente nada, ficando o banco sempre no centro de tudo. Foi o que antecipadamente ressalvei, entendendo que neste particular e com todo o respeito, o nobre colega perdeu por completo o seu latim. No mínimo choveu no molhado. Mas acontece. Eu também cometo este tipo de gafe. É chato, mas fazer o que. Abraços, Nonato-Teresina.

  12/07/2018 - 16:49 -   |   Comentar  |   



  145705 - Antônio Pelegrino   Cafelândia -SP



Consulta da Movimentação Número : 64

PROCESSO


0022941-30.2015.4.03.6100




Autos com (Conclusão) ao Juiz em 15/05/2018 p/ Despacho/Decisão




*** Sentença/Despacho/Decisão/Ato Ordinátorio





Fl. 760: defiro à AFABESP o prazo requerido de 40 (quarenta) dias.
I.




Intimação em Secretaria em : 16/05/2018




Em decorrência dos autos estão a disposição / foram remetidos/ estão AUTOR OU EQUIVALENTE (PARTE ATIVA) para VISTA ( Sem contagem de tempo )

Disponível


16/05/2018

Recebido


11/07/2018

Devolvido


11/07/2018

Retorno


11/07/2018

  12/07/2018 - 16:12 -   |   Comentar  |   



  145704 - Antônio Pelegrino   Cafelândia -SP

Pela primeira vez que eu saiba, o TJSP não disponibilizou dinheiro para pagamento de Precatórios no mês de junho/2018. Há uma notícia que estão aumentando a parte física para acelerar o pagamento de precatórios. Como deixaram de cumprir no passado inúmeras ações é difícil acreditar senão esperar mais postergação em conluio.

  12/07/2018 - 16:03 -   |   Comentar  |   



  145703 - Felice Maniaci   São Miguel Arcanjo-sp

Com.146699 Parabéns Pericles você deu uma verdadeira aula de história ,foi exatamente isso que aconteceu com nosso querido Banespa.

  12/07/2018 - 15:55 -   |   Comentar  |   



  145702 - Felice Maniaci   São Miguel Arcanjo-sp

Com.146699 Parabéns Pericles você deu uma verdadeira aula de história ,foi exatamente isso que aconteceu com nosso querido Banespa.

  12/07/2018 - 15:55 -   |   Comentar  |   



  145701 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Será que ontem o Santander estourou muita champagne. Será que estavam convidados afabesp afubesp abesprev sindicato e etc?
Acho que a presidente da Cabesp até ganhou uma taça de ouro.

  12/07/2018 - 15:29 -   |   Comentar  |   



  145699 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega e indefectível patrono, de treis, uma, ou vc nunca trabalhou no Banespa, ou vc trabalhou, mas, talvez, em não sendo bem sucedido, odeia-o e a todos os banespianos, ou trabalhou mas não tem memória, não sabe da nossa história. Se não vejamos:
1. Quem nos LESOU NÃO foi o Banespa! O Banespa existiu até 31.12.1994 e, a partir daí, até 20.11.2000 não era mais Banespa, mas o Banco Central, ajeitando-o para o Satander, em RAET (Regime de Administração Especial Temporária). Todos sabemos que o BC é uma autarquia federal, integrante do Sistema Financeiro Nacional, vinculado ao Ministério da Fazenda, portanto uma instituição eminentemente política. Então, quem nos IGNOROU em nossos direitos trabalhistas, por ocasião da privatização, NÃO foi o Banespa, mas o BC.
2. A nossa gratificação NÃO foi abolida pelo Banespa, mas pelo BC. Dizem os autos na ação das gratificações, que o BC alegou prejuízo no segundo semestre de 1.994, no ano de 1.995 e no primeiro semestre de 1.996. Por sorte nossa, a partir daí, voltou a dar lucro e o BC pagou aos aposentados e pensionistas, no segundo semestre de 1.996 uma "gorjeta" de 15%. Baseado nisso e noutras premissas, a Justiça condenou o Satander a nos pagar as gratificações.
3. A NEGOCIAÇÃO CAPENGA NÃO foi feita pela instituição Banespa, mas pelos burocratas do BC, mancomunados com corruptos politicos. Preparando a entrega "sondada e encomendada" ao Satander, às vésperas do leilão (20.11.2000), em 19.06.2000, o governo editou a MP 1.974, depois convertida na lei 10.179/2001, em 6.2.2001, autorizando a permuta dos títulos federais INALIENÁVEIS, garantidores das aposentadorias e pensões dos funcionários do Banespa, emitidos pelo Tesouro Nacional em cumprimento à Resolução 118/97 do Senado Federal, por certificados financeiros ALIENÁVEIS, estes depois entregues ao Satander. Essa autorização da substituição ocorreu formalmente, em 14/ago/2000, por meio da Portaria 386/2000, da Secretaria do Tesouro Nacional. Todos sabemos que, logo em seguida, em 20.11.2000, o Banespa foi entregue (de graça) ao Satander. Portanto, a forma como isso ocorreu, quem se beneficiou, se omitiu, compactou, sabemos muito bem, talvez só vc não, e IMPORTA muito.
4. Se vc não gosta, por seus motivos, do "glorioso" Banespa, não tem boas recordações do "queridinho" Banespa, queira, pelo menos bem aos seus ex-colegas, tratando-os com o devido respeito a todos devido.
5. Um forte abraço.

  12/07/2018 - 13:40 -   |   Comentar  |   



  145698 - Archimedes Schuindt Grion   Campinas /sp

Porto, você disse tudo o que nosso "colega" Nonato estava merecendo. Meus parabéns.

  12/07/2018 - 12:09 -   |   Comentar  |   



  145697 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis - SP

Nonato – Teresina

Este é um site que, na sua essência, é destinado àqueles que você rotulou de “saudosistas bestas”.
Assim sendo, em não sendo você um “saudosista besta”, com todo respeito que um banespiano nos merece, acho justo perguntar-lhe:
Por que você insiste em continuar frequentando-o?
Qual o seu objetivo? Provar que só você está certo e que o resto está errado?
Será isso!?

Me desculpe, colega, mas o mínimo para que você devia atentar é o fato de que está se manifestando num grupo que preza o direito de ostentar o orgulho de ser BANESPIANO e, se não sente isso, tenho que lhe dizer que “ESTÁ NO LUGAR ERRADO”. O que talvez você não entendeu é que o Banespa de quem guarda tanta mágoa não é o mesmo Banespa de quem nós outros recordamos com carinho. O “seu” Banespa é apenas uma ‘pessoa jurídica’, algo abstrato. O “nosso” Banespa é uma coisa concreta, o nosso segundo lar, onde passamos grande parte das nossas vidas e onde fizemos amizades que perduram até os dias de hoje.

Bem diferentes!

  12/07/2018 - 11:57 -   |   Comentar  |   



  145696 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Colega Alis. Quem nos lesou não foi o Santander mas sim o "glorioso" Banespa, que praticamente nos ignorou na privatização, deixando todos a ver navios em relação a alguns direitos trabalhistas. A nossa gratificação, por exemplo, foi ilegalmente abolida pelo queridinho. Ainda bem que a justiça está corrigindo esta baita sacanagem, depois de muito sofrimento e com total incerteza quanto à efetiva quitação quando tudo concluído. Na verdade o que o Santander sempre fez foi tirar o máximo de proveito de uma negociação capenga, que só pendeu para um lado, no caso o dele. E não adianta os saudosistas bestas ficarem culpando os políticos. Quem se entregou de corpo e alma aos espanhóis, se esquecendo daqueles que a construíram, foi a instituição Banespa. A forma como isto aconteceu, quem se beneficiou, se omitiu, compactuou, etc., pouco importa. O certo é que hoje só nos resta amargar tudo resignadamente, já que não temos mais o que fazer. Nonato-Teresina.

  12/07/2018 - 11:03 -   |   Comentar  |   



  145695 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Salvo ledo engano, os mantenedores devem ter computado como "sim" todas as abstenções, como no julgamento virtual do plenário da Corte.

  12/07/2018 - 10:52 -   |   Comentar  |   



  145694 - ANTONIO CARLOS CASCAES   São José

Estou comunicando uma pequena alteração no meu email eu informei no cadastro que era acascaes@yahoo.com.br mas o correto é sem o br no final ok assim acascaes@yahoo.com peço por favor que alterem obrigado

  12/07/2018 - 21:10 -   |   Comentar  |   



  145693 - Antonio Carlos Medeiros Leitão   Rio de Janeiro-RJ

A verdade que o Sim foi o grande vitorioso e por longa vantagem,portanto não houve fraude.Vida que segue..

  11/07/2018 - 20:15 -   |   Comentar  |   



  145692 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Raimundo nonato , você está completamente enganado a nosso respeito. O que não queremos aceitar e ser mais uma vez lesados pelo Santander como já fomos , e nossas associações não nos ampararam como deveriam

  11/07/2018 - 16:52 -   |   Comentar  |   



  145691 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Raimundo nonato, você está completamente errado a nosso respeito.sabemos perder, o que não queremos aceitar são os erros desta alteração.E já fomos muito pesados pelosantander e é quando as nossas associações nos orientaram corretamente?9

  11/07/2018 - 16:47 -   |   Comentar  |   



  145689 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Divulgado o resultado do plebiscito lá vem o chororô dos radicais perdedores, tal como de há muito previ. Nós temos muitos democratas só de "bico". Nenhum aceita a vontade maior dos contrários. Esperem deles muitos agouros sobre o futuro da Cabesp. É a turma do "ou é do meu jeito ou vai dar tudo errado". Nonato-Teresina.

  11/07/2018 - 15:59 -   |   Comentar  |   



  145688 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO



QUAL ESTA CERTO : NÃO HOUVE ABSTENÇÕES EM NENHUM DOS DOIS ?

Na eleição :*************************************************
Posição da apuração Quantidade de cédulas apuradas:
11.659 restante para apuração: 0 Percentual de apuração realizada: 100,00%

PLEBISCITO : *****************************************
Total de votos: 12.673
Votos favoráveis à Reforma Estatutária: 9.746 (77%)
Votos contrários à Reforma Estatutária: 2.927 (23%)

  11/07/2018 - 14:12 -   |   Comentar  |   



  145687 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

SAIU O RESULTADO:
SIM - 9.746 votos - 77%
NÃO - 2.927 votos - 23%

  11/07/2018 - 12:32 -   |   Comentar  |   



  145686 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO


Plebiscito Cabesp 2018 - APROVADA A REFORMA ESTATUTÁRIA DA CABESP
Atualizado em: 11/07/2018 **************************************
Prezado Associado,
Comunicamos a aprovação da Reforma Estatutária da Cabesp, mediante realização de Plebiscito, no período de 30 de junho a 10 de julho de 2018, conforme resultado final:
Total de votos: 12.673
Votos favoráveis à Reforma Estatutária: 9.746 (77%)
Votos contrários à Reforma Estatutária: 2.927 (23%)

A Proposta aprovada pelos associados será encaminhada nesta data ao Banco Santander(Brasil) S.A, em cumprimento ao artigo 38, § 2º do Estatuto, para referendo.

Informamos que todo o processo de votação foi auditado pela Galegale & Associados.

Agradecemos a todos pela participação!

  11/07/2018 - 12:30 -   |   Comentar  |   



  145685 - José Roberto Barin   Campinas-SP

Colegas, esse comentário do Rubens, de Mirassol, abaixo, é MUITO SÉRIO!!! Como o próprio banco divulga, e alerta incansavelmente, no intuito de se evitar fraudes, a SENHA É PESSOAL E INTRANSFERÍVEL??? Como pode a Afa ban receber a senha dele e votar por ele? Meu Deus! Mas que maracutaia !!! Esse plebiscito é passível de anulação urgente!!!

145679 - Rubens José de Freitas Mirassol-SP
Tudo está indicando que esse plebiscito é uma armadilha. PRIMEIRO porque a minha senha e de outros que consultei não foram enviadas para a pessoa que iria votar, mas sim para as AFABANS, que estão TRABALHANDO para o "SIM" juntamente com AFABESP e AFUBESP.
SEGUNDO, um aposentado foi votar e informaram que já havia votado, quando não tinha. Pedi que entrasse em contato com a AFABAN e informaram que já haviam votado por ele.
TERCEIRO, tentei votar por telefone e recusaram o número do meu CPF, dizendo que era inválido. Disquei mais duas vezes, inclusive pedi que minha esposa conferisse número por número e recebi a mesma resposta nas duas. Pela internet eu consegui votar.
Pergunto, para que tanta dificuldade? Porque não enviaram a senha para mim?

  11/07/2018 - 12:23 -   |   Comentar  |   



  145684 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Acho que a grande maioria se deixou levar pela chantagem emocional.

  11/07/2018 - 12:08 -   |   Comentar  |   



  145683 - adelia mauricio silva   Divinópolis

OXALÁ a paródia "O Gato e o Rato" não tenha lugar no temor do aposentado banespiano, que leva consigo o gosto amargo que sofre da injustiça. "Vão-se os anéis, ficam os dedos", dizem alguns. Entretanto, pior seria, caso o "conto da ratoeira" se instalasse entre nós. Portanto, deixo aqui, de pronto, meu desejo:-Tenhamos solidariedade para um final menos amargo.

  11/07/2018 - 11:01 -   |   Comentar  |   



  145682 - Marcos Aurélio Pinto   Vinhedo/SP

É bom deixar registrada a responsabilidade individual de cada um que votar no NÃO pelo encerramento das atividades da CABESP por volta de 2040, quando entao ficarão cerca de 17.000 pessoas desassistidas, salvo se cada um pagar no valor presente uma mensalidade de R$ 3.500,00 a outro plano de saúde.
Essa responsabilidade eu não vou levar comigo, até porque a CABESP foi concebida dentro do princípio da solidariedade e do mutualismo, onde todos pagam um percentual único sobre o rendimento com direito a idêntica assistência. Valendo-me desse princípio foi que votei no SIM, pensando não em mim que tenho 72 anos e em 2040 dificilmente estarei presente, mas pensando nas 17 mil vidas que, tomará, estejam nesse mundo usufruindo o prazer de viver.
Pugno pelo SIM, como ato de solidariedade, altruísmo e coleguismo com os companheiros que sobreviverão a 2040.
Pense nisso e durmam tranquilos.
Marcos Aurélio Pinto


7 de jul de 2018, à(s) 10:52, Carlos alberto rodrigues dos Santos escreveu:
Prezado Marcos Aurélio sempre o tive em alta conta mais essa divulgação sua se isentando de responsabilidades e transferindo-a para os que aderiram ao NÃO me soa como coação. Quer queira ou não vc sempre será responsável por ter sido um dos "doze apóstolos " das reuniões decisas sobre a Cabesp. Carlos alberto rodrigues dos Santos

Colegas Banespianos.
Votação encerrada a pouco e agora vamos aguardar o resultado. Seja qual for o resultado do plebiscito competem as Associações continuar acompanhando o ativo e passivo da CABESP para que medidas sejam implementadas na manutenção do necessário equilíbrio entre receitas e despesas.
Se ficar constatado a necessidade de ser realizado um estudo atuarial em paralelo, caso pairem dúvidas ao levantamento do oficial, as associações com certeza, unidas que estão nessa luta, irão pugnar e realizar o referido estudo paralelo.
Unidos estamos em torno de um só propósito “perenidade da Cabesp” e assim permaneceremos!
Marcos Aurélio Pinto
11 de jul de 2018 06:06 Caro Marcos Aurélio e demais colegas, Como este mundo é feito de hipocrisias, desilusões, promessas! Como se vivessemos sempre o surreal, sempre no futuro. Desde criança ouço dizer que o Brasil é o país do futuro. Infelizmente, hoje constato que quando o futuro chegar, estaremos todos no além, e a venda dessa ilusão só interessa a quem vive o Brasil no presente, no dia a dia, com muito poder de mando e aquisitivo, fazendo sempre o que pretender realizar! É o que vejo na promessa de que, doravante (sic), se for necessário um estudo atuarial em paralelo, as associações irão realizar o referido estudo paralelo, como se já não lhes sobrasse tempo e dinheiro para isso! Depois que a "Inês é morta", depois que a "vaca for pro brejo", irão atrás do estudo atuarial em paralelo! Durma-se com um barulho desses. Nem Salvador Dalli seria mais surrealista. Um forte abraço a todos. Péricles.

  11/07/2018 - 10:31 -   |   Comentar  |   



  145681 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

É, parecia que eu já tinha visto este filme. Em 01.07.18 em meu comentário 145564 eu disse:

"Agora, sim, há um momento mais realístico, e, espera-se o NÃO, NÃO, NÃO, seja vitorioso, caso não haja manipulação de votos."

Agora, em 11.07.18 o comentário 145679 do colega Rubem mostra a face dos golpes.

Golpes estes que já foram cometidos quando do recebimento do convite para participarem das rodadas de negociações. Das duas, uma foi o real procedimento adotado: segundo os renomados no mundo da Psicologia dizem que Percepção é: é conhecer através dos sentidos, objetos e situações. Então esses que se julgaram experientes, percebem bem os envolvimentos em que se meteram " ou " nem sensações - isto é : o mecanismo neurofisiológico que possibilita a condução do estímulo aos centros nervosos. Então não deve ter havido percepção, pois não há percepção sem sensação, podendo haver só sensação sem percepção.

A outra, penso que é uma falta de consideração total quanto as vidas de seus clientes vulneráveis. A isto, com certeza um dia Deus irá cobrar.

Espero que seja a primeira, pois todos possuem o direito de errar, mesmo que inconscientes.

Porém, quando o colega relata no comentário 145679 sobre manipulação de senhas e de votos, fica difícil para se viver dentro dessa ambiência. Só Jesus colegas. Abraços.

  11/07/2018 - 10:16 -   |   Comentar  |   



  145680 - Antônio Pelegrino   Cafelândia -SP

Estranho essa forma anti democrática de nos induzir a votar sim. Pelo que sei sempre pediram a maioria que votassem a favor de quem sempre nos traiu e uma minoria foi contemplada sem que essa maioria soubesse. Votei não, mas não pelo aumento da coparticipação, mas por outras mudanças que advirão outras até que partimos ao além. Não desanimem, vencer o desânimo é uma decisão pessoal. Surgem as tristezas durante a vida: traumas e marcas, situações que não aceitamos e que ferem profundamente nosso ânimo. Continuem caminhando de cabeças erguidas e corações fechados para não sentirem as dores das injustiças. O acontecimento feliz da Tailândia parece coisa da mídia, mas não é. É em exemplo de finalidade da globalização. Levar tecnologias melhor IDH aos países que sofrem com a pobreza e não se instalarem e procurar desrespeitar as leis promovendo esvaziar as riquezas e deixar a miséria como estão fazendo muitas multinacionais presentes em nossa país.

  11/07/2018 - 23:38 -   |   Comentar  |   



  145679 - Rubens José de Freitas   Mirassol-SP

Tudo está indicando que esse plebiscito é uma armadilha. PRIMEIRO porque a minha senha e de outros que consultei não foram enviadas para a pessoa que iria votar, mas sim para as AFABANS, que estão TRABALHANDO para o "SIM" juntamente com AFABESP e AFUBESP.
SEGUNDO, um aposentado foi votar e informaram que já havia votado, quando não tinha. Pedi que entrasse em contato com a AFABAN e informaram que já haviam votado por ele.
TERCEIRO, tentei votar por telefone e recusaram o número do meu CPF, dizendo que era inválido. Disquei mais duas vezes, inclusive pedi que minha esposa conferisse número por número e recebi a mesma resposta nas duas. Pela internet eu consegui votar.
Pergunto, para que tanta dificuldade? Porque não enviaram a senha para mim?

  11/07/2018 - 22:33 -   |   Comentar  |   



  145678 - ORLY GUERA   Vila Velha - ES

145649 - Carlos Ivan

Carlos Ivan, no BRASIL, a LEI não vale para o BANCO ESPANHOL SANTANDER. ELE FAZ A LEI.
Desde 28-novembro-2001, quando o ex-presidente do TST, ALMIR PAZZIANOTTO, aquele advogado sindical dos METALÚRGICOS-SP, desmascarado pelo falecido governador de S.Paulo, FRANCO MONTORO, quando disse que ele fazia jogo duplo, assinou a ATA do REAJUSTE ZERO, e o santander passou a MANIPULAR a lei até hoje, e ponto final.

Essa história de que a JUSTIÇA É MOROSA, é mentira. A justiça no Brasil é comprada. A AFABESP sabe disso e o advogado PIZA disse para a afá ESCANDALIZAR nosso DRAMA. Mas, não sabemos o porquê de a afá não seguir o conselho do dr. Piza. Basta um desabafo na primeira página de jornal de domingo de SP. Até quando a afá vai curtir a MOROSIDADE da justiça?

Obs.: ando meio devagar; não tenho acompanhado as notícias.
----

  11/07/2018 - 21:47 -   |   Comentar  |   



  145677 - Carlos alberto rodrigues dos santos   Belo horizonte-mg

Tiago parabéns e obrigado pela informação.

  10/07/2018 - 17:11 -   |   Comentar  |   



  145676 - Tiago Muzzi   Belo Horizonte/MG

Prezado Sr. Carlos Alberto e demais colegas da AFABAN/BH,

É com grande satisfação, que venho noticiar mais uma vitória da equipe Muzzi, dessa vez no âmbito do Estado do Amazonas, uma vez que na presente data (10/07/2018) fora proferida uma sentença procedente para um ex-funcionário do Banespa, em Manaus/AM.

Atento que essa ação fora distribuída em 12/03/2018, para um aposentado, pleiteando as PLR’s dos exercícios imprescritos, ou seja, 2013 a 2017, nos mesmos moldes que o Banco pagou o pessoal da ativa, ou seja, utilizando a regra mais benéfica, que consiste em pegar o valor que o aposentado recebe à título de complementação de aposentadoria mais o valor do INSS, o resultado dessa soma, multiplicar por 2,2 e partir do resultado que encontrar dessa equação, somar a parcela adicional prevista no CCT de cada ano (2013, 2014, 2015, 2016 e 2017).

A audiência desse processo fora realizada em 14/05/2018, onde o aposentado, reclamante nessa ação, compareceu acompanhado por mim.

E, na presente data (10/07/2018) a juíza proferiu a sentença, condenando o Banco a pagar ao reclamante, com juros e correção monetária, PLR referente aos exercícios de2013 a 2017, no importe de 2,2 salários-base (valor pago pelo INSS somado ao da complementação), montante esse que deve ser acrescido dos valores referente às parcelas adicionais de cada ano.

No entanto, cumpre destacar que o Banco ainda está dentro do prazo para recorrer dessa decisão, mas estamos monitorando o processo de perto.

Por fim, importante dizer o quanto foi rápida a tramitação desse processo, levando em consideração a data da distribuição e a data da sentença.

E, mais caso o Banco não recorra, logo iniciará a fase de liquidação (cálculos).

No mais, qualquer outra novidade, mantemos vocês informados!

Muzzi e Advogados Associados
(31) 3281-5010

  10/07/2018 - 16:47 -   |   Comentar  |   



  145675 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega e erudito causídico Nonato - Teresina/PI -, com todo o respeito, o voto por plebiscito Não é assembleiar, NÃO é uma extensão daquela e NÃO é mais expressivo. Primeiro, porque uma Assembléia é um grupo de pessoas que, possuindo interêsses em comum, se reúne para deliberar, analisar, discutir e decidir sobre determinados assuntos. Essa Assembléia teve sua oportunidade de se realizar em 30.06, mas inexistiu, não foi instalada, por falta de quorum. Em segundo lugar, o plebiscito é uma convocação de governos antes da criação de uma norma (ato legislativo ou administrativo) e são os cidadãos, por intermédio do voto sim ou não, que vão aprovar ou não a questão que lhes for submetida, portanto não é uma extensão de uma assembléia. Em terceiro lugar, não é mais expressivo, pois, enquanto numa Assembléia para alterações estatutárias exige-se, no mínimo, para aprovação, os votos favoráveis da maioria dos associados adimplentes (10.131), num plebiscito aprova-se uma questão por maioria simples dos votantes, bastando para isso um simples 1 a zero ou um 2 a 1. Além disso, a possibilidade do plebiscito como forma de alteração estatutária consta do Estatuto da Cabesp (quando não deveria), mas NÃO do Código Civil. O atual art 38, par. 1º (que já deveria estar extinto), nunca foi contestado porque nos casos em que ocorreu nunca prejudicou nossas vidas tão excessivamente e indelevelmente, como pode ocorrer a partir de amanhã. Portanto, insigne jurista, creio que continuam em pé todas as minhas teses que me autorizam a votar e recomendar o NÃO, enquanto é tempo!

  10/07/2018 - 14:31 -   |   Comentar  |   



  145674 - adelia mauricio silva   Divinópolis

PESSOAL, é simplesmente um NOSTRADAMUS moderno, capitalista, de desejos meramente inconfessáveis. A bola de cristal denominada "estudos atuariais", a preverem ao final dos "próximos" CINQUENTA ANOS" o fim dos tempos da CABESP. O incrível é a maioria forjada por Associações e Sindicatos dar o seu aval(voto). Aviso: Não adianta chorar o leite derramado.

  10/07/2018 - 12:51 -   |   Comentar  |   



  145673 - José J. Amato   Mococa-SP

Pessoal, que Desastre: a Afaban me ligou e pediu prá votar sim. Não sou contra os aumentos, sou contra a mudança no Estatuto. Gostaria de saber o porque desta mudança? Acredito ser uma grande armação contra nós. Por isso votei NÂO e peço ao colega que ainda vai votar que
VOTE NÃO, VOTE NÃO, VOTE NÃO, VOTE NÃO, VOTE NÃO, VOTE NÃO...

  10/07/2018 - 11:52 -   |   Comentar  |   



  145672 - José J. Amato   Mococa-SP

Pessoal, que Desastre: a Afaban me ligou e pediu prá votar sim. Não sou contra os aumentos, sou contra a mudança no Estatuto. Gostaria de saber o porque desta mudança? Acredito ser uma grande armação contra nós. Por isso votei NÂO e peço aos colegas que ainda não votaram que
VOTEM NÃO, VOTEM NÃO, VOTEM NÃO, VOTEM NÃO, VOTEM NÃO, VOTEM NÃO...

  10/07/2018 - 11:47 -   |   Comentar  |   



  145671 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

respondendo ao colega 145668 - JOAO PEREIRA NETTO PEREIRAno - NOVA GRANADA

PODE VOTAR PELO TELEFONE liquem na CABESP 0800 722 2636 e pede a senha para cada um dos colegas que ainda não receberam e depois sigam as instruções abaixo:

IMPORTANTE:
Para votar você pode acessar o portal www.cabesp.com.br ou ligar no 0800 772 20 20 (gratuito) exclusivo para votação.
Basta seguir as instruções abaixo:
- Será solicitado seu CPF. Digite os 11 algarismos do seu CPF, incluindo os zeros à esquerda.
- Será solicitada sua senha. Digite ??????????? (a sua senha);
- Será solicitado que você faça sua escolha:
- Para indicar que você concorda com a alteração do estatuto, digite 1;
- Para indicar que você não concorda com a alteração, digite 3;
- Ouça a confirmação do seu voto e digite 5 ou 6 para corrigir.

  10/07/2018 - 10:44 -   |   Comentar  |   



  145670 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Com. 656 - Caro Péricles. Embora respeitando seu ponto de vista, ouso dele discordar. A um, porque o voto por plebiscito não deixa de ser assemblear, muito pelo contrário, já que uma extensão daquela e até mais expressivo; e, a dois, porque legalmente autorizado pela legislação, tanto assim que na Cabesp vige desde que fui fundada sem qualquer contestação. Abraços, Nonato-Teresina.

  10/07/2018 - 10:37 -   |   Comentar  |   



  145669 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Com. 661 - Prezado Cesar. Vc mesmo afirma que não sabe se está votando correto. Certamente esta é a situação de inúmeros outros colegas, pois afinal de contas o voto (qualquer que seja ele) é uma atitude de risco já que ninguém pode avaliar as suas consequências e desdobramentos futuros. Ocorre que a própria vida, por si só, já é um risco e temos que enfrentar os desafios que ela nos trás. Assim, temos que encarar essa escolha. Eu, pessoalmente, fiz uma análise das alterações propostas e, repetindo, não vi nenhuma assombração. Mas há os que analisam em cima do "se", e aí, como não poderia deixar de ser, surgem defeitos pra todo lado nas possíveis mudanças. Uma coisa porém está encasquetando a cabeça de muitos, como eu:- por qual motivo as nossas entidades representativas se uniram pelo SIM? Não me lembro de outra situação igual. Seria de bom alvitre que o pessoal do NÃO se manifestasse sobre esse ponto, antes do resultado, já que depois não faz sentido. Nonato-Teresina.

  10/07/2018 - 09:25 -   |   Comentar  |   



  145668 - JOAO PEREIRA NETTO PEREIRAno   NOVA GRANADA

Jose Milton, aqui em Nova Granada esta acontecendo que somos ll pessoas aposentada incluindo pensionistas, so a minha senha foi comunicado , na qual eu ja votei NAO, e outros que nao tem internet como fica, sem votar ?.

  10/07/2018 - 09:23 -   |   Comentar  |   



  145667 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

continuando -, sem que haja neste Estatuto, expressa disposição, como diz o art. 67º. E então? pensem nisso, e votem NÃO. Ainda dá tempo, amanhã poderá ser muito tarde. Com o NÃO, tudo fica como está, e haverá chance de uma nova "conversa". Muita saúde, boa sorte a todos nós e à Cabesp, e que Deus nos ajude!

  10/07/2018 - 05:32 -   |   Comentar  |   



  145666 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caros colegas, hoje, até as 23:59 hs, vc poderá votar. Eu já votei NÃO. Vote vc também NÃO. Ou vc quer entregar a Cabesp ao Satander? A Cabesp não era, mas agora pode ser uma Associação constituída na forma da LEGISLAÇÃO EM VIGOR, a partir de amanhã. Ora, a Cabesp tem 50 anos de existência. Amanhã poderão dizer: isto ou aquilo não vale, pois o que vale é a legislação em vigor. A Cabesp não tinha, mas agora poderá ter um PATROCINADOR PRINCIPAL. É o que reza o art. 1º. O quadro social da Cabesp, a partir de 16.09.2017, não será mais constituído por funcionários admitidos pela Cabesp, depois daquela data, mas poderão também associar-se os funcionários da ativa, advindos de empresas incorporadas ou integradas ao conglomerado Sandanter, ou seja, doravante, todo empregado de Banco ou qualquer outra empresa que o Satander comprar, conforme o art. 4º, inciso II e par. 4º. É caso de exclusão do associado do quadro social da Cabesp, o atraso, superior a sessenta dias, no pagamento de suas contribuições ou qualquer outra contraprestação financeira (coparticipação ou franquia), contado a partir da data do vencimento em aberto. É o que diz o art. 9º, inciso II. O art. 17º, que altera a alíquota da contribuição de 2,5% até 6%, está muito mal redigido, gerando muita confusão e incertezas. Uma nova redação, mais "enxuta" e precisa, poderá ser aceita. Embora já conste no Estatuto, o art. 37º, par. 1º, deveria ser extinto. Também, a partir de amanhã, o novo estatuto entrará em vigor, revogando-se as disposições em contrário, NÃO SUBSISTINDO QUALQUER DIREITO ANTERIORMENTE PREVISTO,

  10/07/2018 - 05:25 -   |   Comentar  |   



  145665 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Informo com pesar que comunico o falecimento do colega Nelson Fogolin. Trabalhou em Matriz (riscos), Dracena, Lins, Penápolis,Orlândia, Piracicaba e Santo Anastácio. Estava internado, com Diabetes e Pneumonia, no hospital 9 de julho, em Sao Paulo. Morou por um tempo aquiem Campo Grande, depois da aposentadoria, SERÁ SEPULTADO AMANHÃ ÀS 16:00 HS.EM PRESIDENTE EPITÁCIO.

  09/07/2018 - 20:34 -   |   Comentar  |   



  145664 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

AMANHÃ É O ÚLTIMO DIA DO PLEBISCITO PORTANTO VAMOS VOTAR NÃO

COLEGAS BANESPIANOS ALERTA GERAL VAMOS VOTAR NÃO! não
As nossas mensalidades estão normatizadas no estatuto desde 27 de junho de 1968,OU SEJA 50 ANOS sobre os valores percebidos pelos funcionários do BANCO, que nunca há atrasos, pois, são debitados em conta corrente no dia que sai o nosso pagamento.Portanto, quando sai os aumentos salariais automaticamente os 2,5% são debitados e assim sendo, se houver aumento para os funcionários, haverá aumento também nas mensalidades automaticamente. Também o banco cumprindo as nossas Leis e pagando os atrazados, a CABESP TERÁ O RECEBIMENTO AUTOMÁTICO DOS 2,5% , DO QUE VAMOS RECEBER E ASSIM A CAIXA RECEBERÁ UM BOM REFORÇO, basta o banco pagar o que nos deve e deixar de ficar recorrendo e prejudicando a todos banespianos.Agora, se aceitarmos essa mudança na norma e ainda mais que o poder economico consegue tudo, que quer na Justiça, ai poderá dizer que abrimos mãos de nossos direitos com a nova opção. Não é mesmo? Vocês lembram do que os juízes dizem : - " que quem optou relegou os direitos do regulameNto de pessoal anterior, e, quem não optou NÃO ABRIU MÃO DOS DIREITOS DO REGULAMENTO ANTERIOR E PORTANTO NÃO TEM DE RECEBER OS VALORES DAQUELES que optaram E estão recebendo quase o dobro do que, os que não optaram. Ai tivemos que recorrer à PROCURADORIA GERAL DO TRABALHO ATRAVÉS DO QUE FOI REALIZADO PELO PROCURADOR GERAL DR. OTÁVIO BRITO LOPES , JUNTO A PREVIC E AI FOMOS COLOCADOS NO PLANO V, E ATÉ HOJE ESTAMOS BRIGANDO NA JUSTIÇA PARA CONSEGUIRMOS RECEBER O QUE NOS É DEVIDO E JÁ VAI PARA 16 ANOS E AGORA O PROCESSO ESTA PARADO NO TRF 3 DE SP AGUARDANDO A CONVOCAÇÃO DE MAIS DOIS DESEMBARGADORES, PARA RESOLVEREM O CASO, QUE JÁ DEVERIA ESTAR RESOLVIDO DESDE QUE O BANCO FOI ENTREGUE AO SANTANDER . Lei ora L ei !!!!! VANTAGENS AOS PODEROSOS E NÓS COMO FICAMOS, VAMOS NOS UNIR ??? OU ESPERAR O QUE ??? Desde a regulamentação da Lei 9656/98, em vigência des­de 2 de janeiro de 1999, que as operadoras de planos de saúde estão proibidas de aumentar o valor das faturas de clientes com mais de 60 anos e com dez anos de contrato, alegando mudança de faixa etária. A legislação se tornou ainda mais rígida após a criação do Estatuto do Idoso, que passou a vigorar em 1º de janeiro de 2004.
SE A CONSTITUIÇÃO DIZ QUE SOMOS TODOS IGUAIS PERANTE A LEI, PORQUE ISSO TAMBÉM NÃO PODE SERVIR PARA TODOS NÓS QUE PAGAMOS HA 50 ANOS O QUE ESTA NAS NORMAS ESTATUTÁRIAS, QUE SÃO AUMENTADAS SEMPRE QUE HÁ AUMENTOS SALARIAIS PARA NÓS E ASSIM SENDO NÃO CRIAMOS DIFICULDADES PARA A CABESP, SEMPRE QUE HÁ AUMENTOS E SE O BANCO CUMPRIR COM SUAS OBRIGAÇÕES ASSUMIDAS E NOS PAGAR OS ATRASADOS, HAVERÁ MUITO RECURSO ENTRANDO PARA A CABESP
temos que votar NÃO!!!! NÃO !!!!!!!!!!!

  09/07/2018 - 16:44 -   |   Comentar  |   



  145663 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Contagem regressiva. No dia 26/06/18, 19:13, com.145484, restavam 72 hs para o começo do prazo(os 10 dias do plebiscito). Acaba amanhã. Não foi brincadeira quando "chamei os juristas". É o único recurso para barrar essa jogada do bco. Sder, via Cabesp. Entretanto, é só blá blá blá!...Ninguém ousou. Se acovardaram?!

  09/07/2018 - 13:42 -   |   Comentar  |   



  145662 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

VOTEI NAO E RECOMENDO A TODOS, VOTEM NAO!!!!!

  09/07/2018 - 13:29 -   |   Comentar  |   



  145661 - Luiz Cesar da Fonseca   Vila Velha - ES


Caro Raimundo. Comentário 145650, onde você escreve que:

(Não tem jeito. Vivemos eternamente reclamando da desunião de nossas entidades quando o assunto é a defesa de nossos interesses, inclusive com acusações sérias em certos casos. Pois bem. Já agora, no caso Cabesp, estão todas unidas numa mesma direção mas alguns continuam criticando e recomendando posição contrária. Dá pra entender e/ou agradar? Nonato-Teresina).

Pergunto-lhe:
Que direção é essa?
Vai nos levar para onde?
Quem continua criticando e recomendando posição contrária?
Se tiver posição contrária deve ter também a posição certa! Correto?
Quem garante que o SIM ou o NÃO é a posição correta, você garante?
Está tudo confuso, muitos tentam explicar, mas confundem ainda mais. Você, que como de costume, sempre dá opiniões nos assuntos aqui abordados, poderia esclarecer com mais clareza, o que poderá acontecer se o SIM ou o NÃO sair vencedor no Plebiscito?

A propósito, eu votei no NÃO, mas não garanto que seja a posição correto. É apenas, a minha convicção.

Li certa vez uma frase que guardei na memória e acho que ela se encaixa perfeitamente nesse plebiscito.

"Os jornalistas dizem uma coisa que sabem NÃO ser verdadeira, na esperança de que se a DISSEREM durante BASTANTE tempo ela acabará SENDO". Arnold Bennett. Escritor Inglês.

Observação: Onde lê Jornalistas, leia-se SANTANDER ou outras entidades.

E é exatamente o que está acontecendo.

Votando no SIM ou no NÃO, vamos todos pagar para ver.

SAUDAÇÕES BANESPIANAS.

  09/07/2018 - 13:21 -   |   Comentar  |   



  145660 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Enquanto existirem dúvidas, o lógico seria a opção Não, até que todos tivessem o mesmo entendimento. Antes de se votar no "escuro" seria muito bom se acendêssemos a Luz. Abraços.

  09/07/2018 - 13:11 -   |   Comentar  |   



  145659 - PAULO SERGIO TASSO   Franca-sp

Só não entendo, alguém poderia me explicar,
o que está acontecendo, neste site (NÃO)., nas
AFABANS, etc., (SIM) ,não somos a mesma familia,
??????

  09/07/2018 - 11:57 -   |   Comentar  |   



  145658 - PAULO SERGIO TASSO   Franca-sp

Só não entendo, alguém poderia me explicar,
o que está acontecendo, neste site (NÃO)., nas
AFABANS, etc., (SIM) ,não somos a mesma familia,
??????

  09/07/2018 - 11:57 -   |   Comentar  |   



  145657 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

corrigindo - .....pois estaria ferindo o CC em sua soberania ....

  09/07/2018 - 10:19 -   |   Comentar  |   



  145656 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega e insigne jurista Nonato - Terezina/PI -, quem diz como o Estatuto de uma Associação dever ser alterado é, antes de mais nada, o Código Civil (CC), e depois, ele próprio, pois o CC é MAIOR (soberano, pode mais) que um estatuto. Embora o CC reze que, um Estatuto de uma Associação conterá "as condições para a alteração das disposições estatutárias e para a dissolução", essas condições não podem contrariar o CC, quando afirma que compete privativamente à Assembléia Geral alterar o estatuto, mas NÃO diz que compete privativamente a um Plebiscito alterar o estatuto. Seria o caso, de se entrar com uma ação de inconstitucionalidade, pois estaria ferindo o CC e sua sua soberania. É o que penso.

  09/07/2018 - 10:14 -   |   Comentar  |   



  145655 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Quem diz como o estatuto de uma associação poderá ser alterado é ele próprio e não o CC. Senão vejamos:- "Art. 54 do CC - Sob pena de nulidade, o estatuto da associação conterá:-............. VI - as condições para a alteração das disposições estatutárias e para a dissolução". Nonato-Teresina.

  09/07/2018 - 08:40 -   |   Comentar  |   



  145654 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

ONDE ESTÁ O PLEBISCITO? - Caros colegas, o Código Civil Brasileiro, das Associações, diz: "Compete privativamente à Assembĺéia Geral: I -Destituir os administradores; II - Alterar o Estatuto". Onde fica o plebiscito, nessas circunstâncias? Plebiscito, na Roma antiga, era um decreto aprovado em comício popular, originalmente obrigatório só para os plebeus. Atualmente, é uma consulta sobre questão específica, feita diretamente ao povo, geralmente por meio de votação do tipo sim ou não. E agora, José, é possível alterar o estatuto através de plebiscito, ainda que constando no estatuto? O Código Civil não é maior (soberano) que o Estatuto? Com a palavra os advogados e entendidos no assunto!

  09/07/2018 - 06:43 -   |   Comentar  |   



  145653 - mariano perez martins   sao jose do rio preto sp

O PODER E SOBERANO----NOS SIMPLES MORTAIS APOSENTADOS COM 65, 70 OU MAIS, VALENDO NESSE CASO A LEI DO IDOSO, SOMOS BRINDADOS COM INFINDAVEIS RECURSOS E MAIS RECURSOS. ENQUANTO QUE UM PRESIDIARIO EX-PRESIDENTE, CONSEGUE QUE DESEMBARGADORES, E JUIZES, ATRAVES DE SEUS ADVOGADOS JULGUEM IMEDIATAMENTE SUAS LIMINARES E RECURSOS.

  09/07/2018 - 21:08 -   |   Comentar  |   



  145652 - JOAO JAIR BIBIANO   ARAÇATUBA (SP)

Penso que havendo ingresso de novos beneficiários da Cabesp que não seja estendido a eles o direito a voto.

  08/07/2018 - 18:46 -   |   Comentar  |   



  145651 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Cara Lourdes L. Rachid Oliveira e demais colegas - com 145644 -, o art 4º do novo estatuto proposto, já foi objeto de minhas considerações. Diz em seu caput: O quadro social da Cabesp é composto por: I - (em outras palavras) banespianos admitidos até 20.11.2000. II - "funcionários da Cabesp, admitidos até 15.09.2017". Par. 4º - "Poderão, também, associar-se os funcionários da ativa advindos de empresas incorporadas ou integradas ao Conglomerado Santander ...". O novo texto tem duas novidades: 1. A partir de 16.09.2017, novos funcionários da Cabesp não poderão associar-se. 2. Com a simples troca de nomenclatura de Banespa para Santander e Conglomerado Banespa para Conglomerado Santander, poderão, também, "inchar o quadro" funcionários da ativa advindos de Bancos ou outras empresas compradas (incorporadas ou integradas) pelo Satander. Então, a Cabesp (direta) que era composta por banespianos e funcionários da Cabesp, somente, agora poderá ter em seus quadros os banespianos, os funcionários da Cabesp, admitidos até 15.09.2017 e também os funcionários da ativa advindos de bancos ou empresas compradas pelo Santander, ad infinitum. Parece que o quadro vai "inchar" bastante, pois, doravante, enquanto as portas estão fechadas para banespianos e funcionários da Cabesp, as janelas estão escancaradas a novos satanderianos. Seremos minoria, e aí estaremos todos fux.....dos. Por essa e outras razões voto e recomendo NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO - vide também os arts. 1º; art 9º, inciso II; art 17º (que deve ser aceito, mas com nova redação); art 37º, par. 1º (deveria ser excluído, pois o Codigo Civil Brasileiro não prevé alteração estatutária através de PLEBISCITO) e art 67º - Não se esqueçam, votem NÃO. Nova proposta deve ser apresentada, não isso tudo que aí esta!

  08/07/2018 - 13:17 -   |   Comentar  |   



  145650 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Não tem jeito. Vivemos eternamente reclamando da desunião de nossas entidades quando o assunto é a defesa de nossos interesses, inclusive com acusações sérias em certos casos. Pois bem. Já agora, no caso Cabesp, estão todas unidas numa mesma direção mas alguns continuam criticando e recomendando posição contrária. Dá pra entender e/ou agradar? Nonato-Teresina.

  08/07/2018 - 10:34 -   |   Comentar  |   



  145649 - Carlos Ivan   Olinda-PE.

Caros José Milton, Péricles, Orly, Nonato, como eu não entendo de leis e costumo escorregar nas decisões de juizes, submento à apreciação de vocês, algumas dicas encontradas no novo CPC, vigorando desde março de 2016. Ali, consta alguns detalhes importantes, como por exemplo. "Celeridade nos processos. Julgamentos passam a ser feitos em ordem cronológica. Diminuição da quantidade de recursos possíveis, reduzindo o tempo de julgamento das ações. Há multa quando for constatado que os recursos tem por finalidade atrasar o fim das ações. Multas pesadas para o devedor que entrar com recursos para atrasar o andamento processual. Ações iguais que tratam do mesmo problema de direito podem ser julgadas de uma vez. Juiz pode dar liminar quando o caso é repetido ou o réu provoca atrasos nos processos. E aí, alguém pode dar o seu parecer sobre estes detalhes constantes no novo CPC? A Afabesp segue esta cartilha?

  08/07/2018 - 10:25 -   |   Comentar  |   



  145648 - Luiz Eduardo de Andrade   Tietê/SP

Lamento comunicar o falecimento do colega aposentado ADOLPHO GONÇALVES ABRANTES, 82 ANOS, ocorrido ontem nesta cidade. O corpo será encaminhado à cidade de Campos do Jordão, onde será enterrado. Saúde e Paz a todos.

  08/07/2018 - 08:27 -   |   Comentar  |   



  145647 - RUI 0RLANDO PEREIRA   São José dos Campos-SP

Com. 145637 - Obrigado,José Milton, pelo esclarecimento. Dá realmente para entender que se trata de um despacho do Juiz ao perito para, muito provavelmente, preparar o cálculo de execução provisória da sentença, enquanto aguardamos a tão esperada decisão do STF. Não sei se meu raciocínio está correto. Corrija-me, se não.

  08/07/2018 - 23:22 -   |   Comentar  |   



  145646 - Alcebiades bernardo Filho   Botucatu - sp

Hoje dia 07/07/18 por volta de 16 horas, recebi um telefonema de uma pessoa que se identificou com "Vinícios" da Cabesp, perguntando se eu já tinha votado no plebiscito. Só faltou ele falar p/ eu votar "sim", Porque será tanto interesse no voto sim ????

  07/07/2018 - 18:48 -   |   Comentar  |   



  145645 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

Concordo plenamente com você Lourdes (Com.145644).
A ideia principal no parágrafo proposto é a composição dos funcionários do Banco Santander (Brasil) S.A. e suas empresas do conglomerado.
Obs. 1) O sentido da frase está completo, poderia ser colocado um ponto. Não se fez e se usou uma vírgula, devido ao acréscimo ao parágrafo que se quis colocar.
Obs. 2) A vírgula e usada no acréscimo, na inversão dos termos da oração ou em enumerações de elementos de mesma classe.

Pergunto a você Lourdes. No inciso II - $ 2º - ... é concedido o direito a qualquer funcionário pertencente ao conglomerado Santander, desde que se sujeita ao período de carência de um ano e tenha realizado os pagamentos desde à sua inscrição ?

No tocante às suas observações, concordo na totalidade.

  07/07/2018 - 16:16 -   |   Comentar  |   



  145644 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveira   Campinas-SP

Um dos artigos de maior impacto na Cabesp, será o Art. 4.

Teci alguns comentários nos nossos grupos e teve uma pessoa que me mandou ler o Art. 4 porque eu não estava entendendo e que não havia nenhuma mudança.

Eu fiz isso novamente, agradeço o conselho, por que agora posso compartilhar com todos vocês.

Compõe - se o Art. 4 do seu caput e mais 6 parágrafos, dos quais reproduzirei apenas alguns para não nos estendermos demais :

Art. 4 - O quadro social da Cabesp é composto por :

I - Funcionários do Banco Santander ( Brasil ), S.A e suas empresas do conglomerado (virgula), originários do Banco do Estado de São Paulo, S.A e demais empresas do conglomerado Banespa, admitidos até 20 / 11 / 2000.

Embora exista uma vírgula separando os dois grupos, o texto foi construído de tal forma a dar idéia de continuidade como se fosse um único grupo - Se essa idéia fosse verdadeira, nós que aposentamos antes da venda do Banespa estaríamos fora, pois nunca fomos funcionários do Santander

Mas, considerando que há uma vírgula, subentende - se o texto assim:

I - Funcionários do Banco Santander ( Brasil ), S.A e suas empresas do conglomerado E OS FUNCIONÁRIOS originários do Banco do Estado de São Paulo, S.A e demais empresas do conglomerado Banespa admitidos até 20 / 11 / 2000.

II - Funcionários da Cabesp admitidos até 15 /09/2017.

EM SENDO UM UNICO GRUPO FORMADO PELOS FUNCIONARIOS ORIGINÁRIOS DO BANESPA, TODOS ESSES PARAGRAFOS QUE SE SEGUEM PODERIAM TER SIDO EXCLUÍDOS POR DESUSO.

Parágrafo 1° - Os beneficiários da assistência prestada pela Cabesp terão seus direitos assegurados a partir da data do pagamento da primeira contribuição.

Parágrafo 2 ° - É facultado ao funcionário do Banco Santander ( Brasil ), S.A, e demais empresas do conglomerado Santander e da própria Cabesp, NA ATIVA, que não exercer o direito previsto no caput deste artigo, inscrever -se a qualquer tempo , sujeitando-se ao período de carência de 1 ( hum ) ano, a contar da data do pagamento da primeira contribuição.

Parágrafo 4 ° - Poderão, também, associar -se os funcionários da ativa advindos de empresas incorporadas ou integradas ao conglomerado Santander, desde que igualmente, requeiram sua inscrição no quadro social da Cabesp, no prazo de 30 (trinta) dias , contados da efetiva absorção das empresas.

Parágrafo 5° - Temporariamente, a Cabesp estenderá seus benefícios ao Presidente, demais diretores e membros integrantes do Conselho de Administração do Banco Santander ( Brasil ), S.A e dirigentes das demais empresas do Conglomerado Santander.

Qual o número real de associados e de beneficiários que serão admitidos no Plano Direta?

Qual o impacto financeiro que isso vai gerar?

Foi feito algum estudo Atuarial?

Considerando que os funcionários do Santander ganham bem menos e que a porcentagem de contribuição é igual para todos, é mais provável que esse impacto seja negativo.

-- São mais jovens e quase não vão usar o convênio. SERÁ?

Na vida estressante de hoje com tantas doenças se manifestando: depressão, alergias, dores musculares, gastrites, novos tipos de gripes , etc.

O Plano Família nos dá uma amostra disso: os participantes são nossas filhos, genros, noras, netos e alguns raros casos de pais, pois na maioria já são falecidos.E ESTÁ PRATICAMENTE INVIÁVEL PELO AUTO CUSTO.

No Esclareça as Suas Dúvidas

1 - O que prevê a reforma estatutária que será votada na AGE em 30/06/2018?

"O principal objetivo é a alteração do valor da contribuição (...)

DEMAIS ALTERACOES NA REDAÇÃO REFLETEM, EM GERAL, A ATUALIZACAO E ADAPTACAO DE NOMENCLATURA , EXCLUSAO DO QUE ESTA EM DESUSO E CONSEQUENTE RENUMERACAO DOS ARTIGOS " (ME ENGANA QUE EU GOSTO)

Por tudo isso eu só posso dizer : O SANTANDER FAZ MUITO MAL A NOSSA SAUDE.

  07/07/2018 - 14:41 -   |   Comentar  |   



  145643 - mariano perez martins   sao jose do rio preto sp

Prezado amigo Eliel bom dia---Nao sei se voce quis se expressar sobre futebol, ou sobre a Biblia.----Nao e bom misturar as coisas---cada coisa no seu lugar.

  07/07/2018 - 12:19 -   |   Comentar  |   



  145642 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

CORREÇÃO: Meu texto anterior " Perdemos " onde se lê no final :

Poucos, a minoria - LEIA-SE : MUITOS, a maioria.

Sofredor, também ERRA.

  07/07/2018 - 10:42 -   |   Comentar  |   



  145641 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

PERDEMOS
É colegas, pensávamos que não aconteceria. Pensávamos que jogaríamos com a França, chegamos até pensar, que o caneco mais uma vez seria nosso. Parecia que teríamos alguns momentos de muitas alegrias.
Interessante, havia toda uma Estrutura favorável, desde a CBF, o Técnico, seus auxiliares técnicos, médicos e fisioterapeutas – tudo muito bem estabelecido – até os protagonistas diretos faziam o melhor possível, mas perdemos. Vamos esperar mais quatro anos. Vamos torcer que apareçam outros protagonistas semelhantes ou melhores dos que os atuais.
Novamente, interessante, estamos jogando um outro jogo, este muito mais demorado, várias são as Estruturas: Associações diversas, Sindicato, Cabesp, Banesprev, Consultoria, Banco – só que os protagonistas aqui somos nós contra as feras, contra Instituições poderosas e com fogo nas bocas para devorar, destruir, exterminar. São tão malévolos que aliciam os que deveriam estar ao nosso lado: Associações menores, mais perto de nós, outros protagonistas, completamente indefesos, com alguns lutadores armados com boa consciência, muita fé, obediências aos bons Princípios Sociais, Econômicos, Administrativos, Jurídicos etc..., tentando fazer o mesmo que Davi contra o gigante Golias.
No campo de futebol, acabou, a seleção volta aos seus lugares, mas nós não iremos sair dos nossos lares, eles os poderosos e seus aliados estão festejando uma peleja maligna e se armam com peles de ovelhas, porém todos nós sabemos tratar-se de lobos.
Uma coisa, me alegra, me consola, me sustenta: como a maioria poderosa não aceitou a verdade, não procurou entender os reais propósitos, festejavam uma tragédia, o que aconteceu. Jesus morreu na Cruz, mas não ficou lá, ressuscitou e vive hoje e eternamente. Poucos, a minoria irão se confrontar com Ele, um dia, no Juízo Final, e neste dia não terão ninguém que possa auxiliá-lo, será você, eu e o Mestre. Graças a Deus, possuo o meu nome escrito no Livro da Vida, possuo o Passaporte Celestial, e você já fez esta reflexão, ainda há tempo de se arrepender de todas as suas perversidades, todas as suas maldades, todas as suas perseguições, todos os seus pecados. Ainda há tempo, encontre-se com a verdade e ela vos libertará. Que o nosso Deus seja louvado. Amém.

  07/07/2018 - 09:08 -   |   Comentar  |   



  145640 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Bom dia colegas, votem NAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAPONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAO, sem medo de ser feliz!!!!!!!!

  07/07/2018 - 05:31 -   |   Comentar  |   



  145639 - José Nazareth Ragazzini   sorocaba

O santander através da diretoria da Cabesp alega, segundo estudos atuariais, um deficit de 2.0 bilhões. Ou seja é necessário que aportemos esses 2.0 bilhões para que o patrimônio não seja extinto em 2040 segundo esses mesmos estudos. Para esse aporte, sempre baseados no mesmos estudos, seria necessário elevar a contribuição dos atuais 2,5 para 6% já a partir de 2020. Também nos informa que, uma vez aportados esses 2.1 bilhões o patrimônio não se extinguirá antes de 2059. O que não nos informam é o valor desse aporte em reais. Já que não nos dizem quanto será esse valor. De posse desses dados podemos deduzir que a alíquota de 6% vigorará até 2059, ou seja por mais 39 anos. Podemos também dizer que nesses 39 anos com uma alíquota de 6% serão arrecadados mais de 3.0 bilhões de aporte extra ( 1.5 bilhão aportado por nós e outros 1.5 aportados bondosamente pelo santander). Cálculo esse superficial é bom que se diga, mas nem por isso distante do real. Ora bolas, destarte serão aportados 1.0 bilhão acima do necessário. O interessante é que esse 1.0 desnecessário será totalmente revertido ao santander, O interessante é que com isso o santander estará se ressarcindo em 2/3 de sua contribuição. Isso num cenário bem desfavorável aos seus interesses.

  07/07/2018 - 00:27 -   |   Comentar  |   



  145638 - ADAUTO JOSÉ DE ALMEIDA   RANCHARIA (SP)

O PLEBISCITO DA CABESP ESTÁ EM ANDAMENTO E A DÚVIDA ENTRE OS VOTANTES É REALMENTE MUITO GRANDE. NAS INFORMAÇÕES E/OU CONTATOS QUE SÃO CONSE-GUIDOS, HÁ SEMPRE UMA GRANDE DÚVIDA: "ESTAMOS CONCORDANDO COM UM REA- JUSTE, QUE PARECE SER NECESSÁRIO, OU TEM MAIS COISA INCLUÍDA NESSE PA-
COTE?". TEM MUITA GENTE AGUARDANDO UMA POSIÇÃO/ORIENTAÇÃO DE NOSSOS REPRESENTANTES (ASSOCIAÇÕES REPRESENTATIVAS). A COISA É SÉRIA E DEVEMOS ESTAR ATENTOS.

  07/07/2018 - 23:32 -   |   Comentar  |   



  145637 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

RESPONDENDO AO COLEGA DO COMENTÁRIO 145635 - RUI 0RLANDO PEREIRA - São José dos Campos-SP Digo, que é uma boa notícia, pois como pode observar o processo esta com o perito terceiro provavelmente para realizar os cálculos e ai sendo assim é porque o JUIZ já deve ter dado algum despacho para que isso fosse realizado. Agora o que precisamos saber quem é que entrou com o pedido de execução, pois não tenho acesso ao processo, somente tive acesso à informação. Quem patrocina o processo é a AFABESP, e vocês podem ver que esta lá na informação advogado DR. Renato Rua de Almeida.
Como falei também pode ter sido algum herdeiro de colega falecido,
Situação : Carga em 05/07/2018
Data(s) Trâmite(s)
05/07/2018 Entrega em carga/vista de Carta de Sentença Provisória *****************************************************
******** CEJUSC-Perito/Terceiro**************************
Se a carta de sentença provisória for mandando pagar quem sabe ajudará todos nós também.

  07/07/2018 - 22:51 -   |   Comentar  |   



  145636 - RUI 0RLANDO PEREIRA   São José dos Campos-SP

Ainda ref. ao comentário 145634, informo que liguei hoje cedo para a AFABESP, mas o jurídico não soube me informar maiores detalhes a respeito, dizendo que tão logo o tenham colocarão no site (como sempre).

  06/07/2018 - 20:03 -   |   Comentar  |   



  145635 - RUI 0RLANDO PEREIRA   São José dos Campos-SP

Ref.com.145634
José Milton. Porque você diz "uma ótima notícia", e qual o interesse para nós, participantes do Processo das Gratificações, nessa nova execução?

  06/07/2018 - 19:56 -   |   Comentar  |   



  145634 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

respondendo ao colega do comentário 145633 e aos demais

É A MESMA QUE ESTA NO STF ARE 675945, E QUE JÁ HAVIA SIDO FEITA A EXECUÇÃO PROVISÓRIA EM 2012 , POR UM COLEGA NOSSO, MAS A NOSSA ENTIDADE FEZ ELE DESISITIR E RETIRAR A MESMA E AGORA DAS DUAS UMA . ALGUÉM VOLTOU A ENTRAR COM ESSA EXECUÇÃO,ou algum herdeiro de colega falecido, OU ENTÃO A PRÓPRIA ENTIDADE RESOLVEU ENTRAR, POR ISSO, QUE DISSE QUE QUALQUER DÚVIDA ELES PODERÃO EXPLICAR.

  06/07/2018 - 19:17 -   |   Comentar  |   



  145633 - CHINGO SABANAI   VALINHOS-SP

Boa tarde Jose Milton há que se refere essa ação na qual vc. comentou

  06/07/2018 - 18:04 -   |   Comentar  |   



  145632 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Bom dia, colegas, votem NAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAONAO, sem medo de ser feliz. Abs,

  06/07/2018 - 12:52 -   |   Comentar  |   



  145631 - Antonio Carlos Cascaes   São Jose SC

Estou enviando um novo endereço de E-mail:acascaes947@yahoo.com.br o qual gostaria de estar recebendo as msgs de voces. Por Favor ignore o outro endereço anterior ou delete.

abraços Antonio Carlos Cascaes
acascaes947@yahoo.com.br

  06/07/2018 - 09:33 -   |   Comentar  |   



  145630 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Recomendo a leitura dos esclarecimentos prestados pela AFU em e-mail de ontem, independente de como o colega vá votar ou já o tenha feito no plebiscito Cabesp. De preferência imprimindo cópia para arquivo e futura conferência. Nonato-Teresina.

  06/07/2018 - 08:51 -   |   Comentar  |   



  145629 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

ÓTIMA NOTÍCIA MAIORES DETALHES COM A DIRETORIA DA AFABESP

Processo : São Paulo - Capital

Vara: 036 - 00014523820125020036

Distribuído em 20/06/2012

Carta de Sentença Provisória ******************

Autor : ASSOC FUNC APOS BCO DO ESTADO DE S PAULO AFABESP + 1

Advogado : RENATO RUA DE ALMEIDA

Réu : BANCO SANTANDER S/A

Advogado : ALEXANDRE DE ALMEIDA CARDOSO

Situação : Carga em 05/07/2018


Data(s) Trâmite(s)

05/07/2018 Entrega em carga/vista de Carta de Sentença Provisória *****************************************************

******** CEJUSC-Perito/Terceiro**************************

e (0000 )., .-.

04/07/2018 Protocolo de Petição de Outros - Diversos

Nome: e-mail do CEJUSC SEDE solicita autos

  06/07/2018 - 08:04 -   |   Comentar  |   



  145628 - Luiz Cesar da Fonseca   Vila Velha - ES

Adélia, em seu comentário 145626 você escreve que:

(Onde e como verificar se o resultado não foi “arranjado”).

Documentei através de fotos pelo celular, todo o passo a passo da minha votação, foram quatro fotos.

Agora, se vai servir para alguma coisa, eu não sei. Mas que está documentado, isso tá.

Saudações BANESPIANAS.


  06/07/2018 - 22:09 -   |   Comentar  |   



  145627 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Mais uma, Pirolo. Por cogitar em Marquezelli, cujo assessor parlamentar foi preso hoje pela PF, na operação Registro Espúrio, onde os Sindicatos pagam registros ilegais, sacramentados pelo Ministério do Trabalho, com funcionários públicos envolvidos, nomeados pelos políticos. São cerca de 16 mil sindicatos no país! Razão da pressão até no STF pela volta do imposto sindical; com recente negativa no plenário da Corte. E aquela pressão para nomear a filha Cristiane na pasta do Minist. do Trabalho, com julgamento do judiciário, impedindo? Que trama? Brazil, ziu, ziu, ziu...Marquezelli: Ciranda, cirandinha, vamos todos cirandar...

  05/07/2018 - 19:41 -   |   Comentar  |   



  145626 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Parabéns, Pirolo. Sempre a dizer o certo e a tempo. É inadmissível obrigar a classe banespiana de aposentados(a maioria é de idodos), a resolver em "voto eletrônico" outro jogo do bco. Sder onde os "ferrados" seremos nós. Nos apresenta uma "bola de cristal" e nos diz: Votem! O absurdo é que o próprio Min. Marco Aurélio afirmou em entrevista que as eleições foram fraudadas, observando que, lá, em 2014, existiu a máquina fiscalizadora do governo. E aqui? Onde e como verificar se o Resultado não foi "arranjado"? Uma verdadeira EXTERMINAÇÃO de nosso presente, baseado em futuro.

  05/07/2018 - 11:31 -   |   Comentar  |   



  145625 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Com. 622 - Meu caro Pirolo. Vc como sempre brilhante em suas observações. Na verdade o que quis dizer eu é que não se resolve concretamente um problema trazendo pra dentro dele os "ses" que o cercam. Se roubam meu carro eu tenho que tentar recuperá-lo e não ficar pensando que "se" tivesse alarme teria tudo sido evitado. No caso Cabesp o problema é a alteração do estatutos e não os "ses" que poderiam ter encontrado outro caminho. O nosso condicional é parente próximo do conhecido ditado popular "não adianta chorar o leite derramado". Um abraço, Nonato-Teresina.

  05/07/2018 - 11:22 -   |   Comentar  |   



  145624 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Pois é, como não somos advogados, misturamos e o fazemos bem! Pq o patrocinador é um só, patrocina Cabesp e Banesprev. Nós, aparecemos, nesta história como o outro, o marido traido que recebemos daqui para pagarmos ali... com $$ que é nosso e que está em poder do patrocinador. É uma roda! Para nosso alívio, o patrocinador não pode abrir mão deste patrocínio ou terá que pagar, depositar um $$ que atenda até o último banespiano e isto não interessa, por ser dinheiro demais. O Banco não pode ser DONO da Cabesp, ela será sempre nossa pq ele não a comprou. O SIM vai retirar direitos nossos, mas não a propriedade. Se eu estiver errada corrijam-me!

  05/07/2018 - 11:21 -   |   Comentar  |   



  145623 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

oBS.: é só uma postagem de um texto.

Os planos de Deus não podem ser frustrados

O Senhor fez todas as coisas para determinados fins e até o perversos, para o dia da calamidade ( Pv. 16:4)

Deus criou o universo mediante um plano perfeito, eterno e vitorioso. Deus não improvisa. Nada o apanha de surpresa. Ninguém consegue esconder-se de sua presença, pois ele é onisciente. Ninguém pode escapar do seu controle de vigilância, pois ele é onipresente. Ninguém consegue desafiar o seu poder e prevalecer, pois ele é onipotente. O universo não deu origem a si mesmo. A geração espontânea é uma teoria falaciosa. O universo não é produto de uma explosão cósmica. A desordem não pode gerar a ordem, nem o caos pode dar origem ao cosmos. O universo não é fruto de uma evolução de milhões e milhões de anos. Deus criou o universo pela palavra do seu poder. E não apenas fez todas as coisas, mas as fez com um propósito definido. Até mesmo os perversos foram feitos para o dia da calamidade. A rebelião dos perversos não deixa Deus em crise e confuso. Embora eles sejam totalmente responsáveis por sua rebelião, essa mesma rebelião cumpre o propósito de Deus. O Apóstolo Paulo disse no dia de Pentecostes acerca de Jesus: sendo este entregue pelo determinado desígnio e presciência de Deus, vós o matastes, crucificando-o por mãos de iníquos (Atos 2:23). A soberania de Deus não anula a responsabilidade do homem.
Fonte: Gotas de Sabedoria para a alma – Hernandes Dias Lopes

  05/07/2018 - 10:36 -   |   Comentar  |   



  145622 - Gilberto Pirolo   Ourinhos

È meu caro Nonato! Analisando o "SE".
Conjunção condicional.Ex: Se ele usasse o cinto, talvez não tivesse
morrido.Se eu tivesse tomado o remédio, não estaria com dor.Se o
deputado Marquezelli tivesse cumprido o que prometeu, teria saído
a CPI do Banespa.Se os poderes da república não tivessem contami-
nados por bandidos,o país seria outro.
SE O SANTANDER NÃO TIVESSE TIRADO NOSSO DIREITO Á GRATIFICAÇÃO
E CONGELADO NOSSOS SALÁRIOS A CABESP NÃO SERIA DEFICITÁRIA.
E então? Se a Cabesp não tiver dinheiro não seremos atendidos
adequadamente e se não formos bem atendidos por bons hospitais e
bons médicos o cemitério nos atenderá.
Abraços Pirolo.

  05/07/2018 - 09:52 -   |   Comentar  |   



  145621 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Muitos colegas gostam de misturar o assunto em discussão com outros que nada têm a ver. E aí vêm os famosos "ses". "Se isso fosse assim, assado, aconteceria isso ou aquilo". O tema Cabesp bem mostra essa realidade. O assunto é a modificação do estatuto, mas paralelamente já foram levantadas inúmeras questões sem nenhuma ligação e que só ajudam a complicar. E bota confusão desnecessária nisso!!! Nonato-Teresina.

  05/07/2018 - 09:18 -   |   Comentar  |   



  145620 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Bom dia colegas, votem NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO!

  05/07/2018 - 07:22 -   |   Comentar  |   



  145619 - ORLY GUERA   Vila Velha - ES

145594 - Luiz Cesar da Fonseca

É isso mesmo, Luiz Cesar!

Cada banespiano tem o direito de votar como lhe aprouver.

Agora, o Marcos Aurélio dizer que, quem votar "NÃO", será responsável pela futura tragédia na Cabesp, SOA COMO PIADA.

Acredito piamente que o banco Espanhol SANTANDER NÃO ESTÁ RECOLHENDO SUA PARTE DA CONTRIBUIÇÃO À CABESP.

Fato parecido acontecia nos tempos de MALUF, QUÉRCIA, FLEURY e outros governadores, que usavam o dinheiro recolhido do imposto de renda nas folhas de pagamento, o dinheiro recolhido nas nossas contas para a Cabesp, e outros valores aprovisionados, para gastar à vontade, e não devolviam quando recebiam os impostos municipais.
----

  05/07/2018 - 23:10 -   |   Comentar  |   



  145618 - Claudimir de Souza Pinto   Piedade-SP

CORREÇÃO:

145617 - Claudimir de Souza Pinto
Acessem: http://afabansorocaba.com/propostaestatutoCabesp.pdf

  05/07/2018 - 22:40 -   |   Comentar  |   



  145617 - Claudimir de Souza Pinto   Piedade-SP

TOMAR CONHECIMENTO -
SOMOS LIVRES PARA ESCOLHER -
Quer saber com detalhe? acesse: http://afabansorocaba.com/propostaestatutoCabesp.pdfhttp

145588 - Raimundo Nonato da Silva Teresina-PI
Quem acessar o site da Cabesp encontra facilmente o comparativo entre o atual regulamento e o que se quer agora aprovar. De forma muito prática. Não tem qualquer dificuldade, até porque os artigos ficam lado a lado na mesma página.145588 - Raimundo Nonato da Silva Teresina-PI

  05/07/2018 - 22:24 -   |   Comentar  |   



  145616 - José J. Amato   Mococa-SP

ET: Acho que logo logo irão sugerir mudança de nome da CABESP para CABS OU CABST, por que será Caixa Beneficente dos Funcionários do Banco Santander (Brasil) S/A (quase Cabresto). Merecemos...

  05/07/2018 - 22:11 -   |   Comentar  |   



  145615 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Pois é...Bco. Sder(via Cabesp)...Não sei qtºs. coelhos estão dentro daquela cartola(urna eletrônica). Será que mudando o nome do Patrocinador(Banespa para Sder), pode-se mudar o estatuto? A ANSA aceita tudo dos Empresários! Quem sabe mudará tb. os antigos para NOVOS CONTRATOS. E aí...é o fim! Vejam reportagem do G1.com sobre Saúde Privada, de hoje, 04/07/18. LEIAM: O limite a ser pago pode ser aumentado? Em qual situação? A coisa é mais séria do que se imagina. Votemos o NÃO! Ou vamos dar sopa pro azar? A ver.

  05/07/2018 - 21:49 -   |   Comentar  |   



  145614 - José J. Amato   Mococa-SP

O Gilberto Pirolo termina sua mensagem assim: Então é de vital importância decidir o que queremos. Uma coisa tenho certeza: O Santander, ao invés de colocar dinheiro n Cabesp quando faltar irá sem sombra de dúvida restringir o atendimento médico. Será que ele quis dizer que o Santander vai faltar com sua parte e aí em se faltando dinheiro, restringir o atendimento médico? Vejam agora o que Jose Milton escreveu: Também o Banco cumprindo as nossas Leis e pagando os atrazados, a CABESP TERÁ O RECEBIMENTO AUTOMÁTICO DOS 2,5% , DO QUE VAMOS RECEBER E ASSIM A CAIXA RECEBERÁ UM BOM REFORÇO, basta o banco pagar o que nos deve e deixar de ficar recorrendo e prejudicando a todos banespianos. Agora, se aceitarmos essa mudança na norma e ainda mais que o poder economico consegue tudo, que quer na Justiça, ai poderá dizer que abrimos mãos de nossos direitos com a nova opção. Não é mesmo?
Vocês lembram do que os juízes dizem : - " que quem optou relegou os direitos do regulamaneto de pessoal anterior, e, quem não optou NÃO ABRIU MÃO DOS DIREITOS DO REGULAMENTO ANTERIOR.
Depois disto quero perguntar: O fato da nova redação da Proposta da Reforma Estatutária substituir o nome do Banco do Estado de São Paulo S/A e Conglomerado por Banco Santander (Brasil) S/A e Conglomerados não é o mesmo que abrir mão dos nossos Direitos?
Afinal, se quem casa com a viúva tem que assumir os filhos, porque a mudança? Se já tá difícil assim... depois...
Ou estou pensando errado? Ou porque não aprovamos somente os aumentos sem mexer na estrutura. Penso que se a Cabesp continuar
vinculada ao nome Banco do Estado de São Paulo S/A o Santander tem
que assumir e depositar sua parte pra Cabesp. Caso contrário, acho
que não teremos a força da Lei a nosso favor. Abdicaremos de mais um Direito. Tô pensando certo ou tô pensando errado?
A palavra agora é com vocês...
Obrigado pela atenção.

  04/07/2018 - 20:49 -   |   Comentar  |   



  145613 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO


VEJAM EM NOTÍCIAS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL E NA TV JUSTIÇA

ANS define regras para cobrança de coparticipação e franquia em planos de saúde A PARTIR DE 28 DE DEZEMBRO SÓ PARA NOVOS CONTRATOS.
Jornal da Justiça | 04/07/2018 -

  04/07/2018 - 20:42 -   |   Comentar  |   



  145612 - GILBERTO DA SILVA DAGA   SÃO PAULO-SP

COM.145603 - GILBERTO PIROLO,
NÃO PODERIA DEIXAR DE DIZER, QUE ATÉ O MOMENTO, FOI O
COMENTÁRIO MAIS COERENTE QUE LI NO APDO, SOBRE O ASSUNTO
CABESP.
PARABÉNS!

GILBERTO DAGA.


  04/07/2018 - 18:45 -   |   Comentar  |   



  145611 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

#NÃO

" As nossas mensalidades estão normatizadas no estatuto desde 27 de junho de 1968,OU SEJA 50 ANOS sobre os valores percebidos pelos funcionários do BANCO, que nunca há atrasos, pois, são debitados em conta corrente no dia que sai o nosso pagamento.Portanto, quando sai os aumentos salariais automaticamente os 2,5% são debitados e assim sendo, se houver aumento para os funcionários, haverá aumento também nas mensalidades automaticamente. Também o banco cumprindo as nossas Leis e pagando os atrazados, a CABESP TERÁ O RECEBIMENTO AUTOMÁTICO DOS 2,5% , DO QUE VAMOS RECEBER E ASSIM A CAIXA RECEBERÁ UM BOM REFORÇO, basta o banco pagar o que nos deve e deixar de ficar recorrendo e prejudicando a todos banespianos.
Agora, se aceitarmos essa mudança na norma e ainda mais que o poder economico consegue tudo, que quer na Justiça, ai poderá dizer que abrimos mãos de nossos direitos com a nova opção. Não é mesmo?
Vocês lembram do que os juízes dizem : - " que quem optou relegou os direitos do regulamaneto de pessoal anterior, e, quem não optou NÃO ABRIU MÃO DOS DIREITOS DO REGULAMENTO ANTERIOR E PORTANTO NÃO TEM DE RECEBER OS VALORES DAQUELES que optaram E estão recebendo quase o dobro do que, os que não optaram. Ai tivemos que recorrer a PROCURADORIA GERAL DO TRABALHO ATRAVÉS DO QUE FOI REALIZADO PELO PROCURAODR GERAL DR. OTÁVIO BRITO LOPES , JUNTO A PREVIC E AI FOMOS COLOCADOS NO PLANO V E ATÉ HOJE ESTAMOS BRIGANDO NA JUSTIÇA PARA CONSEGUIR RECEBER O QUE NOS É DEVIDO E JÁ VAI PARA 16 ANOS E AGORA O PROCESSO ESTA NO TRF 3 DE SP AGUARDANDO A CONVOCAÇÃO DE MAIS DOIS DESEMBARGADORES, PARA RESOLVEREM O CASO, QUE JÁ DEVERIA ESTAR RESOLVIDO DESDE QUE O BANCO FOI ENTREGUE AO SANTANDER . lei ora lei !!!!! VANTAGENS AOS PODEROSOS E NÓS COMO FICAMOS, VAMOS NOS UNIR ??? oU ESPERAR O QUE ???
ABRAÇOS"

JOSE MILTON

  04/07/2018 - 18:35 -   |   Comentar  |   



  145610 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Com. 605 - Caro Barin. As nossas entidades não só podem como devem orientar seus associados, como representantes que são dos nossos interesses, diferentemente de cada um individual, que só age em seu próprio nome. A propósito leio no informativo de uma delas o seguinte trecho relacionado à reforma do estatuto:- "Ela foi negociada com as associações de banespianos e sindicatos com objetivo de trazer tranquilidade financeira para a Cabesp". E aí, verdade ou engodo? O problema é a raiva do Santander. Os saudosistas ainda sonham com o Banespa, o queridinho, se esquecendo da herança maldita que ele nos deixou. É provável que poucos sequer tenham uma foto dos pais, mas lembranças do "glorioso" todo dia aparecem várias neste site. É muito amor. Aí em tudo que o Santander está no meio os saudosistas se revoltam, tal qual filhos contra madastra. Mas não adianta, pois não existe outra solução. Nonato-Teresina.

  04/07/2018 - 18:12 -   |   Comentar  |   



  145609 - Armando Candido Borges   Vinhedo sp

Carissimos Colegas
Péricles, Galvão, Orly, Eliel , Bosco, J.Milton, João Ramos Zoia e demais batalhadores

Estou em viagem e não pude comparecer à Assembleia ... Estou plenamente de acordo com vcs e agradeço muito seus estudos e comentários levando-nos a um acertado NÃO ...
O Santander que nos pague que reverteremos nossa contribuição com prazer , incluso os atrasados ... Queremos a solução de nossas ações e melhor efetividade de nossos advogados em Brasilia ...
Concordo com todos vocês e votei no NÃO NÃO NÃO ...

Um abraço
Armando Borges


  04/07/2018 - 18:05 -   |   Comentar  |   



  145608 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Essa foi realmente boa, Péricles. Converteu o "pênalte"!

  04/07/2018 - 17:48 -   |   Comentar  |   



  145607 - José Roberto Barin   Campinas-SP

complementando 145605- SE ESSA INFLUÊNCIA ABAIXO PODE, ENTÃO.... NÃO TEM NADA DEMAIS OS COLEGAS OPINAREM PELO SEU VOTO.

***********************************************************
PREZADO ASSOCIADO – REF.: PLEBISCITO CABESP – VOTE SIM

Neste momento está se realizando um plebiscito na CABESP destinado a aprovar alterações estatutárias fundamentais para sua sobrevivência no longo prazo.

Essas alterações têm como finalidade sanar os constantes déficits operacionais verificados anos após anos nas finanças da Caixa e que podem comprometer sua saúde financeira.

TODAS NOSSAS ASSOCIAÇÕES ESTÃO RECOMENDANDO A APROVAÇÃO DESSAS ALTERAÇÕES, VOTANDO SIM NESSE PLEBISCITO.

Você poderá votar através do site da CABESP www.cabesp.com.br, acessando

para votar clique aqui ou pelo telefone 0800 772 2020, utilizando sua senha, enviada pela CABESP via SMS e pelo correio.

Caso você ainda não tenha recebido a senha vote pelo telefone, seguindo as instruções.

A CABESP instalou uma central de telefonia destinada a ligar para os associados com a finalidade de facilitar a votação e esclarecer eventuais dúvidas.

VOTE SIM PELA CABESP!

Se você ainda tem alguma dúvida, acesse o site da Afabesp: www.afabesp.org.br e leia nossas publicações datadas de 26 de junho e 03 de julho.

AFABESP – DIRETORIA


  04/07/2018 - 16:03 -   |   Comentar  |   



  145606 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveira   Campinas-SP

"De tanto se repetir uma MENTIRA, ela acaba se transformando em VERDADE "

Tem muita gente acreditando nisso: "o Plebiscito (da Cabesp) é aprovado/rejeitado, por maioria simples de votos"

Art.38 ( Estatuto Cabesp )- Para a aprovação de reforma estatutária ou de proposta de extinção da Caixa, são necessários os votos favoráveis da maioria dos associados quites com a Caixa
Parágrafo 1°- Não obtido o corum de que trata o caput desse artigo na Assembléia Geral, as deliberações que ensejar em alterações estatutárias, deverão ser votadas através de plebiscito.

TANTO A ASSEMBLÉIA GERAL, QUANDO O PLEBISCITO, AQUI, SUJEITO AO CAPUT DO ART. 38, OU SEJA : SÃO NECESSARIOS OS VOTOS FAVORÁVEIS DA MAIORIA DOS ASSOCIADOS

--NÃO, PLEBISCITO É REGULAMENTADO POR UMA LEI PROPRIA

Lei 9.709, de 11 de novembro de 1998

Art. 1°- A soberania popular e exercida por sufrágio universal e pelo voto DIRETO e SECRETO, com valor igual para todos, nos termos desta lei e das normas constitucionais pertinente. Mediante: I- PLEBISCITO


ONDE ESTA O NOSSO VOTO DIRETO E SECRETO?

PELO TELEFONE? COM PESSOAS NOS LIGANDO PARA VOTARMOS?

Art.2°- Plebiscito e uma CONSULTA formulada ao povo para que delibere sobre matéria de acentuada relevância de natureza Constitucional, legislativa e administrativa

Parágrafo 1°-O plebiscito é convocado com anterioridade ao ato legislativo (antes de se fazer a lei) ou administrativo, cabendo ao povo pelo voto aprovar ou denegar o que lhe tenha sido submetido.

ESTAO NOS CONSULTANDO SOBRE ALGO OU ESTAMOS VOTANDO EM UMA MATERIA JÁ PRONTA?

Art. 10° - O plebiscito CONVOCADO NOS TERMO DA PRESENTE LEI, será considerado aprovado ou rejeitado por maioria simples, de acordo com o RESULTADO HOMOLOGADO pelo Tribunal Superior Eleitoral.

O PLEBISCITO DA CABESP, FOI CONVOCADO NOS TERMO DA LEI 9.709/1998?

SERÁ HOMOLOGADO PELO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL?

CONSEGUIRAM ENCONTRAR ALGUM DOS REQUESITOS DA LEI, NO PLEBISCITO DA CABESP?

SIMPLESMENTE POR QUE ESSA LEI NÃO SE APLICA A ESSE PLEBISCITO QUE NADA MAIS É DO QUE UMA ASSEMBLEIA ABERTA

PARA SER APROVADO ESSE NOVO ESTATUTO DA CABESP, PRECISA SIM DOS VOTOS FAVORÁVEIS DE 50%+ 1 DOS ASSOCIADOS.

  04/07/2018 - 15:43 -   |   Comentar  |   



  145605 - José Roberto Barin   Campinas-SP

Colega Nonato, entendemos o seu recado abaixo, mas o que o Sr. nos diz sobre a INFLUÊNCIA que a Afabesp, as Afabans, a Afubesp, a Abesprev, todas elas sem distinção vem recomendando , por e-mail , etc o voto SIM?? Ou seja, um colega abrir o seu voto, mesmo que sim ou não, não deve, por outro lado quem tem um poder infinitamente maior de recomendar o SIM, pode???

*****************************************************************

145598 - Raimundo Nonato da Silva Teresina/PI
Olha, o principio fundamental do voto secreto é exatamente evitar que a decisão de um possa ter influencia na de outros. No caso Cabesp alguns colegas, além de abrir o seu voto, ainda fazem propaganda em defesa. Tá errado. E muito. Afinal se a decisão do influenciador falhar ele só responde pelo seu voto, mas o prejuízo é de quantos tenha influenciado. Por isso, o ideal, nem sempre seguido, é que cada um faça a sua escolha livremente, sem qualquer influência. Nonato-Teresina.

  04/07/2018 - 13:51 -   |   Comentar  |   



  145604 - Norberto Martins de Oliveira   São Carlos SP

145594 - Luiz Cesar da Fonseca, quero parabenizá-lo pelo seu comentário, falou tudo e sem rodeios. Abraço!

  04/07/2018 - 12:48 -   |   Comentar  |   



  145603 - Gilberto Pirolo   Ourinhos

Cabesp. Sim ou não.
Não vou aqui sugerir ou aconselhar sobre a opinião de cada um
sobre votar sim ou não.Como já disseram todos tem o sua livre
escolha.Estamos carecas de saber que não somos mais banespianos
perante a Cabesp cujo caixa era mantido pelas nossas contribui~
ções,vendas de seguros,aplicações finananceiras e reforços do banespa quando necessários.
O Santander tomou para si a renda dos seguros,aplicações,etc.e
não está a fim de reforçar o caixa de ninguém.
Além de congelar salários,tirar as gratificações o que certamente
diminuiu a arrecadação da Cabesp.
Sabemos que as contribuições dos participantes diminuiu pelo
falecimento de muitos colegas.
No entretanto os que vivem estão como idade avançada e estão
mais sujeitos a problemas de saúde necessitando ainda mais
de assistência médica cuja assistência está cada vez mais
cara provocada pela idade, com longos internamentos hospitalares.
Sei de colegas que custam as vezes 20.000,00 dia com tratamentos
de cancer por exemplo e mulher de colega que custou 500.000,00 com
problema de coração.Isso feito nos melhores hospitais de São Paulo
e estão aí vivos graças a Deus.
Sabemos quanto custa um plano de saúde.
Tenho amigos que pagam por casal 3.000,00 a 5.000,00
por mês em planos de saúde e não têm a assistência que
temos.Então é de vital importância decidir o que queremos.
Uma coisa tenho certeza: O Santander, ao invés de colocar
dinheiro n Cabesp quando faltar irá sem sombra de dúvida
restringir o atendimento médico.
Abraços Pirolo.



  04/07/2018 - 12:22 -   |   Comentar  |   



  145602 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega e insofismável causídico, Nonato - Terezina/PI - sem querer influenciar em seu voto, recomendo que vote NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO!

  04/07/2018 - 11:46 -   |   Comentar  |   



  145601 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

RESPONDENDO ao colega comentário 145599 - Mariano Perez Martins - Sao Jose do Rio Preto SP

No caso essa decisão é para o pessoal de NATAL, que entraram com a ação e o TST deu favorável,mas mandou a vara de origem verificar e ver o que pode ser feito.

No caso as AFABANS que se interessarem poderão tomar conhecimento e procurarem um advogado especializado e tentarem ajudar os associados por região fazerem a mesma coisa é só verificarem o anadamento do processo e o seu resultado final para faciliatar a consulta aos possíveis advogados o número do processo no TST é 11956220155210041, lembrando que encontram em recesso por causa das férias, mas podem verificar os andamentos e verificarem os direitos dos possíveis interessados e ai estudarem se compensa ou não entrar agora na JUSTIÇA, pois há prazos a serem apreciados e estudados se ainda compensam entrar.

  04/07/2018 - 10:59 -   |   Comentar  |   



  145600 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Concordo com a Influenza; sem influência dos poderosos. "Tem que manter isso, viu?"

  04/07/2018 - 10:21 -   |   Comentar  |   



  145599 - mariano perez martins   sao jose do rio preto sp

BOM DIA COLEGAS= SR.MILTON, SENDO LEIGO EM PROCESSOS, A QUE SE REFERE ESSE QUE POSTOU SOBRE PLR- ESTAMOS ENQUADRADOS NELE--GRATO.

  04/07/2018 - 09:50 -   |   Comentar  |   



  145598 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Olha, o principio fundamental do voto secreto é exatamente evitar que a decisão de um possa ter influencia na de outros. No caso Cabesp alguns colegas, além de abrir o seu voto, ainda fazem propaganda em defesa. Tá errado. E muito. Afinal se a decisão do influenciador falhar ele só responde pelo seu voto, mas o prejuízo é de quantos tenha influenciado. Por isso, o ideal, nem sempre seguido, é que cada um faça a sua escolha livremente, sem qualquer influência. Nonato-Teresina.

  04/07/2018 - 09:17 -   |   Comentar  |   



  145597 - Carlos Alberto Nonato   Indaiatuba-SP

145596-PÉRICLES DE ANDRADE - Péricles, já votei NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO.

  04/07/2018 - 08:54 -   |   Comentar  |   



  145596 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caros colegas, bom dia, votem NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO.

  04/07/2018 - 08:39 -   |   Comentar  |   



  145595 - Antonio Carlos Medeiros Leitão   Rio de Janeiro

Bom dia: Gostei do comentário do Luiz César da Fonseca-14594,objetivo e simples,sem rodeios indo direto ao assunto...Para lembrar votei NÃO

  04/07/2018 - 08:17 -   |   Comentar  |   



  145594 - Luiz Cesar da Fonseca   Vila Velha - ES

Caros Colegas

Li todos os comentário publicados neste site a respeito da nossa CABESP, mais precisamente sobre o PLEBISCITO já em andamento desde o dia 30/06/2018, com previsão de encerramento no dia 10/07/2018.

São várias comentários e em alguns deles citam que:

• Tem gente que fica em cima de muro;
• Tem gentes indecisas;
• Outro constantemente dá PITACO e deixa entre linhas a sua
opinião.

Nosso futuro depende, em grande parte, de nossas escolhas e não cabe a mim e nem tão pouco nenhum de nós influenciarmos quem quer que seja mesmo porque, cada um de nós tem livre arbítrio de poder escolher suas ações e tomar decisões que mais lhe convier.

Martirizar! Para quê? A nossa decisão não determina de imediato, se o que fizemos vai dar certo ou não.


FIZ UMA REFLEXÃO E RESOLVI ME PERGUNTAR:

1 - Ao longo desses 18 anos, o que o Santander fez em nosso benefício?
2 - Ao longo desses 18 anos, quais foram os prejuízos, danos, estragos, perdas que o Santander nos causou?

CONCLUSÃO:

Votei hoje 03/07/2018, às 15h03min, na opção NÃO!
Aproveitei e registrei o meu voto pelo meu celular.

A propósito, não sou contra o Santander, muito pelo contrário. Na verdade sou a favor dos meus direitos que o Santander usurpou-me.

De qualquer forma, parabenizo aos colegas que tem a coragem de expor as suas opiniões e tem o meu respeito.

SAUDAÇÕES BANESPIANAS!

Luiz Cesar

  04/07/2018 - 23:38 -   |   Comentar  |   



  145593 - Laerte Antonio Dulce   Sao Jose do Rio Preto

REF: Comentário 145588 do prezado amigo Raimundo Nonato da Silva.
Preciso o seu comentário, visto que alguns dos nossos colegas aderiram ao espírito espanhol de " se há governo sou contra". Para eles " se for pelo Santander sou contra". Infelizmente não fizeram uma profunda análise dos fatos que o assunto requer. Se acham que o remédio agora é meio amargo, amanhã poderá ser ineficaz. SE esquecem quo o Santander é o nosso Patrocinador e dependemos dele de acordo com as implicâncias legais com a privatização.

  04/07/2018 - 21:20 -   |   Comentar  |   



  145592 - Ivan Rodrigues   Belo Horizonte

Carlinhos. ???????????????????????????????????????????/

  03/07/2018 - 20:54 -   |   Comentar  |   



  145591 - Ivan Rodrigues   Belo Horizonte

Orly, fazendo das suas as minhas palavras, o meu voto é NÃO. Conclamo a todo a votar NÂO até a melhor apreciação das mudanças que querem empurrar pela nossa garganta.

  03/07/2018 - 20:47 -   |   Comentar  |   



  145590 - Antonio Carlos Medeiros Leitão   Rio de Janeiro

Tem gente que fala ,fala e fala,mais continuam sem a certeza em que votar no Sim ou no Não,frases longas que não levam a nada,pois não se situam,ou melhor ficam encima do muro,seja objetivos com seus argumentos...Voto ou melhor já votei NÃO

  03/07/2018 - 20:10 -   |   Comentar  |   



  145589 - Decio Mazine   Santa Rita do Passa Quatro-SP

Novo e-mail

  03/07/2018 - 18:26 -   |   Comentar  |   



  145588 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Quem acessar o site da Cabesp encontra facilmente o comparativo0 entre o atual regulamento e o que se quer agora aprovar. De forma muito prática. Não tem qualquer dificuldade, até porque os artigos ficam lado a lado na mesma página. Querer um "verdinho" para isso me parece muito, ainda mais com a tecnologia hoje disponível. Pois bem. Já fiz (pro meu gasto e não pra convencer ninguém) um comparativo e não vi nenhuma assombração, afinal as normas de todas as empresas vão envelhecendo e precisam sim de atualizações e modificações. Parece que o problema de alguns colegas permanece sendo o "ódio" do Santander. Não adianta colegas, agora é muito, mas muito tarde. Bom ou ruim foi o que nos deixaram. E menos mal, pois teve coisa bem pior com outros bancos. Ficarmos analisando em cima de "se isso acontecer o banco faz assim ou assado" é um mero exercício de adivinhação, que sinceramente não tem o condão de justificar uma tomada de posição, seja qual for, pois afinal não estamos abrindo mão do poder que como associados temos na nossa velha e boa Cabesp. Nonato-Teresina.

  03/07/2018 - 15:02 -   |   Comentar  |   



  145587 - josé geraldo de araujo   bragança paulista-sp


02/07/2018, segunda-feira
Informamos o lançamento do(s) andamento(s) relacionado(s) ao seguinte processo:ARE 675945

Matéria: Legitimidade para propositura de Ação Civil Pública

Relator: MIN. ALEXANDRE DE MORAES
RECTE.(S): ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS APOSENTADOS DO BANCO DO ESTADO DE SÃO PAULO - AFABESP
ADV.(A/S): RENATO RUA DE ALMEIDA
RECTE.(S): BANCO SANTANDER BRASIL S/A
ADV.(A/S): VICTOR RUSSOMANO JÚNIOR
RECDO.(A/S): OS MESMOS
ADV.(A/S): GETÚLIO RIVERA VELASCO CANTANHEDE


Andamento(s):
________________________________________
Data do Andamento: 02/07/2018
Andamento: Interposto agravo regimental
Observações: Juntada Petição: 44392/2018
________________________________________
Data do Andamento: 02/07/2018
Andamento: Conclusos ao(à) Relator(a)
Observações: --

  03/07/2018 - 14:33 -   |   Comentar  |   



  145586 - NELSON JUSTINIANO FILHO   MIRASSOL -SP-

NÃO NÃO NÃO NÃO NÃO NÃO NÃO NÃO NÃO NÃO

SEM MAIS COMENTÁRIOS

  03/07/2018 - 14:32 -   |   Comentar  |   



  145585 - marco antonio gonçalves dias   são paulo


QUE BOM QUE PODEMOS COMENTAR. VIVA A DEMOCRACIA!

  03/07/2018 - 11:53 -   |   Comentar  |   



  145584 - josé geraldo de araujo   bragança paulista-sp

Caros companheiros JOSÉ MILTON, ORLY, PÉRICLES e outros. Lembramos sempre do passado quando tínhamos alguma decisão pessoal importante para ser modificada. Você recebia os dois textos: TEXTO ATUAL e TEXTO A SER MODIFICADO.
Mesmo nas instruções do Banco, recebíamos o malote com as instruções modificativas para substituir nas PASTAS VERDES (INSTRUÇÕES). Voce tomava ciência das mudanças para por em prática no nosso dia a dia.
Agora, para esta decisão importantíssima da CABESP, recebemos um folheto como INFORME DA CABESP, SEM ASSINATURA DE NINGUÉM, dizendo o seguinte: “O QUE O BANCO QUERIA” e “O QUE CONSTA NA PROPOSTA NEGOCIADA” (QUAIS PROPOSTAS????), também os valores de TABELA 1 e TABELA 2. Cadê os textos para nosso estudo???? VOTAR dessa maneira e no “ESCURO”???
NÃO podemos concordar com isso de maneira nenhuma!
A DIRETORIA da CABESP, para ser clara e transparente, deveria mandar a cada participante, os TEXTOS ORIGINAIS e os TEXTOS MODIFICATIVOS, para análise de cada um de nós, para sabermos o que estamos votando, com o “de acordo” ou “não”. Também, com a possibilidade de recebimento de sugestões de quem tem experiência no assunto, caso de alguns colegas que aqui nesta página apresentaram.
Agora, simplesmente temos pela frente no Site CABESP, um quadro a ser votado pelo “SIM” ou pelo “NÃO”. NÃO PODEMOS VOTAR DESSA FORMA. ENTÃO O MEU VOTO É NÃO. Saudações a todos.

  03/07/2018 - 11:45 -   |   Comentar  |   



  145583 - wilson roberto marques da silva   LEME-SP

BOM DIA JOÃO PEREIRA, OBRIGADO PELA LEMBRANÇA, TUDO DE BOM PRA VOCE E OS SEUS TAMBEM. QUANTO Á PAULA SOUSA, QUE SAUDADES NÃO, QUE TURMA BOA.

  03/07/2018 - 10:32 -   |   Comentar  |   



  145582 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

VITÓRIA BANESPIANA no T S T vejam
A Quinta Turma do Tribunal Superior do Trabalho reconheceu a competência da Justiça do Trabalho para julgar ação que trata da distribuição dos lucros a aposentados do Banco Santander (Brasil) S.A. oriundos do Banespa. Segundo a Turma, a relação foi estabelecida exclusivamente entre o banco e os empregados e não envolve entidades de previdência privada.************************
Na reclamação trabalhista, o grupo de aposentados afirmou que, após a privatização, o Santander alterou o estatuto social de forma unilateral e eliminou direitos que estariam incorporados ao extinto contrato de trabalho. Entre 2010 e 2015, segundo eles, o banco distribuiu a participação nos lucros e resultados (PLR) prevista em convenção coletiva apenas aos empregados ativos.
******************************************************************
O Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (RN) manteve a sentença em que se declarou a incompetência da Justiça do Trabalho para julgar a ação. Entre outras razões, o TRT apontou que o STF, no julgamento de dois recursos extraordinários em 2013, entendeu que os processos que tratam de complementação de aposentadoria são da competência da Justiça Comum.**********************************
No recurso de revista ao TST, o grupo sustentou que seu caso não se enquadra na mesma hipótese dos recursos julgados pelo STF. Segundo eles, a parcela que pretendem receber tem como fundamento o regulamento e o estatuto social do empregador, de responsabilidade deste, e não de entidade privada de previdência.
******************************************************************
A relatora, ministra Maria de Assis Calsing, observou que a decisão proferida pelo STF reconhece a autonomia do Direito Previdenciário e exige a apreciação dos estatutos, regulamentos e planos de benefícios das entidades de previdência privada. No caso, entretanto, trata-se de supressão do pagamento de parcela prevista no estatuto do ex-empregador. “A presente reclamação, portanto, discute matéria diversa daquela debatida pelo STF”, concluiu.*******************************************************

  03/07/2018 - 10:20 -   |   Comentar  |   



  145581 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caros colegas, meditem, antes de votar, nos arts. e pars. propostos:
- art. 1º
- art. 4º, inciso II e par. 4º
- art 9, inciso II
- art 17º, pode ser aceito,mas com outra e mais precisa redação
- art 37º, par. 1º
- art 67º
e votem NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO

  03/07/2018 - 09:04 -   |   Comentar  |   



  145580 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

É triste, mas lendo os comentários sobre Cabesp chega-se à conclusão de que sempre vivemos mergulhados num poço de desconfianças entre nós mesmos. Ninguém confia em ninguém. Muito menos nas entidades que nos representam. Parecemos todos uma corja de traidores. Uma pena. Nonato-Teresina.

  03/07/2018 - 08:35 -   |   Comentar  |   



  145579 - JOAO PEREIRA NETTO PEREIRAno   NOVA GRANADA

Wilson Parabens pelo Aniverssário, muita muita saúde ,que Deus proteja você e seus familiares, isto e que desejam todos os ex funcionarios da Pauja Sousa com certeza mesmos aqueles que não
participam do Apdobanespa , muitaPAZ.

  03/07/2018 - 07:30 -   |   Comentar  |   



  145578 - Orly Guerra   Vila Velha/ES

Meu voto é NÃO!.
Essa proposta partiu do Santander, via presidente da Cabesp. O banco quer ser dono absoluto da cabesp e colocou pegadinhas na proposta (quer incluir o pessoal do Santander na cabesp com direito a voto – quer dizer, votarão conforme o Santander mandar).
A AFABESP, AFUBESP e ABESPREV, participaram de reuniões “secretas” desde o ano passado e somente agora nos informaram dessa “PROPOSTA INDECENTE” - “MANDANDO” votar “SIM”; por que?
Até que aumentar nossas contribuições faz sentido. Mas o banco aumentará a dele também? E o banco tem contribuído exatamente como manda o estatuto: valor igual ao nosso? O patrimônio da CABESP é de mais de OITO BILHÕES DE REAIS; esse detalhe ninguém informa.
Vários colegas estudaram a proposta a fundo e discutiram pelo www.apdobanespa.com e yahoogrupos. Apontaram as pegadinhas e ERROS nas propostas. Mas a AFABESP nem discutir quer. É votar sim e pronto, a maioria dos colegas não sabe de nada!
Não dá para entender a posição da AFABESP. A AFUBESP sempre foi do lado do Santander, desde o “REAJUSTE ZERO”. A diretoria da ABESPREV do FUNDÃO, está do lado do banco. Por que?

  03/07/2018 - 00:01 -   |   Comentar  |   



  145577 - Rubens José de Freitas   Mikrassol-SP

145573 - Antonio Galvão Raiz Porto -
Laerte Antonio Dulce, mais uma vez peço desculpa por ter escrito errado o seu nome. Quanto ao sim ou não, lendo o comentário do APdoB do Galvão, ficou claro aquilo que desconfiava, estamos votando um pacote que vai nos prejudicar. O comentário do colega Péricles na Assembléia, o qual confio muito, pois é um estudioso, dá uma dinâmica diferente do que você me orientou. Desculpe-me, agora discordar de você, pois desconhecia as modificações constante do pacote, que prova ser um pacote para privatizar a CABESP, retirando-nos o ultimo benefício que nos resta. Se fosse uma mudança honesta teriam colocado em votação apenas o aumento da mensalidade. Portanto peço que reestude o processo e quem sabe, até nos dê seu apoio. Obrigado.

  03/07/2018 - 22:53 -   |   Comentar  |   



  145576 - Claudimir de Souza Pinto   Piedade-SP

145573 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis - SP 02/07/2018
CABESP: a AGE mostrada no Youtube
... Assim sendo, mesmo depois de ouvir e ponderar sobre as justificativas em prol da sua aprovação, por uma questão de coerência, continuo mantendo a minha posição inicial de não acatar esta reforma da maneira com que ela foi realizada. Meu voto será ‘NÃO’ no plebiscito.
... Bom seria que o ‘NÃO’ pudesse ser o resultado final e, com uma nova assembleia, tivéssemos a grande chance para corrigir o que foi feito errado, e assim tudo fosse colocado nos seus devidos lugares. Mas infelizmente isso não vai acontecer.
________

Caro Antonio Galvão, tenho consciência de que muitos dos inscritos neste grupo não se pronunciam por desconhecerem os reais interesses das associações nessas mudanças (eu sou um deles) mas, poderão seguir suas orientações, assim como as (em ordem alfabética) de:
Adélia Mauricio Silva, Alvaro Pozzeti, Antônio Pelegrino, Carlos Alberto Rodrigues dos Santos, Eliel Da Silva Dornelas, João Bosco Galvão Castro, Jose Milton, Orly Guerra, Péricles de Andrade e Raimundo Nonato da Silva, e muitos outros com muita competência na área jurídica, que deixo de citar e a quem peço desculpas. Poderão através de contatos via Skype ou outro, (por exemplo) após entendimentos formular(em) um esquema para esclarecimento. Por essa razão peço, se possível, faça(m) um resumo de cada artigo, item por item, sobre o que querem (ou é necessário) alterar/cancelar e oriente(m) nossa defesa (se for ocaso).
O seu comentário - destacado acima - me faz entender, é que há algo de errado com essas alterações pretendidas.
Um abraço forte a todos os Banespianos.

  03/07/2018 - 22:50 -   |   Comentar  |   



  145575 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

COLEGAS BANESPIANOS ALERTA GERAL VAMOS VOTAR NÃO! não
As nossas mensalidades estão normatizadas no estatuto desde 27 de junho de 1968,OU SEJA 50 ANOS sobre os valores percebidos pelos funcionários do BANCO, que nunca há atrasos, pois, são debitados em conta corrente no dia que sai o nosso pagamento.Portanto, quando sai os aumentos salariais automaticamente os 2,5% são debitados e assim sendo, se houver aumento para os funcionários, haverá aumento também nas mensalidades automaticamente. Também o banco cumprindo as nossas Leis e pagando os atrazados, a CABESP TERÁ O RECEBIMENTO AUTOMÁTICO DOS 2,5% , DO QUE VAMOS RECEBER E ASSIM A CAIXA RECEBERÁ UM BOM REFORÇO, basta o banco pagar o que nos deve e deixar de ficar recorrendo e prejudicando a todos banespianos.Agora, se aceitarmos essa mudança na norma e ainda mais que o poder economico consegue tudo, que quer na Justiça, ai poderá dizer que abrimos mãos de nossos direitos com a nova opção. Não é mesmo? Vocês lembram do que os juízes dizem : - " que quem optou relegou os direitos do regulameNto de pessoal anterior, e, quem não optou NÃO ABRIU MÃO DOS DIREITOS DO REGULAMENTO ANTERIOR E PORTANTO NÃO TEM DE RECEBER OS VALORES DAQUELES que optaram E estão recebendo quase o dobro do que, os que não optaram. Ai tivemos que recorrer à PROCURADORIA GERAL DO TRABALHO ATRAVÉS DO QUE FOI REALIZADO PELO PROCURADOR GERAL DR. OTÁVIO BRITO LOPES , JUNTO A PREVIC E AI FOMOS COLOCADOS NO PLANO V, E ATÉ HOJE ESTAMOS BRIGANDO NA JUSTIÇA PARA CONSEGUIRMOS RECEBER O QUE NOS É DEVIDO E JÁ VAI PARA 16 ANOS E AGORA O PROCESSO ESTA PARADO NO TRF 3 DE SP AGUARDANDO A CONVOCAÇÃO DE MAIS DOIS DESEMBARGADORES, PARA RESOLVEREM O CASO, QUE JÁ DEVERIA ESTAR RESOLVIDO DESDE QUE O BANCO FOI ENTREGUE AO SANTANDER . Lei ora L ei !!!!! VANTAGENS AOS PODEROSOS E NÓS COMO FICAMOS, VAMOS NOS UNIR ??? OU ESPERAR O QUE ??? Desde a regulamentação da Lei 9656/98, em vigência des­de 2 de janeiro de 1999, que as operadoras de planos de saúde estão proibidas de aumentar o valor das faturas de clientes com mais de 60 anos e com dez anos de contrato, alegando mudança de faixa etária. A legislação se tornou ainda mais rígida após a criação do Estatuto do Idoso, que passou a vigorar em 1º de janeiro de 2004.
SE A CONSTITUIÇÃO DIZ QUE SOMOS TODOS IGUAIS PERANTE A LEI, PORQUE ISSO TAMBÉM NÃO PODE SERVIR PARA TODOS NÓS QUE PAGAMOS HA 50 ANOS O QUE ESTA NAS NORMAS ESTATUTÁRIAS, QUE SÃO AUMENTADAS SEMPRE QUE HÁ AUMENTOS SALARIAIS PARA NÓS E ASSIM SENDO NÃO CRIAMOS DIFICULDADES PARA A CABESP, SEMPRE QUE HÁ AUMENTOS E SE O BANCO CUMPRIR COM SUAS OBRIGAÇÕES ASSUMIDAS E NOS PAGAR OS ATRASADOS, HAVERÁ MUITO RECURSO ENTRANDO PARA A CABESP
temos que votar NÃO!!!! NÃO !!!!!!!!!!!


  03/07/2018 - 22:40 -   |   Comentar  |   



  145574 - Maria de Lurdes Sousa   São Paulo - SP

O item abaixo consta da alteração a ser realizada no Estatuto da CABESP:
Artigo 1º Parágrafo Único
"A Caixa deverá estender a sua atuação em todo território nacional, podendo celebrar contrato, convênios de reciprocidade com empresas de assistência a saúde, conforme regulamento próprio."
Comentário:
- Como a Cabesp poderá celebrar contratos de convênios com qualquer empresa de assistência à saúde no território nacional, ela poderá terceirizar todo o atendimento em São Paulo, como já acontece em outros estados. Assim, os associados paulistas poderão passar a serem atendidos pela Amil, Sul América, Unimed, etc., e os diretores eleitos nada poderão fazer. O atendimento dos novos funcionários da Cabesp já foi terceirizado para o plano Sul América.
Vamos atentar para este item, é muito importante:
Se aprovarmos essa alteração estaremos permitindo que a Diretoria, se assim desejar, terceirize todos os serviços da CABESP.

  03/07/2018 - 21:38 -   |   Comentar  |   



  145573 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis - SP

CABESP: a AGE mostrada no Youtube

Justiça seja feita, temos que reconhecer que, na ‘Era Prupest’, dificilmente teríamos o que o aconteceu no dia 30 de junho de 2018, agora na ‘Era Maria Lucia’: uma assembleia apresentada ao vivo pela internet. Pena que a audiência, de acordo com os números mostrados pelo Youtube (pouco mais de cem), tenha sido ao que parece bastante reduzida. Quanto à avaliação que podemos fazer sobre essa histórica AGE, gostaria de desenvolver uma análise, a qual obviamente reflete a minha opinião.
Começaria dizendo que tudo o que aconteceu no seu transcorrer já era previsto, ou seja, em resumo: não haveria o quórum necessário e a decisão iria para o plebiscito. E expectativa ficara em torno das manifestações que poderiam ser feitas pelos presentes, desde que evidentemente permitidas pela presidente Maria Lucia. Ainda bem que ela as permitiu.
Foram 18 colegas que ocuparam o microfone, metade deles, diga-se de passagem, representantes da Afubesp e do Sindicato este que, por sinal, foi o grande ‘orquestrador’ do ‘Acordo’ com o Santander. Faço esta referência para mencionar que me chamou a atenção o posicionamento de 3 deles – Oliver (!!!), Cido Sério (quem diria?!) e Ragazzine – que fizeram ‘ressalvas’ ao ‘SIM’.
Mas, seguindo com a minha análise e para ser bem objetivo, pudemos constatar que praticamente houve uma unanimidade nos discursos dos manifestantes pela aprovação da reforma do estatuto, unanimidade que não foi completa por conta do pronunciamento firme e contundente do colega Péricles. O seu pronunciamento só não foi mais firme e mais contundente porque o tempo que lhe foi concedido pela ‘fiel escudeira’ da presidente - que cronometrava rigorosamente a fala dos manifestantes - não lhe deixou concluir a exposição. E a sua argumentação – com a qual concordo plenamente – foi a de que está em votação não apenas a elevação dos coeficientes para o custeio, mas um ‘pacote’ que contém situações que poderão nos ser prejudiciais.
Pudemos também constatar que uma das ‘tônicas’ de todas as manifestações em prol do ‘SIM’ foi a referência àquela informação, que teria origem nos estudos atuariais, sinalizando que, “se nada for feito, a partir de 2040, a Cabesp deixará de atender às 17 mil almas dos banespianos que ainda restarão”. Particularmente, não consigo aceitar que estudos atuariais, por mais precisos que eles possam ser, tenham condições de fazer uma projeção acertada num período de tempo tão longo, 22 anos. Contudo, mesmo que o número de ‘sobreviventes’ seja bem menor, claro que isso tem um apelo fortíssimo, no sentido de que precisamos (sobretudo nós, de septuagenários para frente, que em 2040 dificilmente ainda estaremos por aqui) ser ‘altruístas’ e dar a nossa parcela de contribuição votando ‘SIM’.
No que me toca, embora reconhecendo que este enfoque tenha até certo ponto me sensibilizado, por outro lado ele por si só não consegue excluir todos os pontos negativos que marcaram esta proposta de alteração do estatuto da Cabesp. Assim sendo, mesmo depois de ouvir e ponderar sobre as justificativas em prol da sua aprovação, por uma questão de coerência, continuo mantendo a minha posição inicial de não acatar esta reforma da maneira com que ela foi realizada. Meu voto será ‘NÃO’ no plebiscito.
Bom seria que o ‘NÃO’ pudesse ser o resultado final e, com uma nova assembleia, tivéssemos a grande chance para corrigir o que foi feito errado, e assim tudo fosse colocado nos seus devidos lugares. Mas infelizmente isso não vai acontecer.
Finalizando reafirmo que o meu ‘NÃO’ baseia-se no entendimento de que, embora aceite a correção das nossas contribuições nos índices propostos, estamos votando um ‘pacote’, e esse ‘pacote’ contém pelo menos dois relevantes itens dos quais discordo categoricamente. São eles:
1- Como já me posicionei anteriormente, o parágrafo 4º do Art. 4º tinha que ser excluído tal qual aconteceu, por exemplo, com a figura do ‘representante’ (Arts. 57 e 58). Esse dispositivo simplesmente poderá permitir ao banco que, quando lhe aprouver, inclua na Cabesp os ‘santanderianos’, algo com que não concordo, uma coisa que na minha opinião não podemos aceitar.
2- O segundo item, não obstante menos relevante, mas que pesou também na minha decisão, refere-se à injustiça que se está fazendo com os nossos colegas inadimplentes ao diminuir de 90 para 60 dias (Art.9, II) o prazo em que se tornam passíveis de exclusão. Trata-se a meu ver de uma medida desnecessária, que apenas pune e complica ainda mais a situação daqueles que foram as maiores vítimas do fatídico Congelamento Salarial que tanto mal trouxe a todos nós.

Se estiver equivocado, só o tempo dirá.
Sinceramente, torço para que assim seja e, com o maior prazer, reconhecerei o meu erro.







  02/07/2018 - 14:47 -   |   Comentar  |   



  145572 - José Roberto Barin   Campinas-SP

Colegas, mudando um pouco o foco de nossas discussão, vale a pena assistir a entrevista com o renomado jurista Modesto Carvalhosa que chama abertamente o Gilmar Mendes de "marginal e corrupto" com pedido de impeachment pedido esse sendo engavetado insistentemente pelo outro corrupto presidente do Senado.
VEjam abaixo:

https://youtu.be/ujJmvEnr76M

  02/07/2018 - 14:40 -   |   Comentar  |   



  145571 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

CAROS COLEGAS, VOTEM NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO NAO.

  02/07/2018 - 13:16 -   |   Comentar  |   



  145570 - Benedito de Paula Borges   Bauru Sp

145467 Comentário do Sr Péricles.

É imprescindível a sua leitura e de fácil compreensão. Principalmente aos interessados. A conclusão é simplesmente lógica. Basta se aproximar de 70 anos de idade que ainda é de mais fácil entendimento.

  02/07/2018 - 09:31 -   |   Comentar  |   



  145569 - joao alfredo de andrade almada   guaratingueta sp

verdade, nos aposentados do banespa estamos sendo traidos como fomos no acordo safado de 1916 porque a afabesp faz o jogo do santander e a afubesp agora tem maioria dos socios funcionarios do santander e não está nem ai para os aposentados do banespa. eles querem incluir todo o mundo na cabesp a custas de nossas contribuições !eles sempre acharam que somos marajas e não reconhecem que construimos a grandeza do banespa doado pelos tucanos aos espanhois !

  02/07/2018 - 09:13 -   |   Comentar  |   



  145567 - carlos Alberto Rodrigues dos santos   belo Horizonte-MG

145563-João Bosco sobre o seu comentário "Tenho a impressão que as próprias Afabans, que mais de perto nos representam, tiveram participação ativa na redação do texto proposto", pelo que é de meu conhecimento eu posso te afirmar que as AFABANS não tiveram participação na redação, pelo menos a de Belo Horizonte-MG. Um abraço.
Carlos Alberto-Presidente da Afaban-BH

  02/07/2018 - 08:18 -   |   Comentar  |   



  145566 - adelia mauricio silva   Divinópolis

As propostas do bco. Sder, via Cabesp são como convite para entrar numa tumba de Faraó, ou numa caverna de Piratas. Ninguém sabe se sairá vivo. Ainda mais com o pote de mel oferecido pelas Associações e Sindicato. Parecem "Fadas Madrinhas"(amigos da onça). No entanto, nós aposentados já fomos traídos no caso do "reajuste zero". E quanto aos processos perdidos e outros que são como "rosca sem fim", jamais terminam, graças aos "competentes advogados", que em 2013 perderam prazo de recurso e a coisa deu H2O. Fica o aviso: Não basta ser "desconfiado", tem que abrir os olhos.

  02/07/2018 - 23:38 -   |   Comentar  |   



  145565 - Rubens José de Freitas   Mirassol-SP

Muitos colegas alegam que na proposta do Banco tem muitas mudanças, inclusive com a possibilidade do Banco incluir seus funcionários que nunca trabalharam no Banespa e outros itens que prejudicam a CABESP.
Não seria melhor publicar o projeto do Banco na sua integra, para que cada um possa ler e interpretar, podendo assim saber o que está fazendo?

  02/07/2018 - 21:30 -   |   Comentar  |   



  145564 - Eliel da Silva D Ornelas   Cabo Frio/RJ

O assunto Cabesp, não mereceu a devida atenção, como merecia, até o momento.
As negociações precisariam ser realizadas com uma outra Consultoria de valor reconhecido no mercado, para substantivar as decisões das Associações. É assim que acontece no mundo dos negócios. Exige-se muito mais quando os clientes são vulneráveis.
O momento ideal foi ao receber o convite da Pres. Da Cabesp – se pensar na contratação de uma Consultoria para assessorar as Associações. Nunca na AGE. Esta sim, foi um dos absurdos de péssima qualidade. Ainda bem, a possibilidade de plebiscito.
A causa foi o posicionamento prepotente das Associações se achando serem competentes para assuntos que demandam competências.
Os que não enviaram procurações e que não estiveram na AGE, ou moram distante, ou ficaram surpresos como aconteceu o processo. Ou, a situação mais provável: a vulnerabilidade, face suas idades. É tempo de se refletir, um pouco mais, prudência e caldo de galinha não faz mal a ninguém.
Agora, sim, há um momento mais realístico, e, espera-se o NÃO, NÃO, NÃO, seja vitorioso, caso não haja manipulação de votos. Espera-se um outro processo: com todas as cartas à mesa.
A minoria possui condições de escolher melhor. Geralmente são nos menores frascos que se contém os melhores perfumes.
Pela PRIMEIRA VEZ essas Associações agiram, completamente, erradas. Espera-se que em outras oportunidades reflitam um pouco mais.
Possuir experiências em banco, não reflete a complexidade da era em que vivemos. O mundo se modifica a cada seis meses. Tudo se faz novo num piscar de olhos. O banco se mantém no topo da linha, pois possui Assessores competentes pagos a preços de ouro.
Entrei no banco por concurso e aos 33 anos de INSS, 26 de banco, aposentei-me. Sempre precisei e gostei da Cabesp, mas há muito tempo que ela mudou para pior. É de conhecimento notório a todos..
Todos os sistemas, cientificamente, falando, tende ao caos, por isso a necessidade de entrar com entropias negativas para se tentar conseguir o equilíbrio homeostático de qualquer sistema.
Que o nosso Deus, criador dos céus e da terra, os abençoem. Amém

  01/07/2018 - 19:58 -   |   Comentar  |   



  145563 - João Bosco Galvão de Castro   Guaratinguetá/SP

Caro Péricles e demais colegas,
Acho que a falta de quorum na Assembléia e a opção para o Plebiscito vai fazer que haja maior participação dos principais interessados no assunto, e o voto na opção NÃO fará com que uma nova proposta venha a surgir com propostas de alterações mais claras e amplamente discutidas com todos e não somente com a cúpula de nossas entidades.
Tenho a impressão que as próprias Afabans, que mais de perto nos representam, tiveram participação ativa na redação do texto proposto.
É preferível que demore um pouco mais para que sejam feitas alterações que realmente interessem a todos e não apenas ao banco, e nas quais não sejam inseridas cláusulas e parágrafos que amanhã ou depois possam ter uma interpretação que venham nos prejudicar.
Todo o cuidado é pouco quando do outro lado da mesa está o Santander.
Minha sugestão ao Péricles e demais colegas é que usem os demais espaços banespianos que temos no Facebook e no site do APDOBANESPA para que a decisão que viermos tomar seja de forma consciente e segura. Um abraço
Bosco

  01/07/2018 - 19:55 -   |   Comentar  |   



  145562 - Surjus Renê Fernando   Franca/SP

Oi Hélvio José de Paula, (Perigoso) abração pelo aniversário.

  01/07/2018 - 18:23 -   |   Comentar  |   



  145561 - Roberto de Moraes   São Roque-sp

PLEBISCITO CABESP – SIM OU NÃO, EIS A QUESTÃO!

Uma grande decisão está para ser tomada com relação ao nosso plano de saúde, que poderá ser prejudicial para muita gente, senão à maioria, se o assunto não merecer a devida atenção, como o foi até o momento.

A assembleia de 30 de junho não atingiu o quórum exigido, que é de maioria absoluta (50%+1 dos votos dos associados), para a abertura e deliberação das propostas. Era o momento ideal para se debater, sugerir e, quem sabe, suavizar algumas cláusulas a nosso favor.

As causas para a não realização do evento vão desde o não envio das procurações pela Cabesp, à comodidade, à campanha contra somadas à falta de informação, que levou milhares de colegas à abstenção as quais, muitas vezes, foi de propósito para não se chegar ao quórum exigido. Um erro.

Agora estamos diante do plebiscito, que exige maioria simples, ou seja 50%+1 dos que se apresentarem para votar, independentemente do número dos votos apurados. Cada colega vai receber uma senha para votar pelo telefone disponibilizado pela Cabesp, ou pela internet. Detalhe: a senha não vai chegar pelo correio.

Neste momento chegamos numa situação pouco confortável em que uma minoria vai decidir, através do SIM ou NÃO, o destino da entidade, que talvez não seja necessariamente o desejo da maioria. Por isso a participação é importantíssima. Depois, não adianta chorar o leite derramado.

É obvio que a Cabesp é deficitária, não só pelo valor da contribuição que é pequena, se comparada a outros planos, mas principalmente pelo contingente de idosos que desequilibra a carteira. Alguma coisa precisa ser feita.

Pela primeira vez as entidades de representação, AFABESP/ABESPREV/AFUBESP, depois de muitas reuniões e intensos debates, chegaram a um acordo com o banco, e são unânimes na defesa do SIM ao ajuste costurado, para que o déficit seja coberto.

Eu enviei procuração junto com a de alguns colegas que consegui coletar, para que a assembleia se instalasse, com o intuito de votar SIM às propostas apresentadas e, claro, torcendo para que fossem melhoradas a nosso favor. Não deu!

Sobrou-nos o plebiscito. Mesmo assim, preocupado com a perenidade da Cabesp - e considerando que os 6% de contribuição da maioria dos associados, não cobrem o valor de uma consulta médica – achei melhor seguir a orientação das entidades que nos representam, que estiveram na mesa de negociação e conhecem em profundidade a questão que nos preocupa, do que ouvir a opinião, ou mero palpite, como queiram, de quem não participou dos embates. Dessa maneira votei pelo SIM.

Se alguém acha que a Cabesp está ruim... Imagine sem ela.

Roberto de Moraes – São Roque - sp.





  01/07/2018 - 18:02 -   |   Comentar  |   



  145560 - PARA O DEPARTAMENTO JURIDICO DO APDOBANESPA   SÃO PAULO

SOLICITO QUE INFORMEM PARA OS QUE NÃO ENTENDEM...

29/06/2018, sexta-feira
Prezado(a) assinante,
Informamos o lançamento do(s) andamento(s) relacionado(s) ao seguinte processo:
ARE 675945
Matéria: Legitimidade para propositura de Ação Civil Pública

Relator: MIN. ALEXANDRE DE MORAES
RECTE.(S): ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS APOSENTADOS DO BANCO DO ESTADO DE SÃO PAULO - AFABESP
ADV.(A/S): RENATO RUA DE ALMEIDA
RECTE.(S): BANCO SANTANDER BRASIL S/A
ADV.(A/S): VICTOR RUSSOMANO JÚNIOR
RECDO.(A/S): OS MESMOS
ADV.(A/S): GETÚLIO RIVERA VELASCO CANTANHEDE

Andamento(s):
Data do Andamento: 29/06/2018
Andamento: Petição
Observações: Agravo Regimental - Petição: 44392 Data: 29/06/2018 às 16:16:28
Este é um e-mail automático. Por favor não responda.
Para entrar em contato, utilize o serviço "Fale Conosco" situado na página de acesso ao STF-PUSH no site www.stf.jus.br.
Este é um serviço meramente informativo, não tendo, portanto, cunho oficial.

Supremo Tribunal Federal
Praça dos Três Poderes - Brasília-DF - CEP 70175-900 - Telefone: (61) 3217.3000

  01/07/2018 - 15:42 -   |   Comentar  |   



  145559 - José Roberto Barin   Campinas-SP

Prezado Péricles, Eliel e demais colegas. Infelizmente o sonoro NÃO não saiu, mas já votei pelo NÃO.

  01/07/2018 - 15:32 -   |   Comentar  |   



  145558 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

CM. 145554 - Cascaes veja o meu comentário abaixo, enviei novo convite.
CM.145539 Alvaro Pozzetti de Oliveira Bauru/SP
A. Cascaes, Atendendo seu pedido, enviei um convite do Yahoo, para participar do Grupo APdoBanespa com esse seu novo e-mail. - No e-mail convite que receber do Yahoo Clique em "Inscreva-se neste grupo!" e seu novo e-mail será ativado ok?
Abraços

  01/07/2018 - 09:27 -   |   Comentar  |   



  145557 - mariano perez martins   sao jose do rio preto sp

BOM DOMINGO A TODOS---REALMENTE COLEGA NONATO---HA DUVIDAS REALMENTE ENTRE O SIM E O NAO----E O MESMO QUE ESCOLHER UM BOM CANDIDATO PARA PRESIDENTE---EM QUEM VOTAR ???????

  01/07/2018 - 08:43 -   |   Comentar  |   



  145556 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Pronto. Agora é por plebiscito. Espera-se que a "campanha eleitoral" não volte, pois afinal de contas se o colega aposentado, razoavelmente instruído, experiente, com idade acima dos 70, ainda não souber escolher entre sim ou não o que considera melhor pra si, aí amigo, é melhor voltar pra roça. Nonato-Teresina.

  01/07/2018 - 08:32 -   |   Comentar  |   



  145555 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Acabo de receber via Messenger a Senha para votar no plebiscito CABESP.
O voto deverá ser até 23:59 hs de 10/07/2018

  01/07/2018 - 21:46 -   |   Comentar  |   



  145554 - ANTONIO CARLOS CASCAES   São José

Pozzeti gostaria que me confirmasse se esse email esta registrado aí com vcs

  30/06/2018 - 19:21 -   |   Comentar  |   



  145553 - Dorival Jeronimo Coquemala   Tupã - sp -

Caro Péricles (comentário 145500). Ótimas ponderações que você colocou.O que precisa então é uma abertura de diálogo e considerar como já demonstrou dias atrás as alterações que propóe.
Ótima a sua participação.

  30/06/2018 - 10:06 -   |   Comentar  |   



  145552 - mariano perez martins   sao jose do rio preto sp

UM OTIMO FIM DE SEMANA A TODOS-----AMIGOS, O QUE ME ACONSELHAM---VOTAR SIM OU VOTAR NAO ---EIS A QUESTAO.

  30/06/2018 - 09:32 -   |   Comentar  |   



  145551 - Rubens José de Freitas   Mirassol-SP

Desculpe Laerte. Hoje lendo aqui no APdoB eu percebi, ia até fazer um adendo corrigindo. A idade vai chegando e esses problemas acontecendo.

  30/06/2018 - 22:40 -   |   Comentar  |   



  145550 - Antônio Pelegrino   Cafelândia -SP

C-145549 - Rubens de Souza - A verdade é que eu não entendo bolufas de Direito, mas pesquisei e encontrei esse caminho, agora fica por conta do Dr. Nonato e Dr. José Mílton. Abraço e Bom fim de semana.

Agravo regimental é o recurso de agravo previsto nos regimentos internos dos tribunais, cabível da decisão monocrática do tribunal, com o fim de levar o recurso ou pedido ao colegiado, na forma do art. 545, do Código de Processo Civil:
Art. 545.
Alegada a insuficiência do depósito, é lícito ao autor completá-lo, em 10 (dez) dias, salvo se corresponder a prestação cujo inadimplemento acarrete a rescisão do contrato.
§ 1º No caso do caput, poderá o réu levantar, desde logo, a quantia ou a coisa depositada, com a consequente liberação parcial do autor, prosseguindo o processo quanto à parcela controvertida.
§ 2º A sentença que concluir pela insuficiência do depósito determinará, sempre que possível, o montante devido e valerá como título executivo, facultado ao credor promover-lhe o cumprimento nos mesmos autos, após liquidação, se necessária.

  30/06/2018 - 21:59 -   |   Comentar  |   



  145549 - Rubens de Souza   bauru/sp

Processo das gratificações

Outro agravo. Agora regimental. Quem souber me explique.
obrigado.

  29/06/2018 - 18:46 -   |   Comentar  |   



  145548 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

testando

  29/06/2018 - 18:37 -   |   Comentar  |   



  145547 - sebastião chaim junior chaim junior   Ribeirão Preto

Vote """N A O"""
Pela Ousadia e Sensatez...

  29/06/2018 - 18:13 -   |   Comentar  |   



  145546 - sebastião chaim junior chaim junior   Ribeirão Preto

vote "N A O"
Pela ousadia e sensatez...

  29/06/2018 - 18:10 -   |   Comentar  |   



  145545 - Claudimir de Souza Pinto   Piedade-SP

145543 - Maria do Rosario Araujo da Silva Amaral - Extrema-

Passo a passo (Espero poder ajudá-la)

Acesse|: https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01
Coloque o nº do pis (NIS) siga as instruções. - > Coloque sua senha

Vá completando os pedidos que surgirão.
Vão pedir para selecionar imagens
Completando vai aparecer > selecione um serviço...> EXTRATO COMPLETO <
Aparece seu extrato completo. Boa sorte. Não desista!

  29/06/2018 - 17:46 -   |   Comentar  |   



  145544 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

ESTA É UMA RESPOSTA QUE FORNECI NO GRUPO : APOSENTADOSYAHOO -

Só porque o processo se estendeu por um ano, fora longo, amplo e aberto ? Muito pelo contrário: ele foi sigiloso, sem obedecer aos Princípios Científicos das Ciências da Administração e Economia, e o da falta da transparência da área Jurídica.

Questões fundamentais:” informações e preocupações que tínhamos “. Não é dessa maneira que o mundo dos negócios funciona. Pelo contrário, se você está envolvido, plenamente, sobre as questões, aí sim, se faz necessário a presença de especialistas para assessorar, justamente, para se evitar decisões tendenciosas. “Cada rodada, as associações voltavam a refletir e decidiam”. Novamente outro erro, eles mesmos avaliavam eles mesmos. Outra prática indevida. A Doutrina Econômica e da Administração recomenda análises alternativas, por profissionais abalizados, com competências exclusivas cientificamente e tecnicamente comprovadas em assuntos de negócios, observando detalhes, nem sempre perceptíveis pelos ho mens de linha. “Houve estruturações e decisões e os próprios, dizem que foram CERTAMENTE avaliadas.” Só poderiam dizer que eram certas ou erradas, só após o crivo dos especialistas, não eles mesmos, envolvidos nas questões. Estas pessoas precisam e precisavam ouvir especialistas e não pensarem serem os donos das verdades. Isto caracteriza : prepotência e daí surgem os absurdos.

Chegam a dizer “ que cada associação convencida sobre o melhor caminho que após revisões delas mesmas, concordavam com a publicação.” É lamentável: já dizia Sócrates: TUDO O QUE SEI É QUE SEI QUE NADA SEI. Porque os reis, desde 2600 anos atrás, usavam a Consultoria de SUN TSU ( A arte da guerra ). Porque os reis da Bíblia consultavam os profetas. Todas as Doutrinas Científicas possuem seus Princípios e eles não devem ser desconhecidos. Todos, nas rodadas, possuíam maioridade, logo não podem alegar desconhecimento da Lei.

Não tecerei mais comentários, pois chega a ser vergonhoso. Ainda mais quando se trata de clientes vulneráveis por Lei..

Nós não somos os donos das verdades: as Ciências, as Técnicas estão disponíveis para serem usadas por quem possui competência para exercê-las, nunca o achismo. Todas as grandes Organizações além das suas Auditorias Internas, se utilizam de Auditorias Externas. A Lei das S/A determina assim. Porque então Organizações menores se acharem tão competentes. É tempo de reflexão. Que Deus os Abençoem. Amém.

  29/06/2018 - 15:44 -   |   Comentar  |   



  145543 - Maria do Rosario Araujo da Silva Amaral   Extrema-MG

Mudando de assunto:
Alguém poderia dizer se isso procede?

"Como consultar o valor
Para o PIS (trabalhadores de empresas privadas): É possível fazer a consulta usando o seu número de CPF pelo site da Caixa Econômica Federal ou pelo telefone 0800-726-0207. O banco também oferece o aplicativo Caixa Trabalhador como opção.

Para o Pasep (servidores públicos): É possível fazer a consulta pelo site do Banco do Brasil, informando o número de inscrição do Pasep ou o CPF e a data de nascimento."
Agradeço a atenção

  29/06/2018 - 14:49 -   |   Comentar  |   



  145542 - Laerte Antonio Dulce   Sao Jose do Rio Preto

Corrigindo o Rubinho de São José do Rio Preto -SP.
Ele errou no meu sobrenome, afirmando ser Laerte Belete, ao invés de Laerte Antonio Dulce (AFABAN de São José do Rio Preto e Região.

  29/06/2018 - 13:30 -   |   Comentar  |   



  145541 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP

Bom-dia.

Se for.possível, vamos adiar o dia 30.
Porque, por que.essa pressa/pressão,
Significa uma ansiedade para acertar uma situação já definida
Que foi exercitado sem o consentimento
Dos reais interessados, nós.

  29/06/2018 - 12:11 -   |   Comentar  |   



  145540 - Antonio Carlos Cascaes   São Jose SC

Estou comunicando a mudança de meu E-mail para envio de msg do apdobanespa: email atual acascaes@yahoo.com.br nr meu celular 48 996110749 com WhattsUpp
email antigo o qual não tenho mais acesso: accascaes@yahoo.com.br

  29/06/2018 - 11:36 -   |   Comentar  |   



  145539 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

A. Cascaes, Atendendo seu pedido, enviei um convite do Yahoo, para participar do Grupo APdoBanespa com esse seu novo e-mail. - No e-mail convite que receber do Yahoo Clique em "Inscreva-se neste grupo!" e seu novo e-mail será ativado ok?
Abraços

  29/06/2018 - 10:48 -   |   Comentar  |   



  145538 - Adilson Almeida Rollo   Ribeirão Preto/SP

CABESP-ALTERAÇÃO ESTATUTÁRIA-VEJA OUTRO PONTO DE VISTA DESTE ASSUNTO

RECEBIDO DO AMIGO JORGE NAGASAKO A QUEM AGRADECEMOS - REPASSANDO

REPASSANDO- recebido do amigo C.M.a., a quem agradecemos a gentileza, externando sua opinião sobre este assunto da CABESP.Posso garantir que o autor destas considerações conhece muito do assunto, e está imbuído da melhor das intenções ao fazer este alerta.

Leiam e pensem sobre isso.

Jorge
Ver mais

  29/06/2018 - 10:40 -   |   Comentar  |   



  145537 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Por que será que estamos com tanta pressa para mudar os estatutos que estão aí a pelo menos 50 anos?? Se esperarmos mais um ou dois anos, o que pode acontecer? A previsão da catástrofe é para 2042. Isto tudo é muito estranho.

  29/06/2018 - 10:31 -   |   Comentar  |   



  145536 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Os aposentados (de qualquer categoria) unidos já não têm força nenhuma, imagina cada um puxando pra um lado. Tem colegas parecendo menino teimoso batendo o pé:- não, não, não......sim, sim sim. Arriégua!!! Nonato-Teresina.

  29/06/2018 - 09:53 -   |   Comentar  |   



  145535 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

- com. 145530 - Rubens José de Freitas, caro colega, nem todas as associações participaram das negociações, faltaram as Afabans, foram esquecidas, não foram convidadas, embora sejam as entidades que maior número de associados representam. Como foram elas, a Afabesp, a Afubesp, o Abesprev, o Sindicato e a Cabesp que elaboraram essas esdrúxulas alterações, que chegam a "entregar" a nossa Cabesp ao Satander, quando diz no art 1º, proposto, que a Cabesp é uma Associação constituída na FORMA DA LEGISLAÇAO EM VIGOR, ignorando todo o seu passado de 50 anos, e instituída pelo Banco do Estado de São Paulo S/A, empresa incorporada pelo Banco Santander (Brasil), PATROCINADORA PRINCIPAL, vão sempre aconselhar o sim, para tudo isso que aí está, pois votaremos num "pacote fechado", um "prato feito", um "goela abaixo". Se alguém pensa que votando sim, estará votando apenas no reajuste de 2,5% a 6%, o que é justo, louvável, viável e até suportável, está muito ENGANADO, pois estará aprovando TODAS as alterações, muitas abomináveis, como o art 1º, ou o art 4º, par 4º, que permite o ingresso no quadro de associados da Cabesp de funcionários de bancos e empresas que doravante possam sem comprados/incorporados ao Satander e outros arts e pars. Então, volto a insistir, se HOUVER o quorum e a Assembĺéia for INSTALADA, o que é pouco provável, teremos a oportunidade de deliberar, discutir todos esses ítens, modificá-los e dizer SIM, inclusive para o reajuste de 2,5% a 6%. Agora, se isso não acontecer, a partir do mesmo dia, 30.06 até 10.07 seremos obrigados a votar via PLEBISCITO, eletronicamente ou por tel em TODO O PACOTE FECHADO, pelo sim ou pelo NÃO, que eu votarei e recomendo. No PLEBISCITO, VOTE NAO, NAO, NAO, NAO, NAO, NAO, NAO, .......

  29/06/2018 - 08:51 -   |   Comentar  |   



  145534 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

- com 145526 - Paulo R. Correa Neto - Isso mesmo, vc está certíssimo, estou contigo e não abro, NÃO, NÃO, NÃO ..... no plebiscito.

  29/06/2018 - 08:23 -   |   Comentar  |   



  145533 - carlos Alberto Rodrigues dos santos   belo Horizonte-MG

145532-Adélia, não desiste não. Seus comentários (alguns até jocosos dá maneira que você os divulga) são importantes para nós.
145531-Rubens, sobre o assunto Cabesp eu tinha decidido não escrever mais. Entretanto afirmo-lhe que concordo com a sua colocação e apoio a posição do Laerte. Como Presidente da Afaban-BH, antes de tomar uma posição, pude ouvir A Afabesp e a Afubesp que me afirmaram que as propostas foram analisadas pelos Jurídicos e Financeiros de ambas. A Abesprev eu acompanhei as publicações do seu Presidente, Marcos Aurélio. Rubens, eu entendo que para comandar nossas instituições nossos colegas tem de serem providos de ética, abnegação, dedicação e acima de tudo, responsabilidade. Assim, após analisar todos os dados SUGERI, veja bem, SUGERI aos meus associados a opção pelo SIM, apesar das opiniões divergentes.
Carlos Alberto Rodrigues dos Santos-Presidente da Afaban-BH

  29/06/2018 - 08:19 -   |   Comentar  |   



  145532 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Não me importa o quanto vou pagar num futuro distante(se vou morrer antes!). O que realmente importa é que agora me custa menos! Não aceito mudanças a machadadas. Esse é o pensamento. Por quê a gasolina subiu? Por quê tem que pagar para estudar? Por quê tem plano de saúde? Por quê tem reajuste, cor/mon? Por quê tem plano de seguro, se o governo o extingue unilateralmente, após 30 anos recebendo de dezenas de milhares de segurados? Por quê os milhões de desempregados? Por quê a roubalheira? E, finalmente, por quê os criminosos estão soltos? Eu desisto. ELE nos abandonou...

  29/06/2018 - 23:51 -   |   Comentar  |   



  145531 - Rubens José de Freitas   Mirassol-SP

Quem quiser uma explicação bem abalizada da situação atual da CABESP e qual seria o melhor, entre o sim e o não entrem em contato com o sr. Laerte Beleti da AFABAN de São José do Rio Preto, que participou da reunião e estudou a situação a miude. Pode ser pelo APdoB, FACEBOOK ou mesmo a AFABAN. Precisamos nos unir em favor da melhor atitude. Não podemos arriscar, dependemos da CABESP. Muita gente está dando opiniões sem estarem aptos para isso.

  29/06/2018 - 23:35 -   |   Comentar  |   



  145530 - Rubens José de Freitas   Mirassol

Nossas Associações (todas) já fizeram um estudo, além de participarem da reunião em São Paulo e chegaram à conclusão que deveremos votar "SIM", pois o que aumentar para nós aumentará para o Satãder também e se deixarmos estourar as reservas o Satã não participará mais e ficará tudo por nossa conta. Vamos conservar a CABESP.

  29/06/2018 - 22:50 -   |   Comentar  |   



  145529 - Rubens José de Freitas   Mirassol

Já está definido. Fica impossível levar tanta gente até São Paulo para votarem, portanto essa primeira assembléia não haverá. Será convocada uma segunda com votos pela internet.

  29/06/2018 - 22:40 -   |   Comentar  |   



  145528 - Claudinei Aleixo   Mirassol

145277 . UFA até que enfim o Nonato disse tudo em duas linhas. Oras pois, porque fazer uma viagem tão desgastante até Sampa?? só para criar mais atritos??? então vamos segui seu conselho e parece. QUE NÃO HAJA ASSEMBLEIA ai fica tudo adiado.

  29/06/2018 - 22:21 -   |   Comentar  |   



  145527 - Raimundo Nonnato da Silva   Teresina-PI

Com tantas opiniões divergentes, alguém pode me informar o que vamos fazer na assembleia da Cabesp? Somos contra ou a favor do quê com tantas opiniões diferentes? Qualquer resultado só trará de concreto uma conhecida consequência: arestas e divisões. Nada mais. Nonato-Teresina.

  28/06/2018 - 20:14 -   |   Comentar  |   



  145526 - Paulo Roberto Correa Neto   Bebedouro/Sp

NÂO...NÂO.!!! Porque iremos doar a Cabesp do BANESPA, para a nova denominação Cabesp do Santander quando eles poderão enfiar na nossa goela abaixo os funcionários de todo o conglomerado dele.NÃO,NÃO,NÃO,
Não vamos nós mesmos se F.......

  28/06/2018 - 19:23 -   |   Comentar  |   



  145525 - ANTONIO CARLOS CASCAES   São José

Já enviei 2 email pra vcs pro Pozzeti informando a mudança de meu email e até agora não recebi nada de bcs mem uma resposta ou msgs do apdobanesp. ??????

  28/06/2018 - 19:20 -   |   Comentar  |   



  145524 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

- com 145504 - José Geraldo Araújo - A ANS está outorizando um reajuste de 10% nos Planos de Saúde. A proposta da Cabesp de elevar de 2,5% a 6% representa um reajuste de 140%, pois a variação será de 3,5% (6% - 2,5% = 3,5%) e 2,5 x 140/100 = 3,5.
- com 145512 - Norberto Martins de Oliveira - A Cabesp, a Afabesp, a
Afubesp, a Abesprev e o Sindicato falam a mesma língua: "o reajuste será no máximo de 6%, está tudo certo em todos os artigos e parágrafos e votem no "pacote" pelo sim". Acontece que não é bem assim. A redação do reajuste não está clara, não diz precisamente isso e muitos artigos e parágrafos são temerários, pois a Cabesp passará a ser do Satander, além de outras mazelas. Como venho afirmando, se houver a Assembléia, votaremos pelo reajuste de até 6% SIM, mas com um texto mais "enxuto", mais preciso, e muitos arts e pars. devem ser discutidos e modificados. Se houver o plebiscito, votamos pelo NÃO, forçando novas rodadas de negociações.
- com 145514 - Mariano Perez Martins - "como votarei amanhã"? Vc só votará no sábado, dia 30, se for à Assembleia, e ela obtiver quorum e for instalada. Se não, a partir do dia 30 até 10.07 vc poderá votar eletronicamente através do site da Cabesp ou pelo telefone da Cabesp.

  28/06/2018 - 16:00 -   |   Comentar  |   



  145522 - COPIA DE E-MAIL RECEBIDO DA AFUBESP   Piedade-SP

COPIA DE E-MAIL RECEBIDO DA AFUBESP
Vote SIM na reforma estatutária da Cabesp; AGE terá transmissão ao vivo pela internet=Postado em 28 de junho de 2018
Para promover tranquilidade financeira e preservar o atendimento aos beneficiários da Cabesp é preciso dizer SIM à proposta de reforma estatutária, que será votada na Assembleia Extraordinária, marcada para este sábado, dia 30 de junho no Salão Social do Esporte Clube Banespa, às 9 horas.
Por se tratar de mudança no Estatuto, é preciso os votos de 50% mais um dos associados aptos. Caso não haja o quórum necessário (o que é o provável), ela será encaminhada como plebiscito.
A proposta em questão foi negociada com as associações de banespianos e sindicatos, que se uniram em para construir a melhor solução para todos.
A ideia inicial da diretoria da Cabesp era simplesmente aumentar a coparticipação, o que não necessitaria de consulta à assembleia, pois é ato de gestão. Ou seja, se a proposta elaborada em conjunto com as entidades – que prevê aumento escalonado de 2018 a 2020 para os dois lados (patrocinadora e associados) for recusada, a direção da Cabesp vai implantar essas alterações e a conta ficará apenas com os usuários, já que o Santander não contribui com a coparticipação.
“Algumas pessoas entendem que a partir de 2021 a diretoria da Cabesp poderia aumentar do jeito que quiser. ERRADO, pois na proposta consta que a partir de 2021 o custeio pode ser alterado com base em estudo atuarial, dentro de um intervalo entre 2,5% a 6,0%. Ou seja podemos ter uma variação a partir de 2021, mas não mais que 6%.
Para aumentar mais que isso será necessário nova negociação e nova assembleia”, explica o presidente da Afubesp, Camilo Fernandes. “Por isso defendemos o SIM na assembleia e no plebiscito, que virá em seguida”.
Transmissão ao vivo
Quem não puder comparecer à Assembleia da Cabesp poderá assistir ao vivo no Portal Cabesp ou pelo Youtube emwww.afubesp.org.br/noticias
A transmissão será iniciada as 9h, deste sábado, dia 30.
PRINCIPAL PONTO DO ACORDO PARA SOLUCIONAR DÉFICIT DA CABESP
Como é hoje
CONTRIBUIÇÃO
TOTAL 5%
ASSOCIADOS 2,5%
SANTANDER 2,5%
-----------------------------------
Proposta
8% em 2018 sendo 4% DOS ASSOCIADOS E 4% DO BANCO
10% em 2019 SENDO 5% dos associados e 5% do Banco
e 12% em 2020 sendo 6% DO ASSOIADO E 6% DO BANCO
Após 12 meses da implementação desse acordo, caso seja aprovado em assembleia, haverá um novo estudo atuarial, quando serão avaliados os impactos dessa contribuição e discutida a coparticipação.

  28/06/2018 - 15:23 -   |   Comentar  |   



  145521 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveira   Campinas-SP

Nos não precisamos de ESCLARECIMENTOS, temos DIREITO a COMPROVACAO da nessecidade dessa mudança. O Estatuto nos garante isso. Qual o problema em se apresentar esse documento? Sei que ele existe pois é uma exigência da ANS, agora precisamos conhecer o seu conteúdo. CHEGA DE SERMOS TUTELADOS PELAS ASSOCIACOES.

  28/06/2018 - 13:30 -   |   Comentar  |   



  145520 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveira   Campinas-SP

Nos não precisamos de ESCLARECIMENTOS, temos DIREITO a COMPROVACAO da nessecidade dessa mudança. O Estatuto nos garante isso. Qual o problema em se apresentar esse documento? Sei que ele existe pois é uma exigência da ANS, agora precisamos conhecer o seu conteúdo. CHEGA DE SERMOS TUTELADOS PELAS ASSOCIACOES.

  28/06/2018 - 13:30 -   |   Comentar  |   



  145519 - José Roberto Barin   Campinas-SP

Com. 504- José Geraldo, me desculpe discordar, pois vc está misturando a matemática, ou seja, o que está se propondo é um reajuste em nossa contribuição de 2,5 % para 6% (DO NOSSO SALÁRIO)

O que vc relata abaixo é um reajuste de 10% na MENSALIDADE, assunto bem distinto.

É só fazer a gera de 3 e veja quanto represente de 2,5% para 6%.

****************************************************************
145504 - josé geraldo de araujo bragança paulista-sp
PÉRICLES / ZOIA – As noticias de ontem nos tele-jornais dizem respeito ao AUMENTO DOS PLANOS DE SAÚDE AUTORIZADOS PELO GOVERNO em torno de 10%. A proposta da CABESP chegaria a 6%. Isso quer dizer que se buscarmos a justiça para rever este reajuste pretendido, LEVAREMOS FERRO.
No dia 30, pelo que entendi, votaríamos SIM (PARA AUMENTO DA CONTRIBUIÇÃO) e NÃO (PARA OS DEMAIS ITENS PRETENDIDOS NA REFORMA DO ESTATUTO). Certo? É este o pensamento geral?
Gostaria de saber das opiniões dos demais colegas! Vamos à luta!

  28/06/2018 - 13:25 -   |   Comentar  |   



  145518 - Natanael Thomaselli   Florianopolis-SC

Colegas como já disse antes, mais uma vez o Santander vai nos prejudicar,isso tudo foi muito bem arquitetado.Que Deus nos proteja.

  28/06/2018 - 13:13 -   |   Comentar  |   



  145517 - JOAO JAIR BIBIANO   ARAÇATUBA (SP)

Comentário 145501-Paulo Roberto parece ser esta a melhor saida

  28/06/2018 - 12:27 -   |   Comentar  |   



  145516 - JOAO JAIR BIBIANO   ARAÇATUBA (SP)

Comentário 145501-Paulo Roberto parece ser esta a melhor saida

  28/06/2018 - 12:26 -   |   Comentar  |   



  145515 - BITTENCOURT GAYA BITTENCOURT   São Paulo

QUANTO A ASSEMBLÉIA O PESSOAL DO NÃO SÓ ESTARÁ PREJUDICANDO
A CONTINUIDADE E O BOM ATENDIMENTO QUE NOS É PROPORCIONADO PELA CABESP. ACREDITO QUE FAZ DE CONTA QUE NÃO ENTENDEM INCLUSIVE OS ESCLARECIMENTOS FORNECIDOS PELA AFABESP, ABESPREV, AFUBESP, ETC., E FICAM SÓ TUMULTUANDO E NÃO TOMAM NENHUMA ATITUDE.

  28/06/2018 - 11:33 -   |   Comentar  |   



  145514 - mariano perez martins   sao jose do rio preto sp

BOM DIA AMIGOS---COMO FAREI PARA VOTAR AMANHA----POR TELEFONE---POR CARTA----ESTOU MAIS PERDIDO QUE CEGO EM TIROTEIO.

  28/06/2018 - 11:31 -   |   Comentar  |   



  145513 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveira   Campinas-SP

ESSA ASSEMBLEIA JÁ ESTA I R R E G U L A R

Pois a Avaliação Atuarial que motivou a reforma no Estatuto não nos foi disponibilizada conforme determina o Estatuto, ou seja A PARTIR DA DATA DA CONVOCACAO.

Não precisamos de mais ESCLARECIMENTOS, temos o DIREITO de acesso ao conteúdo dessa Avaliação Atuarial

NÃO VAMOS VOTAR NO ESCURO!

ESSA ASSEMBLEIA TEM QUE SER CANCELADA!

  28/06/2018 - 11:30 -   |   Comentar  |   



  145512 - Norberto Martins de Oliveira   São Carlos SP

Texto extraído do site da Afubesp.
afubesp.org.br/vote-sim-na-reforma-estatutaria-da-cabesp/
“Algumas pessoas entendem que a partir de 2021 a diretoria da Cabesp poderia aumentar do jeito que quiser. ERRADO, pois na proposta consta que a partir de 2021 o custeio pode ser alterado com base em estudo atuarial, dentro de um intervalo entre 2,5% a 6,0%. Ou seja podemos ter uma variação a partir de 2021, mas não mais que 6%.

Para aumentar mais que isso será necessário nova negociação e nova assembleia”, explica o presidente da Afubesp, Camilo Fernandes. “Por isso defendemos o SIM na assembleia e no plebiscito, que virá em seguida”.
____________________________________________________________________

Meu entendimento: A partir do ano de 2021, haverá "Estudo Atuarial" dentro de um intervalo entre 2,5% a 6% novamente; ou seja podemos ter uma variação, mas não mais que 6%. E ainda tem mais: "Para aumentar mais que 6% será necessário nova negociação e nova Assembleia.
É isso? Por favor, me corrijam se estiver errado!

  28/06/2018 - 10:44 -   |   Comentar  |   



  145511 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

SIM. Péricles, suas citações e outras que poderão surgir, fazem parte das alternativas possíveis e inimagináveis, as quais eu anteriormente falara. Abraços em cada coração banespiano.

  28/06/2018 - 10:37 -   |   Comentar  |   



  145510 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveira   Campinas-SP

Estatuto Cabesp
ART. 39 - Desde a DATA EM QUE FOR CONVOCADA a Assembléia Geral Ordinária e DURANTE TODO O PERIODO DE SUA REALIZACAO ficarão franqueados ao exame de QUALQUER ASSOCIADO a contabilidade do Caixa, o relatório da Diretoria, o parecer do conselho Fiscal, o balanço e respectivos documentos.

Parágrafo único - TRATANDO-SE DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA, FICAM FRANQUEADOS OS PAPEIS OU DOCUMENTOS CONCERNENTES À ORDEM DO DIA.

Quem já conseguiu ter acesso à AVALIAÇÃO ATUARIAL?

Esse documento tem que existir, pois por lei os Planos de Saúde e as Seguradoras são obrigados a faze-lo para dar garantias de que o Patrimônio e suficiente para responder pelas Despesas.

MAS PROVAVELMENTE O RESULTADO NÃO SEJA COMO FOI ANUNCIADO.

Isso explicaria o porque desse documento continuar secreto, uma vez que, como podemos ler acima, É DETERMINACAO DO ESTATUTO QUE SEJA FRANQUEADO A QUALQUER ASSOCIADO DESDE A DATA EM FOR CONVOCADA A ASSEMBLÉIA.

ALIÁS, A NÃO DISPONIBILIZACAO DESSE DOCUMENTO É MOTIVO SUFICIENTE PARA CANCELAR ESSA ASSEMBLEIA.

  28/06/2018 - 09:09 -   |   Comentar  |   



  145509 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Com. 507 - Meu caro Eliel. Importantíssimo o roteiro e possíveis ocorrências que o colega forneceu do desenrolar da assembléia. Cabe agora aos que usarão da palavra a missão de rebater com competência e firmeza os argumentos e estratégias contrários aos nossos interesses. Parabéns e obrigado pela valiosa colaboração.

Com. 499 - Prezado colega Laerte. Puro realismo e sensatez nas suas observações. Assino embaixo. Abraços, Nonato-Teresina.

  28/06/2018 - 08:54 -   |   Comentar  |   



  145508 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro Eliel e demais colegas, creio que vc está equivocado. A Cabesp NÃO usará de todos meios pra que a Assembleia OCORRA. A Cabesp, a Afabesp, a Afubesp, a Abesprev e o Sindicato SABEM que a Assembléia NÃO terá quorum (cerca de 11 mil entre presentes e procurações), portanto a Assembléia NÃO existirá, NÃO será instalada. O que pode acontecer é que, como lá estarão milhares de banespianos, a sra. pres. aproveite a oportunidade de um bate-papo, uma conversa informal, um tira dúvidas, um perguntas e respostas, mas SEM poder algum de decisão. Essa decisão ocorrerá a partir do mesmo dia, até 10.07, através do plebiscito, que deve ser rechaçado por um sonoro e altissonante NÃO. No entanto, se por acaso ou por um milagre a Assembléia der quorum e for instalada, não haverá "leitura de perguntas", pois NÃO haverá perguntas, mas deliberação, discussão, exame, considerações, debates, reflexões e votações para aprovação ou não dos ítens discutidos. Um forte abraço.

  28/06/2018 - 08:43 -   |   Comentar  |   



  145507 - Eliel da Silva DOrnelas   Cabo Frio - RJ

Colegas, a Cabesp, por meio da presidente e da banesprev, irá usar de todos os meios possíveis e inimagináveis para que a ASSEMBLEIA ocorra:
a) Dará a palavra aos opositores, mas fará interrupções para não deixar que fique claro a propositura contrária à mesa;
b) Dificultará as colocações das pessoas com interrupções vindas e prejudiciais da mesa;
c) Terão seguranças que agirão contrário às exposições de pessoas com propostas contrárias à mesa;
d) Utilizará de as pessoas com Cargos nas Associações para tentar denegrir as propostas de colegas que estiverem esclarecendo e defendendo os porquês, como devem ser os votos dos associados;
e) Praticarão todos os atos possíveis e inimagináveis para que a ASSEMBLEIA aconteça conforme as ESTRATÉGIAS já pré-determinadas;
f) Sabem com antecedência que votos contrários advirão, mas todos eles serão deveras combatidos, para se alcançar os propósitos estabelecidos;
g) Para mim, a primeira contestação deve ser a do Péricles, em seguida a do Galvão e assim outras pessoas com propostas semelhantes a esses dois colegas;
h) Aos colegas supra citados, que saibam que sofrerão todo o tipo de perturbação contrária, mas devem defender suas ideias com a maior clareza possível e dentro do tempo estabelecido;
i) Sendo possível, pedir alguém da mesa QUE ESTEJA A NOSSO FAVOR para ler a pergunta, pois se for uma única pessoa a ler, e, esta estiver a favor da ASSEMBLEIA, esta mesma pessoa pode ler deturpando a pergunta apresentada, todos devem estar atentos a qualquer medida que possa dificultar às nossas defesas;
j) Sabe-se que será muito difícil, mas se deve tentar fazer as oposições necessárias;
k) Em havendo seguranças para prejudicar as propostas contrárias à mesa, TODO CUIDADO É POUCO, pois estes estarão orientados até a bater nos opositores. Estamos tratando com inimigos que já manipularam os que deveriam nos ser favoráveis.
MEUS COLEGAS, DESCULPAM-ME NOS MEUS EXCESSOS, PORÉM AS PREVISÕES EXPOSTAS SÓ POSSUEM O ESCOPO DE NOS AJUDAR. AGRADECERIA SE OUTROS COLEGAS POSTASSEM TAMBÉM SUAS PERCEPÇÕES QUE PODEM AJUDAR AOS QUE IRÃO NOS DEFENDER.
ABRAÇOS Eliel

  28/06/2018 - 08:22 -   |   Comentar  |   



  145506 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro José Geraldo de Araújo e demais colegas, vc está certo, em linhas gerais. Se houver quorum e a Assembléia for instalada, votaremos SIM pelo aumento de até 6% escalonados, mas iremos deliberar, discutir a respeito de alguns artigos e parágrafos. Se não ocorrer a Assembléia, vamos ao plebiscito, no qual, a meu ver, devemos votar pelo NÃO, na esperança de novas rodadas de negociações. Acho que os 6% está bom e é razoável.

  28/06/2018 - 08:07 -   |   Comentar  |   



  145505 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

PLANO DE SAÚDE PODERÁ COBRAR ATÉ 40% POR ATENDIMENTO - Norma da ANS, que deve ser publicado hoje no Diário Oficial da União prevê que as operadoras de planos de saúde poderão cobrar dos clientes até 40% do valor dos procedimentos realizados. A nova regra vale para franquias e coparticipações e determina que os pagamentos extras não podem exceder, no ano, o valor desembolsado com as mensalidades no mesmo período. (O Estadão, 28.06.2018)

  28/06/2018 - 07:56 -   |   Comentar  |   



  145504 - josé geraldo de araujo   bragança paulista-sp

PÉRICLES / ZOIA – As noticias de ontem nos tele-jornais dizem respeito ao AUMENTO DOS PLANOS DE SAÚDE AUTORIZADOS PELO GOVERNO em torno de 10%. A proposta da CABESP chegaria a 6%. Isso quer dizer que se buscarmos a justiça para rever este reajuste pretendido, LEVAREMOS FERRO.
No dia 30, pelo que entendi, votaríamos SIM (PARA AUMENTO DA CONTRIBUIÇÃO) e NÃO (PARA OS DEMAIS ITENS PRETENDIDOS NA REFORMA DO ESTATUTO). Certo? É este o pensamento geral?
Gostaria de saber das opiniões dos demais colegas! Vamos à luta!

  28/06/2018 - 07:53 -   |   Comentar  |   



  145503 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

O PLEBISCITO E O VOTO POR TELEFONE - Caros colegas, o Código Civil, em seu art 59 diz que, numa Associação, compete privativamente à Assembléia Geral: I- destituir os administradores; II - alterar o Estatuto: par. único - para as deliberações a que se referem os incisos I e II deste art. é exigido deliberação da Assembléia especialmente convocada para esse fim, cujo quorum será o estabelecido no Estatuto, bem como os critérios de eleição dos administradores. Percebe-se, então, que o Estatuto só pode ser alterado através de deliberação da Assembléia Geral. Agora, a Cabesp quer submeter a reforma a um plebiscito, ainda mais com a possibilidade de se votar por telefone. Creio que isto pode gerar uma ação questionando em juízo a validade da reforma estatutária. O que acham disso? Com a palavra os colegas advogados e entendidos no assunto.

  28/06/2018 - 07:19 -   |   Comentar  |   



  145502 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Colegas, postei uma enquete, no grupo JB Junta Banespiana, do FACEBOOK:

COMPARTILHEM.
Colegas, temos que fazer uma manifestação, pela internet, onde possamos depois demonstrarmos em juízo tal manifestação dizendo que somos contra as pretenções do banco, que esta determinando à CABESP alterar com prejuízos para nós .

Frisar que como o percentual das mensalidades esta determinada em normas estatutárias; que há 50 anos vem sendo respeitado, não deve e nem pode ser alterado sem consentimento da assemblíea e também em várias decisões na justiça e em leis já existentes.
Vc concorda com esta manifestação?

  28/06/2018 - 21:14 -   |   Comentar  |   



  145501 - Paulo Roberto Correa Neto   Bebedouro/Sp

NÂO vamos dar a nossa Cabesp para o Satãnder; aumentando a contribuição de 2,5% para 6% ou 8% proválvemente cobriremos o déficit que deverá ser verificado por auditoria outra que a Mercer, e ficariamos livres do Satã.

  27/06/2018 - 18:32 -   |   Comentar  |   



  145500 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caros Dorival, Laerte e demais colegas, por enquanto, aqui no site, NÃO disse e NÃO vi ninguém afirmar que NÃO quer ou NÃO aceita o reajuste da contribuição até os 6%, escalonados. Isso é ponto pacífico. Mas o que queremos é melhorar alguns artigos e parágrafos das alterações propostas. A começar por esse próprio reajuste, no seu texto, que está confuso e impreciso. Já apresentei nova redação, que, creio, melhor atende esse objetivo. Mas existe muita coisa para ser melhorada. Já recomendei também na diretriz proposta que, se houver a Assembléia, vamos deliberar, discutir e fazer algumas alterações em alguns artigos e parágrafos, mas NÃO mexer no reajuste, que deve ficar nos 6% e dizer SIM. Se NÃO acontecer a Assembléia, vamos para o plebiscito, mas como NÃO teremos condições de mexer em nada, recomendo o NÃO, a fim de criar condições de novas rodadas de negociações, elaborando novas propostas, mas sempre mantendo o reajuste de até 6%. Então, NÃO vejo como dizer SIM a esse PACOTE FECHADO, sem nele interferir. Se tivermos condições de interferir, vamos interferir. NÃO podemos aceitar passivamente tudo o que a Diretoria da Cabesp, a Afa, a Afu, a Abesprev e o Sindicato querem. Vamos mudar, para melhor e dizer SIM, ou ir a plebiscito e dizer NÃO. É o que penso.

  27/06/2018 - 17:16 -   |   Comentar  |   



  145499 - Laerte Antonio Dulce   Sao Jose do Rio Preto

Pelo amor de DEUS, meus queridos amigos banespianos. Abram as suas mentes e o coração, pensem um pouco. Já estamos consumindo parte do nosso patrimônio para custear as despesas operacionais. Analisem que a nossa contribuição mais a do Banco cobre apenas 25% dessas despesas sendo que o restante é coberto pelas receitas financeiras e que foram reduzidas drasticamente pelas baixas da taxa SELIC. Se continuar como está, daqui a alguns anos não teremos mais com pagar os custos médicos-hospitalares e será o fim da nossa CABESP. Vamos ter que optar por um plano de saúde particular, cujos valores serão praticamente impagáveis, com serviços muito inferiores, com carência e restrições a doenças pré existentes. Isso se formos aceitos, visto as nossas idades bem avançadas. Pensem bem, pagamos mensalidades praticamente irrisórias e temos uma excelente assistência. Alguns alegam que muitos terão dificuldades de pagar esse aumento, que aliás não é nada tão expressivo. Agora, PENSEM, se estão em dificuldades para pagar valores pouco expressivos, como pagarão elevados valores nos planos particulares? A não ser que passemos a ser atendidos pelo SUS. ANALISEM, PENSEM E DECIDAM. Nossa opção mais acertada é votar SIM. Essa é a minha opinião, mas cada um deve analisar e decidir, por si e não ir por opiniões de pessoas que poucos conhecem a CABESP. e a sua verdadeira situação. CABESP É COISA SÉRIA, E MERECE MUITA ATENÇÃO. pois é a nossa saúde e nossos familiares que está em jogo.

  27/06/2018 - 14:04 -   |   Comentar  |   



  145498 - Dorival Jeronimo Coquemala   Tupã - sp -

Estou de acordo com o seu comentário (145491) Raimundo Nonato.
Recebi uma carta da Diretora Presidente da Cabesp Maria Lúcia Ettore do Valle e creio que todos também receberam esclarecendo a necessidade de tomar as medidas no momento.
Ouvi na Rádio Bandeirantes no programa da tarde (em torno de 18h00) que os Planos de Saúde do Brasil reajustam os valores pagos pelo assistido em até 3 vezes quando este completa 59 anos, devido ao Estatuto do Idoso não permitir reajustes para quem tiver mais de 60 anos, ou seja estão burlando a Lei e isso sim é crime que deveria ser punido pelas autoridades competentes. É preciso tomar cuidado ao comentar medidas radicais como a Cabesp vai acabar. Pelo que entendi na carta é exatamente o contrário pois assim continuando o patrimônio da Cabespa se extinguirá em 2040. É necessário q

  27/06/2018 - 13:00 -   |   Comentar  |   



  145497 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveira   Campinas-SP

Se o Santander sem ter recebido autoridade de quem de direito deveria, ou seja, da Assembléia, já providenciou um Estatuto que vai lhe dar toda a autoridade de fato e de direito.

Aliás, na pág. 37 do Relatório Anual 2017, já está sitado o Art. 64 como se já estivesse aprovado.

O que poderemos esperar que faça quando esse Estatuto estiver em vigor?

Quem sabe o seu objetivo não seja extinguir a Cabesp ( conforme Art. 37 r Art. 64) assim que tiver número de associados, funcionários do Santander , suficientes para aprovar?

  27/06/2018 - 10:13 -   |   Comentar  |   



  145496 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro Eliel e demais colegas - com 145493 - vc fala em uma ÚNICA DIRETRIZ a ser tomada por aqueles que irão à Assembléia, com ou sem procurações. A minha diretriz é essa, já por diversas vezes aqui apresentada e em outros canais: SE A ASSEMBLÉIA FOR INSTALADA, VAMOS DELIBERAR, DISCUTIR, ARGUMENTAR, ANALISAR, EXAMINAR, PONDERAR, REFLETIR, DEBATER AS PROPOSTAS QUE ESTÃO COLOCADAS, E ALTERAR ALGUMAS QUE NÃO INTERESSAM À SAÚDE E PERENIDADE DA CABESP, AO NOSSO BEM ESTAR E, A ESSAS DIZER SIM. SE NÃO HOUVER A ASSEMBLÉIA, ACONTECERÁ O PLEBISCITO, A PARTIR DO MESMO DIA ATÉ 10.07. AÍ SÓ NOS RESTA DIZER NÃO, NA TENTATIVA DE UMA NOVA RODADA DE NEGOCIAÇÃO, AGORA NUMA MESA MAIOR, COM A PRESENÇA DAS AFABANS, QUE FORAM ESQUECIDAS, APESAR DE SEREM AS ENTIDADES QUE MAIOR NÚMERO DE ASSOCIADOS REPRESENTAM. Simples, não, basta isso. Abs,

  27/06/2018 - 09:52 -   |   Comentar  |   



  145495 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveira   Campinas-SP

Esse período que antecede a Assembléia Geral Extraordinária tem sido de muitas descobertas.
Vou sitar um trecho bastante esclarecedor da nossa colega MARIA DE LOURDES SOUSA que diz:

"NO PROCESSO DE PRIVATIZAÇÃO DO BANESPA , A CABESP NÃO FOI INCLUIDA, OU SEJA, O SANTANDER NÃO COMPROU A CABESP. MAS CONFORME O EDITAL DE VENDA DO BANESPA, FICOU DEFINIDO QUE O SANTANDER DEVERIA CONTRIBUIR COM A CABESP POR 60 MESES E APÓS ESSE PRAZO PODERIA PARAR COM AS CONTRIBUICOES. ESSE PRAZO TERMINOU EM 2005. POREM PARA PERMITIR A CONTINUIDADE DA CONTRIBUICAO DO SANTANDER ATÉ O MOMENTO, FORAM REALIZADOS ADITIVOS AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PARA RENOVAR ESSE COMPROMISSO "

Ou seja, o Santander a partir de 2005, se autoproclamou nosso patrocinador mediante aditivos ao Acordo Coletivo de Trabalho:

O SINDICATO DANDO PODER AO SANTANDER PARA ADMINISTRAR A CABESP.

QUAL A AUTORIDADE DO SINDICATO SOBRE A CABESP PARA TRANSFERIR PODERES ?

Porque tanto empenho do Santander em nos patrocinar? Benevolência? Generosidade?

OU POR QUE ENQUANTO ELE CONTRIBUI COM MEROS R $63 MILHÕES (BALANÇO 2017) GANHA BILHÕES COM AS APLICACOES?

  27/06/2018 - 09:36 -   |   Comentar  |   



  145494 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Cara Maria de Lourdes Sousa e demais colegas com 145411 - o artigo 4º proposto para alteração (do 5º) diz que são associados da Cabesp: todos os banespiano(a)s admitidos até 20.11.2000 (dia do leilão) e todos os funcionários da Cabesp admitidos até 15.09.2017. Vc gostaria que todos os funcionários do Banco Santander também fizessem parte do quadro de associados, alegando aumento da receita. Acontece que a Cabesp é nossa, existe há 50 anos, e essa idéia é muito temerária, pois não somente aumentaria as receitas, mas as despesas também, além de tornarem-se maioria e poderem ocupar todos os quadros de direção. Agora, vc tem razão quanto aos funcionários da Cabesp admitidos até 15.09.2017 ficarem de fora, por que isso? Não acho justo, que os todos os funcionários da Cabesp possam ser sócios, como sempre foi! Além disso, existe um fato que vc e muita gente ainda não percebeu nesse novo art 4º, par. 4º: "poderão, também, associar-se os funcionários da ativa, advindos de empresas incorporadas ou integradas ao Conglomerado Santander, ...", ou seja, qualquer funcionário de qualquer banco ou empresa que o Santander comprar, poderá ser associado, também, estando aberta mais uma porta de entrada, inchando o quadro, com todos os seus riscos.

  27/06/2018 - 09:30 -   |   Comentar  |   



  145493 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

Queridos colegas, tudo o que fora armado pela Cabesp, não passa além de um Jogo Estratégico:
a) ela sabia que conseguindo a adesão das Associações e do Sindicato, o prato estaria completo;
b) sabia que seria muito difícil a união e a participação de forma ordenada, orquestrada por parte dos associados;
c) sabia sobre as dificuldades dos associados em fazer se representar e defender com eficácia ( poder de resistência e não aceitação das mudanças propostas);
d) sabia que o quadro de associados com idades acima de 70 anos, seriam pontos positivos na condução das mudanças propostas;
e) sabia que conseguiria implementar as mudanças com voz de comando e que de nossa parte, não teríamos bases sólidas em nossas defesas.
Sabia da lista acima e de muitas outras alternativas. O banco é poderoso, possui em seus quadros pessoas com alto nível em negociações. Fazem isto todos os dias no mundo inteiro. Sabia que ao contar com o auxílio da Mercer teria ao seu lado um grande aliado, como o teve.
A isto se chama JOGO ESTRATÉGICO. Sempre foi assim, desde os tempos de SUN TSU em seus auxílios aos Reis nas suas Guerras, há mais de 2600 anos. De lá para cá é só uma questão de substituição de Consultores.
O que se tornou lamentável foi o uso de uma só Consultoria, e do lado mais forte. Isto nunca poderia ter acontecido, mas conheço um pouco sobre pessoas. Nosso País possui uma cultura individualista. Como estamos em tempo de COPA DO MUNDO DE FUTEBOL, acredito que a maioria tenha assistido a entrevista do MESSI e do SAMPAOLI pela TV. Observaram que durante os Gools da Argentina e na entrevista ninguém, em uníssono, em conjunto, ninguém falou com o TECNICO. Ele ficou só e os Jogadores, todos contra. Eles, os Argentinos possuem uma cultura coletivista. Então colegas, a Cabesp sabia disso, conhece sobre a nossa Antropologia e muitas coisas mais.
AGORA, COLEGAS, O QUE PRECISA SER FEITO É SEGUIR ÀS ORIENTAÇÕES FONECIDAS PELO P É R I C L E S E OU O G A L V Ã O que conseguiram adquirir a condição de Líderes nesse processo. AGRADECERIA AOS DOIS COLEGAS QUE SE UNISSEM E DEIXASSEM UMA ÚNICA DIRETRIZ PARA OS QUE IRÃO À ASSEMBLEIA. OS QUE SE FIZERAM SE REPRESENTAR POR PROCURAÇÕES TAMBÉM DEVEM AGIR CONFORME DETERMINAÇÃO ESTABELECIDA POR ELES DOIS E CONVERTIDA EM UMA ÚNICA.
Que o nosso Deus e Pai Celestial esteja com todos na ASSEMBLEIA. Amém

  27/06/2018 - 09:26 -   |   Comentar  |   



  145492 - JOSE LUIZ GAYA BITTENCOURT   SÃO PAULO SP

REF 145491 - COLEGA NONATO, APESAR DE DISCORDAR MUITAS VEZES COM SUAS EXPLANAÇÕES QUANTO AO COMENTÁRIO DESCRITO CONCORDO PLENAMENTE COM SUA SUGESTÃO.

  27/06/2018 - 09:20 -   |   Comentar  |   



  145491 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Olha, a injeção de pessimismo que muitos empurram goela abaixo dos nossos aposentados é uma ação desumana. Notícias só as negativas que quase sempre só existem na visão do divulgador. No caso Cabesp, para esse grupo, parece que a entidade está prestes a desaparecer e isso deixa muitos em pânico. Sugiro, com todo respeito, mais equilíbrio nessa gente. Vamos divulgar a realidade, sem suposições e/ou sugestões absurdas, que só intranquilidade produzem. Nonato-Teresna.

  27/06/2018 - 09:11 -   |   Comentar  |   



  145490 - almerindo de oliveira   Campo Grande-MS

Caríssima Zóia, entendo que no caso da Cabesp o Patrocinador tem responsabilidade no Contrato de Trabalho enquanto benefício social contratual com as normas vigentes no Estatuto Social, tanto da Cabesp como do Banespa.Entendo que não há vinculo que possa tornar qualquer das nossas associações como patrocinador, como também tais associações teriam que aumentar suas mensalidades para fazer frente aos repasses necessários a manutenção da Cabesp. Seria interessante fazer uma verificação auditando os repasses feito pelo patrocinador da Cabesp, isto porque salvo engano, tais repasses não aparecem nos balanços em que verifique.Seria bom que fosse tratado na AGE sobre este assunto, esclarecendo sobre que nomenclatura aparecem no balanço tais repasses e qual a sua frequência, isto porque devem ser em igual valor da somatória das mensalidades dos associados.

  27/06/2018 - 00:49 -   |   Comentar  |   



  145489 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Galvão, vamos analisar há 13 anos atrás finalizava o patrocínio do Santander. Por meio de um Acordo Coletivo de Trabalho - que é feito por Sindicato - só que o sindicato não representa aposentados... Aconteceu isto, ninguem ficou sabendo de nada e quem tinha que saber calou-se, só agora temos esta senhora Maria de Lourdes que nos coloca isto. Mas foi, por meio deste acordo que o Santander continuou patrocinando.

Hipóteses:
- se o banco não aceitasse continuar o patrocínio em 2005.
- se as Associações tivessem impugnado o Acordo

Bem, a CABESP é nossa, até... se o sim vencer. Se vencer, não será brasileira... enfim não confio neste banco.

Então, se a CABESP não estava no pacote da privatização o banco esta recorrendo à Assembleia para tornar-se o dono dela.

Acho que a única coisa que podemos defender é que as associações assumam o patrocínio. Como seria? Não sei. A vdd é que este patrocínio tinha data para terminar e só continuou com o Acordo Coletivo de TRABALHO, feito pelo Sindicato, quando a maioria dos beneficiários da CABESP, não era sindicalizado.

  27/06/2018 - 00:13 -   |   Comentar  |   



  145488 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Galvão, leia este texto:
Maria De Lurdes Sousa
48 min
Pontos Preocupantes nas alterações do Estatuto da CABESP

Artigo 1º Ficará definido que o Santander é o patrocinador principal da Cabesp.
Texto Proposto
Art. 1. A CABESP – Caixa Beneficente dos Funcionários do Banco do Estado de São Paulo é uma Associação, constituída na forma da legislação em vigor, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, tendo como sede e foro a Comarca da Capital do Estado de São Paulo. Instituída pelo Banco do Estado de São Paulo S.A., empresa incorporada pelo Banco Santander (Brasil) S.A, patrocinadora principal. O prazo de duração da CABESP é indeterminado.
Comentário:
- No processo de privatização do Banespa, a Cabesp não foi incluída, ou seja, o Santander não comprou a Cabesp. Mas, conforme o edital da venda do Banespa, ficou definido que o Santander deveria contribuir com a Cabesp por 60 meses e após este prazo poderia parar com as contribuições. Esse prazo venceu em 2005, porém para permitir a continuidade da contribuição do Santander até momento, foram realizados aditivos ao Acordo Coletivo de Trabalho para renovar esse compromisso.
Considerando a troca em todo o Estatuto da Cabesp, do nome “Banco do Estado de São Paulo” para “Banco Santander Brasil S.A.”, passaremos definitivamente a administração da Cabesp para o Santander, bem como, todo o seu patrimônio de quase 8 Bilhões, constituído em sua maioria, nos tempos do Banespa.
Uma possibilidade a ser considerada é que caso o Santander deixasse de contribuir para Cabesp, ela seria entregue aos seus associados que poderiam tomar posse e administrá-la.
-Apesar de termos dois diretores eleitos na diretoria da Cabesp, na prática, é a Cabesp quem acaba tomando as decisões, porque no caso de empate, o presidente, indicado pelo banco, vota duas vezes, conforme previsto no art. 46º do Estatuto.
Artigo 1º Parágrafo Único
Texto Proposto
A Caixa deverá estender a sua atuação em todo território nacional, podendo celebrar contrato, convênios de reciprocidade com empresas de assistência a saúde, conforme regulamento próprio.
Comentário:
- Como a Cabesp poderá celebrar contratos de convênios com qualquer empresa de assistência à saúde no território nacional, ela poderá terceirizar todo o atendimento em São Paulo, como já acontece em outros estados. Assim, os associados paulistas poderão passar a serem atendidos pela Amil, SulAmérica, Unimed, etc., e os diretores eleitos nada poderão fazer. O atendimento dos novos funcionários da Cabesp já foi terceirizado para o plano SulAmérica.
O que o Santander pretende fazer com a Cabesp?; Já que a partir da reforma haverá somente a saída gradual de associados.
Artigo 5º
Texto Proposto – Passa a ser Artigo 4º
I - O quadro social da Caixa é composto pelos funcionários do Banco Santander Brasil e suas empresas do Conglomerado, originários do Banco do Estado de São Paulo S.A e demais empresas do Conglomerado Banespa, admitidos até 20/11/2000.
II – Funcionários da Cabesp Admitidos até 15/09/2017
Comentário:
O que impede o Santander de permitir que todos os seus funcionários possam participar do quadro social da Cabesp? A inclusão de novos associados contribuiria para aumentar a receita da Cabesp.
Os funcionários da Cabesp admitidos após 15/09/2017 estão sendo colocados no plano Sulamérica, não podendo usar a própria Cabesp, e a partir desta alteração estarão definitivamente excluídos. Como a Cabesp tomou esta atitude sem antes alterar o artigo 5º do Estatuto?

Art. 10 –Exclusão do Quadro Social da Cabesp
Texto Atual
Item II – Atraso, por três meses consecutivos, no pagamento de suas contribuições
Texto Proposto – Passa a ser Artigo 9º
O Atraso, superior a 60 dias, no pagamento de suas contribuições ou qualquer outra contraprestação financeira, contado a partir da data do vencimento em aberto.
Comentário:
- A partir desta alteração qualquer valor devido a Cabesp, por mais de 60 dias, será usado como motivo para exclusão da Cabesp. E se o associado não concordar e quiser discutir o valor? E se o associado estiver em dificuldades financeiras? Vai ser excluído da Cabesp depois de
ajudar a constituir um patrimônio de quase 8 bilhões?

Art. 18º Da contribuição de custeio devida pelos associados – Passa a ser Artigo 17

  27/06/2018 - 23:39 -   |   Comentar  |   



  145487 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis - SP

145463 – Zoia Rodrigues de Lima – Campo Grande - MS

Com relação a sua proposta de que as três associações, Afabesp, Afubesp e Abresprev, assumam o patrocínio da Cabesp, me desculpe, mas considero-a totalmente inviável. Aliás, não entendi bem o que você quis dizer.
Como seria isso? As três chegariam para o Santander e lhe diriam “Não queremos mais o seu patrocínio; daqui pra frente nós vamos fazer a sua parte no custeio da Cabesp”. Seria assim?
Não há como fazer isso.
Mas, se houver alguma outra maneira de tornar esse ‘patrocínio’ possível, gostaria muito de conhecê-la.

  27/06/2018 - 22:44 -   |   Comentar  |   



  145486 - NELSON JUSTINIANO FILHO   mirassol-sp-

retiticando com.145485

A PROPOSTA ALTERAÇÃO SAIU PUBLICADA ANTES DA DATA DO ENCONTRO EM VINHEDO

  26/06/2018 - 20:20 -   |   Comentar  |   



  145485 - nelson justiniano filho   mirassol -sp-


COMENTARIO 145467- PERICLES ANDRADE

PERICLES VOCE ESTA COM TODA RAZÃO
QUANDO FECHARAM ACORDO 7º ENCONTRO EM VINHEDO, TODOS SABIAM DE TODOS OS ARTIGOS QUE SERIAM ALTERADOS, SÓ TRATARAM DO ART.17.
CONFIRMADO NO COMENTARIO 145469-
A PROPOSTA ALTERAÇÃO SAIU PUBLICADA EM DATA DO ENCONTRO EM VINHEDO

  26/06/2018 - 20:16 -   |   Comentar  |   



  145484 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Restam-nos 72 horas para impetrar ação contra as irregularidades.(com pedido de liminar!). Esse é um dos famosos "patos", que eu chamo de "Avestruz". Juristas! Onde estão vocês?

  26/06/2018 - 19:13 -   |   Comentar  |   



  145483 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Colegas, volto a sugerir... agora questionando:

existe algum impedimento para que nossas associações passem a patrocinar a CABESP?

Conforme o Edital de Privatização, o Banco deveria patrocinar, até 2005. Ai, houve uma negociação e ele continuou, mais 13 anos. Se conhecemos nosso algoz, caso as associações resolvam patrocinar a CABESP, estes 13 anos não ficariam de graça.

Mas somos 20000! A Afabesp e Afubesp têm muito $$$. Profissionais de ambas conhecem muito a CABESP.

Tiraríamos esta praga, da parte mais vulnerável de nossas vida: nossa saúde.

A CABESP CONTINUARIA BRASILEIRA, NOSSA...

Embora as associações estejam nos empurrando para os braços de nosso maior inimigo, esta seria a única forma... Lutar para que elas patrocinem a CABESP.

  26/06/2018 - 19:08 -   |   Comentar  |   



  145482 - José Jamson Amato   Mococa-SP

Preciso de subsidio de 50% da CABESP para um novo par de aparelhos auditivos,mas a CABESP só subsidia 30%. O que devo fazer para conseguir, no mínimo, 50% (cinquenta por cento)? Estou ficando cada vez mais surdo e preciso desses aparelhos, mas não tenho condições de pagar pelo dois. É preciso que a CABESP assuma, pelo menos, 50%, que representa o valor de um aparelho. Como conseguir isso?
Obrigado pela atenção.

  26/06/2018 - 19:04 -   |   Comentar  |   



  145481 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

A AFABAN DE PARAGUAÇU PTA E REGIÃO CONSEGUIU 30 PROCURAÇÕES DE PARAGUAÇU, 30 DE RANCHARIA E 12 DE QUATÁ. AINDA NÃO SABEMOS A QUANTIDADE DE PROCURAÇÕES DE ASSIS, PALMITAL E CÂNDIDO MOTA. O Antonio Faustino estará levando todas as procurações, de ônibus, hoje à noite, para a Cabesp, que serão protocoladas amanhã, último dia de prazo. AVANTE COLEGAS, CORAGEM E FÉ EM DEUS!

  26/06/2018 - 18:55 -   |   Comentar  |   



  145480 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Péricles, tudo isso é engodo dos piores! Depois da visita da poderosa "realeza" do Sder, não se poderia esperar outra coisa. Nossa única saída é apelar à justiça para impedir esse "angu-de-caroço", para nós, intragável. E ter muita fé, torcendo por um milagre!

  26/06/2018 - 18:53 -   |   Comentar  |   



  145479 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

A CABESP É NOSSA, DESDE 27.06.1968 - 50 ANOS DE CABESP - VIVA A CABESP, VIDA PERENE Â NOSSA CABESP -
- Por que as nossas receitas caíram?
- Venderam as ações que a Cabesp detinha.
- Venderam os bens de raiz que nossa Cabesp alugava, nosso sustentáculo.
- Nossa Cabesp comemora 50 anos de vida gloriosa.
- Nasceu com nossa contribuição de 2% e se prolongou por 20 anos e de 2,5% por 30 anos.
- Vem cuidando da saúde da família banespiana a contento e ainda teve competência para investir em ações, na área imobiliária e em títulos federais.
- Afinal, o que querem com a nossa Cabesp?
- Entregar ao nosso incorporador, TAMBÉM?
- Muita calma nessa hora, companheiros e companheiras banespiano(a)s!!!
- Será que essa conta é dívida nossa?
- Será que precisamos ressuscitar o nosso companheiro Setembre para pedir clemência, salvar-nos dessa emaranhada situação????!!!!!
- CORAGEM MEUS AMIGOS.

A Diretoria Executiva da Afaban de Paraguaçu Pta e região

  26/06/2018 - 18:40 -   |   Comentar  |   



  145478 - JOSE LUIZ GAYA BITTENCOURT   SÃO PAULO SP

ASSEMBLÉIA CABESP -
ESTOU COM A AFABESP - OS CUSTOS ATUALMENTE SÃO MUITO MAIS ALTOS QUE 15/20 ANOS ATRÁS. A EXPLANAÇÃO DA AFABESP ESTÁ BEM CLARA E SEGURA PRA NÓS, ISTO POR QUE ACREDITO QUE A AFABESP É A MELHOR ENTIDADE QUE NOS REPRESENTA. A MAIORIA DESTE SITE ESTÃO PARECENDO ADEPTOS DO PARTIDO QUE TRAIU O BRASIL.

  26/06/2018 - 18:26 -   |   Comentar  |   



  145477 - JOSE LUIZ GAYA BITTENCOURT   SÃO PAULO SP

ASSEMBLÉIA CABESP -
ESTOU COM A AFABESP - OS CUSTOS ATUALMENTE SÃO MUITO MAIS ALTOS QUE 15/20 ANOS ATRÁS. A EXPLANAÇÃO DA AFABESP ESTÁ BEM CLARA E SEGURA PRA NÓS, ISTO POR QUE ACREDITO QUE A AFABESP É A MELHOR ENTIDADE QUE NOS REPRESENTA. A MAIORIA DESTE SITE ESTÃO PARECENDO ADEPTOS DO PARTIDO QUE TRAIU O BRASIL.

  26/06/2018 - 18:26 -   |   Comentar  |   



  145476 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

SOCORRO!!!A NOSSA CABESP ESTÁ MORRENDO - Contratamos um ônibus e precisamos levar 25 procuradores, no mínimo. São 25 procuradores que, levando 10 procurações cada, geram 275 votos. Se as 45 Afabans do resto do país lançarem o mesmo desafio, seriam 12.650 votos, o necessário para validar a Assembléia.
- Taí o desafio, precisamos colocar 25 procuradores no ônibus.
- O ônibus já está contratado e pago. Sairá às 21:00 hs do dia 29 de junho, com previsão de retorno às 13:00 hs do dia 30 de junho.
- Local de partida: Rodoviária de Paraguaçu Pta.
- Associados de Quatá e Rancharia: pagaremos uma Van para trazê-los a Paraquaçu.
- Associados de Assis: dirijam-se à Rodoviária de Assis. Previsão de saída: 21:30 hs.
- Associados de Palmital e Cândido Mota: pagaremos uma Van para trazê-los até a Rodoviária de Assis.
- Observações: café da manhã, almoço e café da tarde; ônibus e Vans por conta da Afaban.
- AVANTE, COMPANHEIROS! ESPERAMOS ATINGIR A META PROPOSTA E DIZER "NÃO" PARA AS PROPOSTAS QUE AÍ ESTÃO, E MODIFICÁ-LAS LÁ NO ECBANESPA.
-CONTAMOS COM VOCẼ!!!OK???

Antonio Faustino - Presidente da Afaban de Paraguaçu Pta e região

  26/06/2018 - 18:21 -   |   Comentar  |   



  145475 - ROBERTO MAZZALI   PIRASSUNUNGA.SP

COLEGAS CONTINUAM PERSISTINDO E IR CONTRA A C A B E S P PELO AMOR DE DEUS , ELES ESTÃO FAZENDO A COISA CERTA, NÓS PAGAMOS MUITO POUCO EM VISTA DOS PLANOS DE SAUDE AI FORA, TEMOS QUE ACEITAR E AGRADECER O QUE ELA NOS OFERECE OS MELHORES HOSPITAIS OS MELHORES MEDICOS O QUE QUEM NÃO ESTA DE ACORDO QUER....PERDER A CABESP PELO AMOR DE DEUS PENSEM ......FUI

  26/06/2018 - 18:17 -   |   Comentar  |   



  145474 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP.

Bom dia.
Bom-dia.
Coragem, não vamos assumir o problema de terceiros.
O que falam que vai acontecer, já. aconteceu.
Sabe a pressa /pressão, não estão um bom caminho.

  26/06/2018 - 18:15 -   |   Comentar  |   



  145473 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP

Bom dia.
Enquanto nos rachamos as
Despesas.
Quem está dividindo o Lucro.

  26/06/2018 - 18:05 -   |   Comentar  |   



  145472 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP.

Bom-dia.
Cabesp/ Diretores/ Conselheiros/ E demais despesas Administrativas
Por que que não convocar para Assembleia das despesas Administrativas.
Só convocação para aumentar o valor do plano e cooparticipaçao.
Eu solicito nesse ato que a Cabesp
Informe as despesas administrativas
A Cabesp foi criada para atender a saúde dos seus associados contribuintes.
Agora parece atender mais as despesas administrativas
Não vamos nos intimidar.
Não vamos dia 30
Não fizemos nada de errado
Quem fez, se for o caso que responda.
Não vamos ficar com o mico na mão.

  26/06/2018 - 17:59 -   |   Comentar  |   



  145471 - Dino Francisco Psulinetti   Bragança Paulista SP

Bom dia.
Eu pensei que a pressa/pressão fosse só da
Cabesp/Banco.
Agora está de todos até do Sindicato
E agora.
Sem dia 30 todos eles vão pagar o pato.
Com dia 30 nos pagamos, bem nos somos os que pagamos.

  26/06/2018 - 16:59 -   |   Comentar  |   



  145470 - COPIA DE E-MAIL DA AFABESP   Piedade-SP

(Continuação do comentário abaixo)

PROPOSTA QUE SERÁ LEVADA PARA A ASSEMBLEIA A proposta a ser votada foi elaborada após demoradas negociações com as três associações, AFABESP, ABESPREV e AFUBESP, mais o Sindicato de SP, levadas a efeito durante os últimos meses, que negociaram seus termos com a diretoria da CABESP.

Pela proposta aprovada durante essas discussões e que será objeto de deliberação pela Assembleia, a contribuição será elevada em setembro deste ano de 2,5% para 4%, no ano próximo de 4% para 5% e em 2020 de 5% para 6%.

A partir de 2020, mediante estudos atuariais, essa contribuição somente poderá ser reduzida e não aumentada, podendo variar entre 2,5% e 6%.

Ficou muito claro para todos que para aumentar a contribuição além de 6% serão necessárias novas negociações e nova assembleia em que os associados poderão decidir.

Quanto à coparticipação, ficou decidido que os valores atuais serão mantidos até o próximo ano, quando novos estudos atuariais e novas negociações indicarão se haverá necessidade de alguma alteração.

Nossos colegas ORLANDO FORT, o vice-presidente GETÚLIO COELHO e o presidente do Sinfab EROS DE ALMEIDA, participantes da comissão que, juntamente com as demais associações, negociaram com a CABESP, participaram dos debates, trazendo fatos, opniões e decisões da comissão sobre esse assunto.

No que diz respeito às nossas ações que tramitam atualmente na Justiça, a Assessoria Jurídica da Afabesp, foi representada pelos colegas Drs. ROBERTO GAUDIO e DALMIRO FRANCISCO que prestaram amplos esclarecimentos sobre seus andamentos. O Encontro contou ainda com a presença dos diretores da Afabesp, HISAO, GLAUCO e JOSÉ ROBERTO, tendo como mestre de cerimônia o Diretor JOSÉ CARLOS (PINGADO).

Ao término do Encontro as avaliações sobre o nível e qualidade dos debates foram muito positivas no sentido de que as alterações do estatuto da Cabesp devem ser aprovadas uma vez que são necessárias como instrumento para sua continuidade com capacidade para atender nossas demandas quanto à saúde.



ASSEMBLEIA/PLEBISCITO

No caso do quórum de aproximadamente 11.000 participantes não ser alcançado na Assembleia do dia 30/06, o assunto deverá ser deliberado em um plebiscito, conforme determinado pelo estatuto da Cabesp. Para a realização desse plebiscito a Cabesp remeterá para cada um dos associados, instruções detalhadas sobre como participar.



VOTE SIM NA ASSEMBLEIA/PLEBISCITO PARA GARANTIR A PERENIDADE DA CABESP!!!







1ª Mesa

Esq.p/direita Bandiera, Neubauer, Orlando, Jarbas, Sérgio e Kitamura





2ª Mesa

Esq.p/direita Getulio, Eros, Neubauer, Bandiera, Orlando, Maria Lucia, Valente e Julio

Clique aqui para ver as fotos

AFABESP – DIRETORIA

  26/06/2018 - 16:44 -   |   Comentar  |   



  145469 - COPIA DE E-MAIL DA AFABESP   Piedade-SP

A CABESP ESTÁ CORRENDO RISCO? AFABESP E AFABANS REUNEM-SE PARA DISCUTIR A PERENIDADE DA CABESP

Aproximadamente 150 colegas, representando as AFABANS e a AFABESP, reuniram-se no dia 16/06 no Recanto Campestre Vinhedo com a finalidade de discutir assuntos sobre a CABESP e o BANESPREV, ambos de extrema importância para todos nós.

O 7º ENCONTRO NACIONAL AFABESP/AFABANS foi dividido em duas etapas, dirigidas por duas mesas. A primeira, composta pelos colegas SÉRGIO NEUBAUER, FRANCISCO BANDIERA, JARBAS BIAGI, SÉRGIO HIRATA E LUIZ KITAMURA, sob a presidência de ORLANDO FORT, Presidente da AFABESP, coordenou os debates sobre o BANESPREV.

Nesses debates, usaram da palavra o Presidente do Banesprev, JARBAS BIAGGI e os Diretores eleitos SÉRGIO HIRATA e LUIZ KITAMURA, e contou com dezenas de intervenções dos participantes por intermédio de perguntas, opiniões e sugestões.

Dúvidas e questionamentos levantados pelos presentes foram esclarecidos pelos Diretores do BANESPREV, motivando avaliações positivas como resultado dos trabalhos.

Na 2ª Mesa, composta pelos colegas ORLANDO FORT, SÉRGIO NEUBAUER, FRANCISCO BANDIERA, GETÚLIO COELHO, EROS DE ALMEIDA, ROBERTO GÁUDIO, sra. MARIA LÚCIA ETTORE DO VALLE- Presidente da CABESP, JÚLIO HIGASHINO E JOSÉ VALENTE, Diretores eleitos, debateu-se longa e profundamente as alterações estatutárias da CABESP, que serão objeto de Assembleia Geral Extraordinária e provavelmente de plebiscito, visando a solução dos frequentes déficits operacionais verificados, bem como sua perenidade, de modo a tranquilizar aqueles que no longo prazo necessitarem de assistência à saúde.

Durante os debates dezenas de questionamentos foram feitos pelos participantes, sendo esclarecidos pela Presidente Maria Lúcia, incluindo a explanação de que se nada for feito, o patrimônio da CABESP se extinguirá no ano de 2041, ocasião em que aproximadamente 12.000 pessoas da assistência direta ainda estarão vivas e necessitando manter a saúde.

Inicialmente a proposta apresentada pela CABESP não nos interessava uma vez que previa:

a) elevação da coparticipação de R$ 125,00 para R$ 270,00,

b) aumento do número de procedimentos médicos sobre os quais a copar incidiria (hoje a copar é cobrada somente sobre consultas e exames);

c) cobrança de uma franquia sobre cada internação, que poderia variar entre R$ 500,00 e R$ 1.000,00;

d) a coparticipação seria cobrada de maneira individual e não mais sobre o grupo familiar, isto é, sobre cada pessoa que usasse a assistência médica haveria a cobrança.

A grande desvantagem dessa proposta é que somente nós, os associados, colocaríamos dinheiro, deixando o Banco Santander de fora desses novos encargos.

  26/06/2018 - 16:41 -   |   Comentar  |   



  145468 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

459: Meu caro Nonato. A minha visão é diferente: Acho que todos os colegas estão tentando alertar os demais com aquilo que podem ou com aquilo que possuem. È o meu caso!

  26/06/2018 - 12:35 -   |   Comentar  |   



  145467 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

SE NAO HOUVER ASSEMBLEIA E O ESTATUTO FOR APROVADO NO PLEBISCITO, então teremos o seguinte:
1.A Cabesp será uma Associação constituída na forma da legislação em vigor, a partir de 10.07.2018, não subsistindo qualquer direito anteriormente previsto sem que haja neste Estatuto expressa disposição. A Cabesp foi criada em 27.06.1968, há 50 anos, que podem virar pó. (art. 1º e 67º)
2. A Cabesp será uma Associação instituída por uma empresa incorporada pelo Banco Santander (Brasil), patrocinadora principal, ou seja, poderá ser do Satander. (art. 1º)
3. Os associados da Cabesp, além de banespianos e funcionários da Cabesp, poderão ser funcionários da ativa advindos de empresas incorporadas ou integradas ao Conglomerado Santander (art. 4º, par. 4º), ou seja, doravante, de qualquer banco ou empresa que o Satander comprar, podem vir novos colegas sócios da Cabesp.
4. Serão excluídos do quadro social aqueles que estiverem em atraso superior a 60 dias no pagamento de suas contribuições ou qualquer outra contraprestação financeira, e não mais em atraso por treis meses consecutivos.
5. O artigo 17 do novo Estatuto não possui caput, apenas treis incisos, que não se sobrepôem uns aos outros. A obrigatoriedade da alíquota ser de, no mínimo 2,5% e o máximo 6%, deixa de existir, pois inexiste uma máxima, clara, precisa e determinante assertiva nesse sentido. Nunca vi um artigo sem o seu caput, com apenas incisos, não decisivos.
Pois é, colegas, apenas isso pode acontecer, se o Estatuto for aprovado no Plebiscito. Para que isso NÃO aconteça, será necessário o quorum, 11 mil, entre presentes e procuradores, consequente instalação da Assembléia, deliberação, discussão, exame, ponderações, reflexões, considerações, debates e aprovação de novos artigos e parágrafos, mais favoráveis à preservação da Cabesp como nosso patrimônio e sua tão desejada perenidade. Vamos todos ao ECBanespa, com o máximo de procurações, vamos invadir aquele Clube e INSTALAR a Assembléia, ou estaremos todos fux ....dos.

  26/06/2018 - 12:03 -   |   Comentar  |   



  145466 - JOAO PEREIRA NETTO PEREIRAno   NOVA GRANADA

Parabens pelo Aniverssario, muita paz muita saúde, saudade tempo Paula Sousa.Abraço.

  26/06/2018 - 07:41 -   |   Comentar  |   



  145465 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

CM.460 - Olá Jose Gonçalves Leite, você andou sumido. Seja bem-vindo de volta, estavam fazendo falta seus comentários e colaborações. Grande abraço!
Meu telefone - 14 3234 8155

  26/06/2018 - 04:08 -   |   Comentar  |   



  145464 - Walter Rodrigues   Saõ Paulo

Meus amigos cabelos brancos:
Quanta hipocrisia, quanta maldade ainda teremos que suportar?
É indiscutível que o Banco Espanhol, que vem procrastinando processos trabalhistas dos aposentados, tem a clara intenção de se tornar O ADMINISTRADOR DO PROGRAMA FINAL DOS BANESPIANOS.
Entendo que o maior responsável pelos prejuízos causados à nossa CABESP, é próprio BANCO, que congelou indevidamente nossas complementações salariais por vários anos, fazendo com que nossas contribuições ficassem menores junto a CABESP.
(Pelos cálculos dos nossos colegas matemáticos, hoje nossas complementações, deveriam estar acrescidas em 41,62%.)
A maldade do Banco contra os aposentado é muito grande, e a miserabilidade da instituição se confirmou quanto TOMOU-NOS para si, os pequenos aumentos de lei efetuados anualmente pelo INSS. Não entendo esse conceito jurídico, e até os valores que nos foram devolvidos pelo próprio INSS, por nos ter pago a menor, o Banco garfou parte deles. (Não vi nenhum caso semelhante ao nosso, na história trabalhista brasileira) O pior de tudo e que se aproveitam da situação desgraçada, de corrupção, que vem assolando nosso pais, para procrastinar com infindáveis recursos os processos judicias.
Matematicamente, se nos for devolvido toda atualização do IGPD-I, confiscado, acrescidos de juros de mora por lei, e o Banco honrar sua participação contratual, nossa querida CABESP estará com um aporte suficiente para continuar assegurando uma boa assistência medica aos seus aposentados por muitos anos.
Em relação às gratificações, as Associações poderiam negociar com os aposentados, uma contribuição especial para a Cabesp.(Creio que as gratificações não são contempladas nos descontos)
Embora, estudos atuariais desenvolvidos por empresa especializada indicam mudança nas contribuições mensais, creio que deve-se levar em consideração as importâncias a serem recebidas pelos aposentados do Banco, nos processos trabalhistas.
Em ralação às alterações estatutárias,(muito complexas) entendo que somente os colegas advogados poderão analisa-las, com muita calma e cautela, pois o Banco já demonstrou ser muito astuto em suas atitudes.
Um grupo estrangeiro, que desrespeita funcionários aposentados, zomba das nossas leis, DESRESPEITA DECISÕES DE JUIZES, e fica impávido em seus negócios, pergunto: QUE PAIS E ESSE?
Forte abraço e saúde a todos.

  26/06/2018 - 23:27 -   |   Comentar  |   



  145463 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145462 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis - SP -

Sinceramente, acho que devemos defender que as associações, as 3, assumam o patrocínio da Cabesp.

Se ficarmos nas mãos do Santander, será o fim

  26/06/2018 - 22:58 -   |   Comentar  |   



  145462 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis - SP

Nelson Justiniano (com.145457):
O art.35 e seu parágrafo único referem-se à AGO (Assembleia Geral Ordinária) prevista no Art.30, que é aquela que acontece anualmente para prestação de contas da Diretoria e parecer do Conselho Fiscal, cujo quórum exige ‘maioria absoluta’.
Já a assembleia do dia 30 de junho será uma AGE (Assembleia Geral Extraordinária) prevista no Art.38, o qual foi observado no edital.

E, por falar no Art.38, que vai virar o 37, o duro mesmo é o seu parágrafo 2º: “Nenhuma alteração estatutária entrará em vigor se não for referendada pelo Banco Santander (Brasil) S/A.”
Ou seja: o banco sempre vai “ter a faca e o queijo nas mãos”.


  26/06/2018 - 22:06 -   |   Comentar  |   



  145461 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Hoje, 25/06/18, à tarde, recebi a carta da Maria Lúcia, dir. presid. da Cabesp; portanto tenho 5 dias para os trâmites relacionados à AGE de 30/06/18.Estranho, não? Ademais, uma simples aritmética de boba: Se aproximamos os salários dos 22000 contribuintes da Cabesp, por baixo, em 5000 mensais= + ou - 36 milhões anuais(sem contar co-participações/ano). Alguém disse aqui que são 8 bi de investimentos=480 milhões/ano. Ora, são mais de R$500 milhões/ano!!! Uma renda invejável! Como só cobrem 25% dos gastos? São 2 bilhões de reais de gastos anuais? Não acredito!!! De médicos terceirizados? Bons, na verdade... "Se não fizermos nada", diz. Apresentem o estudo atuarial!
Todos queremos vê-lo.(ou não?) Tudo que vem do Sder, é preciso ligar o alarme. Lembram das cláusulas 43 e 44? Em 22 anos estaremos extintos! Depois, as Associações apontadas e Sindicato são altamente suspeitos! Velhos, claro, não viveremos eternamente, mas generalizar com expectativa de vida da população brasileira em geral? Prá nós que temos mais de 70, mais de 80 anos?! Ora bolas! 22000 banespianos são qtos % de 220 milhões de brasileiros? Não dá prá generalizar! Obs.: Quem cuida da saúde é o(a) interessado(a), o resto é prá EMERGÊNCIA. Não concordo com a mudança do estatuto, não na nossa idade. Que mude para os da ativa, se concordarem!

  26/06/2018 - 21:30 -   |   Comentar  |   



  145460 - Jose Gonçalves Leite   Quata-SP

Zé Milton...há quanto tempo. Idem Álvaro e Orly. Não me esqueci de vocês. Pelo contrário...toda vez que visito o site
eu me lembro de todos. É possível que vocês me mandem o telefone? Perdi meus contatos e está sendo difícil recuperá-los. Obrigado. Boa sorte para nós.

  25/06/2018 - 19:24 -   |   Comentar  |   



  145459 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Com. 451 - Meu caro Marco Antônio. Eu estou do lado das discussões objetivas, com decisões concretas, afirmativas, sérias e plurais em nosso benefício. Detesto essa eterna lengalenga, com todo mundo achando-se dono da verdade e com resultados zero. Nonato-Teresina.

  25/06/2018 - 18:50 -   |   Comentar  |   



  145458 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Psulista SP

Bom dia.
Então precisarmos de tempo para exigir judicialmente
O apostilamento e registro publico das
Verdadeiras intenções da Cabesp/Banco.

  25/06/2018 - 17:55 -   |   Comentar  |   



  145457 - NELSON JUSTINIANO FILHO   MIRASSOL -SP-

QUEM PODE CONFIRMAR SE HÁ DIVERGÊNCIA NO EDITAL

EDITAL AGE 30/06/2018-

PARA EFEITO CALCULO DE QUORUM MINIMO DE INSTALAÇÃO AGE. DECLARA-SE QUE O NUMERO ASSOCIADO EXISTENTES ATÉ ESTA DATA É DE 20.261. SERÃO NECESSÁRIOS OS VOTOS FAVORÁVEIS DA MAIORIA DOS ASSOCIADOS QUE ESTIVEREM ADIMPLENTES JUNTO A ASSOCIAÇÃO



ART 35 -ESTATUTO CABESP

Art. 35. As deliberações da Assembléia Geral ordinária serão tomadas por maioria absoluta de votos, não se computando os votos em branco.

Parágrafo único. A Assembléia Geral reunir-se-á e deliberará em primeira convocação, com a presença mínima de dois terços de associados quites, ou em segunda convocação, decorridos 30 minutos da primeira, com qualquer número de associados, não se computando, igualmente, os votos em branco.

  25/06/2018 - 15:20 -   |   Comentar  |   



  145456 - zoia rodrigues de lima   campo grande ms

145453 - Dino Francisco Paulinetti - Bragança Paulista SP

Se não tiver quorum vai à plebiscito e acho que o banco aposta nisto, quer isto, pq a maioria é muito desinformada e pq o plebiscito será eletrônico... Sabe-se lá... Para nós, seria melhor TUDO, até um milagre, acontecer na assembleia...

  25/06/2018 - 15:19 -   |   Comentar  |   



  145455 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP

Bom-dia.
Sim/Não
O Banco e a Cabesp que construiram essa regra.
Alguém tem dúvida que o sim/não estão
Para o Banco/Cabesp.
O que mais entrega, está a pressa/pressão.
E o pedido deles para todos irem.

  25/06/2018 - 15:13 -   |   Comentar  |   



  145454 - NELSON JUSTINIANO FILHO   MIRASSOL -SP-

CARO NONATO NINGUÉM AQUI ESTÁ ACUSANDO-O DE NADA, O SEU COM. 211, DIZ RESPEITO A COLEGAS ENTENDIDOS SOBRE A CABESP, REUNIREM E IR FAZER DEBATE SOBRE AS PROPOSTAS DE ALTERAÇÃO ESTATUTO.
A AGE DIA DIA 30/06 - É PARA VOTAÇÃO. SIM OU NÃO - OU NÃO TER QUORUM
É O QUE CABESP ESPERA QUE ACONTEÇA. A PARTIR DAÍ O QUE ACONTECERÁ ????
VOCE PODE DAR SUA OPINIÃO ????

  25/06/2018 - 14:55 -   |   Comentar  |   



  145453 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP

Bom-dia.
Se for possível a falta de Quorum qualificado pode
Adiar dia 30, para melhores esclarecimentos.
Quem poderia nos ajudar nesse momento

Não precipitar o sim/não.
Por motivos, agora que fiquei
Informado.
Os Jurídicos do Grupo estão calados.
Então eu acredito que a.falta de Quorum Qualificado
Possa adiar esse evento.
Para esclarecimentos de
Inteiro teor, apostilamento e registro das
Intenções.
Pelo sim ou pelo não, tanto faz.
Não sabemos as entrelinhas.
Se os Jurídicos da área não se
Manifestarem,
Eu recomendo a falta de Quorum.

  25/06/2018 - 14:46 -   |   Comentar  |   



  145452 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Nem sim e nem não, muito pelo contrário.

  25/06/2018 - 14:36 -   |   Comentar  |   



  145451 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Comentário 441: Meu querido colega Nonato: Abra logo o jogo. De que lado voceê está????

  25/06/2018 - 14:30 -   |   Comentar  |   



  145450 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Aqueles que me acusam de só falar indico o com. 211, de 05 do corrente. Ali expus minha ideia sobre a assembleia da Cabesp. O colega leu? Concordou? Aprimorou a sugestão? Discordou? Apresentou outra alternativa? Certamente nada disso, afora um colega de BH. Nonato-Teresina.

  25/06/2018 - 14:27 -   |   Comentar  |   



  145449 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145448 - NELSON JUSTINIANO FILHO - MIRASSOL -SP- - Certíssimo! A Cabesp irá para o colo do Santander, com a nossa aprovação! Sabe-se lá, de quantos por cento serão os aumentos futuros. O Santaner não alisa e nunca foi bonzinho conosco.

  25/06/2018 - 13:53 -   |   Comentar  |   



  145448 - NELSON JUSTINIANO FILHO   MIRASSOL -SP-

ALIS DIBA, ZOIA DE LIMA E DEMAIS COLEGAS.

O NONATO, QUE DIZ SER ADVOGADO, FALA, FALA, SÓ É CONTRA AS IDEIAS AQUI COMENTADAS, MAS FICA SEMPRE EM CIMA DO MURO, NÃO DA UMA OPINIÃO DO QUE ACHA DA SITUAÇÃO DA ALTERAÇÃO ESTATUTO CABESP.

MINHA OPINIÃO - O FOCO DA DISCUSSÃO ESTÁ ART. 17 -CUSTEIO-

ESTOU MAIS PREOCUPADO É QUE NA PROPOSTA DE ALTERAÇÃO ESTATUTÁRIA - A CABESP PASSARÁ PARA O SANTANDER, AÍ OH TCHAU OS R$8 BILHÕES-

SE ESTOU ERRADO, ALGUÉM ME CORRIJA, POR FAVOR

  25/06/2018 - 13:36 -   |   Comentar  |   



  145447 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

corrigindo - TODAS AS AFABANS DEVEM SE EMPENHAR NESSE MESMO OBJETIVO

  25/06/2018 - 13:27 -   |   Comentar  |   



  145446 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

ATENÇÃO TODAS AS AFABANS - Precisamos de 25 ônibus, com 40 colegas e cada um com 10 procurações pra conseguir o quorum, sem depender de ninguém. A Afaban de Paraguaçu Pta e região já está se movimentando na coleta de procurações e na tentativa de lotar um ônibus. Quem for desta região e ainda não está sabendo/pode ir/não pode ir, entre em contato com Antonio Faustino (18) 3361 2936 ou (18) 9 9775 5711, ou ainda Péricles (18) 3361 1569, até amanhã, antes de terminar o dia, pois o Faustino pegará um ônibus amanhã à noite e entregará o pacote de procurações na quarta-feira, último dia de prazo, na Cabesp. TODAS AS AFABANS DEVEM SEM EMPENHAR NESSE MESMO OBJETIVO. Repassem essa notícia a todos os colegas. Vamos invadir o ECBanespa, única chance de realizar a Assembléia e deliberar, discutir tudo isso aí que aí está!

  25/06/2018 - 12:52 -   |   Comentar  |   



  145445 - zoia rodrigues de lima   campo grande ms

145444 - Dino Francisco Paulinetti - Bragança Paulista SP 25/06/2018 - 12:26 | Comentar | Ver Todos Comentários |

Colega, vc tem a fórmula ou o meio para fazermos a Cabesp adiar juridicamente e apostile e Registre suas verdadeiras intenções?

O TEMPO URGE!!!

Bom-dia.
Ref: Adiar Juridicamente, o dia 30, e solicitar que a
Cabesp, apostile e Registre suas verdadeiras intenções
E que seja realizada uma eleição
Direta pelos associados da nova
Diretoria.
Chega de Pegadinha.

  25/06/2018 - 12:42 -   |   Comentar  |   



  145444 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP

Bom-dia.
Ref: Adiar Juridicamente, o dia 30, e solicitar que a
Cabesp, apostile e Registre suas verdadeiras intenções
E que seja realizada uma eleição
Direta pelos associados da nova
Diretoria.
Chega de Pegadinha.

  25/06/2018 - 12:26 -   |   Comentar  |   



  145443 - zoia rodrigues de lima   campo grande ms

145441 - Raimundo Nonato da Silva - Teresina/PI

Poxa, dê-nos vc uma idéia! Vc é um advogado, não é? O que podemos fazer juridicamente, para barrar esta coisa? Ou Vc é a favor?

  25/06/2018 - 11:55 -   |   Comentar  |   



  145442 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP

Bom-dia
Cabesp
Está muito ansiosa para esse sim ou não que só está bom para ela.
Banco e Cabesp querem que seja depressa
Esse sim ou não, parece que tem um motivo para ajeitar só o lado dela.
Então, acho melhor entrar
Na justiça para impedir essa
Assemblei do dia 30.
E solicitar o inteiro teor das proposta.
Até o momento recebo.varias convocaçoes por dia e nenhuma explicação
De inteiro teor.
Parece pegadinha

  25/06/2018 - 11:50 -   |   Comentar  |   



  145441 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Com. 440 - Entenda como quiser. E vamos debatendo/esclarecendo até a tampa, sem qualquer consenso ou posição coletiva firmada, e o resultado todos já sabemos. Depois vem as conhecidas acusações do tipo "nossas entidades estão nos traindo". E o que nós fizemos para evitar? Ora, ora, debatemos e esclarecemos, debatemos e esclarecemos... Ah!! é. Nonato-Teresina.

  25/06/2018 - 11:14 -   |   Comentar  |   



  145440 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Raimundo nonato , Acho que você está com dor de cotovelo. O nosso debate e esclarecimentos dos colegas que entendem bem de toda nossa situação é muito importante. Ninguém está querendo aparecer. Estamos diante de uma decisão importante. Tem que haver debate.

  25/06/2018 - 10:36 -   |   Comentar  |   



  145439 - ELIANE MAGGI DIAZ PARRA   BAURU/ SÃO PAULO

Meus caros colegas Banespianos.

Tendo em vista tantas divergências entre "sim e não", devemos nos posicionarmos em favor do que é Nosso a CABESP, que construímos ao longo destes 50 anos.
Nenhum de nós deseja que acabe e sim entendemos que deva haver um reajuste por ser necessário em detrimento de desmandos absurdos em nosso país (nada haver aqui no momento). O reajuste sim é necessário para não perdermos nossa Cabesp.
O NÃO deverá ser a esta alteração do estatuto cujo qual, está dando tantas interpretações dúbias, assim teremos mais um tempo para que vocês entendidos possam nos ajudar a compreender melhor toda esta mudança.
Quero crer que o amigo Péricles esteja correto nas suas explicações o que me fez entender e espero imensamente que nossos Colegas Banespianos passem a fazer parte e se inteirar/envolver melhor no que ocorre agora, Caso contrário vamos entregar também nossa Cabesp a estes famigerados banqueiros do Satãnder!!!!! ACORDA POVO!! (LILI)

  25/06/2018 - 10:24 -   |   Comentar  |   



  145438 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Com. 431 - Realmente Carlos. A sua opinião anterior fecha com o que escrevi. Mas nós não temos razão. Neste site só impera o que escrevem algumas "celebridades". Não resolvem absolutamente nada mas se mantêm em evidência, o que no fundo é o que lhes interessa. Ficam uns elogiando os outros, cada qual se considerando uma sumidade e os nossos interesses comuns servindo apenas para um desfile besta de vaidades que não nos leva a lugar nenhum. Só não percebe isso quem não quer ou tem medo de falar a verdade. Nonato-Teresina.

  24/06/2018 - 20:15 -   |   Comentar  |   



  145437 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP

Bom-dia.
O voto
Pela insistências da Cabesp de.mandar avisos
Do dia 30.
Está por que tanto faz.
Tanto faz pelo sim ou pelo não.
A Cabesp vai levar vantagem.
Quem for cuidado para não coragem a entrega definitiva para a Cabesp.
E tem mais se o patrimônio garante até 2040.
Vamos torrar esse patrimônio.
Esse patrimônio que está somente dos titulares.
Lembram das clausulas.

  24/06/2018 - 17:14 -   |   Comentar  |   



  145436 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança.Paulista SP

  24/06/2018 - 17:05 -   |   Comentar  |   



  145435 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP

Bom dia.
Cabesp, não adianta, vai ser do jeito que eles quere.
Vamos nos unir e ajustar uma prestadora e
Assumir o patrimônio da Cabesp que é nosso.
A cada dia que passar eles vão aumentando se não e a contribuição e a cooparticipaçao.
E ou barram o atendimento não atendendo o telefone para liberar.
Esta pior que o SUS.
Não vamos perder tempo com esse sim ou não que so eles sabem ao certo o que está.

  24/06/2018 - 15:50 -   |   Comentar  |   



  145434 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP

  24/06/2018 - 15:39 -   |   Comentar  |   



  145433 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Cara Zoia e demais colegas, provavelmente NÃO haverá quorum e NÃO haverá Assembléia. Assim sendo, o que pode ocorrer é uma "reunião", um "bate-papo", um "perguntas e respostas", sem respostas convincentes, como soe acontecer em todas essas reuniões de esclarecimentos das entidades, mas SEM PODER ALGUM DE DECISÃO, aprovação ou não. Aí, a partir dessa data até 10/jul HAVERÁ o plebiscito, pra valer, com aprovação ou não, com qualquer nº de votos, maioria simples do total dos votantes, podendo ocorrer um 2 a 1, que será definido o sim ou não. Então, essa é a hora de se votar NÃO, única oportunidade de se convocar novas rodadas de negociação, para debates, discussões e deliberações, na elaboração de novas propostas. É o que nos resta. Que Deus nos ajude, oremus, rezemus .....

  24/06/2018 - 15:19 -   |   Comentar  |   



  145432 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145 364 - carlos Alberto Rodrigues dos santos Tb penso que temos que nos organizar. Criar uma estratégia pq na reunião, percebemos que não temos direito a réplica. O Périles que o diga! Eu tb gostaria de discutir outros pontos, da lei 9656/98, que tinha muito mais ítens que asseguram nossos direitos. Fora que nada daquilo que ela falou, está na lei! Ela disse que o artigo 31 refere-se a empregados demissionários que contiuam no plano, pagando na integralidade. Vejam o que diz o referido artigo:

"Art. 31. Ao aposentado que contribuir para produtos de que tratam o inciso I e o § 1o do art. 1o desta Lei, em decorrência de vínculo empregatício, pelo prazo mínimo de dez anos, é assegurado o direito de manutenção como beneficiário, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma o seu pagamento integral.

§ 1o Ao aposentado que contribuir para planos coletivos de assistência à saúde por período inferior ao estabelecido no caput é assegurado o direito de manutenção como beneficiário, à razão de um ano para cada ano de contribuição, desde que assuma o pagamento integral do mesmo.

Li isto para ela e ela se fez ouvidos surdos, e continuou batendo na mesma tecla! E eu, tive que calar-me, até pq o microfone já estava sendo tirado de minha mão.

Não existe paridade para o debate. Estou defendendo que quem não for fazer defesas - os que têm 3 minutos à frente - façam as perguntas, por escrito. Ela vai ler a questão, já responde, em seguida e sabendo a resposta, fala o interlocutor. Vamos ganhar um tempinho, o da leitura da nossa questão.

Se elegermos uma pessoa para nos representar, não vai funcionar, pq, para cada pessoa uma questão, assim foi na reunião, em Vinhedo

  24/06/2018 - 11:11 -   |   Comentar  |   



  145431 - carlos Alberto Rodrigues dos santos   belo Horizonte-MG

Caro Nonato, relendo o seu com. 401 e este último, tenho que lhe dar razão. Tinha me decidido não mais escrever sobre o assunto, entretanto, face aos seus comentários peço-lhe que leia o meu com. 145364 e você há de concordar comigo com o que lá coloquei, cujo sentido se aproxima muito das suas opiniões, embora com outras palavras. Abraços.

  24/06/2018 - 10:17 -   |   Comentar  |   



  145430 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Não tem assunto, por mais importante que seja, que consiga fazer com que alguns colegas acabem com suas vaidades pessoais. O caso Cabesp é mais um bom exemplo. É tanta opinião divergente que já se sabe o resultado das discussões:- nada, de novo. A pretexto de discutir o tema, na verdade o que muitas "estrelas" querem é aparecer muito e impor seus argumentos. Consenso? Nunca. Aí, depois de "Inês morta" vem o chororô, a cassa aos culpados, etc. Anote e confira, se tiver dúvidas. Nonato-Teresina.

  24/06/2018 - 09:03 -   |   Comentar  |   



  145429 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO


PLANO DE SAÚDE. APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃOpor 50 ANOS EDITAL DE PRIVATIZAÇÃO. DIREITO ADQUIRIDO. A garantia de oferecer assistência médica aos empregados da CABESP conceito expressamente estendido aos aposentados, estipulada em edital de privatização, incorporou-se ao contrato de trabalho do Autor, posto que à época prestava serviços à empresa, não lhe atingindo previsões normativas posteriores e sendo irrelevante, neste contexto, a modalidade de aposentadoria e a dispensa imotivada após a obtenção do benefício. O edital de privatização é norma inderrogável, na medida em que ligada à própria venda do controle da empresa. Trata-se de ato jurídico perfeito que vincula os contratantes em benefício dos empregados e aposentados e que não pode ser alterado por ato unilateral da empregadora.

  24/06/2018 - 23:51 -   |   Comentar  |   



  145428 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

"no nosso caso a CABESP foi criada em 27 de junho de 1968, portanto já temos 50 anos de contribuição de 2,5% e não devemos abrir mão, pois, senão poderemos perder os direitos adquiridos, pois a partir da mudança a contagem começara a partir da mudança dos estatutos, que vai mudar inclusive o nome que antes era BANESPA e agora depois de 18 anos irão mudar para SANTANDER" – (José Milton)

Esclarecimento melhor do que este, impossível. Então os diretores da AFABESP não examinaram nossos direitos; pelo jeito não se importam se temos tais direitos. O que vale para eles é a proposta apresentada pela Cabesp (Santander).

Se, conforme a circular da Cabesp enviada para cada Banespiano, informa que desde os anos 90 a cabesp é deficitária, por conseguinte o Santander a recebeu na privatização desse jeito; até agora a cabesp resistiu ao déficit, COMO? Agora chegaram à conclusão que as finanças da cabesp não resistirão. Mas não foi apresentado mês a mês, desde o período citado como isso aconteceu; como a cabesp cumpriu as obrigações com seus participantes e não poderá mais seguir em frente? Nem as associações pediram contas. Apenas acreditaram nos donos da MERCER e pronto! Sendo a MERCER patrocinada pelo Santander, não haverá: “passa moleque” por parte do BANCO ou CABESP. Acho muita infantilidade acreditar nessa heresia. Outra coisa que tenho observado, GALVÃO, JOSÉ MILTON, PÉRICLES, ELIEL e outros colegas estão se empenhando a fundo, estudando a malsinada proposta, MOSTRANDO os erros que nos prejudicam, e a Afabesp não aceita esclarecimentos e sugestões dos associados que RACIOCINAM. Praticamente declaram: “VAMOS ACEITAR E PONTO FINAL!”.
--

  24/06/2018 - 21:12 -   |   Comentar  |   



  145427 - Romualdo Fernandes   Mairiporã / SP

No caso das pessoas que pediram o desligamento que hoje pagam 2,5% e o banco os outros 2,5%, porque o Santander não permite que os funcionários da ativa também sejam usuarios da CABESP?
Pergunto porque se levarmos em conta o valor ou percentual que hoje é descontado teremos um reajuste de mais de 100%, e o banco também teve beneficio com o pedido de desligamento por parte dos fucnioários.

  23/06/2018 - 12:38 -   |   Comentar  |   



  145426 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO


ORIENTAÇÕES DADA PELO IDEC


A Resolução nº 63 da ANS que trata dos limites para reajustes por faixa etária?
Lembra quando falamos que o reajuste por faixa etária ocorre por grupos de idade e que esses grupos variam dependendo do tipo de contrato? Então, isso tem a ver com o Estatuto do Idoso.

Vamos explicar: nos planos antigos ( O NOSSO CASO DA CABESP (anteriores à Lei de Planos de Saúde) vale a faixa escrita no contrato. Se não tiver informação clara no contrato sobre as faixas etárias e os percentuais de aumento em relação a cada faixa, o aumento é proibido. E, mesmo que esteja previsto, configura abuso um percentual de aumento muito alto de uma só vez. Isso vale para qualquer contrato, antigo ou novo.

Se o contrato foi firmado depois da lei de planos de saúde, mas antes do Estatuto do Idoso, vale a regra criada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (“ANS”, Resolução CONSU nº 6/1998) que prevê sete faixas etárias, limitando e o aumento total de até 500% entre a primeira e a última.

As faixas etárias da Resolução CONSU nº 6/1998 são as seguintes:

a) 0 (zero) a 17 (dezessete) anos;
b) 18 (dezoito) a 29 (vinte e nove) anos;
c) 30 (trinta) a 39 (trinta e nove) anos;
d) 40 (quarenta) a 49 (quarenta e nove) anos;
e) 50 (cinquenta) a 59 (cinquenta e nove) anos;
f) 60 (sessenta) a 69 (sessenta e nove) anos e
g) 70 (setenta) anos em diante.

A partir de janeiro de 2004, com a criação do Estatuto do Idoso, proibiu-se o aumento de mensalidade acima dos 60 anos. O Estatuto proíbe a discriminação do idoso nos planos de saúde pela cobrança de valores diferentes em razão da idade. Portanto, fica claro que o aumento da mensalidade a partir dos 60 anos é proibido.

Dessa maneira, nos contratos assinados a partir da criação do Estatuto do Idoso, foram padronizadas dez faixas etárias (mantido o aumento de até 500% entre a primeira e a última faixa).

Para os planos contratados antes de entrar em vigor o Estatuto do Idoso, a regra criada pela ANS previa sete faixas etárias e aumento total entre as faixas de até 500%, sendo comum aumentos exorbitantes concentrados nas últimas faixas. A Lei de Planos de Saúde fazia uma única ressalva: proibia tal reajuste aos consumidores com mais de 60 anos, desde que participassem do plano de saúde há mais de 10 anos.
no nosso caso a CABESP foi criada em 27 de junho de 1968, portanto já temos 50 anos de contribuição de 2,5% e não devemos abrir mão, pois, senão poderemos perder os direitos adquiridos, pois a partir da mudança a contagem começara a partir da mudança dos estatutos, que vai mudar inclusive o nome que antes era BANESPA e agora depois de 18 anos irão mudar para SANTANDER .




  23/06/2018 - 11:36 -   |   Comentar  |   



  145425 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

COLEGAS, SE HOUVER QUORUM PARA A ASSEMBLÉIA SER INSTALADA, VAMOS DISCUTIR AS PROPOSTAS QUE AÍ ESTÃO, MELHORÁ-LAS E VOTAR SIM. SE HOUVER O PLEBISCITO, VOTEM NÃO. SE AS PROPOSTAS FOREM REJEITADAS, TERÃO QUE FAZER NOVAS RODADAS DE NEGOCIAÇÃO, NUMA MESA MAIOR E CONVIDAR AS AFABANS, QUE FORAM ESQUECIDAS, AÍ, SIM, PODEREMOS ELABORAR TEXTOS CLAROS E LIMPOS.

  23/06/2018 - 09:08 -   |   Comentar  |   



  145424 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES


COLEGAS BANESPIANOS

Quando ARMANDO BORGES, BANESPIANO DA GEMA, postou mensagem dizendo que as associações deviam cobrar do banco os dois processos, e que por causa das contribuições sobre os valores que nos foram USURPADOS, é que está havendo esse tal DÉFICIT nas contas da CABESP, resolvi apurar e fiz cálculos e mais cálculos, mas não cheguei à uma conclusão satisfatória. (em 2013 a AFABESP apresentou planilha do saldo atuarial com valores anuais, logo a folha de pagamento mensal foi média – 13 aposentadorias – não entendi como foram feitos os reajustes anuais). Preciso dos valores das folhas de pagamento para fazer o cálculo certo; se alguém me arranjar os valores...
Hoje, tomando “my breakfast”, raciocinando alguma maneira de apresentar proposta para acabar com esse problema da CABESP e, de quebra, receber nossos processos, com base nas opiniões dos colegas da Gema; também, de se fazer um acordo para, já que estamos com o “SELO DE VALIDADE” vencido, receber um bom dinheirinho. (teve colega que disse: é melhor receber uns trocados enquanto vivos, do que “fechar o paletó” e não receber nada!

Minha proposta é a seguinte, a AFABESP propor ao Santander
PAGAR TUDO DE UMA VEZ,
(valores totais sem descontos),
nos processos das Gratificas e do IGP-DI;

E nós contribuiremos para a CABESP com 20% sobre os VALORES ATRASADOS;
mais 20% nos valores mensais do IGP-DI reajustados em 41,62% mensalmente.
(exemplo: quem recebe 5 mil terá R$ 2.081,00 de reajuste, pagará 20% sobre esse valor = R$ 416,20 todos os meses).
Sobre nossas aposentadorias normais, continuaremos a pagar os 2,5%, sem nenhuma alteração.

E mais, os colegas que recebem mais de QUINZE SALÁRIOS MÍNIMOS de aposentadoria, pagar 30% sobre os 41,62% do acréscimo mensal. E continuar pagando os 2,5% sobre as aposentadorias normais.

O pessoal do FUNDÃO tem condições de pagar 20% sobre o COMPLEMENTOS que recebem do BANESPREV.

Quanto aos colegas do PLANO II, só pagar 2,5% para quem recebe até DEZ SALÁRIOS MÍNIMOS. Acima de 10 SM estudar um percentual condizente. (obs.: se for possível, ISENTAR quem recebe pouco).

Seria bom as AFABANS tomarem conhecimento e informar aos colegas.

Fiz os cálculos com base na folha de pagamento de OITENTA milhões.
ATRASADOS
GRATIFICAÇÕES:
4.300.000.000,00
20%
860.000.000,00
--------------------------
ATRASADOS
IGP-DI:
5.300.000.000,00
20%
1.060.000.000,00
-------------------------
MENSAIS
41,62%
IGP-DI:
33.200.000,00
20%
6.640.000,00
-------------------------

  23/06/2018 - 21:29 -   |   Comentar  |   



  145423 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

PUBLICAÇÃO DE HOJE do JULGAMENTO DO DIA 05/062018 ARE 675945 QUE JÁ PEDI AO ALVARO DIVULGAR POIS SÃO ONZE PAGINAS
05/06/2018 PRIMEIRA TURMA EMB.DECL. NO TERCEIRO A
G.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM
AGRAVO 675.945 SÃO PAULO RELATOR : MIN. ALEXANDRE DE MORAES EMBTE.(S) :BANCO SANTANDER BRASIL S/A ADV.(A/S) :CARLOS MÁRIO DA SILVA VELLOSO FILHO E OUTRO
ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS APOSENTADOS
DO BANCO DO ESTADO DE SÃO PAULO - AFABESP
ADV.(
ARENATO RUA DE ALMEIDA
E OUTRO
(EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. INEXISTÊNCIA DE
VÍCIOS DE FUNDAMENTAÇÃO NO ACÓRDÃO EMBARGADO.
REJEIÇÃO.
1. Os embargos de declaração destinam-se a corrigir vícios de
fundamentação no julgado, e não a reabrir toda a discussão dos autos.
2. O acórdão embargado contém fundamentação apta e suficiente a
resolver todos os pontos do agravo em recurso extraordinário. Em votos
detalhados proferidos após três pedidos de vista, todos os argumentos
foram minuciosamente examinados.
3. As consequências do impedimento do Ministro MARCO
AURÉLIO e a necessidade de intimação da parte sobre a continuidade do
julgamento foram decididas com clareza nos autos, inexistindo qualquer
omissão, contradição, obscuridade ou erro material quanto a tais pontos.
4. Embargos de declaração rejeitados.
A C Ó R D Ã O
Vistos, relatados e discutidos estes autos, os Ministros do Supremo
Tribunal Federal, em Primeira Turma, sob a Presidência do Senhor
Ministro ALEXANDRE DE MORAES, em conformidade com a ata de
julgamento e as notas taquigráficas, por unanimidade, acordam em
rejeitar os embargos de declaração, nos termos do voto do Relator.
Impedidos os Ministros Marco Aurélio e Rosa Weber.
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O
documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 14973092.
Supremo Tribunal Federal
Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 11 1819
Ementa e Acórdão ARE 675945 A
GR-TERCEIRO-ED / SP Brasília, 5 de junho de 2018.
Ministro ALEXANDRE DE MORAES

  22/06/2018 - 20:21 -   |   Comentar  |   



  145422 - Gilberto Pirolo   OURINHOS

Oi colegas!Vejam no site do STF mais uma decisão importante
sobre o processo das gratificações.
Abraços a todos.
Pirolo.










  22/06/2018 - 17:26 -   |   Comentar  |   



  145421 - Ubirajara Paulino de Sillos   Santos/São Paulo

Boa tarde Sr. Ubirajara, tudo bom?


Mostrei sua solicitação ao sr. Edival e ele autorizou que o sr. repasse a informação.

Abs


Afaban-Baixada Santista

Silvana Moraes


De: Ubirajara Senior
Enviado: quinta-feira, 21 de junho de 2018 19:21
Para: AFABAN-BAIXADA SANTISTA BAIXADA SANTISTA
Assunto: RE: ASSUNTOS TRATADOS NA REUNIÃO AFABESP /AFABANS DIA 16/06/18


Edival!
Por ser conteúdo elaborado por nossa Afabanbs, peço sua autorização pois colegas aos quais eu repasso suas mensagens, tal qual como este assunto, todos são associados da Afabesp, pedem que eu poste seus conteúdos no http://apdobanespa.com/formulario_apdob.htm
Att.e no aguardo
Ubirajara


De: "AFABAN-BAIXADA SANTISTA BAIXADA SANTISTA"
Enviada: 2018/06/20 16:53:08
Para:
Assunto: ASSUNTOS TRATADOS NA REUNIÃO AFABESP /AFABANS DIA 16/06/18



REUNIÃO AFABESP / AFABANS

16/06/18 - Recanto Campestre de Vinhedo



Banesprev: Jarbas de Biaggi, Sérgio Hirata, Luiz Kitamura



Mais de 20 (vinte) assistidos pelo Banesprev já ultrapassaram a casa dos 100 anos de idade

Total de Fundos Administrativos pela Banesprev, 17 bilhões de reais, num total de 22 planos

Total de participantes mais de 30.000

Plano I - 153 participantes

Plano II - 998 participantes

Plano III - 615 participantes

Plano IV - 04 participantes

Plano VI - 06 participantes

Plano V - 12117 participantes

Sanprev I - 06 participantes

Sanprev II - 2440 participantes

Sanprev III - 298 participantes



Empréstimos para participantes: R$ 300 milhões

Patrimônio Plano V - 6.500.000,00 Bilhões

Patrimônio Plano II - 6 bilhões



CABESP

Presidente: Maria Lúcia Ettore Brumado

CABEPS 50 ANOS

25% do custo dos gastos da Cabesp são cobertos pelas mensalidades pagas pelos associados mais participação do Santander.

Patrimônio da Cabesp : 8 bilhões

Déficit em 2018 até maio : 500 milhões

Alteração no percentual

De setembro 2018 a setembro 2019 = 4%

De setembro 2019 a setembro 2020 = 5%

De setembro 2020 em diante = 6%



NOTA: Os associados que tiverem dúvidas sobre a Cabesp poderão comparecer na Afaban-Baixada Santista a partir do dia 19/06 às 14:00h ou às 16:00hs que estaremos promovendo reuniões para tentar esclarecer sobre a alteração nos valores das mensalidades.



AÇÕES EM CURSO

Dr. Gaudio /Dr. Dalmiro



Ação da Gratificação: Terminou todos os possíveis embargos. A turma do STF votou sendo 3x0 a nosso favor. Os ministros Rosa Weber e Marco Aurélio de Mello deixaram de votar por estarem impedidos. Agora falta submeter a plena do STF que vai votar digitalmente. Segundo os nossos advogados a tendência é acompanhar a votação dos ministros da turma que fez o julgamento.

Caso a votação seja a nosso favor o processo volta para a 26ª vara do trabalho para a sua execução.



IGPDI: O Juiz da vara deu parecer que o Santander deveria creditar nas contas dos beneficiários. O banco recorreu e solicitou que ao invés de crédito eu conta o banco faria depósito judicial com anuência do Juiz.

O Bacen e a União pediram para sair do processo, fato que foi negado. Os advogados do banco dividiram os beneficiários em 13 (treze) grupos, justificando a cada grupo o motivo pelo qual aquele grupo não tinha direito. O juiz deu 10 dias para que a Afabesp justificar os argumentos do Santander.

A Afabesp contestou a opção de depósito judicial e voltou a solicitar o crédito na conta dos aposentados.

PLANO II: Por ordem judicial um perito está examinando se o serviço passado é de responsabilidade do Santander ou não.





AFABAN- BAIXADA SANTISTA

Participantes: Edival Fochi e Arualdo Azzolini

  22/06/2018 - 15:35 -   |   Comentar  |   



  145420 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Eu, se viva estiver, em 2042, 24 anos! estarei com 92 anos, a presidente, provavelmente chegando aos 50! Gente, é muito tempo! A Cabesp não está agonizando!Este é o ponto, tem que ser bom de gasto para acabar com 8bi, aplicados! Fora os imóveis que a Cabesp adquiriu, em nome do Banespa, pq este não podia adquirir, adquiriu em nome da Cabesp. Calma, esta história de mudança de estatuto está muito fresca, temos que aquece-la! Penso assim, se dssermos não, segundo o Camilo a Cabesp aumenta a contribuição para 270,00 e nós, como temos direitos adquiridos, não abrimos mão de nossos direitos dizendo Não à Assembleia, vamos para a justiça com a lei 9656/98 ... pela primeira vez teremos o FHC do nosso lado. A lei é dele.

  22/06/2018 - 15:08 -   |   Comentar  |   



  145419 - NELSON JUSTINIANO FILHO   MIRASSOL -SP-

ALGUÉM DE SABER JURÍDICO QUE ESCLAREÇA

ART.38 do estatuto -paragrafo 1° -não atingindo quorum na AGE -VOTAÇÃO ATRAVÉS PLEBISCITO. nunca encontrei essa cláusula em um estatuto de associação.

PLEBISCITO - Só é competência do Congresso Nacional ????

Só uma manifestação para saber se os eleitores aceitam ou não o que está sendo mudado e ou alterado ???

  22/06/2018 - 14:57 -   |   Comentar  |   



  145418 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Temos que nos sensibilizar com a situação dos associados da Cabesp de uma forma geral. Não só com o que vai acontecer com os associados em 2042, mas também com o que está ocorrendo com aqueles que estão tentando chegar em 2042 e estão se tornando inadimplentes ou se sacrificando para manter este plano de saúde.
Não podemos entregar de "mão Beijada" o que conquistamos no passado.
Temos que negociar para encontrar um ponto de equilíbrio entre o presente e o futuro. Por isto, voto NÃO nesta primeira investida!
Temos que ter clareza e não nos deixar levar pela chantagem emocional. É que penso e que Deus nos ajude a escolher o nosso caminho. ABRAÇOS.

  22/06/2018 - 13:59 -   |   Comentar  |   



  145417 - adelia mauricio silva   Divinópolis

A discussão intensa atem-se à cereja do bolo e foge do motivo para o qual nos é oferecido/imposto. Senão, vejamos: Os aposentados banespianos já passam dos 70,beirando os 80. A Mª Lucia,nomeada pelo bco., chega e diz: Precisamos mudar o estatuto, a Cabesp ficará inviável daqui a 22 anos! Quem ela representa, o bco. ou os aposentados? O que eles querem? Lucro a qlq custo! Portanto, devemos aceitar a proposta subjetiva, sim! Desde que os reajustes sejam DILUÍDOS ao longo dos 22 anos que "temos" até 2040! Não foi isso o resultado dos estudos atuariais? Os ainda vivos verão. Até lá!

  22/06/2018 - 13:20 -   |   Comentar  |   



  145416 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

ENQUANTO O SANTANDER VEM DE TREM BALA, ESTAMOS NA CARRUAGEM PARADA.

  22/06/2018 - 13:12 -   |   Comentar  |   



  145415 - mariano perez martins   sao jose do rio preto sp

BOM FIM DE SEMANA A TODOS----LI DIVERSOS COMENTARIOS COM OPINIOES DIFERENTES----O QUE FAZER PARA DETERMINARMOS UMA PROPOSTA DO SIM E DO NAO. ESTOU EXTREMAMENTE CONFUSO, POIS DIA 30 DE APROXIMA E A CARRUAGEM NAO SAI DO LUGAR----HA ALGUMA LUZ NO FIM DO TUNEL ??

  22/06/2018 - 12:08 -   |   Comentar  |   



  145414 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

O problema é esta costura mau feita, deste artigo 17. A presidente, na reunião de Afabans, disse que os aumentos, entre 2,5% e 6%, serão decididos pela Diretoria Executiva da Cabesp. Os aumentos acima de 6% serão referendados em Assembleia. Só que este referendo, não aparece! Ela disse que o estatuto não foi mexido,na estrutura, só que foi! Tanto é que excluíram o vínculo com as Afabans! Ela se referiu a esta exclusão dizendo que está no estatuto... mas que JAMAIS, as Afabans serão esquecidas... que o vinculo continua, continuará sempre! Afinal, pra que servem os estatutos?

  22/06/2018 - 12:01 -   |   Comentar  |   



  145413 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis/SP

Caro Reggiani:
Retomando o meu comentário abaixo, ao relê-lo verifiquei que no item 2 faltou esclarecer que, a meu ver, a redação do Art. 17 não deixa claro que a Diretoria não poderá promover aumentos depois de aplicação do coeficiente de 6%. E é justamente daí que vem o meu entendimento de que faltou a definição de que “qualquer alteração terá que ser submetida à aprovação da AGE”. E que, sem essa definição, abrimos mão da única (e pouca) força de que dispomos na Cabesp e damos plenos poderes à Diretoria e, evidentemente, ao banco.
É isso!
Galvão
***************************************************
Reggiani:
Conheço a sua atuação como nosso representante eleito, tanto no Banesprev como na Cabesp, e a manifestação que você acaba de fazer aqui no nosso grupo confirma o conceito em que sempre o tive.
Do seu oportuno comentário, de maneira bem objetiva, gostaria de enfocar dois tópicos atinentes ao polêmico Art. 17 que será proposto na AGE de 30 de junho:
1- As vistas do Conselho Fiscal
Ficou evidente que a sua proposta partiu de um Conselheiro zeloso de suas atribuições. No entanto, devo registrar que, na minha avaliação, as justificativas por você apresentadas a rigor nem seriam necessárias e acabam soando quase como uma ‘redundância’, uma vez que as determinações de ouvir e dar vistas citadas no seu primeiro item já constam do Estatuto da Cabesp. Cumpre à Diretoria segui-lo e cumprir os dispositivos por você citados. De qualquer forma – por ser relevante - mesmo sendo redundante, considero que a sua sugestão deveria ter sido acatada e levada adiante pelos seus pares.
2- A decisão de alterar a taxa dentro da fixa de 2,5% a 6%
Esta decisão a partir da aprovação do novo texto pela AGE do dia 30, como você colocou, será, UNICAMENTE, da Diretoria da Cabesp. Esta foi a ‘questão-chave’, aquela que motivou e desencadeou entre nós debates intensos com respeito às alterações estatutárias. Para mim, desde o início ficou claro que, se até agora a Diretoria (entenda-se o Santander) para alterar o custeio precisava do nosso referendo, com a aprovação do Art. 17 disso ela (ou ele) não mais irá(ão) precisar. As Associações negam e argumentam que as mudanças deverão ser aprovadas em nova AGE; foi, aliás, o que afirmou a Presidente Maria Lucia nos seus ‘esclarecimentos’ postados no site da Cabesp.
Só que, para valer e para que nisso possamos acreditar, tem que estar definido no próprio Estatuto da Cabesp e, se lá não está, NÃO VALE, NÃO DÁ PARA ACREDITAR!
Concorda, Reggiani?

  22/06/2018 - 21:57 -   |   Comentar  |   



  145412 - Claudanir Reggiani   Curitiba/PR

Uma proposta que deveria ser acolhida Propus à Diretoria da Cabesp e às lideranças das entidades, acrescentar ao artigo 17 que a deliberação da Diretoria, bem como, os estudos técnicos, atuariais e financeiros para reajuste da taxa de custeio na faixa de 2,5% a 6%, sejam apresentados para vistas do Conselho Fiscal.
Justificativas:
1) Dar vistas ou ouvir o Conselho Fiscal não significa a possibilidade de Veto à decisão da Diretoria;
2) Significa, sim, prestigiar tão importante órgão da administração cujas atribuições legais extrapolam aos ditames do Estatuto da própria entidade;
3) Significa valorizar o trabalho e as funções dos representantes eleitos dos associados e dos indicados pelo patrocinador;
4) “Dar Vistas” possibilita obter, entre outros, o apoio do Conselho às medidas adotadas soberanamente pela Diretoria, uma sugestão ou recomendação que possa enriquecer e melhorar a proposta;
5) Eventualmente, significa também um alerta indicando outros caminhos para o mesmo objetivo, com menores sacrifícios e vantagens não percebidas até então;
6) Não é recomendável subestimar a capacidade e os esforços dos seus membros e, tampouco, negligenciar nas possibilidades dos frutos que possam advir do trabalho conjunto;
Ademais, ‘dar vistas ou ouvir o Conselho’ já está presente no artigo 47 itens IV e XI quando diz do Orçamento Anual das receitas e despesas e nos casos omissos, portanto, pontualmente para estes casos.
Ainda, no artigo 55 itens III e IV, o Conselho será ouvido quando for chamado a manifestar-se sobre os negócios da entidade; a manifestar-se sobre quaisquer regulamentos, estudos atuariais ou outros assuntos que forem submetidos à sua apreciação pela Diretoria. Portanto, será ouvido sobre os citados temas a critério da Diretoria, somente se o assunto lhe for submetido.
A decisão de alterar a taxa dentro da fixa de 2,5% a 6% será unicamente da Diretoria da Cabesp, conforme consta na proposta que será levada à Assembleia. Mas, ouvir previamente o Conselho Fiscal pode significar a redução das resistências e críticas posteriores à publicação, tal como ocorre anualmente com os surpreendentes reajustes do Plano Cabesp Família.
A receptividade desta proposta contou com apenas duas manifestações: uma contra e uma a favor. É pouco para avaliar sua validade, mas está aí.
Abr.

  22/06/2018 - 21:15 -   |   Comentar  |   



  145411 - Maria de Lurdes Sousa   São Paulo - SP

Pontos Preocupantes nas alterações do Estatuto da CABESP - continuação

Artigo 5º
Texto Proposto – Passa a ser Artigo 4º
I - O quadro social da Caixa é composto pelos funcionários do Banco Santander Brasil e suas empresas do Conglomerado, originários do Banco do Estado de São Paulo S.A e demais empresas do Conglomerado Banespa, admitidos até 20/11/2000.
II – Funcionários da Cabesp Admitidos até 15/09/2017
Comentário:
O que impede o Santander de permitir que todos os seus funcionários possam participar do quadro social da Cabesp? A inclusão de novos associados contribuiria para aumentar a receita da Cabesp.
Os funcionários da Cabesp admitidos após 15/09/2017 estão sendo colocados no plano Sulamérica, não podendo usar a própria Cabesp, e a partir desta alteração estarão definitivamente excluídos. Como a Cabesp tomou esta atitude sem antes alterar o artigo 5º do Estatuto?

Art. 10 –Exclusão do Quadro Social da Cabesp
Texto Atual
Item II – Atraso, por três meses consecutivos, no pagamento de suas contribuições
Texto Proposto – Passa a ser Artigo 9º
O Atraso, superior a 60 dias, no pagamento de suas contribuições ou qualquer outra contraprestação financeira, contado a partir da data do vencimento em aberto.
Comentário:
- A partir desta alteração qualquer valor devido a Cabesp, por mais de 60 dias, será usado como motivo para exclusão da Cabesp. E se o associado não concordar e quiser discutir o valor? E se o associado estiver em dificuldades financeiras? Vai ser excluído da Cabesp depois de ajudar a constituir um patrimônio de quase 8 bilhões?


Art. 18º Da contribuição de custeio devida pelos associados – Passa a ser Artigo 17º
Passará de 2,5% para 4% em 2018, 5% em 2019 e 6% em 2020.
Comentários
-O art. 17º cita que o patrimônio da Cabesp é constituído das contribuições dos associados, das empresas patrocinadoras, a coparticipação e os rendimentos financeiros. Este patrimônio tem sido suficiente para o pagamento das despesas da Cabesp, com um lucro de 440 milhões em 2017, 1,4 bilhão em 2016, -153 milhões (prejuízo) em 2015, 495 milhões em 2014 e 172 milhões em 2013.
-O patrimônio da Cabesp cresceu 840% de 2001 a 2017 e a inflação médica da Cabesp, neste mesmo período, foi de 330%.
- O total do aumento da mensalidade até 2020 será de 140%.
- Os estudos atuariais que justificam este aumento não foram divulgados, nem pela Cabesp nem pelas entidades de representação.
- Um dos argumentos utilizado para justificar o aumento da contribuição é que a taxa de juros continuará caindo, e permanecerá em níveis baixos, prejudicando a rentabilidade da Cabesp e aumentando o déficit operacional. Se isto ocorrer, é provável que novos déficits apareçam também no plano II do Banesprev e que deverão ser cobertos, acumulando mais despesas para o já minguado salário dos banespianos.
Comunicados Cabesp
- A Cabesp emitiu um comunicado em 14/06/2018, no site e via e-mail para alguns associados, no qual afirmava que o patrimônio da Cabesp, sem os aumentos pretendidos, seria extinto em 2040 com 17 mil vidas e nas “Perguntas e Respostas” (Item da Convocação da Assembleia, no site) afirmava que o patrimônio seria extinto em 2041 com 12 mil vidas.
-No dia 15/06/2018 a Cabesp emitiu o mesmo comunicado do dia 14, unificando os valores apresentados para 2040 com 17 mil vidas.
-Qual das afirmações está correta, extinção em 2040 com 17 mil vidas ou extinção em 2041 com 12 mil vidas? Ou será que o Estudo Atuarial aponta que de 2040 para 2041 morrerão 5 mil Beneficiários?
-Na Convocação da Assembleia, no site da Cabesp, em ”Perguntas e Respostas”, a pergunta 5 afirma que a coparticipação tem o compromisso de não ser alterada por um período de apenas 12 meses. A coparticipação é de livre determinação pela Cabesp. Desta forma poderemos até imaginar que em 2019 pagaremos 5% de custeio e de repente, mais uma coparticipação reajustada. A dúvida é? Como fica a justificativa de que a coparticipação não seria reajustada se concordássemos com os aumentos de custeio?

  21/06/2018 - 19:30 -   |   Comentar  |   



  145410 - Maria de Lurdes Sousa   São Paulo - SP

Pontos Preocupantes nas alterações do Estatuto da CABESP

Artigo 1º Ficará definido que o Santander é o patrocinador principal da Cabesp.
Texto Proposto
Art. 1. A CABESP – Caixa Beneficente dos Funcionários do Banco do Estado de São Paulo é uma Associação, constituída na forma da legislação em vigor, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, tendo como sede e foro a Comarca da Capital do Estado de São Paulo. Instituída pelo Banco do Estado de São Paulo S.A., empresa incorporada pelo Banco Santander (Brasil) S.A, patrocinadora principal. O prazo de duração da CABESP é indeterminado.
Comentário:
- No processo de privatização do Banespa, a Cabesp não foi incluída, ou seja, o Santander não comprou a Cabesp. Mas, conforme o edital da venda do Banespa, ficou definido que o Santander deveria contribuir com a Cabesp por 60 meses e após este prazo poderia parar com as contribuições. Esse prazo venceu em 2005, porém para permitir a continuidade da contribuição do Santander até momento, foram realizados aditivos ao Acordo Coletivo de Trabalho para renovar esse compromisso.
Considerando a troca em todo o Estatuto da Cabesp, do nome “Banco do Estado de São Paulo” para “Banco Santander Brasil S.A.”, passaremos definitivamente a administração da Cabesp para o Santander, bem como, todo o seu patrimônio de quase 8 Bilhões, constituído em sua maioria, nos tempos do Banespa.
Uma possibilidade a ser considerada é que caso o Santander deixasse de contribuir para Cabesp, ela seria entregue aos seus associados que poderiam tomar posse e administrá-la.
-Apesar de termos dois diretores eleitos na diretoria da Cabesp, na prática, é a Cabesp quem acaba tomando as decisões, porque no caso de empate, o presidente, indicado pelo banco, vota duas vezes, conforme previsto no art. 46º do Estatuto.
Artigo 1º Parágrafo Único
Texto Proposto
A Caixa deverá estender a sua atuação em todo território nacional, podendo celebrar contrato, convênios de reciprocidade com empresas de assistência a saúde, conforme regulamento próprio.
Comentário:
- Como a Cabesp poderá celebrar contratos de convênios com qualquer empresa de assistência à saúde no território nacional, ela poderá terceirizar todo o atendimento em São Paulo, como já acontece em outros estados. Assim, os associados paulistas poderão passar a serem atendidos pela Amil, SulAmérica, Unimed, etc., e os diretores eleitos nada poderão fazer. O atendimento dos novos funcionários da Cabesp já foi terceirizado para o plano SulAmérica.
O que o Santander pretende fazer com a Cabesp?; Já que a partir da reforma haverá somente a saída gradual de associados.

  21/06/2018 - 19:28 -   |   Comentar  |   



  145409 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega Nelson Justiniano, a proposta de alteração do art. 18, que se converterá no 17 tem alguns pecados. Primeiro, que não tem CAPUT, tem 3 INCISOS, que não se sobrepoem um ao outro. Segundo, o inciso III fala, em outras palavras que, após setembro de 2.020, quando a aliquota da contribuição de custeio já estiver em 6%, poderão ocorrer VARIAÇÕES dentro do intervalo de, no mínimo 2,5% e o máximo de 6%, mediante deliberação da Diretoria Executiva da Cabesp, baseada em estudos técnicos, atuariais, financeiros, desde que em período mínimo de 12 após o último reajuste aplicado. Aí é que o bicho pega: poderão ocorrer VARIAÇÕES, de, no mínimo 2,5% a 6%. Então, eu posso interpretar que os 6% já estabelecidos poderão VARIAR para mais ou para menos, para cima ou para baixo, entre 2,5% e 6%. Assim, poderei ter a esdrúxula situação de, ano a ano, sem aprovação da Assembléia, apenas numa canetada dos diretores presidente e de operações, os 6% virarem 6 x 1,025 = 6,15%, ou 6 x 1,03 = 6,18%, ou 6 x 1,04 = 6,24%, ou qualquer outro índice, até 6 x 1,06 = 6,36%, ao invés de os 6% baixarem, ano a ano, até o mínimo de 2,5%, uma promessa muito pouco provável. Depois, tem outra coisa, um Estatuto não pode "rezar" promessas, que podem ou não ser cumpridas, mas deve ser constituído de artigos e parágrafos que afirmem CATEGORICAMENTE, sem margem a dúvidas, o que está sendo instituído. Desta forma, dada a sua dubiedade, imprecisão, dando margem a várias interpretações, além do que estão sendo apregoado, trago uma redação que considero mais "enxuta", mais clara, indubitável, que é a que expus neste site e em outros canais. Finalizando, nessa minha redação, transformo os incisos I e II no CAPUT e elimino o inciso III, desnecessário, pois se a Cabesp tem a intenção de, depois de 2.020, DIMINUIR esses 6% até 2,5%, que o faça, apenas comunicando seus associados, sem necessidade de constar como uma promessa, sem aprovação da Assembléia. Abs,

  21/06/2018 - 17:44 -   |   Comentar  |   



  145408 - NELSON JUSTINIANO FILHO   MIRASSOL -SP-

COM. 145407- queria apreciar algum comentário sobre item III DO ARTIGO 17 -na proposta de alteração estatuto.

  21/06/2018 - 16:13 -   |   Comentar  |   



  145407 - NELSON JUSTINIANO FILHO   MIRASSOL -SP-

PROPOSTAS NA ALTERAÇÃO ESTATUTARIA - ASSEMBLEIA 30/06/2018

Dos Associados
Art. 5º O quadro social da Caixa é composto pelos funcionários do Banco do Estado de São Paulo, S.A e demais empresas do Conglomerado Banespa e
da própria CABESP, inscritos no prazo de 30 (trinta) dias, contados da data de sua admissão no Quadro de Pessoal das respectivas empresas.
§ 1º Os beneficiários da assistência prestada pela Caixa terão seus direitos assegurados a partir da data do pagamento da primeira contribuição.

PROPOSTA PARA ALTERAÇÃO
Dos Associados
Art. 4. O quadro social da Cabesp é composto por:
I. Funcionários do Banco Santander (Brasil) S.A e suas empresas do
Conglomerado, originários do Banco do Estado de São Paulo, S.A. e demais
empresas do Conglomerado Banespa, admitidos até 20/11/2000;
II. Funcionários da Cabesp admitidos até 15/09/2017.
Parágrafo 1º - Os beneficiários da assistência prestada pela CABESP terão seus direitos
assegurados a partir da data do pagamento da primeira contribuição.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Art. 18A contribuição de custeio devida pelos associados será de 2,5% (dois e meio) sobre o total de sua remuneração mensal,

PROPOSTA PARA ALTERAÇÃO
Art. 17.Da contribuição de custeio devida pelos associados:
I – Fica estabelecida contribuição mínima de 2,5% (dois e meio por cento) e o máximo de 6% (seis porcento), sobre o total da remuneração mensal do associado.
II – Alterações dentro desse intervalo ocorrerão da seguinte forma:
a) Reajuste de 2,5% (dois e meio por cento) para 4% (quatro por cento), após a aprovação desteEstatuto, a partir do mês de setembro de 2018;
b) Reajuste de 4% (quatro por cento) para 5% (cinco por cento), imediatamente após completados 12(doze) meses subsequentes do primeiro reajuste;
c) Reajuste de 5% (cinco por cento) para 6% (seis por cento), imediatamente após completados 24(vinte e quatro) meses subsequentes do primeiro reajuste.
III - Após os períodos estabelecidos no inciso II, poderão ocorrer variações dentro do intervalo definido no inciso I, mediante deliberação da Diretoria Executiva da CABESP, baseada em estudos Técnicos,atuariais, financeiros, desde que em período mínimo de 12 (doze) meses após o último reajuste aplicado.

  21/06/2018 - 15:11 -   |   Comentar  |   



  145406 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Infelizmente tem colegas que querem votar o sim. Seja o que Deus quiser.

  21/06/2018 - 14:49 -   |   Comentar  |   



  145405 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Colegas, as nossas associações estão nos traindo. Querem entregar a Cabesp ao Santander. Tudo indica se aprovada as alterações seremos muito prejudicados. A Cabesp ficará inviável para muitos de nós ou talvez para todos.

  21/06/2018 - 13:28 -   |   Comentar  |   



  145404 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caros colegas, estamos num mato sem cachorro, numa encruzilhada, entre a cruz e espada, se correr o bicho pega, se ficar o bicho come. De duas, uma. Ou se consegue instalar a Assembléia com os cerca de 11 mil, entre presentes e procurações e se discute tudo o que aí está, principalmente o art. 17, entre outros, e se DELIBERA, examina-se, discute-se, pondera-se, reflete-se, e se refaz a proposta, lá no ECBanespa, e se vota e se aprova como deve ser, com artigos claros e precisos, CONCORDANDO com as alterações dos percentuais de contribuição de custeio de, no mínimo 2,5% e o máximo 6%, entre outros artigos e parágrafos, sempre para o nosso bem e o da Cabesp, ou se vota no Plebiscito pelo NÃO. Na segunda hipótese, novas rodadas de negociações devem ser feitas, dessa vez numa mesa maior, com a presença inclusive de representantes da AFABANS, que foram esquecidas, não convidadas, não convocadas para esses debates, e se parte para o segundo tempo, aí sim, em melhores condições de jogo. Infelizmente, hoje, tudo leva para o Plebiscito, as procurações não chegaram às mãos dos associados, todas as quatro entidades de representação estão satisfeitas com o que elas elaboraram, em rodadas com a Cabesp, têm absoluta certeza de que a Assembĺéia NÃO acontecerá e no Plebiscito o SIM já está garantido. Tudo caminha para o prato feito, goela abaixo, jogando um balde água fria nas Afabans que ainda acreditam na aprovação em Assembléia. Embora a primeira hipótese seja realmente difícil de ser realizar, mas não impossível, pois 25 ônibus, com 40 colegas, cada um com 10 procurações, perfazem 11 mil votos, suficientes para a instalação da Assembleia e aprovação, bastando para isso a interêsse, vontade, determinação das
Afabans, poderá restar-nos apenas o Plebiscito. Se assim for, então vamos a ele, com um retumbante e sonoro NÃO, única maneira de se "alterar" as alterações que aí estão propostas, para a nossa alegria e PERENIDADE da Cabesp. Vamos à luta colegas, nada ainda está aprovado, vamos aprovar o que nos interessa, textos "enxutos", nada "esdrúxulo", tudo claro e limpo, lá na Assembléia. Vamos conseguir o quorum, vamos à deliberação, discussão, que as 4 entidades não querem. Que Deus nos ajude nessa difícil e vital empreitada. Um forte abraço a todos.

  21/06/2018 - 12:15 -   |   Comentar  |   



  145403 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Estou achando, que para muitos de nós, a Cabesp se tornará inviável muito antes de 2042.

  21/06/2018 - 10:35 -   |   Comentar  |   



  145402 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caros colegas, permitam-me fazer treis considerações;
1. Com. 145391 - José R.Barin - O colega Roberto de Moraes, em seu com. 145383 disse pra preencher a procuração, reconhecer a firma e enviar pelos Correios ....., sem dizer pra quem. Ele NÃO sugeriu que se enviasse a PROCURAÇÃO EM BRANCO, pois não se passa procuração em branco pra ninguém. O "preencha" dele só pode significar "toda a procuração", com os dados do outorgante e do outorgado. Esse outorgado só pode ser um colega que vá à Assembléia e vote como ele votaria. Essa procuração deve ser encaminhada à CABESP via Correiros ou através de um representante de qualquer das entidades de representação que levará um "pacote", em mãos à CABESP, até as 09:00 hs do dia 28.06., quinta-feira.
2. Com. 145392 - Lourdes Lopes - NÃO foi a sra. presidente que me disse que os imóveis foram vendidos, mas, quando questionei o Eros, este, surpreso, perguntou ao Getúlio que estava ao lado e mais atrás, que respondeu que foram vendidos por EXIGẼNCIA da ANS.
3. Com. 145394 - Marco Antonio - Vc tem razão. Doze meses após a aprovação do Estatuto, a partir de set/2019, a sra. presidente convocará os mesmos coadjuvantes e "pensarão", "deliberarão" a respeito da Coparticipação (aumento para 270,00, por pessoa, e acrescentar alguns procedimentos passíveis dessa cobrança) e da franquia por internação.

  21/06/2018 - 09:33 -   |   Comentar  |   



  145401 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Neste "puxa encolhe" da Cabesp uma coisa fica outra vez evidente:- praticamente ninguém confia nas nossas entidades, muito menos no Santander, o que não é nenhuma novidade. Diante desse comprovado fato cabe uma inocente pergunta:- e uns nos outros, nós confiamos? A julgar pela falta de consenso, também não. Quanto mais se mexe mais se diverge. É um sinal de que, por qualquer caminho, a única certeza é a desconfiança. Pena que seja assim, mas...... Nonato-Teresina.

  21/06/2018 - 08:50 -   |   Comentar  |   



  145400 - zoia rodrigues de lima   campo grande ms

Estou com muito medo deste SIM. Desta vez estamos sozinhos, nem ao sindicato podemos recorrer, para uma liminar, impedindo a assembleia, ou o resultado da votação, visto que, é muito caro, somente as associações e ou sindicatos, poderiam arcar. Nosso acesso é limitado, somos minoria.

  21/06/2018 - 07:40 -   |   Comentar  |   



  145399 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveirs   Campinas-SP

ZOIA,
PLEBISCITO E EXCLUSIVO PARA CONSULTA POPULAR A NÍVEL FEDERAL, ESTADUAL, MUNICIPAL E REGIONAL SOBRE ASSUNTOS RELEVANTES E DE INTERESSE DO POVO. NÃO CONTEMPLANDO ASSUNTOS MAIS RESTRITOS A GRUPOS FECHADOS.

  21/06/2018 - 23:52 -   |   Comentar  |   



  145398 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveirs   Campinas-SP

145494-Marco Antônio
Exatamente, você tocou num ponto vital. A administração Santander dentro da Cabesp vai querer nos impor tudo.

  21/06/2018 - 23:44 -   |   Comentar  |   



  145397 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145389 Lourdes Lopes Rachid de Oliveira; sobre o plebiscito:

Art. 38. Para aprovação de reforma estatutária ou de proposta de extinção da Caixa, são necessários os votos favoráveis da maioria 50% mais 1) dos associados quites com a Caixa.

§ 1º Não sendo obtido o quorum de que trata o caput deste artigo na Assembléia Geral, as deliberações que ensejarem alterações estatutárias deverão ser votadas através de plebiscito. ( ai vale qualquer quantidade de votos.

§ 2º Nenhuma alteração estatutária entrará em vigor, se não for referendada pelo Banco do Estado de São Paulo S.A. (aqui também tem que haver mudança ou seja se trocar só o nome do banco não adinata nada fazermos reuniões e tenatra resolver as coisas , pois se o banco não referendar nada valerá, por isso deveria mudar a redação e tirar esse poder do banco, deveria ficar o resultadao da assembléia realizada

  20/06/2018 - 19:15 -   |   Comentar  |   



  145396 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145389 Lourdes Lopes Rachid de Oliveira; sobre o plebiscito:

Art. 38. Para aprovação de reforma estatutária ou de proposta de extinção da Caixa, são necessários os votos favoráveis da maioria 50% mais 1) dos associados quites com a Caixa.

§ 1º Não sendo obtido o quorum de que trata o caput deste artigo na Assembléia Geral, as deliberações que ensejarem alterações estatutárias deverão ser votadas através de plebiscito. ( ai vale qualquer quantidade de votos.

§ 2º Nenhuma alteração estatutária entrará em vigor, se não for referendada pelo Banco do Estado de São Paulo S.A. (aqui também tem que haver mudança ou seja se trocar só o nome do banco não adinata nada fazermos reuniões e tenatra resolver as coisas , pois se o banco não referendar nada valerá, por isso deveria mudar a redação e tirar esse poder do banco, deveria ficar o resultadao da assembléia realizada

  20/06/2018 - 19:15 -   |   Comentar  |   



  145395 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145389 Lourdes Lopes Rachid de Oliveira; sobre o plebiscito:

Art. 38. Para aprovação de reforma estatutária ou de proposta de extinção da Caixa, são necessários os votos favoráveis da maioria 50% mais 1) dos associados quites com a Caixa.

§ 1º Não sendo obtido o quorum de que trata o caput deste artigo na Assembléia Geral, as deliberações que ensejarem alterações estatutárias deverão ser votadas através de plebiscito. ( ai vale qualquer quantidade de votos.

§ 2º Nenhuma alteração estatutária entrará em vigor, se não for referendada pelo Banco do Estado de São Paulo S.A. (aqui também tem que haver mudança ou seja se trocar só o nome do banco não adinata nada fazermos reuniões e tenatra resolver as coisas , pois se o banco não referendar nada valerá, por isso deveria mudar a redação e tirar esse poder do banco, deveria ficar o resultadao da assembléia realizada

  20/06/2018 - 19:15 -   |   Comentar  |   



  145394 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Alguém sabe onde está escrito que se votarmos pelo "SIM", aumentando a nossa participação de 2,5% até 6,0% a Cabesp deixaria de:
1) aumentar o teto da copar para 270,00 individualizando esta cobranca?
2) Instituir uma cobrança de franquia por internação variando de 1000,00 a 1500,00 por internação?
3) Aumentar os procedimentos que tenham incidência da copar??
Tudo isto já foi ventilado. Acho que estamos correndo um sério risco. ESTA É,APENAS MINHA MAIOR DUVIDA.

  20/06/2018 - 17:57 -   |   Comentar  |   



  145393 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

  20/06/2018 - 17:45 -   |   Comentar  |   



  145392 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveirs   Campinas-SP

Por que será que a CABESP não optou em fazer o Plebiscito por células de papel como quando elegemos os diretores e o Conselho Fiscal?

SIMPLESMENTE PORQUE PODEM SER CONTADAS

Enquanto que da forma escolhida o resultado não poderá ser CONTESTADO.

Atualmente falta muita TRANSPARÊNCIA na CABESP.

Por exemplo, antigamente o superavit de um exercício era amplamente divulgado.

O Relatório Anual enviado a todos os associados (vão dizer que atual situação da Cabesp não permite- será mesmo esse o motivo? )

O Fundo de Reserva, ou seja a reserva matemática , o montante do nosso plano era divulgado até nos jornais da CABESP.

Agora se pegar o Relatório Anual da Cabesp nas RECEITAS NÃO OPERACIONAIS do nosso plano (das aplicacoes) onde deveria aparecer o valor do Fundo de Reserva, NÃO EXISTE MAIS e somente do nosso plano, porque nos demais planos ( PAPE/PAF, FAMÍLIA), ainda continua.

NÃO QUEREM QUE SAIBAMOS EM QUANDO MONTA ESSE VALOR. ASSIM FICA MAIS FÁCIL NOS MANIPULAR.

A Presidente da Cabesp disse ao Pericles que a ANS obrigou a vender os imóveis alugados. Então a ANS também baixa normas de como vai ser o Patrimônio da Associação.
E onde é quando foi contabilizada a receita com essas vendas?

A CABESP JÁ NÃO É TÃO NOSSA. LOGO LOGO NOS TOMARAO O PODER DE DECISÃO. E ATÉ MUITO DE NÓS SEREMOS EXCLUÍDOS.

  20/06/2018 - 13:36 -   |   Comentar  |   



  145391 - José Roberto Barin   Campinas-SP

No Momento gostaria apenas de me referir a 3 comentários:

145383-Preencha a procuração, reconheça a firma e a envie pelos Correios o mais rápido possível, de preferência via Sedex. PERGUNTO:
Enviar uma procuração em branco, sem saber o nome do outorgado e consequentemente se ele vai votar sim ou não? Sinceramente não entendi.

145364- O Carlos Alberto dá-nos a entender que o Péricles lá não estava para contribuir com sua análise das coisas, mas pelo comentário posterior do mesmo - 145378- ele lá compareceu e questionou a PRESIDENTA.

145359- No dia do comentário do Galvão -16/06- confesso que pensei como o Carlos, mas no mesmo dia, relendo, percebi que ele colocou as aspas e entendi perfeitamente o recado dele.

145384 Parabéns Eliel!


  20/06/2018 - 13:22 -   |   Comentar  |   



  145390 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveirs   Campinas-SP

A diretoria da CABESP só reconheceu o Art. 10 da Lei 9.709 de 18/11/1998,onde diz que o plebiscito e aprovado por maioria simples de voto, pois lhe convinha e ignorou os demais artigos da lei.

  20/06/2018 - 12:26 -   |   Comentar  |   



  145389 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveirs   Campinas-SP

AO QUE É PLEBISCITO?

O PLEBISCITO E UMA FORMA DE CONSULTA POPULAR EM QUE OS CIDADAOS SÃO CONSULTADOS ANTES DE UMA LEI SER CONSTITUIDA. O TEOR DA LEI A SER APROVADA É DEFINIDO PELO POVO.
PREVISTO NO ART.14 DA CONSTITUICAO FEDERAL E REGULAMENTADA PELA LEI 9.709 DE 18/11/1998.

O ESTATUTO DA CABESP SÓ EMPRESTOU O TERMO O QUE NÃO CARACTERIZA DE FATO É DE DIREITO EM UM PLEBISCITO.

O PLEBISCITO NO NOSSO CASO E UMA ASSEMBLEIA ABERTA ONDE VOTAREMOS A MUDANÇA DO ESTATUTO. PORTANTO SUJEITO AO ART.38 DO ESTATUTO CABESP.

CASO QUEIRAM IMPLANTA - LO SEM A APROVAÇÃO DEVIDA (50%+1). ESTAREI IRREGULAR.

  20/06/2018 - 12:19 -   |   Comentar  |   



  145388 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Minha Opinião:Não podemos nos deixar levar por chantagem emocional. Se temos que mudar os estatutos, que seja ás claras, sem nenhuma dúvida!
Ainda tenho dúvidas.

  20/06/2018 - 11:43 -   |   Comentar  |   



  145387 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis - SP

Carlos Alberto (com. 145386):
Como você me citou, permita-me fazer algumas colocações.
Você pegou uma frase minha fora do contexto e tenho que lhe dizer que ela, isoladamente, não reflete aquilo que era a minha intenção manifestar. Talvez os termos em que a redigi possam ter gerado algum mal entendido. Mas, na verdade, esse texto de minha autoria a que você se refere teve o objetivo de resumir aos colegas como foram os ‘bastidores’ do Acordo, e a frase que você citou foi apenas o fechamento do meu comentário para concluir o que nos estava sendo praticamente IMPOSTO. Ou seja: decidiram por nós sem que fôssemos ouvidos; agora querem que votemos SIM, com o argumento de que “é para o bem de todos”.
Que fique, então, bem claro: eu não revi a minha opção e não defendo hoje o SIM!

  20/06/2018 - 11:01 -   |   Comentar  |   



  145386 - carlos Alberto Rodrigues dos santos   belo Horizonte-MG

145381-Prezado Orly, em respeito a você vou responder ao seu questionamento sobre a reunião da Afabesp do dia 16/06/2018 sobre o meu comentário sobre a Cabesp em que afirmo que “para mim ficou provado em números, à necessidade de novos recursos no seu caixa”. Colega Orly, quando você representa um grupo de associados como é o meu caso, tem que agir com responsabilidade, sensibilidade, sensatez e acima de tudo bom senso. Assumi um compromisso com os associados da Afaban-BH que só tomaria uma posição após ouvir todas as entidades além de ler e participar ativamente dos sites do Álvaro e do Bosco. E assim foi feito. Minha posição é muito tranquila quanto à decisão que estou sugerindo aos meus associados. Posso Orly, até errar, mas procurando acertar. Quanto aos números, não se trata de aceitar o que foi apresentado. A Cabesp teve recentemente um Balanço publicado em que apresenta um déficit próximo de 500 milhões de reais e a receita só cobre 25% desse valor. Eu tenho que acreditar nas informações contidas no Balanço. Se não tomarmos providências para conter essa sangria o nosso patrimônio irá se diluir até se extinguir e a nossa caixa irá entrar em liquidação. Sabemos que a nossa contribuição para nossa saúde é irrisória em comparação ao praticado no mercado e que a assistência à saúde sobem muito acima da inflação e que nossas contribuições só se corrige pela inflação. Desta maneira, defendendo a perenização da Cabesp sugeri a opção pelo SIM.
Da mesma forma, veja abaixo, a posição de colegas que se apresentavam contra a aprovação e em função de motivos vários, reviram a sua opção, defendendo hoje o ‘SIM’. Respeitosamente, envio um grande abraço para você.
145359 - Antonio Galvão Raiz Porto Altinópolis - SP
REFORMA ESTATUTÁRIA DA CABESP:
E agora – convencidos ou não - temos que votar SIM. Porque é “pelo bem e felicidade geral dos banespianos!”.

145367 - LAERTE ANTONIO DULCE São Jose do Rio Preto
VOTE CERTO - VOTE SIM e tenha a certeza da continuidade de um bom atendimento até o último dia de nossas vidas e de dos nossos dependentes.
COMENTÁRIO DO ROBERTO DE MORAES NO SITE DO BOSCO
Galvão, eu vou votar sim, diante dos argumentos do Péricles. O plebiscito não exige quórum, o que pode ser decidido por meia dúzia de gatos pingados. Vamos torcer para que as procurações cheguem a tempo.
Abs.
Roberto Moraes.

  20/06/2018 - 08:24 -   |   Comentar  |   



  145385 - carlos Alberto Rodrigues dos santos   belo Horizonte-MG

145381-Prezado Orly, em respeito a você vou responder ao seu questionamento sobre a reunião da Afabesp do dia 16/06/2018 sobre o meu comentário sobre a Cabesp em que afirmo que “para mim ficou provado em números, à necessidade de novos recursos no seu caixa”. Colega Orly, quando você representa um grupo de associados como é o meu caso, tem que agir com responsabilidade, sensibilidade, sensatez e acima de tudo bom senso. Assumi um compromisso com os associados da Afaban-BH que só tomaria uma posição após ouvir todas as entidades além de ler e participar ativamente dos sites do Álvaro e do Bosco. E assim foi feito. Minha posição é muito tranquila quanto à decisão que estou sugerindo aos meus associados. Posso Orly, até errar, mas procurando acertar. Quanto aos números, não se trata de aceitar o que foi apresentado. A Cabesp teve recentemente um Balanço publicado em que apresenta um déficit próximo de 500 milhões de reais e a receita só cobre 25% desse valor. Eu tenho que acreditar nas informações contidas no Balanço. Se não tomarmos providências para conter essa sangria o nosso patrimônio irá se diluir até se extinguir e a nossa caixa irá entrar em liquidação. Sabemos que a nossa contribuição para nossa saúde é irrisória em comparação ao praticado no mercado e que a assistência à saúde sobem muito acima da inflação e que nossas contribuições só se corrige pela inflação. Desta maneira, defendendo a perenização da Cabesp sugeri a opção pelo SIM.
Da mesma forma, veja abaixo, a posição de colegas que se apresentavam contra a aprovação e em função de motivos vários, reviram a sua opção, defendendo hoje o ‘SIM’. Respeitosamente, envio um grande abraço para você.
145359 - Antonio Galvão Raiz Porto Altinópolis - SP
REFORMA ESTATUTÁRIA DA CABESP:
E agora – convencidos ou não - temos que votar SIM. Porque é “pelo bem e felicidade geral dos banespianos!”.

145367 - LAERTE ANTONIO DULCE São Jose do Rio Preto
VOTE CERTO - VOTE SIM e tenha a certeza da continuidade de um bom atendimento até o último dia de nossas vidas e de dos nossos dependentes.
COMENTÁRIO DO ROBERTO DE MORAES NO SITE DO BOSCO
Galvão, eu vou votar sim, diante dos argumentos do Péricles. O plebiscito não exige quórum, o que pode ser decidido por meia dúzia de gatos pingados. Vamos torcer para que as procurações cheguem a tempo.
Abs.
Roberto Moraes.

  20/06/2018 - 08:24 -   |   Comentar  |   



  145384 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

O palco e os Bastidores
Leio com cuidados os comentários aqui e ali. É completamente perceptível os dizeres apreensivos nas construções dos textos. Será o porquê ? Será uma sombra do que vem acontecendo ? Será uma visão confusa, que precisava ser esclarecida ? Será um sentimento de fraqueza diante de um monstro feroz, pronto para devorar carnes ? Será o quê ?
Tenho dito que não há problemas sem solução, não há solução perfeita, haverá sempre uma melhor maneira de se resolver qualquer problema. Peter Drucker em: Uma Era da Descontinuidade, 1972.
Esta frase recomenda que tudo deve ser feito com bases científicas e não no achismo da vida.
Neste imbróglio em que estivemos acompanhando os empenhos de muitos colegas, procurando meios, criando soluções, inclusive eu, sabemos que estamos vendo somente o palco da coisa e não os seus bastidores.
O caminho que deveria ser seguido, ele foi desprezado por emoções, percepções, sentimentos e decisões fora do processo científico. Só um lado, acostumado como os processos,, chamou uma Consultoria para assessorar o processo, dizendo: não se preocupem, esta empresa nos mostrará com clareza os dados, as informações, os índices, as estratégias, os objetivos, os métodos e procedimentos necessários, que farão bem a ambos os lados.
Diz a doutrina jurídica que ao se completar 18 anos, não se pode alegar o desconhecimento da Lei.
Incrível, pessoas de mais de 60 anos, sem nenhuma dúvida, totalmente conscientes que o caminho adotado foi o melhor: é o mesmo que agir como os adolescentes agem. Primeiro praticam o ato e só depois irão conversar com os mais velhos para saber o que pode resultar dos atos praticados.
Parabenizo os esforços de muitos colegas, quando expuseram o que conseguiam observar no palco da vida, mas me penalizo com eles, pois não tiveram as oportunidades de participar dos bastidores, local onde nascem e por que nascem todo o tipo de relações. Uma coisa a Ciência diz: qualquer relação ou relações são avaliadas em moeda.
Isto: esta avaliação se faz enquanto estiver rolando, nos bastidores, para se ter a certeza do seu PREÇO durante a vida. Abraços.

  20/06/2018 - 08:16 -   |   Comentar  |   



  145383 - Roberto de Moraes   São Roque-sp

CABESP UM PATRIMÔNIO A SER PRESERVADO

Dia 30 deste mês será realizado a Assembleia para ser votada algumas alterações estatutárias, entre as quais a elevação da contribuição para equilibrar a perenidade de nossa Cabesp.

A Assembleia exige quórum qualificado, ou seja, é preciso 50%+1 dos votos de todos os associados para que seja possível deliberar sobre as propostas apresentadas, com possibilidade de melhorá-las a nosso favor e, se acordadas, aprovar o que foi que foi decidido. É o melhor caminho.

Se o quórum não for atingido, o estatuto prevê que a decisão seja através de plebiscito, com qualquer número de votantes, o que vai baixar a nossa representatividade e forçar-nos a aceitar de plano tudo como está.

Confesso que, em princípio, eu não estava aceitando os termos da minuta apresentada, mas depois de discutir com alguns colegas, chegamos à obvia conclusão que é preferível fazer com que a Assembleia se instale, do que decidir através de um plebiscito com meia dúzia de gatos pingados.

Participar da Assembleia - ou enviar a procuração a uma de nossas entidades - é fazer parte do combate, e querer dizer “eu estou vivo e vou lutar até quando for possível”.

Deixar as decisões para um plebiscito, é o mesmo que levantar a bandeira branca, é render-se sem lutar, é aceitar as condições sem o direito de reclamar, o que não coaduna com a têmpera do banespiano. Por isso, participe. Diga presente.

As entidades não enviaram as procurações para os associados, mas é possível obtê-la no site da Cabesp. Se o colega não tiver internet, peça para quem tem. Preencha a procuração, reconheça a firma e a envie pelos Correios o mais rápido possível, de preferência via Sedex. Colabore, junte-se com mais colegas para enviar num envelope só. O tempo urge.

Quem sabe faz a hora, não espera acontecer.
Roberto de Moraes

  19/06/2018 - 19:14 -   |   Comentar  |   



  145382 - Roberto de Moraes   São Roque-sp

CABESP UM PATRIMÔNIO A SER PRESERVADO
Dia 30 deste mês será realizado a Assembleia para ser votada algumas alterações estatutárias, entre as quais a elevação da contribuição para equilibrar a perenidade de nossa Cabesp.
A Assembleia exige quórum qualificado, ou seja, é preciso 50%+1 dos votos de todos os associados para que seja possível deliberar sobre as propostas apresentadas, com possibilidade de melhorá-las a nosso favor e, se acordadas, aprovar o que foi que foi decidido. É o melhor caminho.
Se o quórum não for atingido, o estatuto prevê que a decisão seja através de plebiscito, com qualquer número de votantes, o que vai baixar a nossa representatividade e forçar-nos a aceitar de plano tudo como está.
Confesso que, em princípio, eu não estava aceitando os termos da minuta apresentada, mas depois de discutir com alguns colegas, chegamos à obvia conclusão que é preferível fazer com que a Assembleia se instale, do que decidir através de um plebiscito com meia dúzia de gatos pingados.
Participar da Assembleia - ou enviar a procuração a uma de nossas entidades - é fazer parte do combate, e querer dizer “eu estou vivo e vou lutar até quando for possível”.
Deixar as decisões para um plebiscito, é o mesmo que levantar a bandeira branca, e render-se sem lutar, é aceitar as condições sem o direito de reclamar, o que não coaduna com a têmpera do banespiano. Por isso, participe. Diga presente.
As entidades não enviaram as procurações para os associados, mas é possível obtê-la no site da Cabesp. Se o colega não tiver internet, peça para quem tem. Preencha a procuração, reconheça a firma e a envie pelos Correios o mais rápido possível, de preferência via Sedex. Colabore, junte-se com mais colegas para enviar num envelope só. O tempo urge.
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer.
Roberto de Moraes

  19/06/2018 - 18:47 -   |   Comentar  |   



  145381 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

Parei de ler comentários sobre a assembleia dia 30. As opiniões dos colegas que raciocinam, não serão nem estudadas pela AFABESP, e muito menos, sequer, discutidas. Tudo já foi decidido nas reuniões "secretas". Digo secretas porque ficamos sabendo que aconteceram por causa do "passarinho" do Galvão.

Mas, lendo a msg do Carlos Alberto, resolvi dar um último toque:

Prezado Carlos Alberto,

“e para mim, ficou provado em números, a necessidade de novos recursos no seu caixa,”

Então, Carlos Alberto, você aceitou os números apresentado por uma empresa que trabalha para o Santander?

Cadê os números apresentados por outra empresa “INDEPENDENTE” contratada pela AFABESP?

Se você tem os cálculos apesentados mês a mês a partir do saldo de OITO BILHÕES, quero ver para analisá-los.

Guerra-

---

  19/06/2018 - 18:26 -   |   Comentar  |   



  145380 - carlos Alberto Rodrigues dos santos   belo Horizonte-MG

Colega Nonato, não se trata de entre mortos e feridos salvarem-se todos, mas acima de tudo trata-se de salvar a nossa CABESP. Os meus colegas, em seus comentários e que eu me lembre, jamais discutiram a implantação dos reajustes tendo como premissa a perenização da CABESP. O que nos temos discutidos é como está sendo imposto esses reajustes e as alterações nos estatutos, principalmente o art. 17º. Temos, pelo menos em minha visão, a obrigação de participar dos debates e discutir com quem de direito, os assuntos que nos apresentam de maneira duvidosas.

  19/06/2018 - 17:15 -   |   Comentar  |   



  145379 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

SIM OU NÃO. Eis a questão.

  19/06/2018 - 14:38 -   |   Comentar  |   



  145378 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

ENCONTRO AFABESP/AFABANS NO RCVINHEDO EM 16.06 - Estive lá e espero fazer um breve relato. Devo dizer, de antemão, que vi lá um clima hostil à instalaçao da Assembleia, nenhuma movimentação, nenhum apoio à conquista do quorum mínimo, que é de 10.132 associados adimplentes com a Cabesp (50% + 1 do total de 20.261, conforme Edital de Convocação) e creio que a Afubesp e Abesprev também não estão interessados na instalação. A Assembléia, uma vez não instalada, não dá condições de análise, discussão e alteração de algumas propostas esdrúxulas que estão colocadas nesse "acordo" Cabesp/Afabesp, Afubesp, Abesprev, Sindicato, principalmente do art. 17. Se isso ocorrer, o que é o mais provável, segue-se imediatamente o Plebiscito, que não exige quorum e qualquer resultado sela nosso destino, ou seja, basta um 2 a 1, para o sim ou para o não e pode estar aprovada a alteração, com todos esses artigos propostos no "acordo". Dito isso, vou ater-me às minhas intevenções:
1. BANESPREV - Como sabemos, todo mês de jan o Banesprev fica com o percentual de reajuste que o INSS nos concede anualmente. A alegação é o "mês competência", ou seja, nós recebemos "adiantado" todo mês, no dia 20, e o INSS paga o mês vencido, até o 5º dia último do mês subsequente. Acontece que, quando o Banesprev já desconta o reajuste do INSS em jan, nesse mês nosso salário fica diminuído. Se pegarmos os extratos mensais, veremos que, em 11 meses recebemos X e em 1 mês (janeiro) recebemos X-reajuste do INSS, Argumentei com o Jarbas e propus que o Banesprev "descontasse" o reajuste do INSS no mês de fevereiro, e não em janeiro, pois aí receberíamos 12 salários integrais, anualmente. Ele ouviu, não sei o que fará.
2. PROCESSOS - O dr. Roberto Gáudio, muito otimista, disse que ação da primeira turma das gratificações, de 1.998, dos 8.062 beneficiários, já está ganha. Ele alega que o min. Alexandre de Moraes vai apresentar um relatório não recomendando a aceitação da ação como Repercução Geral (RG) e que os demais vão segui-lo no voto virtual (eletrônico). Se isso realmente ocorrer, o proc. volta à 36ª Vara do Trabalho em SP, para execução, com elaboração dos cálculos por peritos. Como sabemos, esse procedimento também é moroso, pois ambas as partes estarão sempre questionando os números do outro. Não disse quanto tempo isso pode demorar, mas que recursos e mais recursos acontecerão, indo até a segunda instância, o TRT. O andamento dos demais procs não trazem novidade, à exceção da segunda turma das gratificações, de 2011, que se encontra no TST, que está prescrito, com extinção do proc. com resolução do mérito, onde ainda cabe recurso.
3. CABESP - Aqui, fiz treis perguntas à mesa:
a) O porque da Afabesp já considerar favas contadas a aprovação das alterações como aí estão, sem nenhum esforço para a instalação da Assembléia, com debates, análises, considerações e mudanças em alguns textos esdrúxulos que aí estão colocados, principalmente o art. 17, por enquanto, mediante um simples Plebiscito, sem nada disso realizado, num verdadeiro goela abaixo, prato feito, jogando um verdadeiro balde de água fria em todas as Afabans que estão se mobilizando para conseguir o quorum? Disseram que, por todo o nosso passado, nunca se conseguiu um número tão expressivo como o exigido nessa Assembléia (cerca de quase 11 mil, somados os presentes e suas respectivas procurações) para instalação e aprovação. Argumentei que é muito difícil, realmente, mas não impossível, pois 25 ônibus, com 40 associados, cada um com 10 procurações, representando, portanto, 11 votos, perfazem 11 mil.
b) Questionei o porque de em nossas receitas não constar mais rendas de aluguéis, mas somente de aplicações financeiras (títulos), Informaram que os prédios (da praça da República) foram vendidos, por exigência da ANS.
c) Finalmente, li, e depois passei às mãos da sra. presidente, uma proposta minha de nova redação do art. 17, já aqui apresentado, no grupo de e-mail aposentadosbanespa@yahoogrupos.com.br e na facebook, no grupo Aposentados do Banespa, do Bosco:
Art. 17 - A contribuição de custeio devida pelos associados será de, no mínimo 2,5% e o máximo 6% sobre o total da remuneração mensal do associado. As alterações dos percentuais ocorrerão da seguinte forma:
a) Reajuste de 2,5% para 4%, após a aprovação deste Estatuto, a partir de setembro de 2.018.
b) Reajuste de 4% para 5%, imediatamente após completados 12 meses subsequentes ao primeiro reajuste.
c) Reajuste de 5% para 6%, imediatamente após completados 24 meses subsequentes ao primeiro reajuste.
Foi o que eu pude fazer. Um forte abraço a todos.

  19/06/2018 - 10:38 -   |   Comentar  |   



  145377 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

continuação do comentário abaixo :
dos idosos e também se são rápidos para darem liberação para políticos corruptos e empresários, porque também não ser rápidos para com os idosos que construiram um banco que teve reprcussão internacional e agora estão sendo desrespeitados e pressionados para aceitarem coisas contra seus direitos que por mais de 50 anos vem sendo pago religiosamente e tiveram várias vezes desrespeitadas as normas estátutarias da CABESP para causarem prejuízos para seus associados e ninguém fez nada para ir a JUSTIÇA reclamar nosso direitos. Exemeplos : venda das ações que nos davam dividendos e reforçavam as receitas da CABESP , comissões dos seguros, que também ajudavam as receitas da entidade, que o SANTANDER levou tudo para suas corretoras,, co-participação que não deram satisfação quando foi votado contra e agora querendo criar mais uma armadilha, que vai trazer só mais despesas para todos e principalmente, para os menos favorecidos que já não estão aguentando pagar nem os 2,5%, pois o banco não respeita as sentenças dadas pela JUSTIÇA FEDERAL e da Justiça Trabalhista e entrando cada vez com mais recursos abusivos e ainda acreditam que irão respeitar o que estão prometendo agora? JAMAIS !!!

  19/06/2018 - 07:44 -   |   Comentar  |   



  145376 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

prezado colega LAERTE ANTONIO DULCE - Sao Jose do Rio Preto
concordo com você que poderá demorar os andamentos dos cálculos para
para os pagamentos, mas ai seria o caso de nosso advogados peticionarem aos MINISTROS do STF e aos DESEMBARGADORES do TRF 3 SP dizendo, que os processos são vintenários e nos todos mais para idosos com mais de 80 anos e mereceremos respeito a LEI

  19/06/2018 - 07:30 -   |   Comentar  |   



  145375 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

prezado colega LAERTE ANTONIO DULCE - Sao Jose do Rio Preto
concordo com você que poderá demorar os andamentos dos cálculos para
para os pagamentos, mas ai seria o caso de nosso advogados peticionarem aos MINISTROS do STF e aos DESEMBARGADORES do TRF 3 SP dizendo, que os processos são vintenários e nos todos mais para idosos com mais de 80 anos e mereceremos respeito a LEI

  19/06/2018 - 07:30 -   |   Comentar  |   



  145374 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

prezado colega LAERTE ANTONIO DULCE - Sao Jose do Rio Preto
concordo com você que poderá demorar os andamentos dos cálculos para
para os pagamentos, mas ai seria o caso de nosso advogados peticionarem aos MINISTROS do STF e aos DESEMBARGADORES do TRF 3 SP dizendo, que os processos são vintenários e nos todos mais para idosos com mais de 80 anos e mereceremos respeito a LEI

  19/06/2018 - 07:30 -   |   Comentar  |   



  145373 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

prezado colega LAERTE ANTONIO DULCE - Sao Jose do Rio Preto
concordo com você que poderá demorar os andamentos dos cálculos para
para os pagamentos, mas ai seria o caso de nosso advogados peticionarem aos MINISTROS do STF e aos DESEMBARGADORES do TRF 3 SP dizendo, que os processos são vintenários e nos todos mais para idosos com mais de 80 anos e mereceremos respeito a LEI

  19/06/2018 - 07:30 -   |   Comentar  |   



  145372 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

prezado colega LAERTE ANTONIO DULCE - Sao Jose do Rio Preto
concordo com você que poderá demorar os andamentos dos cálculos para
para os pagamentos, mas ai seria o caso de nosso advogados peticionarem aos MINISTROS do STF e aos DESEMBARGADORES do TRF 3 SP dizendo, que os processos são vintenários e nos todos mais para idosos com mais de 80 anos e mereceremos respeito a LEI

  19/06/2018 - 07:30 -   |   Comentar  |   



  145371 - LAERTE ANTONIO DULCE   Sao Jose do Rio Preto

Prezado amigo José Milton.
Mesmo que o Banco venha a pagar-nos, o valor correspondente a gratificação de aproximadamente 3 bilhões de reais, iria para a CABESP o equivalente a 75 milhões de reais (2,5%) e se o Banco pagar, também os 2,5% somaria 150 milhões de reais, o que solucionaria o déficit de apenas alguns meses, considerando que esse valor seria pago apenas uma vez.
Aí fica uma pergunta. Quando receberemos? Vai arrastar-se, creio eu, por longos anos só para se chegar aos cálculos dos valores, pois o banco com certeza recorrerá, como tem feito até hoje. Deus queira que você tenha razão e recebamos o mais breve possível. Só que a CABESP não pode esperar.

  19/06/2018 - 22:19 -   |   Comentar  |   



  145370 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO


COMPLEMENTANDO O COMENTÁRIO ABAIXO :

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes: XXXII - o Estado promoverá, na forma da lei, a defesa do consumidor **************************************************** *****************************************************

  19/06/2018 - 22:06 -   |   Comentar  |   



  145369 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

RESPEITANDO TODOS OS COMENTÁRIOS DE TODOS COLEGAS SÓ LEMBRO A TODOS QUE O BANCO SANTANDER ESTA NOS DEVENDO E ABUSANDO EM RECURSOS JUNTO AO STF ARE 675945, E,PROCESSO 00113035420024036100, QUE ESTA AGUARDANDO A CONVOCAÇÃO DE DOIS DESEMBARGADORES DO TRF 3 SP, PARA DECIDIREM O PAGAMENTO DO IGP-DI, QUE EM PRIMEIRA INSTÂNCIA JÁ TEVE QUATRO SENTENÇAS , QUE NÃO FORAM ACATADAS PELO BANCO E AO RECEBERMOS TUDO ISSO A CABESP TERÁ DIREITO DE RECEBER 2,5% DO QUE VAMOS RECEBER E ASSIM NÃO PRECISARA AUMENTAR NOSSAS MENSALIDADES.E TAMBÉM PORQUE. VEJA O QUE JÁ HÁ A NOSSO FAVOR
SÚMULA 469 DO STJ: “APLICA-SE O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR AOS CONTRATOS DE PLANO DE SAÚDE” A afirmativa consta na nova Súmula do Superior Tribunal de Justiça. As referências da súmula são as Leis 8.078/1990 (Código de Defesa do Consumidor) e 9.656/1998, que dispõe sobre planos e seguros privados de assistência à saúde. A Súmula 469 foi aprovada pela 2ª Seção do Superior Tribunal de Justiça. A súmula consolida o entendimento, há tempos pacificiado no STJ, de que “a operadora de serviços de assistência à saúde que presta serviços remunerados à população tem sua atividade regida pelo Código de Defesa do Consumidor, pouco importando o nome ou a natureza jurídica que adota”. (Resp 267.530/SP, Rel. Ministro Ruy Rosado de Aguiar, DJe 12/3/2001).O CDC é aplicado aos planos de saúde mesmo em contratos firmados anteriormente à vigência do Código, mas que são renovados. De acordo com voto da ministra Nancy Andrighi, não se trata de retroatividade da lei. “Dada a natureza de trato sucessivo do contrato de seguro-saúde, o CDC rege as renovações que se deram sob sua vigência, não havendo que se falar aí em retroação da lei nova”, entende.O ministro Luis Felipe Salomão também já explicou a tese: “Tratando-se de contrato de plano de saúde de particular, não há dúvidas de que a convenção e as alterações ora analisadas estão submetidas ao regramento do Código de Defesa do Consumidor, ainda que o acordo original tenha sido firmado anteriormente à entrada em vigor, em 1991, dessa lei. Isso ocorre não só pelo CDC ser norma de ordem pública(artIGO 5º, XXXII, da CF), mas também pelo fato de o plano de assistência médico-hospitalar firmado pelo autor ser um contrato de trato sucessivo, que se renova a cada mensalidade”. (Resp 418.572/SP. Rel. Ministro Luis Felipe Salomão, DJe 30/3/2009)

  19/06/2018 - 21:38 -   |   Comentar  |   



  145368 - LAERTE ANTONIO DULCE   Sao Jose do Rio Preto

Prezados amigos banespianos aposentados.
Estive presente na reunião de 16/07 em Vinhedo sobre a CABESP e vejo pelos comentários, aqui postados, que nem todos que lá estiveram conseguiram assimilar tudo o que foi esclarecido naquela reunião e estão distorcendo o que realmente terá efeito com a devida alteração.Infelizmente, tinha várias considerações a fazer na oportunidade, porém como muita abobrinha foi dita, por alguns colegas, não tive oportunidade de colocá-las para o plenário, visto o pouco tempo para o assunto.
AFIRMO-LHES, porém da necessidade de optarmos pelo SIM se quisermos manter uma CABESP que contemplará até o último felizardo banespiano e com a mesma qualidade de atendido que temos hoje.
Temos que considerar ainda que a nossa contribuição é IRRISÓRIA, considerando a nossa idade e em relação o que cobra os demais planos e sem a mesma qualidade de atendimento.
COM RELAÇÃO AOS PERCENTUAIS,ELE JAMAIS SERÁ SUPERIOR À 6%, conforme proposto nesta presente alteração estatutária. Qualquer outro percentual só será possível, se necessário,com a devida aprovação em outra assembléia.
VOTE CERTO - VOTE SIM e tenha a certeza da continuidade de um bom atendimento até o último dia de nossas vidas e de dos nossos dependentes.
Espero ter contribuído para a tomada de suas decisões. Um grande abraço à todos.

  18/06/2018 - 20:35 -   |   Comentar  |   



  145367 - LAERTE ANTONIO DULCE   Sao Jose do Rio Preto

Prezados amigos banespianos aposentados.
Estive presente na reunião de 16/07 em Vinhedo sobre a CABESP e vejo pelos comentários, aqui postados, que nem todos que lá estiveram conseguiram assimilar tudo o que foi esclarecido naquela reunião e estão distorcendo o que realmente terá efeito com a devida alteração.Infelizmente, tinha várias considerações a fazer na oportunidade, porém como muita abobrinha foi dita, por alguns colegas, não tive oportunidade de colocá-las para o plenário, visto o pouco tempo para o assunto.
AFIRMO-LHES, porém da necessidade de optarmos pelo SIM se quisermos manter uma CABESP que contemplará até o último felizardo banespiano e com a mesma qualidade de atendido que temos hoje.
Temos que considerar ainda que a nossa contribuição é IRRISÓRIA, considerando a nossa idade e em relação o que cobra os demais planos e sem a mesma qualidade de atendimento.
COM RELAÇÃO AOS PERCENTUAIS,ELE JAMAIS SERÁ SUPERIOR À 6%, conforme proposto nesta presente alteração estatutária. Qualquer outro percentual só será possível, se necessário,com a devida aprovação em outra assembléia.
VOTE CERTO - VOTE SIM e tenha a certeza da continuidade de um bom atendimento até o último dia de nossas vidas e de dos nossos dependentes.
Espero ter contribuído para a tomada de suas decisões. Um grande abraço à todos.

  18/06/2018 - 20:35 -   |   Comentar  |   



  145366 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Penso que a coisa é séria! Se o sim ganhar, acabou! Não tem mais conversa! Eles fecham o caixão! O NÃO, abre uma brecha para negociação, formação de uma comissão, nossa, para mudar, melhorar, deixar transparente a redação. Discutir melhor até pq, temos direitos adquiridos. Temos que nos inteirar desta lei, procurar forçar uma negociação, com mão dupla, do jeito que está, a mão vai só para lá.

  18/06/2018 - 19:27 -   |   Comentar  |   



  145365 - Roberto Mazzali   Pirassununga sp

Eu estou de acordo com o índice de aumento apresentado pela Cabesp acho que pagamos muito pouco pelo o que ela nos oferece creio que todos aposentados os filhos já estão criados ficando só o casal . Mas se colocarem a família toda pai mãe parentes então é outra coisa aí fica caro mesmo eu pago Umimed para filho e netos fica mais barato mas não se compara o que a Cabesp nos oferece Cabesp e uma verdadeira Mae

  18/06/2018 - 17:29 -   |   Comentar  |   



  145364 - carlos Alberto Rodrigues dos santos   belo Horizonte-MG

Prezados colegas, analisando a reunião da AFABESP do dia 16 passado, não consegui vislumbrar nada de positivo na realização da mesma. Os vários assuntos tratados limitaram um pouco do tempo para o tema principal, a CABESP. Não foi apresentado para nós nada do que já tínhamos conhecimento e na minha visão, perdemos uma grande oportunidade de contestar e ou argumentar, respeitosamente e de maneira organizada, a presidente da Cabesp. Podíamos e tivemos tempo, de nos organizar e montar um grupo, via internet/whatsApp, com nossos colegas PÉRICLES, GALVÃO, ORLY, ELIEL, ROBERTO E OUTROS para selecionarmos os assuntos a serem tratados e apenas um, representar a todos no debate a nossa Presidente. Acredito que seria mais produtivo e mais eficiente.

  18/06/2018 - 17:11 -   |   Comentar  |   



  145363 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Antonio Galvão Raiz Porto / Altinópolis/SP / 09/06/2018. Estive na reunião da Afabesp, em Vinhedo. A presidente, tem respostas pra tudo, nem que seja para não esclarecer nada, ela responde, mas não convence, e não está muito preocupada com isto. Falei da lei 9656/98... iniciou dizendo que era uma lei... antiga, rsss! oh my! Disse que o artigo 31 § 1º, que eu referia, era para funcionários que sairam da empresa e queria continuar no plano... li para ela... vejam o que diz o referido artigo: "Art. 31. Ao aposentado que contribuir para produtos de que tratam o inciso I e o § 1o do art. 1o desta Lei, em decorrência de vínculo empregatício, pelo prazo mínimo de dez anos, é assegurado o direito de manutenção como beneficiário, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma o seu pagamento integral.

§ 1o Ao aposentado que contribuir para planos coletivos de assistência à saúde por período inferior ao estabelecido no caput é assegurado o direito de manutenção como beneficiário, à razão de um ano para cada ano de contribuição, desde que assuma o pagamento integral do mesmo

Quanto ao inciso III que não consta o referendo da assembleia em momento algum, ela assegurou que se o aumento for alem de 6% haverá assembleia, que a parte estrutural do estatuto não foi alterada. Só que cadê, cadê eu não vi, ninguem viu este referendo..., tem que estar escrito! Um colega reclamou que no presente estatuto estão se desvinculando das Afabans, ela disse que sim, esta escrito isto mas que não é nada disto, afinal estatuto... é um papel, mas que as afabans, continuam tendo sua importância! Ela trata a gente como se fossemos caducos!

  18/06/2018 - 16:49 -   |   Comentar  |   



  145362 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Com:354: Caro Mariano: Nunca estive na Rússia, porém, em pesquisa, encontrei:A federação Russa é uma republica semi-previdencialista federal que tem o Presidente como chefe doe Estado e o Primeiro-Ministro como patrão do governo. ABRAÇOS.

  18/06/2018 - 14:47 -   |   Comentar  |   



  145361 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis - SP

As coisas não são bem assim, colega Nonato. Embora a Cabesp que temos hoje não é nem a ‘sombra’ do que foi nos tempos do Banespa, temos que reconhecer que ela ainda mantém um bom padrão se comparada a outros convênios que existem por aí. Mas o que está em debate é “até quando” poderemos contar com a sua assistência.
E o ‘acordo’ firmado entre os nossos representantes e o Santander - que será selado com a AGE do dia 30 de junho e ao que tudo indica seguida de um plebiscito -, da forma com que foi conduzido, sinaliza-nos que, ao final, poderão sobrar ‘mortos e feridos’, sim, NÓS.

  18/06/2018 - 11:45 -   |   Comentar  |   



  145360 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Com. 359 - É, colega Galvão, se assim ficar creio que entre mortos e feridos se salvaram todos. Nós reclamamos muito da Cabesp, mas se fizermos uma comparação com outros planos concluiremos que estamos quase no céu. É briga feia pra todo lado, com muitos falidos, prestação de serviço péssima, custo mensal altíssimo, etc. Que o diga a ANS e os procons em todo o país. Abraços, Nonato-Teresina.

  18/06/2018 - 09:15 -   |   Comentar  |   



  145359 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis - SP

REFORMA ESTATUTÁRIA DA CABESP:
o Acordo;
como ele aconteceu

Em resumo, as coisas foram assim:

Logo que assumiu a presidência, a senhora Maria Lúcia nomeou um Grupo de Trabalho, composto de funcionários da CABESP, com o objetivo de realizar um estudo da situação. Trouxe a Mercer, uma famosa empresa de consultoria atuarial, para ‘balizar’ e dar ‘credibilidade’ a esse estudo. Convidou, então, as associações num ’gentil’ ato de boas vindas, e para lhes falar das suas ‘preocupações’ com relação à saúde financeira da CABESP. Veio em seguida com a sua primeira proposta de alterar o teto da coparticipação, dos atuais R$ 125,00 para R$ 270,00. Foi quando tiveram início aquelas ‘memoráveis’ (e secretas) rodadas de negociações, em que a presidente arrochou ainda mais a proposta: passou a querer a sua extensão a outros procedimentos além de consultas e exames, e ainda a cobrança de cotas individuais.
Abro aqui um parêntese para falar um pouco dessa tal COPARTICIPAÇÃO, um regulamento do Estatuto da CABESP tão importante, mas que nós não conhecemos direito. Ela foi instituída através de plebiscito em 1997, referendada pelo banco só em 1999, tendo por referência de cobrança o correspondente a 500 CH (Coeficiente de Honorários), cujo valor unitário na época era 0,25, daí os 125 reais. Foi elaborado um Regulamento referente à coparticipação, atualizado em 2008, que possui 5 capítulos e 14 artigos.
Retomando a proposta de dona Maria Lúcia, o argumento dela foi o de que a CABESP vinha sendo ‘boazinha’, e que poderia muito bem já ter corrigido a coparticipação, uma vez que o valor do CH aumentou, e que o atual, que é de 0,56, permite o aumento proposto para 270 reais, sem a necessidade de aprovação em assembleia. Até aí, sim, temos que concordar. Mas ela omitiu um detalhe importante: não poderia jamais impor-nos as inclusões de procedimentos fora dos previstos no Estatuto, pois isso exige, sim, o nosso referendo. É o que determina o Art. 29 (que vai virar o 28), que felizmente não foi alterado: “Compete, privativamente, à Assembleia Geral: V-referendar decisões da Diretoria da CABESP, atinentes aos regulamentos previstos neste Estatuto”.
Aconteceu que ninguém dos nossos representantes levantou esta questão, o que nos leva a crer que os assessores da presidência, sob a liderança do senhor Itamar, entendem de CABESP muito mais do que nós mesmos. E a presidente, sentindo que tinha o controle da situação, passou a querer também o aumento do custeio. Aí os nossos representantes se reuniram em separado, e o Sindicato mais a Afubesp propuseram direto os 6%; a Afabesp sugeriu 4,5 ou 4%; no final, para ‘agradar a gregos e troianos’, ‘fecharam’ no escalonamento de 4, 5 e 6%; e a proposta foi aceita pela presidente. Chegou-se, então, a um ‘consenso’ que, segundo os nossos representantes, propiciou esse tão decantado ‘acordo’, comemorado pelas associações como uma ‘grande vitória’: concordamos com os aumentos nas contribuições, mas mantivemos a coparticipação do jeito que está.

Apregoam as Associações que a presidente da CABESP concordou em não mexer por enquanto na coparticipação, e que só vai voltar ao assunto mediante chamada para conversar. Na verdade, contudo, esse é o tipo de acordo em que falta na parte com que estamos lidando o fator principal: a credibilidade. Conhecendo o ‘acordante’ como nós conhecemos, sabemos muito bem que, quando lhe der na telha, poderá sem mais nem menos quebrá-lo.
Enfim, o acordo foi discutido e acertado sem que fôssemos ouvidos ou informados, sem que pudéssemos opinar. Decidiram por nós. E agora – convencidos ou não - temos que votar SIM. Porque é “pelo bem e felicidade geral dos banespianos!”

É isso!





  16/06/2018 - 13:42 -   |   Comentar  |   



  145358 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

O ex-prefeito de Araçatuba Cido Sério (PRB), os ex-secretários municipais Márcio Chaves Filho (Governo e Gestão Estratégica), Osmar Cuoghi (Saúde e Higiene Pública) e Cidinha Lacerda (Ação Social), e o ex-diretor da Avape (Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência) Marcos Antônio Gonçalves tornaram-se réus na Justiça Federal de Araçatuba esta semana.
A decisão foi tomada a partir de uma ação do MPF (Ministério Público Federal), ajuizada em 2016, por desvio milionário de verbas públicas durante convênios firmados com a instituição entre 2009 e 2014. Na Justiça Estadual, a Prefeitura de Araçatuba, Cido Sério e parte dos ex-secretários são réus em outras duas ações pelo mesmo motivo. O esquema, segundo a ação do MPF, causou prejuízo de pelo menos R$ 16,7 milhões aos cofres públicos municipais.
Notícia completa no jornal Folha da Região de Araçatuba de hoje.

  16/06/2018 - 12:50 -   |   Comentar  |   



  145357 - Angelo Giacomeli   Laranjal Paulista

CONVIDO-OS PARA A 134ª FESTA DE SÃO JOÃO EM LARANJAL PAULISTA-SP. APROVEITEM,DE 15 A 24-06-18 É A ÚLTIMA EM QUE PARTICIPO DIRETAMENTE COMO UM DOS FOMENTADORES. " A CAVEIRA" ESTÁ DANDO SINAIS DE VIDA MAS ELA ESTÁ ACEITANDO BEM VINHO E CHOPP.

  16/06/2018 - 11:45 -   |   Comentar  |   



  145356 - Claudinei Aleixo   Mirassol

com.145345. Carlos Alberto, esse Diretor, segundo os colegas Luiz Otávio Klein e a Alis em comentário no grupo criado pela Fabíola, (filha de um aposentado) no Telegran Grupo Aposentados Banespa, com 269 participantes é o nobre Getúlio. Acredito que foi um momento infeliz a resposta dada à consulta sobre aumento da mbsurda ca Cabesp Família.

  15/06/2018 - 19:06 -   |   Comentar  |   



  145355 - mariano perez martins   sao jose do rio preto sp

Pelo SIM, pelo NAO fico cada vez mais em duvida----os senhores poderiam me dizer qual o desfecho disso tudo. SER OU NAO SER EIS A QUESTAO.

  15/06/2018 - 18:37 -   |   Comentar  |   



  145354 - mariano perez martins   sao jose do rio preto sp

CARO COLEGA MARCO, NA RUSSIA NAO EXISTE IDIOTAS, EXITE UMA DITADURA VIOLENTA ONDE SO O PUTIM E ELEITO---COLEGA DO MADURO DA VENEZUELA.

  15/06/2018 - 18:33 -   |   Comentar  |   



  145353 - MEIRE GUEDES COLOMBO   Campo Grande-MS

Concordo com a opinião da nossa colega Lourdes Lopes Rachid de Oliveira, ela tem toda razão, por isso não podemos concordar com a mudança do Estatuto da Cabesp da forma que esta, e nem passar procuração para quem não confiamos.

Votar Não é a solução.

  15/06/2018 - 15:11 -   |   Comentar  |   



  145352 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Mudando de assunto, Acho que não existem idiotas na Russia! não vi ninguém gritando NÃO VAI TER COPA!

  15/06/2018 - 13:08 -   |   Comentar  |   



  145351 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

A propaganda é a alma do negócio!

  15/06/2018 - 13:05 -   |   Comentar  |   



  145350 - Tiago Muzzi   Belo Horizonte/MG

Prezado Sr. Carlos Alberto e demais colegas da AFABAN/BH,

É com grande satisfação que noticiamos mais uma vitória em prol dos colegas Banespianos de Minas Gerais.

Ressalto que essa ação fora distribuída em 27/10/2017, para 5 aposentados, pleiteando a PLR do exercício de 2017, nos mesmos moldes que o Banco pagou o pessoal da ativa, ou seja, utilizando a regra mais benéfica, que consiste em pegar o valor que cada um dos aposentados recebe à título de complementação de aposentadoria, multiplicar por 2,2 e partir do resultado que encontrar dessa equação, somar a parcela adicional prevista no CCT de 2017, que perfaz o montante de R$ 4.367,07 (quatro mil trezentos e sessenta e sete reais e sete centavos) reajustado em 01.09.2017 pelo INPC/IBGE acumulado de setembro de 2016 a agosto de 2017 acrescido de 1% (um por cento).

Em sentença o MM. Juízo julgou improcedente os pedidos dos Reclamantes referente a PLR de 2017. No entanto, concedeu aos Reclamantes os benefícios da justiça gratuita.

Apresentamos Recurso Ordinário visando à reforma total da sentença.

O Tribunal Regional do Trabalho acolheu o nosso pedido para DAR PROVIMENTO ao nosso recurso e condenar o Banco a pagar aos Reclamantes a PLR relativa ao exercício de 2017, nos mesmos moldes do adimplido ao pessoal da ativa, de acordo com a norma coletiva que dispõe sobre a PLR 2017, com juros e atualização monetária na forma da legislação vigente.

Ressalto que o Banco ainda poderá recorrer da referida decisão. Mas, caso não recorra, logo iniciará a fase de liquidação (cálculos).

No mais, qualquer outra novidade, mantemos vocês informados!

MUZZI E ADVOGADOS ASSOCIADOS
(31) 3281-5010

  15/06/2018 - 12:44 -   |   Comentar  |   



  145349 - Lourdes Lopes Rachid de Oliveirs   Campinas-SP

No dia 12/06, recebi o jornal da Afubesp. Tratava de dois assuntos
.
Sobre o fechamento a adesão do atual Plano de Saúde dos funcionários do Santander -o SANTANDER PREVI. Passando a utilizar um administrado pela concorrente ICATU (!?!?!?!?)

Discorria, também, sobre a tentativa de conciliação sobre o serviço passado do Plano II, onde o Santander oferecia 55% do valor total. Vinculando isso a dissolução do Plano - INACEITÁVEL.

Como o próprio jornal dizia: ELES NÃO SÃO SERIOS.

Ou seja, não levam a sério uma negociação, não são confiáveis, sempre querem tirar vantagem de uma situação.

Vejam o nosso caso da alteração do Estatuto; todo mundo falando o inciso III do Art.17: a redação não é clara, deixa margem a interpretações.

Bastava um pouco de boa vontade para mudar para uma redação mais adequada que não deixasse margem à dúvidas. No entanto a CABESP não fez nem um movimento nesse sentido e as nossas associações tentam nos convencer a todo custo que votarmos SIM é a melhor opção.

SERÁ MESMO?

No caso de aprovarmos esse Estatuto, , o que nos garante que ficaremos só até os 6% de contribuição? A PALAVRA DA CABESP?

OU estaremos colaborando com um plano escuso do Santander?
Elevar esses percentuais de contribuição além desses limites, onde muitos de nós não conseguiremos pagar e em 60 dias (não mais os 3 meses do Estatuto ora em vigor) estaremos EXCLUÍDOS DO QUADRO DE ASSOCIADOS DA CABESP.

A PERENIDADE DA CABESP pode não significar que todos estaremos INCLUIDOS.

Qual o objetivo de se alterar de 3 meses para 60 dias a exclusão por atraso no pagamento das contribuições? (Art. 9 inciso II)

A coparticipacao representa uns 6% da contribuição total da Direta, que representa 25% do total das despesas.
Quando aprovamos a coparticipacao em 1997, também nos foi apresentado um quadro de de deterioração da Cabesp e no entanto esse patrimônio só cresceu nesses últimos 20 anos e isso não foi mérito da coparticipacao.

FATO - O QUE A PARECE NO ÚLTIMO BALANÇO É QUE A CABESP TEVE UM AUMENTO PATRIMONIAL DE MAIS DE R $ 2.200.000.000,00 ( dois bilhões e duzentos milhoes) EM 2016 E DE QUASE R $ 500.000.000,00 ( quinhentos milhoes) em 2017.

  15/06/2018 - 10:50 -   |   Comentar  |   



  145348 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

com:338- Caro Eliel: Também achei INCRÍVEL!!!

  15/06/2018 - 10:26 -   |   Comentar  |   



  145347 - PAULO SERGIO TASSO   fRANCA-SP

Voltando assunto da Afabesp, não
divulgaram redução do custo diária
tanto na Colônia quanto em Vinhedo,
de R$135,00 para R$ 90,00 meses de
julho/agôsto-2018, quem não recebeu
correspondência, não foi informado.

  15/06/2018 - 10:14 -   |   Comentar  |   



  145346 - carlos Alberto Rodrigues dos santos   belo Horizonte-MG

145338-Parabéns ELIEL, eu já sabia que você era um grande historiador, mas não sabia que eras também um "articulista". Você conseguiu buscar subsídio na história para fazer uma grande ESTÓRIA.

  15/06/2018 - 07:51 -   |   Comentar  |   



  145345 - carlos Alberto Rodrigues dos santos   belo Horizonte-MG

Você me desculpe colega CLAUDINEI mas acho que todos nós deveríamos saber o nome desse Diretor. Afinal, se foi um Diretor, foi eleito por nós e entendo que ele deveria respeitar os seus eleitores. Ele, pessoalmente até pode ter a sua opinião mas no exercício da função para o qual se candidatou não tem o direito menosprezar, agredir ou ofender a qualquer associado da AFABESP.

  15/06/2018 - 07:43 -   |   Comentar  |   



  145344 - Claudinei Aleixo   Mirassol

Incrivel, mas aconteceu com um colega hoje. consultou a Afabesp sobre o absurdo de aumento do Plano Cabesp Familia e ouviu como resposta, que se não esta contente que procure outro plano e disse ainda que os colegas que estão pedindo adiamento da Assembleia estão vendo muito o AP Banespa e que estão praticando terrorismo. acrescentando ainda que desconhecemos o assunto. Pode isso Arnaldo?? precisa dizer o nome desse Diretor??? ou já advinharam, se não sabem perguntem ao colega Luiz Otávio Klein oun a colega Alis.

  15/06/2018 - 21:45 -   |   Comentar  |   



  145343 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

145338 - Eliel da Silva Dornelas - Cabo Frio - RJ

------------ ELIEL, COMPORTE-SE!!! -------------

---

  14/06/2018 - 18:24 -   |   Comentar  |   



  145342 - INFORMAÇÃO RECEBIDA (CABESP)   Piedade-SP

Cabesp Comunicados

Cabesp

Associados,

No dia 30 de Junho de 2018, às 9h, será realizada a Assembleia Geral Extraordinária para aprovação da reforma estatutária da Cabesp, a ser realizada no Esporte Clube Banespa – Salão Social.
Utilizaremos a Votação Eletrônica para a aprovação, facilitando e agilizando nossa Assembleia.

Em anexo, arquivo com o comunicado da Presidência, com maiores detalhes sobre a reforma estatutária e perguntas e respostas às dúvidas mais frequentes.

Contamos com a participação de todos os associados.

IMPORTANTE: Será admitida a representação, desde que o Procurador preencha os requisitos mínimos e seja encaminhada procuração com até 48 (quarenta e oito) horas de antecedência da Realização da Assembleia Geral Extraordinária.


Comunicado
Perguntas e Respostas


CABESP – ATENDIMENTO
_____________________________________________________

Dúvida acesse nosso Portal
www.cabesp.com.br
_____________________________________________________
ENVIO AUTOMÁTICO. NÃO RESPONDER

  14/06/2018 - 16:34 -   |   Comentar  |   



  145341 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

saiu hoje a publicação do julgamento ocorrido dia 05 de junho
ARE/675945 - EMB.DECL. NO TERCEIRO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO Classe: ARE
Procedência: SÃO PAULO Relator: MIN. ALEXANDRE DE MORAES
Partes EMBTE.(S) - BANCO SANTANDER BRASIL S/A
ADV.(A/S) - CARLOS MÁRIO DA SILVA VELLOSO FILHO
EMBDO.(A/S) - ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS APOSENTADOS DO BANCO DO ESTADO DE SÃO PAULO - AFABESP
ADV.(A/S) - RENATO RUA DE ALMEIDA
Matéria: DIREITO PROCESSUAL CIVIL E DO TRABALHO | Formação, Suspensão e Extinção do Processo | Extinção do Processo Sem Resolução de Mérito | Legitimidade para a Causa | Legitimidade para propositura de Ação Civil Pública
DIREITO DO TRABALHO | Remuneração, Verbas Indenizatórias e Benefícios | Gratificação
Decisão: A Turma, por unanimidade, rejeitou os embargos de declaração, nos termos do voto do Relator. Impedidos os Ministros Marco Aurélio e Rosa Weber. Presidência do Ministro Alexandre de Moraes. Primeira Turma, 5.6.2018. ******************************************************************

  14/06/2018 - 14:06 -   |   Comentar  |   



  145340 - Felice Maniaci   São Miguel Arcanjo-sp

Para mudar a inércia da Afabesp com respeito a informações que mais nos interessa só mudando essa DIRETORIA que parece se perpetua , com todo respeito teve presidente que foi reeleito trocentas vezes, sócios da Afabesp tem no Brasil inteiro que tal fazer propaganda de depilação em todas as cidades onde têm socios

  14/06/2018 - 11:27 -   |   Comentar  |   



  145339 - JOSE BENEDITO COSTA   MARILIA

estou de acordo com o que disse o Alvaro, tenha dó a afabesp esta mesmo de brincadeira com os seus associados, noticias que são de relevância e interesse para nós associados não publicam nada, é ate comparo aquele ditado se a pimenta esta ardendo no seu olho problema e seu porque no meu esta tudo bem, poxa se temos advogados contratados e pagos poque não ficar informando aos interessados qualquer que seja a novidade e não deixar todos ai a espera de noticias dos processos em andamento pois isto causa uma angustia aos associados , vamos todos nós cobrarmos os nossos direitos junto a AFABESP E ACABAR COM ESSE EMBRÓLIO

  14/06/2018 - 10:51 -   |   Comentar  |   



  145338 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

Vejam que festa de arroba !!!!
Presentes no local, o rádio e a televisão, cinema, mil jornais, muita gente, até o Álvaro lá. Logo ao chegar a esposa do Ronnie Cord estava lá, com um copo na mão, e a esposa do Prini Lopes bancava a anfitriã, até a Meire Pavão, a esposa do Tremendão. Renato s seus Blue Caps, na calçada a tocar, The Clivers no palanque a cantar e as Jets Blacks sentadinhas a se embelezar. Todas foram convidadas: Ana Maria Braga, Rosemary, Elza Soares, a esposa do Ed Wilson caminhava para lá.
Evento inédito, “loja de depilação feminina”, de uma jovem muito bonita, filha de família tradicional de São Paulo, seus ascendentes são pessoas da alta sociedade de São Paulo.
Todas as esposas associadas, beneficiárias, dependentes, diretas e indiretas, estão convidadas. Será um evento mágico para jovens senhoras com mais de 60 anos. Ana Maria Braga ficará com inveja de vocês, não percam. Estamos festejando a UNIÃO DA CABESP A UMA MULTINACIONAL, não podemos deixar de festejar, estávamos esperando este momento, há 50 anos. Chegou a hora. Quem fizer o serviço completo de rejuvenescimento ganhará um TICKET para um Happy Hour e outro para Um Porco no Rolete, só a Mila oferece estas maravilhas. Vou convidar minha avó. Ela está no céu, mas irá ficar linda para alegria dos anjos. Só para dizer que não falei de flores......

  14/06/2018 - 10:44 -   |   Comentar  |   



  145337 - PAULO SERGIO TASSO   fRANCA-SP

Concordo plenamente com os companheiros,
AFABESP, não divulga nada, nem parece nosso
representante.

  14/06/2018 - 09:41 -   |   Comentar  |   



  145336 - PAULO SERGIO TASSO   fRANCA-SP

Concordo plenamente com os companheiros,
AFABESP, não divulga nada, nem parece nosso
representante.

  14/06/2018 - 09:41 -   |   Comentar  |   



  145335 - JOSE DIMAS LORENZETTI   SOROCABA

COMENTARIO 145327 CLAUDEMIR, AGRADEÇO PELAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

  14/06/2018 - 05:22 -   |   Comentar  |   



  145334 - Alvaro Pozzetti   Bauru/SP

CONVÊNIO – MILA DEPILAÇÃO FEMININA.?????
O que que é isso minha gente???
E as gratificações ??? É o IGP DI??? Como é que fica?
A AFABESP está de BRINCADEIRA!!! Não A C R E D I TO !!!!!
O que que vcs acham?

  14/06/2018 - 23:32 -   |   Comentar  |   



  145333 - Claudinei Aleixo   Mirassol

com.145331 - BARBARIDADE, ONDE CHEGOU NOSSA AFABESP?????? COISA RIDÍCULA ESSA DIVULGAÇÃO, COM TANTOS ASSUNTOS PENDENTES E É ISSO QUE DIVULGAM.... A QUEM INTERESSA??? NOSSAS COLEGAS JÁ SABEM COMO FAZER ISSO.

  13/06/2018 - 19:28 -   |   Comentar  |   



  145332 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO - SP

Após questionar por 16 anos a metodologia da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a ação civil pública que movemos(idec) contra a abusividade nos reajustes dos planos de saúde individuais e familiares foi acatada pela Justiça ontem (12).
Com base em informações publicadas pelo Tribunal de Contas da União, reivindicamos por uma revisão da forma que a ANS regulamenta os reajustes em 7 de maio. O relatório da auditoria aponta distorções e falta de transparência na metodologia usada pela ANS para calcular o percentual máximo de reajuste dos planos - o que resultou em prejuízos irreparáveis ao consumidor.
Idec
A decisão da justiça afeta diretamente o bolso de 9,1 milhões de consumidores da saúde.
Saúde é uma necessidade básica.
O Idec luta para que todos tenham acesso a ela com dignidade. É momento de comemorarmos juntos!

  13/06/2018 - 18:24 -   |   Comentar  |   



  145331 - Claudimir de Souza Pinto   Piedade-SP

PELO SIM, PELO NÃO...

Hein?
IGPDI?

CONVÊNIO – MILA DEPILAÇÃO FEMININA

A Afabesp firmou convenio com a “Mila Instituto de Depilação SC Ltda.” para oferecer às nossas associadas e dependentes, seus serviços profissionais com deferência e desconto especial de 10%, mediante apresentação da carteira de associada.

O atendimento é feito na Rua São Bento, 82 – 4º andar, conjuntos 403 e 404, Centro, São Paulo de segunda a sexta-feira no horário das 9h00 às 19h00, e aos sábados das 9h30 às 12h30.

O agendamento poderá ser feito pelos fones (!!) 3105-7578 e Whatsapp (11) 9.6289-3655 ou email mila.depilacao@outlook.com Site: www.miladepilacao.com.br e ainda pelo Facebook https:www.facebook.com/MilaDepilacaoFeminina/ .

AFABESP – DIRETORIA

  13/06/2018 - 17:59 -   |   Comentar  |   



  145330 - Claudimir de Souza Pinto   Piedade-SP

145327 - JOSE DIMAS LORENZETTI SOROCABA
ESTOU NECESSITANDO DE... PARA QUE POSSA ADQUIRIR O CHAMADO DOCUMENTO DE CONTROLE DE APOSENTADORIA OU OS CONTRACHEQUES ANTERIOR A DEZEMBRO DE 1988 E POSTERIOR A JANEIRO DE 1999

Caro Jose Dimas, não sei se posso ajudá-lo em alguma coisa, mas, procurando informações, encontrei sem querer, (não o que queria) junto ao INSS, o CNIS – Cadastro Nacional de Informações Social -> Extrato Previdenciário.

No documento contem: número do NIT – CPF – Data de Nascimento – Nome da mãe:

Relações Previdenciárias -> Consta (a partir de) competência de 01/1982 (Valor do Salário – Banespa, até o dia de minha aposentadoria (08/10/1986). E, a partir dessa data, até o último credito recebido do INSS (mês a mês, discriminado).
Peço que não divulgue (rsrs) em janeiro de 1986, recebi Cr$19.726.998,00 (fiquei surpreso, pois não lembrava). O salário mínimo era Cr$600.000,00 o que correspondia na época a 32,88 salários mínimos. Não pergunte quanto recebo hoje que começo a chorar.
Voce pode verificar em sua carteira de trabalho.
Para ser sincero, achei meio complicado entrar no sistema do INSS, mas consegui.
Boa sorte!

  13/06/2018 - 17:41 -   |   Comentar  |   



  145329 - Claudimir de Souza Pinto   Piedade-SP

145327 - JOSE DIMAS LORENZETTI SOROCABA
ESTOU NECESSITANDO DE... PARA QUE POSSA ADQUIRIR O CHAMADO DOCUMENTO DE CONTROLE DE APOSENTADORIA OU OS CONTRACHEQUES ANTERIOR A DEZEMBRO DE 1988 E POSTERIOR A JANEIRO DE 1999

Caro Jose Dimas, não sei se posso ajudá-lo em alguma coisa, mas, procurando informações, encontrei sem querer, (não o que queria) junto ao INSS, o CNIS – Cadastro Nacional de Informações Social -> Extrato Previdenciário.

No documento contem: número do NIT – CPF – Data de Nascimento – Nome da mãe:

Relações Previdenciárias -> Consta (a partir de) competência de 01/1982 (Valor do Salário – Banespa, até o dia de minha aposentadoria (08/10/1986). E, a partir dessa data, até o último credito recebido do INSS (mês a mês, discriminado).
Peço que não divulgue (rsrs) em janeiro de 1986, recebi Cr$19.726.998,00 (fiquei surpreso, pois não lembrava). O salário mínimo era Cr$600.000,00 o que correspondia na época a 32,88 salários mínimos. Não pergunte quanto recebo hoje que começo a chorar.
Voce pode verificar em sua carteira de trabalho.
Para ser sincero, achei meio complicado entrar no sistema do INSS, mas consegui.
Boa sorte!

  13/06/2018 - 17:41 -   |   Comentar  |   



  145328 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

RESULTADO DO JULGAMENTO DA SEGUNDA LEVA DAS GRATIFICAÇÕES OCORRIDA HOJE
Partes do processo Embargante: ASSOCIACAO DOS FUNC APOSENTADOS DO BANCO DO EST SP Advogado: Dr. Antônio Manoel Leite Advogado: Dr. José Torres das Neves Advogado: Dr. José Tôrres das Neves
Advogado: Dr. Renato Rua de Almeida
Embargado(a): BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A.
Advogado: Dr. Maurício de Sousa Pessoa
Advogado: Dr. Mozart Victor Russomano Neto
Advogado: Dr. Paulo Varandas Júnior
Histórico do processo 13/06/2018 ***************************
Acolhidos os Embargos Declaratórios para prestar os *******************esclarecimentos constantes do voto do Relator******************************************************

  13/06/2018 - 16:28 -   |   Comentar  |   



  145327 - JOSE DIMAS LORENZETTI   SOROCABA

COLEGAS BANESPIANOS, ESTOU NECESSITANDO DE ENDEREÇO. TELEFONE . EMIL, DO RH SANTANDER, PARA QUE POSSO ADQUIRIR O CHAMADO DOCUMENTO DE CONTROLE DE APOSENTADORIA OU OS CONTRACHQUES ANTERIOR A DEZEMBRO DE 1988 E POSTEIROR A JANEIRO DE 1999. ESTOU ENCONTRANDO DIFICULDADE PARA CONSEGUIR, AGRADEÇO A QUEM POSSA AJUDAR.

  13/06/2018 - 16:19 -   |   Comentar  |   



  145326 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145310 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis-SP Concordo com vc, mais tarde, pode representar, estes funcionários na diretoria da Cabesp

  13/06/2018 - 14:20 -   |   Comentar  |   



  145325 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145310 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis-SP Concordo com vc, mais tarde, pode representar, estes funcionários na diretoria da Cabesp

  13/06/2018 - 14:20 -   |   Comentar  |   



  145324 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145310 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis-SP Concordo com vc, mais tarde, pode representar, estes funcionários na diretoria da Cabesp

  13/06/2018 - 14:20 -   |   Comentar  |   



  145323 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145310 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis-SP Concordo com vc, mais tarde, pode representar, estes funcionários na diretoria da Cabesp

  13/06/2018 - 14:20 -   |   Comentar  |   



  145322 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145310 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis-SP Concordo com vc, mais tarde, pode representar, estes funcionários na diretoria da Cabesp

  13/06/2018 - 14:20 -   |   Comentar  |   



  145321 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145310 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis-SP Concordo com vc, mais tarde, pode representar, estes funcionários na diretoria da Cabesp

  13/06/2018 - 14:20 -   |   Comentar  |   



  145320 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145310 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis-SP Concordo com vc, mais tarde, pode representar, estes funcionários na diretoria da Cabesp

  13/06/2018 - 14:20 -   |   Comentar  |   



  145319 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145310 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis-SP Concordo com vc, mais tarde, pode representar, estes funcionários na diretoria da Cabesp

  13/06/2018 - 14:20 -   |   Comentar  |   



  145318 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145310 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis-SP Concordo com vc, mais tarde, pode representar, estes funcionários na diretoria da Cabesp

  13/06/2018 - 14:20 -   |   Comentar  |   



  145317 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145310 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis-SP Concordo com vc, mais tarde, pode representar, estes funcionários na diretoria da Cabesp

  13/06/2018 - 14:20 -   |   Comentar  |   



  145316 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145310 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis-SP Concordo com vc, mais tarde, pode representar, estes funcionários na diretoria da Cabesp

  13/06/2018 - 14:20 -   |   Comentar  |   



  145315 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145310 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis-SP Concordo com vc, mais tarde, pode representar, estes funcionários na diretoria da Cabesp

  13/06/2018 - 14:20 -   |   Comentar  |   



  145314 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

145310 - Antonio Galvão Raiz Porto - Altinópolis-SP Concordo com vc, mais tarde, pode representar, estes funcionários na diretoria da Cabesp

  13/06/2018 - 14:20 -   |   Comentar  |   



  145313 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

145312 - Paulo Eduardo Dorsa Buitoni - Sao Paulo

PROCURE O ADVOGADO DA DANIELA:
------
Proc. DEPRE Nº: 7004092-57.2000.8.26.0500 – E.P. Nº 4092/2000
ALIMENTARES: 175/2001
AUTOR: NAZARETH CARDIA BITTENCOURT E O/O
SETOR DE EXECUÇÕES CONTRA A FAZENDA PÚBLICA São Paulo - SP
Nº DE AUTOS: 0401745-98.1994.8.26.0053
IPESP - INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DE SÃO PAULODevedora:
ADVOGADO: RUY CARDOSO DE MELLO TUCUNDUVAAdvogado(s):
CREDOR: ANTONIA LOPEZ PRANDATOCredor(es):
DANIELA DORSA BUITONI Credor(es):
LEONOR DA SILVA SANTOSCredor(es):
MARIA APARECIDA GOMES DE TOLEDOCredor(es):
MARIA STELLA C. BITTENCOURTCredor(es):
NAZARETH CARDIA BITTENCOURTCredor(es):
NAZARETH CARDIA BITTENCOURT E O/O (CUSTAS)Credor(es):
NAZARETH CARDIA BITTENCOURT E O/O (HONORÁRIOS)Credor(es):
RAIMUNDA DA COSTA MULLERCredor(es):
TEREZINHA GAZOLACredor(es):
VIDAL PEIXOTO DOS SANTO

  13/06/2018 - 13:33 -   |   Comentar  |   



  145312 - Paulo Eduardo Dorsa Buitoni   Sao Paulo

Gostaria de saber um telefone de contato para sabeer de um processo de precatório.Familiar
(11)9.8292-2475

  13/06/2018 - 12:06 -   |   Comentar  |   



  145311 - Mirian Coutinho   Sao Paulo SP

Alguem tem alguma noticia do processo do IGPDI como esta ? alguma novidade ???

  13/06/2018 - 10:55 -   |   Comentar  |   



  145310 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis-SP

Caro Eliel (com. 145306)

Desculpe-me, mas discordo literalmente da sua tese de INCLUSÃO DE SANTEDERIANOS na CABESP.
E o motivo é muito simples e óbvio. Tal inclusão é totalmente inviável: os santanderianos JAMAIS poderiam ser incluídos na ‘Direta’, como nós, os BANESPIANOS, o somos. A única hipótese seria a criação de um novo plano, a exemplo do “Cabesp Família”, que teria que ser AUTOSSUSTENTÁVEL, significando que não traria qualquer receita aos cofres da CABESP – como você sugere.
Em outras palavras, na minha opinião, abrir as portas da CABESP aos santanderianos serviria apenas para duas coisas: 1- trazer ‘gente estranha’ para o nosso convívio; 2- dar mais força ao nosso ‘Patrocinador’, que já possui demasiado poder na CABESP.
Mais uma vez desculpe-me pela contundência, mas é o que eu penso.

  13/06/2018 - 10:36 -   |   Comentar  |   



  145309 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Consertando: estudo profundo, sabedoria e capacidade, que parece que quem negociou não tem.

  13/06/2018 - 09:14 -   |   Comentar  |   



  145308 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Eliel eu acredito piamente em você. Mas o que fazer para sermos atendidos de acordo com as mudanças que você propõe? Eu acho que a única forma é votarmos não. Na assembléia e se houver plebicisto. Assim teriam que negociar conosco. Com colegas que como você tem estudo profundo sobre sabedoria.

  13/06/2018 - 09:12 -   |   Comentar  |   



  145307 - Eliel da Silva DOrnelas   Cabo Frio - RJ

Onde se lê 11º, leia-se 11º ano

  13/06/2018 - 23:58 -   |   Comentar  |   



  145306 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

Prezado colega Balbino (295). Muitos entendem que poucos decidem por muitos, fingindo não entenderem, mas lógico que entendem. É perfeitamente perceptível que qualquer jovem que sai de uma Universidade de Economia, Contabilidade e Administração, compreenderia e até mesmo ficaria estarrecido com tanta manipulação em um processo de negociação. Teriam fatos bastante substantivos para defenderem – não repetições em outras situações concretas, semelhantes – em suas Dissertações de Mestrados ou Teses em Doutorado.
Haja elementos para argumentações sobre advertências negativas, recomendando não repetições em possíveis outras situações semelhantes. Só não percebem quem não quer.
O pior é que temos de continuar vivendo neste mar tenebroso. Só Deus, pode nos arranjar uma forma dessa AGE não acontecer e decidirem que basta tão somente a mudança da alíquota de 2,5% para 4%, a partir de setembro de 2018, e chamar pelo menos 50% de novos santanderianos, conseguindo-se assim a diminuição da idade média dos associados e que estes novos associados só poderiam votar a partir do 11º da assinatura do seu contrato.
Assim, haveria um mínimo de equilíbrio, atendendo aos banespianos e à Cabesp. Após 15 meses, uma nova avaliação do NOVO FLUXO DE CAIXA, DA EVOLUÇÃO DOS NOVOS BALANCETES (LOGICAMENTE COM INCREMENTOS NA GERAÇÃO DE CAPITAIS PRÓPRIOS) E BALANÇOS ECONÔMICOS FINANCEIROS CONSISTENTES.
Rogamos a Deus para ele fazer um milagre e conceder sabedoria aos homens e estes perceberem o já deveria ser percebido logo de início. Abraços. Eliel

  13/06/2018 - 22:20 -   |   Comentar  |   



  145305 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Já repararam o quanto GM bebe de água e chazinho, enquanto está proferindo seus votos? Tudo pago pelos brasileiros honestos, através de escorchantes impostos. É muita mordomia para pouca produção. Enquanto isso processos com 10, 15 ou 20 anos estão lá parados sem solução ou esperando prescrição de propósito..

  12/06/2018 - 18:33 -   |   Comentar  |   



  145304 - Claudimir de Souza Pinto   Piedade-SP

Comentário 145303,

Caro Péricles de Andrade - Posso afirmar que me sinto lisonjeado por me considerar amigo e pela resposta esclarecedora que me enviou.
De fato, não procurei saber a respeito do artigo e fiquei imaginando o voto eletrônico, já na primeira votação.
Espero que aceite apenas um “MUITO OBRIGADO’ pela informação dada.
Retorno o forte abraço e peço que se sinta abraçado. Claudimir

  12/06/2018 - 14:51 -   |   Comentar  |   



  145303 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega Claudimir S. Pinto, percebe-se que vc não é familiarizado com Assembléias, pois misturou alhos com bugalhos, se não, vejamos:
1. O voto eletrônico não tem nada a ver com a procuração. Quem estiver presente, portador de procurações ou não, votará eletronicamente. Quando apertar o botão, se ele é só, deverá aparecer no placar 1 voto. Se ele tiver, digamos 6 procurações, aparecerá no placar 7 votos. Vc pergunta: Por que passar procuração, se não sabemos quem nos representa. Ninguém deve passar uma procuração em branco, sem prencher o nome do outorgado. No espaço do outorgante deve constar seus dados e no espaço do outorgado os dados de um colega de sua confiança que lá estará.
2. Como a Assembléia é de Alteração Estatutária, por força do Código Civil, para instalação e deliberação será necessário o quorum de 2/3 de todos os associados adimplentes. Segundo o Edital, somos 20.261, portanto o quorum é de 13.507, somados os presentes e suas respectivas procurações. Se for possível alcançar esse número até as 9:30, a Assembléia estará instalada. Aí, serão necessários os votos da maioria absoluta dos 20.261 associados, 50% + 1, ou seja, 10.131 votos para a proposta ser aprovada. Como dificilmente haverá quorum, não haverá Assembléia. No entanto, como já estarão muitos lá, inclusive a sra. presidente, será possível uma conversa para dirimir as dúvidas.
3. Então, resta o Plebiscito. Aí, o "bicho pega", pois não se exige número mínimo para aprovação, basta qualquer número, e também ninguém vota por procuração. Será via internet, no site da Cabesp, com uma senha previamente enviada a cada um, ou por tel., com a devida identificação.
Corrijam-me se estiver enganado. Um forte abraço, e até lá amigo.

  12/06/2018 - 07:45 -   |   Comentar  |   



  145302 - Claudimir de Souza Pinto   Piedade-SP

Como sou leigo no assunto, fico em dúvida e peço que me orientem sobre o significado de ALGUMAS COLOCAÇÕES contidas em mais um e-mail. abaixo, que acabo de receber.
afabesp
EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA A.G.E DA CABESP
A CABESP, divulgou em seu site, EDITAL de convocação para a Assembleia Geral Extraordinária, que será realizada em 30/06/18 (sábado) no E.C. BANESPA...
Clique aqui para ver o Edital e Procuração
______________________________________________________________________

Na forma estabelecida no artigo 32, inciso 1, alínea b do Estatuto Social da Associação, para a votação do item l será adotado o voto secreto e eletrônico.
(P) - Se podemos votar eletronicamente, por que dar procuração a alguém, se não sabemos quem estará nos representando?
... às 9h, em primeira convocação e às 9h30, em segunda convocação, para deliberarem sobre a seguinte ordem do día:
(P) Em segunda votação, não é com qualquer número?
(P) Então por que o realizar PLEBISCITO?
(PLEBISCITO - Não sendo atingido o quórum qualificado na AGE, os Associados ficam desde logo convocados a deliberarem sobre as alterações estatutárias, nos termos... do artigo 38 do Estatuto Social, em plebiscito a ser realizado no período de 30 de junho a 10 de julho de 2018. A votação ocorrerá eletronicamente, podendo os Associados votarem acessando o sítio eletrônico (portal) www:, ou o telefone 0800 772 2020.
Aceito e Libero críticas.

  11/06/2018 - 18:14 -   |   Comentar  |   



  145301 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

DECISÃO PUBLICADA HOJE REFERENTE AO PROCESSO DAS GRATIFICAÇÔES e QUE JÁ PASSEI AO ALVARO PARA UBLICAR NA INTEGRA POIS A MENSAGEM É GRANDE
TERCEIRO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO
675.945 SÃO PAULO
RELATOR : MIN. MARCO AURÉLIO
AGTE.(S) :BANCO SANTANDER BRASIL S/A
ADV.(A/S) :CARLOS MÁRIO DA SILVA VELLOSO FILHO E
OUTRO(A/S)
AGDO.(A/S) :ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS APOSENTADOS
DO BANCO DO ESTADO DE SÃO PAULO -
AFABESP
ADV.(A/S) :RENATO RUA DE ALMEIDA E OUTRO(A/S)
Petição/STF nº 63.761/2017
DECISÃO
VOTO DE DESEMPATE – TURMA –
CONTINUIDADE DO JULGAMENTO –
INCLUSÃO EM PAUTA E INTIMAÇÃO –
DESNECESSIDADE – REGIMENTO
INTERNO – VÍCIO INEXISTENTE.
1. O Gabinete prestou as seguintes informações:
Banco Santander Brasil S.A., mediante petição subscrita
por advogado regularmente credenciado, requer a anulação do
julgamento do terceiro agravo regimental no recurso
extraordinário com agravo nº 675.945, apontando falta de
intimação prévia atinente à sessão na qual a votação foi
concluída – Sessão Ordinária da Primeira Turma do dia 24 de
outubro de 2017.
Supremo Tribunal Federal
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O
documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 13989014.
ARE 675945 AGR-TERCEIRO / SP
Defende que, considerada a suspensão do julgamento
ocorrida na assentada do dia 8 de agosto de 2017, em
decorrência do empate registrado na apuração dos votos, havia
necessidade de nova inclusão em pauta, com publicação e
intimação prévia das partes relativamente à sessão em que seria
proferido o voto de desempate.
Alude aos artigos 935 e 1.021, § 2º, do Código de Processo
Civil, cuja redação é a seguinte:
Art. 935. Entre a data de publicação da pauta e a da
sessão de julgamento decorrerá, pelo menos, o prazo de 5
(cinco) dias, incluindo-se em nova pauta os processos que
não tenham sido julgados, salvo aqueles cujo julgamento
tiver sido expressamente adiado para a primeira sessão
seguinte.
Art. 1.021. Contra decisão proferida pelo relator
caberá agravo interno para o respectivo órgão colegiado,
observadas, quanto ao processamento, as regras do
regimento interno do tribunal.
A Turma, por maioria, negou provimento ao terceiro agravo
interno, nos termos do voto de Vossa Excelência. O acórdão
ainda não foi publicado.
Nos julgamentos, o Presidente do Plenário ou da
Turma, feito o relatório, dará a palavra, sucessivamente, ao
autor, recorrente, peticionário ou impetrante, e ao réu, recorrido
ou impetrado, para sustentação oral.
[...]
§ 2º Não haverá sustentação oral nos julgamentos de
agravo, embargos declaratórios, arguição de suspeição e
medida cautelar.
Não se verifica, nas razões do requerente, a indicação de prejuízo a
justificar o reconhecimento da apontada nulidade. Presente o artigo 1.022 do referido Código, há recurso adequado para afastar obscuridade,
eliminar contradição e suprir omissão.

ARE 675945 AGR-TERCEIRO / SP
3. Nego seguimento o pedido formulado.
4. Publiquem.
Brasília, 30 de outubro de 2017.*****************************
Ministro MARCO AURÉLIO
Relator

  11/06/2018 - 14:09 -   |   Comentar  |   



  145300 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

RESPONDENDO À SENHORA ROSELI SELIN DEVE IR AO FORUM HELY LOPES MEIRELLES EN SÃO PAULO VIADUTO DONA PAULINA , 80 12 ANDAR E VERIFICAR POIS SÃO VÁRIOS PROCESSOS E SEGUEM OS NÚMEROS ABAIXO:

Processo: 0306607-56.1984.8.26.0053 (053.84.306607-9)

(Tramitação prioritária)

Classe: Procedimento Comum

Área: Cível

Assunto: Pagamento
Local Físico: 16/05/2018 00:00 - Imprensa - 1º Decisão entrada- Prateleira:52 D
Distribuição: 11/11/2013 às 13:32 - Direcionada
Setor de Execuções contra a Fazenda Pública - Foro Central - Fazenda Pública/Acidentes
Controle: 2013/004756
Juiz: Camila Sani Pereira Quinzani
Outros números: 583.53.1984.306607, 1761/84
Partes do processo
Reqte: Sebastiao Sellin
Reqte: Jose Roberto Palaro
Advogada: Neide Ribeiro Palaro
Advogada: Maria Cristina Gonsales
Advogado: Michel Straub
Advogado: Nelson Palaro
Advogado: Belisario dos Santos Junior
Advogado: Ederson Geremias Pereira
Advogado: Marcello Martins Motta Filho

0306607-56.1984.8.26.0053 (053.84.306607-9) este é o que esta acima e é o mais antigo ***************************
Procedimento Comum / Pagamento
Reqte: Sebastiao Sellin
Recebido em: 28/12/1984 - Setor de Execuções contra a Fazenda Pública viaduto Dona Paulina , 80 12 andar ************************************************



Outros processos :

0906832-32.1981.8.26.0053 (053.81.906832-1)
Procedimento Comum / DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO
Agravte: Sebastião Sellin
Recebido em: 29/05/1981 - Setor de Execuções contra a Fazenda Pública
Reqte: Sebastião Sellin
Advogado: Aristides Botaro


0405740-85.1995.8.26.0053 (053.95.405740-9)
Procedimento Comum
Reqte: Sebastião Sellin
Recebido em: 19/04/1995 - Setor de Execuções contra a Fazenda Pública



0730494-96.1987.8.26.0053 (053.87.730494-9)
Procedimento Comum
Reqte: Sebastião Sellin
Recebido em: 14/12/1987 - Setor de Execuções contra a Fazenda Pública
Reqte: Sebastião Sellin
Advogado: MOYSES FLORA AGOSTINHO




0433798-40.1991.8.26.0053 (053.91.433798-9)
Procedimento Comum / Pagamento Atrasado / Correção Monetária
Reqte: Sebastião Sellin
Recebido em: 19/12/1991 - Setor de Execuções contra a Fazenda Pública
Reqte: Sebastião Sellin
Advogado: Achilles Craveiro
Advogada: Mariles Craveiro

  11/06/2018 - 13:25 -   |   Comentar  |   



  145299 - BALBINO RIBEIRO ALISEDA   SÃO PAULO-SP

GRANDE ANGELO GIACOMELLI !!

LEMBRO MUITO BEM!
MUITAS SAUDADES DE NOSSOS TEMPOS DA VELHA AG. DE CARAPICUIBA!
ABRAÇO GRANDE !
BALBINO.

  11/06/2018 - 12:24 -   |   Comentar  |   



  145298 - Roseli Sellin   São Paulo/SP

Bom dia,
Sou filha de militar falecido,e por uma curiosidade achei o nome de meu pai numa listagem de vocês, gostaria de saber o pq?
Se ele faleceu em 2000, nome dele é Sebastião Sellin
Aguardo
Desculpe o incomodo, nao tenho contato com minha familia biologica, porem recebo pensao por ele ser falecido, como faço pra descobrir qual advogado seria?
Aguardo
Roseli

  11/06/2018 - 12:22 -   |   Comentar  |   



  145297 - Eliel da Silva D Ornelas   Cabo Frio/RJ

Boma dia a todos:
Aproveito este ensejo para um novo comentário:
Digníssimos colegas, não ouvi nada, das rodadas das negociações. Li somente, por quinze minutos, o início dos dois Estatutos.
Fiquei deveras impactado em saber que eram doutores que representavam as empresas que sentaram à mesa das negociações.. Isto, de ambos os lados, pois para o banco, do porte como é, não poderia ser diferente. Poderiam, estes doutores não estarem sentados à mesa, mas com certeza já teriam instruídos os representantes da CABESP. É assim, que sempre funcionou em qualquer Organização de porte como o banco.
Acompanhei as citações dos colegas aposentados, os quais fizeram suas carreiras no antigo Banespa, mas disseram ter suspendidos seus estudos universitários, face as exigências e os compromissos com suas obrigações trabalhistas.
No entanto, estes colegas, propuseram as correções ao que fora escrito pelos negociadores de forma desconexas com as Normas da ABNT. Para se escrever sobre Normas, Procedimentos, Estatutos etc..., há de se obedecer o que a ABNT estabelece, justamente para se evitar diversas formas de interpretação.
Ao ler o ART. 4, parágrafo 4º do Estatuto proposto, constatei que os serviços da CABESP poderão ser utilizados por todos os funcionários do Conglomerado Santander. Então, logo, percebi, tratar-se de um mecanismo de INCREMENTO da receita com redução de despesas e consequentemente, reflexos positivos no FLUXO DE CAIXA DA CABESP e em seus BALANCETES E BALANÇO.
Assim, colegas, seria suficiente o aumento de 2,5% para 4% da cobrança para cada associado. Bastaria o banco estabelecer que seus funcionários, doravante seriam atendidos pela CABESP, em todo o território nacional. Supondo-se um aumento de no mínimo de 60% de novos associados, em relação à totalidade dos funcionários do Conglomerado do Santander, com idades, as quais imagino entre a faixa de 22 a 50 anos. Logo, fica fácil otimizar um INCREMENTO da RECEITA, pois jovens usam menos os serviços médicos, pelo processo natural da juventude. Estabelecendo-se assim uma nova média de idades entre o total de associados e a perenidade da CABESP.
Nada mais deveria ser proposto, pelo menos em um período de 15 meses. Neste espaço de tempo, observar-se-ia o comportamento do FLUXO DE CAIXA, BALANCETES E BALANÇO. Pela minha, incipiente análise, se os novos associados usassem os serviços oferecidos pela CABESP com a mesma cultura dos associados oriundos do antigo Banespa, teríamos resultados surpreendentes na ESTRUTURA DE CAPITAIS DA CABESP, melhoraria a GERAÇÃO DE CAPITAL PRÓRIO, AUMENTO DA RECEITA E DIMINUIÇÃO DAS DESPESAS. Portanto o que se pretende, tentando estabelecer três aumentos de alíquotas de cobranças aos associados, desnecessariamente.
Ainda há tempo para NOVAS RODADAS DE NEGOCIAÇÕES e implementarem as medidas acima propostas.
Em não se efetivando estas medidas, os senhores terão por muito tempo, sentimentos sendo cobrados em seus corações e mentes, estou aqui me reportando aos representantes das ASSOCIAÇÕES. Por outro lado, por muito tempo, também, seriam agraciados por elogios dos seus próprios colegas, fazendo-os se sentir muito mais do que simplesmente DIRETORES REPRESENTANTES.
Meus colegas, e mais especificamente a um DIRETOR que escreveu que existem ALGUMAS PESSOAS MENOS AVISADAS. De minha parte, esclareço a esse senhor que após minha aposentadoria, participei de modelações de empresas, preparando-as para serem vendidas e as quais foram vendidas e de ambos os lados, todos se sentiram e estão felizes até hoje. É muito lamentável que existam pessoas que não compreendem que NEGOCIAÇÕES nem sempre faz parte das competências de Advogados. Há outros profissionais que durante todo os seus Cursos, estão sendo treinados para este fim.
Por isso, digo que ao usar uma única CONSULTORIA, inclusive com prestação de serviços há anos para o banco, isto sim é um procedimento inaceitável.
Que o nosso Deus seja louvado. Amém
Eliel

  11/06/2018 - 12:20 -   |   Comentar  |   



  145296 - Angelo Giacomeli   Laranjal Paulista

ADRESSOGHRAF- esse palavrão veio à minha mente enquanto abria uma lata de cerveja na praia nesse fim semana. Seria o fim dos meus tempos?? O que uma lata tem a ver com esse equipamento? Que creio, seja conhecido de muitos colegas que trabalharam em agências. Para os que não se lembram, era um dispositivo de identificação nas folhas dos cheques.

  11/06/2018 - 12:04 -   |   Comentar  |   



  145295 - BALBINO RIBEIRO ALISEDA   SÃO PAULO-SP

ELIEL (293):

VC FOI AO PONTO EXATO DE TUDO!
TEMOS QUE VOTAR O AUMENTO PARA APENAS E SÒMENTE PARA ESTE ANO.
QUANTO A 2019 E 2020 DEVEMOS FAZER NOVAS ASSEMBLEIAS NOS PRÓXIMOS ANOS,BASEADOS EM NOVOS ESTUDOS E NOVOS FLUXOS DE CAIXA COMO VC DISSE.
QUAL A NECESSIDADE DE VOTARMOS AGORA PARA 2019 E 2020???
EU NÃO CONSIGO ENTENDER ESSA "URGÊNCIA" !!!!!
COMO PODEMOS PROCEDER PARA COLOCAR ESSA PROPOSTA NA ASSEBLÉIA ????

  11/06/2018 - 11:38 -   |   Comentar  |   



  145294 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

A propósito da AGE Cabesp continuamos na mesma. "Voto sim, voto não, acho assim acho assado, concordo aqui discordo acolá" etc. O que ninguém se preocupa é com uma posição uniforme. Depois, se algo der errado (e sempre dá) vem o chororô, as insinuações, o rol dos culpados, os traidores, etc. É (e sempre foi) assim. Com relação à aplicabilidade do CDC aos planos de saúde, recentemente (abril) o STJ publicou a Súmula 608 com a seguinte redação:- "Aplica-se o Código de Defesa do Consumidor aos contratos de plano de saúde, salvo os administrados por entidades de autogestão" (caso da Cabesp) - Nonato/Teresina.

  11/06/2018 - 08:45 -   |   Comentar  |   



  145293 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

Digníssimos colegas, não ouvi nada, das rodadas das negociações. Li somente, por quinze minutos, o início dos dois Estatutos.
Fiquei deveras impactado em saber que eram doutores que representavam as empresas que sentaram à mesa das negociações. Isto, de ambos os lados, pois para o banco, do porte como é, não poderia ser diferente. Poderiam, estes doutores não estarem sentados à mesa, mas com certeza já teriam instruídos os representantes da CABESP. É assim, que sempre funcionou em qualquer Organização de porte como o banco.
Acompanhei as citações dos colegas aposentados, os quais fizeram suas carreiras no antigo Banespa, mas disseram ter suspendidos seus estudos universitários, face as exigências e os compromissos com suas obrigações trabalhistas.
No entanto, estes colegas, propuseram as correções ao que fora escrito pelos negociadores de forma desconexas com as Normas da ABNT. Para se escrever sobre Normas, Procedimentos, Estatutos etc..., há de se obedecer o que a ABNT estabelece, justamente para se evitar diversas formas de interpretação.
Ao ler o ART. 4, parágrafo 4º do Estatuto proposto, constatei que os serviços da CABESP poderão ser utilizados por todos os funcionários do Conglomerado Santander. Então, logo, percebi, tratar-se de um mecanismo de INCREMENTO da receita com redução de despesas e consequentemente, reflexos positivos no FLUXO DE CAIXA DA CABESP e em seus BALANCETES E BALANÇO.
Assim, colegas, seria suficiente o aumento de 2,5% para 4% da cobrança para cada associado. Bastaria o banco estabelecer que seus funcionários, doravante seriam atendidos pela CABESP, em todo o território nacional. Supondo-se um aumento de no mínimo de 60% de novos associados, em relação à totalidade dos funcionários do Conglomerado do Santander, com idades, as quais imagino entre a faixa de 22 a 50 anos. Logo, fica fácil otimizar um INCREMENTO da RECEITA, pois jovens usam menos os serviços médicos, pelo processo natural da juventude. Estabelecendo-se assim uma nova média de idades entre o total de associados e a perenidade da CABESP.
Nada mais deveria ser proposto, pelo menos em um período de 15 meses. Neste espaço de tempo, observar-se-ia o comportamento do FLUXO DE CAIXA, BALANCETES E BALANÇO. Pela minha, incipiente análise, se os novos associados usassem os serviços oferecidos pela CABESP com a mesma cultura dos associados oriundos do antigo Banespa, teríamos resultados surpreendentes na ESTRUTURA DE CAPITAIS DA CABESP, melhoraria a GERAÇÃO DE CAPITAL PRÓRIO, AUMENTO DA RECEITA E DIMINUIÇÃO DAS DESPESAS. Portanto o que se pretende, tentando estabelecer três aumentos de alíquotas de cobranças aos associados, desnecessariamente.
Ainda há tempo para NOVAS RODADAS DE NEGOCIAÇÕES e implementarem as medidas acima propostas.
Em não se efetivando estas medidas, os senhores terão por muito tempo, sentimentos sendo cobrados em seus corações e mentes, estou aqui me reportando aos representantes das ASSOCIAÇÕES. Por outro lado, por muito tempo, também, seriam agraciados por elogios dos seus próprios colegas, fazendo-os se sentir muito mais do que simplesmente DIRETORES REPRESENTANTES.
Meus colegas, e mais especificamente a um DIRETOR que escreveu que existem ALGUMAS PESSOAS MENOS AVISADAS. De minha parte, esclareço a esse senhor que após minha aposentadoria, participei de modelações de empresas, preparando-as para serem vendidas e as quais foram vendidas e de ambos os lados, todos se sentiram e estão felizes até hoje. É muito lamentável que existam pessoas que não compreendem que NEGOCIAÇÕES nem sempre faz parte das competências de Advogados. Há outros profissionais que durante todo os seus Cursos, estão sendo treinados para este fim.
Por isso, digo que ao usar uma única CONSULTORIA, inclusive com prestação de serviços há anos para o banco, isto sim é um procedimento inaceitável.
Que o nosso Deus seja louvado. Amém
Eliel D’Ornelas

  11/06/2018 - 08:35 -   |   Comentar  |   



  145292 - acascaes@yahoo.com.br Antonio Carlos Cascaes   São José

Este é meu novo Email gostaria de receber o resumo das msg por esseemail. Obrigado

  11/06/2018 - 22:09 -   |   Comentar  |   



  145291 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

respondendo à colega ALIS DIBA VOCÊ TEM RAZÃO TERÃO DE EXPLICAR POIS, ESTA REGULAMENTADO NO ESTATUTO E FAZ MAIS DE DEZ ANOS

CAPÍTULO VI
Do Patrimônio e das Contribuições

Art. 17. Constituirão patrimônio da Caixa
I - contribuições de custeio, a cargo:
a) dos associados ou dependentes contribuintes, quando for o caso;
b) do Banco do Estado de São Paulo, S.A.;
c) das empresas do Conglomerado Banespa.
II - co-participação nos custos dos atendimentos previstos no artigo 15, Inciso I ao IV. (consultas e exames);
Art. 15. A assistência à saúde prestada pela Caixa consistirá em:
I - consultas com médicos e entidades conveniadas com a Caixa;
II - reembolso até o valor da taxa fixa de consulta estabelecida pela Caixa, do despendido em consulta com médico não conveniado, desde que a sua especialidade esteja entre aquelas qualificadas junto à Caixa;
III - exames ou tratamentos especializados requeridos prescritos pelo médico-atendente, quando se tratar de laboratório, estabelecimento ou médico nas condições do convênio mantido;
IV - reembolso, até o valor das taxas fixas estabelecidas pela Caixa, quando, na hipótese do inciso anterior, se tratar de laboratórios, estabelecimentos ou médicos não conveniados com a Caixa;

Art. 24. A co-participação prevista no artigo 17, Inciso II, será de 25% e limitada a 500 CH’s ou valor equivalente.

  10/06/2018 - 18:35 -   |   Comentar  |   



  145290 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Cont. Considerando estes motivos, meu voto é não.

  10/06/2018 - 09:34 -   |   Comentar  |   



  145289 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Da forma como está redigido o novo estatuto, com vários erros apontados pelo colega Eliel e mais, pelo fato de, se aprovado, estarmos dando a cabespsantander o direito de decisão sobre os reajustes nas contribuições após o reajuste de de 2020

  10/06/2018 - 09:32 -   |   Comentar  |   



  145288 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Falaram que a cabespsantander pode aumentar a coparticipacao sem assembléia, por isto negociaram desta forma. Mas que eu me lembre para incluir a coparticipação foi decidido em assembléia e que vigora no estatuto.

  10/06/2018 - 09:23 -   |   Comentar  |   



  145287 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO


O princípio de solidariedade entre as gerações — afirma Cláudia Beré, promotora de Justiça de Direitos Humanos/Idoso do Ministério Público de São Paulo Ela afirma : - “ LEI DOS PLANOS PROÍBE ALTA
A Lei que regula o funcionamento dos planos de saúde proíbe o reajuste por faixa etária para quem tem 60 anos ou mais. Porém, há algumas brechas que permitem esse reajuste: a proibição só vale para contratos assinados a partir de 2004, quando foi publicado o Estatuto do Idoso.
Para os contratos assinados entre janeiro de 1999 (ano da lei dos planos) e 2004, a proibição só vale para os que estão na mesma operadora há mais de dez anos.
Para os planos anteriores a 1999, valem as cláusulas do contrato. Mesmo assim, a Justiça tem entendido que o Estatuto do Idoso vale para contratos anteriores a 2004.

  10/06/2018 - 22:43 -   |   Comentar  |   



  145286 - josé geraldo de araujo   bragança paulista-sp

Colegas Banespianos, a nossa experiência profissional adquirida no dia a dia da vida, bagagem que temos de sobra, nos diz que em todas as propostas de ALTERAÇÃO DE: CLÁUSULAS CONTRATUAIS, CONVENÇÃO, ESTATUTO, ETC., EXIGE-SE DO POSTULANTE o oferecimento dos TEXTOS ORIGINAIS (O QUE FOI CONTRATADO) e a seu lado, O TEXTO PROPOSTO PARA AS PRETENSAS ALTERAÇÕES.
Além disso, quais os estudos que embasam as alterações e os MOTIVOS PARA ALTERAÇÃO.
Essas propostas tem que ser INDIVIDUALIZADAS a cada participante (ou contratante), sem o qual NÃO HÁ QUE SE PENSAR EM ALTERAR NADA, devido não termos recebido qualquer indicação nesse sentido.
Da forma como está planejada, O MEU VOTO É NÃO EM TODAS AS PROPOSTAS.

  09/06/2018 - 10:39 -   |   Comentar  |   



  145285 - Orly Guerra   Vila Velha/ES

Boa noite Álvaro e Bosco, recebi esta msg do Getúlio, pedindo para eu divulgar. Respondi conforme abaixo e pediria para publicar o anexo.
Será que vocês, democraticamente poderiam publicar?
--------------------
De: getulio de souza coelho
Enviada em: quinta-feira, 7 de junho de 2018 12:14
Para: ORLY GUERR capixaba
Assunto: PARECER DA ASSESSORIA JURIDICA DA AFABESP SOBRE MATÉRIA PUBLICADA NA REDE.
--------------------
Prezado Orly
As "fakes" espalhadas na rede sobre a alteração estatutária da Cabesp, causaram grande alarde entre os banespianos menos avisados.
Por essa razão, a Assessoria Jurídica da Afabesp (Dr. Dalmiro) elaborou um esclarecimento sobre a não incidência do CDC sobre os planos de saúde fechados (Cabesp) e também a não aplicabilidade do Estatuto do Idoso, no caso.
Se puder e quiser divulgar entre as pessoas da rede, fique à vontade.
Um abraço
Getúlio S. Coelho
-----------------
Boa noite Getúlio, as explicações sobre a proposta da Cabesp (Santander), dos colegas: José Milton, Galvão, Péricles, Eliel e outros, estão bem claras, basta a diretoria da afá analisá-las e não aceitar simplesmente, porque o Santander apresentou, via Cabesp, e preparada por uma empresa desconhecida MERCER. A afá já procurou saber quem contratou a MERCER?
Perguntei ao Marcos qual empresa que as 3 associações contrataram para analisar a proposta do banco. Resposta foi que a Mercer é que apresentou os cálculos.
Getúlio, não entendo como vocês ainda aceitam o que o banco diz. Já esqueceram dos déficits dos planos? Que o banco, acossado, respondeu que foi somente erro contábil. (repetindo, não houve pedido de SALDO ATUARIAL, que derrubaria qualquer patifaria do banco).
A maioria dos banespianos, que pensam, não aceitam nada que venha do banco. Sempre há uma pegadinha.
Por que não foi feito uma contraproposta ao banco, sobre pagar imediatamente os dois processos?
Que o banco apresente na justiça essa proposta. Lá poderemos conversar e o banco se comprometer de cumprir o que for decidido. NA JUSTIÇA!
Péricles disse e mostrou para o Marcos que a cabesp disse uma coisa para vocês e ESCREVEU OUTRA.
Galvão disse que o art. 17 não está claro.
José Milton, Eliel e outros mostraram que há pegadinhas na proposta.
E, diga-me você, por que aprovar essa proposta preparada pelo Santander e apresentada pela cabesp?
VAMOS PRA JUSTIÇA!
O que os colegas estão EXPLICANDO NÃO SÃO “FAKES”.
Se não concordam, basta mostrar que os colegas estão errados, explicando onde estão os erros
Tudo indica que vocês estão de acordo e nem querem discutir nada; nós, associados temos que concordar e ponto final.
Quanto à divulgação da carta, vou pedir ao Álvaro do ApdoBanespa para publicar em destaque. Ele é democrático e permite oposições.
Um abraço!
Orly Guerra-

  09/06/2018 - 09:38 -   |   Comentar  |   



  145284 - Dimas Gomes de Melo   ARARAS SP

DESCULPE me expressei muito mal , de jeito nenhum , nâo acho que a afabesp seja culpada de nada disso . grande abraço

  09/06/2018 - 23:39 -   |   Comentar  |   



  145283 - Dimas Gomes de Melo   ARARAS SP

boa noite. Por favor ,onde consulto nome da relaçao do nosso PLR ?

  09/06/2018 - 23:22 -   |   Comentar  |   



  145282 - Reinaldo Gotz de Oliveira   Ourinhos SP

Caros colegas Pericles, Dr.Raimundo Nonato, Dr.José Milton, demais doutores, demais colegas: Pouco se tem comentado sôbre o número expressivo de colegas que podem ser alijados da tutela antecipada e desdobramentos, ação IGP-DI, devido às ações individuais ou plúrimas, patrocinadas pelos advogados da AFABESP e das AFABANS. Gostaria de saber a opinião dos solícitos colegas, já que acredito que muitos ainda estão na expectativa de estarem no rol de beneficiários, caso a ação coletiva seja vencedora, após sua longa jornada e bote longa nisso, em virtude de estarem se atendo tão somente a não existência de litispendência entre a coletivas e as individuais. Mas é exatamente no código 104 do CDC, que afasta a litispendência, que está claro com todas as frias letras, que os autores das ações individuais que não pedirem sua suspensão no prazo de 30 dias à contar da ciência nos autos, da existência da ação coletiva, o que acredito ter ocorrido em todas as individuais, através de alegações por parte do réu, da existência de litispendência, não aceitas pelos julgadores, amparados pelo código acima citado. Se todo o exposto for correto (espero estar redondamente enganado), já não é hora de não continuarmos com falsas expectativas?. Estamos fora e pronto ! Quando contarmos causos do BANESPA para nossos netos e bisnetos, poderemos dizer que lá em 2005 entramos com uma ação individual para NÃO SERMOS BENEFICIADOS por uma coletiva. O que me chamou a atenção hoje ao verificar meu processo individual, foi a rapidez com que tramitou, pois a audiência deu-se em março/2006 em maio/2010 já estava julgado pelo TST, o último agravo de instrumento. Quando é para levarmos ferro, nossa justiça age rapidinho. Boa sorte aos que seguem na ação. Vida que segue. Fiquem com DEUS.

  09/06/2018 - 21:47 -   |   Comentar  |   



  145281 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO


ANDAMENTO DO PROCESSO DA GRATIFICAÇÃO ARE 675945
PROCESSO FÍSICO PÚBLICO NÚMERO ÚNICO:
RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO
Origem: SP - SÃO PAULO
Relator Atual: MIN. ALEXANDRE DE MORAES
RECTE.(S) ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS APOSENTADOS DO BANCO DO ESTADO DE SÃO PAULO - AFABESP ADV.(A/S) RENATO RUA DE ALMEIDA (0029241/SP) RECTE.(S) BANCO SANTANDER BRASIL S/A ADV.(A/S) VICTOR RUSSOMANO JÚNIOR (3609/DF)Todas as Partes
SEÇÃO DE COMPOSIÇÃO E CONTROLE DE ACÓRDÃOS Enviado por GABINETE MINISTRO ALEXANDRE DE MORAES em 07/06/2018 Guia 5399/2018 Recebido em 08/06/2018 ****************************************************

  09/06/2018 - 21:25 -   |   Comentar  |   



  145280 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Voto NÃO!

  08/06/2018 - 14:34 -   |   Comentar  |   



  145279 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Eu já decidi: VOTO NÃO..

  08/06/2018 - 13:50 -   |   Comentar  |   



  145278 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

O que vem deste Banco tem que se pensar muito.
Cláusula 44. Só nos prejudicou. Chamariz:abono. Nos enganou com um pequeno abono.

  08/06/2018 - 12:50 -   |   Comentar  |   



  145277 - Valdeci Ferreira Xavier   Araçatuba

Sobre a CABESP, penso que, se votarmos a favor das alterações, como estão pretendendo, estaremos dando poder ao Santander para efetuar aumentos de 6% todo ano. Embora conste que será dentro do intervalo de 2,5% a 6,0% acredito que o Santander jamais fará reajuste inferior a 6,0%.

  08/06/2018 - 12:23 -   |   Comentar  |   



  145276 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

CORRIGINDO - com 142253 - .....Desde 16.05.2018 a juíza concedeu prazo de mais 40 dias para a Afabesp manifestar-se no proc.,cujo vencimento será em, se o mês de julho for de recesso judiciário, 13/ago, e se não houver o recesso, 13/jul .....

  08/06/2018 - 12:20 -   |   Comentar  |   



  145275 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

CABESP: Com todo esse afogadilho, sinto-me inseguro e estou pressentido que nos daremos um novo tiro no pé. Se temos que fazer, façamos direito, com toda a segurança.

  08/06/2018 - 10:20 -   |   Comentar  |   



  145274 - Auro Ortega de Oliveira   Campo Grande MS

ASSEMBLEIA CABESP - PELO SIM PELO NÃO VOTE NÃO. POIS OS 2.5% VOCE AINDA PODE PAGAR.

  08/06/2018 - 22:17 -   |   Comentar  |   



  145273 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

145227 - Alis Diba
"Pedi a Afabesp . . . A resposta . . . estou mau informada".

Ontem fiquei bastante chateado com tudo que está acontecendo. Estamos caminhando para novo drama. o desgaste é grande!
--

  08/06/2018 - 21:07 -   |   Comentar  |   



  145272 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

Respondendo ao colega do comentário abaixo

o BANESPREV aplicou o reajuste proporcional ao tempo que voce fazia jus à época. Março a Setembro, correspondente a 6 meses, portanto, metade do índice.

  07/06/2018 - 18:37 -   |   Comentar  |   



  145271 - Valmir Benedito Monteiro   Matão/SP

José Milton de Andrade.
Solicito parecer.
Recebo complementação pelo Banesprev II, início 03/2015. No reajuste de 09/2015 recebi somente 50% do índice. Banesprev me informou que era referente ao período (06 meses) que estava recebendo. Não foi convincente. esta correto?

  07/06/2018 - 16:31 -   |   Comentar  |   



  145270 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

João e José. Concordo.

  07/06/2018 - 16:12 -   |   Comentar  |   



  145269 - José Carlos Neves   Guarujá/SP

Como bem frisou o Bosco:
Devemos nos precaver, pois além do aumento da contribuição, o Santander poderá enfiar-nos goela abaixo, a posteriori, o aumento da co-participação e a adoção de franquia nos procedimentos médicos.
O Santander não faz bondade para ninguém; atrás de cada ação, haverá sempre uma intenção (contra nós, obviamente).
Fiquem atentos.

  07/06/2018 - 09:48 -   |   Comentar  |   



  145268 - João Bosco Galvão de Castro   Guaratinguetá/SP

Caros colegas,
Está sendo justificado que o aumento da contribuição de certa forma compensa o aumento da coparticipação que a Cabesp queria fazer e também a adoção de franquia nos procedimentos médicos.
Existe compromisso formal sobre isso, ou é só promessa verbal ?
Com o banco a gente tem de ter tudo registrado em cartório, com testemunha, gravação pois eles não são adeptos de cumprirem o que prometem.
Será que não é mais uma pegadinha ?
"Cachorro mordido de cobra tem medo de linguiça."
Um abraço
Bosco

  07/06/2018 - 09:34 -   |   Comentar  |   



  145267 - LUÍS SÉRGIO CAMPI   Batatais/SP

ANTONIO CARLOS BERNARDO
Parabéns! Tenha um feliz aniversário!

  06/06/2018 - 19:57 -   |   Comentar  |   



  145266 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

RESPONDENDO AO COLEGA COMENTÁRIO 145265 - BALBINO RIBEIRO ALISEFA - SÃO PAULO - SP, INFELIZMENTE, A VOTAÇÃO VIRA DE FORMA RESPONDER SIM OU NÃO E ASSIM SENDO NÃO HAVERÁ OPÇÕES PARA FAZER QUALQUER OBSERVAÇÃO. O QUE PODE SER FEITO É ALGUM QUESTIONAMENTO POR ESCRITO E PEDIR NA ASSEMBLÉIA, QUE SEJA ANEXADO À ATA DA ASSEMBLÉIA,OU FAZER ALGUMA SOLICITAÇÃO ÀS ENTIDADES PARA APRESENTAR A QUESTÃO, MAS PELOS COMENTÁRIOS NÃO IRÃO CONCORDAR.PORÉM NÃO CUSTA TENTAR, VÁ ATÉ AS MESMAS E CONVERSE COM AS DIRETORIAS.

  06/06/2018 - 19:38 -   |   Comentar  |   



  145265 - BALBINO RIBEIRO ALISEFA   SÃO PAULO - SP

JOSÉ MILTON DE ANDRADE:

Gostaria de saber sua opinião, se há espaço na Assembleia da Cabesp no dia 30/06; para colocar uma proposta, baseada no meu comentário (nº 250), de hoje; ou seja: colocar em votação apenas o aumento deste ano? E deixar para os próximos anos, os futuros aumentos?
Obrigado.

Balbino

  06/06/2018 - 19:22 -   |   Comentar  |   



  145264 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

COMPLEMENTANDO O COMENTÁRIO ABAIXO SEGUE O ANDAMENTO DO PROCESSO CITADO E VEJA QUE JÁ ESTA LÁ HÁ TRÊS MESES

Partes do processo

Agravante(s): BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A.
Advogado: Dr. Mozart Victor Russomano Neto

Agravado(s): ARNALDO FARIA DA SILVA E OUTROS
Advogado: Dr. Marcos Aurélio Pinto
Histórico do processo
10/05/2018***********************************************
Petição: 123677/2018 - Pedido de prioridade Lei nº 12.008/2009
04/05/2018************************************************
Petição: 116336/2018 - Instrumento de Mandato
06/04/2018
Conclusos para voto/decisão (Gabinete do Ministro Alexandre Luiz Ramos)
06/04/2018
Distribuído por sorteio ao Exmº Ministro ALR - T4 em 06/04/2018
05/04/2018
Autuado
16/03/2018
Remetidos os Autos para Coordenadoria de Classificação, Autuação e Distribuição de Processos para autuar e distribuir
12/03/2018
Remetidos os Autos para Coordenadoria de Processos Eletrônicos para identificação de peças
09/03/2018
Recebidos os autos no TST
09/03/2018
Pré-Autuação

  06/06/2018 - 19:02 -   |   Comentar  |   



  145263 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

RESPONDENDO AO COLEGA COMENTÁRIO 145260 - Antônio Pelegrino - Cafelândia -SP NA MINHA OPINIÃO NÃO IRÁ PARA REPERCUSÃO GERAL, MAS A EXECUÇÃO TEREMOS QUE SOLICITAR À NOSSA ENTIDADE PROVIDÊNCIAS PARA IR PREPARANDO OS CÁLCULOS, POIS, O BANCO VAI TENTAR CONTESTAR TUDO QUE FOR REALIZADO, POIS HÁ UM CASO IGUAL AO NOSSO QUE INICIOU SE TAMBÉM EM 1998,E DEPOIS DE VINTE ANOS DE COM DETERMINAÇÃO DO TRT 02 SP MANDAR PAGAR E DEPOIS DE MUITA BRIGA PARA ESCLARECER OS CÁLCULOS DE 20 COLEGAS; O PROCESSO VOLTOU AO TST E ESTA PARA SER JULGADO NOVAMENTE O NÚMERO DELE É 0179100-77-1998-5-02-0009 E DEVERÁ SER JULGADO BREVEMENTE,MAS SERÁ PELA SEGUNDA VEZ, POR CAUSA DE TANTOS RECURSOS ABSURDOS, QUE AGORA DEVE TERMINAR DE VEZ. AGORA O NOSSO QUE TEM 8.062 COLEGAS PRECISARIA COMEÇAR FAZER OS CÁLCULOS ASSIM QUE DECIDIR E JÁ VER O RESULTADO DESSE QUE BREVEMENTE SERÁ RESOLVIDO E TENTAR ESTUDAR SE HÁ CONDIÇÕES DE ALERTAR OS JULGADORES DO QUE OCORREU COM OS DOIS PROCESSOS E ASSIM QUEM SABE ABREVIAR O RECEBIMENTO, MAS NÃO SERÁ FÁCIL. SE NÃO HOUVER UM A BOA PREPARAÇÃO E ACOMPANHAMENTO PERSISTENTE PODERÁ DEMORAR UM BOM TEMPO.PORTANTO PRECISAMOS NOS PREPARAMOS PARA CORRER ATRÁS.

  06/06/2018 - 18:55 -   |   Comentar  |   



  145262 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

1. SE A AÇÃO DAS GRATIFICAÇÕES DA PRIMEIRA TURMA - STF/ARE 675945 - FOR A REPERCUSSÃO GERAL(RG), ENTRA NUMA FILA E SÓ SERÁ JULGADO DAQUI A MAIS DE 8 ANOS - Conforme pesquisa, nestes 10 da existência da RG, foram admitidos 656 casos e julgados 367, restando em "estoque" 289. Nesses 10 anos, a média de casos julgados foi de 36,7. Se a nossa ação fosse hoje admitida como RG e não entrasse mais nenhum, seriam necessários 8 anos para que o último da fila (o nosso) fosse julgado em plenário. Mas, como ano a ano não param de ser admitidas RGs, o estoque só aumenta. Então concluímos que, se admitida como RG, a nossa ação ainda terá muito que esperar, infelizmente.
2. A Afabesp divulgou notícia hoje, 06.06, da decisão de REJEIÇÃO DOS EMBARGOS DE DECLARAÇAO neste caso. Diz que NÃO acredita que o caso vá a RG. No entanto, pelo que sabemos, no plenário virtual de RG, quando votam os 11 mins., são necessários 8 votos pra rejeitar a admissão da RG, ou seja, bastam 3 votos pelo sim para que siga a RG. Como no nosso caso, apenas 9 min. votarão, bastam 2 pelo sim para que vá a RG. Então, pela lógica, é muito mais provável que vá a RG, embora ninguém queira isso. Se acontecer o saudável otimismo da Afabesp, pela inexistência da RG, então o proc. volta à 36ª Vara do Trabalho de SP para execução, em que o Satander deve nos pagar as gratificações desde o 2º sem. de 1.996. Façam suas apostas, srs e sras.

  06/06/2018 - 18:09 -   |   Comentar  |   



  145261 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Explicação sobre a votação:

Julio Higashino A forma de votação vai ser a seguinte: na Assembleia: aquela maquininha que voce aperta uma tecla, como foi na Assembleia que aprovou a conta do exercicio de 2017. 1- sim 2 - não.

No plebiscito: o associado vai receber senha por e-mail ou SMS no celular.
O associado entra no portal clica na opção que vai indicar a votação. Vai ter que se identificar, e entrar com a senha recebida. E clicar a opção desejada.
Por telefone: o associado sera direcionado para votação. A orientação como proceder será passo a passo

  06/06/2018 - 16:24 -   |   Comentar  |   



  145260 - Antônio Pelegrino   Cafelândia -SP

C- 145258 - Colega José Mílton- Nossos corações não estão mais com aquela capacidade jovem de suportar fortes emoções. Porém, quando se tem uma notícia alvissareira, nos regeneramos.A maioria dos colegas esperam para ontem o recebimento das Ações, pois nossa saúde é afetada diariamente. Pelo seu conhecimento na área, gostaria que nos dissertasse sobre o andamento final desta Ação, caso houvesse a inexistência de Repercussão geral. Retornará diretamente à 1a.Instância(36a.Vara de Trabalho) ou para . TRF. Outra coisa? Não passará pela fase de conhecimento ou já passou. Quanto tempo demorará + ou - na fase de execução? Agora se houver Repercussão, para enfrentar a fila, só na outra encarnação! Obrigado antecipadamente.

  06/06/2018 - 15:55 -   |   Comentar  |   



  145259 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

145255-Prezada colega Zoia. Parabéns pelo seu comentário e posição. Pessoas que exercem liderança, seja ela direta ou indireta, tem que terem uma postura. E você exerceu essa posição, após analisar os prós e os contras do assunto. Eu, como vou participar de duas reuniões com nossas principais instituições, vou aguardar o debate para me posicionar, mas sempre voltado para o interesse da coletividade banespiana. Entendo que eu não tenho que aceitar o que se apresenta, mas acima de tudo, apoiar o que é essencial para a vida dos nossos colegas banespianos. Sempre tive como objetivo solidarizar-me com a coletividade e nunca com a individualidade, desde que a razão prevalece sobre a emoção, não me importando, se no futuro, haverá problemas a serem resolvidos.
Carlos Alberto Rodrigues dos Santos-Afaban-BH

  06/06/2018 - 15:48 -   |   Comentar  |   



  145258 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

06/06/2018 – AÇÃO DAS GRATIFICAÇÕES SEMESTRAIS – MAIS UMA DECISÃO FAVORÁVEL À AFABESP NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
Publicado em 6 de junho de 2018 por Afabesp
Em sessão realizada ontem, dia 05/06/18, a 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal, por unanimidade, com os votos dos Ministros Alexandre de Moraes (Relator), Luís Roberto Barroso e Luiz Fux, rejeitou os Embargos de Declaração opostos pelo Banco Santander, no Recurso Extraordinário do próprio Banco.
Agora, caberá ao Ministro Alexandre de Moraes apresentar ao Plenário Virtual do STF, a sua manifestação sobre a existência, ou não de “repercussão geral” quanto à matéria abordada pelo Banco no seu Recurso Extraordinário.
Essa manifestação do Ministro Relator será encaminhada, eletronicamente, aos demais Ministros que compõem o Supremo Tribunal Federal, exceto aos ministros Marco Aurélio e Rosa Weber, que se encontram impedidos de se manifestar no nosso processo.
Recebendo a manifestação do Ministro Relator, caberá aos demais Ministros em condições de se manifestar, deliberar, também eletronicamente, se concordam ou não com as ponderações que lhes foram apresentadas, não havendo espaço para fundamentação. Ou seja, a decisão de cada um dos Ministros se resumirá em acompanhar, ou não, a manifestação do Ministro Relator, apontando “sim” ou “não”.
Se o resultado for pela existência de repercussão geral, o que não se acredita, o Recurso Extraordinário do Banco ainda será julgado pelo STF.
Por outro lado, se o resultado final for pela inexistência de repercussão geral, hipótese mais provável, o Recurso Extraordinário do Banco estará automaticamente rejeitado. E nesse caso, depois que tal decisão se tornar definitiva, o que significará a nossa vitória, o processo retornará à 1ª Instância (36ª Vara do Trabalho de São Paulo) para início da fase de execução do processo, visando a apuração dos valores das gratificações semestrais devidas aos associados da AFABESP relacionados na ação, haja vista a decisão anterior proferida pelo Tribunal Superior do Trabalho, confirmando as decisões das instâncias inferiores daquele mesmo Tribunal, as quais julgaram ilegal a supressão desse benefício pelo Banco, no segundo semestre de 1994.
Enfim, foi dado mais um passo importante para o sucesso definitivo da demanda proposta pela AFABESP em prol dos seus associados, devido ao excelente trabalho dos nossos advogados.
AFABESP – DIREITORIA

  06/06/2018 - 15:11 -   |   Comentar  |   



  145257 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

CAMILO FERNANDES- Parabéns pelo seu esclarecimento. Ninguém, até hoje, se dignou a expor a real situação para nós de maneira clara e objetiva. Pelo que pude analisar, existe na realidade, uma ameaça velada e possível de ser realizada pelos "ditadores" da Cabesp(Santander), ameaça essa que pode se transformar em realidade, pois só dependem deles. Desta maneira, proponho que todos analisem com carinho as suas posições face ao risco existente. É o que eu pretendo fazer após as reuniões que estarei participando, uma da AFUBESP E a outra da AFABESP. Após, com certeza, em função de outros esclarecimentos, estarei exercendo, como mandatário de uma instituição(AFABAN-BH), uma posição em defesa dos interesses de meus associados e dos banespianos, dentro de minha visão. Agradeço a todos.
Carlos Alberto Rodrigues dos Santos-Presidente da Afaban-BH

  06/06/2018 - 15:08 -   |   Comentar  |   



  145256 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis-SP

Sobre a manifestação do diretor da Afubesp, Camilo Fernandes, colo abaixo o comentário que fiz no Face:

>
Com relação ao item 4 entendo que as coisas não são do jeito que você coloca. Na verdade, a coparticipação é um dos Regulamentos do Estatuto da CABESP, como são o do Subsídio da Assistência à Saúde e o da Assistência Odontológica. E lá no Art. 29, onde estão consignadas as atribuições da Assembleia Geral, aparece o inciso V com o registro de que compete - privativamente - a ela referendar as ”resoluções da Diretoria da Caixa, atinentes aos Regulamentos previstos neste Estatuto”.
Portanto, para mexer no Regulamento da Coparticipação ele tem que ter, sim, o nosso referendo.
É o que, na minha opinião, pode e deve ser sempre alegado quando o banco vier com essa ‘conversa’ de aumento.

  06/06/2018 - 14:50 -   |   Comentar  |   



  145255 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Pessoal vamos atentar para este detalhe que eu não conhecia: Não estamos dando carta branca ao Santander para aumentar a Cabesp como ele bem desejar.
Por isso estou aqui defendendo o voto SIM, respeitando aqueles que ainda assim acham melhor votar não.
Lembro a quem está pregando o voto não, que a alteração inicial pretendida pelo Santander era:
1 -Aumentar o teto da copar de R$125,00 para R$ 270,00;
2 – Individualizar a cobrança dessa copar, hoje é por grupo familiar, passaria a ser cobrada por individuo;
3 – Instituir uma cobrança de franquia por internação que variaria de R$1.000,00 à 1.500,00;
4 – Aumentar os procedimentos que teriam incidência da cobrança da copar.
Essas alterações na coparticipação não precisariam de consulta à assembleia, é ato de gestão, ou seja, se essa proposta for recusada a direção da Cabesp vai implementar essas alterações e a conta ficara apenas conosco que pagamos a Coparticipação, já que o Santander não contribui com a Coparticipação.

Acho que a única saida é irmos à Assembleia para alterar este art.17, para que o texto fique mais claro, pq quem elaborou o texto, o defende, porém, para nós, está confuso! Se é isto mesmo, eles não se oporão quanto a alteração do texto, que ficará do jeito que eles querem, porem com um texto nosso.

  06/06/2018 - 14:45 -   |   Comentar  |   



  145254 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

com;251 que a verdade venha a tona!

  06/06/2018 - 14:12 -   |   Comentar  |   



  145253 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Cara sra. Vera Gurzoni - com 145234 -, o proc. do IGP-DI, atualmente se desenrola (arrasta-se) em duas frentes: 1. AÇÃO ORIGINAL - 2002 - O julgamento está sobrestado (paralisado) no TRF-3, aguardando a convocação de mais dois desembargadores, desde 21.02.2018, para desempatar decisão de, se o proc. segue no STF ou é enviado à Justiça Comum Estadual para prosseguimento, conforme solicitação da Advocacia Geral da União. 2. AÇÃO DE CUMPRIMENTO PROVISÓRIO DE SENTENÇA - 2015 - Desde 16.05.2018 a juíza concedeu prazo de mais 40 dias para a Afabesp manifestar-se no proc., cujo vencimento deve ocorrer em 13/ago. Neste caso o Satander admitiu que somente 56 colegas, segundo seus critérios, têm direito ao reajuste pretendido, de uma lista de 12.363 apresentada pela Afabesp. O e-mail do José Milton de Andrade Marques é jm123@terra.com.br

  06/06/2018 - 13:08 -   |   Comentar  |   



  145252 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caros Camilo Fernandes, Zóia R.Lima e demais colegas - com. 145249 -, entendo perfeitamente que a intenção da Cabesp pode ter sido de escalonar os reajustes através dos anos de 2018, 2019 e 2020, elevando o índice atual de 2,5% até 6%, e que, após, não pretenda elevar esse índice além desses 6%, podendo, no entanto, apenas diminuí-lo ao índice mínimo de 2,5%. Louvável iniciativa. Acontece que, o texto do art. 17 proposto para alteração, na lógica, não diz isso. Ficou muito confuso, ambíguo e de dúbia interpretação. Diz que, a partir de 2.021, poderão ocorrer VARIAÇÕES dentro do intervalo de, no mínimo 2,5% até o máximo de 6%, mediante .....Ora, todos sabemos que uma VARIAÇÃO pode ser a menor ou maior. Se a Cabesp quer uma variação sempre menor que os 6% estabelecidos em 2.020, então deve deixar clara a redação, bastando para isso, como sugestão, assim enunciar o inciso III: "Após os períodos estabelecidos no inciso II, poderão ocorrer variações, sempre a menor do índice máximo de 6% até o mínimo de 2,5%, mediante ......reajuste aplicado". Ou, então esquecer esses incisos, colocando tudo isso no caput, como, por ex., assim: "A contribuição de custeio devida pelos associados será de, no mínimo de 2,5% a, no máximo 6% sobre o total de sua remuneração mensal. As alterações dentro desse intervalo ocorrerão da seguinte forma: (como consta no inciso II)
a)......
b).......
c)..........
Creio ser essa uma das formas de se livrar desse texto atualmente proposto pela Cabesp, que tanta dúvida tem levantado, e adequá-lo às suas reais e dignas intenções. Abs a todos.

  06/06/2018 - 12:36 -   |   Comentar  |   



  145251 - joao alfredo de andrade almada   guaratingueta sp

viva tacla duran, logo logo, os verdadeiros bandidos serão desmascarados !

  06/06/2018 - 12:06 -   |   Comentar  |   



  145250 - Balbino Ribeiro Aliseda   SÃO PAULO-SP

Prezados colegas:
Não seria mais simples votarmos os aumentos a cada ano. Ou seja nessa Assembleia do dia 30/06/18 votarmos o aumento de 2,5 para 4,0; convocarmos outra Assembleia no proximo ano para votarmos o 5,0, se necessário, e em 2020 votarmos para os 6,0, tbm se necessário. Teriamos tempo até o ano que vem, pra contratar uma empresa para estudar qual o indice de aumento e fazer um comparativo com o estudo realizado pela empresa contratada pela Cabesp.
Será que há mesmo necessidade de decidirmos agora, o aumento para os próximos tres anos. No Brasil não é possivel se projetar indices economicos para mais do que 90 dias, quanto menos para 03 anos. Teremos novo governo no próximo ano, ninguém pode prever como ficará a inflação, nem a Selic, nem se as aplicações financeiras permanecerão nos atuais 6% a.a. ou voltará para os 2 digitos e isso traria mais recursos para nossa Cabesp. E o que dizer de 2020, a empresa contratada pela Cabesp, será que conseguiu prever o que vai acontecer lá. E quantos de nossos colegas, ainda estarão utilizando os serviços de Cabesp. Será possivel prever isso?
É dificil um contrato prever um indice de aumento anual antecipado para 03 anos, nem nunca tivemos um dissidio coletivo de trabalho (exceto nosso congelamento de salários), ter indices antecipado para tres anos. Portanto minha proposta é que se decida, nessa Asembleia, sòmente a elevação para o próximo ano.

  06/06/2018 - 11:59 -   |   Comentar  |   



  145249 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Pessoal, achei importante esta redação do Camilo no grupo CABESP DE MÃOS DADAS e em outros grupos.

Camilo Fernandes compartilhou um link.
Administrador · 16 min
Bom dia a toda comunidade banespianas.
Como prometi ontem, escrevo aqui um texto no intuito de esclarecer alguns mal-entendidos e algumas informações equivocadas em relação ao processo da alteração do custeio da Cabesp, que será objeto de debate e deliberação da AGE – Assembleia Geral Extraordinária no dia 30/06/2018.
Peço a paciência e atenção de todos para que leiam atentamente e reflitam sobre a melhor decisão a ser tomada. Reafirmo que o objetivo é esclarecer sobre o tema para que cada um possa votar de acordo com sua consciência, tendo a noção do que acontecerá com a Cabesp se votar SIM ou NÃO na proposta de alteração do custeio.
As associações (Afubesp, Afabesp e Abesprev) e sindicatos se reuniram inúmeras vezes com a direção da Cabesp para discutir o tema e após quase 1 (hum) ano, chegamos a uma proposta que trará, em nosso entendimento, uma tranquilidade financeira para a Cabesp.
Foi um fato histórico para nós pois pela primeira vez após a privatização, as associações estiveram unidas em busca de uma solução para o problema da Cabesp. Durante todo esse processo mantivemos nossa unidade e demonstramos ao Santander que em defesa da Cabesp e do Banesprev estaremos sempre unidos!
Um dos principais pontos que está gerando confusão e dúvida é sobre o percentual de aumento.
Na proposta negociada, o percentual de custeio que hoje é de 5% passaria para 12% de forma escalonada. Como o custeio é dividido igual para os associados e o Banco ficaria da seguinte forma:
Para o associado, passaria em 2018 de 2,5% para 4,0%, em 2019 de 4,0% para 5,0% e em 2020 de 5,0% para 6%0.
Algumas pessoas entendem que a partir de 2021 a Cabesp pode aumentar o percentual do jeito que quiser, ERRADO, pois na proposta, a partir de 2021 a diretoria da Cabesp pode mudar o custeio baseado num estudo atuarial que mostre que é possível, só que essa mudança só pode ser feita dentro de um intervalo entre 2,5% a 6,0%, ou seja, podemos ter uma variação a partir de 2021, mas não mais que 6,0%. Para aumentar mais que isso será necessário nova negociação e nova assembleia.
Não estamos dando carta branca ao Santander para aumentar a Cabesp como ele bem desejar.
Por isso estou aqui defendendo o voto SIM, respeitando aqueles que ainda assim acham melhor votar não.
Lembro a quem está pregando o voto não, que a alteração inicial pretendida pelo Santander era:
1 -Aumentar o teto da copar de R$125,00 para R$ 270,00;
2 – Individualizar a cobrança dessa copar, hoje é por grupo familiar, passaria a ser cobrada por individuo;
3 – Instituir uma cobrança de franquia por internação que variaria de R$1.000,00 à 1.500,00;
4 – Aumentar os procedimentos que teriam incidência da cobrança da copar.
Essas alterações na coparticipação não precisariam de consulta à assembleia, é ato de gestão, ou seja, se essa proposta for recusada a direção da Cabesp vai implementar essas alterações e a conta ficara apenas conosco que pagamos a Coparticipação, já que o Santander não contribui com a Coparticipação.
Para quem ainda tem dúvidas, peço que leia as matérias das associações e sindicatos e se ainda tiverem dúvidas vamos conversar.
Consulte o link abaixo:
http://afubesp.org.br/associacoes-sindicatos-cabesp-e-sant…/

Desculpem se me alonguei, um abraço e ótima semana.

  06/06/2018 - 11:21 -   |   Comentar  |   



  145248 - Camilo Fernandes   São Paulo/SP

Bom dia a toda comunidade banespianas.
Como prometi ontem, escrevo aqui um texto no intuito de esclarecer alguns mal-entendidos e algumas informações equivocadas em relação ao processo da alteração do custeio da Cabesp, que será objeto de debate e deliberação da AGE – Assembleia Geral Extraordinária no dia 30/06/2018.
Peço a paciência e atenção de todos para que leiam atentamente e reflitam sobre a melhor decisão a ser tomada. Reafirmo que o objetivo é esclarecer sobre o tema para que cada um possa votar de acordo com sua consciência, tendo a noção do que acontecerá com a Cabesp se votar SIM ou NÃO na proposta de alteração do custeio.
As associações (Afubesp, Afabesp e Abesprev) e sindicatos se reuniram inúmeras vezes com a direção da Cabesp para discutir o tema e após quase 1 (hum) ano, chegamos a uma proposta que trará, em nosso entendimento, uma tranquilidade financeira para a Cabesp.
Foi um fato histórico para nós pois pela primeira vez após a privatização, as associações estiveram unidas em busca de uma solução para o problema da Cabesp. Durante todo esse processo mantivemos nossa unidade e demonstramos ao Santander que em defesa da Cabesp e do Banesprev estaremos sempre unidos!
Um dos principais pontos que está gerando confusão e dúvida é sobre o percentual de aumento.
Na proposta negociada, o percentual de custeio que hoje é de 5% passaria para 12% de forma escalonada. Como o custeio é dividido igual para os associados e o Banco ficaria da seguinte forma:
Para o associado, passaria em 2018 de 2,5% para 4,0%, em 2019 de 4,0% para 5,0% e em 2020 de 5,0% para 6%0.
Algumas pessoas entendem que a partir de 2021 a Cabesp pode aumentar o percentual do jeito que quiser, ERRADO, pois na proposta, a partir de 2021 a diretoria da Cabesp pode mudar o custeio baseado num estudo atuarial que mostre que é possível, só que essa mudança só pode ser feita dentro de um intervalo entre 2,5% a 6,0%, ou seja, podemos ter uma variação a partir de 2021, mas não mais que 6,0%. Para aumentar mais que isso será necessário nova negociação e nova assembleia.
Não estamos dando carta branca ao Santander para aumentar a Cabesp como ele bem desejar.
Por isso estou aqui defendendo o voto SIM, respeitando aqueles que ainda assim acham melhor votar não.
Lembro a quem está pregando o voto não, que a alteração inicial pretendida pelo Santander era:
1 -Aumentar o teto da copar de R$125,00 para R$ 270,00;
2 – Individualizar a cobrança dessa copar, hoje é por grupo familiar, passaria a ser cobrada por individuo;
3 – Instituir uma cobrança de franquia por internação que variaria de R$1.000,00 à 1.500,00;
4 – Aumentar os procedimentos que teriam incidência da cobrança da copar.
Essas alterações na coparticipação não precisariam de consulta à assembleia, é ato de gestão, ou seja, se essa proposta for recusada a direção da Cabesp vai implementar essas alterações e a conta ficara apenas conosco que pagamos a Coparticipação, já que o Santander não contribui com a Coparticipação.
Para quem ainda tem dúvidas, peço que leia as matérias das associações e sindicatos e se ainda tiverem dúvidas vamos conversar.
Consulte o link abaixo:
http://afubesp.org.br/associacoes-sindicatos-cabesp-e-santander-chegam-um-acordo-sobre-deficit-da-caixa-beneficente/

Desculpem se me alonguei, um abraço e ótima semana.

  06/06/2018 - 11:18 -   |   Comentar  |   



  145247 - Roberto Moraes   São Roque/SP

12%.?
Caro Marcos,
Não é isso que consta no inciso III. A Cabesp disse uma coisa pra vcs e escreveu outra. A partir de 2.020, segundo esse inciso, ela pode VARIAR para maior dos 6%, do mínimo 8,5% até o máximo 12%. É o que consta no texto. É o que vejo. Abs,
Péricles.

  06/06/2018 - 11:06 -   |   Comentar  |   



  145246 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Mas, se não der o quórum, como fica? Precisamos saber se neste caso fica aprovada a matéria. Ou não?

  06/06/2018 - 10:54 -   |   Comentar  |   



  145245 - Roberto Moraes   São Roque/SP

Eu, particularmente, vou abster-me de votar, para ajudar a não dar o quórum exigido pela assembleia que é de maioria absoluta, ou seja, 50%+1 dos 20.100 participantes, pelas seguintes razões.
1 – Se os atuais 2,5%, segundo os cálculos atuariais, dão para até 2.040, por quanto tempo dará os 4% (60% de aumento) que passaremos a contribuir a partir de setembro deste ano? Existe algum estudo a respeito?
2 – No ano seguinte iremos a 5%, ou seja, 100% de aumento em relação aos 2,5%. Por quanto tempo daria?
3 – Os 6% são, a meu ver, exagerados.

  06/06/2018 - 10:48 -   |   Comentar  |   



  145244 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Com.145190- João Batista
Lamentável nossa situação.
Até ónde o Santander quer chegar. Muito triste. Lidamos com uma empresa desonesta.

  06/06/2018 - 10:38 -   |   Comentar  |   



  145243 - Emilio Nurta de Siqueira   Campinas SP

Relação dos precatórios de janeiro de 2018 publicado no apdobanespa.
Algum colega poderia informar se existe previsão para pagamento obrigado. emílio murta de siqueira

  06/06/2018 - 10:36 -   |   Comentar  |   



  145242 - Emilio Nurta de Siqueira   Campinas SP

Relação dos precatórios de janeiro de 2018 publicado no apdobanespa.
Algum colega poderia informar se existe previsão para pagamento obrigado. emílio murta de siqueira

  06/06/2018 - 10:36 -   |   Comentar  |   



  145241 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Pessoal, estou um pouco perdida com relação a este quorum. Nunca conseguimos, em outras votações de estatuto, que, foram à plebiscito. Desta vez, parece que o Bco quer conseguir este quorum e está usando o voto eletrônico, já. Será que convem votar? É uma questão, talvez se não votarmos, nem presencialmente, nem eletronicamente... Configura o que? Aguardo resposta dos entendidos.

  06/06/2018 - 10:01 -   |   Comentar  |   



  145240 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Pessoal, estou um pouco perdida com relação a este quorum. Nunca conseguimos em outras votações de estatuto que, foram a plebiscito. Desta vez, parece que o Bco quer conseguir este quorum e está usando o voto eletrônico, já. Será que convem votar? É uma questão, talvez se não votarmos, nem presencialmente, nem eletronicamente... Configura o que? Aguardo resposta dos entendidos.

  06/06/2018 - 09:54 -   |   Comentar  |   



  145239 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Com. 213 - Prezado Carlos Alberto. Obrigado por concordar com minha modesta sugestão. Quanto aos indicados não tenho restrição a ninguém, pois creio todos interessados em obter o melhor pra nós. Mas veja que afora vc nenhum outro se manifestou concordando, discordando ou apresentando outra proposta. Parece que cada um, impulsionado pela vaidade, quer mesmo é impor seu entendimento pessoal, continuando o assunto neste verdadeiro "samba do crioulo doido". No fim ficam as críticas, mágoas, etc., e o Santander ainda mais bem montado na gente. Como sempre, desde os bons tempos do "glorioso". Se ninguém se entende, a única certeza é a de que o resultado vai desagradar a alguns. Juntos também pode acontecer, mas pelo menos evita insinuações. Abraços, Nonato-Teresina.

  06/06/2018 - 08:54 -   |   Comentar  |   



  145238 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO REJEITADOS - ARE 675945 - STF/AÇÃO DAS GRATIFICAÇÕES DA PRIMEIRA TURMA - ÓTIMA NOTÍCIA, O PROC NÃO VOLTARÁ AO TST PRA SANAR "DUVIDA" DO SATANDER. AGORA, PODE IR A REPERCUSSAO GERAL (RG). SE FOR A RG ESTAMOS TODOS FUX.....DOS.

  06/06/2018 - 08:37 -   |   Comentar  |   



  145237 - Marcos Aurélio Pinto   Vinhedo/SP

Amigo Péricles!
Eu já li e refleti sobre o texto do Art. 17 e não consigo enxergar o que você vê. O inciso I só fala que a contribuição será de 2,5% no mínimo e de 6% no máximo. Não há neste inciso I outro intervalo que não seja o dos percentuais mínimo e o máximo da contribuição. O inciso III por sua vez, fala que as variações dos percentuais a critério da Diretoria, será DENTRO do intervalo previsto no inciso I. Ora, se a variação somente poderá ser dentro do intervalo de 2,5 a 6% não há como entender que possa de 6,5% ou mais, porque seria Fora do intervalo do inciso I.
Confesso que estou tranquilo quanto à redação do Art. 17.
Marcos Aurélio Pinto


Caro colega e nobre causídico Marcos,
Se a Cabesp não tinha a intenção de, após 2.020, elevar o índice acima do máximo 6%, deveria fazer um texto "enxuto", nos moldes que já "propus". A obrigatoriedade de limitar-se ao intervalo de, no mínimo 2,5% e no máximo 6%, deveria estar no caput. Feito isso, mais nada precisa ser feito. A questão fundamental é que, pela lógica, uma "variação" pode ser a maior ou menor. Se a menor, desnecessário o inciso III, pois nem se pede autorização de uma Assembléia pra beneficiar seus associados. Basta comunicar a redução e aplicar. Nunca, nenhum associado vai exigir a convocação de uma Assembléia para aprovar a redução de índice. E se acontecer, 100% aprovará. Agora vem a questão. Mas, e SE, a partir de 2.020 os títulos estiverem menos dos 6% de rendimento e "otras cositas más", e a "coisa apertar"? Aí está fácil pra Cabesp. É só aumentar os 6%, de, no mínimo 8,5% até o máximo de 12%, numa boa, sem convocação de Assembléia, numa canetada dos diretores presidente e de operações. O famigerado inciso III diz "...VARIAÇÕES dentro do intervalo de, no mínimo 2,5% e no máximo 6% .....". Ora, se existe essa possibilidade, por que sofrer na dúvida? Quem gosta de sofrer são os masoquistas, e nós não somos, já estamos sofrendo demais! Mas, se não é essa a intenção da Cabesp, que refaçam o texto, como mais ou menos assim: "Art.. 17 - A contribuição de custeio devida pelos associados será de no mínimo 2,5% até o máximo de 6% sobre o total de sua remuneração mensal. As alterações dentro desse intervalo ocorrerão da seguinte forma (nos moldes do inciso II);
a)
b)
c) .........."
É o que penso. Até agora ninguém me convenceu do contrário.. Sigo na minha tese. Abs do colega e amigo
Péricles.

  06/06/2018 - 08:30 -   |   Comentar  |   



  145236 - JOAO PEREIRA NETTO PEREIRA   NOVA GRANADA

Parabens pelo Aniverssário Muita Saúde e paz junto com seus familiares lembraças da Querida turma da Ag Paula Sousa. Abraços
Muita paz.

  06/06/2018 - 08:24 -   |   Comentar  |   



  145235 - Camilo Fernandes   São Paulo/SP

Gostaria de perguntar aos que estão pregando o voto Não, se tiveram oportunidade de conversar com alguns dos representantes que estiveram na mesa de negociação? Acho que falar sobre o assunto sem ter esclarecido suas dúvidas e dado oportunidade, a nós que estivemos negociando com a Cabesp, de explicar a situação o que significa o SIM ou o NÃO é muito complicado e temerário

  06/06/2018 - 08:19 -   |   Comentar  |   



  145234 - Vera gurzoni   Ribeirão Preto

Ola bom dia!
Queria informações sobre a ação do IGPD I.
Sou filha de Joao Gilberto Gurzoni, aposeneado e falecido.
Se puderem me informar o email do Sr José Milton tbm
Grata

  06/06/2018 - 06:38 -   |   Comentar  |   



  145233 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

E, será que podemos confiar neste voto eletrônico?

  06/06/2018 - 22:23 -   |   Comentar  |   



  145232 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

PREZADOS COLEGAS SEGUNDO A INFORMAÇÃO ABAIXO A VOTAÇÃO SERÁ ELETRÔNICA E TODOS PODERÃO SEGUIR AS ORIENTAÇÕES ABAIXO ;

" ------- Mensagem encaminhada -------
De: "Vice Presidente 2"
Para:
Assunto: RES: ALTERAÇÃO ESTATUTÁRIA DA CABESP
Data: 05/06/2018 15h24min25s UTC
Prezado José Milton
Cada associado receberá uma senha e com ela poderá votar pelo site da Cabesp ou por fone 0800. Com a senha o voto será válido, pois as ligações serão gravadas. Estamos disponibilizando as Afabans para dar apoio aos benespianos que quiserem utilizar o Computador.
GETULIO "

  06/06/2018 - 21:17 -   |   Comentar  |   



  145231 - JOAO JAIR BIBIANO   ARAÇATUBA (SP)

Parabéns SR ERCIO, FELICIDADE SAUDE. Abraço

  05/06/2018 - 20:51 -   |   Comentar  |   



  145230 - João Batista Vieira   Sertãozinho-SP

Prezados

Recebo diariamente os e-mails do nosso querido “velhinho” de bengala, com belas mensagens.
Tenho acompanhado as manifestações dos nossos colegas à respeito das mudanças e possíveis aumentos da Cabesp.
Concordo e apoio totalmente estas manifestações, porém gostaria que alguém ou nossas associações, nossos representantes, se posicionassem à respeito do Cabesp Família...
Eu e muitos outros colegas estamos sendo estropiados com valores mensais absurdos e aumentos estratosféricos (16%) em maio/18.
Não vejo ninguém falar nada à respeito... parece que nós somos ignorados, ninguém nos defende ou apresenta alguma alternativa para amenizar o sofrimento que muitos estão passando. Temos colegas saindo da Cabesp e recorrendo ao INSS e Upas.!!! Pessoas que como eu trabalharam 30 anos ou mais no Banespa.
Obrigado e faça circular meu manifesto aos nossos queridos colegas.
João Batista

  05/06/2018 - 20:30 -   |   Comentar  |   



  145229 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

http://afubesp.org.br/wp-content/uploads/2018/06/afubesp-85_Especial_web-II.pdf

vem mais coisa por ai temos que prepararmos e o que será que as nossas entidades farão ???




repassando !!!!!!!!!!!!!!!


Banesprev e SantanderPrevi estão na mira do Santander

Falta de interesse e compromisso com o futuro do Banesprev e com o SantanderPrevi, plano dos funcionários oriundos do Real, ficam cada vez mais nítidos a cada novo movimento do banco.

Leia tudo nesta edição especial do Jornal da Afubesp, clicando sobre a imagem para acessar ao pdf.
José Milton

  05/06/2018 - 20:24 -   |   Comentar  |   



  145228 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Infelizmente colegas, não tivemos a sorte que os funcionários do ex- Banerj tiveram. Eles não tiveram nenhuma redução nos salários pela compra do Banerj pelo Banco Itaú. E não precisaram entrar na justiça. Parabéns BA bco Itaú pela honradez e honestidade.

  05/06/2018 - 20:05 -   |   Comentar  |   



  145227 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Pedi a Afabesp suspender a assembléia para dar mais tempo para discutirmos. A resposta foi que estou mau informada e explicaram como já explicaram para outros colegas que contestaram a alteração.

  05/06/2018 - 20:00 -   |   Comentar  |   



  145226 - JOSÉ LUIZ GAYA BITTENCOURT   SÃO PAULO SP

REF 145223 NELSON:
PODEMOS CONSTATAR QUE O APDOBANESPA VIROU PALCO DE EXPLANAÇÃO DE VÁRIOS COLEGAS QUE NEM SABEM O QUE ESTÃO FALANDO; ISTO PODE-SE CONSTATAR ATRAVÉS DA INFORMAÇÃO DO COLEGA NELSON (REF 145223) REFERENTE O JULGAMENTO DA AÇÃO DAS GRATIFICAÇÕES QUE NENHUM COLEGA SE MANIFESTOU POR QUE NEM SABEM O QUE QUE DIZER ESSA DECISÃO.

  05/06/2018 - 19:17 -   |   Comentar  |   



  145225 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

Se a afá não pedir cancelamento dessa malfadada assembleia,

vamos depender do comparecimento dos BANESPIANOS DE SÃO PAULO

à dita assembleia.

---

  05/06/2018 - 18:20 -   |   Comentar  |   



  145224 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES


Alis disse muito bem:

"Por que ela não pede a impugnação deste edital, visto o tempo curto para discutirmos a situação?"

Eliel e Natanael, “tutti sono amici”
---

  05/06/2018 - 17:59 -   |   Comentar  |   



  145223 - Nelson Luiz Palomino   Ribeirão Preto/SP

ARE 675945 - RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO (Processo físico)
Origem: SP - SÃO PAULO
Relator atual MIN. ALEXANDRE DE MORAES
RECTE.(S) ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS APOSENTADOS DO BANCO DO ESTADO DE SÃO PAULO - AFABESP
ADV.(A/S) RENATO RUA DE ALMEIDA (0029241/SP) E OUTRO(A/S)
RECTE.(S) BANCO SANTANDER BRASIL S/A
ADV.(A/S) VICTOR RUSSOMANO JÚNIOR (3609/DF)
RECDO.(A/S) OS MESMOS
Andamentos
DJ/DJe
Jurisprudência
Deslocamentos
Detalhes
Petições
Recursos
Data Andamento Órgão Julgador Observação Documento
05/06/2018 Embargos rejeitados PRIMEIRA TURMA Decisão: A Turma, por unanimidade, rejeitou os embargos de declaração, nos termos do voto do Relator. Impedidos os Ministros Marco Aurélio e Rosa Weber. Presidência do Ministro Alexandre de Moraes. Primeira Turma, 5.6.2018.
Decisão de Julgamento

  05/06/2018 - 17:56 -   |   Comentar  |   



  145222 - Roseli Sellin   Guarulhos/SP

Gostaria de saber pq consta o nome do meu pai nessa listagem, e o que isso significa?

Sebastião Sellin

Grata

  05/06/2018 - 17:46 -   |   Comentar  |   



  145221 - Tiago Muzzi   Belo Horizonte/MG

Prezado Sr. Carlos Alberto e demais colegas da AFABAN/BH,

Sirvo-me deste para informar que ontem a Secretaria do Tribunal Pleno do Tribunal Superior do Trabalho, ao julgar recurso inadequado apresentado pelo Banco, além de não conhecer o mesmo aplicou multa de 5 % (cinco por cento) sobre valor atribuído a causa.

Trata-se de ação ajuizada para 5 (cinco) banespianos, pleiteando o recebimento da PLR de 2015, nas mesmas condições do pessoal da ativa.

Em sentença o MM. Juízo entendeu incompetência absoluta da Justiça do Trabalho para julgar o feito. Apresentamos Recurso Ordinário visando à reforma total da sentença.

O Tribunal Regional do Trabalho acolheu o nosso recurso para reconhecer a competência da Justiça do Trabalho para processar e julgar o feito, condenando o Banco a pagar a PLR de 2015, nos mesmos moldes do pessoal da ativa, levando em consideração assim a apuração mais benéfica dessa parcela, o que significa dizer que a PLR deve ser apurada no montante de 2,2 do salário de cada um dos reclamantes, somado a parcela adicional prevista na norma coletiva de 2015 e os juros e correção monetária.

Inconformado, o Banco apresentou Recurso de Revista, sendo esse recurso cabível para discutir tão somente matéria de direito e não mais matéria de fato ou reexaminar provas existentes nos autos. Contudo, o recurso foi recebido em parte tão somente para que fosse discutida, em instância superior, a diferença das parcelas gratificação semestral/PLR.

Como o recurso foi conhecido em parte, o Banco apresentou Agravo de Instrumento para destrancar a parte não conhecida do Recurso de Revista e, por conseguinte ser analisado o seu mérito. Entretanto, o Ministro Relator Márcio Eurico Vitral Amaro negou provimento ao agravo de instrumento e não conheceu o Recurso de Revista.

A partir dessa decisão proferida unicamente pelo Ministro do TST Márcio Eurico Vitral Amaro, Banco interpôs outro Agravo, conhecido como interno, que não foi conhecido pelos Ministros que compõem a Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho.

Diante disso, o Banco ainda manteve sua insatisfação e interpôs Recurso Extraordinário, que foi denegado seguimento por ausência de repercussão geral.

Ainda insatisfeito, o banco interpôs Agravo de Instrumento em Recurso Extraordinário, que não foi conhecido por não ser o recurso cabível. Por essa razão, o TST além de não conhecer o recurso apresentado pelo Banco aplicou multa no importe de 5% (cinco por cento) sobre valor atribuído a causa.

Continuaremos monitorando o deslinde do processo e qualquer outra novidade, mantemos vocês informados!

MUZZI E ADVOGADOS ASSOCIADOS
(31) 3281-5010

  05/06/2018 - 16:56 -   |   Comentar  |   



  145220 - Benedito de Paula Borges   Bauru Sp

Tá difícil de entender os recados de nossas representantes Afa e Afu tá certo que a primeira é super auto policiadora de seus esclarecimentos e comentários. A segunda já tem o histórico que é por demais conhecido dos aposentados, é comum nos depararmos com comentários sobre temas que podem e estejam pautados para nos prejudicar ainda mais. Até o momento o nosso patrocinador tem honrado seus compromissos de forma correta e do seu modo é claro respeitando os seus interesses. De vez em quando avisa que vai continuar e que vai persistir em seus planos de reduzir sensivelmente as despesas com os aposentados do Banespa, agora é público e sabido: quando negociou o Banespa recebeu garantias para honrar os seus compromissos e encargos com os Banespianos. Acho que merecemos um pouco de paz e tranquilidade nesta fase de nossas vidas.

  05/06/2018 - 16:22 -   |   Comentar  |   



  145219 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Alguém sabe dizer porque o STF deu 15 dias de prazo para os empresários do transporte pagarem as multas e depois de mais de 10 anos ainda não deu prazo algum para o Satãder pagar os aposentados do Banespa????????

  05/06/2018 - 15:55 -   |   Comentar  |   



  145218 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis-SP

CABESP:
Reforma Estatutária
Considerações finais

Os colegas que têm acompanhado com natural e justificado interesse as nossas discussões em torno de tão palpitante assunto puderam constatar que, desde o começo, manifestei a minha posição a respeito. Agora venho registrar que mantenho o mesmo entendimento inicial. Assim sendo, após ter por diversas vezes colocado a minha opinião, seja no Face, seja no grupo Apdobanespa do Alvaro ou no Yahoo do Bosco, cheguei à conclusão de que tudo o que eu tinha para dizer já o fiz. E continuar insistindo apenas me tornará repetitivo e até maçante.
Gostaria somente de assinalar, em definitivo, as minhas conclusões e o meu posicionamento a respeito deste tema que interessa a todos nós, banespianos.
Vou me ater aos tópicos principais, que são os seguintes:
AS NEGOCIAÇÕES
Como me posicionei lá atrás, da forma com que as negociações entre os nossos representantes e a Diretora Presidente da CABESP foram conduzidas, sem que delas tivéssemos qualquer participação, fatalmente tudo iria terminar do jeito que terminou: receberíamos o ‘prato feito’, tudo decidido e acertado sem o nosso conhecimento, pronto para ser votado - no SIM. E foi o que aconteceu.
AS ‘RAZÕES DAS ALTERAÇÕES ESTATUTÁRIAS’
A meu ver, o anexo que acompanhou o Edital de Convocação deveria ter sido feito de maneira completa dispondo claramente as alterações propostas nos diversos artigos. Isso não ocorreu. E, para complicar, foi acrescentado o item 2, que faz referência a uma decisão judicial sobre uma ação proposta por dois aposentados contra a CABESP, em que pleitearam o direito deles (aposentados) de se candidatar a cargos no Conselho Fiscal. Fala-se lá na “Apresentação de nova redação com a exclusão do inciso II, §2º, Artigo 55”, algo absurdo, uma vez que este dispositivo estabelece justamente o nosso direito de elegermos três ocupantes do citado Conselho. Nas explicações do anexo em questão, aparece o Art. 55 como sendo alterado para o de nº 54, onde nada disso é mencionado. Não deu para entender.
O POLÊMICO ART. 17
Aí reside a grande polêmica. Devo ter lido esse artigo no mínimo umas cem vezes. Desde a primeira vez, não concordei com a sua redação. Na minha opinião, foram inseridos ali incisos a meu ver desnecessários, os quais, mesmo se feitos com uma suposta intenção de firmar o ‘objetivo’ do artigo, acabaram na verdade gerando confusão. Em comentário anterior já ‘esmiucei’ os motivos que me levaram a assim pensar e por isso vou agora simplesmente reafirmar – de maneira bem objetiva e sucinta, numa sequência de raciocínio lógico - que: a) a taxa de 6%, que irá valer a partir de 2020, não é definitiva, final; b) um ano depois, ela pode ser alterada; c) se for para menor, tudo bem, mas se for para maior, a Diretoria Executiva poderá, em função do inciso III, mudar do jeito que lhe convier.
A explicação para o que estou colocando é simples, é óbvia: pelo inciso III, ao concordarmos que a Diretoria Executiva (onde quem manda de fato é a Diretora Presidente, dado que os diretores por nós eleitos são meros ‘figurantes’) ‘delibere’ sobre essa questão – sem a necessidade do nosso referendo - abrimos mão da única força de que dispomos na gestão da Cabesp, que é a Assembleia Geral. Quanto ao ‘argumento’ de que as ‘deliberações’ a respeito deverão ser “baseadas em estudos técnicos, atuariais, financeiros”, o meu entendimento é o de que o mesmo não nos convence. Simplesmente porque esses ‘estudos’ virão sempre da mesma consultoria, que emitirá relatórios fundamentados sempre nas ‘premissas’ - que são os dados fornecidos para o estudo – apresentadas sempre pela Diretora Presidente, premissas e dados esses aos quais não temos acesso.

Ponto final!





  05/06/2018 - 15:13 -   |   Comentar  |   



  145217 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

COM; 145194: Meu caro Nonato viva a democracia! por isto estamos discutindo o que é melhor para nós. Em outro regime teríamos que aturar a imposição. Abraços.

  05/06/2018 - 11:50 -   |   Comentar  |   



  145216 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Meus queridos colegas! Nada contra ninguém pois também me sensibilizo com a situação da CABESP, porém, como diria a minha avó, Gato escaldado tem medo de água fria. Acho que devemos pensar bastante na mudança de regulamento, pois, trata-se de um ato sem volta.
Muita calma nesta hora! estamos no afogadilho tratando de um assunto que pode ocorrer em 2042. POR ENQUANTO VOTO NÃO.>

  05/06/2018 - 11:40 -   |   Comentar  |   



  145215 - Orly Guerra   Vila Velha/ES

Por que essa assembleia foi marcada?
Porque houve diálogo entre a cabesp (Santander) e nossas associações, sem que nós, associados, tivéssemos conhecimento.
Ficamos sabendo de partes já discutidas com nossas associações, muito tempo depois, porque nosso colega GALVÃO soube via “PASSARINHO LHE CONTOU”.
Senão, estaríamos SEM NADA SABER até a data da assembleia.
Será que é isso que merecemos?
Essa assembleia deve ser rejeitada. Que o banco recorra à justiça. Lá responderemos!
Ainda não entendi porque estamos por fora dos acontecimentos.
É PRECISO BRIGAR COM ESSA GENTALHA DO SANTANDER.
Mas, tudo indica que todos são amigos. Logo, eles são a cúpula; nós, A CÓPULA!
Guerra-

  05/06/2018 - 11:39 -   |   Comentar  |   



  145214 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

Prezado Álvaro e demais colegas banespianos, eu gostaria de saber, para complementar estudos que estou realizando, qual a composição do quadro de associados e participantes da CABESP. O colega Roberto de Moraes afirma que temos um quadro de 20.000 pessoas e o colega Marcos Aurélio, Presidente da Abesprev afirma que 40.000 vidas dependem da CABESP. Afinal qual a nossa realidade, como se comporia o nosso quadro social e o nosso quadro de dependentes para chegar a 40.000 pessoas assistidas pela nossa entidade que é e provavelmente deixará de ser beneficente, após a implantação absurda dos 140% de aumentos sobre nossos salários.

  05/06/2018 - 11:32 -   |   Comentar  |   



  145213 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

Dr. Nonato, bom dia. Parabéns pela sua proposta. Acredito que a sugestão é válida e tomo a liberdade de indicar os nomes dos colegas Péricles, Antonio Galvão e Roberto de Moraes que no meu entender estão extremamente familiarizados com o assunto, podendo inclusive incluir o colega José Milton. As reuniões, por residirem em cidades diferentes poderiam serem virtuais e não presenciais, pois os colegas tem domínio da internet. Um abraço.

  05/06/2018 - 11:17 -   |   Comentar  |   



  145212 - Natanael Thomaselli   Florianópolis/SC

Sr. Armando Borges,
Com todo respeito, acha mesmo que nossas associações irão voltar atras na palavra dada ao Santander de que aprovariam as mudanças,
Veja aqui mesmo no grupo , o esforço do presidente da Abesprev em tentar nos persuadir pela aprovação.
das mudanças. Isso é uma armadilha para acabar com a Cabesp.e a gente junto. Os cinco dias dados para contestação é um exemplo muito claro disso.
Abraços

  05/06/2018 - 11:13 -   |   Comentar  |   



  145211 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Com. 196 - Olha Álvaro, realmente eu não concordo com essa prática. Ressalvo porém que o ideal seria ninguém outorgar procuração pra quem não confia. Ora, se eu acho que o meu procurador não inspira confiança para fazer o melhor por mim, logicamente que a ele jamais entregarei um mandato. Se o outorgante não adota esta trivial precaução aí não pode reclamar depois.

Com. 197 - Prezado Carlos. Outra vez não tenho maiores restrições aos seus dizeres. Para encurtar a estória, gostaria de apresentar (se ainda não foi feia) uma proposta que ao meu sentir poderia resolver todo esse imbróglio. Seriam escolhidos três colegas, familiarizados com as normas da Cabesp, experientes em assembleias desse porte, dedicados às causas dos aposentados, com facilidade de se reunirem, etc., para divulgarem até o dia 25, por exemplo, a posição defendida por eles e que melhor (ou menos ruim) nos interessa. E esta seria levada a debate no dia 30, para votação unânime de todo o grupo. Se assim não for, penso que não haverá uniformidade e chegaremos no dia da AGE do jeito que estamos hoje, ou seja, com cada um defendendo o seu entendimento particular, o que pra mim é a pior solução. Abraços, Nonato-Teresina.

  05/06/2018 - 09:02 -   |   Comentar  |   



  145210 - Vanderlei Roberto Mascarin   Campinas

Com pesar comunicamos o falecimento de nosso amigo ARIOSVALDO MORALES REIS, natural de Rinópolis.
O velório será realizado no Cemitério Flamboyant das 7:00 às 15 horas. Que Deus receba a alma desse nosso grande amigo/irmão em seu reino

  05/06/2018 - 07:43 -   |   Comentar  |   



  145209 - Vanderlei Roberto Mascarinc   Campinas

FALECIMENTO

  05/06/2018 - 07:40 -   |   Comentar  |   



  145208 - Antônio Pelegrino   Cafelândia -SP

Enviei recadastramento ao Banesprev pelo correio Carta Registrada e AR.
Receberam e já recebi AR de volta.

  05/06/2018 - 22:58 -   |   Comentar  |   



  145207 - Norberto Martins de Oliveira   São Carlos - SP

Caros Amigos Banespianos! Tenho acompanhado diariamente os comentários no ApdoBanespa, e gostaria de fazer o meu comentário. O Santander nos deve "GRATIFICAÇÕES, IGPDI"...Porquê não nos paga o que de direito é nosso??? Até quando vai ficar nessa lenga, lenga? Vistas de Processos, embromações, questionamentos repetitivos...Em consequência de nos pagarmos o que nos devem, entrará mais dinheiro para os cofres da Cabesp. Quem foi que disse que a Cabesp está quebrando? Nós Banespianos é que já estamos quebrados!"EU ESTOU QUEBRADO". Escutem aqui: AFABESP, ABESPREV, AFUBESP, SINFAB, já é hora de entrarem com uma Liminar na Justiça, pedindo a suspensão da Assembleia e justificar nesse pedido "Que o Santander nos deve e não quer nos pagar já há 20 anos", e agora veem com o golpe final, para nos liquidarmos. Assim que nós recebermos o que o Santander nos deve a Cabesp receberá o aumento das nossas contribuições!

  05/06/2018 - 22:06 -   |   Comentar  |   



  145206 - José Roberto Barin   Campinas-SP

Pessoal, Leiam o que a Afabesp divulga no seu site. Precisa dizer mais alguma coisa sobre o lado que as Associações estão? Tem muita gente que ainda pensa em entregar procurações nas Afabans e Afabesp, Abesprev, Afubesp, etc.
Se isso acontecer será um verdadeiro SUICÍDIO. Tem que cancelar essa assembleia com urgência até que se contrate uma consultoria INDEPENDENTE, pois como comentou o Eliel essa Consultoria chamada MERCER há anos tem o rabo preso na Cabesp a mando do Santander.

Ficar discutindo alterações de cláusulas não vai levar à lugar algum e O TEMPO URGE E NÃO TEMOS TEMPO PARA ISSO. Será que não temos no nosso meio um advogado para tomar essas providências, orientados devidamente pelo colega Galvão e José Milton ? Um recado ao Natanael Thomaselli de Florianópolis, vc poderia fazer isso e ratearemos suas despesas?

*****************************************************

A CABESP, divulgou em seu site, EDITAL de convocação para a Assembleia Geral Extraordinária, que será realizada em 30/06/18 (sábado) no E.C. BANESPA, ocasião em que serão apresentadas as propostas de alterações estatutárias, já discutidas e aprovadas pelas Associações e Sindicato.

As propostas de alterações são importantes para a perenização da CABESP e a garantia de assistência médica a todos usuários.

Clique aqui para ver o Edital e Procuração

AFABESP – DIRETORIA.

  05/06/2018 - 21:41 -   |   Comentar  |   



  145205 - Clarice Giusti   Atibaia SP

Revirei meu e-mail,tambem nao recebi,liguei para o Banesprev e solicitei que me enviassem o formulario.Responderam que deveria chegar depois de 5 dias.Nao sei se me bloquearam,estou aguardando o envio.Te aconselho a ligar para o Banesprev..

  05/06/2018 - 21:11 -   |   Comentar  |   



  145204 - Dino Francisco PAULINETTI   Bragança Paulista SP

Bom dia.
Não recebi intimação da Banespreve. Para recadastramento
Estou bloqueado.
O que fazer

  04/06/2018 - 19:39 -   |   Comentar  |   



  145203 - osmar trentini   Joinville

Gostaria que alguém me informasse para quem devo mandar a procuração,pois nossas 3 entidades são a favor do Satã.

  04/06/2018 - 19:05 -   |   Comentar  |   



  145202 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Esta foi a Empresa que fez os estudos atuariais:
https://www.mercer.com.br/
quem contratou?

  04/06/2018 - 16:51 -   |   Comentar  |   



  145201 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Pergunto a Afabesp e associações. Qual é a de vocês? Por que concordam com a aprovação da alteração do estatuto da Cabesp se esta mudança vai nos prejudicar? Por que decidiram a portas fechadas sem nos consultaram?

  04/06/2018 - 16:42 -   |   Comentar  |   



  145200 - felice maniaci   São Miguel Arcanjo-sp

O ZOIA TEM RAZÃO TEM QUE IMPEDIR ESSA ASSEMBLEIA, VAI CHEGAR O DIA QUE A CONVOCAÇÃO PARA ASSEMBLEIA TEM QUE POR NA PORTA DO CEMITÉRIO , OU VAMOS TODOS DE SAMU, AMBULÂNCIA, ESES ÔNIBUS QUE LEVAM DOENTES PARA HOSPITAIS PAGO PELA PRFEITURA etc,etc,etc






  04/06/2018 - 15:52 -   |   Comentar  |   



  145199 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Viva os colegas iluminados....
Que souberam entender muito bem a manobra do Santander.

  04/06/2018 - 14:07 -   |   Comentar  |   



  145198 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

ROBERTO DE MORAES- Você afirma que a CABESP tem 20.100 participantes. Todos votam? Quando fala em participantes, você está falando em associados e dependentes? A minha colocação é porque quando enviam a minuta de procuração para preencher e enviar, eles só mandam para o associado e como ficam os dependentes? Esta é uma dúvida que eu tenho em função do número acima apresentado por você.

  04/06/2018 - 13:05 -   |   Comentar  |   



  145197 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

Com. 194 – Dr. Nonato, prezado colega. Em respeito a você vou tentar responder a sua pergunta de uma maneira o mais simples possível.” Não existe guerra de opiniões em nosso site com alguns iluminados.” E também não se trata de colegas não saberem discernir. Não se esqueça que somos hoje aproximadamente 10.000 colegas aposentados e que muitos não tem convívio com a internet, além de não terem muita condição de acompanhar o andamento dos acontecimentos atuais. Seja por idade, por saúde ou até por desconhecimento. Felizmente, Dr. Nonato, desfrutamos de alguns “ iluminados”, na qual eu incluo o Senhor na área Jurídica, para analisar por exemplo o acordo que a nós foi apresentado com a publicação do mesmo pelo site da Cabesp, sem nenhum esclarecimento de qualquer das Associações que participaram da sua confecção. Informação nenhuma. Apenas o Dr. Marcos Aurélio, Presidente da Abrespev, se preocupou em nos repassar as informações em resposta aos nossos “iluminados” Péricles, Antonio Galvão, Eliel, Roberto Moraes e outros banespianos que questionavam os vários artigos e parágrafos deste malfadado acordo, que se aprovado como está, será muito prejudicial aos banespianos. Concluindo, Dr. Nonato, entendo que toda eleição ou votação cabe um debate, sadio e salutar que servirá para esclarecer as dúvidas de nossos colegas. VIVA OS NOSSOS COLEGAS ILUMINADOS E QUE DEUS CONTINUE A ILUMINAR O CAMINHO A SER PERCORRIDO COM SAPIÊNCIA.

  04/06/2018 - 12:53 -   |   Comentar  |   



  145196 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

CM.194 Colega Nonato,
Ocorre que nem todos podem ou querem comparecer e aí enviam as procurações para nossas Associações para que elas votem como quiserem, ou seja, a favor do Banco. Aí que mora o perigo. Você concorda com isso, é a favor disso?

  04/06/2018 - 12:09 -   |   Comentar  |   



  145195 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Pelo amor de Deus! NÃO!

  04/06/2018 - 12:07 -   |   Comentar  |   



  145194 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Com. 183. Nada contra a crítica do colega. Mas as suas observações merecem pelo menos uma óbvia pergunta:- se a votação é direta e secreta, qual a razão dessa guerra de opiniões com alguns iluminados achando isso e aquilo? Será que nossos colegas não sabem, eles próprios, discernir o que melhor lhe interessa? Ou estamos transformando os aposentados em classes, fazendo a velha política que tanto condenamos? Nonato-Teresina.

  04/06/2018 - 12:00 -   |   Comentar  |   



  145190 - João Batista Vieira   Sertãozinho/SP

Prezado
Recebo diariamente os e-mails do nosso querido “velhinho” de bengala, com belas mensagens.
Tenho acompanhado as manifestações dos nossos colegas à respeito das mudanças e possíveis aumentos da Cabesp.
Concordo e apoio totalmente estas manifestações, porém gostaria que alguém ou nossas associações, nossos representantes, se posicionassem à respeito do Cabesp Família...
Eu e muitos outros colegas estamos sendo estropiados com valores mensais absurdos e aumentos estratosféricos (16%) em maio/18.
Não vejo ninguém falar nada à respeito... parece que nós somos ignorados, ninguém nos defende ou apresenta alguma alternativa para amenizar o sofrimento que muitos estão passando. Temos colegas saindo da Cabesp e recorrendo ao INSS e Upas.!!! Pessoas que como eu trabalharam 30 anos ou mais no Banespa.
Obrigado e faça circular meu manifesto aos nossos queridos colegas.
João Batista

  04/06/2018 - 11:40 -   |   Comentar  |   



  145189 - Roberto Moraes   São Roque/SP

Galvão, a Assembléia exige maioria absoluta, ou seja 50%+1 dos 20.100 participantes. A abstenção em assembleias anteriores tem sido muito alta, mesmo com a Afabesp, Afubesp e Abesprev terem colocado todo o empenho nas convocações. Não há necessidade de dizer NÃO, basta abster-se. O plebiscito, por outro lado, exige maioria simples, ou seja, 50%+1 dos que participaram. Neste caso é mais difícil porque precisa do voto NÃO. Como o aumento das mensalidades é brutal, ou seja, vai de 2,5% a 6%, podendo ser maior caso o item III do artigo 17 seja mantido, acredito eu que a possibilidade de vencermos a parada é boa.
Entretanto, considero que é muito melhor e de bom senso que os representantes consigam junto ao Santander uma redação mais favorável aos participantes do famigerado item III, ou que seja excluído.

  04/06/2018 - 10:05 -   |   Comentar  |   



  145188 - José Carlos Neves   Guarujá/SP

Concordo plenamente.
Depois da porteira arrombada, não adianta colocar tranca.
Querem aplicar mais um golpe, nos já fragilizados (salários defasados) aposentados banespianos.
Este pretendido reajuste é proibido pelo Estatuto do Idoso.
Não caiam nesta armadilha.
Digam um alto e sonoro NÃO, aos que pretendem nos enganar.

  04/06/2018 - 09:53 -   |   Comentar  |   



  145187 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

ÁLVARO, também concordo com você com relação a "chancela de nossas associações com relação ao acordo" sem nenhum estudo através de consultória contratada pelas mesmas. Aceitaram o pacote fechado apresentado e sem ouvir os principais interessados, ou seja, os banespianos que são também afabespianos e cabespianos. Se após a reunião da Afabesp do próximo dia 16 com os Presidentes das Afabans não surgir nenhuma novidade entendo que teremos que partir para a sugestão do colega Roberto de Moraes, simplesmente não votando (abstendo da aleição). Se fizermos um trabalho consciente em todos os nossos meios de comunicação, garanto que eles não alcançarão a maioria necessária (50% + 1). Na votação eletrônica, em função do resultado da primeira, acredito que será um trabalho mais fácil. Assim, como costuma dizer o Orly, oremuuuus, rezemuus e aguardemuus.

  04/06/2018 - 09:50 -   |   Comentar  |   



  145186 - Ivan Rodrigues   Belo Horizonte/MG

Thomaselli
A sua sugestão pode proporcionar uma medida radical mas capaz de dar uma definição à esta dúvida levantada pelos colegas. É certo que nossas Associações estão trabalhando para encontrar uma melhor solução neste " rolo" com o satan, e merecem todo nosso respeito, mas estas dúvidas tem de ser solucionadas.
Um abraço Ivan

  04/06/2018 - 09:45 -   |   Comentar  |   



  145185 - Natanael Thomaselli   Florianópolis/SC

Pessoal, não seria o caso, de solicitarmos uma liminar na justiça, suspendendo a assembleia visto que as alterações são prejudiciais aos associados.
Natanael Thomaselli

  04/06/2018 - 09:29 -   |   Comentar  |   



  145184 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

CM.145183 - Carlos Alberto
Concordo, mas fico preocupado com essa "união" das Entidades, em estarem aceitando e recomendando esse pacote fechado do acordo. De nada adiantará nós, uma minoria, votarmos NÃO se a Afabesp vai recolher todas as procurações dos Associados, via Afabans e com isso sacramentar o SIM no dia da Assembleia.Lembre-se que toda vez que houve essa união, fomos usados como moeda de troca e até hoje amargamos um grande prejuízo.

  04/06/2018 - 09:13 -   |   Comentar  |   



  145183 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

ZÓIA, LIDIO, PÉRICLES, GALVÃO, BOSCO, ÁLVARO, ANTONIO PELEGRINO, ROBERTO MORAES, ELIEL, IRLEI, OSCAR MACHADO, IRINEU, DR. NONATO, ORLY GUERRA, E TODOS OS BANESPIANOS.
Conforme já afirmei anteriormente o meu compromisso será em princípio o da perenização da Cabesp, mesmo que para nos alcançarmos o resultado tenhamos que aumentar nossa participação financeira. Mas tenho que analisar se o aumento de nossas mensalidades será a única solução, da maneira que está sendo proposto. Não posso e não devo oferecer um cheque em branco para o Santander. Tenho acompanhado as informações a nós remetida pelos colegas especialistas nesse assunto e a eles quero apresentar os meus agradecimentos, não concordando com a afirmativa de um colega que afirma que tem “muitos caciques querendo saber tudo e a maioria sem saber nada”. Também não concordo com a sua afirmativa que diz “Por que então tanto "puxa encolhe" no caso Cabesp? Até onde sei, nestas ocasiões a entidade vai à assembleia com a sua posição representando o grupo, que deve ser previamente conhecida”. Gostaria de esclarecer que uma associação, tem que representar a vontade de seu quadro associativo e esse papel entendo que a AFABESP tem realizado com reuniões em várias AFABANs e deverá fornecer mais informações complementares com essa reunião no dia 16.06.18 com os Presidentes das Afabans. Sobre esse assunto é bom esclarecer ao ilustre colega que não será a AFABESP que nos representará na AGE e sim os próprios associados. O seu papel, o da AFABESP, será o de prestar esclarecimentos e informações e sobre esse aspecto, ela tem deixado a desejar. Se não fosse os “caciques” que participam deste site do Álvaro pouco ou quase nada saberíamos. Com relação ao fato de “estar” Presidente de uma AFABAN não significa que tenho que assumir a posição da mesma. Tenho ainda, com a graça de Deus, discernimento e capacidade para entender e assimilar o que é melhor para os meus associados e com os banespianos aposentados. Ao concluir quero registrar o meu agradecimento ao colega Oscar Machado Filho, meu eterno chefe, pelas palavras e confiança a mim dedicada e ao meu querido colega e amigo de adolescência e de jornada em 03 bancos que trabalhamos juntos, Irlei Nunes Schot, esperando poder corresponder as suas expectativas.
Carlos Alberto R. Santos – Presidente da Afaban-BH

  03/06/2018 - 19:06 -   |   Comentar  |   



  145182 - Antonio Carlos Cascaes   São Jose SC

quero avisar que estou mudando de Email por problemas no antigo gostaria que voces registrassem um novo email meu "acascaes@yahoo.com.br" parece igual mas se voces observarem bem nao é grato

ACCascaes

  03/06/2018 - 16:30 -   |   Comentar  |   



  145181 - Benedito de Paula Borges   Bauru Sp

Péricles sobre o seu comentário 145180. Seria o ideal e o correto que agíssemos da forma que você escreveu, porém tenho observado que tal iniciativa é incumbência das nossas entidades representativas e estabelecidas para essa finalidade. Não há transparência nas ações com esse objetivo. A nossa preocupação é justamente essa não se percebe a indicação de pessoa preparada e consciente para exercer o nosso voto, definido de forma clara e objetiva. A Afaban sem a iniciativa e o respaldo da Afabesp jamais vai assumir essa função. A minha sugestão é que os sócios da(s) Afaban(s) interessados devem incentivar e patrocinar essa linha de conduta. Provavelmente até ganharíamos força com essa iniciativa.

  03/06/2018 - 16:02 -   |   Comentar  |   



  145180 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega Roberto Moraes - com. 145168 -,essas procurações só podem ser passadas a pessoas físicas, nunca a entidades de representação, pessoas jurídicas. Quando se assina uma procuração, ela deve estar preenchida com o nome do outorgante e do outorgado. Quando alguns colegas enviam suas procurações para as nossas entidades, Afabesp, Afubesp ou Abesprev, fazem-nas sem o nome do outorgado, que será preenchido com o nome de um colega daquela associação que irá à Assembléia. Isso é o mais incorreto e mais temerário possível, pois não se sabe quem vai representá-lo, se vai votar como vc votaria. Essa pessoa deve ser sua absoluta confiança. Então, a prática é assinar uma procuração a um outorgado específico, e enviá-la para a Cabesp. Como os serviços dos Correios jã não são confiáveis, e as procurações devem estar na Cabesp 48 horas antes da Assembléia, concentram-se essas procurações nas Afabans, ou quem mora na grande SP entrega-a na Cabesp ou Afabesp, ou entregam-nas aos representantes da Afubesp, que, no interior, são os Sindicatos ligados à CUT. Esses representantes, tanto das Afabans como da Afubesp, em tempo hábil, levam esses pacotes em mãos até a Cabesp. É o que recomenda o bom senso. Abs,

  03/06/2018 - 14:24 -   |   Comentar  |   



  145179 - zoia rodrigues de lima   campo grande ms

Escrevi para as Associações, solicitando o impedimento da Assembleia:Prezados Senhores

Após tomarmos conhecimento das alterações do Estatuto da Cabesp, proposta pelos senhores, juntamente com a mesma, houve um intenso debate nas Redes Sociais: facebook, side, whatsapp, telegrama, e-mails, de banespianos.

Com algumas exceções, a insatisfação é grande e esta Assembleia poderá ser uma catástrofe, por um bom motivo é claro. Percebemos que está havendo um trabalho, deste Bco., para implementar mais um massacre aos aposentados do Banespa.

Estou solicitando o impedimento desta assembleia.

Atenciosamente
Zoia Rodrigues de Lima

  03/06/2018 - 11:56 -   |   Comentar  |   



  145178 - Irlei Nunes Schott   Peruíbe-SP.

Comentario 145170-Oscar Machado Filho.
Oscar fou brilhante o seu comentário, pois Carlos Alberto sempre foi, e o digo com conhecimento de causa (trabalhamos juntos em Niterói, N. Iguaçu e Belo Horizonte) e sempre foi exemplar em todas atribuições a ele confiadas. Desde já delego ao colega Carlos Alberto minha representação na reunião de 16 de junho. Boa sorte amigo.

  03/06/2018 - 11:05 -   |   Comentar  |   



  145177 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Concordo com organizar uma associação entre nós com contribuição mensal. Adiro.

  03/06/2018 - 10:20 -   |   Comentar  |   



  145176 - JOSE LUIZ GAYA BITTENCOURT   SÃO PAULO SP

ABAIXO MINHA ANÁLISE SOBRE OS VÁRIOS QUESTIONAMENTO SOBRE SANTANDER, CABESP, AFABESP, ETC.:
-NÓS DO APDOBANESPA NÃO CHEGAREMOS A LUGAR ALGUM SE NÃO ORGANIZARMOS COMO UMA ASSOCIAÇÃO, COM FUNÇÕES PARA PRESIDENTE, DIRETORIA, CONSELHO, ETC., PARA VIGIARMOS OS PROCEDIMENTOS DA AFABESP, ABESPREV, SANTANDER., ETC.
- A MAIORIA DOS ASSUNTOS SÃO REPETIVOS QUE SINTO VONTADE DE NEM ACESSAR O NOSSO SITE.
- OS PARTICANTES COM SUAS OPINIÃO DÃO A IMPRESSÃO QUE SÓ FAZEM PARA TER O QUE FAZER.

  03/06/2018 - 10:13 -   |   Comentar  |   



  145175 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Comentário 145173 , passa.

  03/06/2018 - 10:08 -   |   Comentar  |   



  145174 - Irineu   jundiai sp

Concordo com uma campanha pelo NÃO. Estão misturando alterações de valores e de regras. O aumento da co-participação foi só um bode colocado na sala. Achamos que manter a coparticipação foi uma vitoria e o resto das alterações não foram profundamente analisadas. Na reunião que participei em Jundiai não se tocou no assunto das alterações estatutárias. Os representantes da Cabesp e Afabesp (Getulio, Eros e Valente) apenas defenderam o congelamento da coparticipação e o aumento gradual das mensalidades. Alterações estatutárias: nada. Que se cancele essa Assembleia e se faça outra com mais informações e discussões sobre propostas de alterações. Se a Assembleia for mantida meu voto será NÂO.

  03/06/2018 - 09:08 -   |   Comentar  |   



  145173 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Peço encarecidamente que alguém me responda ao seguinte questionamento:- nós temos uma entidade (AFA) que legalmente é quem (bem ou mal) nos representa. Por que então tanto "puxa encolhe" no caso Cabesp? Até onde sei, nestas ocasiões a entidade vai à assembleia com a sua posição representando o grupo, que deve ser previamente conhecida. Se ninguém concorda que se destitua a direção da representante e eleja outra. Agora, ficar cada um achando que a sua posição é a correta, não leva a lugar nenhum. Como aliás sempre acontece nessas pendengas onde cada qual se considera dono da verdade. Postura muito própria das questões levantadas neste site. Nonato-Teresina.

  03/06/2018 - 08:53 -   |   Comentar  |   



  145172 - Roberto Moraes   São Roque/SP

Pericles

Você tem 100% de razão quando fala da cláusula III do artigo 17. É carta branca ao banco, o que é temerário. Se não houver mudança, vamos começar a trabalhar pelo NÃO à aprovação da proposta. Lembramos que na votação exige maioria absoluta dos 20.100 associados, o que é relativamente fácil de não atingir. Quanto ao plebiscito é por maioria simples, por votação eletrônica.. Essa barreira é quase intransponível. Vai exigir muito trabalho, mas não vamos entregar os pontos. O ideal e mais racional seria excluir a tal cláusula, ou deixá-la mais clara, antes do estatuto ir para votação na assembléia.
Abçs
Roberto Moraes

  03/06/2018 - 06:57 -   |   Comentar  |   



  145171 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis-SP

CABESP: resumo da ópera

Caros banespianos!

No rescaldo do‘incêndio’ em que nos vimos envolvidos, e que foi causado pela expectativa em torno das alterações estatutárias da CABESP, entendo que a questão mais relevante – e por que não dizer “a mais polêmica”? - foi a redação do Art. 17 (que irá substituir o 18). Assim é que tanto no Facebook como nos nossos grupos de banespianos explodiu uma enorme reação contra o disposto no texto a ser votado no próximo dia 30 de junho, e as manifestações a favor que nos foram apresentadas pelos colegas Marcos Pinto (da Abesprev) e Getulio Coelho (da Afabesp) - os quais participaram da comissão de negociações com o banco - não conseguiram reverter a opinião contrária, em expressivo número.
Para ser bem objetivo, diria que o foco principal desse ‘incêndio’ - que, pelo jeito, ainda continuará gerando muita discussão – está no fato de que ao aprovarmos a proposta do banco estaremos abrindo mão da única força de que dispomos na gestão da CABESP, que é a Assembleia Geral. Isso porque o citado artigo, além de definir os novos índices de correção das nossas mensalidades, confere à Diretoria Executiva o poder de ‘deliberar’ sobre as variações que poderão ocorrer após a aplicação do último, que é de 6%. Eles consideram que este índice (de 6%) não precisará ser aumentado no futuro. No entanto, segundo entendimento – que não é só meu – o inciso III estabelece que ele poderá, a critério do banco, ser elevado. E é justamente isso o que, a meu ver, motiva a nossa discordância, que vem do fato de estarmos abdicando – após aprovada esta reforma - de uma posição que tínhamos garantida pelo estatuto, e que jamais deveria fugir do nosso controle: a de decidir sobre as nossas contribuições como associados da CABESP.
O certo então ou o mais lógico ou o mais recomendável seria que não se desse poder ao banco para ele ter o controle total sobre a cobrança das mensalidades, colocando-se que toda alteração para maior precisaria do referendo da Assembleia Geral. E, em não se falando em diminuição, claro que nesse caso não haveria a necessidade do nosso referendo.
Até porque o que temos para justificar a necessidade dessas correções é apenas o parecer de uma única consultoria, a Mercer, contratada pela CABESP (via Santander). Certamente os nossos representantes nas negociações com a presidente da CABESP empenharam-se ao máximo. Mas, com todo respeito que eles nos merecem, faltou uma coisa: tinha que ter sido proposta e conseguida a concordância da ilustre presidente para a contratação de outra empresa de assessoria atuarial para termos um levantamento paralelo da real situação econômico-financeira da CABESP. Para tanto, as três associações poderiam tranquilamente ratear entre elas os custos. Era o momento para se abrir essa ‘caixa-preta’!

Resumo da ópera:
A redação do Art. 17 ficou embaralhada e confusa. Mas para nós – acho que para a maioria de nós – uma coisa ficou clara: vamos abrir mão de algo muito importante!

Para que isso não aconteça, só tem um jeito: refazer o Art.17 ou incluir nele a necessidade do nosso referendo. Tempo para tanto há. Ou pelo menos para se tentar fazê-lo.
Basta que a Comissão de Negociação marque uma reunião em caráter de urgência urgentíssima para tratar desse assunto. Pode ser difícil. Mas não impossível.
Afinal, só não se consegue aquilo que não se tenta.
É o interesse maior de toda uma coletividade que está em jogo.




  03/06/2018 - 23:12 -   |   Comentar  |   



  145170 - Oscar Machado Filho   Belo Horizonte-MG

ZÓIA/PÉRICLES/IRLEI/JOSÉ MILTON/NONATO/LÚCIA/ORLY GUERRA/GALVÃO:

EU CONHEÇO O CARLOS ALBERTO,PRESIDENTE DA AFABAN-BH: Se ele não concordar com a Afabesp, ele vai brigar.Sai da frente. pois ele vai brigar mesmo a favor da perenização da Cabesp e a favor dos aposentados.Quando fui Presidente de banco estatal em Minas Gerais, foi o primeiro colega que convidei para ser "superintendente". de 20 "chefes de departamentos", que se reportavam a Diretoria. O pau quebrava, e, ele implantou um modelito banespiano naquele banco,de auditoria, cujo privatização foi exemplo no Brasil, com elogios do Banco Central. Se a Afabesp, no dia 16 não for convincente, sai da frente. Não é por acaso que as ações trabalhistas de PLRs, anualmente são maravilhosas para todos nós de Belo Horizonte.Esse colega, é de briga. Abraços.

  02/06/2018 - 19:58 -   |   Comentar  |   



  145169 - Roberto de Moraes   São Roque-sp

É crucial saber se a decisão da assembléia é por maioria simples ou absoluta. Se for simples, a campanha pelo NÃO não surtirá efeito. O mais racional e alterar, se for possível, as cláusulas que geram, dúvidas antes de votar o estatuto na assembléia.

  02/06/2018 - 19:41 -   |   Comentar  |   



  145168 - Roberto de Moraes   São Roque-sp

Se as procurações são enviadas à entidades, que são a favor da aprovaçao do estatuto da Cabesp, então não há esperança de não aprová-lo.

  02/06/2018 - 19:07 -   |   Comentar  |   



  145167 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

vejam que temos que lutar pelos nossos direitos que estão regulamentados e devemos exigir e sermos respeitados já, chega de paciência.

LEI No 10.741, DE 1º DE OUTUBRO DE 2003.
Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências
CAPÍTULO IV
Do Direito à Saúde

Art. 19. Os casos de suspeita ou confirmação de violência praticada contra idosos serão objeto de notificação compulsória pelos serviços de saúde públicos e privados à autoridade sanitária, bem como serão obrigatoriamente comunicados por eles a quaisquer dos seguintes órgãos: (Redação dada pela Lei nº 12.461, de 2011)
I – autoridade policial;
II – Ministério Público;
III – Conselho Municipal do Idoso;
IV – Conselho Estadual do Idoso;
V – Conselho Nacional do Idoso.
§ 1o Para os efeitos desta Lei, considera-se violência contra o idoso *********** qualquer ação ou omissão praticada em local público ou privado que lhe cause morte, dano ou sofrimento físico ou psicológico.*********** (Incluído pela Lei nº 12.461, de 2011)************************************************************
§ 2o Aplica-se, no que couber, à notificação compulsória prevista no caput deste artigo, o disposto na Lei no 6.259, de 30 de outubro de 1975. (Incluído pela Lei nº 12.461, de 2011)

  02/06/2018 - 15:18 -   |   Comentar  |   



  145166 - Antônio Pelegrino   Cafelândia -SP

Recordando os tempos escolares, lembrei-me da História Antiga, da Grécia com seus exércitos, do Rei e General Espartano Leônidas, que dado as respostas curtas acabou introduzindo no dicionário a palavra “Lacônica”.
Pensando assim, escrevo estas frases:

Sinal vermelho Espanha corrupção.
Nossos direitos com nossos direitos – Cabesp/Açôes
Nossos amigos/nossos inimigos – Afabesp.
Parente/Meirelles/FHC – Eleição 2018.
Bom de contas/Caminhoneiros/ Governo.

  02/06/2018 - 14:14 -   |   Comentar  |   



  145165 - Edson Joaquim Lima   Guarujá

Caro e saudoso amigo PENATI. Que Deus lhe dê muita saúde e muitos anos de vida. Grande abraço do Lima e saudades dos bate bolas no ECBanespa e lá no velho Bco Libanês. Fique com Deus!

  02/06/2018 - 13:06 -   |   Comentar  |   



  145164 - zoia rodrigues de lima   campo grande ms

145157 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos - Belo Horizonte-MG
Colega, quero que me desculpe, acabei generalizando... o que não é bom para ninguém. É que, bem... já fui presidente de Afaban e, muitas vezes marginalizada por discordar de posições tomadas pela Afabesp. Muitas vezes, em 4 anos, me vi sozinha, as pessoas tinham... um certo cuidado, de conversar comigo, por causa de minhas posições. Infelizmente! Sou contra o estatuto da época das Capitanias Hereditárias que a Afabesp teima em não abrir para que os associados possam montar suas chapas, seria tão bom!

  02/06/2018 - 10:59 -   |   Comentar  |   



  145163 - JOÃO RAMOS   Assis/sp

A CABESP por direito legal, deveria ter sido preservada e somente à nos PERTENCER. Entrei em 1967/8 na sua FUNDAÇÃO e sei como foi para os fundadores angariar associados e acreditarem no seu sucesso. Eu ainda era solteiro e fiz questão de participar e acreditar, pois desde aquela época, nossos colegas eram acreditados, de alta capacidade,competência e responsabilidade. POR ISSO devemos LUTAR COM TODAS AS NOSSAS FORÇAS, contra o DESMANDO desses ESPANHÓIS CANALHAS do SATÃ nder que querem de todas as formas abocanhar do nosso patrimônio. NÃO Á TUDO que colocarem em VOTAÇÃO.

  02/06/2018 - 10:54 -   |   Comentar  |   



  145162 - Benedito de Paula Borges   Bauru Sp

Comentário 145157 Carlos Alberto
Foi muito providencial o seu comentário, se possível na reunião que você vai participar, para tratar de assuntos da Cabesp, dia 16 considere a possibilidade de questionar e solicitar estudo detalhado sobre o inciso III da alteração do art 18 para o 17 sugerido pelo Péricles em um de seus comentários. Dessa forma estaremos atentos e melhor informados sobre essa questão que dá segurança para os associados exercerem os seus direitos de votar na referida assembléia de 30/6/18. Até agora não percebi nenhuma explicação a esse respeito, houve comentários aproximados e não conclusivos. Grato.

  02/06/2018 - 10:34 -   |   Comentar  |   



  145161 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Essa discussão sobre a mudança no estatuto da Cabesp vai pegar fogo. É um "puxa pra lá puxa pra cá" danado. Mil e uma opiniões, algumas mudando de um dia pra outro. Muitos caciques querendo saber tudo e a maioria sem entender nada. Apenas uma coisa é certa e faz parte de qualquer atividade:- vai aumentar/atualizar o custo dos serviços para nós beneficiários do plano. O resto faz parte do eterno "vira e mexe" que caracteriza as nossas discussões, tudo sempre terminando em nadica de nada. É o tal "fogo de palha". Nonato-Teresina.

  02/06/2018 - 09:52 -   |   Comentar  |   



  145160 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Cara Alis Diba - com 145150 - Então é isso! O Sindicato de SP, a AFUBESP, a AFABESP e a ABESPREV querem que essa "proposta indecente" da Cabesp seja aprovada! Oremus, rezemus ......Ah, isso faz-me lembrar da opção pelo Banesprev, em 1.999. Todos contra, menos os 851, que se deram tão bem. É, parece que o Nelson Rodrigues tinha razão: "a unanimidade é burra".

  02/06/2018 - 09:37 -   |   Comentar  |   



  145159 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Péricles confio em seu entendimento. (Li acima sua resposta )

  02/06/2018 - 08:48 -   |   Comentar  |   



  145158 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

145147- Corrigindo: DESDE QUE NÃO VENHA A PREJUDICAR OS COLEGAS.

  02/06/2018 - 08:34 -   |   Comentar  |   



  145157 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

145143-Colega Zoia, desculpe-me, mas não concordo com sua afirmativa que não poderá contar com as Afabans. Elas são geridas por colegas dedicados e responsáveis, assim como a Afabesp. A nossa de Belo Horizonte já tem colocado neste site algumas posições sobre o assunto CABESP, que eu como presidente da Afaban-BH, considero essencial para nossa sobrevivência. Entretanto, tenho me abstido de continuar a dar opiniões porque estou sendo convocado pela AFABESP para participar de uma reunião no próximo dia 16 para tratar dos assuntos Cabesp e ações judiciais. Eu, amparado por opiniões de diversos colegas que participam dessa página, já tenho uma posição formada o que não significa que não possa ser mudada. Afinal, como representante de uma grupo de aposentados e seus dependentes, tenho de ter jogo de cintura para na hora de decidir (votar) assumir uma posição do melhor para eles. Prometo aos meus colegas que após as explicações e orientações repassadas, após a reunião,estarei expondo a minha decisão que estará embasada no que será melhor para o grupo. Mas uma coisa você pode ter certeza, minha posição será sempre voltada para a PERENIZAÇÃO DA CABESP, que eu considero hoje o nosso bem maior apesar dos problemas administrativos, desde que não venha a os colegas.
Carlos Alberto Rodrigues dos Santos-Afaban-BH

  02/06/2018 - 08:31 -   |   Comentar  |   



  145156 - Benedito de Paula Borges   Bauru Sp

Não é possível que mais uma vez sejamos passados pra traz por planos salvadores e seguramente, com o discurso correto, a respeito de nossos direitos que estão já em final de feira. Lá atrás também faltou orientação de especialistas em direitos trabalhistas, previdenciários, de comportamento no mercado de trabalho, político e direcionamento do cenário sócio econômico que já acumulava muitas incertezas pessoais, que já comprometia o nosso futuro e as nossas vidas e a de nossos familiares demonstrava sinais inequívocos de mudanças estruturais que nos afetariam de forma contundente com prejuízos que colecionamos há quase 20 anos. Talvez seja agora o golpe de misericórdia pois não restam muitas esperanças que possamos equilibrar ainda os nossos direitos com dignidade. Preocupa ainda mais o silêncio que temos observado de nossos especialistas que nos representam em nossas entidades que fazemos parte a longos anos dedicados, respondendo sempre à altura as solicitações de apoio e colaboração. Atualmente pode-se dizer com segurança que o lazer em nossas vidas é bem vindo, no entanto, para tanto faz se necessário o sentimento de dever cumprido com as nossas obrigações. É primordial o envolvimento de nossos representantes para atuarem de forma decisiva e habilmente evitar que a nossa situação torne-se mais complexa e prejudicada em relação a nossa saúde e sobrevivência. Aguardamos providências e atitudes compatíveis com a preservação de nossos direitos.

  02/06/2018 - 22:25 -   |   Comentar  |   



  145155 - CARLOS ALBERTO NONATO   Indaiatuba - SP.

145154-JOSÉ MILTON DE ANDRADE MARQUES - José Milton, concordo com você. A CABESP irá receber 2,5% de tudo que recebermos das ações que temos com o Satãnder e esse montante, seria mais do que suficiente para mantê-la perene até o último dos moicanos banespianos. Acho que devemos rejeitar qualquer proposta de aumento e se preciso, recorrermos a todas instâncias possíveis, inclusive ao PROCON. Você é a pessoa mais indicada para nos orientar a respeito, e nos liderar para tomarmos as providências que se fizerem necessárias. Abs. Carlos Nonato

  02/06/2018 - 21:36 -   |   Comentar  |   



  145154 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

c a b e s p
A NOSSA CONTRIBUIÇÃO ESTA DETERMINADA (DESDE A FUNDAÇÃO EM 1968,) HÁ MAIS DE 50 ANOS EM 2,5% DO QUE RECEBEMOS E NÃO PODEMOS PERDER ESSE DIREITO ADQUIRIDO E O BANCO AINDA DEVE MUITO PARA NÓS E A CABESP TEM A RECEBER QUANDO RECEBERMOS A NOSSA PARTE.

Plano de saúde não pode dobrar valor da mensalidade de idoso
Com o Estatuto do Idoso, a elevação dos valores ao consumidor que atingir os 60 anos é proibida, mas empresas criam artifícios para burlar determinação; por isso temos que votar não a qualquer tentativa de aumentos em nossas contribuições ainda mais que o Banco não quer pagar o que foi determinado na venda e desrespeitando a resolução 118/97, e outras Leis estaduais federais, CF, Lei dos Idosos e a LEI DE DEFESA ao CONSUMIDOR, vamos denunciar os fatos ao Ministério Público, Procon e vamos lutar até o fim.Pois , se o banco pagar o que temos direito as recitas da CABESP subiram automaticamente e não precisa ficar prejudicando mais a todos nós.Além DISSO, se pagar os atrazados das GRATIFICAÇÕES, desde 1993, TAMBÉM vai ENTRAR NOS COFRES DA CABESP MAIS 2,5% DO QUE CADA UM UM DE NÓS VAMOS receber E TEMOS O DIREITO DE RECEBER também os atrasados do IGPDI, que também entrara mais 2,5% do que cada um de nós vamos receber para a CABESP, será que a justiça vai deixar todos nós idosos ficar com todos esse prejuízos e não nos defender ? VAMOS COBRAR OS NOSSOS DIREITOS.

  02/06/2018 - 21:01 -   |   Comentar  |   



  145153 - Zona Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Bem, vamos ouvir ais pessoas... se bem q temos pouco tempo pra uma campanha e, naopoxeremos contar com as Afabans.

  01/06/2018 - 20:17 -   |   Comentar  |   



  145152 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Boa ideia Zoia. O pessoal de sao Paulo, principalmente , deve aderir a esta campanha. E demais de outros luģares que puderem comparecer. Vamos pessoal?

  01/06/2018 - 20:10 -   |   Comentar  |   



  145151 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Vamos ter que fazer uma campanha pelo NÃO! Escrever para nossos contatos, é uma das coisas que pode funcionar. Pelo menos é uma tentativa, principalmente para o pessoal de São Paulo. Aqui deve ter pessoal de Campinas que tem muitos associados, alias o interior de São Paulo, costuma comparecer. Vamos bolar um texto e espalhar, Poderíamos escrever aqui, já teremos cerca de 3000 leitores. Quantos somos? Acho que muita gente não se manifesta, mas lê.

  01/06/2018 - 19:54 -   |   Comentar  |   



  145150 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Então é isto. A afabesp está a favor da alteração do estatuto da Cabesp.. Oremos e rezemus.

  01/06/2018 - 19:01 -   |   Comentar  |   



  145149 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Orly fui agora no site da Afabesp onde fala da assembleia e no final diz que as alterações são necessárias para a perenizacao da Cabesp. Será? Não confio. Se o Santander fosse honesto não precisaríamos ir à justiça para fazer ele nos pagar.

  01/06/2018 - 18:57 -   |   Comentar  |   



  145148 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

Marcos, gostaria de saber se a Abesprev e Afá contrataram algum escritório de Consultoria para analisar os cálculos apresentados pelo banco. E Advogados especialista em estatutos e leis. O Santander quer nos tomar tudo. E aceitar simplesmente os cálculos do Santander e a reforma nos estatutos?

  01/06/2018 - 18:54 -   |   Comentar  |   



  145147 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

145141 - Alis Diba - São Pedro do turvo/sp

ALIS, parece que o único jeito é o pessoal da Capital comparecer em massa e VOTAR NÃO A TODAS AS PROPOSTAS do santander!
E tentar anular essa malfadada assembleia.
--

  01/06/2018 - 18:05 -   |   Comentar  |   



  145146 - alis diba   são pedro do turvo/sp

Pelo que estou entendendo a Afabesp está muito estranha. Por que ela não pedi a impugnação deste edital, visto o tempo curto para discutirmos a situação? O edital foi em 30.06. com prazo de 5 dias para impugnação. Até agora ela não se manifestou dando transparência em sua opinião. Está quietinha. Qual é a da Afabesp? Esta dúvida de que, se depois de alterado o estatuto da Cabesp poder ir aumentando os reajustes a seu bem prazer, é muito sério para nós. Afinal a Cabesp foi criada para favorecer os Banespianos e não para cobrar os mesmos valores dos ´planos de mercado. Se ela começar a nos onerar muito, vai ser inútil para nós. Quem pode, fica. Quem não pode vai para o SUS. No Santander não se pode confiar, visto até hoje não querer pagar gratificação e IGP-DI, direitos que a justiça já nos deu, e fica nos enrolando. Agora quer nos enrolar com a Cabesp, o único bem que ainda temos, visto já ter passado a mão em nossos salários.

  01/06/2018 - 17:41 -   |   Comentar  |   



  145145 - Benedito de Paula Borges   Bauru Sp

Zoia Rodrigues de Lima Comentário 145142

O seu comentário me despertou atenção em relação aos reajustes que podem ser aplicados mediante alteração estatutária na Assembléia da Cabesp, com data marcada para 30/6/18. Foi mencionado na pauta o reajuste escalonado de 4 a 6% Agora vem a dúvida cruel que está assolando os funcionários aposentados do Banespa: É possível com base nessa assembléia o Banco Santander proceder as atualização de valores correspondentes as nossas contribuições para a Cabesp à revelia do estatuto atual, e/ou considerando as alterações em pauta? De fato estaríamos autorizando esse procedimento? Seria de bom grado pra todos nós (desculpe eu falar em nome de todos, não tenho esse direito) Com a sua experiencia no assunto, solicitar informações à Afabesp ou outra Associação que nós represente, para melhor esclarecer e cuidar de nossos interesses. O histórico não é convincente e a nosso favor haja vistas que os fatos já vivenciados tem penalizado sensivelmente os aposentados (Grupo V não optantes). Grato.

  01/06/2018 - 17:08 -   |   Comentar  |   



  145144 - Gil Alves de Azevedo   Bebedouro-sp

João Bosco....Neste dia Especial à você...Parabéns pelo Niver com Saúde,Paz,Amor,Amizade e Felicidades....Abraçoooos

  01/06/2018 - 15:21 -   |   Comentar  |   



  145143 - Luiz Armando Vaz   Lucélia - SP

Olá boa tarde, comigo aconteceu também, o primeiro débito foi em dezembro/2017, fiz um BO na policia civil, mas os descontos foram caindo até abril/2018, juntei a papelada (extrato conta) e contratei um advogado, bem semana passada o Juiz condenou a firma (fantasma) (já que no endereço é um condominio residencial sem pessoa juridica no local) a efetuar o depósito dos valores descontados em minha conta com juros e mais DANOS MORAIS, estou aguardando a grana, o advogado foi pago pela justiça.

  01/06/2018 - 14:40 -   |   Comentar  |   



  145142 - zoia rodrigues de lima   campo grande ms

Fatima Rocha Cardoso Zoia Leguizamon o inciso I fala "fica estabelecida contribuição MÍNIMA de 2,5 e o MÁXIMO de 6%.."
Sinceramente acho qvEdna bem amarrado, mas não sou advogada, se tiver algum advogado aqui no grupo q possa ler e ver se realmente está amarrado, seria excelente.

Zoia LeguizamonVocê gerencia os membros, moderadores, configurações e publicações do grupo JB-Junta Banespiana. Estatuto tem que ser minucioso, se ele vai falar em intervalo no inciso lll, tem que ter, para amarrar, " contribuição, com intervalo, de: minima 2,5% e máxima 6%. Os termos são muito importantes e a grande falha deste estatuto está ai. Amanha eles fazem ourta coisa e podem dizer está amarrado mas não mencionamos qual o intervalo. Eles podem dizer que se referiam ao total da remuneração mensal do associado.

  01/06/2018 - 12:30 -   |   Comentar  |   



  145141 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Gaya concordo. Temos que agir. Formar está comissão. Irineu concordo com você. Temos que Ir na assembléia. Não passar procuração nem para a Afabesp.

  01/06/2018 - 11:58 -   |   Comentar  |   



  145140 - zoia rodrigues de lima   campo grande ms

No inciso lll eles falam do intervalo, no inciso l, não mencionam a contribuição com intervalo entre 2,5% e 6%. Eles podiam e deviam ser mais claros, se é o que estão querendo dizer.

  01/06/2018 - 11:53 -   |   Comentar  |   



  145139 - JOSE LUIZ GAYA BITTENCOURT   SÃO PAULO - SP

REFERENE ASSEMBLEIA CABESP: NÃO SE RESOLVE NADA SE FICAR SOMENTE NESSAS EXTERNAÇÕES NOSSO SITE. JÁ TINHA-SE QUE TER CONSTIUIDO UMA COMISSÃO DO APDO BANESPA PRA IR DEBATER, SOLICITAR ESCLARECIMENTOS, ETC., HÁ TEMPOS, DIRETAMENTE JUNTO A AFABESP.

  01/06/2018 - 11:46 -   |   Comentar  |   



  145138 - zoia rodrigues de lima   campo grande ms

"Fatima Rocha Cardoso Péricles Andrade, esse inciso III está amarrado com inciso I, foi o q entendi.....q eles poderão aumentar, sem Assembléia somente dentro do intervalo definido no inciso I.
Nada mais do q isso....
O q vc acha?"

Péricles, Ela fez esta colocação via JB, pq postei este seu comentário, como comentário do poste do Galvão, em seu nome.

  01/06/2018 - 11:45 -   |   Comentar  |   



  145137 - Irineu   jundiai sp

Se o Santander quisesse equilibrar a situação da Cabesp deveria primeiro acertar nossos salarios e gratificações, com consequente aumento das receitas. Não me sinto bem representado por nenhuma das associações que participaram da negociação, inclusive a Afabesp da qual sou associado desde que me aposentei em 1999.Há alguns anos a Afabesp nada nos informa sobre assuntos relevantes do nosso interesse. Apenas divulga quem ela apoia nas eleições e só. Após as eleições apenas informações genéricas coladas de diversos jornais e sites. Não me sinto a vontade para passar procuração em branco pra ninguém. Sugiro que as Afabans aluguem ônibus para que quem quiser e puder, votar pessoalment. È o que penso.

  01/06/2018 - 11:44 -   |   Comentar  |   



  145136 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

CORRIGINDO - No meu com. no Facebook, leia-se DELENDA EST CARTAGO. Por uma falha (técnica), o art 57, que imaginei readmitindo o REPRESENTANTE da Cabesp, foi EXCLUÍDO.

  01/06/2018 - 11:34 -   |   Comentar  |   



  145135 - Irineu   Jundiai sp

Sou contra qualquer alteração estatutária que não seja proposta pelos aposentados.

  01/06/2018 - 11:30 -   |   Comentar  |   



  145134 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Cara colega Alis Diba, como vc é iniciante no Facebook, vc deve entrar no GRUPO aposentados banespa pra ler esse meu comentário. Pra entrar no grupo, vc deve pedir pro Bosco, e-mail boscoguara@yahoo.com.br e vc passará fazer parte do grupo. Aí, tudo o que aparecer lá, vc poderá abrir e participar. A Zoia acabou de transcrever o que lá citei. Abs,

  01/06/2018 - 11:28 -   |   Comentar  |   



  145133 - Irineu   Jundiai sp

Teste.

  01/06/2018 - 11:28 -   |   Comentar  |   



  145132 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Para mim está claro. É NÃO a alteração do estatuto da Cabesp. Como já disse o José Milton, na outra assembléia teve confusão com o sim e o não. Precisamos estar atentos para não nos confundirem com as suas espertezass.

  01/06/2018 - 10:57 -   |   Comentar  |   



  145131 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Pericles Andrade
2 h
Fw: Enc: {aposentadosbanespa} ASSEMBLEIA DO DIA 30 DE JUNHO

DELENDA EST CARTAGO - PROPOSTAS DE ALTERAÇÃO ESTATUTARIAS DA CABESP - Caros colegas, lendo e relendo as propostas, chamou-me a atenção a alteração do art. 18 para o art. 17 - DA CONTRIBUIÇÃO DE CUSTEIO PELOS ASSOCIADOS, para a qual submeto às considerações dos sr(a)s estas minhas singelas e sinceras reflexões. Assim como, através da história, o senador romano Catão, "o velho", no sec II A.C., durante as guerras púnicas, entre romanos e cartagineses, terminava seus discursos com a frase que ficou célebre: "delenda est Cartago" (Cartago deve ser destruída), não devemos, nem podemos aceitar o inciso III desse art. 17 proposto. Diz ele: "Após os períodos estabelecidos no inciso II, poderão ocorrer variações dentro do intervalo definido no inciso I, mediante deliberação da Diretoria Executiva da Cabesp, baseada em estudos técnicos atuariais financeiros, desde que em período mínimo de 12 meses após o último reajuste apicado". Podemos aceitar quase tudo, menos este inciso III. Será um tiro no pé, o feitiço pode virar contra o feiticeiro, o tiro pode sair pela culatra. Será como dar uma carta assinada em branco para a diretoria da Cabesp, que tudo pode, pois tem o voto de minerva. Doze meses após esses 6%, podermos ter a desagradável surpresa de reajuste para 7, 8, 9%, ano a ano. Ora, sem esse inciso III, a cada ano que a diretoria achar que deve haver reajuste, que faça, como agora, proposta e submeta à Assembléia, por que não? Assim, na minha modesta opinião, penso que o art 17 proposto só pode conter os incisos I e II. Quanto aos demais ítens, considero-os razoáveis e plausíveis, não esquecendo que colegas poderão achar também situações incabíveis, como esta. Ficou-me a impressão de que o art. 57 restabeleceu a figura do Representante da Cabesp. Foi o melhor do que eu vi. Um forte abraço a todos. Péricles.
----- Mensagem encaminhada ----- De: pericles4117@terra.com.br Para: "pericles.4117@yahoo.com.br" Enviado: sexta-feira, 1 de junho de 2018 06:58:20 BRTAssunto: Enc: {aposentadosbanespa} ASSEMBLEIA DO DIA 30 DE JUNHO

Para quem não tem facebook.

  01/06/2018 - 10:51 -   |   Comentar  |   



  145130 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Antonio Galvão, se nos apresentaram esta alteração do estatuto de forma confusa tentando acho nos ludibriar, vindo do Santander tudo é possível, vamos dar um NÃO. Nosso voto deve ser um não até que se esclareça todos os pontos que não estão transparentes.

  01/06/2018 - 10:44 -   |   Comentar  |   



  145129 - Auro Ortega de Oliveira   Campo Grande/MS

Se nossa aposentadoria não nos sustenta no dia a dia como vamos aumentar nossa mensalidade? onde vou tirar 6% pro santander VOTE NÃO

  01/06/2018 - 10:36 -   |   Comentar  |   



  145128 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis/SP

CABESP: nossas dúvidas só aumentam
Saiu o edital de convocação para a AGE do dia 30 de junho de 2018 para aprovação da proposta de Alteração Estatutária. Para nos inteirarmos do completo teor daquilo que estaremos votando, é preciso que entremos no site da CABESP e cliquemos no acesso ao edital. Foi o que fiz. Debrucei-me atentamente sobre as informações referentes às “RAZÕES DAS ALTERAÇÕES ESTATUTÁRIAS”. Li, reli, procurei entendê-las (as razões) e interpretá-las. Contudo, as dúvidas que já tinha antes só aumentaram.
Pude entender apenas o que a proposta tem de óbvia: mudança dos mandatos de 2 para 3 anos; exclusão da figura do ‘representante’ e dos antigos órgãos como AGEABESP, DIREP e COREP; definição de que o Santander passou a ser o patrocinador por ter incorporado o Banespa. De resto, tudo muito confuso, e o que ficou claro para mim foi que, no dia 30 não estaremos votando apenas na correção das nossas contribuições, mas aceitando alterações no texto de alguns artigos que ficarão dúbios e que poderão nos ser prejudiciais.
Começando pelo Art. 17, que substitui o 18, está lá consignada a tal elevação dos índices que servirão de cálculo para as nossas mensalidades, que passarão para 4%, 5% e 6% a partir de setembro de 2018. Até aí tudo bem, todavia, o seu inciso III contempla aquela situação que tanto nos preocupou em nossos debates a respeito do que poderá vir depois da correção dos 6%. A sua redação sinaliza que o banco, “mediante deliberação da Diretoria Executiva da CABESP, baseada em estudos técnicos atuariais, financeiros”, terá condições de, a seu critério, alterar esses índices. E aí, tanto poderá ser para menor (muito pouco provável) como para maior. Ou seja: simplesmente estaremos reféns da sua vontade.
O art.20 virou 19, e nele aparece o parágrafo 3.º que não consegui entender: “Os beneficiários que contribuem com o custeio do seu plano terão contribuição mínima de 5% e máxima de 12%, ou seja, contribuição integral do custeio”. Por acaso aí se enquadram os beneficiários do Cabesp Família, do PAFE e do PAP? Que ‘contribuição mínima’ é essa? Pelo sim pelo não, penso que tudo teria que ficar muito bem explicitado no estatuto.
Com relação ao CONSELHO FISCAL, a coisa ficou realmente muito confusa. O item 2 da pauta fala na “Apresentação de nova redação com exclusão do Inciso II, §2º, Artigo 55”. Ora, os dispositivos citados são aqueles que sustentam o nosso direito de escolher dois representantes através de eleições e – claro! - jamais poderão ser EXCLUÍDOS. Quero crer que a confusão aconteceu por conta da determinação da juíza ali citada que julgou a ação movida por dois aposentados a qual pleiteava o direito de poderem se candidatar a cargos no referido Conselho. Conforme aparece também no site da CABESP, a magistrada deu ganho de causa aos dois aposentados banespianos e mandou “proceder à devida publicidade da presente decisão, com a consolidação de seu estatuto nos moldes proferidos”. Aliás, este item está colocado na pauta como “para ciência”, ou seja, não dará ensejo à discussão.
Concluindo:
1-Mais uma vez temos que lamentar o tratamento que nos é dado, no que tange ao nosso direito à informação. Acontecimentos como esse que envolveu a ação impetrada pelos colegas Sergio Roberto Cardoso e Seiji Simono contra a CABESP e Maria Rosani Gregotutti Akihama Hashizumi (quem será essa pessoa?), obrigatoriamente, deveria ter vindo a público pelas vias da nossa entidade representativa, a Afabesp, que sabia dela, mas – pelo menos que eu saiba – nada informou. Afinal, tudo que diga respeito à CABESP interessa muito a cada um de nós!
2-No meu entendimento, as dúvidas que aqui levanto são todas elas relevantes e feitas com total isenção de ânimo, determinadas apenas pela defesa irrestrita deste bem tão precioso, que é a nossa CABESP. Assim sendo, conclamo os colegas para que analisem e reflitam sobre o que coloquei. E, sobretudo, conclamo os nossos representantes para que se manifestem sobre as questões que levantei. Francamente, do jeito com as coisas nos estão sendo postas fica muito difícil irmos para uma assembleia tão importante - como será esta do dia 30 de junho - com as cabeças cheias de tantos ‘grilos’. Fica impossível votarmos com serenidade, votarmos com convicção!

  01/06/2018 - 10:20 -   |   Comentar  |   



  145127 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Péricles, acabei de fazer facebook, pois não tinha, para ler o que você escreveu, mas não estou conseguindo achar você. Como você está cadastrado? Só Péricles de Andrade?

  01/06/2018 - 10:10 -   |   Comentar  |   



  145126 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Cara Zoia R.Lima e demais colegas, leiam no grupo APOSENTADOS BANESPA, no facebook, sob título ASSEMBLEIA DO DIA 30/JUN - DELENDA EST CARTAGO - PROPOSTAS DE ALTERAÇÕES ESTATUTARIAS DA CABESP - comentário que faço sobre o assunto.

  01/06/2018 - 09:53 -   |   Comentar  |   



  145125 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Também não confio no voto eletrônico. O Santander não é de se confiar. E, conforme ouvi falar as associações estão a favor da alteração do estatuto.

  01/06/2018 - 09:37 -   |   Comentar  |   



  145124 - zoia rodrigues de lima   campo grande ms

Ainda sobre o estatuto da Cabesp: Neste mesmo artigo 19 diz o parágrafo 1: A contribuição devidas pelas patrocinadoras deverá sofrer os mesmos reajustes aplicados aos associados, conforme mencionado no artigo 17 _ Este que coloquei acima No art.17 no inciso III " Após os períodos estabelecidos no inciso II - Este inciso é o que falam sobre os aumentos escalonados , a cada ano, 4,5,e 6% - poderão ocorrer variações dentro do intervalo definido no inciso I, - diz este inciso: Fica estabelecida contribuição mínima de 2,5% e o máximo de 6% sobre o total da remuneração mensal do associado. - mediante deliberação da Diretoria Executiva da Cabesp, baseada em estudos técnicos, atuariais, financeiros, desde que em período mínimo de 12 meses, após o último reajuste aplicado. O QUE ACHAM DESTE ARTIGO? - ou seja a responsabilidade pelo custeio do plano é compartilhada igualmente pelas partes ( associados e empresas patrocinadoras do plano) arcando cada qual com 50% dos valores referentes à contribuição. Eu não entendi isto! Vejam, as empresas são Banco Santander, Conglomerado Santander e Cabesp e nós que dividiremos 50%? Que paridade é está? Isto terá que ser muito bem explicado para que possamos entender melhor.

  01/06/2018 - 08:45 -   |   Comentar  |   



  145123 - zoia rodrigues de lima   campo grande ms

Ainda sobre o estatuto da Cabesp: no artigo 19, parágrafo 3 - Do património e das contribuições - refere-se a inclusões. Diz no Parágrafo 3: Os beneficiários que contribuirem INTEGRALMENTE COM O CUSTEIO - o que vem a ser isto? Integralmente com o custeio! - continuando: terão contribuição mínima de 5% e máxima de 12%, ou seja manterão contribuição máxima do custeio. Alguém pode me explicar o que querem dizer? O que é Integralmente com o custeio? O que é contrinuiç~so mínima... e máxima...? E, " ou seja manterão contrinuição máxima do custeio" O que é isto?

  01/06/2018 - 08:31 -   |   Comentar  |   



  145122 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Com. 109 - Esquenta não colega Benedito. Todos os assuntos aqui tratados são nuvens passageiras. No começo é discussão e até desavença pra todo lado. De repente passa tudo e fica como estava. Essa do tal acordo em previ lá o começo, pois afinal não se conhece essa solução sem que haja proposta, o que no caso jamais existiu. Como bons brasileiros, aqui também tudo termina em pizza meu nobre colega. Nonato-Teresina.

  01/06/2018 - 08:27 -   |   Comentar  |   



  145121 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

145117 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES

José Milton, não acredito em nada que venha do Santander. Esse negócio de votação ELETRÔNICA, MUITO MENOS.

Infelizmente nossa AFABESP continua com o freio de mão puxado. A assembléia é dia TRINTA DE JUNHO. O TEMPO É CURTO!

Parece que tudo está se encaminhando como o banco quer; parecido com o Reajuste Zero, a cláusula 44ª, o déficit dos PLANOS (em especial a contribuição OBRIGATÓRIO dos colegas do PLANO II).

Estou-me lembrando do meu vídeo em PORTUNHOL:

!Con mil caracoles! Sentémonos como La Caperucita roja.
¡Qué dientes tan grandes tiene el Banco! El, fantaseado de lobo mal, desea comer nosotros, pobres ancianos brasileños.
¿Quién podrá ayudarnos?

Parece que NINGUÉM!
--

  01/06/2018 - 21:40 -   |   Comentar  |   



  145120 - Oscar Machado Filho   Belo Horizonte-MG

COMENTÁRIO 145113-ALIS DIBA-SÃO PEDRO DO TURVO-SP;
Sinceramente, acompanho a opinião do José Milton, acrescentando que as nossas entidades representativas Afabesp/Afabans, Abesprev, Afubesp,e,outras, deveriam após tantas reuniões, com opiniões formadas entre o SIM e o NÃO, como deveriamos proceder. Mesmo por que, o Estatuto vigente da CABESP não foi feito para atender a um PLANO B, com a privatização do Banespa pelo Santander. TODOS, Governo SP, Clientes, Funcionários, Secretaria da Fazenda, Politicos Paulistas, Empresas, Associações de Classes, Sindicatos e tantos outros,FIESP, etc; etc.etc. NÃO PREVIAM A DECADÊNCIA DO BANCO MAIS FORTE DO PAIS, E, A SUA VENDA A PREÇO DE BANANA. ESTAMOS DIANTE DE UMA NOVA E TRISTE REALIDADE, E NINGUÉM MELHOR DO QUE A AFABESP para nos orientar sobre a mudança do Estatuto da Cabesp.

  31/05/2018 - 20:39 -   |   Comentar  |   



  145119 - zoia rodrigues de lima   campo grande ms

Pessoal, tem como a gente não aceitar esta votação eletrônica? Pode não ser segura!

  31/05/2018 - 20:24 -   |   Comentar  |   



  145118 - wolnei messias   são bernardo do campo/sp

Muito Obrigado, Dr. jOSÉ mILTON PELOS ESCLARECIMENTOS.

AGORA É SÓ REUNIR ESSES NOMES NUM BALAIO E TOMAR PROVIDÊNCIAS.

  31/05/2018 - 18:21 -   |   Comentar  |   



  145117 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

RESPONDENDO À COLEGA DO COMENTÁRIO 145113 Alis Diba - São Pedro do Turvo/sp31/05/2018- 13:35 Como ficamos? A MINHA OPINIÃO É QUE DEVEMOS VOTAR CONTRA QUALQUER MUDANÇA, QUE POSSA NOS PREJUDICAR E POR ISSO,COMO SERÁ VOTAÇÃO ELETRÔNICA PRECISAMOS TOMAR MUITO CUIDADO,POIS , NA PRESTAÇÃO DE CONTAS COLOCARAM PARA VOTAR SÓ (SIM E NÃO) E NÃO HAVIA OPÇÃO COM RESSALVAS, ASSIM SENDO DEVERIAM TER VOTADO( NÃO), MAS COMO NÃO HOUVE ORIENTAÇÃO NENHUMA FOI APROVADA COM TODOS VOTANDO( SIM).
AS ENTIDADES DEVERIAM VERIFICAR E INFORMAR COMO SERÁ ESSA VOTAÇÃO, OU CASO CONTRÁRIO PRECISAMOS NO DIA DA VOTAÇÃO COLOCAR ***** EM ATA DA ASSEMBLÉIA ********** O QUE NÃO PODEMOS MANIFESTARMOS CASO EXISTA SÓ DUAS OPÇÕES DE( SIM OU NÃO), POIS, NÃO É COISA SIMPLES PARA SER RESPONDIDAS. QUANTO AOS AUMENTOS DAS MENSALIDADES O ********ESTATUTO PREVÊ QUE SÓ PODE ( SER COBRADO 2,5% SOBRE O QUE RECEBEMOS ARTIGOS 18 E 19,DO ESTATUTO DA CABESP) ***************** , PORTANTO, NÃO PODEMOS IR VOTANDO SEM SABERMOS O QUE ESTÃO COLOCANDO PARA RESPONDERMOS EM UM BLOCO DE SIM OU NÃO, TEM QUE ESTAR MUITO BEM EXPLICADO E OS DEMAIS ITENS TAMBÉM.A QUESTÃO DE QUORUM TAMBÉM DEVERIA SER PERMITIDO A VOTAÇÃO ATRAVÉS DAS AFABANS ,OU SE PUDER TAMBÉM PARA FACILITAR A VIDA DOS COLEGAS QUE RESIDEM FORA DA CAPITAL DE SP QUE PODERIAM TAMBÉM VOTAR POR CELULAR,OU INDO ATÉ A AFABAN DA SUA REGIÃO OU CIDADE,POIS, A QUESTÃO DAS PROCURAÇÕES ESTANDO LIMITADAS A DEZ P/CADA FICA MUITO COMPLICADO AINDA MAIS QUE TEM QUE IR DIAS ANTES PARA REGULARIZAR, CONFIRMAR E DEPOIS O TEMPO QUE LEVA PARA CONFIRMAR LÁ NO EC. BANESPA COM FILAS QUILOMÉTRICAS E AS NOSSAS IDADES NÃO PODEMOS AGUENTAR MUITA COISA, PRINCIPALMENTE, QUEM ESTA COM PROBLEMAS DE SAÚDE E AI PODERÁ DIFICULTAR O QUORUM E SENDO ATRAVÉS DAS AFABANS, OU CELULARES SERIA MAIS FÁCIL E MAIS HUMANITÁRIO A MUITOS COLEGAS QUE NÃO TERÃO CONDIÇÕES DE COMPARECER AO ESPORTE CLUBE BANESPA E SENDO UM MOMENTO DE VITAL IMPORTÂNCIA PARA TODOS BANESPIANOS. DEVEM ESTUDAR E COLOCAR EM PRÁTICA ESSAS POSSIBILIDADES CITADAS PARA QUE NÃO VENHAM PREJUDICAR AINDA MAIS TODOS NÓS.

  31/05/2018 - 16:35 -   |   Comentar  |   



  145116 - Angelo Giacomeli   Laranjal Paulista

145102 - Está truncado.

  31/05/2018 - 16:06 -   |   Comentar  |   



  145115 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

CONTINUANDO A EXPLICAÇÃO ABAIXO : O MINISTRO ALEXANDRE DE MORAES PASSOU A SER O RELATOR E O PRESIDENTE DA TURMA. O PROCESSO DO IGP DI ESTA NO TRF 3 SP E NÃO FOI PARA O STF, SÃO SÓ DESEMBARGADORES SENDO O PRESIDENTE DA TURMA O DR. NELTON SANTOS, DR. NERY JUNIOR, ANTONIO CEDENHO E COMO FICOU A VOTASÇÃO 2 X 1 A NOSSO FAVOR PRECISAM CONVOCAR MAIS DOIS DE OUTRA TURMA DA 4ª TURMA PARA DECIDIR E DESDE FEVEREIRO ESTAMOS AGUARDANDO E ACREDITO QUE SÓ EM AGOSTO OU SETEMBRO É SERÁ RESOLVIDA A CONVOCAÇÃO. QUANTO A GRATIFICAÇÃO DA SEGUNDA LEVA, JÁ COLOQUEI AQUI PARA BAIXO MAS SERÁ RESOLVIDA ATÉ O DIA 16 DE JUNHO E O ESPAÇO É CURTO E NÃO DÁ PARA EXPLICAR OS PORMENORES, MAS ACREDITO, QUE JÁ DEU PARA ATENDER SUAS PERGUNTAS E QUE SABE RESOLVAM TUDO ISSO ESSE ANO .

  31/05/2018 - 16:05 -   |   Comentar  |   



  145114 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

RESPONDENDO AO COLEGA COMENTÁRIO 145108 - Wolnei Messias - São Bernardo do Campo/ SP O PROCESSO DA GRATIFICAÇÃO PASSOU POR TOAS INSTÂNCIAS DA JUSTIÇA DO TRABALHO DESDE 1998 ATÉ 2012, ONDE GANHAMOS EM TODAS ELAS DE 2012, EM VIRTUDE DE REUCURSO DO BANCO SANTANDER FOI AO STF E ESTA LÁ NA PRIMEIRA TURMA QUE ÉRA COMPOSTA PELOS MINISTROS DIAS TOFFOLI,MARCO AURÉLIO MELLO, QUE ERA O RELATOR E PRESIDENTE DA TURMA A ROSA WEBER (QUE FOI IMPEDIDA DE VOTAR PORQUE ERA DA JUSTIÇA TRABALHISTA) O FUX, O BARROSO E AGORA

  31/05/2018 - 15:56 -   |   Comentar  |   



  145113 - alis diba   São Pedro do Turvo/sp

E a Assembleia da Cabesp? Pretendo ir, em vista de sua importância para nós. José Milton, Galvão, Oscar Machado Filho, e agora? Como ficamos?

  31/05/2018 - 13:35 -   |   Comentar  |   



  145112 - mariano perez martins   sao jose do rio preto sp

BOM DIA SENHORES------ACORDEI HOJE PENSANDO NO ACORDO--NOS IDOS DE 1940 E ABOBRINHAS MAIS, MEU SAUDOSO PAI ME DIZIA, QUE UM AMIGO LHE VENDEU UNS ALQUEIRES DE TERRA, NUM ACORDO SINCERO E AMIGO-DIGAMOS NO FIO DO BIGODE--HOJE ACORDOS, ´PAPAI NOEL, CABEÇA DE BACALHAU, POLITICOS HONESTOS---SEI LA, SEI LA NAO SEI.

  31/05/2018 - 12:40 -   |   Comentar  |   



  145111 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Yoshiko Izaura, para efetuar o recadastramento, entre no site
www.banesprev.com.br, onde você encontra o impresso, que deverá ser preenchido, corrigido algum detalhe, que deverá ser encaminhado ao Banesprev por carta, com abono da assinatura, ou por E.mail, junto com o último hollerith do INSS.

  31/05/2018 - 11:43 -   |   Comentar  |   



  145110 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

TAMBÉM PENSO COMO VOCÊ jOSÉ BENEDITO. abraços.

  31/05/2018 - 11:41 -   |   Comentar  |   



  145109 - JOSE BENEDITO COSTA   MARILIA

tenho visto alguns comentários a respeito de fazer acordo com o Banco Santander, mas esses comentários partiram do Banco em fazer acordo? porque se partiu do devedor até acredito que possa haver uma negociação, pelo que imagino o credor propor acordo nunca que seria vantajoso, o devedor a essa altura deve estar comemorando com esta situação

  31/05/2018 - 10:42 -   |   Comentar  |   



  145108 - wolnei messias   são bernardo do campo/sp

BOM DIA, jOSÉ mILTON. Nao querendo abusar de vossa bondade e paciência, poderia por gentileza me informar quais os nome dos muinistros onde passaram o andamento dos processos de gratificação e igpdi desde o ministro Joaquim Barboza ? e se puder o processo da 2a. leva das gratificações.

CONTANDO COM A VOSSA HABITUAL ATENÇÃO , AGRADEÇO E ACEITE OS MEUS PROTESTOS DE ELEVADA ESTIMA E DISTINTA CONSIDERAÇÃO.

  31/05/2018 - 09:27 -   |   Comentar  |   



  145107 - Antonio Eustáquio de Matos   São Paulo SP

LÍ, GOSTEI, COPIEI, COLEI. MUITO PARECIDO COM A NOSSA SITUAÇÃO.

"Estamos vivendo um momento desafiador no mundo.
A sombra veio à tona.
O escondido está sendo revelado, e isso não se refere apenas à situação político-econômico-social, mas a cada um de nós.
A forma como reagimos a esse momento revela também nossas sombras. Isso não é ruim. Só podemos limpar a sujeira que enxergamos.
Mas ouça. Enquanto nos ocupamos em apontar a escuridão lá fora, nos outros, na política, naqueles que atacamos por pensarem diferente de nós, deixamos de agir e transformar o que nos cabe.
Nós mesmos.
Pense que cada um de nós tem dons e habilidades que servem ao todo. Uns tem uma mente clara e ótimas ideias, outros são ágeis em encontrar soluções criativas. Uns sabem usar agulhas para curar, outros têm o dom da oratória. Uns amam estar em grupo e iniciar movimentos que se expandam, outros preferem ficar no jardim cuidando de uma única sementinha.
O momento requer que cada um de nós descubra seu dom e o coloque a serviço do todo.
Existe algo que só você tem a dar, entende?
Precisamos evitar a armadilha de sermos sugados por essa ilusão coletiva que diz que o nosso destino está nas mãos de alguém, que não nós próprios.
Enquanto ficamos aguilhoados pela revolta, reclamando, atacando uns aos outros, alimentando essa onda que causa angústia e medo, deixamos de fazer a única coisa que poderia ser verdadeiramente revolucionária.
Existir.
Ser a luz que somos.
Não importa a sombra que nos rodeie, estamos aqui para manifestar nossa luz. Uma única vela acesa rompe a escuridão.
Se você for alguém influente na política, seja luz.
Se você for influente na educação, seja luz na educação.
Se for dono de um quiosque na praia, coloque amor ao preparar os sanduiches.
Onde quer que esteja, faça o seu melhor.
Pare de desperdiçar sua energia julgando, polarizando, atacando. Isso não resolve. Apenas aprofunda esse véu de separatividade e cega a todos nós.
Essa é a última tentativa da sombra de nos afastar de nós mesmos.
Temos um poder imenso e tudo pode se transformar se formos sábios e corajosos para fazer a única coisa que nos cabe.
Não se deixe iludir pelo que vê à sua volta. Respire. Faça o seu melhor. Vibre a luz que você é.
E confie!
Estamos a caminho! 👣"

*"Almas são como velas acendem-se umas nas outras"*. Autor desconhecido

  30/05/2018 - 19:32 -   |   Comentar  |   



  145106 - Tiago Muzzi   Belo Horizonte/MG

Prezado Sr. Carlos Alberto e demais colegas da AFABAN/BH,

É com muita satisfação que venho noticiar mais uma vitória da equipe Muzzi, num processo em que 4 Banespianos pleiteavam a PLR do exercício de 2017.

O processo em questão fora ajuizado em 26.10.2017, na comarca de Belo Horizonte, tendo sido julgado procedente em parte na primeira instância, porque o Juiz não havia considerado o benefício previdenciário, para realizar o cálculo da PLR.

Em razão disso, ambas as partes recorreram dessa sentença. E, na presente data (30/05/2018) houve o julgamento dos recursos das partes no Egrégio Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, tendo comparecido ao Tribunal para sustentação oral juntamente com advogado do Banco, que veio de São Paulo.

Logo, após as sustentações dos advogados, cada um representado os interesses de sua parte, os desembargadores acataram a manifestação tão somente da parte Autora, colegas Banespianos, mantendo a procedência da PLR de 2017 e acrescentando na decisão a forma de cálculo, que deve ser considerado benefício previdenciário na base de cálculo da PLR, permitindo assim que os aposentados recebam a parcela em questão, em igualdade ao pessoal da ativa, conforme consta na Convenção Coletiva de Trabalho.

Continuaremos monitorando o processo e qualquer outra novidade, mantemos vocês informados!

MUZZI E ADVOGADOS ASSOCIADOS
(31) 3281-5010

  30/05/2018 - 18:09 -   |   Comentar  |   



  145105 - CABESP - COMUNICADOS   São Paulo

Cabesp Comunicados
16:29 (Há 6 minutos)
Cabesp

Prezados Associados,
No dia 30 de Junho de 2018, às 09 horas, será realizada a Assembleia Geral Extraordinária, a fim de aprovar a reforma estatutária da Cabesp, no Esporte Clube Banespa.
Utilizaremos a Votação Eletrônica para a aprovação, facilitando e agilizando a assembleia.
Contamos com a participação de todos os associados.
IMPORTANTE: admitida a representação, desde que o Procurador preencha os requisitos mínimos e seja encaminhada procuração com até 48 (quarenta e oito) horas de antecedência da realização da AGE.
Consulte o edital no Portal Cabesp www.cabesp.com.br

CABESP – ATENDIMENTO
_____________________________________________________
Dúvida acesse nosso Portal
www.cabesp.com.br
ENVIO AUTOMÁTICO. NÃO RESPONDER

  30/05/2018 - 16:39 -   |   Comentar  |   



  145104 - Mirian Coutinho   Sao Paulo

24.10.54
Gostaria de comentar ref ao desconto da ANAPS -consegui um nr de fone- 08007619090 consegui cancelar e recebi o vlr que tinham descontado em minha cc -demoram um pouco pra atenderem-tem de ter paciencia mas resolve quem quiser e so ligar

  30/05/2018 - 13:29 -   |   Comentar  |   



  145103 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Muitos comentam que se houver um "ACORDO JUSTO E DECENTE" aceitariam fazer. Mas nunca que o Satãder vai propor acordo justo e decente, podem esquecer.

  30/05/2018 - 11:24 -   |   Comentar  |   



  145102 - Angelo Giacomeli   Laranjal Paulista

Pela velocidade de percebo em minha internet, creio que haverá paralisação total em breve. Como ninguém transita com veiculos,( combustivel caro ou em falta), incharemos esse meu de "locomoção".

  30/05/2018 - 11:15 -   |   Comentar  |   



  145101 - luiz antonio azevedo homem de melo   lorena - sp

É como eu disse JOSÉ MILTON, em 2038, se DEUS quizer eles decidem.

  30/05/2018 - 09:45 -   |   Comentar  |   



  145100 - yoshico izaura okamoto takai   BRASILIA

FAVOR ENCAMINHAR FOLHA PARA RECADASTRAMENTO NA BANESPREV POR E-MAIL yoshicotakai@msn.com.
OBRIGADO
2018/05/30

  30/05/2018 - 09:35 -   |   Comentar  |   



  145099 - RUI ORLANDO PEREIRA   São José dos Campos/SP

Já tive a oportunidade de me manifestar no APDO, mas coloco aqui novamente a minha opinião:
Em face da morosidade visivelmente protelatória, a beneficiar exclusivamente o Banco espanhol, e cujo decorrer do tempo sem quaisquer perspectivas de solução depõe totalmente contra nossos interesses, considerando sobretudo nossas idades avançadas, coloco-me FAVORÁVEL a um acordo com o Banco Santander, desde que decente e justo, evidentemente.
Evidente se torna também o fato de que, em um acordo sempre se perde uma parte do valor devido; mas, creio que, na atual circunstância, volto a dizer, pelas nossas idades e perspectivas nada promissoras de um desfecho breve do processo, mais vale “um pássaro nas mãos do que dois voando”.

  30/05/2018 - 09:32 -   |   Comentar  |   



  145098 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

CM.145089 Rubens Goulart Padilha DE Cambé-PR
Tudo que vier para acrescentar, colaborar e trocar informações será bem-vindo. Fique à vontade para participar. Abraços.

  30/05/2018 - 09:22 -   |   Comentar  |   



  145097 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Pra mim, o "Conselho útil", editado diariamente pelo colega Álvaro, é leitura obrigatória e de importância salutar para transmitir energia positiva. Parabéns ao colega. Nonato-Teresina.

  30/05/2018 - 09:11 -   |   Comentar  |   



  145096 - Antonio Carlos Medeiros Leitão   Rio de Janeiro

Amigo nossa Justiça não está falida não,quem está falido somos nós trabalhadores que cumprimos nossas
obrigações,e agora esse STF,nos ignora totalmente,triste muito triste.abraços

  29/05/2018 - 20:01 -   |   Comentar  |   



  145095 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

INFELIZMENTE TORNARAM ADIAR O JULGAMENTO, ALÉM DE CEGA A NOSSA JUSTIÇA ESTA FALINDO, POIS NÃO RESPEITA NEM OS DIREITOS DOS IDOSOS EATÉ QUANDO TEREMOS QUE TER PACIÊNCIA E CONTINUAR APELANDO SÒZINHOS ?

Lista dos Ministros

Primeira Turma
Sessão Ordinária 05/06/2018 *********************************
Relator(a): MIN. ALEXANDRE DE MORAES *************************
LISTA4
ARE 675945 EMB.DECL. NO TERCEIRO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO
SÃO PAULO

-
EMBTE.(S): BANCO SANTANDER BRASIL S/A
ADV.(A/S): CARLOS MÁRIO DA SILVA VELLOSO FILHO E OUTRO(A/S)
EMBDO.(A/S): ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS APOSENTADOS DO BANCO DO ESTADO DE SÃO PAULO - AFABESP
ADV.(A/S): RENATO RUA DE ALMEIDA E OUTRO(A/S)
ADV.(A/S): GETÚLIO RIVERA VELASCO CANTANHEDE
ADV.(A/S): ALDE SANTOS JÚNIOR

  29/05/2018 - 19:01 -   |   Comentar  |   



  145094 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Obrigada, Carlos Alberto-(BHte). A drª me disse algo semelhante e que tenho de ser forte. Serei. Devemos ficar bem, assim mesmo. Viver é o melhor que podemos fazer.

  29/05/2018 - 16:06 -   |   Comentar  |   



  145093 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

Gilberto, não deixa por menos. Processa essa associação que mexeu no seu bolso sem autorização. Processa também o INSS que aceitou a fraude.
É PRECISO COMBATER OS BANDIDOS!

  29/05/2018 - 11:42 -   |   Comentar  |   



  145092 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

COM 145082: COMO LEIGO, SEMPRE ACHEI QUE O JUIZ TINHA QUE CUMPRIR 0 QUE ESTAVA ESCRITO NA LEI, SEM SER INOVADOR OU INVENTAR ALGUMA COISA. MAS ACHO QUE ME ENGANEI.

  29/05/2018 - 11:15 -   |   Comentar  |   



  145091 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Acho que está dando para perceber as diferenças existentes entre as políticas governamentais, NEO LIBERAL E SOCIAL DEMOCRATA.

  29/05/2018 - 11:10 -   |   Comentar  |   



  145090 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Que ninguém se iluda. Os reflexos econômico-financeiros desta greve vão ser logo logo sentidos por aqueles que vão pagar a conta, no caso todos nós. O arrocho vai apertar mais umas casas em cima da gente. Quando aposentei (97) até melhorei financeiramente por conta de ampliação da advocacia. A partir de 2013 porém a coisa complicou, com o inevitável aparecimento dos males próprios da idade. Já tive AVC, fiz safena e muito mais. Por conta disso, praticamente encerrei minha carreira igualmente naquela área. Como os problemas de saúde andam sempre (mal) acompanhados, o fato é que, em função também da crise do país, passei a ter dificuldades que até então desconhecia, para não fugir à sina de que a velhice é uma graça muito sem graça. Apesar de tudo reclamo pouco, mas já reclamei muito menos. Nonato-Teresina.

  29/05/2018 - 10:41 -   |   Comentar  |   



  145089 - rubens goulart padilha   Cambé-PR


Colegas aposentados do Banespa e Dirigente do Site APDOBANESPA, sou aposentado do BB
e tenho acessado muitas vezes o seu Site, e gostaria de saber, e pedir permissão, se autorisado, de emitir opinião a respeito do funcionalismo aposentado. Agradeço a possibilidade desde já, no aguardo de sua autorização, e obrigado, tudo de bom a nós todos aposentados e pensionistas.

  29/05/2018 - 10:08 -   |   Comentar  |   



  145088 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

Adélia, lamento pelo seu desconforto e situação, mas não se esqueça do velho ditado popular que diz "que Deus sabe o que faz". Talvez até para mostrar-lhe outros caminhos, mas com a graça de Deus você haverá de ser recuperar. Eu sei bem o que é ter problema de visão. Minha esposa tem uma doença denominada DMRI, ou seja, degeneração macular da retina por idade. Não tem cura e ela, após tomar quase 30 injeções nas duas vistas já perdeu o campo visual frontal da vista direita e hoje só tem cerca de 30% da vista esquerda. A sua visão se restringe apenas ao campo visual periférico, significa que para ler ou ver algo com mais detalhes tem que baixar ou subir a vista. É uma pessoa com deficiência visual. E para completar, também eu já tomei 06 injeções na vista direita pois também surgiu em mim a mesma doença. Adélia, faz parte da idade e essa nossa( da minha e eu ) não tem cura. Estimo sinceramente suas melhoras.

  29/05/2018 - 08:56 -   |   Comentar  |   



  145087 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Antonio Pelegrino, agradeço pelas palavras de conforto. É verdade, e há casos muito piores nesta fase. A velhice é assim mesmo, traz muitas perdas. Todos nós perdemos muito de nós mesmos. Vem aí uma boa notícia do processo, vamos ganhar dessa vez, já está em pauta do STF!

  29/05/2018 - 23:47 -   |   Comentar  |   



  145086 - Antônio Pelegrino   Cafelândia -SP

C- 145085 - Adélia - Fiquei muito triste lendo seu comentário, acredito que muitos de nossos colegas apresentam algum tipo de doença que tanto faz sofrerem. Deus que dê forças para enfrenta-lo e certamente continuará vendo a Luz do Mundo com os olhos de DEUS. Santa Luzia, rogai por ti.

  29/05/2018 - 23:20 -   |   Comentar  |   



  145085 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Tive um problema nos olhos e acho que foi derrame devido o sangramento. Ficou horrível, parecendo os olhos do drákula. A visão está voltando aos poucos. Tudo bem, um deles dá conta do recado. Por ironia, houve um paralelo...Vi o porquê de tantos pedidos de vistas(embora ache que é uma ordem determinante), em nosso processo que está no STF há anos: É que a Justiça é cega.

  29/05/2018 - 21:44 -   |   Comentar  |   



  145084 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

VAMOS VER SE AGORA DESPACHAM E NÃO ADIAM MAIS UMA VEZ
Processos > Pautas de Julgamento
PROCESSOS
Acompanhamento Processual
Peticionamento Eletrônico
Pautas de Julgamento
Primeira Turma Processo
Pauta Temática Lista dos Ministros
Primeira Turma
Sessão Ordinária 29/05/2018 ***********************************
Relator(a): MIN. ALEXANDRE DE MORAES***************************
LISTA4
ARE 675945 EMB.DECL. NO TERCEIRO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO
SÃO PAULO

  28/05/2018 - 18:33 -   |   Comentar  |   



  145083 - VICENTE GARISTO SOBRINHO   Cafelândia (SP)

Nós banespianos, não devemos nos esquecer que CIRO GOMES, pré-candidato à presidência da República em outubro próximo, ministro da Fazenda em dezembro/1994, foi quem juntamente com PEDRO MALAN, presidente do Banco Central à época (posterior ministro da Fazenda de FHC), assinaram o decreto de INTERVENÇÃO no nosso querido e saudoso BANESPA, que resultou em sua PRIVATIZAÇÃO. Acho que não preciso dizer mais nada a respeito do candidato!

  28/05/2018 - 16:03 -   |   Comentar  |   



  145082 - Antônio Pelegrino   Cafelândia -SP

8/05/2018
Tribunal da Lava Jato avança em direito dos aposentados
Gilberto Yoshinaga
do Agora

Progressista, ousado e inovador. Entre especialistas em direito previdenciário, esses são alguns adjetivos comuns para se referir ao TRF 4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), que abrange os estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Notabilizado nos últimos meses por estar à frente das principais ações da Operação Lava Jato, tal tribunal também tem sido responsável por importantes decisões que têm favorecido os aposentados e que, em muitos casos, se tornam referências em outras instâncias judiciais.

"De fato, o TRF 4 é muito mais progressista não só em relação ao direito previdenciário, mas também em outras temáticas jurídicas, como o direito da família, por exemplo. Assim, também se tornou um tribunal de vanguarda, inovador", afirma Roberto de Carvalho Santos, presidente do Ieprev (Instituto de Estudos Previdenciários). "O TRF 4 tem um perfil mais flexível. Não fica engessado em formalidades jurídicas, se preocupa mais com o direito do que com a forma e procura acompanhar as transformações da própria sociedade", diz Santos.

A opinião é compartilhada por Adriane Bramante, presidente do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário). "Realmente, o TRF 4 é diferenciado, mais proativo e avançado em relação a muitos assuntos. Dentre eles, o direito previdenciário", diz.

Para ela, isso se deve a uma soma de fatores. "Referente a decisões judiciais, o Sul concentra advogados muito estudiosos e juízes que entendem muito de direito previdenciário e até são referências em cursos de direito. Por isso, algumas decisões do TRF 4 são inéditas e norteiam tribunais de todo o país."

Ex-presidente foi responsável por inovações

O desembargador Vladimir Passos de Freitas, que atuou no TRF 4 por cerca de 25 anos e foi seu presidente entre 2003 e 2005, lembra de algumas novidades que implantou. "No início dos anos 1990, percebi que muitas ações previdenciárias tramitavam no TRF 4, mas não havia uma vara especializada. Propus e lutei para que lá em Porto Alegre fosse instalada a primeira vara desse tipo no país", afirma ele.

  28/05/2018 - 15:38 -   |   Comentar  |   



  145081 - Antônio Pelegrino   Cafelândia

C- 145070 - Carlos Alberto Rodrigues dos Santos - Concordo plenamente com o substabelecimento sugerido pelo Dr.José Mílton, só não acredito na contratação do ilustre advogado pela Afabesp. A grande demora no recebimento de nossas Ações Judiciais está na quantidade de participantes, o que tem aberto inúmeros precedentes ao réu para postergar, bem comentada pelo colega.

  28/05/2018 - 15:21 -   |   Comentar  |   



  145080 - Antônio Pelegrino   Cafelândia

40 dias pedidos pela AFABESP

Bem, inicialmente diante de tantos imbróglios propositáveis apresentados pelo réu para protelação de nossos direitos, torná-se difícil acreditar em verdades.O advogado contratado para nos defender na Ação do IGP-DI, usa como elo entre seu escritório e nossa associação o Dr. Leite, o qual se encontra em gozo de suas merecidas férias. Quanto a essa solicitação de prazo, acredito que é para contestar a divergência de números de aposentados constantes na lista da Afabesp e a preparada pelo réu. Diante desse cenário vamos enfrentar os defensores do réu; Blefando em todas as decisões para ganhar prazo e publicação de falecimentos na Revista da Afabesp. Prevalecerá as medidas peremptórias dos juízes em fazer cumprir suas decisões, é o que esperamos!


  28/05/2018 - 15:04 -   |   Comentar  |   



  145079 - WALDIR GENOVESE MICHELISão Paulo   sâo paulo

A minha opinião é simples, mais vale um pássaro na mão 10 gatunos em nosso redor, estou de acordo com acordo, decente..

  28/05/2018 - 14:48 -   |   Comentar  |   



  145078 - INFORMAÇÃO RECEBIDA (AFUBESP)   Piedade-SP

RECEBI E-MAIL (CÓPIA) - cristinaamor@afubesp.com.br cristinaamor@afubesp.org.br por emktlw-01.com

Campanha dos Bancários defenderá manutenção dos direitos

Os bancários do estado de São Paulo já definiram suas prioridades para a Campanha Nacional Unificada 2018. A conferência estadual, realizada no sábado 26, votou a pauta de reivindicações que será levada ao debate na Conferência Nacional, a ser realizada entre os dias 8, 9 e 10 de junho, em São Paulo, e que aprovará a pauta final de reivindicações, a ser entregue à federação dos bancos (Fenaban). A data base da categoria é 1º de setembro.
Entre as prioridades apontadas pela categoria no estado estão a manutenção dos direitos adquiridos, defesa da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) válida para toda a categoria (independentemente do nível salarial), mesa única de negociação com os bancos (com bancos públicos e privados), defesa dos bancos públicos e fortalecimento da democracia.
“Nossa luta é em defesa da nossa CCT, com validade nacional, que completa 26 anos. Vamos nos mobilizar pela manutenção dos nossos direitos e reivindicar que os bancos interrompam o processo de demissões e fechamento de postos de trabalho”, disse Ivone Silva, presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região.
“Nossa prioridade este ano é a defesa da democracia e dos direitos dos trabalhadores. Na consulta realizada no estado de São Paulo, os bancários apontaram que a Reforma Trabalhista é péssima para o trabalhador e destaca a importância de se eleger políticos comprometidos com a pauta da classe trabalhadora”, disse Aline Molina, presidenta da Fetec (Federação dos Trabalhadores em empresas de Crédito).
Participaram 332 delegados eleitos em assembleias realizadas pelos sindicatos em todo o estado nas conferências regionais preparatórias.
Consulta
Durante a 20ª Conferência Estadual dos Bancários de São Paulo, a Fetec-CUT/SP apresentou uma análise prévia dos dados da consulta às bases dos sindicatos de bancários do estado. Um tema relevante para a categoria é a defesa contra o sucateamento e a privatização dos bancos públicos. Para 78% dos ouvidos o tema é muito importante e para 17% é importante.
Defesa dos empregos
Também é prioritário para os bancários de São Paulo a defesa dos empregos. De acordo com dados dos balanços das instituições financeiras, os cinco maiores bancos que atuam no país (Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú e Santander) eliminaram 16,9 mil postos de trabalho somente em 2017.
Lucro dos bancos
O setor financeiros pode atender às reivindicações da categoria. O lucro líquido dos cinco maiores bancos atuantes no Brasil (Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú-Unibanco e Santander), nos três primeiros meses do ano, atingiu a marca de R$ 20,3 bilhões, com crescimento de 18,7%.
Delegados para Conferência Nacional
Os 332 delegados presentes na 20ª Conferência Estadual também referendaram a delegação que representará a base da Federação dos Bancários da CUT de São Paulo (FETEC-CUT/SP) na 20ª Conferência Nacional. Serão 200 delegados e delegadas do estado de São Paulo.//SP Bancários

  28/05/2018 - 13:33 -   |   Comentar  |   



  145077 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

Dr. Nonato se observar no meu comentário 070 eu concordei com você. Mas entendo que a sugestão do nosso colega José Milton não tem o objetivo de transformar a ação coletiva em individual.

  28/05/2018 - 12:47 -   |   Comentar  |   



  145076 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

CLAUDEMIR FERRARESI- Colega bom dia. Faça contato com o Dr. Tiago
Muzzi ou Dra. Débora pelos fones 31-32815010 ou 998851710. Email
ATENDIMENTO@MUZZI.ADV.BR"

  28/05/2018 - 11:41 -   |   Comentar  |   



  145075 - Tiago Muzzi   Belo Horizonte/MG

145071 - Sr. Claudemir Ferraresi e Sr. Carlos Alberto Rodrigues dos Santos,

Estou à disposição nos contatos: (31) 3281-5010 e (31) 99885-1710 (whatsapp)

  28/05/2018 - 11:37 -   |   Comentar  |   



  145074 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Com. 070 - Desculpa Carlos mas essa engrenagem foge por completo ao grau de respeito profissional que se deve ter a quem contratamos para nos prestar serviços. Se o cara não serve dispensa. Mas submetê-lo ao constrangimento de substabelecer porque o outro trabalha melhor, sinceramente é humilhante. Acho que os nossos advogados não aceitarão assinar este atestado de incompetência. Nonato-Teresina.

  28/05/2018 - 11:25 -   |   Comentar  |   



  145073 - jose inacio fontes   ourinhos

sem acordo!

  28/05/2018 - 08:43 -   |   Comentar  |   



  145072 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

Claudemir, prezado colega boa noite. Veja o comentário 145008 que no final tem o telefone do Dr. Tiago Muzzi, não esquecendo que o DDD é 031. Se por ventura ele não estiver você pode falar com a Dra. Débora,
Boa sorte colega.

  27/05/2018 - 20:59 -   |   Comentar  |   



  145071 - Claudemir Ferraresi   Guararapes sp

Amigo Carlos Alberto, como faço para entrar em contato com o Dr.Tiago
Moro em Guararapes interior de São e gostaria de obter informações de como proceder para entrar com a Ação do PLR.

  27/05/2018 - 20:49 -   |   Comentar  |   



  145070 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

145063- Dr. Nonato, sobre o seu comentário analisando a sugestão do nosso colega José Milton eu concordo com você. Mas no 145040 o José Milton está sugerindo o substabelecimento pelos advogados para o Dr. Tiago Muzzi fazer parte do processo e dessa maneira tentar imprimir ou formalizar o seu ritmo de trabalho. Entendo que a condução dos processos da Afabesp são diferente dos nossos ações que são individuais plúrimas e no meu entender, não há como retroceder sem prejuízo para os associados/autores dos processos. O que eu venho incentivando Dr. Nonato é a adesão em ações individuais plúrimas de PLR, que em BH, já tem ação liquidada de 2015. São mais rápidas e servem para amenizar um pouco o sufoco de alguns colegas e as atuais correspondem a 2,2 salários mais um valor fixo que varia de acordo com o ano da convenção. E é bom lembrar que essas não provocam litispendência. Outra ação é a de cálculo errado do abono que o Banco executa de maneira errada. Tem casos que chega a mais de 15% de diferença e são quinquenárias nos atrasados. Essas são contra o Banco. Existe também as de complementação de abono contra a Secretaria de Fazenda para àqueles que se aposentaram com menos de 30 anos. Assim, eu vou caminhando tentando ajudar colegas com orientações e esclarecimentos e que tenham a coragem de acionar o Banco e como exemplo eu cito os aposentados de Campinas e Manaus que recentemente contrataram os serviços do Dr. Tiago Muzzi.
Carlos Alberto R.dos Santos-Presidente da Afaban-BH

  27/05/2018 - 20:40 -   |   Comentar  |   



  145069 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Com. 065 - Caro Luiz Antônio. Eu também sou um sonhador. Só que neles (sonhos) as coisas do banco estão no fim das prioridades. Tem outros motivos que produzem melhor ansiedade, desejos, alegria, esperanças, etc. Mas tudo bem. Os colegas têm todo o direito de fixar seus sonhos na grana do Santander. Vou deixá-los em paz como vc sugeriu. Abraços, Nonato-Teresina.

  27/05/2018 - 19:31 -   |   Comentar  |   



  145068 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

145054-Marco Antonio – Sobre seu comentário posso te afirmar que o que vem acontecendo em BH não é especulação. Nosso parceiro, Dr. Tiago Muzzi, patrocina ações de PLR para nós desde 2004 e no início, realmente foi difícil. Primeiro, fazer ver aos colegas a possibilidade de acionarmos o Banco nas ações de PLR, que pelo nosso estatuto substitui as gratificações. Hoje temos a adesão de 100% de nossos associados. Quanto a se alguém já recebeu veja o comentário de nº 145060 de nosso associado Oscar Machado Filho que recebeu a PLR de 2015 e se você pesquisar, vai encontrar um comentário meu em que informava que no decorrer de 2017 tive a alegria de entregar vários cheques no valor total de R$ 1.200.000,00 aos nossos associados. A ação de PLR, Marco Antonio, elas são ações individuais plúrimas e normalmente entram 05 aposentados em cada grupo. Não sou advogado e portanto posso estar no decorrer cometendo alguma falha. Ao dar entrada na Justiça, nos solicitamos a justiça gratuita que normalmente vem sendo concedida e pedimos apenas as vencidas. Por que somente as vencidas. Porque se perdermos, perdemos apenas a do ano solicitado. Se pedíssemos as vencidas e vincendas e formos bem sucedido, ótimo, anualmente iriamos receber as PLRs futuras sem depender mais da justiça. Mas se perdermos, não mais receberíamos as PLRs e o Banco poderia usar essa situação, no futuro, nas ações de gratificação. Adotamos essa opção para não corrermos riscos. Assim, anualmente, os nossos associados estão recebendo uma PLR. Eu venho a algum tempo tentando mostrar aos meus colegas cabeça branca que uma das alternativas de tentar amenizar os nossos prejuízos com o Santander é acionando-o individualmente na Justiça e nós , em BH, temos obtidos quase 100% de sucesso, acionando não só as PLRs, mas também a correção dos cálculos do abono que foram executados pelo Banco de maneira errada e que já tem sido comprovado na Justiça com várias vitórias, inclusive eu e na complementação do abono para quem se aposentou com menos de 30 anos. Nessas ações Marco Antonio, com meu trabalho de formiguinha, conseguimos a adesão de vários colegas de Campinas que já foram vitoriosas em primeira instância e Manaus-AM, além de sucessos em Taubaté, Campo Grande-MS, Natal, etc..., sempre patrocinado pelo Dr. Tiago Muzzi. Esperando ter te esclarecido, coloco-me a sua disposição para eventuais dúvidas. Carlos Alberto Rodrigues dos Santos-Presidente Afaban-BH

  27/05/2018 - 19:26 -   |   Comentar  |   



  145067 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Marco Antonio.
Seu comentário. Kkkkkkkkkkkk.

  27/05/2018 - 15:54 -   |   Comentar  |   



  145066 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

com 064: Minha querida colega Adélia, tudo bem??? Pelo menos na Venezuela está tendo Eleições, bem ou mal eles estão mantendo a Democracia. E aqui, será que vamos conseguir????? Abraços.

  27/05/2018 - 13:04 -   |   Comentar  |   



  145065 - luiz antonio azevedo homem de melo   lorena - sp

Ô RAIMUNDO, deixa de ser ranzinza. Você é muito realista. Deixa os velhos sonharem. Êles ainda nem perceberam que o Santander quer acabar com a CABESP, para agilizar nossa extinção. Assim, quando o STF decidir nossas ações, em 2038, não haverá ninguém para pagar. Aí é só comemorar. Lá na Espanha, é claro.

  27/05/2018 - 11:42 -   |   Comentar  |   



  145064 - adelia mauricio silva   Divinópolis

A Venezuela aí gente! Com Avestruz! Não disse no ano passado?!

  27/05/2018 - 09:36 -   |   Comentar  |   



  145063 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Pensei que já tinha visto todo tipo de aberração em alguns comentários. Mais que nada. Essa de desistir da nossa ação coletiva, que está em fase final lá no Supremo, para começar tudo de novo através de ações individuais superou e muito o que de absurdo já tinha lido. Acho até que se trata de uma brincadeira, ainda que de mau gosto. Se isto acontecer seremos os primeiros no mundo a adotar esta "inteligente" tática. Desculpem os defensores desta tese, mas este é o pior dos caminhos e nunca pensei que algum dia fosse sugerido, independentemente dos motivos. Nonato-Teresina.

  27/05/2018 - 08:05 -   |   Comentar  |   



  145062 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

Colegas, vive-se no sistema democrático do direito, há liberdade de se pronunciar. Há pessoas que por forças de suas situações, aspirações, necessidades, idades, comoções de toda ordem, possuem o seu pleno direito de pedir, reclamar, clamar por uma solução que o possa favorecê-lo em alguma coisa. Então, colegas, há aquelas pessoas que um acordo, pode o favorecer em algum recebimento que o levará a sanar, amenizar, diminuir algumas das suas necessidades. Isto é bom, saudável, faz parte do processo democrático. Há outras, que estão em situações bem diferentes, com amplas condições de esperar o desfecho jurídico com o qual concordou quando do envio da procuração. Todas as pessoas merecem considerações e respeito. Às vezes, percebemos, comentários como que houvesse um quê de admoestação ao clemente.
Comentarei um assunto que já deveria estar esclarecido a longo tempo: Falou-se, escreveu-se, defendeu-se que um dos Advogados de algum Escritório, falou que nós deveríamos colocar o nosso bloco na rua. Houve um colega que fez de tudo para que muitos blocos estivessem na rua, na frente da Justiça Federal, aqui e acolá. Infelizmente, ele já se foi. Sentimos saudades e sempre sentiremos. Porém, com todo o respeito a quem seja isso ou aquilo, novo ou mais antigo, presidente, vice, doutor, pós-doutor, sem título superior, mas aqui e nas Assembleias, em qualquer fórum pertinente, há de se respeitar o Aposentado-Associado. Este é o título que todos possuem em nossos ambientes. A fora estes nossos ambientes, cada qual poderá ser tratado disso ou daquilo. Em sendo assim, numa busca por um atendimento transparente, tão necessário, quando se tem clientes vulneráveis por natureza, quem seja competente, deveria esclarecer com todas as letras, perante o Advogado que falou, que não falou, que isso ou aquilo. Há muitos auditórios em SP e esse Advogado deveria ser convidado para publicamente nos fornecer esclarecimentos sobre os processos, diretamente, inclusive ressaltando se um dia houve a iniciativa para se colocar o bloco na rua. Isto seria o mínimo. Aqui em nossos sites há Advogados, bem sucedidos, de renome nacional, que posta, que não se furtaria a esclarecimentos amplos. Acho, que muitos aposentados ficariam satisfeitos com esclarecimentos públicos e diretos dos nossos Advogados. Esta escuridão é que faz mal aos corações de muitas pessoas. Abraços.

  26/05/2018 - 20:17 -   |   Comentar  |   



  145061 - Gilberto Pirolo   ourinhos sp

Acordo ou não?
Já fiz acordo. Uma vez com o Banespa e outra com o santander.Com o Banespa foi uma negociação envolvendo um promoção de cargo e mais
60% dos direitos pecuniários achei o acordo razoável.
Como o santander o acordo foi de 60% dos direitos o que não
foi um bom acordo, mas a pressa é a inimiga da perfeição e
quem tem pressa come cru e quente.
Mas as duas tentativas de acordo partiram dos devedores,isto é,
o Banespa e o santander.Portanto não sou contra qualquer acordo
desde que me convenha.Agora se esperam de mim como credor, uma
tentativa de acordo que esperem sentado porque de pé cansarão.
Abraços Pirolo.



  26/05/2018 - 18:48 -   |   Comentar  |   



  145060 - Oscar Machado Filho   Belo Horizonte-MG

PÉRICLES E JOSÉ MILTON:
Na semana passada, fui chamado para comparecer à Afaban-BH, da qual sou associado, para receber um cheque do Dr. Tiago Muzzi, sobre Ação vitoriosa de PLR. Sempre estão me chamando para isso. Quando cheguei, tinha uma fila de colegas em torno de umas 5 pessoas.Fiquei feliz e nem perguntei qual era o ano da PLR. O cheque era de 35 mil reais. Atesto a idoneidade e a competência do Dr. Tiago Muzzi. Abraços.

  26/05/2018 - 18:47 -   |   Comentar  |   



  145059 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

caro colegas Dimas:? Você acha mesmo que a afabesp é culpada pela morosidade de nossa justiça???

Em tempo: não ganho nada para defender a aFABESP, APENAS USO O RACIOCÍNIO!.

  26/05/2018 - 14:37 -   |   Comentar  |   



  145058 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

COM:050:

  26/05/2018 - 14:34 -   |   Comentar  |   



  145057 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

com: 055- Meu querido colega João: Vamos cair na REAL. Vamos pisar no chão! Quanto mais advogados envolvidos, mais honorários temos que pagar, caso sejamos vencedores. Ou você acha que eles serão caridosos??? ABRAÇOS.

  26/05/2018 - 14:27 -   |   Comentar  |   



  145056 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Com 145043. Parabéns Pelegrino, penso também desta forma. Não podemos enfraquecer AQUELES QUE NOS REPRESENTAM. se isto ocorrer estaremos fortalecendo os contrários.

  26/05/2018 - 13:33 -   |   Comentar  |   



  145055 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Quem sabe a contratação pela AFABESP, dos Advogados DR.Tiago Muzzi de BH, do Dr. Rodrigo Eiras de Barretos, que tem ganhos de causas contra o Santander, mais o dr. José Milton o maior conhecedor dessas causas, não seria uma boa. Juntando esses tres e mais os Advogados já contratados pela AFA, com certeza seria ruim para o Satâder. Cada qual teria uma ideia para contrapor ao banco.

  26/05/2018 - 13:23 -   |   Comentar  |   



  145054 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Vamos parar para pensar: o Dr. Muzzi está ganhando em todas as instâncias??? já receberam???? queremos maiores informações, pois nós já ganhamos em todas as instâncias e agora estamos esperando as decisões do SUPREMO. SERÁ QUE AÇÕES INDIVIDUAIS são mais rápidas??? Com a palavras aqueles que entendem do assunto. POr Favor, chega de acreditar em especulações.

  26/05/2018 - 12:58 -   |   Comentar  |   



  145053 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Luiz Antonio, não querendo defender ninguém, Mas, acho que você está equivocado. Não acredito nesta possibilidade. O Dr. Muzzi trabalha em diversas cidades. E acredito de maneira correta.

  26/05/2018 - 12:10 -   |   Comentar  |   



  145052 - JOSE CARLOS SALGADO   sao paulo

SOU FAVORÁVEL A UM ACORDO EM QUE SE ATUALIZE AGORA OS NOSSOS
SALÁRIOS,E CONTINUEMOS BATALHANDO PELOS ATRASADOS.ACHO QUE DESTA
MANEIRA AINDA PODEREMOS USUFRUIR EM VIDA UMA PARTE DOS NOSSOSW
DIREITOS.

  26/05/2018 - 12:07 -   |   Comentar  |   



  145051 - luiz antonio azevedo homem de melo   lorena - sp

O segrèdo do Dr. de Belo Horizonte, pra mim é a DI$PO$IÇÃO. Ele entra na justiça bem DI$PO$TO e sai fácil. Eu acho que a nossa AFABESP usa pouca ou nenhuma di$po$ição e, portanto, se consegue entrar, não consegue sair. OK?


  26/05/2018 - 10:56 -   |   Comentar  |   



  145050 - JOSE DIMAS LORENZETTI   SOROCABA/SP

SEGUNDO A IMPORTÂNCIA DA AFABESP DE ANTONIO PELEGRINO. CONCORDO QUE A ASSOCIAÇÃO DEFENDE NOSSOS DIREITOS E É IMPORTANTE PARA TODOS NÓS COMO BANESPIANOS APOSENTADOS. NO ENTANTO ATÉ QUE PONTO ELA ESTA NOS REPRESENTANDO DE FORMA EFETIVA? HÁ ANOS ESTAMOS ESPERANDO PELA SOLUÇÃO DE NOSSAS PENDÊNCIAS. QUAL É A EXPECTATIVA DE VIDA DE TODOS OS ENVOLVIDOS? POR QUANTO TEMPO AINDA ESTAREMOS AQUI PARA VER ESSA CAUSA RESOLVIDA? LEVANDO EM CONTA A EXPECTATIVA DE VIDA BRASILEIRA GIRA EM TORNO DE 70 ANOS, QUANTOS DE NÓS CONSEGUIREMOS DESFRUTAR DE UMA EVENTUAL VITORIA SE ELA DEMORAR MAIS 10/15 ANOS? NÃO É RUIM A IDEIA DE QUE NOSSOS ENTES DESFRUTEM, AFINAL SÃO NOSSOS SUCESSORES, MAS E SE NÃO ESTIVERMOS MAIS AQUI PARA BRIGAR PELAS NOSSAS PENDÊNCIAS, POR VENTURA ELES TERÃO A MESMA DETERMINAÇÃO E INTERESSE EM CORRER ATRÁS DE ALGO QUE ELES MESMOS DESFRUTARÃO NO FUTURO?
SERÁ QUE A AFABESP AINDA TERÁ CONDIÇÕES DE ARCAR COM OS CUSTOS NOS PRÓXIMOS ANOS A MEDIDA QUE O NUMERO DE ASSOCIADOS DIMINUEM EM FUNÇÃO DA IDADE AVANÇADA DE TODOS NÓS?
DESSA FORMA, APOIO O COMENTÁRIO DO COLEGA DR JOSE MILTON (145048) NO TOCANTE A PROCURAR O DR. MUZZI PARA QUEM SABE AGILIZAR A SOLUÇÃO DOS NOSSOS DIREITOS. O QUE MAIS QUEREMOS NESSE MOMENTO É UMA RESPOSTA DA JUSTIÇA E, OBVIAMENTE A DECISÃO A NOSSO FAVOR, MAS HÁ ANOS NÃO TEMOS SE QUER A CONTINUIDADE DOS PROCESSOS...SENDO INDIVIDUAL OU COLETIVAMENTE DEVERÍAMOS AO MENOS OBTER INFORMAÇÕES SE PODEMOS OU NÃO CONTINUAR A TER ESPERANÇA DE EM VIDA TERMOS NOSSA TÃO DESEJADA VITÓRIA. TODOS DEMOS NOSSAS VIDAS PELO BANESPA E MERECEMOS TER UM FIM DE VIDA DIGNO.

  26/05/2018 - 10:33 -   |   Comentar  |   



  145049 - Carlos Ivan   Olinda-PE.

Cometário 145048 - José Milton, válido ponto de vista sobre as paralizações, o engavetamento das de nossas ações, enquanto nos processos defendidos pelo Dr. Muzzi, o banco prefere não conflitar. Recua. Prefere perder o caso, sem questionar. Incrível e absurda, realmente a presente situação. Qual o segredo que os advogados da Afabesp desconhecem. Passam batido. Um caso a pensar.

  26/05/2018 - 09:30 -   |   Comentar  |   



  145048 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

RESPONDENDOAO COMENTÁRIO DO COLEGA 145046 - Péricles de Andrade - Paraguaçu Pta. 26/05/2018 - 07:34. NÃO ESTOU DE BRINCADEIRA NÃO. SE O BANCO SANTANDER VEM PERDENDO TODAS PARA O DR. MUZZI E NÃO ENTRA COM RECURSOS ABSURDOS COMO FAZ COM AS TODAS NOSSAS ENTIDADES NÃO VEJO O PORQUE SENTARMOS E CONVERSAR COM O DR. MUZZI E CASO ACEITE CHAMARMOS OS NOSSO ATUAIS ADVOGADOS E CONVERSAR COM ELES TAMBÉM PARA VER SE GHEGAM A UM ACORDO, OU ENTÃO PELO MENOS ESCUTEM DO DR. MUZZI COMO É QUE ELE FAZ PARA NÃO TER TANTOS RECURSOS ABSURDOS CONTRA AS ARGUMENTAÇÕES DELE EM TANTOS PROCESSOS, QUE ALÉM DE SEREM RESOLVIDOS EM PRAZOS BEM MENORES E SEM CONTESTAÇÕES, NÃO É MESMO. A NOSSA GRATIFICAÇÃO ESTA LÁ NO STF JÁ FAZ SEIS ANOS E NÃO TERMINA NUNCA OS RECURSOS, NO TRF 3 SP, O PROCESSO DO IGP-DI FAZ 16 ANOS E DESDE FEVEREIRO ENCALHOU POR CAUSA DA DERROTA DO DESEMBARGADOR RELATOR QUE VOTOU CONTRA E AINDA NÃO MARCARAM A CONVOCAÇÃO DE MAIS DOIS OUTROS DESEMBARGADORES PARA RESOLVEREM A QUESTÃO São QUATRO MESES PARADO E QUANDO COBRAMOS DIZEM QUE PODEREMOS ATRAPALHAR OS ANDAMENTOS DOS MESMOS , MAS NÃO ANDAM ESTÃO PARADOS E COM RECURSOS ABSURDOS, QUE O PRÓPRIA PROCURADORIA DA REPÚBLICA JÁ MANIFESTOU POR VÁRIAS VEZES NO PROCESSO, E COM O O DR. MUZZI A COISA VAI PARA FRENTE E NÃO HÁ TANTOS RECURSOS E PELO QUE TEM SIDO COMENTADO NÃO HÁ NENHUM PROCESSO SENDO ALVO DE RECURSOS ABSURDOS, OU EXISTE E NÃO FOI COMENTADO ? PORTANTO NÃO ESTOU DE BRINCADEIRA NÃO, QUERO QUE APRESENTE E NOS DEEM SATISFAÇÕES, POIS O QUE PAGAMOS PELO QUE SEI NINGUÉM ESTA ATRASADO COM SUAS MENSALIDADES, QUE SÃO DEBITADAS MENSALMENTE EM NOSSOS HOLLERITES E CREDITAS RELIGIOSAMENTE ÀS NOSSAS ENTIDADES OU ESTOU ERRADO TAMBÉM? SERÁ QUE TEREMSO QUE FAZER COMO OS CAMINHONEIROS PARA RESOLEVERMOS NOSSOS CASOS? MAS AI SIM É BRICADEIRA, POIS PELAS NOSSAS ATUAIS SITUAÇÕES DE SAÚDE E COMPLEMENTANDO PELA IDADE AVANÇADA FICA BEM MAIS DIFÍCIL NÃO É MESMO? TODA TENTATIVA É VALIDA E NÃO CUSTA TENTAR NÃO É MESMO ?

  26/05/2018 - 08:28 -   |   Comentar  |   



  145047 - Dorival Jeronimo Coquemala   Tupã SP

Tem pessoas que estão culpando o lado errado. Está provado que o STF é político e a morosidade de ações como as nossas estão pendentes de julgamento há muito mais tempo. Precisamos sim enviar mensagens pedindo para colocar em pauta nosso Processo, pois muitos colegas já se foram sem usufruir dos recursos que já não representam o verdadeiro valor de anos atrás.

  26/05/2018 - 08:26 -   |   Comentar  |   



  145046 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Com. 145040 - Caro colega José Milton, vc é um guerreiro, um lutador e merece toda nossa consideração, mas neste caso, com todo respeito, vc está de brincadeira, não está?

  26/05/2018 - 07:34 -   |   Comentar  |   



  145045 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Perdão. Não é Repercussão Geral, mas Constitucionalidade ou não da causa.

  26/05/2018 - 22:54 -   |   Comentar  |   



  145044 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Dr. José Milton, gostei da sugestão. Assino embaixo, com firma reconhecida em cartório. Todavia, duvido muitíssimo que a Afá larga mão da sua "galinha dos ovos de ouro". Dessa morte não teremos causa. O que não concordo é o mudismo sepulcral da Afá, ademais, a sistemática em não responder aos muitos e-mail pedindo esclarecimento. Cheguei a pensar que somos todos "gado marcado", não feliz quanto às demandas no STF, que não se atem à Repercussão Geral, mas julga até furto de chinelos, inclusive.

  26/05/2018 - 22:45 -   |   Comentar  |   



  145043 - Antônio Pelegrino   Cafelândia -SP

A IMPORTÃNCIA DA AFABESP
Quem defenderá nossos direitos no caso de seu fim? Nosso mantenedor usa seu Modus Operandi, para se livrar dos direitos dos aposentados de empresas incorporadas ao seu Grupo. Quantos banespianos aposentados não são associados por uma contribuição irrisória, 2ª turma das Gratificações. Como nossa Associação se manterá sem associados. Acontecendo o recebimento dos valores das Ações em curso, nem pensem em deixar de ser ASSOCIADO, Vamos afundar no mesmo barco. É de vital importância que os aposentados não associados reflitam da importância em suas vidas. Talvez um fôlego com os 5% dos Honorários sobre nossas Ações possa acontecer! Não posso afirmar categoricamente, mas dentro da nossa Associação certamente muitos se preocupam com seu fim. Vamos respeitar que nos defende, engrandecê-la antes de críticar. Talvez tenhamos melhor tratamento, coisa que não acredito estar acontecendo pela forma ética de seus funcionários, mas não custa nada conhecer este provérbio: As palavras são como ecos, voltam como foram enviadas.

  26/05/2018 - 22:12 -   |   Comentar  |   



  145042 - wolnei messias   são bernardo do campo/sp

Boa, Zé Milton. Tamo junto , a não se que a Afabesp esteja de rabo preso com algum ministro do Supremo ou do Santander pra concordar com apoio de outro Advogado nessas nossas questões.

  25/05/2018 - 20:18 -   |   Comentar  |   



  145041 - Zoia Rodrigues de Lima   Campo Grande MS

Uai, o Dr. Tiago Muzzi conhece profundamente nosso "CAUSO", é muito competente, se depender de uma manifestação nossa, estou dentro.

  25/05/2018 - 18:44 -   |   Comentar  |   



  145040 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

SERÁ QUE A DIRETORIA DA AFABESP PODERIA CONVERSAR COM TODOS ADVOGADOS QUE ESTÃO PATROCINANDO OS NOSSOS PROCESSOS SE ESTARIAM DE ACÕRDO DE SUBSTABELECEREM TODOS DIREITOS DOS PROCESSOS QUE ESTÃO TRABALHANDO PARA O Dr. Tiago Muzzi, JÁ QUE ELE TEM GANHO TODAS PARADA E PODERIA se coloca a disposição de todos os Banespianos PARA TERMINAR LOGO COM AS NOSSA PENDÊNCIAS.
QUEM SABE SERIA UMA BOA SAÍDA O QUE ACHAM TODOS COLEGAS. E A AFABESP PRECISARIA ESTAR DE ACORDO E CHAMÁ LOS PARA UMA REUNIÃO E DECIDIR.

  25/05/2018 - 17:28 -   |   Comentar  |   



  145039 - RUI 0RLANDO PEREIRA   São José dos Campos-SP

Diante às circunstâncias, a constante e inabalada morosidade da Justiça, a desconsideração com a nossa classe, o desrespeito às nossas idades avançadas, bem como outros fatores "escusos", sou favorável a um ACORDO DECENTE, sem grandes ambições nesta "altura do campeonato" e por ser adepto de que mais vale "um pássaro na mão do que dois voando".

  25/05/2018 - 14:57 -   |   Comentar  |   



  145038 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP

Bom dia
Ainda bem, o cara que tomava Viagra para se masturbar sumiu.

  25/05/2018 - 14:57 -   |   Comentar  |   



  145037 - Nivaldo Antonio Pereira   Mococa SP

Comentário 145026 Almerindo, Nossos netos e demais herdeiros não receberão nada, até já constou no processo do Igpdi, você prefere deixar tudo para o Santander?

  25/05/2018 - 14:32 -   |   Comentar  |   



  145036 - Armando Candido Borges   Vinhedo sp

Caros e Antigos colegas
Getulio S.Coelho (Vice Presidente da Afabesp) João Ramos, Péricles , Orly , Galvão, Elieu , Bosco , José Milton e tantos outros banespianos da velha guarda

Concordo plenamente com as palavras do João Ramos e bela iniciativa do Péricles.
Em uma festa de confraternização na Afaban-Campinas, alguns meses atrás, estive conversando com nosso amigo Getulio que estava acompanhado do alegre e descontraído presidente da Banesprev .
Argumentei com eles este lamentável distanciamento da Afabesp com os velhos associados beneficiários destas Ações . Muito poucos estão interessados em entrar no site da AFA e sim nos nossos canais diários de comunicação.
Esta conversa de que “certas ações ou atitudes podem atrapalhar seu desfecho “ é muito antiga e vem do tempo de nosso grande batalhador que morreu lutando SETEMBRE com maiúscula sim e a AFA não via com bons olhos ... Não vemos e não aceitamos estas afirmações pois ninguém está desrespeitando ninguém e podemos sim dirigir a palavra até ao Presidente do País , através dos canais competentes.
Penso que a AFA deveria informar aqui o e-mail e ou telefones de nossos representantes advogados em Brasilia e nos dar a liberdade de falar diretamente com eles , pois , não sou advogado mas penso que já estaria na hora de pedirmos a prisão por “litigância de má fé” dos diretores do Santander pois estão enrolando e não cumprindo uma liminar . Nós, beneficiários dessas ações, estamos morrendo aos poucos e é isso mesmo que eles querem.
Desculpe o desabafo amigo Getulio de outras lutas de quando entramos no Banco no concurso 35 de 1965 , mas estamos desiludidos e revoltados com tanta leniência e estamos perdendo a paciência .
Repito : Temos no grupo vários advogados militantes e pedimos a liberdade de expressão perante nossos advogados de Brasilia através de seus telefones e ou e-mails.

Muito obrigado por sua atenção.
Armando C Borges


  25/05/2018 - 14:21 -   |   Comentar  |   



  145035 - Fumio Kamimura   Araçatuba-S.P

Não sabemos qdo teremos o desfecho final, portanto sou favorável a um bom acordo sim usufruir do dinheiro enquanto estamos com saúde.

  25/05/2018 - 13:46 -   |   Comentar  |   



  145034 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

Divergências fazem parte do debate e isto tem acontecido nas opiniões de cada um do assunto que ressurgiu, sem nenhum propósito, sobre a situação do acordo. Algum tempo atrás, eu tive a oportunidade de expor a minha opinião contrária a qualquer tipo de acordo porque eu acredito que o Santander teria que respeitar o nosso histórico passado. Lembrado pelo Julio Higashino e por outros colegas, eu não consigo esquecer quando o Presidente do TST, antes de dar o seu voto em nosso processo, propôs ao Banco um acordo. Vejam bem, a iniciativa de acordo foi do Presidente do TST e o Banco, se não me falha a memória, pediu um prazo de 90 dias, para ao findar o prazo nos propôr o percentual de 10% sobre o valor da ação e desde que abrissemos mão das demais ações. Assim, penso eu, que para nossa Dignidade não podemos, em hipótese alguma, propor acordo. E como não vejo, a curto prazo, interesse do Banco em propô-lo, entendo que esse assunto está encerrado. Assim, para tentar amenizar as nossas perdas com o Santander, passei a incentivar os demais colegas das outras cidades a acionarem o Banco na Justiça Trabalhista para cobrarem as PLRs e cálculo do abono errado contra o Banco e complementação do abono contra a Secretaria de Fazenda, através de nosso parceiro, Dr. Tiago Muzzi. Conseguimos algum sucesso nesse nosso trabalho de "formiguinha" com a adesão de colegas de algumas cidades e como exemplo cito as cidades onde o Dr. Tiago Muzzi "patrocinou" ações como Campo Grande, Taubaté, Natal, Campinas, Manaus e outros. Em Belo Horizonte e cito o comentário de
nº 145008 para que vocês tenham uma ideia do trabalho de nosso parceiro, temos obtidos sucessos constantes e esse trabalho eu realmente gostaria de estender aos meus colegas banespianos, da gema como diz o Orly, para que todos tivessem a oportunidade de quando receber um crédito referente a essas ações se sentirem realmente vitoriosos. Acredito que os mineiros de Belo Horizonte estão super satisfeitos com os resultados alcançados. Um abraço a todos e se tiverem coragem, vamos acionar o Santander. O Dr. Tiago Muzzi se coloca a disposição de todos os Banespianos. Abraços.
Carlos Alberto Rodrigues dos Santos-Presidente da Afaban-BH

  25/05/2018 - 12:48 -   |   Comentar  |   



  145033 - Angelo Giacomeli   Laranjal Paulista

NÃO TENHO COMPETÊNCIA DIGITAL PARA ENVIAR MENSAGEM AOS DDs MINISTROS, MAS COMO SEMPRE DISSE AO MEU AMIGO JAIR GENARO,( bons tempo de Osasco) " ESTOU CONTIGO E NÃO ABRO". SEMPRE QUE HOUVER DEMANDA EM NOSSO FAVOR, ESTAREI PRESENTE.

  25/05/2018 - 12:15 -   |   Comentar  |   



  145032 - Angelo Giacomeli   Laranjal Paulista

RESPOSTA AO 145025 :
Velho faz treis coisas ao mesmo tempo : ESPIRRA, PEIDA E URINA DAS CALÇAS.
DUAS JÁ FAÇO NUMA BOA. PROVAVELMENTE EM BREVE FAREI AS TREIS.

  25/05/2018 - 12:10 -   |   Comentar  |   



  145031 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Essa "tecla" da Afá mais me parece aquele jargão: De tanto repetir uma mentira, ela vira verdade...(Coisa do PT?). Após mais de 20 anos? O processo está afinadinho, não? Onde ele está andando? Na França? Isso a Afá não explica. Agora, sobre a greve: Eu disse que não pagaríamos o pato, mas sim um AVESTRUZ. O barco continua à deriva. Já parecemos muito com a Venezuela e ainda o desabastecimento bate às portas! Falta o quê?

  25/05/2018 - 11:24 -   |   Comentar  |   



  145030 - alis diba   são pedro do turvo/sp

Acho estranho a Afabesp dizer que não devemos nos dirigir aos Ministros ou Juízes, sendo que os colegas se dirigem de maneira respeitosa, apenas demonstrando nossa situação. Não vejo porque isto atrapalharia o andamento do processo. Alguém pode me explicar?

  25/05/2018 - 11:07 -   |   Comentar  |   



  145029 - João Ramos   Assis/SP

CARO COLEGA E AMIGO GETULIO.
A situação é insuportável e já passamos dos 20 anos de espera e ENROLAÇÃO.
Já vimos e ouvimos repetidamente várias vezes, esse mesmo APELO... que isto ou aquilo - atrapalha o andamento da Ação. RESPEITO MAS NÃO CONCORDO.
JÁ SE PASSARAM MAIS DE 20 anos... Centenas de colegas já se foram para o 2º andar e não antevemos uma solução favorável. Ultrapassei os 80 anos e temos uma infinidade de colegas nesse patamar, e grande numero de afetados por diversos problemas de saúde, inclusive gravíssimos.
É velho o ditado, quando tá difícil para remover o mal, temos que CUTUCAR com VARA CURTA.
ACREDITO QUE A MAIORIA concorda com as iniciativas tomadas por colegas que se dedicam e se interessam em acompanhar em prol da coletividade.
SINTO MUITO MAS É O QUE PENSO.
Cordialmente....

  25/05/2018 - 10:10 -   |   Comentar  |   



  145028 - Antonio Carlos Medeiros Leitão   Rio de Janeiro

O que adianta um vitorioso morto,que em vida,se tiver que fazer acordo que se faça,quanto aos nossos netos,que os ajudemos agora a se formarem e sejam pessoas de bem e com uma posição profissional de vitórias e não aguardando as migalhas que muitos disseram que é,podem criticar a vontade,mais sou realista...Bom dia e um final de semana com muitas vitórias...

  25/05/2018 - 08:06 -   |   Comentar  |   



  145027 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Caminhoneiros acabam de mostrar que têm sangue francês. Não estão para brincadeiras de mau gosto e desprezo de políticos, que correm atrás depois que a vaca foi pro brejo. Não sabem o estrago causado com a ousadia de reajustes estapafúrdios em ano de eleição. Memória do povo não é tão curta assim... Querem recuperar a destroçada Petro(ROU)brás com o bolso do trabalhador? E usam a lei do menor esforço?! Panos quentes como: Brasil vai ganhar a Copa!!,não funcionam depois dos 7 x 1. Outubro vem aí :)

  25/05/2018 - 23:29 -   |   Comentar  |   



  145026 - almerindo de oliveira   Campo Grande-MS

Serei repetitivo " Não deve ter acordo".Que recebam meus netos , pois o gosto da vitória é maior e bem maior que as migalhas que irão oferecer. O que temos que fazer é "DENUNCIAR A NOSSA JUSTIÇA" em todos os organismos internacionais

  25/05/2018 - 23:11 -   |   Comentar  |   



  145025 - luiz antonio azevedo homem de melo   lorena - sp

ELUCUBRAÇÕES CÕMICAS

Diálogo entre 2 aposentados otimistasdo ex-Banespa, o ZÉ e o MANÉ, que recusaram todo e qualquer acôrdo com o Santander, no dia 20 de janeiro de 2038.
M - Alô Zé, aqui é o Mané
Z - Ô Mané como vai tudo bem? Saiu o dinheiro da Gratificação né?
M - Sim, entrou hoje.
Z - Quanto que entrou
M - O valor que entrou pra mim foi R$ 3.457.735.417,38. Ainda não
conferi se está certo.
Z - Bom né Mané? Oque voce vai fazer com isso.
M - Minha mulher disse que vai comprar um caixão bem bonito pra mim
, com 6 alças, almofadado e com janelinha de vidro, pra eu
enxergar de dentro pra fora.
Z - Beleza.
M - E você Zé oque vai fazer?
Z - Pra mim entrou mais ou menos isso também. Minha mulher disse
que vai mandar fazer um túmulo bem bonito pra mim, com nome
gravado e até foto. Ela está em dúvida se faz de ardózia ou
azulejo que é mais fresquinho pra mim lá em baixo.
M - Legal Zé, muito bem. No mês que vem sai o dinheiro da ação
do IGPDI.
Z - Heim?
M - I Ge Pe De I
Z - Ah, eu também IGPeidei, é assim mesmo. São gases.
M - Tchau Zé, nos vemos lá em cima.







  25/05/2018 - 22:39 -   |   Comentar  |   



  145024 - CARLOS ALBERTO NONATO   Indaiatuba-SP

Prezados colegas,
segue abaixo cópia do e-mail enviado ao Ministro Alexandre de Moraes, cuja mensagem contém um pouco ou muito de plágio da mensagem do nosso colega Péricles, o qual já foi comunicado a respeito. O Péricles acompanha como poucos os nossos processos e tem todas as datas das intervenções dos mesmos e não é Advogado, imaginam se fosse. Acho que todos nós temos muito apreço pelo Péricles, Orly, José Milton e o Álvaro. Não sei se essa iniciativa, assim como as dos demais colegas são boas ou não para os próximos capítulos da ação, mas confesso que não suporto mais tal indefinição, a ponto de aceitar até mesmo um desfecho não favorável, mas pelo menos desencanamos de uma vez por todas:

Excelentíssimo Sr. Dr. Alexandre de Moraes, Presidente da 1ª Turma do STF e Relator do ARE 675945

O processo em referência, foi dado entrada na 36ª. Vara do Trabalho/SP, em 19/02/1998, sob nº 00424001319985020036 e percorreu três instâncias, com ganho de causa em todas elas e decisões sempre favoráveis à Proponente AFABESP- Associação dos Funcionários Aposentados do Banco do Estado de São Paulo. Em 06/03/2012, foi encaminhada ao STF, onde se encontra até esta data. Portanto, são mais de 6 anos no STF, totalizando mais de 20 anos de processo. Por ocasião da inicial, éramos 8.062 aposentados e pensionistas do Banespa e de lá para cá, muitos faleceram e os que restaram, todos têm mais de 70 anos de idade.

Como sabemos, discute-se o mérito de um processo somente nas duas primeiras instâncias e não se entende a razão de tantas postergações e discussões, a uma questão que já foi julgada e decidida. Depois de todo esse tempo, recentemente, tivemos três remarcações do julgamento. Inicialmente, foi marcado o julgamento virtual para 6 a 12/04/2018, mas com o pedido de “Destaque” do Ministro Fux, foi remarcado para 08/05, depois 22/05 e agora, para 29/05/2018. Dessa forma, julgamos que somente os réus é que estão sendo beneficiados por todo esse tempo de julgamento. Existe uma agravante ainda, que esse processo poderá ir a julgamento de Repercussão Geral(RG), o que irá comprometer extremamente o encerramento do processo, tendo em vista que os casos que vão sendo admitidos como RG, entram numa fila e aguardam o julgamento no Plenário, demandando cerca de 8 a 9 anos de espera. Como podemos verificar, muitos de nós estarão fadados a não ver a justiça ser realizada e nada adiantará ganharmos a causa, se daqui a 10 ou 12 anos estivermos todos mortos.

Sr. Ministro, estávamos todos esperançosos que, com o processo tendo-o como Relator, pelo fato de também ser do Estado e conhecendo bem toda a história do Banespa, o julgamento passaria a ser mais ágil, justo e teria um final muito próximo. Continuamos ainda com essa expectativa e confiamos muito nas suas justas e corretas providências para uma sentença final e definitiva neste caso.

Cordialmente,

Carlos Alberto Nonato – RG. 4.825.516-6 e 8.061 Aposentados e Pensionistas do Banespa (muitos já se foram...)

  24/05/2018 - 20:36 -   |   Comentar  |   



  145023 - Jonalvo Vieira Marques   Uberlândia

Diz um ditado que "um acordo ruim é melhor do que uma boa demanda". Todavia, só acredito na veracidade do ditado na véspera da demanda. Quando esta já percorreu um longo caminho não há que se pensar em acordo, a não ser o da sentença judicial. A propósito, gostaria de ver a resposta do Ministro Alexandre de Moraes à carta do colega Péricles.

  24/05/2018 - 18:51 -   |   Comentar  |   



  145022 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Acho o seguinte, tem colega que acha que falamos besteira. Ninguém é obrigado a ler. Até acho que se lê é porque está gostando e está só esnobando. Paz colega, a nós todos.

  24/05/2018 - 17:28 -   |   Comentar  |   



  145021 - Getúlio de Souza Coelho   São Paulo/SP

APELO AO MIN ALEXANDRE DE MORAES - Data: 24/05/2018 18h47min40s UTC
Prezado associado
Conforme amplamente divulgado pela Afabesp, através do site, esse tipo de intervenção pode atrapalhar, ainda mais, o andamento do processo, uma vez que temos advogados contratados em Brasília para acompanhar a Ação das Gratificações.
A sua aflição é a nossa também e esperamos que em breve possamos ter boas notícias sobre o assunto, uma vez que o Banco detém o poder econômico.
Mas, seguimos confiantes que a Ação seja julgada em breve.
Atenciosamente
Getúlio S. Coelho

  24/05/2018 - 17:18 -   |   Comentar  |   



  145020 - CLAUDEMIR FERRARESI   Guararapes

coment.. 145006 Se a AFABESP tem uma relação com 12.383 conforme comentários, e o santander apresentou relação com números bem abaixo disso, poruqe 40 dias para dar uma resposta? boa pergunta né?

  24/05/2018 - 17:09 -   |   Comentar  |   



  145019 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

PROCESSO DA SEGUNDA LISTA DAS GRATIFICAÇÕES SERÁ JULGADA NOVAMENTE DO DIA 05 DE JUNHO DE 2018 A 12 DE JUNHO DE 2018
Processo: ARR - 2384-75.2011.5.02.0031 - Fase Atual: ED-ED-ED-ED (Tramitação Eletrônica - Lei nº 10.741 (Estatuto do Idoso))
Número no TRT de Origem: RO-2384/2011-0031-02.
Órgão Judicante: 6ª Turma
Relatora: Ministra Kátia Magalhães Arruda
Peticione neste processo:
Peticionamento Eletrônico (e-DOC) V2
Visualize as peças na íntegra:
Visualização de Autos
(Processo Eletrônico)
Partes do processo

Embargante: ASSOCIACAO DOS FUNC APOSENTADOS DO BANCO DO EST SP
Advogado: Dr. Antônio Manoel Leite

Advogado: Dr. José Torres das Neves

Advogado: Dr. José Tôrres das Neves

Advogado: Dr. Renato Rua de Almeida

Embargado(a): BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A.
Advogado: Dr. Maurício de Sousa Pessoa

Advogado: Dr. Mozart Victor Russomano Neto


Histórico do processo
24/05/2018
**************************************************************** Incluído em pauta o processo para o (de 05/06/2018 a 12/06/2018 00:00 vinculado à 16ª Sessão Presencial de 13/06/2018).*********
23/05/2018
Disponibilizado(a) PAUTA DE JULGAMENTO no Diário da Justiça Eletrônico

  24/05/2018 - 17:01 -   |   Comentar  |   



  145018 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Colega me liga pra dizer que a "importante" discussão sobre acordo lhe trouxe saudades dos rakers. É. Pensando bem..... Nonato-Teresina.

  24/05/2018 - 16:57 -   |   Comentar  |   



  145017 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

  24/05/2018 - 16:45 -   |   Comentar  |   



  145016 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

  24/05/2018 - 16:45 -   |   Comentar  |   



  145015 - alis diba   são pedro do turvo/sp

João Carlos, acho o seguinte, se a Afabesp tem provas que temos direito ,porque o juiz aceita esta enrolação do Santander? Ele está rindo de nós e de nossa justiça. O Santander entra com recurso dizendo que só alguns tem direito. E daí? Se a Afabesp apresenta a documentação correta de que temos direito, não há porque o juiz ir protelando a decisão. A não ser que queira favorecer o Santander. Já foi julgado e determinado em que condições temos direito. A Afabesp mostra os comprovantes. Que mais?

  24/05/2018 - 16:22 -   |   Comentar  |   



  145014 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

56 sortudos. Aí a AFA recorre e eles dizem que é de 456. A Afa recorre e elas aumentam para 970. A AFA recorre eles aumentam para 1400. Ai, aí, aí, de recurso em recurso, vão ganhando longos tempos e nós vamos partindo e o Santander sorrindo......

  24/05/2018 - 15:43 -   |   Comentar  |   



  145013 - magda zampar de pauli   Socorro - SP

REf. comentário do colega Gaia que mencionou em um comentário - á culpa é do Alemão,eu já acho que não, e sim do Espanhol....kkkkk .

  24/05/2018 - 15:15 -   |   Comentar  |   



  145012 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega José L.Gaya Bittencourt, e quanto essa questão da relação das pessoas que o Santander acha ter direito ao recebimento? Constaria os nomes de APENAS 56 pessoas? Essa informação partiu do colega Júlio Higashino. A relação apresentada pela Afabesp é de 12.383 colegas.

  24/05/2018 - 14:26 -   |   Comentar  |   



  145011 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

com 991: Caro Nonato, Parabéns! Na linguagem popular diríamos que isto é "um papo furado".

  24/05/2018 - 12:29 -   |   Comentar  |   



  145010 - JOSE LUIZ GAYA BITTENCOURT   SAO PAULO SP

REFERENTE 145006 - O CORRETO É AÇÃO DE CUMPRIMENTO PROVISÓRIO DO IGPDI E NÃO AÇÃO DAS GRATIFICAÇÕES.
COLEGA PÉRICLES VOCE TEM TODA RAZÃO, MISTUREI ALHOS COM BULGALHOS, DEVE SER CULPA DO ALEMÃO.

  24/05/2018 - 12:27 -   |   Comentar  |   



  145009 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega José L.Gaya Bittencourt, com 145006, vc não está misturando alhos com bugalhos? Recentemente o pedido de 40 dias foi feito pela Afabesp no proc. do IGP-DI - CUMPRIMENTO PROVISORIO DE SENTENÇA, e não das gratificações - ARE 675945. Essa relação do Satander, segundo o colega Julio Higashino, contem somente 56 nomes que o Satander reconhece que têm direito de receber, quando a Afabesp apresentou um rol de 12.383 colegas, ou seja, todos os integrantes do Plano V. Não é isso?

  24/05/2018 - 11:36 -   |   Comentar  |   



  145008 - Tiago Muzzi   Belo Horizonte/MG

Prezado Sr. Carlos Alberto e demais colegas da AFABAN-BH,

É com grande satisfação, que venho noticiar mais uma vitória da equipe Muzzi, uma vez que ontem (23/05/2018) houve publicação de mais uma sentença procedente para os ex-funcionários do Banespa.

Atento que essa ação fora distribuída em 25/10/2017, para 5 aposentados, pleiteando a PLR do exercício de 2017, nos mesmos moldes que o Banco pagou o pessoal da ativa, ou seja, utilizando a regra mais benéfica, que consiste em pegar o valor que cada um dos aposentados recebe à título de complementação de aposentadoria, multiplicar por 2,2 e partir do resultado que encontrar dessa equação, somar a parcela adicional prevista no CCT de 2017, que perfaz o montante de R$ 4367,07 reajustado em 01.09.2017 pelo INPC/IBGE acumulado de setembro de 2016 a agosto de 2017 acrescido de 1% (um por cento).

A audiência desse processo fora realizada em 27/02/2018, onde todos os 5 aposentados, reclamantes nessa ação, compareceram.

Posteriormente, o juiz designou a data de 02/10/2018 para encerrar a instrução e aí sim proferir a sentença.

Ocorre que o Juiz conseguiu adiantar esse encerramento de instrução para o dia 20/03/2018 e assim proferiu sentença antes mesmo do esperado, eis que tinha designado a data de 06/06/2018 para julgamento da lide.

Visto isso, julgou o processo no dia 23/05/2018, condenando o Banco a pagar aos reclamantes, com juros e correção monetária, PLR referente ao exercício de 2017, no importe de 2,2 salários-base (valor pago pelo INSS somado ao da complementação), montante esse que deve ser acrescido do valor referente à parcela adicional (cláusula 3ª, item II da CCT).

No entanto, cumpre destacar que o Banco ainda está dentro do prazo para recorrer dessa decisão, mas estamos monitorando o processo de perto.

Por fim, importante dizer o quanto foi rápida a tramitação desse processo, levando em consideração a data da distribuição e a data da sentença. E mais, caso o Banco não recorra, logo iniciará a fase de liquidação (cálculos).

No mais, qualquer outra novidade, mantemos vocês informados!

MUZZI E ADVOGADOS ASSOCIADOS
(31) 3281-5010

  24/05/2018 - 11:33 -   |   Comentar  |   



  145007 - JOSE LUIZ GAYA BITTENCOURT   SAO PAULO SP

REFERENTE 245006

COMPLEMENTANDO: ESSA FOI A ÚNICA INFORMAÇÃO CONTIDA NA PETIÇÃO DO SANTANDER CONFORME ALEGAÇÃO DA ATENDENTE DA AFABESP

  24/05/2018 - 11:13 -   |   Comentar  |   



  145006 - JOSE LUIZ GAYA BITTENCOURT   SÃO PAULO SP

ARE 675945 AÇÃO DAS GRATIFICAÇÕES - NA CONSULTA JUNTO A AFABESP, SETOR JURÍDICO, RECEBI DA ATENDENTE A INFORMAÇÃO ABAIXO:
- O SANTANDER ANEXOU RELAÇÃO, JUNTO AO PROCESSO, DAS PESSOAS QUE ELES ACHAM TER DIREITO AO RECEBIMENTO.
- NOSSOS ADVOGADOS SOLICITARAM O PRAZO DE 40 DIAS P/RESPONDER AS ALEGAÇÕES DO BANCO.

OBS.: ESSA FOI A ÚNICA INFORMAÇÃO CONTIDA NA PETIÇÃO DO SANTANDER.

  24/05/2018 - 10:47 -   |   Comentar  |   



  145005 - Antonio Carlos M.Leitão   Rio de Janeiro-RJ

Bom dia amigos aposentados: Já fiz a minha parte enviei o email,ao Ministro Alexandre Moraes,expondo a nossa situação,agora se ele vai lêr e nos atender,aí é outro problema...Bom vamos aguardar o dia 29.05.18

  24/05/2018 - 09:12 -   |   Comentar  |   



  145004 - Jose Roberto Nobile   Assis sp

Prezados senhores

Devemos continuar a confiar na justiça,de nada adianta lutar contra os
que se dizem defensores de todos nós.Estamos mendigando justiça que não
será feita enquanto o poder do dinheiro,a todos puder corromper.
Não acredito que receberemos proximamente.

  24/05/2018 - 09:10 -   |   Comentar  |   



  145003 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega Carlos Alberto Nonato - Indaiatuba/SP - meu e-mail é pericles4117@terra.com.br

  24/05/2018 - 09:08 -   |   Comentar  |   



  145002 - MARIO AUGUSTO FERREIRA DE ANDRADE   BAURU/SP

DE VÊZ EM QUANDO ALGUM COLEGA SOLTA UMA CORTINA DE FUMAÇA E O ASSUNTO PROSPERA. AGORA É A VEZ DE SE FALAR DE "ACORDO".MEUS QUERIDOS COLEGAS,O SANTANDER SÓ VAI FALAR EM ACORDO QUANDO O STF DER POR ENCERRADA A AÇÃO E MANDAR PAGAR. ANTES NÃO. ESPANHOL É DO CONTRA CONFORME O ANEDOTÁRIO E NUNCA VÃO QUERER UM ACORDO QUE ATENDA NOSSAS ASPIRAÇÕES. ACORDEM E VIVAM COM O ATUAL SALÁRIO.NÃO TENHAM DEVANEIOS POIS SÓ IRÁ PREJUDICAR SEUS DIA A DIA. EU NÃO ACEITO ACORDO. SÓ QUERO O QUE NOS É DE DIREITO.

  24/05/2018 - 08:39 -   |   Comentar  |   



  145001 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

AÇAO DA SEGUNDA TURMA DAS GRATIFICAÇẼOS - TST - DISPONIBILIZADO PAUTA DE JULGAMENTO NO DIARIO ELETRONICO - INCLUIDO EM PAUTA PARA DE 5 A 12/JUN.

  24/05/2018 - 08:08 -   |   Comentar  |   



  145000 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

ARE 675945 - 20 ANOS, 3 MESES E 4 DIAS - No apelo que enviei ao min. Alexandre de Moraes, a última frase ficou "cortada", sem final. Reenviei o e-mail com correção e ficou assim: ....para o nosso querido Brasil, possam, ainda com vida e saúde, desfrutar deste justo e merecido direito. Cordialmente.

  24/05/2018 - 08:00 -   |   Comentar  |   



  144999 - Claudimir de Souza Pinto   Piedade-SP

Caros Banespianos
Temos 3653 cadastros neste site.
Talvez nem 5% desses (185), participam dos debates/comentários e de eventos que são aventados.
Considerando e respeitando a todos, identifico alguns de nossos problemas como: Idade, locomoção, distancia, situação financeira, receio e outros imprevistos.
Haja vista o número de pessoas que estiveram apoiando o Álvaro na Assembleia Legislativa
Acabo de receber do Dr. Jose Milton uma sugestão que transcrevo abaixo
------- Mensagem encaminhada -------
Para: gabmoraes@stf.jus.br
Assunto: ATENÇÃO DO EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO ALEXANDRE DE MORAES
EXCELENTÍSSIMO SENHOR PROF. DR. MINISTRO ALEXANDRE DE MORAES
MD. PRESIDENTE DA PRIMEIRA TURMA E RELATOR DO ARE 675945
MAIS UMA VEZ FOI ADIADO PARA O DIA 29 DE MAIO DE 2018, SOLICITAMOS DE VOSSA EXCELÊNCIA UMA CERTA CONSIDERAÇÃO COM OS 8.062 IDOSOS APOSENTADOS QUE FAZEM PARTE DO REFERIDO PROCESSO, QUE JÁ FOI JULGADO POR TODAS INSTÂNCIAS DA JUSTIÇA TRABALHISTA, DANDO RAZÃO AOS AUTORES E AGORA DESDE 2012 , TRAMITA AI NO STF, PORTANTO A MAIS DE SEIS ANOS E PORTANTO, ACREDITAMOS, QUE MERECEMOS UMA ATENÇÃO DE EM VIRTUDE DA LEI DOS IDOSOS E TAMBÉM POR QUE A MAIORIA ESTÃO EM SITUÇÃO DIFÍCIL E COM VÁRIOS PROBLEMAS DE SAÚDE E ASSIM ESPERAMOS CONTAR SUA ATENÇÃO ESPECIAL , PARA DAR UMA SOLUÇÃO BREVE E NÃO DEIXAR QUE ADIEM POR VÁRIAS VEZES A DECISÃO, QUE JÁ PELA TERCEIRA VEZ FOI ADIADA.
CERTOS DE PODERMOS CONTARMOS COM SUA COMPREENSÃO E ATENÇÃO,AGRADECEMOS ANTECIPADAMENTE.
Obs.: Caso queiram reforçar o pedido, podem aproveitar e melhorar a mensagem e a enviar ao Ministro, para ver se julgam logo.

(* Nota minha) Temos 5 dias para copiar ou redigir e enviar uma solicitação.

Quem se habilita? Já enviei...


para gabmoraes
Excelentíssimo Ministro Alexandre de Moraes.

MD. Presidente da Primeira Turma e Relator do ARE 675945

Já fomos 8062 famílias de aposentados, com média superior a 70 anos de idade que faziam parte do processo acima.
O tempo foi passando, julgamentos adiando e muitos familiares já se sentem desamparados pela justiça.
Aguardavam ansiosamente um pronunciamento sobre o processo acima mencionado, adiado para o próximo dia 29 de maio, sendo esta a terceira vez.
Ele tramita há mais de 6 anos no STF após ter sido julgado por todas instancias da Justiça Trabalhista e por essa razão estamos nos sentindo desamparados pelo Estatuto dos Idosos.
Neste momento, estou demonstrando o pensamento de todos os Banespianos e familiares envolvidos, na certeza de que será iluminado em seu julgamento.
Claudimir

  24/05/2018 - 22:44 -   |   Comentar  |   



  144998 - CARLOS ALBERTO NONATO   Indaiatuba - SP.

Péricles, favor me informar o seu e-mail particular. Preciso entrar em contato com você. Abraços. Carlos Nonato

  24/05/2018 - 22:30 -   |   Comentar  |   



  144997 - adelia mauricio silva   Divinópolis

Dei uma olhada no "El País" que dizia o seguinte:"O futuro ia ser assim": Pobreza extrema volta a crescer no país(bananero). By Tom Avendaño-SP. Outra matéria: "100 dias de vertigens no Sder(Santander).By Iñigo de Barrón". Conclusão: O PODER do Clã Botín é tamanho que é comparável ao de uma Realeza. A tristeza por todos nós banespianos aposentados é por conta do que pode acontecer...Tenhamos forças. Só nos resta rezar.

  24/05/2018 - 22:01 -   |   Comentar  |   



  144996 - Democrito Juca   Salvador-Ba

IGPDI e Gratificações: um acordo com o Banco na base 50% do que temos a receber nas duas ações, seria a melhor opção para todos!

  23/05/2018 - 20:50 -   |   Comentar  |   



  144995 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Colega Péricles, muito boa sua ideia de enviar a mensagem ao ministro Alexandre Morais, por sinal muito bem formalizada. Confio que o Ministro vai dar atenção a sua solicitação. Acho que você acertou e muito.

  23/05/2018 - 20:19 -   |   Comentar  |   



  144994 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Delúbio Soares, mais um ladrão, criminoso e safado Petista na cadeia. Será que vai sobrar alguém solto????????

  23/05/2018 - 18:36 -   |   Comentar  |   



  144993 - luiz antonio azevedo homem de melo   lorena - sp

O caro colega do PAUÍ, Raimundo Nonato esclareceu tudo. Minha sugestão é uma assombração.

  23/05/2018 - 18:36 -   |   Comentar  |   



  144992 - NELSON TAKASHI KODAMA   VARGEM GRANDE PAULISTA - SP

Nada de acordo, o Satã tem que pagar o que nos deve até o ultimo centavo!!!!!!

  23/05/2018 - 18:29 -   |   Comentar  |   



  144991 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina-PI

Com. 975 - Caro Péricles. Todos gostamos de uma discussão mas que traga ou possa trazer resultados práticos. Penso que discutir o inexistente não trás benefício pra ninguém. No caso do malsinado acordo o que importa saber quem é contra ou a favor se a proposta não existe? A isso se chama opinar sobre o desconhecido, que no fundo significa simplesmente nada. É como avalio respeitando as divergências. Quem quiser continue concordando ou discordando de uma assombração. Eu tô fora. Nonato-Teresina.

  23/05/2018 - 17:58 -   |   Comentar  |   



  144990 - luiz antonio azevedo homem de melo   lorena - sp

Não tem acôrdo nenhum. Foi uma bisbilhotagem da minha parte. Nem sei se é possivel a minha sugestão. Os colegas advogados podem esclarecer.

  23/05/2018 - 17:42 -   |   Comentar  |   



  144989 - Rubens de Souza   bauru/sp

colegas
De onde surgiu a conversa s/ esse tal ACORDO.

Minha mãe vai receber no ano que vem uma ação de 1983 (aos 92 anos), se nossos processos durarem todo esse tempo, NINGUEM VAI RECEBER NADA, ou vamos receber em flores e velas no cemitério.

  23/05/2018 - 16:32 -   |   Comentar  |   



  144988 - luiz antonio azevedo homem de melo   lorena - sp

Sobre minha SUGESTÃO DE ACÔRDO (144950), acho que um acôrdo pode partir de qualquer das partes, inclusive do juduciário. È claro que tem que ser bom para todos, e sem concessões. O bom senso e aquele velho ditado "quem tudo quer tudo perde", devem prevalecer, já que estamos no crepúsculo de nossas preciosas vidas. Saúde para todos.

  23/05/2018 - 16:17 -   |   Comentar  |   



  144987 - Rodrigo Eiras   Barretos

Sr Péricles, boa tarde.

Primeiramente venho esclarecer que temos uma sociedade/escritório, na qual faz parte eu e o Dr Evandro.Não sou Banespiano, mais tenho " parentes"que são e inclusive um deles é vice presidente da AFABAN daqui de Barretos SP.Várias pessoas daqui do grupo são nossos clientes e até o momento todas as ações que ingressamos estamos obtendo exito. Temos decisão na qual o Juiz decidiu que a ação individual não gera litispendencia com a ação coletiva.Como mencionei, entrando com a ação conosco e se perder, o cliente não nos paga nada, mais para entrar cobramos um valor inicial e uma % no final.

Trabalhamos em defesa dos direitos de nossos clientes, que em menos de 13 meses já estão podendo observar as proposituras das execuções provisórias.

Estamos a disposição !!!!

  23/05/2018 - 16:06 -   |   Comentar  |   



  144986 - Antônio Pelegrino   Cafelândia -SP

A respeito de Acordo, penso os seguintes:

Nossa Ação é coletiva, mais facilidades para o réu protelar o pagamento. Os participantes não pensam iguais e se encontram em situações diversas: uns sadios ou doentes sem dívidas, outros sadios ou doentes com dívidas.
Uns guardiões de fortunas, outros cheios de espiritualidades. Meu pensamento é o seguinte: Pela nossa idade um bom acordo compensa, pois nossa Justiça oferece uma gama de razões para protelamento. Agora existem muitos pontos de interrogações que só aos mais entendidos no Código de Direito Trabalhista podem responder: Nessa fase do Processo é possível um Acordo? Se possível, quem faria: Um Juiz arbitrando um valor? Nesse caso réu e representantes dos autores teriam que acordarem também, já aconteceu conosco, acho que abre um precedente para o réu postergar mais ainda! Um acordo entre o réu e nossos advogados, fora do Tribunal: seria homologado pelo Juiz, porém além da postergação, dificilmente acontecerá. Quanto a esperar até é de justo direito,lembrem-se da Teoria Marxista: Somos proletariados e quem nos deve pertence à Burguesia! Sempre achei a vida linda e devemos aproveitá-la nas proximidades de fechar nossos olhos. O pior pai ou mãe são aqueles que deixam heranças, sem preparar sua prole para saber ganhar seu dinheiro. Quem não sabe ganhar não sabe gastar, veio fácil, irá mais fácil ainda! Você trabalhou, ganhou, o dinheiro é seu, use-o em vida! Devemos deixar heranças para sustentação de entes doentes, possuidores de deficiências corporais, mentais ou entes queridos que por infelicidades se encontram em situações difíceis. Sou a favor de um bom Acordo, pois devo e quero ir sem deixar problemas financeiros aos que ficarem!

  23/05/2018 - 15:59 -   |   Comentar  |   



  144985 - JOSE LUIZ GAYA BITTENCOURT   SÃO PAULO - SP

ARE 675945 AÇÃO DAS GRATIFICAÇÕES: PARA GANHARMOS TEMPO NO RECTO DOS VALORES ATRASADOS, NÃO SERIA O CASO DE ENTRARMOS COM EXECUÇÃO PROVISÓRIA.

  23/05/2018 - 15:46 -   |   Comentar  |   



  144984 - José Cervantes 116361   São José do rio Pardo

Agora não

  23/05/2018 - 15:14 -   |   Comentar  |   



  144983 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Na minha visão, só quem pode propor um acordo, é o Santander, caso saia vencido ou queira parar esse processo.

  23/05/2018 - 15:07 -   |   Comentar  |   



  144982 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

CORRIGINDO COM 144975 - ....Caro colega e nobre causídico Raimundo Nonato da Silva, .....

  23/05/2018 - 13:21 -   |   Comentar  |   



  144981 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Como disse o grande filósofo "JUCÁ" o acorde tem que ser com Supremo e com Tudo.

  23/05/2018 - 13:15 -   |   Comentar  |   



  144980 - paulo renan finholdt   Valinhos SP

144979 - paulo renan finholdt - Valinhos SP 23/05/2018 - 12:16 | Comentar | Ver Todos Comentários |
Bom dia. Colegas aposentados banespianos.Peço licença ao colega JOSÉ FERNANDO DA COSTA VITAL(144972-23/05/2018) para fazer minhas as suas palavras. ACORDO PREDATÓRIO sobre nossos direitos?! Vamos ao PROCESSO e, data venia, fogo a esquentar rabos para que se mexam. Ah! sim. Com todo o respeito de senhores e excelências.Fraterno abraço.

  23/05/2018 - 12:23 -   |   Comentar  |   



  144979 - paulo renan finholdt   Valinhos SP

Bom dia. Colegas aposentados banespianos.Peço licença ao colega para fazer minhas as suas palavras. ACORDO PREDATÓRIO sobre nossos direitos?! Vamos ao PROCESSO e, data venia, fogo a esquentar rabos para que se mexam. Ah! sim. Com todo o respeito de senhores e excelências.Fraterno abraço.

  23/05/2018 - 12:16 -   |   Comentar  |   



  144978 - carlos Alberto Rodrigues dos Santos   Belo Horizonte-MG

144972 - JOSÉ FERNANDO - Colega, nunca alguém usou de um termo tão real como você: "acordo com o Banco será PREDATÓRIO". Não tenho participado no assunto tendo em vista que eu sou contra qualquer acordo, até porque para existir um acordo tem que haver mais de uma parte dos envolvidos interessado no tema. Tem que haver interesse do Santander. Como eu não acredito em papai noel e concordo com o Orly que diz que para tratar algo com o nosso algoz só via judicial, me preparei, inclusive psicologicamente, para ser contra qualquer acordo. O futuro dirá se estou certo. Abraços a todos.
Carlos Alberto-Presidente da Afaban-BH

  23/05/2018 - 11:34 -   |   Comentar  |   



  144977 - alis diba   saõ pedro do turvo/sp

José Milton, você é o cara. Muito sensato, cujas opiniões são bem fundamentadas e devemos todos segui-lo. Falou e disse. E ponto final.
Deolinda, 12 milhões de euros. É muito dinheiro que o Santander usa para sua vaidade e não nos quer pagar. Como você disse, ele não está nem um pouco preocupado com nós, os aposentados. Sabe que pode driblar a justiça. Passados 20 anos, tudo bem, é justiça morosa. Depois disto, é estar amparado. Ele sabe que com seus poderes pode confiar nas altas esferas. Quando não, desafia a nossa justiça.

  23/05/2018 - 11:13 -   |   Comentar  |   



  144976 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO


PREZADOS (AS) COLEGAS
DEPOIS QUE A JUSTIÇA DETERMINOU ATRAVÉS DO STJ, QUE OS PROCESSOS DOS PLANOS BRESSER E COLOR ESTAVAM PRESCRITOS PELO PRAZO, QUE FOI ALTERADO POR DECISÃO ABSURDA DA NOSSA JUSTIÇA EM PREJUÍZO DOS POUPADORES, NÃO PODEMOS CORRER O RISCO DE TAMBÉM TENTAR ACORDO, POIS FATALMENTE IREMOS SAIR PERDENDO. VEJAM QUE O STF, AGU, FEBRABAN E ENTIDADES DE DEFESA DOS CONSUMIDORES ESTÃO HOJE DIA 22 DE MAIO DE 2018, CONSOLIDANDO UM ACORDO , ONDE DÃO VÁRIAS VANTAGENS AOS BANCO, QUE PODEÃO PAGAR OS POUPADORES EM VÁRIAS PARCELAS, QUE TERÃO DESCONTOS ABSURDOS DE MAIS OU MENOS 40% DOS VALORES DEVIDOS HÁ MAIS DE VINTE ANOS, E AINDA QUEM NÃO HAVIA ENTRADO ATÉ HOJE COM A AÇÃO NA JUSTIÇA PERDERAM A OPORTUNIDADE DE RECLAMAR, O QUE É UM OUTRO ABSURDO, NÃO É MESMO? POIS SE SOMOS TODOS IGUIAS PERANTE A CONSTITUIÇÃO FEDERAL ARTIGO 5º, PORQUE HAVER ESSA DIFERENÇA QUE FOI TRABALHADA PELOS BANCOS E ACEITO PELA JUSTIÇA, É UMA VERGONHA QUE ISSO ESTA OCORRENDO. JÁ PENSARAM SE UM DE NÓS FICARMOS DEVENDO AOS BANCOS ALGUNS REAIS O QUE OCORRERÁ CONOSCO? PERDEREMOS TUDO QUE POSSUÍMOS E AINDA TEREMOS QUE PAGAR DE IMEDIATO OU ENTÃO VÃO PENHORAR TUDO QUE POSSUÍMOS, NÃO É MESMO? O QUE PRECISAMOS É QUE NOSSAS ENTIDADES PROCUREM MARCAR AUDIÊNCIA COM O STF E A PROCURADORIA DA REPÚBLICA E SOLICITAR PROVIDÊNCIAS URGENTES PARA SABER O MOTIVO DOS NOSSO PROCESSOS ESTAREM ANDANDO TÃO DEVAGAR E REPLETOS DE RECURSOS REPETITIVOS, COM FINALIDADE DE POSTEGAR A SOLUÇÃO E ASSIM RESOLVERMOS ESSA SITUAÇÃO QUE PRECISA SER SOLUCIONADA JÁ ANTES QUE CRIEM MAIS OUTRAS RESOLUÇÕES QUE VENHAM BENEFICIAR OS BANCOS, COMO FIZERAM NO CASO DAS POUPANÇAS E AI SIM NÃO VEREMOS MAIS NADA DE NOSSOS DIREITOS RESPEITADOS.INCLUSIVE DEVEMOS APROVEITAR E FAZER LOGO ESSA AUDIÊNCIA POIS PODERMOS SOLICITAR QUE VEJAM TAMBÉM A QUESTÃO DA CABESP E DA BANESPREV QUE PRETENDEM REALIZAR ASSEMBLÉIAS EM JUNHO DE 2018, E ENFIAR GOELA ABAIXO NORMAS QUE NÃO PODEREMOS ACEITAR, POIS, JÁ EXISTEM NOS ESTATUTOS RESOLUÇÕES QUE SÃO DIREITOS ADQUIRIDOS NOSSO E DEVEM SER RESPEITADOS. COMO EXEMPLO DE AUMENTO DE MENSALIDADE, QUENÃO PODEM SER AUMENTADAS, POIS JÁ DIZ QUE AS MENSALIDADES DEVERÃO SER DE 2,5% DOS VALORES QUE PERCEBEMOS E ASSIM SENDO PARA OCORRER AUMENTOS DEVERÃO AUMENTAR NOSSOS SALÁRIOS, OU SEJA, PAGAR O QUE NOS FOI DETERMINADO E NÃO FICAR RECORRENDO À JUSTIÇA PARA GANHAR TEMPO E O MESMO COM A BANESPREV , QUE QUER ACABAR COM AS ASSEMBLÉIAS SOBERANAS.PRECISAMOS QUE AS ENTIDADES CONSTITUÍDAS POR TODOS NÓS DEFENDAM NOSSOS DIREITOS E FAÇAM NOSSA LEIS SEREM CUMPRIDAS.
PODEM TER CERTEZA QUE ACORDOS COM BANQUEIROS NÃO SÃO BONS PARA NÓS,TEREMOS QUE UNIRMOS E COBRARMOS O JUDICIÁRIO, QUE FAÇA O CUMPRIMENTOS DE NOSSA LEIS URGENTEMENTE.

  23/05/2018 - 09:35 -   |   Comentar  |   



  144975 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro colega e nobre causídico, às vezes fico me perguntando se vc é mesmo um advogado. Todo advogado, do que mais gosta é de uma boa discussão. O que eles mais fazem é discutir. Toda apresentação de uma tese de uma parte é discutível pela outra, naturalmente, porque quando acaba a discussão, acabou o processo. Agora, o que interessa saber quem lançou na "roda" o tema "acordo"? E daí? O assunto está em pauta. É uma pesquisa, uma troca de idéias pra se saber o que pensa o banespiano a respeito, que lhe diz, aliás, muito respeito. E só isso, um exercício mental, opiniões e mais opiniões, direito inalienável em qualquer site, em qualquer democracia. E viva o nosso apdobanespa, viva o Pozzetti, "viva eu, viva tudo, viva o chico barrigudo", já dizia o meu pai. Abs.

  23/05/2018 - 09:34 -   |   Comentar  |   



  144974 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Gostaria de saber quem propôs o tal acordo com quem para gerar tanta discussão. Se não existe proposta estão todos discutindo o sexo dos anjos. "Eu faço acordo, não faço, etc." Mas qual acordo? Qual a proposta? Quem ofereceu? Pelo amor de Deus!!! Nonato-Teresina.

  23/05/2018 - 09:01 -   |   Comentar  |   



  144973 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

Caro sr. Rodrigo Eiras, permita-me fazer algumas perguntas: 1. O sr. é Banespiano? 2. O Sr. é advogado? 3. Qual o valor dos honorários da causa? 3. Se eu entrar e perder, como é que fica? Estou aguardando as minhas gratificações que podem ser pagas desde 1.996, atualizadas, com juros de 12% a.a., e que, segundo os meus cálculos, podem valer pra mim cerca de 500 mil reais hoje. Abs,

  23/05/2018 - 08:21 -   |   Comentar  |   



  144972 - jose fernando da costa vital   bauru sp

já passei por inúmeras dificuldades, e hoje ainda as temos na área da saúde (Cabesp, em discussão muito necessária). Fazermos acordo por premência financeira, por mais digno que seja e humano (desumano no proceder do Santander), acredito que Deus vai suprindo e a gente vai aprendendo a lidar com os desafios. Foi assim aqui em casa. Portanto, todo acordo com o Banco vai ser predatório. Se quisermos jogar dinheiro fora, que acaba logo quando é assim, pode ser. Mas se desejamos aprender a crescer na dificuldade, vamos ao processo, e vamos por fogo no rabo desses advogados juízes que nos assistem. No bom sentido do termo, com todo respeito... vixe!!!!!

  23/05/2018 - 08:17 -   |   Comentar  |   



  144971 - Egidio Montanheiro   Pirassununga-SP

Ganhamos em todas. Sem Acordo. Vamos até o fim.

  23/05/2018 - 23:13 -   |   Comentar  |   



  144970 - Rodrigo Eiras   Barretos

Boa noite,
Colocamos a disposição os nossos serviços.
Entramos com a AÇÃO INDIVIDUAL DA PLR, onde o Banco esta perdendo os recursos e já estamos propondo as Execuções Provisórias. Em SP o Banco foi condenado a revelia em 1° instancia e não manifestou, portanto já estamos executando também. Já foi decidido que a AÇÃO INDIVIDUAL não gera conflito/litispendência com a AÇÃO COLETIVA. Os tramites de uma Ação Individual é bem mais rápido, isso estou falando que em menos de 13 meses já temos decisão em 2° instancia, na qual já requeremos a execução provisória.
OBSERVAÇÃO: Entrando com a ação individual conosco e caso ganhe a ação coletiva primeiro, não precisa nos pagar nada.
Att.
Rodrigo - eiras.rodrigo@hotmail.com ou 17 9 8803-9336 whatsapp 23/05/2018

  23/05/2018 - 22:16 -   |   Comentar  |   



  144969 - Deolinda Nascimento   lisboa-PT

Boa noite colegas, sem acordo com o banco santander. Tenho lido algumas sugestoes de acordos e, relato para voces que o banco, conforme diz o presidente do Banesprev, fara tudo para que esse processo seja postergado.
A inauguraçao do Centro Botin em Santander-Espanha teve um custo promovido pela Fundaçao Botin de 77 milhoes de euros e sua manutençao anual fica em 12 milhoes de euros. O edificio projetado por arquiteto italiano objeto de premio esta comparado ao Guggenheim de Bilbau. Esta em capas de revistas na Europa. Mudando inclusive o panorama turistico da cidade de Santander. Os projetos do Santander somente incluem os aposentados do Banespa com a finalidade de descarte
Voces acham que estao preocupados conosco? Que vao querer fazer qualquer acordo?
Penso que a melhor forma de receber qualquer valor seria procurar o advogado de Belo Horizonte pois suas açoes tem sido vencedoras.
A Cabesp? por tantas coisas que glosaram, reembolsos nao efetuados, etc, liguei e perguntei como seria para fazer o cancelamento do plano. Sinceramente me senti descartada por eles.Eles nao se importam com cliente/usuario de muitos anos.
Essa e a politica do Banco que se coloca acima da lei e esta sendo implantantada na Cabesp e no Banesprev.

  23/05/2018 - 21:25 -   |   Comentar  |   



  144968 - Gilberto Pirolo   ourinhos sp

Até para ser ingênio há limites!
Propor acordo com o Santander é demonstrar fraqueza
e desespero e é isso o que o santander espera com suas protela-
ções sem fim.
Ele se nega a pagar o que nos deve,embora saiba que
somos vitoriosos em todas as instâncias da justiça.
Entramos na justiça para que nos pague e se entramos,
não foi para fazer qualquer acordo. Nunca partiu ou
deve partir do credor qualquer proposta de acordo.
Isso deve partir do devedor.
Então suponhamos que você tem a receber alguma quantia
de alguém.Aí você chega ao devedor e lhe diz :Olha se
você me pagar a metade tá bom. Isso seria estimular
o mau pagador a ter vantagem.Isso é um absurdo.
Enfim qualquer acordo deve partir do santander.
Porém duvido que isso aconteça.
Abraços Pirolo.

  22/05/2018 - 20:46 -   |   Comentar  |   



  144967 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Não sou a favor de acordo algum com o Satãder. E se por acaso recebermos algum valor, que seja imediatamente transferido para outro Banco. O meu não fica um dia no Satã....

  22/05/2018 - 19:59 -   |   Comentar  |   



  144966 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

ARE 675945 - PRIMEIRA TURMA DAS GRATIFICAÇÕES/STF - REMARCADO NOVAMENTE PRA 29.05 O JULGAMENTO - ESSES CARAS ESTÃO DE BRINCADEIRA CONOSCO!

  22/05/2018 - 19:51 -   |   Comentar  |   



  144965 - GILBERTO DA SILVA DAGA   SÃO PAULO-SP

PELO IGPDI INTEGRAL, ABRO MÃO DA GRATIFICAÇÃO!

  22/05/2018 - 19:44 -   |   Comentar  |   



  144964 - Tito Livio Laboissiere de Carvalho   Maringá- PR.

Já chegamos até aqui, então não custa esperar mais um pouco. quero receber o que é de direito e fazer o que eu quiser. Como vou saber se meus herdeiros irão receber.

  22/05/2018 - 19:26 -   |   Comentar  |   



  144963 - JOSE LUIZ GAYA BITTENCOURT   SÃO PAULO SP

ARE 675945 - AÇÃO DAS GRATIFICAÇÕES: ADIADO NOVAMENTE O JULGAMENTO, AGORA PARA 29/MAIO/2018

  22/05/2018 - 19:23 -   |   Comentar  |   



  144962 - Oscar Machado Filho   Belo Horizonte-MG

ACORDO COM O SANTANDER PARA AS GRATIFICAÇÕES:
Sou totalmente a favor de um acordo com o Banco Santander, pelo valor calculado pelos peritos da Justiça, no percentual de 100%, PORÉM, parcelado em 24 meses, com o rendimento da Caderneta de Poupança.
Vamos que Vamos.

  22/05/2018 - 18:38 -   |   Comentar  |   



  144961 - Rubens de Souza   bauru/sp

colegas - Hoje não éra dia de julgamento no STF???????

  22/05/2018 - 18:30 -   |   Comentar  |   



  144960 - GILBERTO DA SILVA DAGA   SÃO PAULO-SP

COM.144899 E 144907- DESCULPE SE NÃO ENTENDI, MAS BASEADO NOS COMENTÁRIOS ACIMA, INDAGUEI A AFABESP, O MOTIVO DA SOLICITAÇÃO EM
16.05, DE UM PRAZO DE MAIS 40 DIAS EM NOSSO PROCESSO "IGPDI".
A RESPOSTA FOI QUE TAL SOLICITAÇÃO É BEM ANTIGA.

  22/05/2018 - 18:02 -   |   Comentar  |   



  144959 - francisco de assis labadeça   bragança paulista sp

como o Santander até hoje so nos deu aborrecimentos, sempre agindo contra nos, sou contrario qualquer tipo de acordo. se o santa tivesse boa vontade não teria agido assim há 20 anos.

  22/05/2018 - 17:46 -   |   Comentar  |   



  144958 - Luiz Armando Vaz   Lucélia - SP

Eu concordo em um acordo, já que estamos envelhecendo o correto é aproveitar agora, depois...... já era. SAUDAÇÕES BANESPIANAS

  22/05/2018 - 17:25 -   |   Comentar  |   



  144957 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

Colegas, o Santander só aceitará acordo quando um juiz MACHO prender os presidentes do banco e do Banesprev. Somente assim!

Júlio lembrou bem da malfadada audiência proposta por um juiz, para um acordo. O Santander, na maior cara de madeira, ofereceu apenas 10% do que estava devendo.
Qualquer tentativa de acordo, ellos rirão da nossa ingenuidade.

É preciso fazer a AFÁ entender e colocar em prática a proposta do dr. Piza, quando disse que é preciso usar a mídia.
---

  22/05/2018 - 17:11 -   |   Comentar  |   



  144956 - Miryan Coutinho Lacerda   Presidente Prudente SP

Quero acordo já.

  22/05/2018 - 17:01 -   |   Comentar  |   



  144955 - Eliel da Silva Dornelas   Cabo Frio - RJ

Parabéns José Milton 144949 - O caminho das pedras está mostrado, porém para segui-lo há de se ter vontade, ousadia, muito senso de companheirismo. Há pessoas que já se foram que mereciam ver a cor da grana. Há pessoas entre nós que já fez muito mais do que qualquer outro ser humano poderia imaginar. Estes exemplos expressam a boa vontade interior de cada um desses guerreiros.Há nessas pessoas um grande amor pelo colega, pela vida, pelos direitos, pela sensibilidade humana que os diferenciam nesta vida. Você, pelo que percebemos tem feito muito mais do que o esperado, para muita gente, que o consulta. Infelizmente, alguns só fazem a sua obrigação. Em 1953 - W. Churchil disse no seu primeiro discurso como primeiro Ministro " Basta que cada um cumpra com o seu dever para ARRUINAR o mundo ". É reconhecido mundialmente que só se consegue eficácia quando se vai além do que se deve fazer. Só assim, se consegue obter a diferença tão esperada e praticada por alguns dos nossos colegas, mas infelizmente nem todos possuem esse bom senso. Que Deus com o Seu poder infinito seja misericordioso conosco e principalmente às pessoas como você e os outros tantos que também têm feito essa diferença. Abraços em cada coração banespiano.

  22/05/2018 - 15:43 -   |   Comentar  |   



  144954 - Ruben Guilherme Nass   Caxias do Sul / RS

Nossa justiça é muito lenta. Vimos a pouco tempo na TV um julgamento em que quase todos juizes disseram a mesma coisa só em outras palavras, e levaram quase o dia inteiro para isso. Foi quase teatral. Existem milhares de processos para serem julgados. O nosso está a mais de 20 anos. Será que isso precisa ser assim? Penso que o IGPDI, num acordo - reajuste 50% sobre o vencimento atual a partir de agora, um valor (200.000,00) (indicativo) sobre as gratificacões atrasadas, e mais gratificações daqui pra frente , eu fecharia com certeza.

  22/05/2018 - 14:55 -   |   Comentar  |   



  144953 - Nivaldo Antonio Pereira   Mococa SP

Acordo agora, os nossos herdeiros jamais receberão. Senão, vamos morrer e vai ficar tudo para o Santander.

  22/05/2018 - 14:18 -   |   Comentar  |   



  144952 - alis diba   são pedro do turvo/sp

Luiz Antônio, eu aceitaria esta proposta sem remorsos. Se um dia a turma que não fizesse este acordo recebesse a da gratificação eu não ficaria nem um pouco triste por não ter esperado. Se eu recebesse o da ação do IGP-DI, para mim já estaria muito bom.

  22/05/2018 - 14:02 -   |   Comentar  |   



  144951 - ernesto pompilio   bauru-sp

Não acordo. Sim mais pressão de toda e qualquer forma. Deviam sofrer pressão também a cambada de políticos que a época ajudaram na privatização.

  22/05/2018 - 13:28 -   |   Comentar  |   



  144950 - luiz antonio azevedo homem de melo   lorena - sp

O SANTANDER não aceitaria, mas eu aceitaria um acôrdo do tipo: nós desistiriamos da ação da GRATIFICAÇÃO e o Banco nos pagaria, imediatamente, a ação do IGPDI. Propor não ofende.

  22/05/2018 - 12:56 -   |   Comentar  |   



  144949 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

PREZADOS (AS) COLEGAS
DEPOIS QUE A JUSTIÇA DETERMINOU ATRAVÉS DO STJ, QUE OS PROCESSOS DOS PLANOS BRESSER E COLOR ESTAVAM PRESCRITOS PELO PRAZO, QUE FOI ALTERADO POR DECISÃO ABSURDA DA NOSSA JUSTIÇA EM PREJUÍZO DOS POUPADORES, NÃO PODEMOS CORRER O RISCO DE TAMBÉM TENTAR ACORDO, POIS FATALMENTE IREMOS SAIR PERDENDO. VEJAM QUE O STF, AGU, FEBRABAN E ENTIDADES DE DEFESA DOS CONSUMIDORES ESTÃO HOJE DIA 22 DE MAIO DE 2018, CONSOLIDANDO UM ACORDO , ONDE DÃO VÁRIAS VANTAGENS AOS BANCO, QUE PODEÃO PAGAR OS POUPADORES EM VÁRIAS PARCELAS, QUE TERÃO DESCONTOS ABSURDOS DE MAIS OU MENOS 40% DOS VALORES DEVIDOS HÁ MAIS DE VINTE ANOS, E AINDA QUEM NÃO HAVIA ENTRADO ATÉ HOJE COM A AÇÃO NA JUSTIÇA PERDERAM A OPORTUNIDADE DE RECLAMAR, O QUE É UM OUTRO ABSURDO, NÃO É MESMO? POIS SE SOMOS TODOS IGUIAS PERANTE A CONSTITUIÇÃO FEDERAL ARTIGO 5º, PORQUE HAVER ESSA DIFERENÇA QUE FOI TRABALHADA PELOS BANCOS E ACEITO PELA JUSTIÇA, É UMA VERGONHA QUE ISSO ESTA OCORRENDO. JÁ PENSARAM SE UM DE NÓS FICARMOS DEVENDO AOS BANCOS ALGUNS REAIS O QUE OCORRERÁ CONOSCO? PERDEREMOS TUDO QUE POSSUÍMOS E AINDA TEREMOS QUE PAGAR DE IMEDIATO OU ENTÃO VÃO PENHORAR TUDO QUE POSSUÍMOS, NÃO É MESMO? O QUE PRECISAMOS É QUE NOSSAS ENTIDADES PROCUREM MARCAR AUDIÊNCIA COM O STF E A PROCURADORIA DA REPÚBLICA E SOLICITAR PROVIDÊNCIAS URGENTES PARA SABER O MOTIVO DOS NOSSO PROCESSOS ESTAREM ANDANDO TÃO DEVAGAR E REPLETOS DE RECURSOS REPETITIVOS, COM FINALIDADE DE POSTEGAR A SOLUÇÃO E ASSIM RESOLVERMOS ESSA SITUAÇÃO QUE PRECISA SER SOLUCIONADA JÁ ANTES QUE CRIEM MAIS OUTRAS RESOLUÇÕES QUE VENHAM BENEFICIAR OS BANCOS, COMO FIZERAM NO CASO DAS POUPANÇAS E AI SIM NÃO VEREMOS MAIS NADA DE NOSSOS DIREITOS RESPEITADOS.INCLUSIVE DEVEMOS APROVEITAR E FAZER LOGO ESSA AUDIÊNCIA POIS PODERMOS SOLICITAR QUE VEJAM TAMBÉM A QUESTÃO DA CABESP E DA BANESPREV QUE PRETENDEM REALIZAR ASSEMBLÉIAS EM JUNHO DE 2018, E ENFIAR GOELA ABAIXO NORMAS QUE NÃO PODEREMOS ACEITAR, POIS, JÁ EXISTEM NOS ESTATUTOS RESOLUÇÕES QUE SÃO DIREITOS ADQUIRIDOS NOSSO E DEVEM SER RESPEITADOS. COMO EXEMPLO DE AUMENTO DE MENSALIDADE, QUENÃO PODEM SER AUMENTADAS, POIS JÁ DIZ QUE AS MENSALIDADES DEVERÃO SER DE 2,5% DOS VALORES QUE PERCEBEMOS E ASSIM SENDO PARA OCORRER AUMENTOS DEVERÃO AUMENTAR NOSSOS SALÁRIOS, OU SEJA, PAGAR O QUE NOS FOI DETERMINADO E NÃO FICAR RECORRENDO À JUSTIÇA PARA GANHAR TEMPO E O MESMO COM A BANESPREV , QUE QUER ACABAR COM AS ASSEMBLÉIAS SOBERANAS.PRECISAMOS QUE AS ENTIDADES CONSTITUÍDAS POR TODOS NÓS DEFENDAM NOSSOS DIREITOS E FAÇAM NOSSA LEIS SEREM CUMPRIDAS.
PODEM TER CERTEZA QUE ACORDOS COM BANQUEIROS NÃO SÃO BONS PARA NÓS,TEREMOS QUE UNIRMOS E COBRARMOS O JUDICIÁRIO, QUE FAÇA O CUMPRIMENTOS DE NOSSA LEIS URGENTEMENTE.

  22/05/2018 - 12:52 -   |   Comentar  |   



  144948 - JOÃO RAMOS   Assis/sp

NADA DE ACORDO.. não abro mão de um tostão sequer. Cheguei aos 80 sem precisar.. Que fique para filhos ou netos.

  22/05/2018 - 12:52 -   |   Comentar  |   



  144947 - JOSE LUIZ GAYA BITTENCOURT   SAO PAULO SP

REFERENTE ACORDO COM O SANTANDER: É MUITO INGÊNUO QUEM ACREDITA EM ACORDO COM O SANTANDER.

  22/05/2018 - 12:25 -   |   Comentar  |   



  144946 - Angelo Giacomeli   Laranjal Paulista

Ontem recebi da AFABESP informe que um processo ( devolvi valores referentes a diferenças do INSS e o Santander não os declarou à receita e PASMEM, eu fui punido em 2009 em R$ 5.000,00), recorri e ganhamos a ação. Separei algum para fraldas geriátricas, outros para a cerveja e alguns para o velório.!! Segue a vida no aguardo das outras nossas ações.

  22/05/2018 - 12:05 -   |   Comentar  |   



  144945 - Angelo Giacomeli   Laranjal Paulista

Ontem recebi da AFABESP informe que um processo ( devolvi valores referentes a diferenças do INSS e o Santander não os declarou à receita e PASMEM, eu fui punido em 2009 em R$ 5.000,00), recorri e ganhamos a ação. Separei algum para fraldas geriátricas, outros para a cerveja e alguns para o velório.!! Segue a vida no aguardo das outras nossas ações.

  22/05/2018 - 12:05 -   |   Comentar  |   



  144944 - Angelo Giacomeli   Laranjal Paulista

Ontem recebi da AFABESP informe que um processo ( devolvi valores referentes a diferenças do INSS e o Santander não os declarou à receita e PASMEM, eu fui punido em 2009 em R$ 5.000,00), recorri e ganhamos a ação. Separei algum para fraldas geriátricas, outros para a cerveja e alguns para o velório.!! Segue a vida no aguardo das outras nossas ações.

  22/05/2018 - 12:05 -   |   Comentar  |   



  144943 - Dalty Roberto Pellicce   Araraquara sp

Acôrdo com êsse banco, nunca.

  22/05/2018 - 11:50 -   |   Comentar  |   



  144942 - adelia mauricio silva   divinopolis-mg

É incrível que ainda há pessoas acreditando na "boa vontade do Sder"! Não vêem que os piratas estão para usurpar nossos direitos e nos surrupiar?! Pior, o "Sistema" é armação. Se e quando vamos a ele pedindo socorro, não há solução. Alega-se "morosidade". VERGONHA!!!

  22/05/2018 - 11:34 -   |   Comentar  |   



  144941 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Olha, acordo não tem como finalidade alguém ganhar ou perder, mas sim solucionar amigavelmente uma briga judicial de solução imprevisível. É um assunto que, no nosso caso, não merece sequer discussão pois afinal de contas esta possibilidade não está posta. E se um dia estiver quem achar conveniente faz e pronto, exercendo o seu livre arbítrio. Discutir isso na atual conjuntura é o mesmo que procurar chifre em cabeça de jumento, como se diz por aqui. Nonato-Teresina.

  22/05/2018 - 11:24 -   |   Comentar  |   



  144940 - aniceto carlos de andrade   belo horizonte

Quando pensamos em acordo judicial, sempre imaginamos que deve ser bom para as partes envolvidas no processo, neste caso das gratificações, e em tantas outras ações, o banco santander esta querendo prevalecer se da (in)justiça que a Justiça brasileira (cega e corrompida),impõe sobre todos nos trabalhadores brasileiros.Não podemos aceitar qualquer acordo na condição informada. Já esperamos muito tempo. O banco conta com a nossa divisão e dispersão.

  22/05/2018 - 11:19 -   |   Comentar  |   



  144939 - Vanderlei Roberto Mascarin   Campinas

com. 144.933 José Milton e demais colegas
já escrevi 2 ou 3 vêzes aqui no apdobanespa, vou repetir:

os presidentes das Afabans devem se unir e pedir para que a Afabesp marque um dia para uma reunião junto com o Departamento jurídico e seja esclarecida todas as dúvidas que aqui são apresentadas.

  22/05/2018 - 11:15 -   |   Comentar  |   



  144938 - ANTONIO CARLOS PERES   CURITIBA

E O IMPOSTO SOBRE A RENDA NÃO SERÁ ATUALIZADO NUNCA MAIS, NÃO EXISTE POSSIBILIDADE DE UMA AÇÃO? SE É POLÍTICO SERÁ QUE NÃO TEM NENHUM POLITICO INTERESSADO EM CUTUCAR O EXECUTIVO.

  22/05/2018 - 11:14 -   |   Comentar  |   



  144937 - Antonio Carlos M.Leitão   Rio de Janeiro-RJ

Bom dia;Com a turma que está no STF,não tenho nenhuma esperança,um bom acordo pode beneficiar ambas as partes,não estou jogando a toalha,mais estamos no final de linha,isso é fato,então esperar mais o quê,opinião minha,aguardo respostas positivas ou negativas..Bom dia e com as bênçãos de Santa Rita de Cássia.

  22/05/2018 - 10:07 -   |   Comentar  |   



  144936 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

NADA DE ACORDO - JÁ HOUVE VARIAS TRATATIVAS E EM TODAS O SATANDER VEM COM UMA PROPOSTA INDECENTE, IRRISÓRIA. A ULTIMA, QUE EU ME LEMBRO, FOI QUANDO O MIN PRES DO TST JOAO ORESTE DALAZEN PROPÕS QUE AS PARTES FIZESSEM UM ACORDO. ISSO FOI NO FINAL DE 2011, QUANDO O PRÓPRIO TST NOS HAVIA DADO GANHO DE CAUSA, QUE VALIA CERCA DE 4 BI E ELES OFERECERAM 10% - 400 MI - E QUE AINDA DESISTISSEMOS DE TODAS AS OUTRAS CAUSAS. PATÉTICO!......

  22/05/2018 - 09:45 -   |   Comentar  |   



  144935 - José michelan   Garça/sp

Falar em acordo seria como “ jogar a toalha”  absurdo , a luta continua ;  temos que manter nossas esperanças vivas e acreditar, acreditar sempre é ao mesmo tempo cobrar atitudes firmes de nossa representante !!!  Abraços

  22/05/2018 - 09:43 -   |   Comentar  |   



  144934 - WALDEIR TONIOLO LACERDA RODRIGUES   Marília

Acho que uma tentativa de acordo só vai dar mais tempo para o Satã.
O processo fica suspenso e o Satã, safado como é, não cumpriria o acordo.

  22/05/2018 - 09:16 -   |   Comentar  |   



  144933 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

PREZADOS (AS) COLEGAS
DEPOIS QUE A JUSTIÇA DETERMINOU ATRAVÉS DO STJ, QUE OS PROCESSOS DOS PLANOS BRESSER E COLOR ESTAVAM PRESCRITOS PELO PRAZO, QUE FOI ALTERADO POR DECISÃO ABSURDA DA NOSSA JUSTIÇA EM PREJUÍZO DOS POUPADORES, NÃO PODEMOS CORRER O RISCO DE TAMBÉM TENTAR ACORDO, POIS FATALMENTE IREMOS SAIR PERDENDO. VEJAM QUE O STF, AGU, FEBRABAN E ENTIDADES DE DEFESA DOS CONSUMIDORES ESTÃO HOJE DIA 22 DE MAIO DE 2018, CONSOLIDANDO UM ACORDO , ONDE DÃO VÁRIAS VANTAGENS AOS BANCO, QUE PODEÃO PAGAR OS POUPADORES EM VÁRIAS PARCELAS, QUE TERÃO DESCONTOS ABSURDOS DE MAIS OU MENOS 40% DOS VALORES DEVIDOS HÁ MAIS DE VINTE ANOS, E AINDA QUEM NÃO HAVIA ENTRADO ATÉ HOJE COM A AÇÃO NA JUSTIÇA PERDERAM A OPORTUNIDADE DE RECLAMAR, O QUE É UM OUTRO ABSURDO, NÃO É MESMO? POIS SE SOMOS TODOS IGUIAS PERANTE A CONSTITUIÇÃO FEDERAL ARTIGO 5º, PORQUE HAVER ESSA DIFERENÇA QUE FOI TRABALHADA PELOS BANCOS E ACEITO PELA JUSTIÇA, É UMA VERGONHA QUE ISSO ESTA OCORRENDO. JÁ PENSARAM SE UM DE NÓS FICARMOS DEVENDO AOS BANCOS ALGUNS REAIS O QUE OCORRERÁ CONOSCO? PERDEREMOS TUDO QUE POSSUÍMOS E AINDA TEREMOS QUE PAGAR DE IMEDIATO OU ENTÃO VÃO PENHORAR TUDO QUE POSSUÍMOS, NÃO É MESMO? O QUE PRECISAMOS É QUE NOSSAS ENTIDADES PROCUREM MARCAR AUDIÊNCIA COM O STF E A PROCURADORIA DA REPÚBLICA E SOLICITAR PROVIDÊNCIAS URGENTES PARA SABER O MOTIVO DOS NOSSO PROCESSOS ESTAREM ANDANDO TÃO DEVAGAR E REPLETOS DE RECURSOS REPETITIVOS, COM FINALIDADE DE POSTEGAR A SOLUÇÃO E ASSIM RESOLVERMOS ESSA SITUAÇÃO QUE PRECISA SER SOLUCIONADA JÁ ANTES QUE CRIEM MAIS OUTRAS RESOLUÇÕES QUE VENHAM BENEFICIAR OS BANCOS, COMO FIZERAM NO CASO DAS POUPANÇAS E AI SIM NÃO VEREMOS MAIS NADA DE NOSSOS DIREITOS RESPEITADOS.INCLUSIVE DEVEMOS APROVEITAR E FAZER LOGO ESSA AUDIÊNCIA POIS PODERMOS SOLICITAR QUE VEJAM TAMBÉM A QUESTÃO DA CABESP E DA BANESPREV QUE PRETENDEM REALIZAR ASSEMBLÉIAS EM JUNHO DE 2018, E ENFIAR GOELA ABAIXO NORMAS QUE NÃO PODEREMOS ACEITAR, POIS, JÁ EXISTEM NOS ESTATUTOS RESOLUÇÕES QUE SÃO DIREITOS ADQUIRIDOS NOSSO E DEVEM SER RESPEITADOS. COMO EXEMPLO DE AUMENTO DE MENSALIDADE, QUENÃO PODEM SER AUMENTADAS, POIS JÁ DIZ QUE AS MENSALIDADES DEVERÃO SER DE 2,5% DOS VALORES QUE PERCEBEMOS E ASSIM SENDO PARA OCORRER AUMENTOS DEVERÃO AUMENTAR NOSSOS SALÁRIOS, OU SEJA, PAGAR O QUE NOS FOI DETERMINADO E NÃO FICAR RECORRENDO À JUSTIÇA PARA GANHAR TEMPO E O MESMO COM A BANESPREV , QUE QUER ACABAR COM AS ASSEMBLÉIAS SOBERANAS.PRECISAMOS QUE AS ENTIDADES CONSTITUÍDAS POR TODOS NÓS DEFENDAM NOSSOS DIREITOS E FAÇAM NOSSA LEIS SEREM CUMPRIDAS.
PODEM TER CERTEZA QUE ACORDOS COM BANQUEIROS NÃO SÃO BONS PARA NÓS,TEREMOS QUE UNIRMOS E COBRARMOS O JUDICIÁRIO, QUE FAÇA O CUMPRIMENTOS DE NOSSA LEIS URGENTEMENTE.

  22/05/2018 - 09:12 -   |   Comentar  |   



  144932 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Não acredito que se nós não recebermos, um dia os herdeiros recebem. Se o Santander nos enrolar por mais 20 anos, vai continuar enrolando eternamente. Vai ficar ao Deus dará.

  22/05/2018 - 09:05 -   |   Comentar  |   



  144931 - Isaías Ferreira Mendonça   Assis /SP

Eu não aceito acordo nenhum, quem esperou 20 anos, pode esperar mais 20. Se eu não receber enquanto vivo, com certeza haverá alguém da família para receber. O que é meu, é meu e não do espertalhão, Santander

  22/05/2018 - 08:49 -   |   Comentar  |   



  144930 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Um bom acordo não seria ruim, Mas, se partir de nós a sugestão, o Santander vai oferecer muito pouco. Só quando ele estiver com a corda no pescoço, pode ser que faça um acordo decente.

  22/05/2018 - 08:36 -   |   Comentar  |   



  144929 - CLAUDEMIR FERRARESI   Guararapes

Nada de acordo esperamos até agora então vamos continuar. Ou é 8 ou 80, vamos em frente

  22/05/2018 - 08:16 -   |   Comentar  |   



  144928 - magda zampar de pauli   Socorro - SP

Acordo se o Banco estivesse em situação difícil financeiramente,e não tivesse condições, mas vejam os balanços de cada ano.E o que foi surrupiado quando da venda do Banespa, OS TITULOS INEGOCIAVEIS ( Já foi dado uma sugestão ,partir para o barulho,PANELAÇO NA pAULISTA PROCURAR A MIDIA PARA NODIA PARA NOS AJUDAR.

  22/05/2018 - 08:04 -   |   Comentar  |   



  144927 - OSWALDO DOS SANTOS   São Paulo

Sou totalmente contra o acordo. O que devemos fazer é aguardar o desfecho da ação e continuarmos na espera. Por pior que seja a nossa justiça acredito que não poderá ser por muito tempo essa espera. Pensamento positivo e vamos em frente...

  22/05/2018 - 07:49 -   |   Comentar  |   



  144926 - Francisco Iannini Netto   São Paulo/SP

‎Fran INetto‎ para GRANDE FAMÍLIA BANESPIANA I
9 h ·
No APDO BANESPA algumas pessoas pensam em uma alternativa junto ao Banco, em referencia as gratificações. a AFABESP por intermédio de nossos advogados procurarem o Banco para saber se poderia ser estudado um acôrdo decente e honesto com ref. as mesmas. Gostaria de saber a opinião de nossos colegas deste grupo o que pensam a respeito. Possivelmente aguardando desfecho favoravel no assunto, dificilmente algum de nós irá levar algum dinheiro, visto tantas vistas de processo que ocorrem.

Lourival Franca de Oliveira
Eu prefiro que meus filhos ou até meus netos recebam, em lugar de fazer algum acordo com essa escória do Santander, pois é isso que estão tentando provocar, com anuência da justiça. Afinal foi ganho em todas instâncias

Jose Pereira
A natureza predatória do Santa junto a sua total desinteresse pelo social não deixa dúvidas que se houver acordo é o funcionário que irá pagar o pato Só resta a mobilização

Marli Veronese
A alternativa é o final do processo. Daí não se pode fugir. Tem que acatar.

Rosa Helena Troglio Lopes
Concordo com a Marli

Gilberto Vieira
Nada de acordo.

Celia Maria Ananias
Já tivera. Está oportunidade no passado quando tinha muito mais gente vivas e não quiseram acha que vai fazer alguma coisa ágora

Rubens Moreira E Silva
Sem acordo!

Julio Higashino
Toda vez que o Banco propôs acordo foi no sentido de reconhecer que não tínhamos direito algum e a Afabesp se responsabilizar por eventuais obrigações reconhecidas pela justiça em troca de R$ 300 milhões qdo elas montam mais de R$ 3,0 bilhões

Antonio Galvão Raiz Porto
Exato, o que tivemos até hoje foi uma "proposta indecente" do banco. Para que possamos "começar a conversar" ele tem que melhorá-la muito, muito! Caso contrário, seria o mesmo que cairmos nas garras de inescrupulosos que oferecem "migalhas" àqueles que têm precatórios a receber.

Dinora Bastos
Eu concordo com Um acordo urgente

Jonnhy Caldeira
Sobrevivemos na espera até agora, então a luta continua !!

Vera Castro
Já havia dado a minha opinião....acho que deveríamos estar sempre alerta e cutucando a AFABESP...não largar de mão....

Joao Cattaneo
é um absurdo o que a justiça está fazendo conosco. ! Estamos num País da impunidade, vergonhoso, cheio de bandidagem. Apenas Isso!

E você, o que acha? 0 que fazer?Dê sua opinião clicando aqui!

  22/05/2018 - 05:55 -   |   Comentar  |   



  144925 - adelia mauricio silva   divinopolis-mg

LAMENTÁVEL que um país continental como o Brasil, NÃO HAJA um "líder no movimento ANTICORRUPÇÃO" candidato a presidência da República em 2018. Eu votaria em Sérgio Moro, sem pestanejar.

  21/05/2018 - 19:02 -   |   Comentar  |   



  144924 - Francisco Iannini Netto   São Paulo

Ref. comentario 144917 Nivaldo

idem 144911 Raimundo Nonato.
Sensatos pensamentos de ambos sobre um possivel acôrdo, visto que não parece ser possivel um final feliz neste processo das gratificações.
Tambem concordo com voces. AFA deveria entrar em contato junto com nossos advogados e tentar pelo menos um acôrdo que agradasse
as 2 partes. Não custaria tentar.

  21/05/2018 - 18:58 -   |   Comentar  |   



  144923 - Irlei Nunes Schott   Peruíbe-SP.

Caro Amigo Oscar.
Respondendo ao seu comentário 144910, em que fui citado, só mesmo mudando para a praia, pois nossos processos dependem de muita paciência, sendo assim vou me exercitando, esperando o mar pegar fogo para comer peixe frito.

  21/05/2018 - 18:22 -   |   Comentar  |   



  144922 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

processo da segunda turma da gratificação
ocesso: ARR - 2384-75.2011.5.02.0031 - Fase Atual: ED-ED-ED-ED (Tramitação Eletrônica - Lei nº 10.741 (Estatuto do Idoso))
Número no TRT de Origem: RO-2384/2011-0031-02.
Órgão Judicante: 6ª Turma
Relatora: Ministra Kátia Magalhães Arruda
Peticione neste processo:
Peticionamento Eletrônico (e-DOC) V2
Visualize as peças na íntegra:
Visualização de Autos
(Processo Eletrônico)
Partes do processo
Embargante: ASSOCIACAO DOS FUNC APOSENTADOS DO BANCO DO EST SP
Advogado: Dr. Antônio Manoel Leite
Advogado: Dr. José Torres das Neves
Advogado: Dr. José Tôrres das Neves
Advogado: Dr. Renato Rua de Almeida
Embargado(a): BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A.
Advogado: Dr. Maurício de Sousa Pessoa
Advogado: Dr. Mozart Victor Russomano Neto
Histórico do processo
*********************************************
21/05/2018 Remetidos os Autos para Secretaria da 6ª Turma para incluir em pauta
*********************************************
02/05/2018 Conclusos para voto/decisão (Gabinete da Ministra Kátia Magalhães Arruda)

  21/05/2018 - 18:18 -   |   Comentar  |   



  144921 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

CM.144917 - É isso mesmo GILBERTO DA SILVA DAGA, ficamos lá, meia dúzia de "gatos pingados", aguardando um bom número de colegas e nada.

  21/05/2018 - 16:58 -   |   Comentar  |   



  144920 - Nivaldo Antonio Pereira   Mococa SP

Comentário 144911, Colega Raimundo Nonato, concordo com você, sempre me manifestei propondo/solicitando um acordo, senão vamos todos partir sem ver nada, nem nossos herdeiros. Abraços, Nivaldo.

  21/05/2018 - 16:53 -   |   Comentar  |   



  144919 - GILBERTO DA SILVA DAGA   SÃO PAULO-SP

Meu comentário 144917, corrigindo, COM.144913-ORLY GUERRA, E NÃO
COMO, COM.14491.
GRATO.

  21/05/2018 - 16:33 -   |   Comentar  |   



  144918 - Antonio Galvão Raiz Porto   Altinópolis - SP

AFABESP VAI A JUNDIAÍ

Conforme noticiado hoje (21) no seu site, representantes da AFABESP mais o diretor administrativo eleito, José Valente, estiveram no dia 17 de maio pp na cidade de Jundiaí com o objetivo de oferecer “esclarecimentos e dirimir dúvidas com relação à solução do financiamento da CABESP”. Embora a redação do texto mereça até um esclarecimento para dirimir as nossas dúvidas sobre o que quiseram dizer com “financiamento da CABESP” (?), com um pouquinho de boa vontade, entendemos que foram lá explicar por que os nossos representantes concordaram com os reajustes das nossas contribuições.

Pois muito bem, o que se espera é que essas idas às AFABANS não fiquem restritas apenas a duas, Ribeirão Preto e Jundiaí.

Dúvidas, indubitavelmente, não nos faltam!

  21/05/2018 - 14:50 -   |   Comentar  |   



  144917 - GILBERTO DA SILVA DAGA   SÃO PAULO-SP

COM.14491, PODE COLOCAR O MEU NOME, SÓ ESPERO QUE QUEM ADERIR COMPAREÇA, PORQUE A REUNIÃO NA ALESP, CONTOU COM BAIXA ADESÃO DOS
MORADORES DE SÃO PAULO.

  21/05/2018 - 13:40 -   |   Comentar  |   



  144916 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

O que acontece na Venezuela. Se não foi fraude, podemos acreditar que o povo venezuelano gosta de sofrer?

  21/05/2018 - 13:34 -   |   Comentar  |   



  144915 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Está acontecendo na Venezuela é de se derrubar lágrimas. Graças a Deus , parece que nos livramos disto aqui. Enquanto os bolivarianos estiverem presos podemos ficar tranquilos.

  21/05/2018 - 13:28 -   |   Comentar  |   



  144914 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Não acredito que alguém possa defender o governo Maduro. É inacreditável. Um governo assassino. Como pode um homem deste estar ainda governando seu país. Desculpem, não queria comentar, mas com tudo que está

  21/05/2018 - 13:24 -   |   Comentar  |   



  144913 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

Colegas, estive pensando na possibilidade de dez a vinte Banespianos da Gema, moradores de SP, irem à AFABESP sabatinar a diretoria para tirar todas as nossas dúvidas.
Marcar a data sem comentar aqui. Senão os "home" somem!
---

  21/05/2018 - 13:04 -   |   Comentar  |   



  144912 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Estadão de Hoje : Maduro vence; opositor acusa governo de fraude eleitoral.

Já assisti a esse filme!.

  21/05/2018 - 11:52 -   |   Comentar  |   



  144911 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Com. 910 - Prezado colega Oscar. A sua impaciência e até revolta se justificam plenamente. Ocorre que este, como venho dizendo há anos, é o judiciário que temos. Infelizmente. Amarrado a uma legislação do arco da velha e que o nosso congresso não quer mudá-la, quase tudo é possível ser feito num processo para torná-lo sem fim. A prorrogação de prazo, por exemplo, é um verdadeiro "filé". Justifica-se (bem ou mal) o pedido e o juiz é obrigado a conceder, sob pena de ser acusado até de estar cerceando defesa, piorando a briga e consequentemente o atraso. Como vivo profissionalmente esta realidade, tenho tentado através deste site informar com realismo a nossa situação processual. Alguns entendem, outros me acusam de tudo, inclusive de estar do lado do banco e por aí vai. O fato concreto é que, na minha visão e sendo até otimista, a nossa luta contra o Santander ainda vai durar uns 15 anos. E a culpa é da permissiva legislação e não dos julgadores como muitos desavisados alardeiam. Pessoalmente, se aparecesse um acordo onde o valor não fosse ridículo eu entraria sem pensar duas vezes. É isso aí, colega. Prontamente atendi ao seu pedido no que foi possível e disponha sempre. Abraços, Nonato-Teresina.

  21/05/2018 - 11:07 -   |   Comentar  |   



  144910 - Oscar Machado Filho   Belo Horizonte-MG

PÉRICLES DE ANDRADE, COMENTÁRIO 144.907:

COLEGA BRILHANTE, DA GEMA,CONFORME ORLY GUERRA, SEMPRE FICA REPETINDO, PROFISSIONAL EXEMPLAR, QUE NEM O NONATO, BACHAREL EM DIREITO, COMO TODOS NÓS, NÃO SABE EXPLICAR,PULANDO PELA TANGENTE, SEGUNDO O CARLOS ALBERTO/DR.TIAGO MUZZI, AFABAN-BH, CAMPEÕES DE AÇÕES TRABALHISTAS CONTRA O SANTANDER,CONSEGUEM EXPLICAR O PEDIDO DE PRORROGAÇÃO DA AFABESP, DE MAIS 40 DIAS PARA SANTANDER/BANESPREV, COLOCAREM GRANA NAS CONTAS DE 12.383 APOSENTADOS DA CORREÇÃO DO IGP-DI. MILHARES DE AÇÕES TRABALHISTAS COLETIVAS DE 10 EM 10, E, INDIVIDUAIS, EM TODO BRASIL. O JUIZ FEDERAL, MANDA PAGAR. NEM SANTANDER, NEM BANESPREV, NEM AFABANS, NEM AFABESP SABEM QUEM DE NÓS TEM DIREITO. ALIS DIBA, É TERRIVEL. NONATO, EXPLICA PARA NÓS. CARLOS ALBERTO SAI DESSA. TRILHO, TRILHO, COMO FICA? LÚCIA, RECEBE OU NÃO? DR. MARCOS AURÉLIO, COMO FICA? COM A PALAVRA O BRILHANTE DR. JOSÉ MILTON. É POSSIVEL AGRADAR O TRIBUNAL DE JUSTIÇA, COM NÚMEROS QUE ATENDAM O SANTANDER/BANESPREV E A AFABESP? SENDO MUITO OTIMISTA, ATÉ LÁ, JÁ MORRERAM MAIS DE CINCO MIL COLEGAS, INCLUSIVE NÓS, QUE FICAMOS DEBATENDO O LENGA LENGA NO APTOBANESPA. BOTA OTIMISTA NISSO, HEIM.... DR. IVAN RODRIGUES. QUANDO O STF MANDAR PAGAR, COMO FICAM OS MILHARES DE COLEGAS QUE ESTÃO GANHANDO AS GRATIFICAÇÕES TODOS OS ANOS, COMO A TURMA DE BELO HORIZONTE? NESTA SEMANA, COLOCARAM MAIS DE 300 MIL REAIS EM NOSSAS CONTAS DA PLR. E AI, IRLEY, VOCÊ QUE SE MUDOU PARA A PRAIA? COMO FICA DR. LEITE? TEM COMO APURAR, QUEM RECEBE, QUEM NÃO RECEBE? SÓ MAIS 5 OU 10 ANOS? PARECE QUE NO FINAL O NONATO VAI DEITAR E ROLAR COM AS TEORIAS DELE, SOBRE A JUSTIÇA BRASILEIRA, INFELIZMENTE É ISSO AI. RIPA NA CHULIPA. OREMUS E RESEMUS. TAMUSJUNTOS.

  20/05/2018 - 18:56 -   |   Comentar  |   



  144909 - alis diba   são pedro do turvo/sp

É com tristeza que vejo o fim de pessoas como José Dirceu e Pallocci. Pessoas capazes, inteligentes, que poderiam contribuir com o progresso do Brasil se não tivessem se enveredado pelo caminho da corrupção. Infelizmente seguiram o passo dos seus predecessores e agora foram pegos. Mas, felizmente para nós, este ciclo de corrupção está, parece, tendo um fim. Falta muito ainda, mas, é um começo. Como diz nosso colega Péricles, aguardemus e oremus.

  20/05/2018 - 15:19 -   |   Comentar  |   



  144908 - Claudemir Ferraresi   Guararapes sp

Comet. 144907 Sr. Péricles de Andrade, porque a Afabesp pediu 40 dias para resolver o que?

  19/05/2018 - 20:01 -   |   Comentar  |   



  144907 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

CONSIDERAÇÕES SOBRE A AÇÃO DE CUMPRIMENTO PROVISÓRIO DE SENTENÇA - IGP-DI - Em 05.05.2015 o juiz fed. substituto, dr. Bruno César Lorencini, da 9ª Vara Cível Federal/SP, sentenciou: "....para o fim de condenar os réus Banesprev e Banco Santander a, solidariamente, proceder à revisão do benefício de complementação de aposentadoria e pensão dos beneficiários pré-75, mediante a incorporação do IGP-DI nos períodos em que não houve a aplicação de nenhuma forma de reajuste monetário do benefício. Condeno os réus Banesprev e Banco Santander, solidariamente, ao pagamento dos atrasados, que devem atualizados monetariamente nos termos da resoluçao 267/2013 do Conselho de Justiça Federal". Em 16.09.2015 a Afabesp entrou com esta ação de cumprimento provisório de sentença. Desde 11.04.2016, a Afabesp já pediu 125 dias de prorrogação de prazo e o Satander mais 120 dias úteis, o que dá quase um ano parado. Em 15.06.2016 o Satander alegou que não detectaram aposentados/pensionistas que teriam direito aos pagamentos referentes aos reajustes pelo IGP-DI, determinados pela liminar. Afirmaram nada dever, deixando, por isso, de fazer qualquer depósito judicial, conforme determinação da liminar. Em 18.10.2017, o Satander disse: "Destaque-se que a Afabesp apresentou um cumprimento provisório de sentença um rol de 12.383 pessoas, das quais, 1.778 nomes a mais do que os associados representados nesta ação, existindo diversas discussões entre as partes a respeito de quem seriam os beneficiários da tutela concedida e ora executada provisoriamente". Além disso, deve-se levar em consideração que, em dez/2005, a Afabesp e as Afabans, incentivadas por ela, entraram com ações coletivas, de 10 em 10, pleiteando a mesma causa (IGP-DI). Em 2007 essas ações começaram a ser julgadas improcedentes. A Afabesp começou então pedir a suspensão de suas ações e recomendou o mesmo às Afabans. Muitas Afabans desconsideraram e perderam ações. Esse fato deve ter gerado o imbróglio, pendenga, novela, da lista de quem seriam os beneficiários da sentença. Mas, enfim, cabe à (in)justiça determinar a lista dos reais beneficiários e depositar a estes. Por que esse empurrra/empurra, lenga/lenga, de, manda uma parte se manifestar, manda a outra parte se manifestar, até quando? Até que todos morram? Em 2.000, quando da criação do Fundão, havia 851 do Plano Pré-75 e 14.556 do Plano V. Em 2017 a Afabesp apresentou um rol de 12.383 colegas. Com o tempo, não restará ninguém, e o Santander vai agradecer. Ah, ia me esquecendo, nesta quarta-feira, 16.05, a Afabesp pediu mais 40 dias úteis, concedidos. Se o mês de julho for recesso forense, os próximos capítulos só voltarão em cena a partir de 13/ago. Até lá.

  19/05/2018 - 18:24 -   |   Comentar  |   



  144906 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

Orly, ela está vendo esse problema e esta sua sugestão, se ela tiver alguma dica, com certeza ela apresentará. Vamos aguardar.

  19/05/2018 - 17:11 -   |   Comentar  |   



  144905 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Zé Dirceu, 30 anos passa logo. Guenta aí. Não morra não....

  19/05/2018 - 15:38 -   |   Comentar  |   



  144904 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

Bom dia Álvaro, será que o hacker do bem, amigo da Fabíola, não poderia pegar o patife?
---

  19/05/2018 - 09:42 -   |   Comentar  |   



  144903 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

CM. 144900 - Adélia
Primeiramente teríamos que descobrir quem é o "mosquito". Uma das portas de entrada já fechei.

  19/05/2018 - 05:44 -   |   Comentar  |   



  144902 - adelia mauricio silva   divinopolis-mg

João Carlos dos Santos, eu não disse? Sabe quantos foram agraciados pelo STF esta semana? Só cinco. Todos da Operação Rizoma, da PF. Talvez o perene "sorriso do lagarto" do Dirceu (são 39 anos de "cárcel") tenha um motivo singular! É questão de paciência...Horas ou dias? A ver.

  19/05/2018 - 22:23 -   |   Comentar  |   



  144901 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

Meu comentário xxx893- correção: no lugar de ser atendido, o Correto é atender.

  18/05/2018 - 18:52 -   |   Comentar  |   



  144900 - adelia mauricio silva   divinopolis-mg

Alvaro, é sobre crimes na informática. Seria contraproducente acionar o descarado do zica-vírus na justiça? Ou não é possível?!

  18/05/2018 - 16:08 -   |   Comentar  |   



  144899 - Péricles de Andrade   Paraguaçu Pta.

AÇAO DE CUMPRIMENTO PROVISORIO DE SENTENÇA - IGP-DI - EM 16.05 A JUIZA FED CRISTIANE CONCEDEU MAIS UM PRAZO DE 40 DIAS SOLICITADO PELA AFABESP. SE O MES DE JULHO FOR RECESSO FORENSE, O VENCIMENTO SERÁ EM 13/AGO. ESTA AÇÃO É DE 16.09.2015, E, PELOS MEUS CÁLCULOS, DESDE 11.04.2016, TANTO A AFABESP COMO O SATANDER JÁ PEDIRAM 245 DIAS ÚTEIS DE PRAZO, APROXIMADAMENTE UM ANO EM QUE O PROC FICOU PARADO.

  18/05/2018 - 15:10 -   |   Comentar  |   



  144898 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

Pessoal, bom dia.
Fiz algumas alterações a fim de tentar bloquear o intruso que está nos atazanando.
Se alguém encontrar algum problema ao enviar comentários e/ou em navegar pelo site, por favor me comunique pelo e-mail pozzetti@gmail.com.
Grato

  18/05/2018 - 11:30 -   |   Comentar  |   



  144897 - Alis Diba   São Pedro do turvo/sp

E este Fernando Henrique que deu o Banespa ao Santander, se tivesse tido lava jato em seu governo, ele já estaria fazendo companhia ao Lula na prisão.

  18/05/2018 - 11:27 -   |   Comentar  |   



  144893 - alis diba   são pedro do turvo/sp

Opinião somente minha, sobre atendimento da Cabesp nesta região. Não temos médicos de muitas especialidades. De algumas, só um. No ano passado fui em um médico que atende cabesp e unimed, mas, ele quis ser atendido pela unimed. Não quis pela Cabesp.
Sobre a contribuição à Cabesp: Presumo que a Cabesp foi criada para favorecer os banespianos e não com fins lucrativos. Parece-me que o Santander quer torná-la uma empresa rentável que lhe dê lucros.
Acompanho comentários de colegas que tem conhecimento a fundo da situação da Cabesp. Se a Cabesp tem caixa que dá para nos sustentar até 2040, e até lá muitos de nós estaremos no além, não há porque o Santander querer nos onerar com estes aumentos desproporcionais.
A ambição do Santander é ilimitada. Já ficou com grande parte dos nossos salários e agora quer ficar com a Cabesp. Se nós podemos decidir o futuro da Cabesp na Assembléia, vamos participar desta Assembléia.Se deixarmos para lá, como disse o senhor Marcos, o Santander vai tomar conta e daí nunca mais. Não vamos ficar só em blá blá blá. Vamos ver se salvamos a Cabesp enquanto é tempo, porque nossos salários dependemos da justiça que fica neste lero lero. Para não haver interpretação errada, digo mais uma vez, não é raiva do Santander é indignação por esta injustiça. Se este pessoal do Santander tivesse vergonha na cara já nos teria devolvido os títulos que nos usurpou. São descarados, roubam e não tem um pingo de vergonha.

  18/05/2018 - 11:04 -   |   Comentar  |   



  144892 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

RESPONDENDO AO COLEGA 144891 - Mariano Perez Martins - sao jose do rio preto sp AINDA NÃO CHEGAMOS A LUGAR NENHUM MAS ESTAMOS CAMINHANDO POIS DEPOIS DE TANTO TEMPO PARADO SÓ ANDOU POR QUE FOI EMPURRADO E AGORA TEMOS QUE CONTINUAR EMPURRANDO PARA FAZER ANDAR E CHEGAR AOS FINALMENTE YTEMOS QUE SER PERSISTENTES.

  18/05/2018 - 09:22 -   |   Comentar  |   



  144891 - mariano perez martins   sao jose do rio preto sp

UM OTIMO FIM DE SEMANA A TODOS----JOSE MILTON, SENDO UM LEIGO EM JUSTICA PROCESSUAL, REITERO QUE VOCE ESCLAREÇA MAIS ESSA DECISAO. QUERO SABER POR EXEMPLO, JUNTANDO TODOS OS OUTROS ENBARGOS, A QUE DESFECHO CHEGAMOS.

  18/05/2018 - 08:22 -   |   Comentar  |   



  144823 - Claudinei Aleixo   Mirassol

PESSOAL ESSE AMIGO SECRETO QUE SÓ DIVULGA O VIAGRA ESTA MUITO ENGANADO. O QUE FUNCIONA NA NOSSA IDADE É O "CIALES" É POUCO MAIS CARO, MAS NÃO DÁ DORES DE CABEÇA E DURA 24 HORAS. ESSE CARA ESTA POR FÓRA...

  17/05/2018 - 20:53 -   |   Comentar  |   



  144798 - adelia mauricio silva   divinopolis-mg

Como da outra vez, "tomara que o processo das gratifas" não demore tanto quanto aquele "conclusos à Min. Katia Arruda", desde 28.08.2017. Ao fazer o comentário em Dez. 2017, se não for engano, houve vários "senões" a dizerem que tudo estava dentro dos conformes e que o processo estava andando, dentro do prazo... Pois é, está concluso até hoje!!! Viajou p/ China...Oxalá os ED-ED-ED do 2º processo, que, prá mim, já foi pro brejo, sejam resolvidos logo, senão...só na próxima Copa, após a Russia.

  17/05/2018 - 18:46 -   |   Comentar  |   



  144781 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERNARDO DO CAMPO

DEPOIS DE UMA ANO PARALIZADO PROCESSO SEGUE PARA DECISÃO :
10ª VARA FEDERAL EM SÃO PAULO.
PROCESSO 0009597-45.2016.4.03.6100
DATA PROTOCOLO 29/04/2016

CLASSE 1 . ACAO CIVIL PUBLICA
AUTOR ASSOCIACAO DOS FUNC APOSENTADOS DO BANCO DO EST SP
ADV. SP220356 - JOSE EDUARDO BERTO GALDIANO e outro
REU SUPERINTENDENCIA NACIONAL DE PREVIDENCIA COMPLEMENTAR e outros

ADV. Proc. VINICIUS NOGUEIRA COLLACO e outros

ASSUNTO PREVIDENCIA PRIVADA - ESPECIE DE CONTRATO - OBRIGACOES - DIREITO CIVIL NULIDADE REJEICAO DENUNCIA/CHANCELA COBRANCA CONTRIB
EXTRAORD PLANOII E RESTIT *********************************
SECRETARIA
10a Vara / SP - Capital-Civel
SITUAÇÃO NORMAL
TIPO DISTRIBUIÇÃO
DISTR. AUTOMATICA em 02/05/2016 ***********************
VOLUME(S) 5 LOCALIZAÇÃO Em 23 em 17/05/2018
VALOR CAUSA

10.000,00

MOVIMENTAÇÃO PROCESSUAL

Últimas 20 movimentações

Seq Data Descrição

54 16/05/2018 RECEBIMENTO DO JUIZ C/ DESPACHO/DECISAO

53 16/05/2018 RECEBIMENTO DO JUIZ C/ DESPACHO/DECISAO

52 11/04/2017 AUTOS COM (CONCLUSAO) JUIZ PARA DESPACHO/DECISAO

51 11/04/2017 RECEBIMENTO NA SECRETARIA


  17/05/2018 - 17:16 -   |   Comentar  |   



  144776 - JOSE MILTON DE ANDRADE MARQUES   SÃO BERANRDO DO CAMPO


ANDAMENTO DO PROCESSO QUE ESTA NA 9ª VARA FEDERAL DE SP TUTELA ANTECIPADA
PROCESSO 0022941-30.2015.4.03.6100
Autos com (Conclusão) ao Juiz em 15/05/2018 p/ Despacho/Decisão
*** Sentença/Despacho/Decisão/Ato Ordinátorio
Fl. 760: defiro à AFABESP o prazo requerido de 40 (quarenta) dias.
I.****************************************************************
Intimação em Secretaria em : 16/05/2018
Em decorrência dos autos estão a disposição / foram remetidos/ estão AUTOR OU EQUIVALENTE (PARTE ATIVA) para VISTA ( Sem contagem de tempo )Disponível
16/05/2018

  17/05/2018 - 16:53 -   |   Comentar  |   



  144762 - adelia mauricio silva   divinopolis-mg

João Carlos, com todo respeito sobre a sua opinião, da qual não discordo, eu digo que NÃO ACREDITO! Sabe porque? Desconfio que existe um forte grupo em destaque que não tolera criminosos conhecidos no país inteiro, atrás das grades. Só por isso.

  17/05/2018 - 15:39 -   |   Comentar  |   



  144750 - João Carlos dos Santos   Birigui/SP

Zé Dirceu, mais um comunista vagabundo, ladrão e criminoso que vai amargar 32 anos de cadeia. Devagar, devagarinho, estão indo todos em cana. viva o Juiz Moro.

  17/05/2018 - 14:33 -   |   Comentar  |   



  144706 - adelia mauricio silva   divinopolis-mg

O comportamento da Afá não é de Associação mas sim de uma minhoca que não serve mais prá ISCA. Nós também não largamos o osso! É como aquele vira-lata, late mas não morde.

  17/05/2018 - 10:36 -   |   Comentar  |   



  144704 - adelia mauricio silva   divinopolis-mg

Pois é...Os espanhois querem por que querem exportar os insumos que eles mais usam!!!

  17/05/2018 - 10:27 -   |   Comentar  |   



  144686 - ALBERTO AMADEU FERRARI   Indaiatuba

Esse aumento na contribuição da Cabesp é mais um golpe do banco em cima dos aposentados nunca isso deveria ser aprovado se existe uma reserva considerável porque concordar com isso não da para entender.

  17/05/2018 - 08:58 -   |   Comentar  |   



  144685 - Raimundo Nonato da Silva   Teresina/PI

Com. 382 - Esquenta não Álvaro. Involuntariamente vc apagou muitos comentários que de há muito já deveriam ter sido apagados. Inclusive alguns meus. Abraços, Nonato-Teresina.

  17/05/2018 - 08:53 -   |   Comentar  |   



  144667 - Starion_Heren   São Paulo/SP

Cabesp - Melhoria no Atendimento
Até o momento em todas as propostas e discussões sobre a Cabesp não vi nada com relação à melhoria no atendimento. Se vingar o aumento de contribuição como acho que vai ocorrer pelo menos essa contrapartida de melhoria no atendimento deveria ser jogada na mesa de negociações e razões não faltam. A rede de credenciados a cada ano é menor e o valor que se paga a eles é igual aos piores planos do mercado, já está difícil achar por exemplo cirurgiões de primeira linha que atendam pela Cabesp. Hospitais de primeira linha nas cidades onde houver deveriam ser acrescentados hoje não temos nenhum ou só temos em parte.
Afinal 8 Bi de reservas é muito dinheiro. Com o aumento das contribuições essas reservas continuarão a render certamente sem uso operacional.
Sem duvida a Afabesp contratar um consultoria teria sido o ideal mas parece que o tempo disso também já passou.
Em tempo, tem a questão do reembolso, cujo valor é simbólico, numa consulta por exemplo que aqui em SP é no mínimo R$ 500,00 o reembolso é R$ 78,00. Isso tem que aumentar, os planos que também tem reembolso como a Amil reembolsam em consultas R$ 200,00.
Aceitar as coisas como estão sem negociar nada a nosso favor como se a Cabesp estivesse falida é a falência dos negociadores.

  17/05/2018 - 07:27 -   |   Comentar  |   



  144572 - Antônio Pelegrino   Cafelândia -SP

IGP-DI - últimas movimentações



Consulta da Movimentação Número : 63

PROCESSO


0022941-30.2015.4.03.6100




Autos com (Conclusão) ao Juiz em 15/05/2018 p/ Despacho/Decisão




*** Sentença/Despacho/Decisão/Ato Ordinátorio





Fl. 760: defiro à AFABESP o prazo requerido de 40 (quarenta) dias.
I.




Intimação em Secretaria em : 16/05/2018




Em decorrência dos autos estão a disposição / foram remetidos/ estão AUTOR OU EQUIVALENTE (PARTE ATIVA) para VISTA ( Sem contagem de tempo )

Disponível


16/05/2018

  17/05/2018 - 22:47 -   |   Comentar  |   



  144538 - Antonio Eustáquio de Matos   São Paulo - SP

Boa noite Orly e a todos.
Comentário 144524. “ O banco que reclame ao GOVERNO sobre a Cabesp”. Faz isso não amigo!!! Não é segredo que o governo está mais para ajudar o santander que a nós banespianos. Aí você já viu...

  16/05/2018 - 19:49 -   |   Comentar  |   



  144527 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP

Bom dia.
Aqui está muito melhor o Sus que a Cabesp.

  16/05/2018 - 18:56 -   |   Comentar  |   



  144525 - Dino Francisco Paulinetti   Bragança Paulista SP

Bom-dia.
Cabesp
Ainda da tempo vamos negociar
Nossa carteira.

  16/05/2018 - 18:48 -   |   Comentar  |   



  144524 - ORLY GUERRA   Vila Velha - ES

Aumento na Cabesp é ilegal!
Marcos Aurélio Pinto / Vinhedo/SP / 16/05/2018
Agora sim, Marcos Aurélio falou certo.
É preciso dizer NÃO ao banco Espanhol SANTANDER. Nada de alterar o ESTATUTO DA CABESP.
Há saldo de OITO BILHÕES, será que o banco acha pouco dinheiro? O banco que reclame ao GOVERNO sobre a Cabesp.

  16/05/2018 - 18:47 -   |   Comentar  |   



  144452 - Rubens José de Freitas   Mirassol

ADEUS AMIGO.
É com um sentimento de pesar e tristeza muito grande que recebi a triste notícia do falecimento do colega, amigo e companheiro YOSHIME ONICHI, que comandou a AFABESP como Presidente por mais de 10 anos e anteriormente muitos outros como Diretor. Homem dinâmico, líder por natureza, alegre, atencioso, humilde e de ótimo coração, que apesar de já estar afastado há vários anos da diretoria, por doença, já faz e continuará fazendo muita falta à família Banespiana, que ele tanto amava. Poderia aqui desejar-lhe um bom descanso, mas tenho certeza que não terá essa oportunidade, pois além de não fazer parte de sua personalidade, Deus em sua sabedoria infinita saberá aproveita-lo, entregando-lhe um cargo onde poderá aproveitar melhor a sua capacidade, habilidade e experiência. Que o bom Deus o receba de braços aberto e dê conforto para sua família, muito unida, que deve estar com o coração oprimido. Descanse em paz amigo. Um grande abraço e nossos pêsames à esposa Sra. Maria Antonia Onishi e família dos amigos Rubinho e Marlene.

  16/05/2018 - 11:59 -   |   Comentar  |   



  144447 - Angelo   Laranjal Paulista

Fique tranquilo. Não posso utilizar, sou cardíaco. Obrigado pela doação.

  16/05/2018 - 11:38 -   |   Comentar  |   



  144442 - marco antonio gonçalves dias   são paulo

Todas as pessoas que conheço, independente de ideologia,incluindo os meios de comunicação, reclamam do Sistrema Bancário, dizendo que os juros são exorbitantes, as tarifas cobradas são desumanas e que os seus lucros são estratosféricos, esquecendo que é por causa disto, que os bancos se tornaram um dos símbolos do Capitalismo.
Capitalismo: é um sistema econômico e social, onde o principal objetivo visa o LUCRO E A ACUMULAÇÃO DE RIQUEZAS por meio dos meios de produção. ABRAÇOS.

  16/05/2018 - 11:10 -   |   Comentar  |   



  144437 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

Fotos do evento na ASSEMBLEIA LEGISLATIVA em 04/05/2018














  16/05/2018 - 10:48 -   |   Comentar  |   



  144435 - Jose Martins Lopes   Marilia-SP

Uma dúvida. Essa pessoa que invade o site e recomenda o viagra, será que e para usarmos todos nós , em fila, com a mãe dele?

  16/05/2018 - 10:40 -   |   Comentar  |   



  144429 - José Carlos Jordan   BAURU - SP

Bom dia
Também questiono o mesmo que o Orly questiona.
Porque os advogados contratados da Afabesp também não perguntam ?

  16/05/2018 - 10:17 -   |   Comentar  |   



  144420 - adelia mauricio silva   divinopolis-mg

A mim me convence que essas operações tangentes à Cabesp são direcionadas pelo Sder(Santander), semelhantes àquelas propostas aos funcionários em greve quando impuseram o Reajuste Zero. Ferraram conosco aposentados e vemos a luta para recuperar-mos o prejuízo, porque essa justiça é inepta. Funcionará como uma porta aberta para desvirtuar os propósitos para os quais foi fundada a Cabesp: Acesso à saude a todos os banespianos. Querem transformá-la num Sírio Libanês, Albert Einstein, onde só os ricos e políticos terão acesso. Protesto!

  16/05/2018 - 09:42 -   |   Comentar  |   



  144410 - Antonio Carlos M.Leitão   Rio de Janeiro

Bom dia.....Não importa o que que foi apagado,então vamos viver o presente que o futuro nos aguarda com grandes vitórias....

  16/05/2018 - 08:55 -   |   Comentar  |   



  144382 - Alvaro Pozzetti de Oliveira   Bauru/SP

Inadivertidamente apaguei todos os comentários postados.
Estou tentando resgatar-los mas não sei se será possivel.
Me desculpem.

  16/05/2018 - 06:21 -   |   Comentar  |